SlideShare uma empresa Scribd logo
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
A Philips Business Communications, ao elaborar esta apostila, teve como objetivo assegurar-lhe 
informações completas e precisas com a mais alta credibilidade. 
Logo, as informações desta apostila podem sofrer alterações sem aviso prévio. 
Se você descobrir algum erro ou omissão, ou desejar fazer alguma sugestão para melhorar a 
qualidade desta apostila, envie sua sugestão para: 
PHILIPS BUSINESS COMMUNICATIONS 
Centro de Treinamento - DMP 
RUA: LOEFGREEN 1057 7º. andar 
CEP 04040-030 - SÃO PAULO - SP 
APOSTILA D0 SOPHO iS3030/3050 
Pacote Software 810 
(Edição : Março 2010) 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 1
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
ÍNDICE 
O SISTEMA SOPHO IS3030/3050...................................................................................................................................4 
ARQUITETURA DO SISTEMA......................................................................................................................................5 
DESCRIÇÃO BÁSICA DOS SISTEMAS IS3030/3050..................................................................................................6 
INTERFACES ANALÓGICAS........................................................................................................................................7 
INTERFACES DIGITAIS.................................................................................................................................................7 
DESCRIÇÃO DO GABINETE IS3030............................................................................................................................9 
LAY OUT DOS GABINETES iS 3030..........................................................................................................................9 
Modularidade.............................................................................................................................................................10 
LAY OUT DOS GABINETES IS 3030...........................................................................................................................11 
DESCRIÇÃO DO GABINETE IS3050..........................................................................................................................13 
SOPHO iS3050 (2 Compartimentos).........................................................................................................................14 
SOPHO iS3050 (4 compartimentos)..........................................................................................................................14 
LAY OUT DOS GABINETES IS 3050...........................................................................................................................14 
DESCRIÇÃO DO GABINETE 19 POLEGADAS........................................................................................................15 
............................................................................................................................................................................................15 
............................................................................................................................................................................................15 
RACK DE 19 POLEGADAS CAPACIDADE DO SISTEMA ..................................................16 
.....................................................................................................................................................................................16 
MÓDULO CSM (CONTROLE & COMUTAÇÃO) MÓDULO PERIFÉRICO ........................................16 
CPU-3000...........................................................................................................................................................................18 
CPU-3000...........................................................................................................................................................................19 
A configuração Padrão da CPU-3000 incluirá:........................................................................................................19 
Clock de tempo real....................................................................................................................................................20 
CPU-3000 (Memória) ...............................................................................................................................................20 
CPU-3000 Disco Dual / Conexão Ethernet ..............................................................................................................21 
VIC 3000............................................................................................................................................................................22 
VIC 3000 e V.24.........................................................................................................................................................22 
AM 3000.............................................................................................................................................................................23 
Módulo de Acelerador 3000.......................................................................................................................................23 
CSN - BC...........................................................................................................................................................................24 
REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL - BACK-UP DE BATERIA E GERAÇÃO DE CLOCK (CSN-BC)................24 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 2
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
INTERLIGAÇÃO DAS LINHAS DE COMUTAÇÃO................................................................................................25 
SOPHO iS3050...........................................................................................................................................................25 
MECANISMO E LICENÇA...........................................................................................................................................26 
MÓDULO DE COMUTAÇÃO PERIFÉRICA.............................................................................................................27 
INTERFACES PERIFÉRICAS DO SISTEMA...........................................................................................................33 
Informação de usuário & dados de controle (sinalização)........................................................................................34 
Geração de Tons........................................................................................................................................................39 
RKT's & RDT's.........................................................................................................................................................39 
O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO”..................................................................................40 
FIM DA APOSTILA DE ARQUITETURA E HARDWARE........................................................................................41 
ANOTAÇÕES E DUVIDAS........................................................................................................................................41 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 3
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
O SISTEMA SOPHO iS3030/3050 
· O SOPHO iS è completamente digital e Controlado a Programa Armazenado (CPA). O sistema está apto 
a ser utilizado em ambientes Analógicos, Digitais e em uma Rede Digital de Serviços Integrados (RDSI). 
· O sistema é baseado em técnicas de processamento distribuído. A transmissão e comutação internas do 
sistema são baseadas em tecnologia digital (PCM/TDM). 
· O sistema oferece interface S0 a 4 fios, para conexão de terminais RDSI ao PABX. Os terminais devem 
são alimentados diretamente pelo barramento S0. Cada porta digital prove alimentação a pelo menos 
dois terminais RDSI.. 
· Fornece todas as modernas facilidades de PABX e está apto a manusear comunicações de voz, texto, 
dados e imagem 
· O sistema possui ramais digitais de 2 ou 4 fios conectados através de enlaces de 144 kbit/s (2B+D). As 
conexões digitais para outros PABX's, ou para a rede pública, é efetuadas através de enlaces 
analógicos ou PCM de 2 Mbit/s. A segunda configuração facilita a criação de um canal digital de um 
terminal do sistema diretamente para um terminal em outro PABX, ou na rede pública. 
· O software do sistema é escrito em CHILL, a linguagem de programação de alto nível. 
· A linguagem de programação para o sistema é Homem-Máquina (MML). 
· O sistema possui uma rede de comutação do tipo sem bloqueio, para atender ao alto requisito de tráfego 
necessário para comunicações de dados e de voz. 
· É possível utilizar-se comunicação simultânea de dados e de voz nas interfaces digitais 2B+D. 
· O Sistema de Gerenciamento de Performance mostra informações sobre o grau de serviço que o PABX 
têm oferecido para seus usuários. o grau de serviço do PABX é medido pelo programa de medição de 
tráfego. 
· O sistema de gerenciamento de falhas coleta e organizar as falhas (alarmes), e apresenta resumos e 
anuncio das falhas. 
· DECT a comunicação dos telefones sem-fio opera via rádio através de um pequeno transmissor / 
receptor (estação base) Euro-RDSI. Esta é conectada ao SOPHO através do cabeamento telefônico. 
· Conexão entre SOPHO iS3000 e sistemas baseados em H.323 em uma Rede IP. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 4
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
ARQUITETURA DO SISTEMA 
 Plataforma 
· Novo processadorCPU-3000 
· Novo sistema operacional pSOS 
· Nova linguagem de software C++ 
· Nova BIM BIM-NT 
· Nova CIE CIE-2 
 Serviços & Manutenção 
· Novo mecanismo de arquivo DualDisk 
· Novo PC de manutenção SysMan MPC 
· Novo mecanismo de licença baseado em SW 
· Novo tracer de protocolo ISDN, DPNSS, QSIG 
· Identificação de HW/SW Remoto 
· Melhorias p/ instalação licença de instalação 
 Processador para iS3030 & iS3050 
· Armazenamento de arquivos na placa (LBU/DBU) 
· Flash EPROM: 8 Mb / 16 Mb 
· DRAM: 16 Mb / 32 Mb 
· Relógio de tempo real com bateria de back-up 
 Melhoria do gerenciamento de disco : Disco Dual 
· Dois pacote de CPU na memória flash 
· Troca fácil e rápida 
· Sem necessidade de compatibilidade de arquivo MIS 
· Armazenamento de bilhetagem em memória estática 
· Carregamento rápido via FTP (ainda não remoto) 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 5
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Descrição básica dos sistemas iS3030/3050 
A plataforma uniforme de hardware, oferecida através dos diferentes modelos, é baseada em uma 
arquitetura distribuída, dividindo a plataforma nos seguintes módulos funcionais : 
- o Módulo de Controle Central (CM); 
- o Módulo de Rede de Comutação (SM): este módulo não é requerido em todos os modelos; 
- o Módulo Periférico (PM). 
Maiores detalhes sobre estes módulos e as placas de circuito periférico (PCBs) utilizadas, são fornecidos 
nas seções que seguem deste capítulo. 
SOPHO 
iS3050 
Telefone Analógico 
PHILIPS 
2 36 
8 9 
1 
5 
4 
7 
T 0 # 
RF 
P 
C R DECT 
1 2 3 
4 5 6 
7 08 9 * # 
Telefone 
Digital (2 e 4 fios) 
Terminal IP(SIP) 
Terminal 
de OM 
para 
conexão 
com is 
3070 
PHI 
LIP 
S 
Terminal de OM 
Rede IP ou 
serial 
Rede pública ou outro PABX Analógico 
Impr 
esso 
ra Bilhetagem 
Digital 
Alarmes: Remoto ou Local 
Figura 1 - Projeto Básico do SOPHO iS3000 
Posição de Operadora 
Rede TCP/IP 
Business 
Connect 
digital 
Display 
PHIL 
IPS 
digi 
tal 
PHIL 
IPS 
digi 
tal 
PHIL 
IPS 
digi 
tal 
Superviso 
r 
Agente Agente 
Provedor SIP 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 6
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Interfaces Analógicas 
1166xx AALLCC--EE 
AATTUU--LLDD 
AATTUU--GG 
44xx DDDDRR 
88xx 
44xx AATTUU--EE//MM 
PS 
1 2 3 
4 5 6 
7 8 9 
 0 # 
Stor e Pause 
Recal l 
RReeddee 
PHILIPS 
l 
Memo recal l 
LLCC PPúúbblliiccaa 
RReeddee 
PPrriivvaaddaa 
LLCC 
TTLLCC 
RRSSTT--IIMM 
44xx AATTUU--LLDD TTLLCC 
Interfaces Digitais 
PHILIPS 
PS 
1 2 3 
4 5 6 
7 8 9 
 0 # 
l 
Memo recal 
Stor e Pause 
Recal 
assinante 
SOPHO iS 3050 
PS 
PHILIPS 
1 2 3 
4 5 6 
7 8 9 
 0 # 
l 
Memo recal 
Store Pause 
Recal 
aassssiinnaannttee 
22 ffiiooss PHIPS 
C R DDEECCTT 
RFP DDCCCC -- 88 1 2 3 
4 5 6 
7 8 9 
* 0 # 
RReeddee 
LLCC PPúúbblliiccaa 
DDLLXX -- UU 2B+D 
PHIPS PHIPS DDTTXX -- II 44 ffiiooss//SSoo 22BB++DD 
TTrroonnccoo EE11 3300BB++DD 
DDTTUU -- PPUU RR22 ddiiggiittaall 
DDTTUU -- PPHH 
RRSSTT--IIMM  
RRSSTT--OOMM 
SOPHO iS 3050 
EETTSSII TTrroonnccoo IISSDDNN//PPRR 3300BB++DD 
EETTSSII TTrroonnccoo IISSDDNN//BBAA 22BB++DD DDTTXX -- II 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 7
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
SISTEMA 
21 22 
SOPHO iS3030 (1 gabinete) Não usado * 
SOPHO iS3050 (2 gabinetes) 
SISTEMA 
SHELF 
11 12 
PM CM/PM Não usado * 
Não usado * Não usado * 
SHELF 
PM PM 
11 12 13 14 
SOPHO iS3050 (2 compartimentos) CM/PM PM Não usado * 
Não usado * 
SOPHO iS3050 (4 compartimentos) 
CM/SM/PM PM PM PM 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 8
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Descrição do Gabinete iS3030 
LAY OUT DOS GABINETES iS 3030 
· SOPHO iS3030 (Mestre) 
Esta unidade utiliza o primeiro gabinete com 2 compartimentos. 
O compartimento inferior (compartimento 12) corresponde ao 
