Praia em Condominio 14

47 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
47
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Praia em Condominio 14

  1. 1. 1 Revista da Adsel • ano 3 • número 14 • agosto de 2015 • Distribuição dirigida FECHAMENTO AUTORIZADO - PODE SER ABERTO PELA ECT Casa verde A vez dos materiais de construção sustentáveis Viagem Um ponto alto nos alpes franceses
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. 4 EXPEDIENTE Execução editorial Lurex Assessoria Linguística Editora-chefe Luisa Abreu Jornalista Responsável Bárbara Medina MTB 12286 Redação Bárbara Medina Luisa Abreu Diretora de Arte Vanessa Samurio Colaboradores Anne Sofie Von Der Pahlen, Cleo Régis Souza da Silva e Lucia Manzano Comercialização Grupo Theosul 51 3502.3818 André Bathu andre@theosul.com.br 51 82094403 Lisiane Lopes vendas@theosul.com.br 51 91270868 Periodicidade trimestral Tiragem 8000 exemplares Rua Mariante, 784, 203 Porto Alegre – RS | Brasil CEP 90430-180 Fone: (51) 3085.4173 Estamos muito felizes pois a revista está completando três anos de vida. A Praia em Condomínio segue a sua premissa de unir profissionais, prestadores de serviço, lojistas e toda a cadeia que está envolvida na arte do morar, para impactar e trazer novas informações ao nosso público. Durante este ano, estabelecemos parcerias importantes para a manuten- ção e crescimento da revista. Nesta edição, trazemos uma matéria exclusiva sobre um showroom de materiais sustentáveis que está em exibição na Dinamarca, em uma cidade que tem um projeto eco- friendly de vanguarda. Também há um artigo sobre uma cidade na França situada no centro do Mont Blanc, que ofe- rece muito lazer e atividades para os amantes dos esportes de neve, gastronomia e viagens. Também trazemos os des- taques e tendências da Casa Cor São Paulo, evento mais importante do país em arquitetura e construção. E ainda há a estreia de editoriais criados por empresas parceiras. Desejamos uma excelente Dia dos Pais a todos e uma ótima leitura. Até breve! Marcelo Kohlrausch Diretor Av. Flavio Boianovski, 597 Capão da Canoa - RS | Brasil CEP 95555-000 Fone: (51) 3625.6996 A Praia em Condomínio é uma publicação bimestral executada pela Lurex para a Adsel Administradora de Condomínios. Os artigos assinados, bem como imagens utilizadas nos mesmos, são de total responsabilidade de seus autores, bem como o conteúdo do material publicitário. É vedada reprodução do conteúdo editorial sem autorização prévia. Nossa Capa Imagem: Living por Flavia Gerab PRAIA EM CONDOMÍNIO, 3 ANOS Revista da Adsel • ano 3 • número 14 • agosto de 2015 • Distribuição dirigida FECHAMENTO AUTORIZADO - PODE SER ABERTO PELA ECT Casa verde A vez dos materiais de construção sustentáveis Viagem Um ponto alto nos alpes franceses
  5. 5. 5
  6. 6. 6 12 NOSSA CASA 32 SUSTENTABILIDADE #14AGOSTO/15
  7. 7. 7 08 JANELA 22 VIAGEM 5642 46 ADSEL INFORMA GUIA DE SERVIÇOS OPINIÃOACHAMOS 57
  8. 8. 8 JANELA SHOWROOM DE FÁBRICA LITORAL XANGRI-LÁ AV. PARAGUASSÚ, 690 OSÓRIO RS 030, 825 51 9975.5237 /betonartconcretos /betonart_concretos MÚSICA E ARTE Além de exposições, o Santander Cultural tem uma agenda musical eclética e frequentemente traz nomes importantes da música instrumental brasileira e internacional. O espaço fica na Rua Sete de Setembro, 1028, no Centro Histó- rico de Porto Alegre. www.santandercultural.com.br
  9. 9. 9 JANELA NOVO MODELO HONDA NO BRASIL A Honda está trazendo aos fãs de mo- delos esportivos a nova CBR1000RR Fireblade versão 2015, inspirada no modelo RC213V, utilizado pela equipe Repsol Honda Team na MotoGP. Equi- pada com potente motor de quatro cilindros, DOHC (Double Over Head Camshaft), com arrefecimento a líqui- do e 999,8cm³ de capacidade. PARA OS AVENTUREIROS Entre os meses de agosto e setembro, as águas baixam no Pantanal, o que possibilita aproveitar a região ao máxi- mo. Observe animais, faça safáris por terra, a cavalo, caminhadas em trilhas ou passeios em veículos com tração nas quatro rodas. A pousada Piuval, primeira pousada transpantaneira de ecoturismo do Estado de Mato Grosso fica situada a 110km da capital Cuia- bá e a 10 km de Poconé. Uma ótima opção para quem querem fugir da ro- tina. Leve repelentes e protetor solar! www.pousadapiuval.com.br
