SlideShare uma empresa Scribd logo
DIOCESE DE TOCANTINÓPOLIS
PARÓQUIA SÃO VICENTE DE PAULO
Av. Contorno nº 366 - Vila Couto Magalhães
Fone: (063) 3421-3736
ARAGUAÍNA-TO
A CRISMA
Catequese para Pais e Padrinhos
Iniciação a Vida Cristã
“Vão e façam com que todos os povos se tonem meus discípulos”
(Mateus 28,19)
Oração do Padrinho e Madrinha de Crisma
Espírito Santo,
Divino Amigo, recebi a graça de ser padrinho/madrinha deste jovem. Meu coração está feliz!
Peço-Vos, Divina Luz, que me ilumines para que eu seja testemunha, amparo e sinal do vosso
amor e da fidelidade ao compromisso assumido por este meu afilhado no Sacramento do
Batismo e da Crisma. Vós, Espírito Santo, que sois o amor do Pai e do Filho, a Brisa Suave
que anima a vida, protegei, guiai e confortai com Vossos dons este meu afilhado em todos os
momentos de sua vida. Que ele, que me escolheu para ajudá-lo neste caminho de fé, seja
animado por Vossa presença e possa corresponder aos Vossos apelos hoje e sempre. Amém.
Oração do Compromisso do Batismo 2
Senhor Deus,
Que pela graça do Batismo, saibamos dar aos nossos filhos e afilhados a condução necessária
no caminho da fé,
Dá-nos sabedoria e discernimento para levá-los na fé até que possam assumir livre e
pessoalmente a graça da fé e do batismo.
Que o Batismo lhes traga uma vida nova, nascida da água e do Espírito Santo.
Que ao receber esta “Vida nova”, sejam lavadas de todo pecado.
Que nossas crianças sejam, real e verdadeiramente, enxertadas em Cristo e na Igreja.
Que o óleo da bênção os revista da couraça de Cristo contra todo mal do mundo,
Que a fé que lhes é infundida seja colocada a serviço do Reino de Deus, tornando-as templo
do Espírito e coerdeiros da vida eterna.
Que saibamos, por força do batismo, oferecer nossa vida a Deus e a educação de nossos
filhos e afilhados, no serviço de cada dia,
Que saibamos, como profetas, professar diante deles a fé que recebemos pela Igreja, com
exemplo de vida e testemunho da palavra, assim como fomos consagrados para formar um
povo de sacerdotes e reis, que nossos filhos, batizados e herdeiros desse Reino aceitem e
amem a Cristo Senhor, sobre a nossa proteção e nosso exemplo. Amém.
O Querigma – a mensagem cristã
ANTES DE FALAR DA CRISMA,
quero falar de Jesus Cristo para você.
Ele que é nosso Deus. Nosso Mestre e Senhor. Nosso Pastor. Nosso irmão e advogado. Quero
lhe dizer que existem SEIS VERDADES EVANGÉLICAS que você precisa conhecer e acreditar
a partir de agora, antes de falar sobre o Sacramento da CRISMA.
1ª - DEUS AMA VOCÊ HOJE (João 15, 9)
Deus é um Pai Amoroso, que te ama pessoal e incondicionalmente e quer o melhor para ti. Não
te ama porque sejas bom, mas sim porque ele é bom.
2ª – VOCÊ NÃO PODE TI SALVAR POR TI MESMO (Romanos 3, 23)
O pecado, que consiste em não confiar em Deus e não depender Dele impede que sintas o
amor divino. És pecador necessitado de Salvação, porque não és capaz de vencer Satanás
nem de libertar-te do poder do pecado.
3ª – JESUS É A ÚNICA SOLUÇÃO E ELE JÁ TE SALVOU (João 3, 16)
Existe uma boa notícia: Jesus já te salvou e perdoou, pagando a dívida com o preço de Seu
sangue. Com Sua morte por ti e Sua ressurreição, partilhou contigo a vida: vida de filho de
Deus. Jesus não nos salva. Já nos salvou
4ª – JESUS É TEU SENHOR E SALVADOR (Romanos 14,9)
Jesus ganhou, já, uma Nova Vida para ti. Receba-a, crendo e convertendo-te:
Confessá-lo como Salvador pessoal e renunciar a qualquer outro meio de Salvação. -
Converter-te é mudar tua vida pela vida de Jesus. Entregar tua vida de pecado e começar a
viver a vida de filho de Deus. - Proclamar Jesus como Senhor de todas as áreas da vida.
5ª – A PROMESSA DE JESUS HOJE É PARA TI (Atos 2,39)
Qual é a promessa de Jesus? Enviar o Espírito Santo a você. Te dar o Espírito Santo. Jesus se
faz presente com sua Salvação por meio de seu Espírito.
6ª – É NA COMUNIDADE QUE VOCÊ É AMADO E FORTALECIDO (At. 2, 42 a 47) Não basta
nascer: é preciso crescer na vida nova. Para isso, é necessário manter-se unido à vida (Jesus),
vivendo como parte do Corpo de Cristo, em união com todos os outros membros.
FUNDAMENTAÇÃO DA IGREJA
OS SACRAMENTOS
CIC 1131.
Os sacramentos são sinais eficazes da graça, instituídos por Cristo e confiados à Igreja, por
meio dos quais nos é dispensada a vida divina. Os ritos visíveis, sob os quais os sacramentos
são celebrados, significam e realizam as graças próprias de cada sacramento. Produzem fruto
naqueles que os recebem com as disposições exigidas
OS SACRAMENTOS SÃO 7
Batismo – É o sacramento que abre as portas da vida cristã.
Crisma ou Confirmação - Reafirma sua fé em Cristo.
Eucaristia - É a celebração em memória de Cristo, recordando a santa ceia, a paixão e a
ressurreição.
Reconciliação ou Penitência - É a confissão dos pecados a um sacerdote.