compartimento de controle; nele são alojados a parte de controle 
que inclui a placa de circuito da CPU (CM) e o controlador do 
módulo periférico PMC (SM). 
O compartimento acima do compartimento de controle 
(compartimento 11) aloja a seção periférica e é utilizado para as 
placas de circuito PCT. 
· SOPHO iS 3030 (Escravo) 
Esta unidade utiliza o segundo gabinete com 2 compartimentos. 
Ambos os compartimentos (21 e 22) são compartimentos 
periféricos mas o compartimento inferior (compartimento 22) 
contém uma placa de circuito PMC (SM), que está conectada à 
placa de circuito PMC no gabinete MESTRE. 
SOPHO iS 3030 
PM1 
MÓDULO PERIFÉRICO 
PM 2 
/SM 
MÓDULO PERIFÉRICO 
/CM 
GABINETE MESTRE 
11 
12 
SOPHO iS 3030 
PM1 
MÓDULO PERIFÉRICO 
PM 2 
/SM 
MÓDULO PERIFÉRICO 
GABINETE ESCRAVO 
21 
22 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 9
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Modularidade 
• 1º gabinete ( 2 Shelves ) 
• 288 portas ( 256 analógicas ou 288 anal/dig, 2 operadoras analógicas) 
• 240 ramais (DECT) e 32 erbs 
• 2º gabinete ( 2 Shelves ) 
• 320 portas ( 256 analógicas ou 320 anal/dig, 2 operadoras analógicas) 
• 240 ramais (DECT) e 32 erbs 
SOPHO iS3030 
SOPHO iS3030 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 10
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
LAY OUT DOS GABINETES iS 3030 
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 PM 255 PM 255 
320 Portas 
22 
100 
P 
C 
T 
100 
100 
P 
C 
T 
100 
100 
P 
C 
T 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
191 
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
191 
C 
01 02 03 04 05 06 07 08 09 
100 
100 
100 
100 
100 
100 
O Módulo Periférico (PM), acomoda placas de Circuitos Periféricos - PCTs, em posições chamadas UGs - 
Grupos de Unidades, bem definidas no compartimento; cada compartimentos dispõe de um máximo de 10 
UGs. Uma Fonte de alimentação e uma placa de controle periférico. 
A Unidade de Fonte de Alimentação - corrente Contínua de Potência Média (PSU-MLD). 
A PSU-MLD converte a tensão de entrada de -48VDC para várias tensões de saída (+5V, -5V, +12V, -12V, 
4VBAT, VCMOS e tensão de corrente de chamada 75V /25 Hz) 
CPU-3000 é compatível com CPU-ME/MT o que permiti a fácil atualização. A CPU-3000 não suporta 
pacotes de software anteriores ao SSW810. 
O Controlador do Módulo Periférico - Amplitude Média (PMC-MC) controla os PCTs nos Grupos de 
Unidades nos compartimentos dos Módulos Periféricos (PM255). 
Cada uma das primeiras 8 UG’s (UG0... UG7), dispõe de duas posições no gabinete, para alojar PCTs 
analógicos ou digitais. Cada posição com 16 portas. 
As UGs 8  9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs digitais 
(com protocolo de sinalização digital). Cada posição com 32 portas 
As Na configuração de 2 gabinetes, a conexão da rede de comutação será feita interligando a PMC mestre 
(shelf 12) com a PMC escrava (shelf 22) através de cabos conectados via conector frontal: 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 11 
100 
P 
C 
T 
100 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
UG 5 UG 6 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
PS 
UMLD 
UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 
01 02 03 03 05 07 07 08 09 
6BU 
11 
12 UG 7 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
PSUMLD 
UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 
21 
2 88 Portas 
100 
PMC 
MC 
100 
PU3000 
100 
PCT 
CI 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
UG 5 UG 6 
EBU 
UG 7 UG8 
100 
UG9 
100 
PMC 
MC 
100 
PCT 
CI 
PCT 
CI Age 
nteC 
UG9 
UG8
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
As UGs 8  9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs 
digitais (com protocolo de sinalização digital). Cada posição com 32 portas 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 12
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Descrição do Gabinete iS3050 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 13
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
SOPHO iS3050 (2 Compartimentos) 
Esta unidade utiliza até dois compartimentos de um gabinete de 4 
compartimentos (os dois compartimentos superiores). 
O compartimento superior (compartimento 1) é o compartimento de 
controle. Nele são alojados a parte de controle que inclui a placa de 
circuito da CPU e o controlador do módulo periférico (PMC-MC). 
O compartimento abaixo do compartimento de controle (compartimento 
2) aloja a seção periférica e é utilizado para as placas de circuito PCT. 
SOPHO iS3050 (4 compartimentos) 
Esta unidade utiliza até 4 compartimentos de um gabinete de 4 
compartimentos. 
O compartimento superior (compartimento 1) se constitui no 
compartimento de controle; ele aloja a seção de controle, que inclui a 
placa de circuito CPU, a placa controladora do módulo periférico (PMC) 
e a rede de comutação (CSN-BC), quando fornecida. Os 
compartimentos abaixo do compartimento de controle (compartimentos 
2...4) alojam a seção periférica e são usadas para as placa de circuito 
PCT. 
SOPHO iS 3050 
PM1 
/CM/SM 
MÓDULO PERIFÉRICO 
PM 2 
MÓDULO PERIFÉRICO 
PM 3 
MÓDULO PERIFÉRICO 
O número máximo de shelves PM 1100 no iS3050 é 4, que permite o máximo de até 4 x 320 = 1280 portas. 
LAY OUT DOS GABINETES iS 3050 
SOPHO iS3050 com 1 Compartimento 
O compartimento PM 1100 fornece posições de placa 
para 18 placas PCT, uma placa de controle PMC e 
uma placa de alimentação PSU-MLD(02). A 
capacidade máxima de porta é 320 portas. Este 
compartimento PM 1100 é o de controle então a 
posição18 é ocupado pela CPU-3000. Como a CPU 
ocupa uma posição de PCT, o número de porta é 
menor (288 Portas). 
Se a CSN-BC Tambem for utilizada na posição 19 
então a quantidade de portas máxima é 256. 
SOPHO iS3050 com 4 compartimentos 
Os compartimentos 2...4 tem todas as portas 
reservadas para as placa de circuito PCT (320 
Portas). 
SOPHO iS 3050 
11 
12 
PM1 
MÓDULO PERIFÉRICO 
/CM/SM 288 Portas 
PM 2 
MÓDULO PERIFÉRICO 
PM 3 
MÓDULO PERIFÉRICO 
256 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 14 
11 
12 
14 
GABINETE iS3050 
13 
PM 4 
MÓDULO PERIFÉRICO 
Total de portas = 1216 Portas 
14 
GABINETE iS3050 
13 
PM 4 
MÓDULO PERIFÉRICO 
320 Portas 
320 Portas 
320 Portas 
1 226810896688
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Descrição do Gabinete 19 polegadas 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 15
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Rack de 19 polegadas Capacidade do Sistema 
Módulo CSM (Controle  Comutação) Módulo Periférico 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 16
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 17
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
CPU-3000 
X 12.4 
103 101 
Alarme V.28 
Porta 20 (SMPC Fixo) 
VIC 3000 
DRAM FEPROM 
(LBU) 
SIM 
M 
1 
SIM 
M 
2 
BATERIA 
PROCESSADOR 
AM-3000 
Porta 21 
Porta 22 
Porta 23 
Porta 24 
Porta 25 
FBD 
FBC 
FBB 
FBA 
FAD 
FAC 
FAB 
FAA Não usado 
Conector Ethernet 
(Rj45) 
BIST 
Connector 
Marca 
BP102 
BA 
BB 
A CPU-3000 é a nova placa de processador para o iS3030 e iS3050. A nova placa contem os seguintes 
módulos: 
· VIC-3000 
· AM-3000 
· Flash SIMMs 8/16 Mbytes 
· Módulos DRAM 16/32 Mbytes 
· Conexão Ethernet. 
Pode suportar até 1216 portas É a sucessor da CPU-ME e CPU-MT e deve ser manipulada exatamente 
do mesmo modo. 
CPU-3000 é compatível com CPU-ME/MT o que permiti a fácil atualização. A CPU-3000 não suporta 
pacotes de software anteriores ao SSW810. 
O processador padrão da CPU-3000 é um processador da Motorola família 68000, o MC68360. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 18
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
CPU-3000 
A tabela abaixo mostra a uma comparação entre as figuras de 
apresentação das várias famílias de processador. Claramente mostra 
que o CPU-3000 é 3 vezes mais rápida que a CPU-ME/MT. junto com o 
módulo de acelerador AM-3000 é 6 vezes mais rápida; quase tão 
rápida quanto a CCS (100.000 BHCA)! 
VIC 3000 
20 
21 
Sinalização de Alarme Externo 
Porta SMPC fixo 
005/ 
100/ 
400 
Processador BHCA 
Cold start Warm start Start-up 
hot not hot hot not hot time 
22 
23 
CPU-3000 
(SSW810.20) 
45.000 2.15 4.02 1.50 3.36 10.80 
24 
CPU-3000  
AM-3000 
90.000 2.04 3.52 1.45 3.27 6.96 
25 
CPU-ME/MT 
(SSW805) 
15.000 2.40 9.00 2.10 8.30 22.10 
Conector Ethernet 
CP 
U 
A configuração Padrão da CPU-3000 incluirá: 
processador de Motorola MC68360 
clock de tempo real (relógio da Central) com bateria de backup. 
Flash bootprom 
8 Mbytes memória Flash 
16 Mbytes de DRAM 
Conexão de ethernet 10baseT 
a Placa de VIC-3000 possui 5(6) Interfaces V.24 
Embora o CPU-3000 tenha uma bateria de backup para o clock de tempo real, não tem nenhuma Unidade 
de Backup de Emergência (EBU) como a CPU-ME/MT tinha. Isto significa que quando nenhuma unidade 
de Backup de energia externa for usada, a CPU-3000 perderá todos os dados dinâmicos, como por 
exemplo, Siga-me; depois da falta de energia 
Na seção seguinte nós discutiremos as novas características da CPU-3000. 
3000 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 19
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Clock de tempo real 
O CPU-3000 tem um clock de tempo real na placa . Uma bateria cuida que até fora do ar, por falta de 
energia o clock permaneça ativo. Não é mais necessário, colocar a hora correta da central manualmente 
depois de um longo tempo do sistema-fora do ar. Então até quando nenhum Sysmanager for conectado, 
não será necessário ajustar manualmente a hora depois de um restart. Para mudança do horário de verão 
porém, o SysManager é exigido. 
CPU-3000 (Memória) 
Memória 
A placa de CPU-3000 tem dois slots para memória de flash SIMM (FEPROM) e uma posição para um 
módulo de DRAM. Com SSW810.20 a CPU-3000 padrão deve ser configurada com uma capacidade de 
memória de flash de 8Mbytes e com um módulo de DRAM de 16Mbytes. 
A memória de flash é não volátil, e é usada para armazenar os pacotes de software necessários para o 
SOPHO iS3000 e outros dados, como bilhetagem. Até em uma situação de falta de energia o conteúdo do 
disco é mantido. 
O pacote de software será executado para a DRAM. Também a configuração do sistema é armazenada 
na DRAM. o DRAM é volátil, significando que se a energia faltar, o conteúdo será perdido. 
Memória Tipo #Slots Padrão Expansão Usado por 
FEPROM Não -volátil dois-slots na 
CPU 
8Mb SIMM 
(um slot) 
8 e 16Mb SIMMs 
Memória de pacotes de 
software (max. 16Mb) e 
outros dados (por 
exemplo bilhetagem). 
DRAM volátil um slot na 
CPU 
modulo 
16Mb 
modulo (16 ) e 32 
Mb 
Execução de pacotes de 
software 
Para acrescentar memória de flash, SIMMs extras podem ser adicionados. Estão disponíveis placas SIMM 
de 8 Mbytes e 16 Mbytes. Por CPU-3000 dois destes SIMMs podem ser instalados (dois slots), 
significando que a capacidade de memória de flash pode ser 8, 16, 24 ou 32 Mbytes. Um máximo de 16 
Mbytes pode ser usado para a memória de pacote de software (no slot 1), outros 16 Mbytes podem ser 
usados para outros propósitos (no slot 2). 
O padrão 8 Mbytes FEPROM é suficiente para instalar um segundo pacote de software. Quando outros 
dados como arquivos batch, Bilhetagem, dados de medição de tráfego, etc., estão armazenados nesta 
memória, é recomendado pelo menos o 16 Mbytes SIMMs para o slot 1. 
Nota: O SSW810.20 ainda não terá capacidades de FTP remoto 
Como com a memória de flash também o DRAM pode ser expandido. Dois módulos de memória estão 
disponíveis; um 16 e um Módulo de 32 Mbytes. Por CPU-3000 só um módulo de DRAM pode ser instalado 
(um slot), significando que as opções são: 16 Mbytes (padrão) ou 32 Mbytes. Então, só o Módulo de 32 
Mbytes é uma expansão real (substituindo o Módulo padrão de 16 Mbytes). Atualmente 16 Mbytes é 
suficiente; o Módulo de 32 Mbytes pode ser usado para futuros, pacotes de software (mais exigentes). 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 20
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
CPU-3000 Disco Dual / Conexão Ethernet 
Disco Dual 
A placa de dispositivo de backup tem a possibilidade de criar outro dipositivo, nova característica chamada 
DualDisk *, que está disponível na CPU-3000. DualDisk ativa um segundo pacote de software que pode 
ser baixado para a memória de flash do sistema e troca entre a atual e o novo pacote de software, com o 
mínimo tempo fora do ar. 
* - Tecnicamente será chamado 'Modo de Manutenção'. 
Conexão Ethernet 
O placa CPU-3000 tem uma conexão de Ethernet padrão. Com SSW810.20 as seguintes funcionalidades 
são suportadas por este link: 
Integração de Telefone de computador (CTI) 
Uso local do Protocolo de Transferência de arquivos (FTP) 
O link está especialmente adaptado para suportar os comandos CTI necessários usados no 
ContactCentre 400 séries. O link de Ethernet CTI acima também tem uma apresentação muito mais alta 
de processamento que as interfaces de S0 que foram usadas até agora. Este permite o uso de aplicativos 
melhores (freqüentemente exigindo mais apresentação). Os servidores de CTI serão normalmente 
conectados a uma LAN; é mais eficiente e lógico conectar o ISPBX com esta LAN. 
O link Ethernet também pode ser utilizado para carregamento de arquivos do SMPC ou SysManager para 
a CPU-3000. Atualmente só pode ser usado localmente. Em uma versão futura do pacote 810 o 
carregamento remoto também será suportado. 
Em vez de usar o protocolo BCS lentos da interface V.24, use o Protocolo de Transferência de arquivos 
rápida (FTP), da interface Ethernet. FTP é um dos protocolos padrão usado no mundo para IP. Permite o 
carregamento de um pacote de CPU do SMPC até a CPU-3000 via FTP só levará aproximadamente 1 
