Desenho técnico módulo I

505 visualizações

Publicada em

Educacional

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desenho técnico módulo I

  1. 1. DESENHO TÉCNICODESENHO TÉCNICO 01 LEITURA E01 LEITURA E INTERPLETAÇÃOINTERPLETAÇÃO Fabrica escola técnic@
  2. 2. COMUNICAÇÃOCOMUNICAÇÃO  O QUE É COMUNICAÇÃO?O QUE É COMUNICAÇÃO?  É o processo pelo qual as pessoasÉ o processo pelo qual as pessoas se relacionam trocando informações,se relacionam trocando informações, pensamentos, ideias,pensamentos, ideias, conhecimentosconhecimentos,, etc.etc.
  3. 3. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃOELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO PPara que possa haver comunicação,ara que possa haver comunicação, existem elementos que são indispensáveis.existem elementos que são indispensáveis. São eles:São eles: EMISSOR, RECEPTOR, REFERENTE, CANAL, MENSAGEM, CÓDIGO.
  4. 4. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃOELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO  Emissor: É aquele que deseja comunicar-seEmissor: É aquele que deseja comunicar-se enviando a mensagem;enviando a mensagem;  Receptor: A quem a mensagem se destina;Receptor: A quem a mensagem se destina;  Referente: O assunto que envolve aReferente: O assunto que envolve a mensagem;mensagem;  Canal: O meio material, o suporte físicoCanal: O meio material, o suporte físico que transporta a mensagem;que transporta a mensagem;  Mensagem: As informações transmitidas;Mensagem: As informações transmitidas;  Código: Sistema de elementos lingüísticosCódigo: Sistema de elementos lingüísticos e de regras para combiná-los, conhecidoe de regras para combiná-los, conhecido tanto pelo emissor como pelo receptor.tanto pelo emissor como pelo receptor.
  5. 5. Desenho como forma deDesenho como forma de comunicaçãocomunicação  O desenho é a forma mais antiga eO desenho é a forma mais antiga e importante de comunicação.importante de comunicação. Desenho do período Mesolítico (6000 - 4500 A.C.)Desenho do período Mesolítico (6000 - 4500 A.C.)
  6. 6. Desenho como forma deDesenho como forma de comunicaçãocomunicação  Uma das primeiras expressõesUma das primeiras expressões de escrita usada foi o desenho, emde escrita usada foi o desenho, em forma de hieróglifos, usados pelosforma de hieróglifos, usados pelos egípcios.egípcios. 
  7. 7. Desenho técnico como formaDesenho técnico como forma universal de comunicação.universal de comunicação.  Um dos primeiros desenhos técnicosUm dos primeiros desenhos técnicos executado na antiguidade foi à vista em plantaexecutado na antiguidade foi à vista em planta baixa de uma fortaleza Suméria gravada em umabaixa de uma fortaleza Suméria gravada em uma placa de pedra.placa de pedra.
  8. 8. Desenho TécnicoDesenho Técnico Quais são os requisitos para que oQuais são os requisitos para que o Desenho Técnico seja visto como uma formaDesenho Técnico seja visto como uma forma de comunicação universal?de comunicação universal? Ele deve ser: - Normatizado; e - Padronizado.
  9. 9. Desenho TécnicoDesenho Técnico Que órgão é responsável pelaQue órgão é responsável pela normatização do Desenho Técnico nonormatização do Desenho Técnico no Brasil?Brasil? É a ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. A ISO (Internacional Organization for Standardization) órgão associado a ABNT e é responsável pela padronização das normas internacionais
  10. 10. Desenho TécnicoDesenho Técnico  NBR 10647 –Desenho técnico – Norma Geral;NBR 10647 –Desenho técnico – Norma Geral;  NBR 10068 – Folha de desenho – Leiaute e dimensões;NBR 10068 – Folha de desenho – Leiaute e dimensões;  NBR 13142 – Dobramento;NBR 13142 – Dobramento;  NBR 8402 – Execução de caracteres para escrita em desenhoNBR 8402 – Execução de caracteres para escrita em desenho técnico;técnico;  NBR 8196 – Emprego de escalas em desenho técnico;NBR 8196 – Emprego de escalas em desenho técnico;  NBR 8403 – Aplicação de linhas em desenhos – Tipos de linhas –NBR 8403 – Aplicação de linhas em desenhos – Tipos de linhas – Largura de linhas;Largura de linhas;  NBR 10067 - Princípios gerais de representação em desenhoNBR 10067 - Princípios gerais de representação em desenho técnico;técnico;  NBR 10126 – Cotagem em desenho técnico;NBR 10126 – Cotagem em desenho técnico;  NBR 10076 – Cortes e seções;NBR 10076 – Cortes e seções;  NBR 12298 – Representação de área de corte por meio deNBR 12298 – Representação de área de corte por meio de hachuras em desenho técnico;hachuras em desenho técnico;  NBR ISSO 10209-2 – Documentação técnica de produto –NBR ISSO 10209-2 – Documentação técnica de produto – Vocabulário. Parte 2:Vocabulário. Parte 2:  Termos relativos aos métodos de projeção.Termos relativos aos métodos de projeção. Vejamos algumas destas normas:
