SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 1
As últimas eleições autárquicas. Detalhe de um campeonato (2)
Sumário
1 - Eleições e rendimentos
2 - Distribuição distrital dos partidos vencedores
oooooooooo vvvvv oooooooooo
No primeiro texto, recentemente divulgado, relativo às últimas eleições autárquicas,
evidenciou-se o marasmo político de há várias décadas. Isso, com a contínua e esmagadora
presença do partido-estado PS/PSD no domínio das autarquias; com o CDS atrelado ao PSD
para demonstrar que existe; o PCP a procurar resistir à passagem do tempo; e, o BE cada vez
mais circunscrito ao cenário de S. Bento. Aqui, encontram-se sempre jornaleiros prontos a
encaminhar fait-divers para preencher a vacuidade da imprensa, numa acerba rivalidade
semelhante às que se observam no futebol. O costume… nada de novo a oeste de Badajoz…
1 - Eleições e rendimentos
Podem explorar-se os dados das recentes eleições autárquicas sob variados critérios incluindo,
nessa exploração, elementos definidores do Rendimento bruto declarado médio por agregado
fiscal obtidos em publicações do INE, por concelho e, para os anos mais próximos das duas
últimas romarias autárquicas - 2018, quanto às eleições recentes e, 2016 no que se refere às
eleições autárquicas de 2017.
Assim, escolhemos em cada distrito, o concelho onde o referido rendimento bruto é mais
elevado e, aquele outro, onde o mesmo é mais baixo, dentro da sua área geográfica distrital.
Esses elementos concelhios, com os valores extremos – o mais elevado e o mais baixo - no
âmbito de cada distrito, permitem se apurem parâmetros que representem as desigualdades
económicas. Procedemos ainda à indicação do número de inscritos, em 2017 e 2021 para os
concelhos que, em cada distrito, apresentam o maior e o menor rendimento, respetivamente,
bem como um índice das desigualdades no seio de cada distrito; e, ainda, o volume de
eleitores inscritos e dos partidos ganhadores.
Na realidade, as diferenças são bastantes, podem ser resumidas a seguir e, com maior detalhe,
no quadro mais abaixo;
Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 2
 Em regra, o concelho com o rendimento mais elevado é o da capital do distrito mas há
excepções – Açores, Vila do Porto; Beja, Castro Verde; Leiria, Leiria/Marinha Grande;
Lisboa, Oeiras; Santarém, Entroncamento; Setúbal, Alcochete.
 A distância entre os rendimentos nos concelhos de maior e menor rendimento, no âmbito
de cada distrito aumenta, entre 2016 e 2018, apenas nos Açores, em Beja e em Braga,
significando isso um aumento do fosso entre os concelhos constituintes.
 Em 2016, os distritos onde é maior a desigualdade entre o concelho com maior
rendimento médio e o de menor indicador são; Porto (diferença entre Porto e Baião),
Lisboa (diferença entre Oeiras e Cadaval); Coimbra (diferença entre Coimbra e Tábua). Em
2018 a situação não se altera muito em termos quantitativos, sobressaindo com as
distinções mais alargadas, Porto e Lisboa com as mesmas diferenciações regionais e, Beja
(diferença entre Castro Verde e Odemira).
 Quanto às menores desigualdades em 2016, como em 2018, sobressaem Viseu (diferença