minuto comparados aos 25 minutos com SMPC via o protocolo de Bcs da porta V.24. 
SMPC 
/ 
SysManager 
FTP 
client 
e 
OM 
atpelrimcaiçnãal 
o 
FTP 
Etherne 
t 
BC 
S 
V2 
4 
iS3030/305 
0 
CPU- 
3000 
VIC- 
3000 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 21
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
VIC 3000 
VIC 3000 e V.24 
Como com a CPU-ME/MT, uma Placa de interface de V.24 estará disponível. O VIC-3000 tem 6 interfaces 
V.24 e 1 interface V.28. O VIC-3000 é uma placa escrava da CPU-3000. Se a conexão de Ethernet na 
CPU-3000 é usada um das portas de V.24 será desativada. Neste caso só 5 interfaces V.24 estarão 
disponíveis. 
O comportamento da VIC 3000 é comparável com o VIC-MT. A VIC 3000 é obrigatória na 
CPU-3000. Futuramente o gerenciamento e manutenção poderá ser completamente feito da conexão de 
Ethernet. Uma vez disponível a placa VIC-3000 se tornará uma opção. 
Porta 20 (SMPC Fixo) 
VIC 3000 
Alarme V.28 
Porta 21 
Porta 22 
Porta 23 
Porta 24 
Porta 25 
FBD 
FBC 
FBB 
FBA 
FAD 
FAC 
FAB 
FAA Não usado 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 22
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
AM 3000 
Módulo de Acelerador 3000 
O Módulo Acelerador 3000 oferece a possibilidade melhorar a performance do CPU-3000. 
O AM 3000 é um co-processador (Motorola MC 68040) é inserido em um soquete na CPU-3000. Com o AM 
3000 a performance da CPU-3000 será igual a da placa CCS do modulo CSM redundante (Sopho iS3090). 
Este co-processador tem o benefício de permitir que cada modelo do SOPHO iS3000 alcance toda a 
performance disponível que precisam. Para aplicativos de CTI exigentes (por exemplo: sofisticados Call 
Centers) podem agora também ser interligados a modelos iS3000 de menor capacidade. Então, para estes 
clientes não há necessidade mais de comprar um iS3070/90 super dimensionados só porque eles 
precisaram de maior capacidade de processamento. Nós podemos agora oferecer iS3030/50 com CPU- 
3000 e AM 3000 para estes clientes. 
O AM-3000 é uma garantia para os clientes que pacotes de software e aplicativos futuros podem usar o 
CPU-3000 sem restrições de performance. Então quando pacotes de software futuros precisarem mais 
performance, o AM-3000 pode resolver. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 23
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
CSN - BC 
REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL - BACK-UP DE BATERIA E 
GERAÇÃO DE CLOCK (CSN-BC) 
A comutação em um PABX/RDSI corresponde ao processo de encaminhamento de informação senviada 
de uma origem para uma destinação específica. Origens e destinações podem ser de diferentes tipos 
como por exemplo, terminais de dados, VDUs, computadores, Redes etc. 
Suponha que um periférico “A” deseja enviar informação par o periférico “B”. Esta informação é dirigida 
para o periférico “B” através de um dispositivo de encaminhamento chamado de uma comutação. Esta 
comutação está localizada tanto na placa de circuito PMC (no caso de um SOPHO-iS3030/50 de dois 
compartimentos) quanto na CSN-BC (no caso de um SOPHO-iS3050 de mais que dois compartimentos) . 
O CSN-BC (Rede de Comutação Central, Back-up de Bateria e Regeneração de Clock), habilita a 
comunicação entre todos os PMCs e monitora o circuito de back-up de bateria e os +5V DC (EBU). Caso 
qualquer destes apresentar uma condição de alarme então a CSN-BC relata o fato para a CPU-3000. 
A CSN-BC contém uma comutação do tipo sem bloqueio sendo que a placa de circuito pode ter até 4 
PMCs conectados a ela. Uma PMC também possui uma comutação sem bloqueio em sua placa de circuito 
mas a comutação é pequena e somente permite comunicação entre os PCTs montados em seu próprio 
compartimento; a comutação no CSN-BC é maior e permite a comunicação entre todas PMCs em todos os 
compartimentos. 
CONECTOR EBU 
ALIMENTACÃ 
OE 
CIRCUITO 
WATCHDOG 
P IC 
CLOC 
K P 
m 
RAM 
m 
EPRO 
M 
CIRCUIT 
DE BAOCK-UP 
DE BATERIA 
BUFFER DE 
COMUNICAÇÃO 
SERIAL IMP 
REDE DE COMUTAÇÃO 
CENTRAL 
CIRCUITO 
REGENDEER AÇÃO 
CLDOEC K 
LED's de Estado 
RECEPTORE 
TRANSMSI/SSORE 
SINCRSONOS 
ENTRADAS DE 
CEXLOTECRKN 
O 
Para PMC-( 
máxMimCo 4) 
Se a DTU estiver incluída no PABX/RDSI, a CSN-BC pode ser usada para receber a sincronização 
proveniente de um sinal de clock externo. Quando um sinal externo não é disponível então a CSN-BC gera 
um sinal de clock interno. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 24
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Interligação das Linhas de Comutação 
SOPHO iS3050 
• Na configuração de até 2 shelves, a conexão da rede de 
comutação será feita interligando a PMC mestre (shelf 
11) com a PMC escrava (shelf 12) através de cabos 
conectados via conector frontal: 
· Conector FCA (Mestre) - FCC (Escravo) 
· Conector FCB (Mestre) - FCD (Escravo) 
• O iS3050 necessita de uma Rede de Comutação Central 
(CSN-BC = Central Switching Network - Battery charge  
Control), quando usa no mínimo 3 PMs local e nenhuma 
RPMs. 
Esta CSN-BC é instalada na posição 19 da primeira 
PM1100 (Shelf 11, compartimento de controle). 
• Conector FCC PMC (Shelf 11) - FBA (CSN- BC) 
• Conector FCD PMC (Shelf 11) - FBB (CSN- BC) 
• Conector FCC PMC (Shelf 12) - FBC (CSN- BC) 
• Conector FCD PMC (Shelf 12) - FBD (CSN- BC) 
• Conector FCC PMC (Shelf 13) - FCA (CSN- BC) 
• Conector FCD PMC (Shelf 13) - FCB (CSN- BC) 
• Conector FCC PMC (Shelf 14) - FCC (CSN- BC) 
• Conector FCD PMC (Shelf 14) - FC D (CSN- BC) 
SOPHO iS 3050 SS PP HH II 
PPM 
MC 
C 
CS 
S 
N 
PPM 
MCC 
PPM 
MC 
C 
PM 
MC 
C 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 25
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Mecanismo e Licença 
O pacote de software 810 utiliza o mesmo mecanismo de licença introduzido com o SysManager. Cada 
sistema possui uma única identificação denominada ‘impressão digital’ (fingerprint). A impressão digital é 
armazenada na placa CPU3000 ou na placa CIE-2. Baseado nessa impressão digital e nas licenças que o 
cliente comprou, é gerado uma seqüência (string) de licença. Esta seqüência de licença define quais 
licenças estarão disponíveis no sistema. A seqüência de licença é colocada em um arquivo de licença, o 
qual é ativado na inicialização do sistema ou através de comando de manutenção operacional. 
A presença e o conteúdo da seqüência de licença e da impressão digital são verificados na inicialização do 
sistema e em intervalos regulares de tempo. Se o resultado da verificação não for correto, o sistema torna-se 
operacional com a configuração mínima 32 ramais e com todas as funções que não são restritas pelo 
mecanismo de licença. 
Existem dois tipos de licenças; 
- Permissão; Uma licença de permissão define se a função é permitida naquele sistema. De fato é uma 
licença de sistema. 
- Numérica; Uma licença numérica define a quantidade de ocorrências de uma licença, por exemplo, a 
quantidade total de usuários de ‘compartilhamento de mesas’. 
Além dos tipos de licenças também pode variar o tempo de validade de uma licença. As seguintes varáveis 
são possíveis: 
- Infinita; Válida durante toda a vida do sistema. 
- Try  Buy (testar e comprar); Com uma licença try  buy é possível fazer a demonstração de uma função 
de software para o cliente. Após o período de validade do try  buy o cliente pode decidir a compra da 
função. A licença de try  buy tem um período de validade de três meses. Ela somente pode ser ativada 
uma única vez por sistema. 
- Temporária; Uma licença temporária tem um período de validade definido. Este pode ser um ou diversos 
meses. Deve ser pago um valor por mês. 
O pacote de software 810 possui ainda uma licença de serviço. Esta é uma licença temporária e única por 
sistema. A licença de serviço torna possível a utilização livre de todos os módulos de software do pacote 
810 por um período de tempo limitado. Sendo ela única por sistema e com validade temporária há uma 
prevenção contra fraudes com a licença de serviço. Deve ser levado em conta que o engenheiro de serviço 
deverá gerar uma licença de serviço para cada sistema que ele visitar e quando a licença de serviço for 
necessária. 
As licenças são geradas através da Intranet da Philips Business Communications. Isto garante a rápida e 
fácil geração da licença. O servidor está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 26
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Módulo de Comutação Periférica 
A Rede de Comutação corresponde ao módulo onde são executados os enlaces digitais no sistema 
SOPHO iS3000, que fazem parte os sistemas SOPHO iS3030/3050. 
A Rede de Comutação do sistema SOPHO iS3000 é do tipo TDM/ digital. 
A comutação consiste na transferência das informações, recebidas através dos canais de 64 Kbits/s 
(8 bits), pertencentes às linhas de 2 Mbits/s de entrada, para os canais de 64 Kbits/s pertencentes às 
linhas de 2Mbits/s de saída. 
A relação entre o canal de entrada (onde são recebidas as informações a serem transferidas) e o 
canal de saída (para onde se destinam estas informações) é definida através de comandos recebidos 
do Controle Central do sistema(CPU). 
canais 64 Kbits/s (8 bits) 
0 time slots 31 0 time slots 31 
REDE DE 
COMUTAÇÃO 
linha 2 Mbits/s(entrada) linha 2 Mbits/s(saída) 
Processador 
MEMÓRIA 
8 bits 
CONTROLE 
Todas as portas de acesso ao sistema (através das interfaces associadas) se conectam à Rede de 
Comutação do sistema SOPHO iS3030/3050, através de canais de 64 Kbits/s, pertencentes a 
linhas de 2 Mbits/s, integrantes do Bus PM. 
Estas interfaces estão acomodadas em placas de circuitos periféricos - PCT’s. 
Estes circuitos periféricos, estão agrupados, nos compartimentos do sistema, através dos 
chamados UG’s - Grupos de Unidades. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 27
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Os Grupos de Unidades UG’s, em número de dez, se conectam à Rede de Comutação do sistema 
SOPHO iS3030/3050, através de linhas de 2Mbits/s, que estão fisicamente localizadas no 
barramento traseiro do gabinete. 
PMC-HR 
REDE DE 
COMUTAÇÃO 
0 31 
0 31 
0 31 
0 31 
linhas 2 Mbits/s 
USO 0 
USI 0 
USO 1 
USI 1 
USO 9 
USI 9 
UG 0 
UG 1 
UG 2 
UG 3 
UG 4 
UG 5 
UG 6 
UG 7 
UG 8 
UG 9 
Interfaces 
Periféricas 
A ocupação dos 32 canais, integrantes da linha de 2Mbits/s (USI  USO) que interliga cada UG à 
Rede de Comutação, é feita de acordo com o tipo de Interface Periférica (PCT - Peripheral Circuit) 
acomodada nesta UG. 
Por exemplo: suponhamos que uma UG venha a ser preenchida por 2 placas ALC-E Circuito de 
Linha Analógico, que fornece interface para 16 portas analógicas; teremos portanto no total 2 x 16 
portas analógicas. 
Neste caso, os 32 canais da linha de 2Mbits/s correspondente, serão associados às 32 portas das 2 
placas ALC, ou seja, porta 0 associada ao time slot TS 0, porta 1 associada ao TS 1, e assim 
sucessivamente, até a última porta da segunda placa ALC que seria associada ao time slot 31. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 28
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
No exemplo da figura abaixo, é mostrada a conexão de uma Porta “A“ localizada na UG 0 com uma 
Porta “B“ localizada no UG 1. 
O acesso de uma Porta “A“ (pertencente por exemplo à UG 0), a outra Porta “B“ (pertencente à UG 
1), localizada no mesmo gabinete, se dá através da Rede de Comutação Temporal do mesmo 
gabinete onde estão localizadas estas portas. 
Desta forma, através desta Rede de Comutação estarão conectados: 
· Transmissão de “A“ com Recepção de “B“ : 
TS “A“ da linha USI 0 com o TS “B“ da linha USO 1 
· Transmissão de ”A“ com Recepção de “B“ : 
TS “B“ da linha USI 1 com o TS “A“ da linha USO 0 
No caso em que as portas a serem conectadas estiverem localizadas em UGs pertencentes a 
gabinetes diferentes, consideraremos como exemplo: que a parte “A“ esteja localizada no primeiro 
gabinete e a parte “B“ localizada no segundo gabinete; 
PMC-HR 
USO 0 
USI 0 
USO 1 
REDE DE 
COMUTAÇÃO 
0 0 
B 1 
USI 1 
UG 0 
UG 1 
Interfaces 
Periféricas 
A 
1 
A 
B 
TS(A)/USI 0 TS(B)/USO 1 
TS(B)/USI 1 TS(A)/USO 0 
Transmissão de “A“ com Recepção de “B“ : 
O TS “A“ da linha USI 0 será conectado, através da Rede de Comutação do primeiro gabinete, 
à um TS pertencente a uma das linhas que interconectam os dois gabinetes; este TS será 
escolhido pelo processador central. 
Na Rede de Comutação do segundo gabinete, este TS (escolhido pelo processador central) será 
conectado então ao TS “B“ da linha USO 1 associado à porta “B“ . 
Transmissão de “B“ com Recepção de “A“ : 
O TS “B“ da linha USI 1 será conectado, através da Rede de Comutação do segundo gabinete, 
à um TS pertencente a uma das linhas que interconectam os gabinetes; este TS será escolhido 
pelo processador central. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 29
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Na Rede de Comutação do primeiro gabinete, este TS (escolhido pelo processador central) 
será conectado então ao TS “A“ da linha USO 0 associado à porta “A“ . 
O acesso do usuário ao sistema, é feito através de interfaces que se conectam à Rede de 
Comutação periférica, através de canais de 64 Kbits/s, pertencentes a linhas de 2 Mbits/s, 
integrantes do Bus PM, que fisicamente, se localiza no barramento traseiro do compartimento 
periférico (shelves 255/1100/CSM). 
No exemplo da figura abaixo, é mostrada a conexão de uma Porta “A“ localizada no 
compartimento 0 com uma Porta “B“ localizada no compartimento 1. 
O acesso de uma Porta “A“ (pertencente ao compartimento 0), a outra Porta “B“ (pertencente 
ao compartimento 1), se dá através da(s) rede(s) de comutação periférica do(s) 
compartimento(s) onde estão localizadas estas portas, e também através da rede de 
