Todos os dias,
empresas tentam implementar mudanças.
Contudo, mais de metade falham.
ATTIC | JANUARY 2016
19
QUEM TRAMOU A...
Gosto de mudar e de mudança! Afasto e
proíbo palavras negativas como
“problema”, gosto, antes, de pensar em
DESAFIOS…Gosto...
OBJETIVOS
“Quem Tramou a Mudança?” É uma peça, inspirada
numa obra de Ken Blanchard, levada a cena numa
parceria entre Enc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Workshop "Quem Tramou a Mudança?"

217 visualizações

Publicada em

A WeChange vai levar a cena a peça "Quem Tramou a Mudança" pela mão do Encenador Marco Pedrosa, em formato de Workshop de um dia, a ter lugar já na próximo dia 2 de fevereiro no Iart em Lisboa (Santos-o-Velho), espaço multiusos de divulgação de artes performativas de dança, teatro e espetáculo. Este Workshop tem como “pano de fundo” a recriação de uma peça inspirada no livro de K.Blanchard - "Quem Matou a Mudança", cuja trama policial interativo permite que o “público” participe ativamente no decurso de uma investigação criminal. O processo de investigação permitirá, de uma forma lúdica e experiencial, refletir sobre os fenómenos organizacionais que contribuem para dificultar, se não mesmo “matar” os processos de mudança. Esta reflexão será suportada na partilha de historias reais contadas em “primeira mão” por um Gestor de Pessoas, Pedro Ramos, com uma experiência riquíssima em contextos de mudança. Inscreva-se já http://goo.gl/forms/e2ZBGxSuYS, pois o nº de participantes é limitado ou consulte-nos para saber como levar a cena esta peça, num "teatro" perto de si!

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop "Quem Tramou a Mudança?"