entre Viseu e Cinfães); Viana do Castelo (diferença entre V. do Castelo e Ponte da Barca) e
Portalegre (diferença entre Portalegre e Ponte de Sor).
 A repartição partidária dos concelhos colocados como os mais ricos nos respetivos
distritos, bem como dos mais pobres, para 2021 e 2017, revela a seguinte situação;
Açores
Eleitores
2021
Mais votado
2021
Rendi
mento
2018 *
Relaçã
o**
Eleitores
2017
Mais votado
2017
Rendi
mento
2016
Relaçã
o***
Vila do Porto 5397 PS 21548 1,73 Vila do Porto 5529 PSD 19653 1,70
Povoação 6353 PS 12423 Povoação 6474 PS 11538
Aveiro Aveiro 70541 PSD/CDS... 20974 1,65 Aveiro 70482 PPD/CDS… 19946 1,70
Castelo de Paiva 14042 PSD 12684 Castelo de Paiva 14311 PS 11735
Braganç
a
Bragança 35426 PSD 18687 1,51 Bragança 36115 PSD 17838 1,56
Vinhais 9900 PS 12416 Vinhais 10636 PS 11435
Beja
Castro Verde 6074 PS 21850 1,79 Castro Verde 6279 PS 19429 1,60
Odemira 20351 PS 12231 Odemira 20610 PS 12147
Braga
Braga 166180 PPD/CDS… 18980 1,60 Braga 163633 PPD/CDS… 17785 1,52
Celorico de Basto 17560 PS 11829 Terras de Bouro 7233 PSD 11685
Cast.
Branco
Castelo Branco 48441 PS 18352 1,39 Castelo Branco 49897 PS 17551 1,44
Sertã 13305 PS 13222 Oleiros 5057 PSD 12149
Coimbra
Coimbra 126293 PPD/CDS… 23620 1,76 Coimbra 127834 PS 22554 1,83
Tábua 10216 PS 13390 Tábua 10477 PS 12321
Évora
Évora 46895 PCP 20577 1,56 Évora 47510 PCP 19544 1,63
Portel 5091 PS 13171 Portel 5319 PS 11970
Faro Faro 56855 PPD/CDS… 19188 1,42 Faro 56524 PPD/CDS… 18411 1,49
Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 3
Monchique 4631 PS 13487 Monchique 4840 PSD 12366
Guarda
Guarda 37390 Gr. Local 19018 1,45 Guarda 6460 Gr. Local 17833 1,48
Aguiar da Beira 5979 Gr. Local 13078 Aguiar da Beira 7843 PSD 12009
Leiria
Leiria 113419 PS 18809 1,48 Marinha Grande 33988 PS 17915 1,50
Pedróg. Grande 3094 PSD 12730 Pedróg. Grande 3290 PS 11906
Lisboa
Oeiras 147343 Gr. Local 28015 1,85 Oeiras 147548 Gr. Local 26669 1,90
Cadaval 11944 PSD 15114 Cadaval 12110 PSD 14036
Madeira
Funchal 106357 PSD/CDS 19597 1,54 Funchal 106302 PS/BE… 18706 1,59
Santana 7467 CDS 12751 Santana 7963 CDS 11778
Portaleg
re
Portalegre 20033 PSD/CDS 18529 1,34 Portalegre 20835 Gr. Local 17667 1,40
Ponte de Sor 13857 PS 13855 Ponte de Sor 14303 PS 12656
Porto
Porto 207129 Gr. Local 24181 1,97 Porto 214324 Gr. Local 22578 2,01
Baião 16830 PS 12280 Baião 17633 PS 11234
Setúbal
Alcochete 15263 PS 24141 1,58 Alcochete 14621 PS 22379 1,59
Alcácer do Sal 10139 PCP 15294 Alcácer do Sal 10604 PCP 14086
Santaré
m
Entroncamento 17012 PS 20642 1,53 Entroncamento 17096 PS 19921 1,62
Ferr. do Zêzere 6961 PS 13530 Ferr. do Zêzere 7409 PSD 12277
Viseu
Viseu 92444 PSD 19300 1,35 Viseu 94329 PSD 18266 1,36
Cinfães 16356 PS 11261 Cinfães 17321 PS 10234
Viana do
Castelo
Viana do Castelo 82728 PSD 17244 1,38 Viana do Castelo 85188 PS 16105 1,39
Ponte da Barca 12983 CDS 12485 Ponte da Barca 13951 PSD 11571
Vila Real
Vila Real 49701 PS 18880 1,63 Vila Real 50698 PS 18131 1,67
Sta Marta
Penaguião 7203 PS 11592
Sta Marta
Penaguião 7571 PS 10885
TOTAL GERAL 18265 TOTAL GERAL 17231
 Sinteticamente, os concelhos mais ricos / mais pobres em cada um dos vários distritos,
