“ Eu já fui eu em criança” Avanço automático
A consciência me prende, Diz que é de todo impossível Voltar de novo ao passado.
A consciência sou eu: Expectadora insensível De um outro eu que sentia Até eu aparecer…
A consciência diz : “basta!” Ao que de humano há em mim. Não desabafo; sufoco.
Lembro de mim em criança Quando pousava a cabeça No colo de minha Mãe.
De minha Mãe que era a Vida, Vida, Amor, Compreensão… Eu já fui eu em criança.
Texto e formatação de Maria de Aguiar Marçalo. Porto/1979 .
André Rieu: "Ballade" Música
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

"Eu já fui eu em criança"

941 visualizações

Publicada em

Poesia

3 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
941
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
3
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

"Eu já fui eu em criança"

  1. 1. “ Eu já fui eu em criança” Avanço automático
  2. 2. A consciência me prende, Diz que é de todo impossível Voltar de novo ao passado.
  3. 3. A consciência sou eu: Expectadora insensível De um outro eu que sentia Até eu aparecer…
  4. 4. A consciência diz : “basta!” Ao que de humano há em mim. Não desabafo; sufoco.
  5. 5. Lembro de mim em criança Quando pousava a cabeça No colo de minha Mãe.
  6. 6. De minha Mãe que era a Vida, Vida, Amor, Compreensão… Eu já fui eu em criança.
  7. 7. Texto e formatação de Maria de Aguiar Marçalo. Porto/1979 .
  8. 8. André Rieu: "Ballade" Música

×