Unção dos enfermos - É o sacramento pelo qual o sacerdote reza e unge os enfermos.
Ordem - O sacramento da ordem concede a autoridade para exercer funções e ministérios
eclesiásticos.
Matrimônio - Estabelece e santifica a união entre um homem e uma mulher.
Sacramento - Sinal visível e eficaz
“Um sinal visível e eficaz da graça, instituído por Jesus Cristo, para nossa
santificação’
Ou ainda, AÇÕES SALVADORAS DE DEUS (CNBB 97, 52)
FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA
Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã - BATISMO, CONFIRMAÇÃO e EUCARISTIA.
O Batismo torna-nos cristãos, filhos e herdeiros de Deus, participantes da missão de Cristo e
membros da Igreja, na qual somos instruídos e orientados para a vivência cristã (Mt 28,19-20;
Jo 3,5).
Pela Confirmação, o cristão fica mais perfeitamente unido à Igreja e recebe a força do Espírito
Santo, para testemunhar Jesus Cristo, na maturidade da fé (At 2,1-12).
Na Eucaristia, (1º Cor. 11,23-24) o cristão se alimenta com o Pão da vida e da
unidade, memorial da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor, alimento espiritual e de
comunhão com os irmãos. (CIC 1303)
Os efeitos da Confirmação: enraíza-nos mais profundamente na
filiação divina; une-nos mais solidamente a Cristo; aumenta em nós
os dons do Espírito Santo; -nos uma força especial do Espírito Santo.
RITO DA CONFIRMAÇÃO NA MISSA
(Após o início da celebração Eucarística, como de costume, segue-se da seguinte forma o rito da crisma).
LITURGIA DA PALAVRA
Aclamação ao Evangelho- Proclamação do Evangelho -(Logo após o Evangelho)
APRESENTAÇÃO DOS CRISMANDOS
Pe:. Fiquem de pé os que serão crismados. Senhor Bispo Dom Giovane...
Pe:. Quero também apresentar nossos crismandos à comunidade.
Homilia
COM. Toda comunidade é responsável por esses nossos irmãos e irmãs...
Padre: Os padrinhos queiram ficar de pé !
Bispo: Caros padrinhos, recebendo estes crismandos como “afilhados”,...
Padrinhos: Damos graças a Deus e pedimos que Ele sempre nos ajude nessa missão!
RENOVAÇÃO DAS PROMESSAS BATISMAIS
Com:. A crisma nos dá força para que, no decorrer da vida, ...
(Acender as velas no círio)
Bispo:. Antes de receberdes o Espírito Santo, recordai a fé que professastes no Batismo ou
que vossos pais e padrinhos professaram com a Igreja:
Bispo:. Para viver na liberdade de filhos de Deus, renunciais ao pecado?
Crismandos: Renuncio
Bispo:. Para viver como irmãos e irmãs, renunciais a tudo o que vos possa desunir, para que
o pecado não domine sobre vós?
Crismandos: Renuncio
Bispo:. Para seguir Jesus Cristo, renunciais ao demônio, autor e princípio do pecado?
Crismandos: Renuncio
Bispo:. Credes em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra?
Crismandos: Creio
Bispo:. Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria,
padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu?
Crismandos: Creio
Bispo:. Credes no Espírito Santo, Senhor e fonte de vida, que hoje, pelo sacramento da
confirmação, vos é dado de modo especial, como aos apóstolos no dia de Pentecostes?
Crismandos: Creio.
Bispo:. Credes na santa igreja católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados,
na ressurreição dos mortos e na vida eterna?
Crismandos: Creio.
(O bispo confirma a profissão, proclamando a fé da Igreja)
Esta é a nossa fé, que da Igreja recebemos e sinceramente professamos, razão de nossa
alegria em Cristo nosso Senhor.
(A assembleia confirma, respondendo) Amém.
IMPOSIÇÃO DAS MÃOS
(o bispo depõe o báculo e a mitra, levanta-se e voltado para o povo, diz:)
Bispo:. Roguemos, irmãos e irmãs, a Deus Pai todo-poderoso, que derrame o Espírito...
UNÇÃO DO CRISMA
Bispo:. N..., RECEBE, POR ESTE SINAL, O ESPÍRITO SANTO, O DOM DE DEUS.
(O crismando responde)Amém.
Bispo:. A paz esteja contigo
(O crismando responde E contigo também.
(Depois da unção com o óleo, segue a Liturgia Eucarística)
O ACOMPANHAMENTO DO AFILIADO (A)
A família cristã
Assim como a palavra “convivência” é a palavra chave que caracteriza o ser comunidade,
também a Palavra “aconchego” é a palavra chave que caracteriza o Ser Família Cristã:
A família cristã, chamada de "Igreja doméstica", participa de modo privilegiado da missão da
igreja na transmissão de valores cristãos, éticos e morais.
Enquanto fonte de vida, a família é a primeira e principal responsável pela transmissão da fé,
isto é: da mensagem da Salvação de Deus aos filhos. Assim, os pais são para seus filhos
autênticos anunciadores de sua fé e catequistas (cf. Dt 6,4-8).
Na transmissão da fé aos seus filhos, a família não deve ser autossuficiente, ausente e nem
autônoma.
Ela precisa estar em sintonia e íntima relação com a vida da comunidade onde vive, pois, é ali
que a catequese vivencial, será complementada por uma catequese sistemática (no e pelo