em 2017 e 2021, apresentam aos predomínios partidários seguintes:
Partidos dominantes nos concelhos
mais ricos de cada distrito
Partidos dominantes nos concelhos
mais pobres de cada distrito
2021 2017 2021 2017
PS 7 8 PS 13 11
PSD 9 * 6 ** PSD 3 7
PCP 1 1 CDS 1 1
Grupos locais 3 5 PCP 1 1
total 20 20 total 20 20
* 6 dos quais com o atrelado CDS
** 3 dos quais com o atrelado CDS
Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 4
Quanto aos concelhos mais ricos há um predomínio claro do PS/PSD, as duas alas do partido-
estado que monopoliza o aparelho do Estado, nacional como autárquico. Porém, entre os
concelhos mais pobres em cada distrito, o PS é claramente dominante. Por parte das pessoas
desses concelhos mais pobres será que consideram o PS como um benfeitor, um protetor ou
ainda, um mal menor, comparativamente, sobretudo face ao PSD? Quanto aos outros
partidos, a sua relevância global é muito baixa.
2 - Distribuição distrital dos partidos vencedores
Em seguida, distribuímos os deputados eleitos em cada distrito eleitoral, por partido ou grupo,
para 2021 e 2017, colocando a negro/itálico os partidos com mais câmaras sob seu controlo.
Assim,
 O PS surge como o maior detentor de câmaras, nos dois anos de eleições mas, com uma
quebra de 11 entidades nas ocorridas no corrente ano;
 O PSD, isoladamente também perde câmaras (7) em 2021 mas, em contrapartida,
aumentou substancialmente o seu número, de 19 para 41, mercê das muitas coligações
que fez com o evanescente CDS ou com a habitual inclusão de outros grupos como o PPM
ou o MPT, entre outros;
 O PCP perdeu cerca de 1/5 das câmaras que detinha em 2017 o que se insere num quadro
global de declínio que vem de longe;
 O CDS, mesmo num quadro de crescente evanescência em geral, manteve as autarquias
detidas em 2017; provavelmente, tendo na base elementos de ordem local, com carisma
ou trabalho feito e não pela ação dos seus toscos quadros nacionais;
 Quanto aos grupos de iniciativa local, o seu número cresceu ligeiramente, com maior
presença nos distritos de Leiria, Aveiro e Guarda.
Segue-se a quantificação do exposto na última parte deste texto
Distritos Ano PS PSD
PSD/
CDS
PCP CDS
Grupo
local
Outros Soma
Açores 2021 10 5 2 1 1 19
2017 12 5 1 1
Aveiro 2021 3 7 3 3 3 19
2017 6 6 2 3 2
Bragança 2021 5 4 3 12
2017 7 4 1
Beja 2021 10 4 14
2017 10 4
Braga 2021 6 4 4 14
2017 5 4 4 1
C Branco 2021 8 3 11
Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 5
2017 7 4
Coimbra 2021 9 6 1 1 17
2017 13 4
Évora 2021 6 1 3 3 1 14
2017 6 5 3
Faro 2021 12 1 2 1 16
2017 10 3 2 1
Guarda 2021 4 5 2 3 14
2017 6 7 1
Leiria 2021 6 6 4 16
2017 7 8 1
Lisboa 2021 10 2 2 1 1 16
2017 10 2 1 2 1
Madeira 2021 3 3 2 1 1 1 11
2017 3 3 1 2 2
Portalegre 2021 6 3 3 2 1 15
2017 8 4 2 1
Porto 2021 11 1 4 1 1 18
2017 10 1 4 2 1
Setúbal 2021 6 7 13
2017 5 8
Santarém 2021 13 3 3 1 1 21
2017 13 4 2 2
Viseu 2021 10 7 5 2 24
2017 11 9 2 1 1
V Castelo 2021 6 3 1 10
2017 4 4 1 1
V.Real 2021 6 6 2 14
2017 8 5 1
TOTAL 2021 150 70 41 19 6 20 2 308
2017 161 77 19 24 6 17 4
Este e outros documentos em:
http://grazia-tanta.blogspot.com/
http://www.slideshare.net/durgarrai/documents
https://pt.scribd.com/uploads