comutação central do sistema. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 30
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Desta forma, através das redes de comutação: periférica  central, estarão conectadas as 
portas “A“ e “B“ conforme o diagrama abaixo: 
PMC-MC 
USO 0 
USI 0 
USO 1 
USI 1 
UG 0 
UG 1 
Interfaces 
Periféricas 
PM 
A 
REDE DE 
COMUTAÇÃO 
PERIFÉRICA 
0 0 
B 1 
1 
A 
B 
p 
p 
q q 
TS(A)/USI 0 TS(x)/NIC p 
TS(y)/NIC q TS(B)/USO 
1 
TS(B)/USI 1 TS(m)/NIC 
q 
CSN-BC 
n 
x 
y 
m 
REDE DE 
COMUTAÇÃO 
CENTRAL 
TS(n)/NIC p TS(A)/USO 0 
TS(x)/NIC p TS(y)/NIC q 
T S(m)/NIC q TS(n)/NIC 
p 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 31
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
A rede de comutação periférica (PMC – HR) é fisicamente implementada, através de quatro chips de 
comutação digital: TSW time swich - PEB20455; estes chips possuem 16 linhas de 2Mbits/s de entrada e 8 
linhas de 2Mbits/s de saída. A distribuição das conexões é apresentada na figura abaixo: 
0 
1 
2 
F 
0 
1 
2 
7 
TS1 
PEB20455 
3 
0 
1 
2 
F 
0 
1 
2 
7 
TS2 
PEB20455 
3 
0 
1 
2 
F 
0 
1 
2 
7 
TS3 
PEB20455 
3 
0 
1 
2 
F 
0 
1 
2 
7 
TS4 
PEB20455 
3 
AUX I 0 
ADD-ON I 1 
TONES I 2 
USI 0....9 3..7, B..F 
NICI 0..1 8..A 
0..2 NICO 0..1 
3,4 USO 0 
5 AUXO 1(teste) 
6,7 ADD-ONO 1,2 
0..2 NICO 2..3 
3,4 AUXO 1,2 
5,6 USO 2,3 
0..2 NICO 4..5 
3 USO 5 
5 AUXO 1(teste) 
6,7 USO 4,8 
0..2 NICO 6..7 
3 AUXO 1(teste) 
4,5,7 USO 6,7,9 
AUX I 0 
ADD-ON I 1 
TONES I 2 
USI 0....9 3..7, B..F 
NICI 2..3 8..A 
AUX I 0 
ADD-ON I 1 
TONES I 2 
USI 0....9 3..7, B..F 
NICI 4..5 8..A 
AUX I 0 
ADD-ON I 1 
TONES I 2 
USI 0....9 3..7, B..F 
NICI 6..7 8..A 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 32
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Interfaces Periféricas do Sistema 
· Configuração 
As Interfaces Periféricas do Sistema são implementadas através de circuitos periféricos; estes 
circuitos são agrupados em placas de circuitos periféricos chamadas: PCTs - Peripheral Circuits. 
Estas placas de Circuitos Periféricos - PCTs, são acomodadas em posições bem definidas nos 
gabinetes, chamadas UGs - Grupos de Unidades; cada gabinete dispõe de um máximo de 10 UGs. 
Cada uma das primeiras 8 UG’s (UG0... UG7), dispõe de duas posições no gabinete, para alojar 
PCTs analógicos ou digitais. 
As UGs 8  9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs 
digitais (com protocolo de sinalização digital). 
O compartimento (R)PM255 pode ser usado como PM Remota, os 2 compartimentos, são mostrado 
abaixo: 
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 
19 
1 
E B U - 
10 
P 
S 
- 
M 
L 
D 
U - 
* 
1 
0 
0 
UG 0 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
PC 
T 
1 
0 
0 
UG 1 
PC 
T 
1 
0 
0 
PC 
T 
1 
0 
0 
UG 2 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
UG 3 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
PC 
T 
1 
0 
0 
UG 4 
P 
C 
T 
1 
0 
0 
UG 5 
PC 
T 
01 
1 
0 
0 
PC 
T 
02 
1 
0 
0 
UG 6 
PC 
T 
03 
1 
0 
0 
PC 
T 
04 
1 
0 
0 
UG 7 
P 
C 
T 
05 
1 
0 
0 
P 
C 
T 
06 
1 
0 
0 
PM 
C 
-M 
C 
07 
0 
0 
5 
UG8 
08 
0 
0 
5 
UG9 
P 
C 
T 
- 
C 
I 
09 
CP 
U 
3 
000 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 33
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
O compartimento PM1100: Controlador do Módulo Periférico - Faixa Média (PMC-MC) o modulo 
PM1100, é mostrado abaixo: 
1 
9 
1 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
1 
0 
0 
0 
0 
3 
0 
0 
5 
0 
0 
5 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
P 
C 
T 
- 
C 
I 
AOC 
P 
M 
C-M 
C 
P 
C 
T 
/ 
O 
B 
S 
P 
S 
U 
--M 
L 
D 
UG 0 
OU 
D 
OC 
UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 UG 5 UG 6 UG 7 
U U 
G 
8 
G 
9 
Opcional 
E 
B 
U 
Opcional 
CP 
U 
3 
000 
01 03 05 07 09 11 13 15 17 19 21 23 
Informação de usuário  dados de controle (sinalização) 
Para o transporte da informação de usuário, cada UG possui acesso individual à Rede de 
Comutação do gabinete, através de uma linha de 2 Mbits/s, chamada linha de Usuário: USI  USO. 
Esta linha transporta dados de usuário do sistema, que são diretamente comutados, sem sofrerem 
nenhum tipo de análise. 
Exemplo: No caso de uma placa ALC-E (Placa de Circuito de Linha analógico), cada um dos seus 
16 circuitos de linha (periféricos), possui um canal específico (um na linha USI e outro na linha USO), 
para o transporte de informações de usuário. A placa ALC-E, localizada na primeira posição de uma 
UG, utiliza os canais 0...15 (das linhas USI  USO), para o transporte da informação de usuário de 
seus 16 circuitos respectivamente; a placa localizada na posição adjacente da mesma UG, utiliza 
respectivamente, os canais 16...31, das mesmas linhas (USI  USO), para o transporte das 
informações de usuário de seus 16 circuitos. 
No caso específico de PCTs digitais (com protocolo de sinalização digital), são reservados, canais 
desta linha de usuário (USI  USO), para comunicação entre o processador da placa PCT, e o 
processador do sistema. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 34
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Como exemplo, a placa DTX-I (interface para linha digital), reserva o TS 0 da linha USI  USO, associada 
à UG onde está localizada, para transporte do protocolo de sinalização entre o processador de sua placa e 
o processador periférico do sistema (PPU). 
PMC-MC 
USO 0 
USI 0 
CODO 0 
CODI 0 
Bus I/O 
0 
0 0 
REDE 
COMUTAÇÃO 
CIRCUITOS 
16 
17 
18 
19 
20 
21 
30 
31 
2 
3 
4 
5 
14 
ALC-E ALC-E 
UG 0 
0 
1 
15 
31 
0 31 
0 31 
0 31 
PCC 
Processador 
Periférico 
BUS PM 
DE 
Para o transporte dos dados de controle (sinalização), as UGs 0...7, também possuem, cada uma 
delas, outra linha de 2 Mbits/s chamada linha de Dados de Controle: CODI  CODO. Esta linha 
transporta dados, referente a sinalização e controle, entre os circuitos periféricos de sua placa e o 
processador periférico do sistema (PPU). 
Exemplo: cada um dos 16 circuitos de linha (periféricos), integrantes de uma placa ALC-E (Placa de 
Circuito de Linha analógico), possui um canal específico (um na linha CODI e outro na linha CODO), 
para o transporte de informações de dados de controle. A placa ALC-E, localizada na primeira 
posição de uma UG, utiliza os canais 0...15 (das linhas CODI  CODO), para o transporte da 
informação dos dados de controle de seus 16 circuitos respectivamente; a placa localizada na 
posição adjacente da mesma UG, utiliza respectivamente, os canais 16...31, das mesmas linhas 
(CODI  CODO), para o transporte das informações de controle de seus 16 circuitos. 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 35
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
CODI 0 
CODO 0 
Bus I/O 
0 31 
0 31 
PCC 
Processador 
Periférico 
ALC-E 
16x circuitos (0...15) 
DG 
8 x 
8 x 
BUS PM 
PMC-MC 
USO 
USI 
a 
b 
Relé de 
Corrente 
de Chamada 
Alimentação 
de Linha 
Detetor 
B.Terra 
1 1 
CODI 
BUFFER DE ESTADO 
CODEC 
BUFFER DE COMANDO 
CODO 
1 1 1 
Detetor 
Loop de 
Corrente 
UG 0 
ALC-E 
DG 
8 x 
8 x 
16x circuitos (16...31) 
CODO 
CODI 
O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO”, corresponde a uma PCI inserida no 
Módulo Periférico PM, responsável pelo controle dos Circuitos Periféricos - PCTs instalados no 
compartimento controlado por esta PMC. 
A função principal do PMC é de distribuir mensagens de controle de/para os PCTs, operando como 
um estágio intermediário entre PCTs e a CPU do 
SOPHO iS3030/3050. 
A comunicação entre a CPU do SOPHO iS3030/3050 e o PMC é feita através do Protocolo IMP 
Internal Message Protocol (proprietário da PHILIPS). 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 36
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
PMC 
USI/USO 
CODI/CODO 
PCT'S 
Seleção de 
Placa 
CLK  FRS 
O Bus PM transfere: 
· informação de dados (Ex: dados de controle, dados de usuário); 
· sinais de seleção de linhas e de controle 
A informação de dados é transferida através de 2 linhas de 2Mbps: 
CODI  CODO para os dados de controle ( palavra de status e informação de ativação); 
USI  USO para os dados de usuário (ex: informação de conversação) 
As linhas de seleção são usadas para selecionar os PCT's. 
A seleção de um dos 32 PCT's se dá da seguinte forma: 
· O sinal PCT Selection - C/8 endereça ciclicamente cada PCT em todas as placas Periféricas 
numa UG; 
· O sinal Peripheral Card Selection - CS seleciona uma das duas Placas Periféricas numa UG; 
· O sinal Enable Peripheral Card Output Buffer - BUF habilita a informação de saída de uma 
das placas periféricas de cada UG. 
Uma vez selecionado, um PCT pode oferecer/aceitar: 
· Um byte de dados de conversação via USI  USO; 
· Um byte de dados de controle/status via CODO/CODI. 
No PMC existem 2 chips PCC - Peripheral Circuit Controller (custom chips OQ1504), com a função 
de: 
· enviar dados de controle para os PCT's 
· receber dados de controles dos PCT's 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 37
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Cada PCT possui um time slot dedicado, no link de 2Mbps da UG relativa. 
A CPU do SOPHO iS3030/3050, envia mensagens de controle ao PCT através de um canal lógico 
aberto neste time slot; por sua vez o PCT reporta seus status via bytes de status. O PCC faz a 
varredura dos 32 canais da linha CODI de cada UG (4 em paralelo) e coleta os bytes de status dos 
128 PCTs. 
O número do canal é determinado a partir de sua posição com respeito ao sinal FRS. Assim que 
uma mudança no status do PCT tiver sido detectada, o PCC envia uma interrupção para o 
processador Z80. 
Z80 
bus Z80 bus CIC 
Conversor 
PCC 
PCC 
UG 0 
UG 1 
UG 2 
UG 3 
UG 0 
UG 1 
UG 2 
UG 3 
UG 4 
UG 5 
UG 6 
UG 7 
UG 4 
UG 5 
UG 6 
UG 7 
Lógica de 
Interrupção 
INTERRUPÇÃO 
CODI 
CODO 
CODI 
CODO 
Através da Lógica de Interrupção a CPU-Z80 (Processador Periférico) pode determinar qual dos 
dois PCCs está gerando um pedido de interrupção. 
O microprocessador do PMC (Processador Periférico), pode determinar qual o PCT teve seu status 
modificado, a partir da posição do byte de status na memória do PCC. 
Na maioria da vezes, uma modificação no status resultará numa mensagem 
de controle, que a CPU (Módulo de Controle), enviará para o PCT em questão; o Processador Periférico 
CPU-Z80, coloca esta mensagem dentro do PCC. O PCC por sua vez, tem a função de multiplexar a 
mensagem no canal apropriado (time slot). 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 38
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
Geração de Tons 
Uma RAM estática de 32K8 (Status  Tone Circuit RAM) é usada para armazenar o status de vários 
sinais e alarmes, e também para armazenar 32 tons requeridos pelo PABX. Assim os dados digitais 
(gerados por software) necessários para produzir até 32 tons estão armazenados nesta RAM. 
Os dados selecionados a partir da RAM (8 bits paralelo) são convertidos para serial (chip conversor 
paralelo/serial) e enviados para comutação numa linha de 2Mbps reservada para tons. 
Todos os tons estão continuamente presentes nos time slots na linha de 2Mbps; os tons são 
selecionados individualmente quando a comutação encaminha um time slot para uma outra linha de 
2Mbps. 
RKT's  RDT's 
Existem 2 chips (77C25) DSP - Processamento de Sinal Digital na placa PMC. 
Cada chip contém Firmware para: 
· 3 Receptores RKT's; 
· 2 Receptores RDTs; 
Os canais da linha de 2Mbps AUXO 1 fornecem 6 timeslots para RKT e 4 timeslots para RDT. 
O DSP deve ser resetado e programado antes que possa ser usada. Quando a PMC está sendo 
inicializada os DSPs são programados pelo microprocessador PMC. 
· Conferência a Três 
O circuito integrado ATC (OQ 1503), é capaz de executar as funções de Conferência a três (Add-on) 
e Geração de Tons; esta última função na PMC, é executada pelo STC (Status  Tone Circuit). 
· Co-processador de Protocolo - PCP 
O PCP é um custom chip (OQ 1512), que trata mensagens do sistema constituídas de acordo com o 
protocolo IMP. Estas mensagens são inseridas em timeslots dedicados de um link USI  USO e são 
usadas para comunicação com PCTs que só utilizam protocolo IMP (ex: DLC, DTU-PH, IPH, etc.) ou 
protocolos orientados a bit (ex:HDLC). 
No máximo 16 timeslots podem ser tratados por este chip, onde o protocolo usado por cada canal 
(IMP ou BOP) é selecionavel. 
O PCP converte os dados provenientes do link de 2Mbps em dados paralelo (e vice- versa) os 
escrevendo em seguida, numa memória, onde poderão ser analisados pelo Host (Z80). 
A CPU-PMC (Z80) atenderá um pedido de interrupção colocado através de um chip CTC-Z80 que 
recebe a interrupção coletada, através de um decodificador dos 4 dispositivos I/O presentes na PMC 
(PCP, DSP, PCC e STC). 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 39
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO” 
MESA(s) 
OPERADORA(s) 
OPCIONAL 
AOC 
ou 
DOC 
Co-Processador 
Protocolo 
CIRCUITOS 
RKT/RDT 
GERADOR 
de TONS 
MICRO 
PROCESSADOR 
CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO 
2048 kbps 
2048 kbps 
MEMÓRIA 
regenerador 
de CLOCK 
PMC-MC 
entradas de CLOCK EXTERNO 
PMC-MC 
INTERCONEXÃO 
de REDE 
2048 kbps 
12 X 
2048 kbps 
4096 kbps 
6 X 
4096 kbps 
usado somente na RPM255/1100 
Sinais de CLOCK 
e SINCRONIZAÇÃO 
de QUADRO das NICs 
2048 kbps 
8 X 
2048 kbps 
2048 kbps 
UG 0 
UG 7 
UG 8 
UG 9 
8 X 
CONFERÊNCIA 
A TRÊS 
2048 kbps 
2048 kbps 
COMUTAÇÃO 
PM 
PCC 
CONTROLE PM 
BUS I/O 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 40
CENTRO DE TREINAMENTO S RAD 
Arquitetura e Hardware 3030/3050 
FIM DA APOSTILA DE ARQUITETURA E HARDWARE 
ANOTAÇÕES E DUVIDAS 
Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. 
Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 41