Grupo de Itinerância de Vida Cristã), mais organizada com um conteúdo bíblico-documental e
metodologias apropriadas.
GPP-IVC ÍNTEGRA – CONSTRUINDO NOVOS PARADIGMAS, DIOCESE DE
TOCANTINÓPOLIS, 3.1.3
MINISTÉRIO DOS PADRINHOS – PADRINHOS, pais segundo Deus.
“E vós, pais e educadores da fé, instrui as crianças, jovens e adultos, inspirados na pedagogia
do Senhor” (Efésios 6,4)
Perfil do Padrinho e Madrinha: (CDC, 872)
a) Seja maior de 16 anos, católico, confirmado, tenha recebido a Eucaristia e leve vida coerente
com a fé, não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica;
b) Não seja pai ou mãe do crismando;
c) Se casado, seja no civil e religioso;
d) Não seja amasiado;
e) Seja cristão comprometido na sociedade;
f) Acompanhe o crismando na sua caminhada de fé
Tarefa dos Padrinhos:
Os padrinhos (madrinhas) não são meros elementos decorativos na Crisma. Na história da
Igreja tem-se valorizado a sua presença.
Qual o sentido do padrinho atualmente?
Ser padrinho tem seu sentido enquanto:
- É membro atuante na comunidade;
- É cristão comprometido na sociedade;
- Acompanha o crismando na sua caminhada de fé, como amigo e companheiro.
Os padrinhos são muito mais que uma posição social; são pais segundo Deus, pois no batismo
morre o "homem velho" e nasce o "homem novo". E como verdadeiros pais, têm o grave dever
de transformar seus filhos em soldados de Cristo, educando-os na escola de santidade dos
grandes santos da Igreja. (Pio XII)
A COMUNIDADE CRISTÃ, lugar de vivência da fé, da esperança e da caridade
O batizado é considerado um fiel discípulo missionário se caminha em pequena comunidade,
isso acontece a partir do anúncio e do encontro pessoal e forte com a pessoa de Jesus Cristo.
Para descobrir os próprios compromissos na pequena Comunidade o itinerário de
acompanhamento pós-iniciação é bem resumido em At. 2,42-47 com as quatro perseveranças
da vida cristã:
- Na escuta diária da Palavra,
- Na comunhão fraterna: Caridade, Dízimo, Equipe de Serviços Pastorais...,
- Nas orações diárias (Liturgia das Horas),
- Na Eucaristia Dominical
O caminhar em pequena comunidade cristã de convivência da fé e da esperança na
caridade é uma consequência lógica e coerente de quem se despertou convertidamente
através do anuncio querigmático e teve um encontro pessoal com a pessoa de N. S.
Jesus Cristo, nasceu para ele através do sacramento do batismo, fortificado através do
sacramento da confirmação/crisma e alimentado durante a vida toda pelo sacramento da
eucaristia.
A comunidade é o sinal, o habitat e o caminho de quem se tornou cristão
(GPP-IVC ÍNTEGRA – CONSTRUINDO NOVOS PARADIGMAS, DIOCESE DE
TOCANTINÓPOLIS, 2.1.7; 3.1.2)
A MISSÃO DA FAMÍLIA CRISTÃ NO MUNDO DE HOJE (Revista Rosário de Maria, 2015)
Em primeiro lugar, a tarefa principal da família Cristã é a de viver em comunhão, num
constante empenho por fazer crescer o amor: o amor entre o homem e a mulher e também
entre os membros da família.
Em segundo lugar, a família tem uma certa ligação orgânica com a sociedade, pois os
cidadãos saem, com efeito, da família e nela encontram a primeira escola daquelas virtudes
humanas e sociais que irão definir o seu contributo para o desenvolvimento da mesma
sociedade.
Em terceiro lugar, como igreja doméstica, a família Cristã participa profundamente na vida e
na missão da Igreja. Como uma comunidade crente e evangelizadora, a família permanece em
religiosa escuta da Palavra de Deus e, ao mesmo tempo, proclama-a com firme confiança,
através dos acontecimentos diários e dos problemas, dificuldades e alegrias que eles contêm.
“Os pais são os primeiros responsáveis pela educação dos filhos”. (CIC 2223)
Oração a São Vicente de Paulo
Ó glorioso São Vicente, patrono de toda caridade, pai daqueles
que estão na miséria e que, enquanto na Terra, jamais deixou de
amparar a todos que a vós recorreram, considerai os males que
estão nos oprimindo e vinde em nosso socorro. Obtende junto do
Senhor ajuda para os pobres, alívio para os enfermos, consolo
para os aflitos, proteção para os abandonados, espírito de
generosidade para os ricos, a graça da conversão para os
pecadores, entusiasmo para os padres, paz para a Igreja,
tranquilidade e ordem para as nações e salvação para todos.
Permiti-nos comprovar os efeitos da vossa misericórdia intercessão
e assim sermos ajudados nas misérias da vida. Possamos nós
estar unidos com o Senhor no paraíso, onde não existe mais dor,
choro ou tristeza, mas alegria, contentamento e duradoura
felicidade. Amém.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Encontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - CatequeseEncontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - Catequese
João Carlos da Fonseca
 