Mais conteúdo relacionado

Mais de GRAZIA TANTA

Mais de GRAZIA TANTA (20)

As balas da guerra parecem beliscar pouco as transações de energia.pdf
As balas da guerra parecem beliscar pouco as transações de energia.pdfAs balas da guerra parecem beliscar pouco as transações de energia.pdf
As balas da guerra parecem beliscar pouco as transações de energia.pdf
 
União Europeia – diferenciações nos dinamismos sectoriais.pdf
União Europeia – diferenciações nos dinamismos sectoriais.pdfUnião Europeia – diferenciações nos dinamismos sectoriais.pdf
União Europeia – diferenciações nos dinamismos sectoriais.pdf
 
As desigualdades provenientes da demografia na Europa
As desigualdades provenientes da demografia na EuropaAs desigualdades provenientes da demografia na Europa
As desigualdades provenientes da demografia na Europa
 
A BideNato flight over
A BideNato flight overA BideNato flight over
A BideNato flight over
 
Um sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdfUm sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdf
 
NATO in the wake of Hitler - Drang nach Osten.pdf
NATO in the wake of Hitler - Drang nach Osten.pdfNATO in the wake of Hitler - Drang nach Osten.pdf
NATO in the wake of Hitler - Drang nach Osten.pdf
 
USA – A huge danger to Humanity.pdf
USA – A huge danger to Humanity.pdfUSA – A huge danger to Humanity.pdf
USA – A huge danger to Humanity.pdf
 
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdfEUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
 
A NATO na senda de Hitler – Drang nach Osten.pdf
A NATO na senda de Hitler – Drang nach Osten.pdfA NATO na senda de Hitler – Drang nach Osten.pdf
A NATO na senda de Hitler – Drang nach Osten.pdf
 
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UENato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
 
2201 a precariedade suprema no capitalismo do século xxi
2201   a precariedade suprema no capitalismo do século xxi2201   a precariedade suprema no capitalismo do século xxi
2201 a precariedade suprema no capitalismo do século xxi
 
Speculative electricity prices in the EU
Speculative electricity prices in the EUSpeculative electricity prices in the EU
Speculative electricity prices in the EU
 
Eleições em portugal o assalto à marmita
Eleições em portugal   o assalto à marmitaEleições em portugal   o assalto à marmita
Eleições em portugal o assalto à marmita
 
Os especulativos preços da energia elétrica na ue
Os especulativos preços da energia elétrica na ueOs especulativos preços da energia elétrica na ue
Os especulativos preços da energia elétrica na ue
 
Human beings, servants of the financial system
Human beings, servants of the financial systemHuman beings, servants of the financial system
Human beings, servants of the financial system
 
Seres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiroSeres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiro
 
Textos de circunstância - 10
Textos de circunstância  - 10Textos de circunstância  - 10
Textos de circunstância - 10
 
Glasgow – guinness mugs on the loose
Glasgow – guinness mugs on the looseGlasgow – guinness mugs on the loose
Glasgow – guinness mugs on the loose
 
As canecas de guiness e os co pos à solta
As canecas de guiness e os co pos à soltaAs canecas de guiness e os co pos à solta
As canecas de guiness e os co pos à solta
 
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparaçõesAs últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
 

2110 - As últimas eleições autárquicas. Detalhe de um campeonato (2)