  11. 11. Desenho Artístico X Desenho TécnicoDesenho Artístico X Desenho Técnico “O Grito” – Edvard Munch (1893).
  12. 12. Desenho Artístico X Desenho TécnicoDesenho Artístico X Desenho Técnico
  13. 13. Desenho Artístico X Desenho TécnicoDesenho Artístico X Desenho Técnico  Nós podemos afirmar que aNós podemos afirmar que a diferença entre estes dois tipos dediferença entre estes dois tipos de desenhos é que:desenhos é que: Desenho Artístico: Pode ter várias interpretações, de acordo com o observador. Desenho Técnico: Só permite uma única interpretação.
  14. 14. Desenho Artístico X Desenho TécnicoDesenho Artístico X Desenho Técnico Conceitos:Conceitos:  Desenho Artístico é a manifestaçãoDesenho Artístico é a manifestação artística de um indivíduoartística de um indivíduo expressando seus sentimentos, suaexpressando seus sentimentos, sua condição social, histórica, religiosacondição social, histórica, religiosa etc.etc.
  15. 15. Guernica – Pablo Picasso (1937) Retratando o horror da Guerra Civil Espanhola.
  16. 16.  A Santa Ceia – Leonardo da Vinci (1495-1498)A Santa Ceia – Leonardo da Vinci (1495-1498)
  17. 17. ConceitosConceitos  Desenho Técnico:Desenho Técnico: É a representação gráfica de uma ideia, peça ou objeto.
  18. 18. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico ESQUADROSESQUADROS São instrumentos de desenho com forma de triângulos retângulos,São instrumentos de desenho com forma de triângulos retângulos, encontrados sempre em pares, sendo um esquadro isóscele (comencontrados sempre em pares, sendo um esquadro isóscele (com ângulos de 45º) e um esquadro escaleno (com ângulos de 30º eângulos de 45º) e um esquadro escaleno (com ângulos de 30º e 60º). Devem ser sem graduação e ter 3 mm de espessura e os mais60º). Devem ser sem graduação e ter 3 mm de espessura e os mais adequados são fabricados em acrílico. A dimensão do par deadequados são fabricados em acrílico. A dimensão do par de esquadros é em função do cateto maior do esquadro escaleno, queesquadros é em função do cateto maior do esquadro escaleno, que deverá ser igual a hipotenusa do esquadro isósceles.deverá ser igual a hipotenusa do esquadro isósceles.
  19. 19.  LAPISEIRALAPISEIRA  São usados para desenhar e escrever. As lapiseiras maisSão usados para desenhar e escrever. As lapiseiras mais comuns para escrever são a 0,7mm e 0,5mm. A grafite écomuns para escrever são a 0,7mm e 0,5mm. A grafite é classificada de acordo com o grau de dureza entre duros,classificada de acordo com o grau de dureza entre duros, médios e moles, identificados pelas séries H e B, quantomédios e moles, identificados pelas séries H e B, quanto mais H, mais duro e quanto mais B, mais mole (ou suave)mais H, mais duro e quanto mais B, mais mole (ou suave) e os médios HB ou F. Em desenho técnico, as linhas finase os médios HB ou F. Em desenho técnico, as linhas finas são feitas com grafite duro; as letras, cotagem esão feitas com grafite duro; as letras, cotagem e anotações, com F; linhas de contorno e arestas visíveisanotações, com F; linhas de contorno e arestas visíveis com F ou H, os esboços cotado com F.com F ou H, os esboços cotado com F.  Os grafites duros são recomendados para papel áspero eOs grafites duros são recomendados para papel áspero e os macios para papel acetinado.os macios para papel acetinado. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico
  20. 20.  BORRACHABORRACHA  Material utilizado para apagar os traços de umMaterial utilizado para apagar os traços de um lápis, deve ser mole de grão nº 1.lápis, deve ser mole de grão nº 1.  Para os traços a lápis duros ou feitos a tinta, aPara os traços a lápis duros ou feitos a tinta, a borracha deverá ser dura e áspera. Em todos osborracha deverá ser dura e áspera. Em todos os casos o tipo prismático é o mais aconselhável porcasos o tipo prismático é o mais aconselhável por ser de fácil aplicação em seus vértices nasser de fácil aplicação em seus vértices nas pequenas áreas do desenho. A borracha deve serpequenas áreas do desenho. A borracha deve ser limpa antes de ser aplicada, esfregando-a numlimpa antes de ser aplicada, esfregando-a num papel qualquer.papel qualquer. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico
  21. 21.  RÉGUASRÉGUAS Usa-se a régua para executar traçosUsa-se a régua para executar traços retos e medir segmentos de reta eretos e medir segmentos de reta e devem possuir uma graduaçãodevem possuir uma graduação nítida. Escala utilizada na régua enítida. Escala utilizada na régua e o milímetro.o milímetro. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico
  22. 22.  COMPASSOCOMPASSO São instrumentos empregados para traçar circunferências,São instrumentos empregados para traçar circunferências, arcos ou transportar medidas. As pontas, seca e do grafite,arcos ou transportar medidas. As pontas, seca e do grafite, devem trabalhar alinhadas e a ponta do grafite deverá serdevem trabalhar alinhadas e a ponta do grafite deverá ser chanfrada externamente.chanfrada externamente. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico
  23. 23. Material Utilizado em DesenhoMaterial Utilizado em Desenho TécnicoTécnico Bloco para Desenho Técnico Folha A - 3Bloco para Desenho Técnico Folha A - 3
  24. 24.  De que é formado o desenho técnico?De que é formado o desenho técnico? Desenho técnico é formado por um conjunto de linhas, símbolos e números.
  25. 25.  É a linha que dá a forma ao objeto.É a linha que dá a forma ao objeto. É feita com linhas continuas e largas.É feita com linhas continuas e largas. LINHA DE CONTORNO VISÍVELLINHA DE CONTORNO VISÍVEL
  26. 26. É a linha que dá o contorno não visível doÉ a linha que dá o contorno não visível do objeto, ou seja,os contornos e arestasobjeto, ou seja,os contornos e arestas existentes NÃO são visíveis de serexistentes NÃO são visíveis de ser enxergadas pelo ponto de vista doenxergadas pelo ponto de vista do observador. É feita com linhas tracejadas.observador. É feita com linhas tracejadas. OBSERVAÇÃO: Na representação de uma peça não se deve variar as espessuras de um mesmo tipo de traçado. LINHA DE CONTORNO INVISÍVELLINHA DE CONTORNO INVISÍVEL
  27. 27.  Serve para definir o centro, eixo ou aServe para definir o centro, eixo ou a simetria de uma peça ou o centro desimetria de uma peça ou o centro de um furo, rasgos e etc. É feita comum furo, rasgos e etc. É feita com linha estreita de traço e ponto.linha estreita de traço e ponto. LINHA DE EIXO, CENTRO OU SIMETRIALINHA DE EIXO, CENTRO OU SIMETRIA
  28. 28. Serve para definir as dimensões da peça representada, é traçada paralelamente à linha de contorno do objeto e distante aproximadamente 7mm do mesmo. É terminada por limitadores que podem ser: seta, traço obliquo ou ponto. É feita com traço continuo e estreito. LINHA DE COTALINHA DE COTA
  29. 29. LINHA AUXILIAR OU DE EXTENSÃOLINHA AUXILIAR OU DE EXTENSÃO  Serve para finalizar a linha de cotaServe para finalizar a linha de cota devendo ser perpendicular aodevendo ser perpendicular ao elemento dimensionado e não deveelemento dimensionado e não deve ultrapassar mais do que 3 mmultrapassar mais do que 3 mm aproximadamente da ultima linha deaproximadamente da ultima linha de cota, é uma linha continua e estreita.cota, é uma linha continua e estreita.
  30. 30. LINHA DE CORTELINHA DE CORTE  Serve para mostrar por onde seServe para mostrar por onde se imagina um corte feito na seção daimagina um corte feito na seção da peça. É uma linha estreita compostapeça. É uma linha estreita composta por traço e ponto, sendo larga naspor traço e ponto, sendo larga nas extremidades e nas mudanças deextremidades e nas mudanças de direçãodireção
  31. 31. LINHA DE HACHURALINHA DE HACHURA  Serve para indicar uma superfícieServe para indicar uma superfície representada em corte ou o materialrepresentada em corte ou o material que é confeccionado a peça. É umaque é confeccionado a peça. É uma linha estreita a 45º com relação alinha estreita a 45º com relação a base ou a linha de eixo do objeto.base ou a linha de eixo do objeto.
  32. 32. LINHA DE RUPTURALINHA DE RUPTURA  (Encurtamento) Serve para indicar(Encurtamento) Serve para indicar que uma peça não esta desenhadaque uma peça não esta desenhada totalmente. É uma linha continua etotalmente. É uma linha continua e estreita,podendo ser feita a mão livreestreita,podendo ser feita a mão livre ou em ziguezague.ou em ziguezague.
  33. 33. LINHA DE CHAMADA OU LINHALINHA DE CHAMADA OU LINHA DE REFERÊNCIADE REFERÊNCIA  É um segmento retilíneo que faz um ângulo de 60É um segmento retilíneo que faz um ângulo de 60 graus com a horizontal:graus com a horizontal:  Sem símbolos, se ela conduzir a uma linha deSem símbolos, se ela conduzir a uma linha de cota;cota;  Com um ponto, se terminada dentro do objetoCom um ponto, se terminada dentro do objeto  Representado;Representado;  Com uma seta, se ela conduzir ou contornar aCom uma seta, se ela conduzir ou contornar a aresta do objeto representado.aresta do objeto representado.
  34. 34. LINHA DE CONTORNO AUXILIARLINHA DE CONTORNO AUXILIAR  Serve para indicação da posiçãoServe para indicação da posição limite de peças móveis e cantoslimite de peças móveis e cantos antes da conformação são feitas comantes da conformação são feitas com linha estreita de um traço e doislinha estreita de um traço e dois pontos.pontos.

×