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESEAPOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
Catequista Josivaldo
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
Catequese Anjos dos Céus
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
Catequese Anjos dos Céus
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
Juliana Cristina M. Muniz
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
Catequese Anjos dos Céus
 
2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia
Catequese Anjos dos Céus
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Rodrigo F Menegatti
 
17º. Jesus nos fala por meio de histórias
17º. Jesus nos fala por meio de histórias17º. Jesus nos fala por meio de histórias
17º. Jesus nos fala por meio de histórias
Catequese Anjos dos Céus
 
Formação de Catequistas - 2015
Formação de Catequistas - 2015Formação de Catequistas - 2015
Formação de Catequistas - 2015
Morgana Portugal
 
5º encontro abraão - inicio da salvação
5º encontro   abraão - inicio da salvação5º encontro   abraão - inicio da salvação
5º encontro abraão - inicio da salvação
Catequese Anjos dos Céus
 
Sacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristiaSacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristia
Jorge Pereira
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Fábio Vasconcelos
 
Planejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da CatequesePlanejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da Catequese
Catequista Josivaldo
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
Adriano de Paula
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
Juliana Cristina M. Muniz
 
O sacramento da crisma
O sacramento da crismaO sacramento da crisma
O sacramento da crisma
Si Leão
 
Crisma - Slide formativo
Crisma - Slide formativoCrisma - Slide formativo
Crisma - Slide formativo
Rafael Maciel
 
formação para catequistas
formação para catequistasformação para catequistas
formação para catequistas
Alexandre Alves Rocha
 

Mais procurados (20)

Encontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - CatequeseEncontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - Catequese
 
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESEAPOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
 
A Santa Missa
A Santa MissaA Santa Missa
A Santa Missa
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
 
2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
 
17º. Jesus nos fala por meio de histórias
17º. Jesus nos fala por meio de histórias17º. Jesus nos fala por meio de histórias
17º. Jesus nos fala por meio de histórias
 
Formação de Catequistas - 2015
Formação de Catequistas - 2015Formação de Catequistas - 2015
Formação de Catequistas - 2015
 
5º encontro abraão - inicio da salvação
5º encontro   abraão - inicio da salvação5º encontro   abraão - inicio da salvação
5º encontro abraão - inicio da salvação
 
Sacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristiaSacramento da eucaristia
Sacramento da eucaristia
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
 
Planejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da CatequesePlanejamento Semanal da Catequese
Planejamento Semanal da Catequese
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
 
O sacramento da crisma
O sacramento da crismaO sacramento da crisma
O sacramento da crisma
 
Crisma - Slide formativo
Crisma - Slide formativoCrisma - Slide formativo
Crisma - Slide formativo
 
formação para catequistas
formação para catequistasformação para catequistas
formação para catequistas
 

Semelhante a A CRISMA Catequese para pais e padrinhos

Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida CristãLivro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Nilson Almeida
 
celebração do credo.pdf
celebração do credo.pdfcelebração do credo.pdf
celebração do credo.pdf
MariaZenaidePereira1
 
Curso de batismo
Curso de batismoCurso de batismo
Curso de batismo
Melonita
 
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
Paulo Dias Nogueira
 
2006 03 26 luiza biazotto maia
2006 03 26   luiza biazotto maia2006 03 26   luiza biazotto maia
2006 03 26 luiza biazotto maia
Paulo Dias Nogueira
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todosLivreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Bernadetecebs .
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende
Irmão Feliciano Sv
 
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
Helio Diniz
 
Livro Orações Vocacionais
Livro Orações VocacionaisLivro Orações Vocacionais
Livro Orações Vocacionais
Nilson Almeida
 
Livrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa franciscoLivrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa francisco
torrasko
 
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhorEncontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
torrasko
 
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptxCATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
ssuser3d1eba
 
Catecismo maior de sao pio x
Catecismo maior de sao pio xCatecismo maior de sao pio x
Catecismo maior de sao pio x
Suely SS
 
Estudo - Ano da fé ficha-05
Estudo - Ano da fé ficha-05Estudo - Ano da fé ficha-05
Estudo - Ano da fé ficha-05
Bernadetecebs .
 