  • 1. Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 1 As últimas eleições autárquicas. Detalhe de um campeonato (2) Sumário 1 - Eleições e rendimentos 2 - Distribuição distrital dos partidos vencedores oooooooooo vvvvv oooooooooo No primeiro texto, recentemente divulgado, relativo às últimas eleições autárquicas, evidenciou-se o marasmo político de há várias décadas. Isso, com a contínua e esmagadora presença do partido-estado PS/PSD no domínio das autarquias; com o CDS atrelado ao PSD para demonstrar que existe; o PCP a procurar resistir à passagem do tempo; e, o BE cada vez mais circunscrito ao cenário de S. Bento. Aqui, encontram-se sempre jornaleiros prontos a encaminhar fait-divers para preencher a vacuidade da imprensa, numa acerba rivalidade semelhante às que se observam no futebol. O costume… nada de novo a oeste de Badajoz… 1 - Eleições e rendimentos Podem explorar-se os dados das recentes eleições autárquicas sob variados critérios incluindo, nessa exploração, elementos definidores do Rendimento bruto declarado médio por agregado fiscal obtidos em publicações do INE, por concelho e, para os anos mais próximos das duas últimas romarias autárquicas - 2018, quanto às eleições recentes e, 2016 no que se refere às eleições autárquicas de 2017. Assim, escolhemos em cada distrito, o concelho onde o referido rendimento bruto é mais elevado e, aquele outro, onde o mesmo é mais baixo, dentro da sua área geográfica distrital. Esses elementos concelhios, com os valores extremos – o mais elevado e o mais baixo - no âmbito de cada distrito, permitem se apurem parâmetros que representem as desigualdades económicas. Procedemos ainda à indicação do número de inscritos, em 2017 e 2021 para os concelhos que, em cada distrito, apresentam o maior e o menor rendimento, respetivamente, bem como um índice das desigualdades no seio de cada distrito; e, ainda, o volume de eleitores inscritos e dos partidos ganhadores. Na realidade, as diferenças são bastantes, podem ser resumidas a seguir e, com maior detalhe, no quadro mais abaixo;
  • 2. Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 2  Em regra, o concelho com o rendimento mais elevado é o da capital do distrito mas há excepções – Açores, Vila do Porto; Beja, Castro Verde; Leiria, Leiria/Marinha Grande; Lisboa, Oeiras; Santarém, Entroncamento; Setúbal, Alcochete.  A distância entre os rendimentos nos concelhos de maior e menor rendimento, no âmbito de cada distrito aumenta, entre 2016 e 2018, apenas nos Açores, em Beja e em Braga, significando isso um aumento do fosso entre os concelhos constituintes.  Em 2016, os distritos onde é maior a desigualdade entre o concelho com maior rendimento médio e o de menor indicador são; Porto (diferença entre Porto e Baião), Lisboa (diferença entre Oeiras e Cadaval); Coimbra (diferença entre Coimbra e Tábua). Em 2018 a situação não se altera muito em termos quantitativos, sobressaindo com as distinções mais alargadas, Porto e Lisboa com as mesmas diferenciações regionais e, Beja (diferença entre Castro Verde e Odemira).  