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 1 harware3050

Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikationSce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
confidencial
 
2 encaminhamento
2 encaminhamento2 encaminhamento
2 encaminhamento
zeu1507
 
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
confidencial
 
Nap050
Nap050Nap050
Nap050
Nap050Nap050
Rede profibus
Rede profibusRede profibus
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
confidencial
 
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictíciaProjeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Marcioveras
 
Manual getstarted
Manual getstartedManual getstarted
Manual getstarted
Denis Marcos
 
CATALAGO ACABADORA VDA 700.pdf
CATALAGO ACABADORA  VDA 700.pdfCATALAGO ACABADORA  VDA 700.pdf
CATALAGO ACABADORA VDA 700.pdf
ValnerBarros2
 
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
confidencial
 
Modelo documentacao-rede
Modelo documentacao-redeModelo documentacao-rede
Modelo documentacao-rede
Rod Deville
 
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
guinasantana
 
Modelo documentacao-rede
Modelo documentacao-redeModelo documentacao-rede
Modelo documentacao-rede
Eduardo de Jesus
 
Apresentação incendio & gas
Apresentação incendio & gasApresentação incendio & gas
Apresentação incendio & gas
Almir Silva
 
Controladores Lógicos Programáveis - CLP
Controladores Lógicos Programáveis - CLPControladores Lógicos Programáveis - CLP
Controladores Lógicos Programáveis - CLP
Fabiano Sales
 
PABX - Intelbras manual do usuario para instalação
PABX - Intelbras manual do usuario para instalaçãoPABX - Intelbras manual do usuario para instalação
PABX - Intelbras manual do usuario para instalação
CarlosSouza241689
 
Stoe14p
Stoe14p Stoe14p
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zählerSce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
confidencial
 
Manual mxt150 151
Manual mxt150 151Manual mxt150 151
Manual mxt150 151
Roberto Waiantt
 

Semelhante a 1 harware3050 (20)

Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikationSce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
Sce pt 010-070_r1209_s7-1200_kommunikation
 
2 encaminhamento
2 encaminhamento2 encaminhamento
2 encaminhamento
 
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
Sce pt 010-010_r1209_startup_s7-1200
 
Nap050
Nap050Nap050
Nap050
 
Nap050
Nap050Nap050
Nap050
 
Rede profibus
Rede profibusRede profibus
Rede profibus
 
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
Sce pt 010-060_r1209_s7-1200_pid-1
 
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictíciaProjeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
 
Manual getstarted
Manual getstartedManual getstarted
Manual getstarted
 
CATALAGO ACABADORA VDA 700.pdf
CATALAGO ACABADORA  VDA 700.pdfCATALAGO ACABADORA  VDA 700.pdf
CATALAGO ACABADORA VDA 700.pdf
 
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
Sce pt 010-090_r1209_startup s7-scl_s71200
 
Modelo documentacao-rede
Modelo documentacao-redeModelo documentacao-rede
Modelo documentacao-rede
 
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
Sce pt 032-300 iec-timers and counters_s7-1500_r1703
 
Modelo documentacao-rede
Modelo documentacao-redeModelo documentacao-rede
Modelo documentacao-rede
 
Apresentação incendio & gas
Apresentação incendio & gasApresentação incendio & gas
Apresentação incendio & gas
 
Controladores Lógicos Programáveis - CLP
Controladores Lógicos Programáveis - CLPControladores Lógicos Programáveis - CLP
Controladores Lógicos Programáveis - CLP
 
PABX - Intelbras manual do usuario para instalação
PABX - Intelbras manual do usuario para instalaçãoPABX - Intelbras manual do usuario para instalação
PABX - Intelbras manual do usuario para instalação
 
Stoe14p
Stoe14p Stoe14p
Stoe14p
 
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zählerSce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
Sce pt 010-030_r1209_s7-1200_zeiten_zähler
 
Manual mxt150 151
Manual mxt150 151Manual mxt150 151
Manual mxt150 151
 

Mais de zeu1507

Theven iaula9ce
Theven iaula9ceTheven iaula9ce
Theven iaula9ce
zeu1507
 
Potência em circuitos trifásicos
Potência em circuitos trifásicosPotência em circuitos trifásicos
Potência em circuitos trifásicos
zeu1507
 
Manual controller 01_11
Manual controller 01_11Manual controller 01_11
Manual controller 01_11
zeu1507
 
Capitulo 16
Capitulo 16Capitulo 16
Capitulo 16
zeu1507
 
Capitulo 15
Capitulo 15Capitulo 15
Capitulo 15
zeu1507
 
Capitulo 14
Capitulo 14Capitulo 14
Capitulo 14
zeu1507
 
Capitulo 13
Capitulo 13Capitulo 13
Capitulo 13
zeu1507
 
Capitulo 12
Capitulo 12Capitulo 12
Capitulo 12
zeu1507
 
Capitulo 11
Capitulo 11Capitulo 11
Capitulo 11
zeu1507
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
zeu1507
 
Capitulo 09
Capitulo 09Capitulo 09
Capitulo 09
zeu1507
 
Capitulo 08
Capitulo 08Capitulo 08
Capitulo 08
zeu1507
 
Capitulo 07
Capitulo 07Capitulo 07
Capitulo 07
zeu1507
 
Capitulo 06
Capitulo 06Capitulo 06
Capitulo 06
zeu1507
 
Capitulo 05
Capitulo 05Capitulo 05
Capitulo 05
zeu1507
 
Capitulo 04
Capitulo 04Capitulo 04
Capitulo 04
zeu1507
 
Capitulo 03
Capitulo 03Capitulo 03
Capitulo 03
zeu1507
 
Capitulo 02
Capitulo 02Capitulo 02
Capitulo 02
zeu1507
 
Capitulo 01
Capitulo 01Capitulo 01
Capitulo 01
zeu1507
 
Apêndice
ApêndiceApêndice
Apêndice
zeu1507
 

Mais de zeu1507 (20)

Theven iaula9ce
Theven iaula9ceTheven iaula9ce
Theven iaula9ce
 
Potência em circuitos trifásicos
Potência em circuitos trifásicosPotência em circuitos trifásicos
Potência em circuitos trifásicos
 
Manual controller 01_11
Manual controller 01_11Manual controller 01_11
Manual controller 01_11
 
Capitulo 16
Capitulo 16Capitulo 16
Capitulo 16
 
Capitulo 15
Capitulo 15Capitulo 15
Capitulo 15
 
Capitulo 14
Capitulo 14Capitulo 14
Capitulo 14
 
Capitulo 13
Capitulo 13Capitulo 13
Capitulo 13
 
Capitulo 12
Capitulo 12Capitulo 12
Capitulo 12
 
Capitulo 11
Capitulo 11Capitulo 11
Capitulo 11
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
 
Capitulo 09
Capitulo 09Capitulo 09
Capitulo 09
 
Capitulo 08
Capitulo 08Capitulo 08
Capitulo 08
 
Capitulo 07
Capitulo 07Capitulo 07
Capitulo 07
 
Capitulo 06
Capitulo 06Capitulo 06
Capitulo 06
 
Capitulo 05
Capitulo 05Capitulo 05
Capitulo 05
 
Capitulo 04
Capitulo 04Capitulo 04
Capitulo 04
 
Capitulo 03
Capitulo 03Capitulo 03
Capitulo 03
 
Capitulo 02
Capitulo 02Capitulo 02
Capitulo 02
 
Capitulo 01
Capitulo 01Capitulo 01
Capitulo 01
 
Apêndice
ApêndiceApêndice
Apêndice
 

Último

TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 

Último (7)

TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 

1 harware3050

  • 1. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 A Philips Business Communications, ao elaborar esta apostila, teve como objetivo assegurar-lhe informações completas e precisas com a mais alta credibilidade. Logo, as informações desta apostila podem sofrer alterações sem aviso prévio. Se você descobrir algum erro ou omissão, ou desejar fazer alguma sugestão para melhorar a qualidade desta apostila, envie sua sugestão para: PHILIPS BUSINESS COMMUNICATIONS Centro de Treinamento - DMP RUA: LOEFGREEN 1057 7º. andar CEP 04040-030 - SÃO PAULO - SP APOSTILA D0 SOPHO iS3030/3050 Pacote Software 810 (Edição : Março 2010) Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 1
  • 2. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 ÍNDICE O SISTEMA SOPHO IS3030/3050...................................................................................................................................4 ARQUITETURA DO SISTEMA......................................................................................................................................5 DESCRIÇÃO BÁSICA DOS SISTEMAS IS3030/3050..................................................................................................6 INTERFACES ANALÓGICAS........................................................................................................................................7 INTERFACES DIGITAIS.................................................................................................................................................7 DESCRIÇÃO DO GABINETE IS3030............................................................................................................................9 LAY OUT DOS GABINETES iS 3030..........................................................................................................................9 Modularidade.............................................................................................................................................................10 LAY OUT DOS GABINETES IS 3030...........................................................................................................................11 DESCRIÇÃO DO GABINETE IS3050..........................................................................................................................13 SOPHO iS3050 (2 Compartimentos).........................................................................................................................14 SOPHO iS3050 (4 compartimentos)..........................................................................................................................14 LAY OUT DOS GABINETES IS 3050...........................................................................................................................14 DESCRIÇÃO DO GABINETE 19 POLEGADAS........................................................................................................15 ............................................................................................................................................................................................15 ............................................................................................................................................................................................15 RACK DE 19 POLEGADAS CAPACIDADE DO SISTEMA ..................................................16 .....................................................................................................................................................................................16 MÓDULO CSM (CONTROLE & COMUTAÇÃO) MÓDULO PERIFÉRICO ........................................16 CPU-3000...........................................................................................................................................................................18 CPU-3000...........................................................................................................................................................................19 A configuração Padrão da CPU-3000 incluirá:........................................................................................................19 Clock de tempo real....................................................................................................................................................20 CPU-3000 (Memória) ...............................................................................................................................................20 CPU-3000 Disco Dual / Conexão Ethernet ..............................................................................................................21 VIC 3000............................................................................................................................................................................22 VIC 3000 e V.24.........................................................................................................................................................22 AM 3000.............................................................................................................................................................................23 Módulo de Acelerador 3000.......................................................................................................................................23 CSN - BC...........................................................................................................................................................................24 REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL - BACK-UP DE BATERIA E GERAÇÃO DE CLOCK (CSN-BC)................24 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 2
  • 3. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 INTERLIGAÇÃO DAS LINHAS DE COMUTAÇÃO................................................................................................25 SOPHO iS3050...........................................................................................................................................................25 MECANISMO E LICENÇA...........................................................................................................................................26 MÓDULO DE COMUTAÇÃO PERIFÉRICA.............................................................................................................27 INTERFACES PERIFÉRICAS DO SISTEMA...........................................................................................................33 Informação de usuário & dados de controle (sinalização)........................................................................................34 Geração de Tons........................................................................................................................................................39 RKT's & RDT's.........................................................................................................................................................39 O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO”..................................................................................40 FIM DA APOSTILA DE ARQUITETURA E HARDWARE........................................................................................41 ANOTAÇÕES E DUVIDAS........................................................................................................................................41 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 3
  • 4. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 O SISTEMA SOPHO iS3030/3050 · O SOPHO iS è completamente digital e Controlado a Programa Armazenado (CPA). O sistema está apto a ser utilizado em ambientes Analógicos, Digitais e em uma Rede Digital de Serviços Integrados (RDSI). · O sistema é baseado em técnicas de processamento distribuído. A transmissão e comutação internas do sistema são baseadas em tecnologia digital (PCM/TDM). · O sistema oferece interface S0 a 4 fios, para conexão de terminais RDSI ao PABX. Os terminais devem são alimentados diretamente pelo barramento S0. Cada porta digital prove alimentação a pelo menos dois terminais RDSI.. · Fornece todas as modernas facilidades de PABX e está apto a manusear comunicações de voz, texto, dados e imagem · O sistema possui ramais digitais de 2 ou 4 fios conectados através de enlaces de 144 kbit/s (2B+D). As conexões digitais para outros PABX's, ou para a rede pública, é efetuadas através de enlaces analógicos ou PCM de 2 Mbit/s. A segunda configuração facilita a criação de um canal digital de um terminal do sistema diretamente para um terminal em outro PABX, ou na rede pública. · O software do sistema é escrito em CHILL, a linguagem de programação de alto nível. · A linguagem de programação para o sistema é Homem-Máquina (MML). · O sistema possui uma rede de comutação do tipo sem bloqueio, para atender ao alto requisito de tráfego necessário para comunicações de dados e de voz. · É possível utilizar-se comunicação simultânea de dados e de voz nas interfaces digitais 2B+D. · O Sistema de Gerenciamento de Performance mostra informações sobre o grau de serviço que o PABX têm oferecido para seus usuários. o grau de serviço do PABX é medido pelo programa de medição de tráfego. · O sistema de gerenciamento de falhas coleta e organizar as falhas (alarmes), e apresenta resumos e anuncio das falhas. · DECT a comunicação dos telefones sem-fio opera via rádio através de um pequeno transmissor / receptor (estação base) Euro-RDSI. Esta é conectada ao SOPHO através do cabeamento telefônico. · Conexão entre SOPHO iS3000 e sistemas baseados em H.323 em uma Rede IP. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 4
  • 5. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 ARQUITETURA DO SISTEMA  Plataforma · Novo processadorCPU-3000 · Novo sistema operacional pSOS · Nova linguagem de software C++ · Nova BIM BIM-NT · Nova CIE CIE-2  Serviços & Manutenção · Novo mecanismo de arquivo DualDisk · Novo PC de manutenção SysMan MPC · Novo mecanismo de licença baseado em SW · Novo tracer de protocolo ISDN, DPNSS, QSIG · Identificação de HW/SW Remoto · Melhorias p/ instalação licença de instalação  Processador para iS3030 & iS3050 · Armazenamento de arquivos na placa (LBU/DBU) · Flash EPROM: 8 Mb / 16 Mb · DRAM: 16 Mb / 32 Mb · Relógio de tempo real com bateria de back-up  Melhoria do gerenciamento de disco : Disco Dual · Dois pacote de CPU na memória flash · Troca fácil e rápida · Sem necessidade de compatibilidade de arquivo MIS · Armazenamento de bilhetagem em memória estática · Carregamento rápido via FTP (ainda não remoto) Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 5
  • 6. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Descrição básica dos sistemas iS3030/3050 A plataforma uniforme de hardware, oferecida através dos diferentes modelos, é baseada em uma arquitetura distribuída, dividindo a plataforma nos seguintes módulos funcionais : - o Módulo de Controle Central (CM); - o Módulo de Rede de Comutação (SM): este módulo não é requerido em todos os modelos; - o Módulo Periférico (PM). Maiores detalhes sobre estes módulos e as placas de circuito periférico (PCBs) utilizadas, são fornecidos nas seções que seguem deste capítulo. SOPHO iS3050 Telefone Analógico PHILIPS 2 36 8 9 1 5 4 7 T 0 # RF P C R DECT 1 2 3 4 5 6 7 08 9 * # Telefone Digital (2 e 4 fios) Terminal IP(SIP) Terminal de OM para conexão com is 3070 PHI LIP S Terminal de OM Rede IP ou serial Rede pública ou outro PABX Analógico Impr esso ra Bilhetagem Digital Alarmes: Remoto ou Local Figura 1 - Projeto Básico do SOPHO iS3000 Posição de Operadora Rede TCP/IP Business Connect digital Display PHIL IPS digi tal PHIL IPS digi tal PHIL IPS digi tal Superviso r Agente Agente Provedor SIP Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 6
  • 7. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Interfaces Analógicas 1166xx AALLCC--EE AATTUU--LLDD AATTUU--GG 44xx DDDDRR 88xx 44xx AATTUU--EE//MM PS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Stor e Pause Recal l RReeddee PHILIPS l Memo recal l LLCC PPúúbblliiccaa RReeddee PPrriivvaaddaa LLCC TTLLCC RRSSTT--IIMM 44xx AATTUU--LLDD TTLLCC Interfaces Digitais PHILIPS PS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # l Memo recal Stor e Pause Recal assinante SOPHO iS 3050 PS PHILIPS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # l Memo recal Store Pause Recal aassssiinnaannttee 22 ffiiooss PHIPS C R DDEECCTT RFP DDCCCC -- 88 1 2 3 4 5 6 7 8 9 * 0 # RReeddee LLCC PPúúbblliiccaa DDLLXX -- UU 2B+D PHIPS PHIPS DDTTXX -- II 44 ffiiooss//SSoo 22BB++DD TTrroonnccoo EE11 3300BB++DD DDTTUU -- PPUU RR22 ddiiggiittaall DDTTUU -- PPHH RRSSTT--IIMM RRSSTT--OOMM SOPHO iS 3050 EETTSSII TTrroonnccoo IISSDDNN//PPRR 3300BB++DD EETTSSII TTrroonnccoo IISSDDNN//BBAA 22BB++DD DDTTXX -- II Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 7
  • 8. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 SISTEMA 21 22 SOPHO iS3030 (1 gabinete) Não usado * SOPHO iS3050 (2 gabinetes) SISTEMA SHELF 11 12 PM CM/PM Não usado * Não usado * Não usado * SHELF PM PM 11 12 13 14 SOPHO iS3050 (2 compartimentos) CM/PM PM Não usado * Não usado * SOPHO iS3050 (4 compartimentos) CM/SM/PM PM PM PM Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 8
  • 9. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Descrição do Gabinete iS3030 LAY OUT DOS GABINETES iS 3030 · SOPHO iS3030 (Mestre) Esta unidade utiliza o primeiro gabinete com 2 compartimentos. O compartimento inferior (compartimento 12) corresponde ao compartimento de controle; nele são alojados a parte de controle que inclui a placa de circuito da CPU (CM) e o controlador do módulo periférico PMC (SM). O compartimento acima do compartimento de controle (compartimento 11) aloja a seção periférica e é utilizado para as placas de circuito PCT. · SOPHO iS 3030 (Escravo) Esta unidade utiliza o segundo gabinete com 2 compartimentos. Ambos os compartimentos (21 e 22) são compartimentos periféricos mas o compartimento inferior (compartimento 22) contém uma placa de circuito PMC (SM), que está conectada à placa de circuito PMC no gabinete MESTRE. SOPHO iS 3030 PM1 MÓDULO PERIFÉRICO PM 2 /SM MÓDULO PERIFÉRICO /CM GABINETE MESTRE 11 12 SOPHO iS 3030 PM1 MÓDULO PERIFÉRICO PM 2 /SM MÓDULO PERIFÉRICO GABINETE ESCRAVO 21 22 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 9
  • 10. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Modularidade • 1º gabinete ( 2 Shelves ) • 288 portas ( 256 analógicas ou 288 anal/dig, 2 operadoras analógicas) • 240 ramais (DECT) e 32 erbs • 2º gabinete ( 2 Shelves ) • 320 portas ( 256 analógicas ou 320 anal/dig, 2 operadoras analógicas) • 240 ramais (DECT) e 32 erbs SOPHO iS3030 SOPHO iS3030 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 10
  • 11. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 LAY OUT DOS GABINETES iS 3030 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 PM 255 PM 255 320 Portas 22 100 P C T 100 100 P C T 100 100 P C T 100 100 100 100 100 100 100 100 100 191 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 100 100 100 100 100 100 100 100 100 100 191 C 01 02 03 04 05 06 07 08 09 100 100 100 100 100 100 O Módulo Periférico (PM), acomoda placas de Circuitos Periféricos - PCTs, em posições chamadas UGs - Grupos de Unidades, bem definidas no compartimento; cada compartimentos dispõe de um máximo de 10 UGs. Uma Fonte de alimentação e uma placa de controle periférico. A Unidade de Fonte de Alimentação - corrente Contínua de Potência Média (PSU-MLD). A PSU-MLD converte a tensão de entrada de -48VDC para várias tensões de saída (+5V, -5V, +12V, -12V, 4VBAT, VCMOS e tensão de corrente de chamada 75V /25 Hz) CPU-3000 é compatível com CPU-ME/MT o que permiti a fácil atualização. A CPU-3000 não suporta pacotes de software anteriores ao SSW810. O Controlador do Módulo Periférico - Amplitude Média (PMC-MC) controla os PCTs nos Grupos de Unidades nos compartimentos dos Módulos Periféricos (PM255). Cada uma das primeiras 8 UG’s (UG0... UG7), dispõe de duas posições no gabinete, para alojar PCTs analógicos ou digitais. Cada posição com 16 portas. As UGs 8 9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs digitais (com protocolo de sinalização digital). Cada posição com 32 portas As Na configuração de 2 gabinetes, a conexão da rede de comutação será feita interligando a PMC mestre (shelf 12) com a PMC escrava (shelf 22) através de cabos conectados via conector frontal: Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 11 100 P C T 100 P C T P C T P C T P C T P C T P C T UG 5 UG 6 P C T P C T P C T P C T P C T P C T PS UMLD UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 01 02 03 03 05 07 07 08 09 6BU 11 12 UG 7 P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T PSUMLD UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 21 2 88 Portas 100 PMC MC 100 PU3000 100 PCT CI P C T P C T P C T P C T P C T P C T UG 5 UG 6 EBU UG 7 UG8 100 UG9 100 PMC MC 100 PCT CI PCT CI Age nteC UG9 UG8
  • 12. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 As UGs 8 9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs digitais (com protocolo de sinalização digital). Cada posição com 32 portas Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 12
  • 13. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Descrição do Gabinete iS3050 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 13