Carta pastoral ano da fé
Carta pastoral ano da féCarta pastoral ano da fé
Carta pastoral ano da fé
nuvemluminosa
 
Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
José Vieira Dos Santos
 
Vocação
VocaçãoVocação
Vocação
Martin M Flynn
 
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJJornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
CIP2014
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criação
LeonardoMoraisJr
 

Semelhante a A CRISMA Catequese para pais e padrinhos (20)

Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida CristãLivro Manual De Orações E Da Vida Cristã
Livro Manual De Orações E Da Vida Cristã
 
celebração do credo.pdf
celebração do credo.pdfcelebração do credo.pdf
celebração do credo.pdf
 
Curso de batismo
Curso de batismoCurso de batismo
Curso de batismo
 
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
 
2006 03 26 luiza biazotto maia
2006 03 26   luiza biazotto maia2006 03 26   luiza biazotto maia
2006 03 26 luiza biazotto maia
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todosLivreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende
 
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
 
Livro Orações Vocacionais
Livro Orações VocacionaisLivro Orações Vocacionais
Livro Orações Vocacionais
 
Livrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa franciscoLivrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa francisco
 
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhorEncontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
Encontro do-batismo fontes de água viva, bendizei ao senhor
 
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptxCATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
CATEQUESE_SACRAMETO_BATISMO_IGREJA_CATOLICA.pptx
 
Catecismo maior de sao pio x
Catecismo maior de sao pio xCatecismo maior de sao pio x
Catecismo maior de sao pio x
 
Estudo - Ano da fé ficha-05
Estudo - Ano da fé ficha-05Estudo - Ano da fé ficha-05
Estudo - Ano da fé ficha-05
 
Carta pastoral ano da fé
Carta pastoral ano da féCarta pastoral ano da fé
Carta pastoral ano da fé
 
Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
Vocação
VocaçãoVocação
Vocação
 
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJJornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criação
 

Mais de Catequista Josivaldo

Cnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecidaCnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecida
Catequista Josivaldo
 
Desafio do amor
Desafio do amorDesafio do amor
Desafio do amor
Catequista Josivaldo
 
Músicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalhaMúsicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalha
Catequista Josivaldo
 
Nada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudarNada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudar
Catequista Josivaldo
 
Leitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a famíliaLeitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a família
Catequista Josivaldo
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
Catequista Josivaldo
 
O quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesaO quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesa
Catequista Josivaldo
 
A arte de ensinar
A arte de ensinarA arte de ensinar
A arte de ensinar
Catequista Josivaldo
 
O querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhosO querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhos
Catequista Josivaldo
 
Finalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cjFinalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cj
Catequista Josivaldo
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequista Josivaldo
 
Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +
Catequista Josivaldo
 

Mais de Catequista Josivaldo (12)

Cnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecidaCnbb 2007 documento_de_aparecida
Cnbb 2007 documento_de_aparecida
 
Desafio do amor
Desafio do amorDesafio do amor
Desafio do amor
 
Músicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalhaMúsicos em ordem de batalha
Músicos em ordem de batalha
 
Nada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudarNada muda se você não mudar
Nada muda se você não mudar
 
Leitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a famíliaLeitura orante da palavra de deus com a família
Leitura orante da palavra de deus com a família
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
 
O quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesaO quinto mandamento e a legítima defesa
O quinto mandamento e a legítima defesa
 
A arte de ensinar
A arte de ensinarA arte de ensinar
A arte de ensinar
 
O querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhosO querigma para pais e padrinhos
O querigma para pais e padrinhos
 
Finalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cjFinalidade da catequese no DNC cj
Finalidade da catequese no DNC cj
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
 
Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +
 

Último

7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 

Último (20)