Quanto às menores desigualdades em 2016, como em 2018, sobressaem Viseu (diferença entre Viseu e Cinfães); Viana do Castelo (diferença entre V. do Castelo e Ponte da Barca) e Portalegre (diferença entre Portalegre e Ponte de Sor).  A repartição partidária dos concelhos colocados como os mais ricos nos respetivos distritos, bem como dos mais pobres, para 2021 e 2017, revela a seguinte situação; Açores Eleitores 2021 Mais votado 2021 Rendi mento 2018 * Relaçã o** Eleitores 2017 Mais votado 2017 Rendi mento 2016 Relaçã o*** Vila do Porto 5397 PS 21548 1,73 Vila do Porto 5529 PSD 19653 1,70 Povoação 6353 PS 12423 Povoação 6474 PS 11538 Aveiro Aveiro 70541 PSD/CDS... 20974 1,65 Aveiro 70482 PPD/CDS… 19946 1,70 Castelo de Paiva 14042 PSD 12684 Castelo de Paiva 14311 PS 11735 Braganç a Bragança 35426 PSD 18687 1,51 Bragança 36115 PSD 17838 1,56 Vinhais 9900 PS 12416 Vinhais 10636 PS 11435 Beja Castro Verde 6074 PS 21850 1,79 Castro Verde 6279 PS 19429 1,60 Odemira 20351 PS 12231 Odemira 20610 PS 12147 Braga Braga 166180 PPD/CDS… 18980 1,60 Braga 163633 PPD/CDS… 17785 1,52 Celorico de Basto 17560 PS 11829 Terras de Bouro 7233 PSD 11685 Cast. Branco Castelo Branco 48441 PS 18352 1,39 Castelo Branco 49897 PS 17551 1,44 Sertã 13305 PS 13222 Oleiros 5057 PSD 12149 Coimbra Coimbra 126293 PPD/CDS… 23620 1,76 Coimbra 127834 PS 22554 1,83 Tábua 10216 PS 13390 Tábua 10477 PS 12321 Évora Évora 46895 PCP 20577 1,56 Évora 47510 PCP 19544 1,63 Portel 5091 PS 13171 Portel 5319 PS 11970 Faro Faro 56855 PPD/CDS… 19188 1,42 Faro 56524 PPD/CDS… 18411 1,49
  • 3. Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 3 Monchique 4631 PS 13487 Monchique 4840 PSD 12366 Guarda Guarda 37390 Gr. Local 19018 1,45 Guarda 6460 Gr. Local 17833 1,48 Aguiar da Beira 5979 Gr. Local 13078 Aguiar da Beira 7843 PSD 12009 Leiria Leiria 113419 PS 18809 1,48 Marinha Grande 33988 PS 17915 1,50 Pedróg. Grande 3094 PSD 12730 Pedróg. Grande 3290 PS 11906 Lisboa Oeiras 147343 Gr. Local 28015 1,85 Oeiras 147548 Gr. Local 26669 1,90 Cadaval 11944 PSD 15114 Cadaval 12110 PSD 14036 Madeira Funchal 106357 PSD/CDS 19597 1,54 Funchal 106302 PS/BE… 18706 1,59 Santana 7467 CDS 12751 Santana 7963 CDS 11778 Portaleg re Portalegre 20033 PSD/CDS 18529 1,34 Portalegre 20835 Gr. Local 17667 1,40 Ponte de Sor 13857 PS 13855 Ponte de Sor 14303 PS 12656 Porto Porto 207129 Gr. Local 24181 1,97 Porto 214324 Gr. Local 22578 2,01 Baião 16830 PS 12280 Baião 17633 PS 11234 Setúbal Alcochete 15263 PS 24141 1,58 Alcochete 14621 PS 22379 1,59 Alcácer do Sal 10139 PCP 15294 Alcácer do Sal 10604 PCP 14086 Santaré m Entroncamento 17012 PS 20642 1,53 Entroncamento 17096 PS 19921 1,62 Ferr. do Zêzere 6961 PS 13530 Ferr. do Zêzere 7409 PSD 12277 Viseu Viseu 92444 PSD 19300 1,35 Viseu 94329 PSD 18266 1,36 Cinfães 16356 PS 11261 Cinfães 17321 PS 10234 Viana do Castelo Viana do Castelo 82728 PSD 17244 1,38 Viana do Castelo 85188 PS 16105 1,39 Ponte da Barca 12983 CDS 12485 Ponte da Barca 13951 PSD 11571 Vila Real Vila Real 49701 PS 18880 1,63 Vila Real 50698 PS 18131 1,67 Sta Marta Penaguião 7203 PS 11592 Sta Marta Penaguião 7571 PS 10885 TOTAL GERAL 18265 TOTAL GERAL 17231  Sinteticamente, os concelhos mais ricos / mais pobres em cada um dos vários distritos, em 2017 e 2021, apresentam aos predomínios partidários seguintes: Partidos dominantes nos concelhos mais ricos de cada distrito Partidos dominantes nos concelhos mais pobres de cada distrito 2021 2017 2021 2017 PS 7 8 PS 13 11 PSD 9 * 6 ** PSD 3 7 PCP 1 1 CDS 1 1 Grupos locais 3 5 PCP 1 1 total 20 20 total 20 20 * 6 dos quais com o atrelado CDS ** 3 dos quais com o atrelado CDS
