<ul><li>Malas que contam histórias </li></ul>Joana Cavalcanti ESE de Paula Frassinetti – Porto [email_address]
O Princípio Mágico “ Era uma Vez…”
Leitura e Linguagem <ul><li>Um corpo – Linguagem </li></ul><ul><ul><ul><li>“ O baptismo” </li></ul></ul></ul><ul><li>A alm...
A criança: <ul><li>falta de experiência de vida/potencial de recepção; </li></ul><ul><li>abertura para o novo; </li></ul><...
O leitor do Pré-escolar <ul><li>“ player”: ouvinte de histórias, assume o papel de participante/actor confiante no mundo d...
O leitor sensório-motor  (até aos 2 anos) <ul><li>oralidade </li></ul><ul><li>rimas infantis/contacto com álbuns/imagens q...
O leitor pré-operacional (2 aos 7 anos) <ul><li>aparição da função simbólica (linguagem)/ sentido categoriza a realidade <...
O leitor pré-conceptual (2 aos 4 anos) <ul><li>Intui a realidade (pré-conceito) </li></ul><ul><li>Experimenta a realidade ...
Indicação <ul><li>Para os pequenos leitores o livro de “imagem” (álbum) exerce poder de sedução </li></ul><ul><li>A imagem...
O livro para crianças: destinatário expresso <ul><li>Conteúdo: </li></ul><ul><ul><ul><li>Experiências típicas da infância ...
O livro para crianças: destinatário expresso <ul><li>Qualidade: </li></ul><ul><ul><ul><li>Deve estar presente em toda a ob...
“ A palavra escrita ajuda a escutar a voz humana”
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Malas Maia

1.302 visualizações

Publicada em

Malas que contam histórias na Maia

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Malas Maia

  1. 1. <ul><li>Malas que contam histórias </li></ul>Joana Cavalcanti ESE de Paula Frassinetti – Porto [email_address]
  2. 2. O Princípio Mágico “ Era uma Vez…”
  3. 3. Leitura e Linguagem <ul><li>Um corpo – Linguagem </li></ul><ul><ul><ul><li>“ O baptismo” </li></ul></ul></ul><ul><li>A alma das histórias </li></ul><ul><ul><ul><li>“ O Simbólico” </li></ul></ul></ul><ul><li>O caminho da alma </li></ul><ul><li>O tecido das histórias: expressão de humanidade </li></ul><ul><li>Humanizar/religar  resignificar o mundo </li></ul>
  4. 4. A criança: <ul><li>falta de experiência de vida/potencial de recepção; </li></ul><ul><li>abertura para o novo; </li></ul><ul><li>necessidade de “fantasia” (criatividade) </li></ul>
  5. 5. O leitor do Pré-escolar <ul><li>“ player”: ouvinte de histórias, assume o papel de participante/actor confiante no mundo da fantasia que simbolicamente recria a realidade, os medos, os desejos de uma forma que aprende pouco a pouco a ultrapassá-los e controlá-los </li></ul>
  6. 6. O leitor sensório-motor (até aos 2 anos) <ul><li>oralidade </li></ul><ul><li>rimas infantis/contacto com álbuns/imagens que representam o meio mais imediato/livros/jogos </li></ul>
  7. 7. O leitor pré-operacional (2 aos 7 anos) <ul><li>aparição da função simbólica (linguagem)/ sentido categoriza a realidade </li></ul>
  8. 8. O leitor pré-conceptual (2 aos 4 anos) <ul><li>Intui a realidade (pré-conceito) </li></ul><ul><li>Experimenta a realidade de forma directa </li></ul><ul><li>Realismo (coisificação) </li></ul><ul><li>Animismo </li></ul><ul><li>Artificialismo (acção explícita de um criador) </li></ul><ul><li>Jogo dramático e espontâneo / jogos dramáticos dirigidos </li></ul><ul><li>Gosto pelos contos de fadas /fábulas /personificações/ antropomorfismos  momento privilegiado para a Literatura </li></ul>
  9. 9. Indicação <ul><li>Para os pequenos leitores o livro de “imagem” (álbum) exerce poder de sedução </li></ul><ul><li>A imagem deve ter força/lesibilidade/ encantamento </li></ul>
  10. 10. O livro para crianças: destinatário expresso <ul><li>Conteúdo: </li></ul><ul><ul><ul><li>Experiências típicas da infância escritas na perspectiva da criança; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Caracteres simples ou similares; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Intrigas simples e directas/ centralização na acção; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sentimento de optimismo/ inocência (final feliz) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Combina fantasia com realidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Animismo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Relatividade espácio-temporal </li></ul></ul></ul>
  11. 11. O livro para crianças: destinatário expresso <ul><li>Qualidade: </li></ul><ul><ul><ul><li>Deve estar presente em toda a obra de arte (subjectividade) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Poder para satisfazer (o prazer do texto), explicar/ convidar </li></ul></ul></ul>
  12. 12. “ A palavra escrita ajuda a escutar a voz humana”

×