7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 

A CRISMA Catequese para pais e padrinhos

  • 1. DIOCESE DE TOCANTINÓPOLIS PARÓQUIA SÃO VICENTE DE PAULO Av. Contorno nº 366 - Vila Couto Magalhães Fone: (063) 3421-3736 ARAGUAÍNA-TO A CRISMA Catequese para Pais e Padrinhos Iniciação a Vida Cristã “Vão e façam com que todos os povos se tonem meus discípulos” (Mateus 28,19)
  • 2. Oração do Padrinho e Madrinha de Crisma Espírito Santo, Divino Amigo, recebi a graça de ser padrinho/madrinha deste jovem. Meu coração está feliz! Peço-Vos, Divina Luz, que me ilumines para que eu seja testemunha, amparo e sinal do vosso amor e da fidelidade ao compromisso assumido por este meu afilhado no Sacramento do Batismo e da Crisma. Vós, Espírito Santo, que sois o amor do Pai e do Filho, a Brisa Suave que anima a vida, protegei, guiai e confortai com Vossos dons este meu afilhado em todos os momentos de sua vida. Que ele, que me escolheu para ajudá-lo neste caminho de fé, seja animado por Vossa presença e possa corresponder aos Vossos apelos hoje e sempre. Amém. Oração do Compromisso do Batismo 2 Senhor Deus, Que pela graça do Batismo, saibamos dar aos nossos filhos e afilhados a condução necessária no caminho da fé, Dá-nos sabedoria e discernimento para levá-los na fé até que possam assumir livre e pessoalmente a graça da fé e do batismo. Que o Batismo lhes traga uma vida nova, nascida da água e do Espírito Santo. Que ao receber esta “Vida nova”, sejam lavadas de todo pecado. Que nossas crianças sejam, real e verdadeiramente, enxertadas em Cristo e na Igreja. Que o óleo da bênção os revista da couraça de Cristo contra todo mal do mundo, Que a fé que lhes é infundida seja colocada a serviço do Reino de Deus, tornando-as templo do Espírito e coerdeiros da vida eterna. Que saibamos, por força do batismo, oferecer nossa vida a Deus e a educação de nossos filhos e afilhados, no serviço de cada dia, Que saibamos, como profetas, professar diante deles a fé que recebemos pela Igreja, com exemplo de vida e testemunho da palavra, assim como fomos consagrados para formar um povo de sacerdotes e reis, que nossos filhos, batizados e herdeiros desse Reino aceitem e amem a Cristo Senhor, sobre a nossa proteção e nosso exemplo. Amém. O Querigma – a mensagem cristã ANTES DE FALAR DA CRISMA, quero falar de Jesus Cristo para você. Ele que é nosso Deus. Nosso Mestre e Senhor. Nosso Pastor. Nosso irmão e advogado. Quero lhe dizer que existem SEIS VERDADES EVANGÉLICAS que você precisa conhecer e acreditar a partir de agora, antes de falar sobre o Sacramento da CRISMA. 1ª - DEUS AMA VOCÊ HOJE (João 15, 9) Deus é um Pai Amoroso, que te ama pessoal e incondicionalmente e quer o melhor para ti. Não te ama porque sejas bom, mas sim porque ele é bom. 2ª – VOCÊ NÃO PODE TI SALVAR POR TI MESMO (Romanos 3, 23) O pecado, que consiste em não confiar em Deus e não depender Dele impede que sintas o amor divino. És pecador necessitado de Salvação, porque não és capaz de vencer Satanás nem de libertar-te do poder do pecado. 3ª – JESUS É A ÚNICA SOLUÇÃO E ELE JÁ TE SALVOU (João 3, 16) Existe uma boa notícia: Jesus já te salvou e perdoou, pagando a dívida com o preço de Seu sangue. Com Sua morte por ti e Sua ressurreição, partilhou contigo a vida: vida de filho de Deus. Jesus não nos salva. Já nos salvou
  • 3. 4ª – JESUS É TEU SENHOR E SALVADOR (Romanos 14,9) Jesus ganhou, já, uma Nova Vida para ti. Receba-a, crendo e convertendo-te: Confessá-lo como Salvador pessoal e renunciar a qualquer outro meio de Salvação. - Converter-te é mudar tua vida pela vida de Jesus. Entregar tua vida de pecado e começar a viver a vida de filho de Deus. - Proclamar Jesus como Senhor de todas as áreas da vida. 5ª – A PROMESSA DE JESUS HOJE É PARA TI (Atos 2,39) Qual é a promessa de Jesus? Enviar o Espírito Santo a você. Te dar o Espírito Santo. Jesus se faz presente com sua Salvação por meio de seu Espírito. 6ª – É NA COMUNIDADE QUE VOCÊ É AMADO E FORTALECIDO (At. 2, 42 a 47) Não basta nascer: é preciso crescer na vida nova. Para isso, é necessário manter-se unido à vida (Jesus), vivendo como parte do Corpo de Cristo, em união com todos os outros membros. FUNDAMENTAÇÃO DA IGREJA OS SACRAMENTOS CIC 1131. Os sacramentos são sinais eficazes da graça, instituídos por Cristo e confiados à Igreja, por meio dos quais nos é dispensada a vida divina. Os ritos visíveis, sob os quais os sacramentos são celebrados, significam e realizam as graças próprias de cada sacramento. Produzem fruto naqueles que os recebem com as disposições exigidas OS SACRAMENTOS SÃO 7 Batismo – É o sacramento que abre as portas da vida cristã. Crisma ou Confirmação - Reafirma sua