  • 14. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 SOPHO iS3050 (2 Compartimentos) Esta unidade utiliza até dois compartimentos de um gabinete de 4 compartimentos (os dois compartimentos superiores). O compartimento superior (compartimento 1) é o compartimento de controle. Nele são alojados a parte de controle que inclui a placa de circuito da CPU e o controlador do módulo periférico (PMC-MC). O compartimento abaixo do compartimento de controle (compartimento 2) aloja a seção periférica e é utilizado para as placas de circuito PCT. SOPHO iS3050 (4 compartimentos) Esta unidade utiliza até 4 compartimentos de um gabinete de 4 compartimentos. O compartimento superior (compartimento 1) se constitui no compartimento de controle; ele aloja a seção de controle, que inclui a placa de circuito CPU, a placa controladora do módulo periférico (PMC) e a rede de comutação (CSN-BC), quando fornecida. Os compartimentos abaixo do compartimento de controle (compartimentos 2...4) alojam a seção periférica e são usadas para as placa de circuito PCT. SOPHO iS 3050 PM1 /CM/SM MÓDULO PERIFÉRICO PM 2 MÓDULO PERIFÉRICO PM 3 MÓDULO PERIFÉRICO O número máximo de shelves PM 1100 no iS3050 é 4, que permite o máximo de até 4 x 320 = 1280 portas. LAY OUT DOS GABINETES iS 3050 SOPHO iS3050 com 1 Compartimento O compartimento PM 1100 fornece posições de placa para 18 placas PCT, uma placa de controle PMC e uma placa de alimentação PSU-MLD(02). A capacidade máxima de porta é 320 portas. Este compartimento PM 1100 é o de controle então a posição18 é ocupado pela CPU-3000. Como a CPU ocupa uma posição de PCT, o número de porta é menor (288 Portas). Se a CSN-BC Tambem for utilizada na posição 19 então a quantidade de portas máxima é 256. SOPHO iS3050 com 4 compartimentos Os compartimentos 2...4 tem todas as portas reservadas para as placa de circuito PCT (320 Portas). SOPHO iS 3050 11 12 PM1 MÓDULO PERIFÉRICO /CM/SM 288 Portas PM 2 MÓDULO PERIFÉRICO PM 3 MÓDULO PERIFÉRICO 256 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 14 11 12 14 GABINETE iS3050 13 PM 4 MÓDULO PERIFÉRICO Total de portas = 1216 Portas 14 GABINETE iS3050 13 PM 4 MÓDULO PERIFÉRICO 320 Portas 320 Portas 320 Portas 1 226810896688
  • 15. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Descrição do Gabinete 19 polegadas Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 15
  • 16. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Rack de 19 polegadas Capacidade do Sistema Módulo CSM (Controle Comutação) Módulo Periférico Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 16
  • 17. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 17
  • 18. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 CPU-3000 X 12.4 103 101 Alarme V.28 Porta 20 (SMPC Fixo) VIC 3000 DRAM FEPROM (LBU) SIM M 1 SIM M 2 BATERIA PROCESSADOR AM-3000 Porta 21 Porta 22 Porta 23 Porta 24 Porta 25 FBD FBC FBB FBA FAD FAC FAB FAA Não usado Conector Ethernet (Rj45) BIST Connector Marca BP102 BA BB A CPU-3000 é a nova placa de processador para o iS3030 e iS3050. A nova placa contem os seguintes módulos: · VIC-3000 · AM-3000 · Flash SIMMs 8/16 Mbytes · Módulos DRAM 16/32 Mbytes · Conexão Ethernet. Pode suportar até 1216 portas É a sucessor da CPU-ME e CPU-MT e deve ser manipulada exatamente do mesmo modo. CPU-3000 é compatível com CPU-ME/MT o que permiti a fácil atualização. A CPU-3000 não suporta pacotes de software anteriores ao SSW810. O processador padrão da CPU-3000 é um processador da Motorola família 68000, o MC68360. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 18
  • 19. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 CPU-3000 A tabela abaixo mostra a uma comparação entre as figuras de apresentação das várias famílias de processador. Claramente mostra que o CPU-3000 é 3 vezes mais rápida que a CPU-ME/MT. junto com o módulo de acelerador AM-3000 é 6 vezes mais rápida; quase tão rápida quanto a CCS (100.000 BHCA)! VIC 3000 20 21 Sinalização de Alarme Externo Porta SMPC fixo 005/ 100/ 400 Processador BHCA Cold start Warm start Start-up hot not hot hot not hot time 22 23 CPU-3000 (SSW810.20) 45.000 2.15 4.02 1.50 3.36 10.80 24 CPU-3000 AM-3000 90.000 2.04 3.52 1.45 3.27 6.96 25 CPU-ME/MT (SSW805) 15.000 2.40 9.00 2.10 8.30 22.10 Conector Ethernet CP U A configuração Padrão da CPU-3000 incluirá: processador de Motorola MC68360 clock de tempo real (relógio da Central) com bateria de backup. Flash bootprom 8 Mbytes memória Flash 16 Mbytes de DRAM Conexão de ethernet 10baseT a Placa de VIC-3000 possui 5(6) Interfaces V.24 Embora o CPU-3000 tenha uma bateria de backup para o clock de tempo real, não tem nenhuma Unidade de Backup de Emergência (EBU) como a CPU-ME/MT tinha. Isto significa que quando nenhuma unidade de Backup de energia externa for usada, a CPU-3000 perderá todos os dados dinâmicos, como por exemplo, Siga-me; depois da falta de energia Na seção seguinte nós discutiremos as novas características da CPU-3000. 3000 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 19
  • 20. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Clock de tempo real O CPU-3000 tem um clock de tempo real na placa . Uma bateria cuida que até fora do ar, por falta de energia o clock permaneça ativo. Não é mais necessário, colocar a hora correta da central manualmente depois de um longo tempo do sistema-fora do ar. Então até quando nenhum Sysmanager for conectado, não será necessário ajustar manualmente a hora depois de um restart. Para mudança do horário de verão porém, o SysManager é exigido. CPU-3000 (Memória) Memória A placa de CPU-3000 tem dois slots para memória de flash SIMM (FEPROM) e uma posição para um módulo de DRAM. Com SSW810.20 a CPU-3000 padrão deve ser configurada com uma capacidade de memória de flash de 8Mbytes e com um módulo de DRAM de 16Mbytes. A memória de flash é não volátil, e é usada para armazenar os pacotes de software necessários para o SOPHO iS3000 e outros dados, como bilhetagem. Até em uma situação de falta de energia o conteúdo do disco é mantido. O pacote de software será executado para a DRAM. Também a configuração do sistema é armazenada na DRAM. o DRAM é volátil, significando que se a energia faltar, o conteúdo será perdido. Memória Tipo #Slots Padrão Expansão Usado por FEPROM Não -volátil dois-slots na CPU 8Mb SIMM (um slot) 8 e 16Mb SIMMs Memória de pacotes de software (max. 16Mb) e outros dados (por exemplo bilhetagem). DRAM volátil um slot na CPU modulo 16Mb modulo (16 ) e 32 Mb Execução de pacotes de software Para acrescentar memória de flash, SIMMs extras podem ser adicionados. Estão disponíveis placas SIMM de 8 Mbytes e 16 Mbytes. Por CPU-3000 dois destes SIMMs podem ser instalados (dois slots), significando que a capacidade de memória de flash pode ser 8, 16, 24 ou 32 Mbytes. Um máximo de 16 Mbytes pode ser usado para a memória de pacote de software (no slot 1), outros 16 Mbytes podem ser usados para outros propósitos (no slot 2). O padrão 8 Mbytes FEPROM é suficiente para instalar um segundo pacote de software. Quando outros dados como arquivos batch, Bilhetagem, dados de medição de tráfego, etc., estão armazenados nesta memória, é recomendado pelo menos o 16 Mbytes SIMMs para o slot 1. Nota: O SSW810.20 ainda não terá capacidades de FTP remoto Como com a memória de flash também o DRAM pode ser expandido. Dois módulos de memória estão disponíveis; um 16 e um Módulo de 32 Mbytes. Por CPU-3000 só um módulo de DRAM pode ser instalado (um slot), significando que as opções são: 16 Mbytes (padrão) ou 32 Mbytes. Então, só o Módulo de 32 Mbytes é uma expansão real (substituindo o Módulo padrão de 16 Mbytes). Atualmente 16 Mbytes é suficiente; o Módulo de 32 Mbytes pode ser usado para futuros, pacotes de software (mais exigentes). Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 20
  • 21. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 CPU-3000 Disco Dual / Conexão Ethernet Disco Dual A placa de dispositivo de backup tem a possibilidade de criar outro dipositivo, nova característica chamada DualDisk *, que está disponível na CPU-3000. DualDisk ativa um segundo pacote de software que pode ser baixado para a memória de flash do sistema e troca entre a atual e o novo pacote de software, com o mínimo tempo fora do ar. * - Tecnicamente será chamado 'Modo de Manutenção'. Conexão Ethernet O placa CPU-3000 tem uma conexão de Ethernet padrão. Com SSW810.20 as seguintes funcionalidades são suportadas por este link: Integração de Telefone de computador (CTI) Uso local do Protocolo de Transferência de arquivos (FTP) O link está especialmente adaptado para suportar os comandos CTI necessários usados no ContactCentre 400 séries. O link de Ethernet CTI acima também tem uma apresentação muito mais alta de processamento que as interfaces de S0 que foram usadas até agora. Este permite o uso de aplicativos melhores (freqüentemente exigindo mais apresentação). Os servidores de CTI serão normalmente conectados a uma LAN; é mais eficiente e lógico conectar o ISPBX com esta LAN. O link Ethernet também pode ser utilizado para carregamento de arquivos do SMPC ou SysManager para a CPU-3000. Atualmente só pode ser usado localmente. Em uma versão futura do pacote 810 o carregamento remoto também será suportado. Em vez de usar o protocolo BCS lentos da interface V.24, use o Protocolo de Transferência de arquivos rápida (FTP), da interface Ethernet. FTP é um dos protocolos padrão usado no mundo para IP. Permite o carregamento de um pacote de CPU do SMPC até a CPU-3000 via FTP só levará aproximadamente 1 minuto comparados aos 25 minutos com SMPC via o protocolo de Bcs da porta V.24. SMPC / SysManager FTP client e OM atpelrimcaiçnãal o FTP Etherne t BC S V2 4 iS3030/305 0 CPU- 3000 VIC- 3000 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 21
  • 22. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 VIC 3000 VIC 3000 e V.24 Como com a CPU-ME/MT, uma Placa de interface de V.24 estará disponível. O VIC-3000 tem 6 interfaces V.24 e 1 interface V.28. O VIC-3000 é uma placa escrava da CPU-3000. Se a conexão de Ethernet na CPU-3000 é usada um das portas de V.24 será desativada. Neste caso só 5 interfaces V.24 estarão disponíveis. O comportamento da VIC 3000 é comparável com o VIC-MT. A VIC 3000 é obrigatória na CPU-3000. Futuramente o gerenciamento e manutenção poderá ser completamente feito da conexão de Ethernet. Uma vez disponível a placa VIC-3000 se tornará uma opção. Porta 20 (SMPC Fixo) VIC 3000 Alarme V.28 Porta 21 Porta 22 Porta 23 Porta 24 Porta 25 FBD FBC FBB FBA FAD FAC FAB FAA Não usado Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 22
  • 23. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 AM 3000 Módulo de Acelerador 3000 O Módulo Acelerador 3000 oferece a possibilidade melhorar a performance do CPU-3000. O AM 3000 é um co-processador (Motorola MC 68040) é inserido em um soquete na CPU-3000. Com o AM 3000 a performance da CPU-3000 será igual a da placa CCS do modulo CSM redundante (Sopho iS3090). Este co-processador tem o benefício de permitir que cada modelo do SOPHO iS3000 alcance toda a performance disponível que precisam. Para aplicativos de CTI exigentes (por exemplo: sofisticados Call Centers) podem agora também ser interligados a modelos iS3000 de menor capacidade. Então, para estes clientes não há necessidade mais de comprar um iS3070/90 super dimensionados só porque eles precisaram de maior capacidade de processamento. Nós podemos agora oferecer iS3030/50 com CPU- 3000 e AM 3000 para estes clientes. O AM-3000 é uma garantia para os clientes que pacotes de software e aplicativos futuros podem usar o CPU-3000 sem restrições de performance. Então quando pacotes de software futuros precisarem mais performance, o AM-3000 pode resolver. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 23
  • 24. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 CSN - BC REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL - BACK-UP DE BATERIA E GERAÇÃO DE CLOCK (CSN-BC) A comutação em um PABX/RDSI corresponde ao processo de encaminhamento de informação senviada de uma origem para uma destinação específica. Origens e destinações podem ser de diferentes tipos como por exemplo, terminais de dados, VDUs, computadores, Redes etc. Suponha que um periférico “A” deseja enviar informação par o periférico “B”. Esta informação é dirigida para o periférico “B” através de um dispositivo de encaminhamento chamado de uma comutação. Esta comutação está localizada tanto na placa de circuito PMC (no caso de um SOPHO-iS3030/50 de dois compartimentos) quanto na CSN-BC (no caso de um SOPHO-iS3050 de mais que dois compartimentos) . O CSN-BC (Rede de Comutação Central, Back-up de Bateria e Regeneração de Clock), habilita a comunicação entre todos os PMCs e monitora o circuito de back-up de bateria e os +5V DC (EBU). Caso qualquer destes apresentar uma condição de alarme então a CSN-BC relata o fato para a CPU-3000. A CSN-BC contém uma comutação do tipo sem bloqueio sendo que a placa de circuito pode ter até 4 PMCs conectados a ela. Uma PMC também possui uma comutação sem bloqueio em sua placa de circuito mas a comutação é pequena e somente permite comunicação entre os PCTs montados em seu próprio compartimento; a comutação no CSN-BC é maior e permite a comunicação entre todas PMCs em todos os compartimentos. CONECTOR EBU ALIMENTACÃ OE CIRCUITO WATCHDOG P IC CLOC K P m RAM m EPRO M CIRCUIT DE BAOCK-UP DE BATERIA BUFFER DE COMUNICAÇÃO SERIAL IMP REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL CIRCUITO REGENDEER AÇÃO CLDOEC K LED's de Estado RECEPTORE TRANSMSI/SSORE SINCRSONOS ENTRADAS DE CEXLOTECRKN O Para PMC-( máxMimCo 4) Se a DTU estiver incluída no PABX/RDSI, a CSN-BC pode ser usada para receber a sincronização proveniente de um sinal de clock externo. Quando um sinal externo não é disponível então a CSN-BC gera um sinal de clock interno. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 24
  • 25. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Interligação das Linhas de Comutação SOPHO iS3050 • Na configuração de até 2 shelves, a conexão da rede de comutação será feita interligando a PMC mestre (shelf 11) com a PMC escrava (shelf 12) através de cabos conectados via conector frontal: · Conector FCA (Mestre) - FCC (Escravo) · Conector FCB (Mestre) - FCD (Escravo) • O iS3050 necessita de uma Rede de Comutação Central (CSN-BC = Central Switching Network - Battery charge Control), quando usa no mínimo 3 PMs local e nenhuma RPMs. Esta CSN-BC é instalada na posição 19 da primeira PM1100 (Shelf 11, compartimento de controle). • Conector FCC PMC (Shelf 11) - FBA (CSN- BC) • Conector FCD PMC (Shelf 11) - FBB (CSN- BC) • Conector FCC PMC (Shelf 12) - FBC (CSN- BC) • Conector FCD PMC (Shelf 12) - FBD (CSN- BC) • Conector FCC PMC (Shelf 13) - FCA (CSN- BC) • Conector FCD PMC (Shelf 13) - FCB (CSN- BC) • Conector FCC PMC (Shelf 14) - FCC (CSN- BC) • Conector FCD PMC (Shelf 14) - FC D (CSN- BC) SOPHO iS 3050 SS PP HH II PPM MC C CS S N PPM MCC PPM MC C PM MC C Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 25
  • 26. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Mecanismo e Licença O pacote de software 810 utiliza o mesmo mecanismo de licença introduzido com o SysManager. Cada sistema possui uma única identificação denominada ‘impressão digital’ (fingerprint). A impressão digital é armazenada na placa CPU3000 ou na placa CIE-2. Baseado nessa impressão digital e nas licenças que o cliente comprou, é gerado uma seqüência (string) de licença. Esta seqüência de licença define quais licenças estarão disponíveis no sistema. A seqüência de licença é colocada em um arquivo de licença, o qual é ativado na inicialização do sistema ou através de comando de manutenção operacional. A presença e o conteúdo da seqüência de licença e da impressão digital são verificados na inicialização do sistema e em intervalos regulares de tempo. Se o resultado da verificação não for correto, o sistema torna-se operacional com a configuração mínima 32 ramais e com todas as funções que não são restritas pelo mecanismo de licença. Existem dois tipos de licenças; - Permissão; Uma licença de permissão define se a função é permitida naquele sistema. De fato é uma licença de sistema. - Numérica; Uma licença numérica define a quantidade de ocorrências de uma licença, por exemplo, a quantidade total de usuários de ‘compartilhamento de mesas’. Além dos tipos de licenças também pode variar o tempo de validade de uma licença. As seguintes varáveis são possíveis: - Infinita; Válida durante toda a vida do sistema. - Try Buy (testar e comprar); Com uma licença try buy é possível fazer a demonstração de uma função de software para o cliente. Após o período de validade do try buy o cliente pode decidir a compra da função. A licença de try buy tem um período de validade de três meses. Ela somente pode ser ativada uma única vez por sistema. - Temporária; Uma licença temporária tem um período de validade definido. Este pode ser um ou diversos meses. Deve ser pago um valor por mês. O pacote de software 810 possui ainda uma licença de serviço. Esta é uma licença temporária e única por sistema. A licença de serviço torna possível a utilização livre de todos os módulos de software do pacote 810 por um período de tempo limitado. Sendo ela única por sistema e com validade temporária há uma prevenção contra fraudes com a licença de serviço. Deve ser levado em conta que o engenheiro de serviço deverá gerar uma licença de serviço para cada sistema que ele visitar e quando a licença de serviço for necessária. As licenças são geradas através da Intranet da Philips Business Communications. Isto garante a rápida e fácil geração da licença. O servidor está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 26
