Geo 21 recursos geológicos - recursos minerais

3.149 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.872
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
154
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geo 21 recursos geológicos - recursos minerais

  1. 1.  Recursos Geológicos – Recursos Minerais
  2. 2. http://www.miaf.org.br/noticias.asp?idnoticia=114&nome=mat%C3%A9rias-primas-africanas-%22telem%C3%B3veis%22 2Nuno Correia 2011/12
  3. 3. Nuno Correia 2011/12 3
  4. 4. Nuno Correia 2011/12 4
  5. 5. Nuno Correia 2011/12 5
  6. 6.  Unidade de medida da percentagem média dos minerais na crusta. Relaciona o teor de um mineral num dado depósito relativamente ao seu teor médio na crusta. Siderite Carbonato de Ferro 6 Nuno Correia 2011/12
  7. 7.  Concentrações são suficientemente elevadas para permitir a exploração económica. Nos jazigos minerais exploram-se minérios. Nuno Correia 2011/12 7
  8. 8.  Associação de um ou mais minerais, que contém um ou mais elementos químicos úteis e em concentrações suficientes para que possam ser explorados com rentabilidade.Sulfuretos Polimetálicos – Neves Corvo PT Volfrâmio, Calcopirite – Panasqueira Pt 8 Nuno Correia 2011/12
  9. 9.  O minério é explorado para um fim e tende a ser composto por uma mistura do mineral desejado com minerais não desejados. Nuno Correia 2011/12 9
  10. 10. Nuno Correia 2011/12 10
  11. 11. Nuno Correia 2011/12 11
  12. 12. 12Nuno Correia 2011/12
  13. 13. Nuno Correia 2011/12 13
  14. 14. Nuno Correia 2011/12 14
  15. 15. Chuquicamata, ChileNuno Correia 2011/12 15
  16. 16. Nuno Correia 2011/12 16
  17. 17. Nuno Correia 2011/12 17
  18. 18. 18Nuno Correia 2011/12
  19. 19.  Acumulação de produtos não úteis, que constituem a ganga, e que se formam junto às explorações mineiras – depósitos superficiais. Nuno Correia 2011/12 19
  20. 20. http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/896 Nuno Correia 2011/12 20
  21. 21. Benefícios da actividade mineira: Economia nacional Desenvolvimento regional Criação de emprego Desenvolvimento tecnológico e científico Nuno Correia 2011/12 21
  22. 22. Nuno Correia 2011/12 22
  23. 23. Nuno Correia 2011/12 23
  24. 24. Nuno Correia 2011/12 24
  25. 25. Escombreira de mármore - Estremoz Nuno Correia 2011/12 25
  26. 26. Nuno Correia 2011/12 26
  27. 27. Nuno Correia 2011/12 27
  28. 28. Nuno Correia 2011/12 28
  29. 29.  Utilização de tecnologias de extração e de tratamento dos minérios que conduzam a menores perturbações ambientais. Armazenamento de estéreis no interior da própria exploração. Utilização das escavações como depósito. Estabilização e contenção das escombreiras. Aproveitamento de subprodutos da exploração. Criação de um sistema de drenagem das águas pluviais. Tratamento das águas lixiviadas. Implementação de uma legislação/fiscalização ambiental adequada. Nuno Correia 2011/12 29
  30. 30. Nuno Correia 2011/12 30
  31. 31. Nuno Correia 2011/12 31
  32. 32. Nuno Correia 2011/12 32
  33. 33. Nuno Correia 2011/12 33
  34. 34. Travertino Nuno Correia 2011/12 34
  35. 35. Nuno Correia 2011/12 35
  36. 36. Nuno Correia 2011/12 36
  37. 37. Nuno Correia 2011/12 37
  38. 38. Nuno Correia 2011/12 38
  39. 39. Nuno Correia 2011/12 39
  40. 40. Nuno Correia 2011/12 40
  41. 41. O requinte da modelação e o tratamento da superfície domármore, polido comoum marfim, deram-lhe a reputação de uma das mais belasesculturas de todos os tempos. Michelangelo: Pietà, 1499 Nuno Correia 2011/12 41
  42. 42. Nuno Correia 2011/12 42
  43. 43. Nuno Correia 2011/12 43
  44. 44. Nuno Correia 2011/12 44
  45. 45. Nuno Correia 2011/12 45

×