fé em Cristo. Eucaristia - É a celebração em memória de Cristo, recordando a santa ceia, a paixão e a ressurreição. Reconciliação ou Penitência - É a confissão dos pecados a um sacerdote. Unção dos enfermos - É o sacramento pelo qual o sacerdote reza e unge os enfermos. Ordem - O sacramento da ordem concede a autoridade para exercer funções e ministérios eclesiásticos. Matrimônio - Estabelece e santifica a união entre um homem e uma mulher. Sacramento - Sinal visível e eficaz “Um sinal visível e eficaz da graça, instituído por Jesus Cristo, para nossa santificação’ Ou ainda, AÇÕES SALVADORAS DE DEUS (CNBB 97, 52) FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã - BATISMO, CONFIRMAÇÃO e EUCARISTIA. O Batismo torna-nos cristãos, filhos e herdeiros de Deus, participantes da missão de Cristo e membros da Igreja, na qual somos instruídos e orientados para a vivência cristã (Mt 28,19-20; Jo 3,5). Pela Confirmação, o cristão fica mais perfeitamente unido à Igreja e recebe a força do Espírito Santo, para testemunhar Jesus Cristo, na maturidade da fé (At 2,1-12). Na Eucaristia, (1º Cor. 11,23-24) o cristão se alimenta com o Pão da vida e da unidade, memorial da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor, alimento espiritual e de comunhão com os irmãos. (CIC 1303) Os efeitos da Confirmação: enraíza-nos mais profundamente na filiação divina; une-nos mais solidamente a Cristo; aumenta em nós os dons do Espírito Santo; -nos uma força especial do Espírito Santo.
  • 4. RITO DA CONFIRMAÇÃO NA MISSA (Após o início da celebração Eucarística, como de costume, segue-se da seguinte forma o rito da crisma). LITURGIA DA PALAVRA Aclamação ao Evangelho- Proclamação do Evangelho -(Logo após o Evangelho) APRESENTAÇÃO DOS CRISMANDOS Pe:. Fiquem de pé os que serão crismados. Senhor Bispo Dom Giovane... Pe:. Quero também apresentar nossos crismandos à comunidade. Homilia COM. Toda comunidade é responsável por esses nossos irmãos e irmãs... Padre: Os padrinhos queiram ficar de pé ! Bispo: Caros padrinhos, recebendo estes crismandos como “afilhados”,... Padrinhos: Damos graças a Deus e pedimos que Ele sempre nos ajude nessa missão! RENOVAÇÃO DAS PROMESSAS BATISMAIS Com:. A crisma nos dá força para que, no decorrer da vida, ... (Acender as velas no círio) Bispo:. Antes de receberdes o Espírito Santo, recordai a fé que professastes no Batismo ou que vossos pais e padrinhos professaram com a Igreja: Bispo:. Para viver na liberdade de filhos de Deus, renunciais ao pecado? Crismandos: Renuncio Bispo:. Para viver como irmãos e irmãs, renunciais a tudo o que vos possa desunir, para que o pecado não domine sobre vós? Crismandos: Renuncio Bispo:. Para seguir Jesus Cristo, renunciais ao demônio, autor e princípio do pecado? Crismandos: Renuncio Bispo:. Credes em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra? Crismandos: Creio Bispo:. Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu? Crismandos: Creio Bispo:. Credes no Espírito Santo, Senhor e fonte de vida, que hoje, pelo sacramento da confirmação, vos é dado de modo especial, como aos apóstolos no dia de Pentecostes? Crismandos: Creio. Bispo:. Credes na santa igreja católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição dos mortos e na vida eterna? Crismandos: Creio. (O bispo confirma a profissão, proclamando a fé da Igreja) Esta é a nossa fé, que da Igreja recebemos e sinceramente professamos, razão de nossa alegria em Cristo nosso Senhor. (A assembleia confirma, respondendo) Amém. IMPOSIÇÃO DAS MÃOS (o bispo depõe o báculo e a mitra, levanta-se e voltado para o povo, diz:) Bispo:. Roguemos, irmãos e irmãs, a Deus Pai todo-poderoso, que derrame o Espírito... UNÇÃO DO CRISMA Bispo:. N..., RECEBE, POR ESTE SINAL, O ESPÍRITO SANTO, O DOM DE DEUS. (O crismando responde)Amém. Bispo:. A paz esteja contigo (O crismando responde E contigo também. (Depois da unção com o óleo, segue a Liturgia Eucarística)
  • 5. O ACOMPANHAMENTO DO AFILIADO (A) A família cristã Assim como a palavra “convivência” é a palavra chave que caracteriza o ser comunidade, também a Palavra “aconchego” é a palavra chave que caracteriza o Ser Família Cristã: A família cristã, chamada de "Igreja doméstica", participa de modo privilegiado da missão da igreja na transmissão de valores cristãos, éticos e morais. Enquanto fonte de vida, a família é a primeira e principal responsável pela transmissão da fé, isto é: da mensagem da Salvação de Deus aos filhos. Assim, os pais são para seus filhos autênticos anunciadores de sua fé e catequistas (cf. Dt 6,4-8). Na transmissão da fé aos seus filhos, a família não deve ser autossuficiente, ausente e nem autônoma. Ela precisa