  • 27. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Módulo de Comutação Periférica A Rede de Comutação corresponde ao módulo onde são executados os enlaces digitais no sistema SOPHO iS3000, que fazem parte os sistemas SOPHO iS3030/3050. A Rede de Comutação do sistema SOPHO iS3000 é do tipo TDM/ digital. A comutação consiste na transferência das informações, recebidas através dos canais de 64 Kbits/s (8 bits), pertencentes às linhas de 2 Mbits/s de entrada, para os canais de 64 Kbits/s pertencentes às linhas de 2Mbits/s de saída. A relação entre o canal de entrada (onde são recebidas as informações a serem transferidas) e o canal de saída (para onde se destinam estas informações) é definida através de comandos recebidos do Controle Central do sistema(CPU). canais 64 Kbits/s (8 bits) 0 time slots 31 0 time slots 31 REDE DE COMUTAÇÃO linha 2 Mbits/s(entrada) linha 2 Mbits/s(saída) Processador MEMÓRIA 8 bits CONTROLE Todas as portas de acesso ao sistema (através das interfaces associadas) se conectam à Rede de Comutação do sistema SOPHO iS3030/3050, através de canais de 64 Kbits/s, pertencentes a linhas de 2 Mbits/s, integrantes do Bus PM. Estas interfaces estão acomodadas em placas de circuitos periféricos - PCT’s. Estes circuitos periféricos, estão agrupados, nos compartimentos do sistema, através dos chamados UG’s - Grupos de Unidades. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 27
  • 28. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Os Grupos de Unidades UG’s, em número de dez, se conectam à Rede de Comutação do sistema SOPHO iS3030/3050, através de linhas de 2Mbits/s, que estão fisicamente localizadas no barramento traseiro do gabinete. PMC-HR REDE DE COMUTAÇÃO 0 31 0 31 0 31 0 31 linhas 2 Mbits/s USO 0 USI 0 USO 1 USI 1 USO 9 USI 9 UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 UG 5 UG 6 UG 7 UG 8 UG 9 Interfaces Periféricas A ocupação dos 32 canais, integrantes da linha de 2Mbits/s (USI USO) que interliga cada UG à Rede de Comutação, é feita de acordo com o tipo de Interface Periférica (PCT - Peripheral Circuit) acomodada nesta UG. Por exemplo: suponhamos que uma UG venha a ser preenchida por 2 placas ALC-E Circuito de Linha Analógico, que fornece interface para 16 portas analógicas; teremos portanto no total 2 x 16 portas analógicas. Neste caso, os 32 canais da linha de 2Mbits/s correspondente, serão associados às 32 portas das 2 placas ALC, ou seja, porta 0 associada ao time slot TS 0, porta 1 associada ao TS 1, e assim sucessivamente, até a última porta da segunda placa ALC que seria associada ao time slot 31. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 28
  • 29. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 No exemplo da figura abaixo, é mostrada a conexão de uma Porta “A“ localizada na UG 0 com uma Porta “B“ localizada no UG 1. O acesso de uma Porta “A“ (pertencente por exemplo à UG 0), a outra Porta “B“ (pertencente à UG 1), localizada no mesmo gabinete, se dá através da Rede de Comutação Temporal do mesmo gabinete onde estão localizadas estas portas. Desta forma, através desta Rede de Comutação estarão conectados: · Transmissão de “A“ com Recepção de “B“ : TS “A“ da linha USI 0 com o TS “B“ da linha USO 1 · Transmissão de ”A“ com Recepção de “B“ : TS “B“ da linha USI 1 com o TS “A“ da linha USO 0 No caso em que as portas a serem conectadas estiverem localizadas em UGs pertencentes a gabinetes diferentes, consideraremos como exemplo: que a parte “A“ esteja localizada no primeiro gabinete e a parte “B“ localizada no segundo gabinete; PMC-HR USO 0 USI 0 USO 1 REDE DE COMUTAÇÃO 0 0 B 1 USI 1 UG 0 UG 1 Interfaces Periféricas A 1 A B TS(A)/USI 0 TS(B)/USO 1 TS(B)/USI 1 TS(A)/USO 0 Transmissão de “A“ com Recepção de “B“ : O TS “A“ da linha USI 0 será conectado, através da Rede de Comutação do primeiro gabinete, à um TS pertencente a uma das linhas que interconectam os dois gabinetes; este TS será escolhido pelo processador central. Na Rede de Comutação do segundo gabinete, este TS (escolhido pelo processador central) será conectado então ao TS “B“ da linha USO 1 associado à porta “B“ . Transmissão de “B“ com Recepção de “A“ : O TS “B“ da linha USI 1 será conectado, através da Rede de Comutação do segundo gabinete, à um TS pertencente a uma das linhas que interconectam os gabinetes; este TS será escolhido pelo processador central. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 29
  • 30. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Na Rede de Comutação do primeiro gabinete, este TS (escolhido pelo processador central) será conectado então ao TS “A“ da linha USO 0 associado à porta “A“ . O acesso do usuário ao sistema, é feito através de interfaces que se conectam à Rede de Comutação periférica, através de canais de 64 Kbits/s, pertencentes a linhas de 2 Mbits/s, integrantes do Bus PM, que fisicamente, se localiza no barramento traseiro do compartimento periférico (shelves 255/1100/CSM). No exemplo da figura abaixo, é mostrada a conexão de uma Porta “A“ localizada no compartimento 0 com uma Porta “B“ localizada no compartimento 1. O acesso de uma Porta “A“ (pertencente ao compartimento 0), a outra Porta “B“ (pertencente ao compartimento 1), se dá através da(s) rede(s) de comutação periférica do(s) compartimento(s) onde estão localizadas estas portas, e também através da rede de comutação central do sistema. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 30
  • 31. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Desta forma, através das redes de comutação: periférica central, estarão conectadas as portas “A“ e “B“ conforme o diagrama abaixo: PMC-MC USO 0 USI 0 USO 1 USI 1 UG 0 UG 1 Interfaces Periféricas PM A REDE DE COMUTAÇÃO PERIFÉRICA 0 0 B 1 1 A B p p q q TS(A)/USI 0 TS(x)/NIC p TS(y)/NIC q TS(B)/USO 1 TS(B)/USI 1 TS(m)/NIC q CSN-BC n x y m REDE DE COMUTAÇÃO CENTRAL TS(n)/NIC p TS(A)/USO 0 TS(x)/NIC p TS(y)/NIC q T S(m)/NIC q TS(n)/NIC p Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 31
  • 32. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 A rede de comutação periférica (PMC – HR) é fisicamente implementada, através de quatro chips de comutação digital: TSW time swich - PEB20455; estes chips possuem 16 linhas de 2Mbits/s de entrada e 8 linhas de 2Mbits/s de saída. A distribuição das conexões é apresentada na figura abaixo: 0 1 2 F 0 1 2 7 TS1 PEB20455 3 0 1 2 F 0 1 2 7 TS2 PEB20455 3 0 1 2 F 0 1 2 7 TS3 PEB20455 3 0 1 2 F 0 1 2 7 TS4 PEB20455 3 AUX I 0 ADD-ON I 1 TONES I 2 USI 0....9 3..7, B..F NICI 0..1 8..A 0..2 NICO 0..1 3,4 USO 0 5 AUXO 1(teste) 6,7 ADD-ONO 1,2 0..2 NICO 2..3 3,4 AUXO 1,2 5,6 USO 2,3 0..2 NICO 4..5 3 USO 5 5 AUXO 1(teste) 6,7 USO 4,8 0..2 NICO 6..7 3 AUXO 1(teste) 4,5,7 USO 6,7,9 AUX I 0 ADD-ON I 1 TONES I 2 USI 0....9 3..7, B..F NICI 2..3 8..A AUX I 0 ADD-ON I 1 TONES I 2 USI 0....9 3..7, B..F NICI 4..5 8..A AUX I 0 ADD-ON I 1 TONES I 2 USI 0....9 3..7, B..F NICI 6..7 8..A Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 32
  • 33. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Interfaces Periféricas do Sistema · Configuração As Interfaces Periféricas do Sistema são implementadas através de circuitos periféricos; estes circuitos são agrupados em placas de circuitos periféricos chamadas: PCTs - Peripheral Circuits. Estas placas de Circuitos Periféricos - PCTs, são acomodadas em posições bem definidas nos gabinetes, chamadas UGs - Grupos de Unidades; cada gabinete dispõe de um máximo de 10 UGs. Cada uma das primeiras 8 UG’s (UG0... UG7), dispõe de duas posições no gabinete, para alojar PCTs analógicos ou digitais. As UGs 8 9 dispõe, cada uma, de somente uma posição no gabinete, para alojar somente PCTs digitais (com protocolo de sinalização digital). O compartimento (R)PM255 pode ser usado como PM Remota, os 2 compartimentos, são mostrado abaixo: 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 19 1 E B U - 10 P S - M L D U - * 1 0 0 UG 0 P C T 1 0 0 PC T 1 0 0 UG 1 PC T 1 0 0 PC T 1 0 0 UG 2 P C T 1 0 0 P C T 1 0 0 UG 3 P C T 1 0 0 P C T 1 0 0 PC T 1 0 0 UG 4 P C T 1 0 0 UG 5 PC T 01 1 0 0 PC T 02 1 0 0 UG 6 PC T 03 1 0 0 PC T 04 1 0 0 UG 7 P C T 05 1 0 0 P C T 06 1 0 0 PM C -M C 07 0 0 5 UG8 08 0 0 5 UG9 P C T - C I 09 CP U 3 000 Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 33
  • 34. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 O compartimento PM1100: Controlador do Módulo Periférico - Faixa Média (PMC-MC) o modulo PM1100, é mostrado abaixo: 1 9 1 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 1 0 0 0 0 3 0 0 5 0 0 5 P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T P C T - C I AOC P M C-M C P C T / O B S P S U --M L D UG 0 OU D OC UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 UG 5 UG 6 UG 7 U U G 8 G 9 Opcional E B U Opcional CP U 3 000 01 03 05 07 09 11 13 15 17 19 21 23 Informação de usuário dados de controle (sinalização) Para o transporte da informação de usuário, cada UG possui acesso individual à Rede de Comutação do gabinete, através de uma linha de 2 Mbits/s, chamada linha de Usuário: USI USO. Esta linha transporta dados de usuário do sistema, que são diretamente comutados, sem sofrerem nenhum tipo de análise. Exemplo: No caso de uma placa ALC-E (Placa de Circuito de Linha analógico), cada um dos seus 16 circuitos de linha (periféricos), possui um canal específico (um na linha USI e outro na linha USO), para o transporte de informações de usuário. A placa ALC-E, localizada na primeira posição de uma UG, utiliza os canais 0...15 (das linhas USI USO), para o transporte da informação de usuário de seus 16 circuitos respectivamente; a placa localizada na posição adjacente da mesma UG, utiliza respectivamente, os canais 16...31, das mesmas linhas (USI USO), para o transporte das informações de usuário de seus 16 circuitos. No caso específico de PCTs digitais (com protocolo de sinalização digital), são reservados, canais desta linha de usuário (USI USO), para comunicação entre o processador da placa PCT, e o processador do sistema. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 34
  • 35. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Como exemplo, a placa DTX-I (interface para linha digital), reserva o TS 0 da linha USI USO, associada à UG onde está localizada, para transporte do protocolo de sinalização entre o processador de sua placa e o processador periférico do sistema (PPU). PMC-MC USO 0 USI 0 CODO 0 CODI 0 Bus I/O 0 0 0 REDE COMUTAÇÃO CIRCUITOS 16 17 18 19 20 21 30 31 2 3 4 5 14 ALC-E ALC-E UG 0 0 1 15 31 0 31 0 31 0 31 PCC Processador Periférico BUS PM DE Para o transporte dos dados de controle (sinalização), as UGs 0...7, também possuem, cada uma delas, outra linha de 2 Mbits/s chamada linha de Dados de Controle: CODI CODO. Esta linha transporta dados, referente a sinalização e controle, entre os circuitos periféricos de sua placa e o processador periférico do sistema (PPU). Exemplo: cada um dos 16 circuitos de linha (periféricos), integrantes de uma placa ALC-E (Placa de Circuito de Linha analógico), possui um canal específico (um na linha CODI e outro na linha CODO), para o transporte de informações de dados de controle. A placa ALC-E, localizada na primeira posição de uma UG, utiliza os canais 0...15 (das linhas CODI CODO), para o transporte da informação dos dados de controle de seus 16 circuitos respectivamente; a placa localizada na posição adjacente da mesma UG, utiliza respectivamente, os canais 16...31, das mesmas linhas (CODI CODO), para o transporte das informações de controle de seus 16 circuitos. Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 35
  • 36. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 CODI 0 CODO 0 Bus I/O 0 31 0 31 PCC Processador Periférico ALC-E 16x circuitos (0...15) DG 8 x 8 x BUS PM PMC-MC USO USI a b Relé de Corrente de Chamada Alimentação de Linha Detetor B.Terra 1 1 CODI BUFFER DE ESTADO CODEC BUFFER DE COMANDO CODO 1 1 1 Detetor Loop de Corrente UG 0 ALC-E DG 8 x 8 x 16x circuitos (16...31) CODO CODI O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO”, corresponde a uma PCI inserida no Módulo Periférico PM, responsável pelo controle dos Circuitos Periféricos - PCTs instalados no compartimento controlado por esta PMC. A função principal do PMC é de distribuir mensagens de controle de/para os PCTs, operando como um estágio intermediário entre PCTs e a CPU do SOPHO iS3030/3050. A comunicação entre a CPU do SOPHO iS3030/3050 e o PMC é feita através do Protocolo IMP Internal Message Protocol (proprietário da PHILIPS). Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 36
  • 37. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 PMC USI/USO CODI/CODO PCT'S Seleção de Placa CLK FRS O Bus PM transfere: · informação de dados (Ex: dados de controle, dados de usuário); · sinais de seleção de linhas e de controle A informação de dados é transferida através de 2 linhas de 2Mbps: CODI CODO para os dados de controle ( palavra de status e informação de ativação); USI USO para os dados de usuário (ex: informação de conversação) As linhas de seleção são usadas para selecionar os PCT's. A seleção de um dos 32 PCT's se dá da seguinte forma: · O sinal PCT Selection - C/8 endereça ciclicamente cada PCT em todas as placas Periféricas numa UG; · O sinal Peripheral Card Selection - CS seleciona uma das duas Placas Periféricas numa UG; · O sinal Enable Peripheral Card Output Buffer - BUF habilita a informação de saída de uma das placas periféricas de cada UG. Uma vez selecionado, um PCT pode oferecer/aceitar: · Um byte de dados de conversação via USI USO; · Um byte de dados de controle/status via CODO/CODI. No PMC existem 2 chips PCC - Peripheral Circuit Controller (custom chips OQ1504), com a função de: · enviar dados de controle para os PCT's · receber dados de controles dos PCT's Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 37
  • 38. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Cada PCT possui um time slot dedicado, no link de 2Mbps da UG relativa. A CPU do SOPHO iS3030/3050, envia mensagens de controle ao PCT através de um canal lógico aberto neste time slot; por sua vez o PCT reporta seus status via bytes de status. O PCC faz a varredura dos 32 canais da linha CODI de cada UG (4 em paralelo) e coleta os bytes de status dos 128 PCTs. O número do canal é determinado a partir de sua posição com respeito ao sinal FRS. Assim que uma mudança no status do PCT tiver sido detectada, o PCC envia uma interrupção para o processador Z80. Z80 bus Z80 bus CIC Conversor PCC PCC UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 0 UG 1 UG 2 UG 3 UG 4 UG 5 UG 6 UG 7 UG 4 UG 5 UG 6 UG 7 Lógica de Interrupção INTERRUPÇÃO CODI CODO CODI CODO Através da Lógica de Interrupção a CPU-Z80 (Processador Periférico) pode determinar qual dos dois PCCs está gerando um pedido de interrupção. O microprocessador do PMC (Processador Periférico), pode determinar qual o PCT teve seu status modificado, a partir da posição do byte de status na memória do PCC. Na maioria da vezes, uma modificação no status resultará numa mensagem de controle, que a CPU (Módulo de Controle), enviará para o PCT em questão; o Processador Periférico CPU-Z80, coloca esta mensagem dentro do PCC. O PCC por sua vez, tem a função de multiplexar a mensagem no canal apropriado (time slot). Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 38
  • 39. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 Geração de Tons Uma RAM estática de 32K8 (Status Tone Circuit RAM) é usada para armazenar o status de vários sinais e alarmes, e também para armazenar 32 tons requeridos pelo PABX. Assim os dados digitais (gerados por software) necessários para produzir até 32 tons estão armazenados nesta RAM. Os dados selecionados a partir da RAM (8 bits paralelo) são convertidos para serial (chip conversor paralelo/serial) e enviados para comutação numa linha de 2Mbps reservada para tons. Todos os tons estão continuamente presentes nos time slots na linha de 2Mbps; os tons são selecionados individualmente quando a comutação encaminha um time slot para uma outra linha de 2Mbps. RKT's RDT's Existem 2 chips (77C25) DSP - Processamento de Sinal Digital na placa PMC. Cada chip contém Firmware para: · 3 Receptores RKT's; · 2 Receptores RDTs; Os canais da linha de 2Mbps AUXO 1 fornecem 6 timeslots para RKT e 4 timeslots para RDT. O DSP deve ser resetado e programado antes que possa ser usada. Quando a PMC está sendo inicializada os DSPs são programados pelo microprocessador PMC. · Conferência a Três O circuito integrado ATC (OQ 1503), é capaz de executar as funções de Conferência a três (Add-on) e Geração de Tons; esta última função na PMC, é executada pelo STC (Status Tone Circuit). · Co-processador de Protocolo - PCP O PCP é um custom chip (OQ 1512), que trata mensagens do sistema constituídas de acordo com o protocolo IMP. Estas mensagens são inseridas em timeslots dedicados de um link USI USO e são usadas para comunicação com PCTs que só utilizam protocolo IMP (ex: DLC, DTU-PH, IPH, etc.) ou protocolos orientados a bit (ex:HDLC). No máximo 16 timeslots podem ser tratados por este chip, onde o protocolo usado por cada canal (IMP ou BOP) é selecionavel. O PCP converte os dados provenientes do link de 2Mbps em dados paralelo (e vice- versa) os escrevendo em seguida, numa memória, onde poderão ser analisados pelo Host (Z80). A CPU-PMC (Z80) atenderá um pedido de interrupção colocado através de um chip CTC-Z80 que recebe a interrupção coletada, através de um decodificador dos 4 dispositivos I/O presentes na PMC (PCP, DSP, PCC e STC). Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 39
  • 40. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 O PMC - “CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO” MESA(s) OPERADORA(s) OPCIONAL AOC ou DOC Co-Processador Protocolo CIRCUITOS RKT/RDT GERADOR de TONS MICRO PROCESSADOR CONTROLADOR DO MÓDULO PERIFÉRICO 2048 kbps 2048 kbps MEMÓRIA regenerador de CLOCK PMC-MC entradas de CLOCK EXTERNO PMC-MC INTERCONEXÃO de REDE 2048 kbps 12 X 2048 kbps 4096 kbps 6 X 4096 kbps usado somente na RPM255/1100 Sinais de CLOCK e SINCRONIZAÇÃO de QUADRO das NICs 2048 kbps 8 X 2048 kbps 2048 kbps UG 0 UG 7 UG 8 UG 9 8 X CONFERÊNCIA A TRÊS 2048 kbps 2048 kbps COMUTAÇÃO PM PCC CONTROLE PM BUS I/O Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 40
  • 41. CENTRO DE TREINAMENTO S RAD Arquitetura e Hardware 3030/3050 FIM DA APOSTILA DE ARQUITETURA E HARDWARE ANOTAÇÕES E DUVIDAS Descritivo da Arquitetura e Hardware do SOPHO iS3030/3050 pacote 810. Para uso do CENTRO DE TREINAMENTO 41