  1. 1. Todos os dias, empresas tentam implementar mudanças. Contudo, mais de metade falham. ATTIC | JANUARY 2016 19 QUEM TRAMOU A MUDANÇA? A arte ao serviço da formação 2deFevereiro,2016 9.30Hàs17.00H 195€+IVA Estánaalturaderesolveromistério! Encenação : Marco Pedrosa Inclui Coffee-breaks 2 de Fevereiro Iart (Santos-o-Velho) Secretariado@wechange.pt 213933130 /936571773 www.wechange.pt Este Workshop tem como “pano de fundo” uma peça cuja trama é um policial interativo que permite que o “público” participe ativamente no decurso de uma investigação criminal. O processo de investigação permitirá , de uma forma lúdica e experiencial, refletir sobre os fenómenos organizacionais que contribuem para dificultar, se não mesmo “matar” os processos de mudança. Esta reflexão será suportada na partilha de historias reais contadas em “primeira mão” por um Gestor de Pessoas, PEDRO RAMOS, com uma experiência riquíssima em contextos de mudança. APOIOINFORMAÇÕES Está na altura de resolver o mistério... LOCAL “Gosto de mudar e de mudança! Afasto e proíbo palavras negativas como “problema”, gosto, antes, de pensar em DESAFIOS… (..)” Orador PEDRO RAMOS AdministradorExecutivoGroundforce Operações,RH,ComercialeTI
  2. 2. Gosto de mudar e de mudança! Afasto e proíbo palavras negativas como “problema”, gosto, antes, de pensar em DESAFIOS…Gosto de comemorar apenas os sucessos, pois quase nunca falo de insucessos, mas de aprendizagens. Tento praticar uma liderança pelo exemplo, MOBILIZADORA, encontrando o desafio certo para cada pessoa. É verdade, PESSOAS são um BEM inevitável nas (nossas) organizações… Depois de uma breve passagem pela Direção Corporativa de RH do Grupo ETE, aceita o desafio para regressar à Direção de RH da GROUNDFORCE após vários anos.Este foi de novo um processo aliciante, sendo que mais uma vez, implicou a liderança de diversos projetos de mudança...Em 2014 assumiu a posição de Administrador Executivo, com os pelouros das Operações, RH, Comercial e IT. Em termos académicos: é licenciado na área das Ciências da Educação, possui um mestrado em Sociologia do Emprego pelo ISCTE, tendo realizado a componente académica do programa doutoral na mesma instituição. É, igualmente, doutorando em Economia de Empresa na Universidade Rey Juan Carlos em Madrid. Em 2012 recebeu a distinção de “Gestor doAno” atribuída pela revista RH Magazine, bem como a de Melhor Gestor de Pessoas” do setor empresarial do estado atribuído pela revista Pessoal e Marca Pessoal. Já em 2015 recebeu a distinção de “Personalidade do Ano” dos Masters do Capital Humano (IFE) e foi considerado pelos leitores da Revista HR Portugal como “O DRH que gostariam de ter” (Prémio HR Portugal 2015) Entrou nas empresas pela “porta da formação”, como gosta de dizer, no início dos anos 90! Foi formador em várias empresas, mais tarde, diretor de formação contínua na Escola de Comércio de Lisboa. Com o início da produção das novas moedas de “Euro”, em 1997, assume a responsabilidade pela área de gestão de recursos humanos na INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda), tendo sido verdadeiramente a sua primeira experiência na gestão de topo RH. Mais tarde, em 2003, assume o desafio de ser Diretor de Recursos Humanos e Serviços Partilhados na OGMA-Industria Aeronáutica de Portugal onde participa num processo de privatização de grande sucesso e se apaixona pelo mundo da aviação! Em 2006 parte para a GROUNDFORCE Portugal onde desempenha a função de Diretor de Recursos Humanos numa altura de grandes desafios estratégicos para a organização. Em 2008 aceita o desafio de abraçar um projeto multinacional na área da engenharia aeronáutica assumindo o cargo de HR Diretor do grupo francês GECI International. Dois anos e meio depois, é na Companhia CARRIS de Ferro de Lisboa, enquanto Diretor de Gestão de Pessoas e Capital Humano, que assume especial protagonismo enquanto mobilizador de um forte projeto de mudança, tendo sido responsável direto por vários projetos no âmbito do desenvolvimento de RH e da Responsabilidade Social, entre outros, que obtiveram diversos reconhecimentos públicos por parte de diversas Entidades. . BIO AdministradorExecutivoGroundforce Operações,RH,ComercialeTI PEDRO RAMOS Orador INFORMAÇÕES secretariado@wechange.pt 213933130/ 936571773 www.wechange.pt LOCAL DE REALIZAÇÃO Iart- Calçada Marquês de Abrantes, Nº 115, 1200-718- Lisboa ( Santos-o-Velho) " "
  3. 3. OBJETIVOS “Quem Tramou a Mudança?” É uma peça, inspirada numa obra de Ken Blanchard, levada a cena numa parceria entre Encenador Marco Pedrosa e a WeChange, pautada pelo seu caráter de improviso e, por isso, única em cada reposição do workshop. Trata-se de um policial interativo que permite que os participantes interajam ativamente no decurso de uma investigação criminal. Oito personagens, personificando “papeis” organizacionais, são constituídas suspeitas de um homicídio da personagem principal, a Mudança. Argumentista e encenador da peça "Sexo, Mentiras e Casting" e da peça "O Marques da Republica" no Teatro Villaret e Teatro Bocage. Direção Artística da peça em teatro de improviso "Quem Matou o Concierge" e "Assalto no Hotel" no Hotel NH.Realização e Encenação de vídeos pedagógicos e como actor em projetos de drama training com a We Change. Criou uma peça "O Formador Impecável" para o contexto das organizações. Conta com participações em teatro nos Improváveis, na Companhia de Teatro Contemporâneo, no Teatro Anónimo, no CITAC, no Café Improv no Teatro da Comuna, no Teatro Villaret e no Lisboa Comedy club. Em TV participou na novela "Rosa Fogo" da SIC e “Jardins Proibidos” da TVI.Tem participações como ator e humorista no Canal Q e, em publicidade, num anúncio da PT MEO com os Gatos Fedorentos e Continente. Em cinema participou em diversas curtas-metragens.Foi semi-finalista do TMN caça ao cómico no canal Q. projetos no âmbito do desenvolvimento de RH e da Responsabilidade Social, entre outros, que obtiveram diversos reconhecimentos públicos. Dirige e encena na peça " Quem Tramou a Mudança?" uma equipa de 4 atores profissionais que assumem em teatro de improviso 8 personagens, "os suspeitos do costume", neste policial sobre os processos de mudança na organizações. . BIO MARCO PEDROSA ENCENADOR E ATOR CLIQUE AQUI www.wechange.pt QUEM TRAMOU A MUDANÇA ? OBJETIVOS E DESTINATÁRIOS O processo de investigação permitirá aos participantes, de uma forma lúdica e experiencial, refletir sobre os fenómenos organizacionais que contribuem para dificultar, se não mesmo “matar” os processos de mudança, limitando, assim, a capacidade das empresas de continuamente se adaptarem e reinventarem. Pretende-se ainda que, após a participação no espetáculo interativo, os participantes partilhem as suas experiências, reflitam, em conjunto, sobre novos caminhos e adquiram mais ferramentas para melhorarem as suas capacidades, enquanto atores e agentes de mudança organizacional, mas também enquanto indivíduos e profissionais. DESTINATÁRIOS Este Workshop é dirigido a todos aqueles que vivem processos de mudança e/ou participam enquanto agentes de mudança nas organizações. PARA FAZER A SUA INSCRIÇÃO

×