estar em sintonia e íntima relação com a vida da comunidade onde vive, pois, é ali que a catequese vivencial, será complementada por uma catequese sistemática (no e pelo Grupo de Itinerância de Vida Cristã), mais organizada com um conteúdo bíblico-documental e metodologias apropriadas. GPP-IVC ÍNTEGRA – CONSTRUINDO NOVOS PARADIGMAS, DIOCESE DE TOCANTINÓPOLIS, 3.1.3 MINISTÉRIO DOS PADRINHOS – PADRINHOS, pais segundo Deus. “E vós, pais e educadores da fé, instrui as crianças, jovens e adultos, inspirados na pedagogia do Senhor” (Efésios 6,4) Perfil do Padrinho e Madrinha: (CDC, 872) a) Seja maior de 16 anos, católico, confirmado, tenha recebido a Eucaristia e leve vida coerente com a fé, não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica; b) Não seja pai ou mãe do crismando; c) Se casado, seja no civil e religioso; d) Não seja amasiado; e) Seja cristão comprometido na sociedade; f) Acompanhe o crismando na sua caminhada de fé Tarefa dos Padrinhos: Os padrinhos (madrinhas) não são meros elementos decorativos na Crisma. Na história da Igreja tem-se valorizado a sua presença. Qual o sentido do padrinho atualmente? Ser padrinho tem seu sentido enquanto: - É membro atuante na comunidade; - É cristão comprometido na sociedade; - Acompanha o crismando na sua caminhada de fé, como amigo e companheiro. Os padrinhos são muito mais que uma posição social; são pais segundo Deus, pois no batismo morre o "homem velho" e nasce o "homem novo". E como verdadeiros pais, têm o grave dever de transformar seus filhos em soldados de Cristo, educando-os na escola de santidade dos grandes santos da Igreja. (Pio XII)
  • 6. A COMUNIDADE CRISTÃ, lugar de vivência da fé, da esperança e da caridade O batizado é considerado um fiel discípulo missionário se caminha em pequena comunidade, isso acontece a partir do anúncio e do encontro pessoal e forte com a pessoa de Jesus Cristo. Para descobrir os próprios compromissos na pequena Comunidade o itinerário de acompanhamento pós-iniciação é bem resumido em At. 2,42-47 com as quatro perseveranças da vida cristã: - Na escuta diária da Palavra, - Na comunhão fraterna: Caridade, Dízimo, Equipe de Serviços Pastorais..., - Nas orações diárias (Liturgia das Horas), - Na Eucaristia Dominical O caminhar em pequena comunidade cristã de convivência da fé e da esperança na caridade é uma consequência lógica e coerente de quem se despertou convertidamente através do anuncio querigmático e teve um encontro pessoal com a pessoa de N. S. Jesus Cristo, nasceu para ele através do sacramento do batismo, fortificado através do sacramento da confirmação/crisma e alimentado durante a vida toda pelo sacramento da eucaristia. A comunidade é o sinal, o habitat e o caminho de quem se tornou cristão (GPP-IVC ÍNTEGRA – CONSTRUINDO NOVOS PARADIGMAS, DIOCESE DE TOCANTINÓPOLIS, 2.1.7; 3.1.2) A MISSÃO DA FAMÍLIA CRISTÃ NO MUNDO DE HOJE (Revista Rosário de Maria, 2015) Em primeiro lugar, a tarefa principal da família Cristã é a de viver em comunhão, num constante empenho por fazer crescer o amor: o amor entre o homem e a mulher e também entre os membros da família. Em segundo lugar, a família tem uma certa ligação orgânica com a sociedade, pois os cidadãos saem, com efeito, da família e nela encontram a primeira escola daquelas virtudes humanas e sociais que irão definir o seu contributo para o desenvolvimento da mesma sociedade. Em terceiro lugar, como igreja doméstica, a família Cristã participa profundamente na vida e na missão da Igreja. Como uma comunidade crente e evangelizadora, a família permanece em religiosa escuta da Palavra de Deus e, ao mesmo tempo, proclama-a com firme confiança, através dos acontecimentos diários e dos problemas, dificuldades e alegrias que eles contêm. “Os pais são os primeiros responsáveis pela educação dos filhos”. (CIC 2223) Oração a São Vicente de Paulo Ó glorioso São Vicente, patrono de toda caridade, pai daqueles que estão na miséria e que, enquanto na Terra, jamais deixou de amparar a todos que a vós recorreram, considerai os males que estão nos oprimindo e vinde em nosso socorro. Obtende junto do Senhor ajuda para os pobres, alívio para os enfermos, consolo para os aflitos, proteção para os abandonados, espírito de generosidade para os ricos, a graça da conversão para os pecadores, entusiasmo para os padres, paz para a Igreja, tranquilidade e ordem para as nações e salvação para todos. Permiti-nos comprovar os efeitos da vossa misericórdia intercessão e assim sermos ajudados nas misérias da vida. Possamos nós estar unidos com o Senhor no paraíso, onde não existe mais dor, choro ou tristeza, mas alegria, contentamento e duradoura felicidade. Amém.