  • 4. Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 4 Quanto aos concelhos mais ricos há um predomínio claro do PS/PSD, as duas alas do partido- estado que monopoliza o aparelho do Estado, nacional como autárquico. Porém, entre os concelhos mais pobres em cada distrito, o PS é claramente dominante. Por parte das pessoas desses concelhos mais pobres será que consideram o PS como um benfeitor, um protetor ou ainda, um mal menor, comparativamente, sobretudo face ao PSD? Quanto aos outros partidos, a sua relevância global é muito baixa. 2 - Distribuição distrital dos partidos vencedores Em seguida, distribuímos os deputados eleitos em cada distrito eleitoral, por partido ou grupo, para 2021 e 2017, colocando a negro/itálico os partidos com mais câmaras sob seu controlo. Assim,  O PS surge como o maior detentor de câmaras, nos dois anos de eleições mas, com uma quebra de 11 entidades nas ocorridas no corrente ano;  O PSD, isoladamente também perde câmaras (7) em 2021 mas, em contrapartida, aumentou substancialmente o seu número, de 19 para 41, mercê das muitas coligações que fez com o evanescente CDS ou com a habitual inclusão de outros grupos como o PPM ou o MPT, entre outros;  O PCP perdeu cerca de 1/5 das câmaras que detinha em 2017 o que se insere num quadro global de declínio que vem de longe;  O CDS, mesmo num quadro de crescente evanescência em geral, manteve as autarquias detidas em 2017; provavelmente, tendo na base elementos de ordem local, com carisma ou trabalho feito e não pela ação dos seus toscos quadros nacionais;  Quanto aos grupos de iniciativa local, o seu número cresceu ligeiramente, com maior presença nos distritos de Leiria, Aveiro e Guarda. Segue-se a quantificação do exposto na última parte deste texto Distritos Ano PS PSD PSD/ CDS PCP CDS Grupo local Outros Soma Açores 2021 10 5 2 1 1 19 2017 12 5 1 1 Aveiro 2021 3 7 3 3 3 19 2017 6 6 2 3 2 Bragança 2021 5 4 3 12 2017 7 4 1 Beja 2021 10 4 14 2017 10 4 Braga 2021 6 4 4 14 2017 5 4 4 1 C Branco 2021 8 3 11
  • 5. Grazia.tanta@gmail.com 26/10/2021 5 2017 7 4 Coimbra 2021 9 6 1 1 17 2017 13 4 Évora 2021 6 1 3 3 1 14 2017 6 5 3 Faro 2021 12 1 2 1 16 2017 10 3 2 1 Guarda 2021 4 5 2 3 14 2017 6 7 1 Leiria 2021 6 6 4 16 2017 7 8 1 Lisboa 2021 10 2 2 1 1 16 2017 10 2 1 2 1 Madeira 2021 3 3 2 1 1 1 11 2017 3 3 1 2 2 Portalegre 2021 6 3 3 2 1 15 2017 8 4 2 1 Porto 2021 11 1 4 1 1 18 2017 10 1 4 2 1 Setúbal 2021 6 7 13 2017 5 8 Santarém 2021 13 3 3 1 1 21 2017 13 4 2 2 Viseu 2021 10 7 5 2 24 2017 11 9 2 1 1 V Castelo 2021 6 3 1 10 2017 4 4 1 1 V.Real 2021 6 6 2 14 2017 8 5 1 TOTAL 2021 150 70 41 19 6 20 2 308 2017 161 77 19 24 6 17 4 Este e outros documentos em: http://grazia-tanta.blogspot.com/ http://www.slideshare.net/durgarrai/documents https://pt.scribd.com/uploads