  10. 10. 10 JANELA DIA DOS PAIS Sugerimos alguns presentes que podem ser peças-chave na hora de co- memorar esta data especial. Confira-os em www.oxfordporcelanas.com.br
  11. 11. 11 www.facebook.com/stvseguranca | blog.stv.com.br | www.stv.com.br A STV, maior empresa de segurança privada do Rio Grande do Sul, também está oferecendo seus serviços diferenciados nos condomínios do Litoral Norte. Além da portaria com profissionais treinados, que realizam tanto o atendimento aos moradores e visitantes quanto as rondas de averiguação constantes, a empresa oferece: E para garantir a qualidade no nosso serviço, trabalhamos com o programa de bonificação por assiduidade e desempenho, ou seja, premiamos os funcionários que cumprem sua função de forma satisfatória e comprometida, mantendo-os sempre motivados. Assim, evitamos a rotatividade nos postos. De acordo com a Lei Complementar nº 123 de 2006, art. 17, inciso XII, microempresas ou empresas de pequeno porte que recolham seus impostos e contribuições na forma do Simples Nacional não poderão realizar cessão ou locação de mão de obra. Fique atento! Ligue para (51) 3323.4820 e seja cliente STV! | Softwares e equipamentos de controle de acesso | | Monitoramento e Pronto Atendimento 24 horas | | Kit pânico nas guaritas | | Ronda VIP ostensiva com Pronto Atendimento |
  12. 12. 12 CASA COR 2015 A principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do país chega a sua 29ª edição com novidades e celebrando a brasilidade.
  13. 13. 13 FOTOS:DIVULGAÇÃOCASACORSP
  14. 14. 14 NOSSA CASA O PROJETO DE ROBERTO MIGOTTO EXPLOROU MATERIAIS, CORES E TEXTURAS QUE REMETEM À BRASILIDADE, POR MEIO DO USO DE TÉCNICAS CONSTRUTIVAS COMO O PAU A PIQUE ALIADO AO USO DE MATERIAIS CONTEMPORÂNEOS. NA PÁGINA ANTERIOR, O LIVING DE FLAVIA GERAB CONTA A HISTÓRIA DO MOBILIÁRIO MODERNO NO BRASIL QUE COMEÇOU A SER DESENHADO E PRODUZIDO NA DÉCADA DE 50. O ESPAÇO TEM UMA BRASILIDADE HE- TEROGÊNEA E NADA ÓBVIA. MÓVEIS DE GRANDES LENDAS DO DESIGN NACIONAL COMO JOAQUIM TENREIRO, SERGIO RODRIGUES, CARLOS HAUNER E MARTIN EISLER, GREGORI ILYCH WARCHAVCHIK, OSCAR NIEMEYER O COMPÕEM, VALORIZANDO O NOVO DESIGN BRASILEIRO REPRESENTADO PELO ESTÚDIO NADA SE LEVA DE ANDRÉ BASTOS E GUILHERME LEITE.
  15. 15. 15 A Casa Cor é reconhecida como a mais importante mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do Brasil e Améri- ca do Sul. O evento reúne, anualmente, renomados arqui- tetos, decoradores e paisagistas e em 2015 chega à sua 29ª edição em São Paulo, com 19 franquias nacionais e quatro internacionais (Peru, Chile, Equador e Bolívia). Esta edição apresentou a beleza de nossa cultura, arte, obje- tos e cores, além de contar com a participação de importan- tes profissionais e jovens talentos, exposição de ambientes inovadores e opções de entretenimento para toda a família. Com um comitê curador composto por Pedro Ariel, Cristi- na Ferraz e Roberto Dimbério, o elenco de profissionais deste ano traz nomes já consagrados no mercado e também novos talentos, que assinaram os cerca de 70 ambientes espalhados pela mostra. Como nas outras edições, a Casa Cor possui em seu DNA A PRAÇA PROJETO H2O, DE JOÃO JADÃO E JULIANA FREITAS, SENSIBILIZA OS VISITANTES PARA A NECESSIDA- DE DO USO CONSCIENTE DA ÁGUA E É UMA RELEITURA DO PROJETO VENCEDOR DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA, PORTUGAL. O AMPLO JARDIM É UM ESPAÇO VERDE SUSTENTÁVEL COMPOS- TO DE PALMEIRAS E VEGETAÇÕES DE GRANDE VALOR PAISAGÍSTICO E BAIXA NECESSIDADE HÍDRICA. a preocupação com a sustentabilidade. Para se aperfeiço- ar ainda mais e apresentar uma obra mais limpa, sem des- perdício e com reaproveitamento de resíduos, a mostra fez gestão de sustentabilidade para 2015. Uma parceria com a empresa Brilia garantiu a primeira edição 100% LED do Bra- sil, em todos os ambientes e espaços comuns, e a consulto- ria da Inovatech em todo o processo de obra e manutenção diária da mostra auxiliará a Casa Cor, até 2020, na conquista do selo de sustentabilidade Aqua HQE, certificação francesa para construções sustentáveis. Segundo a presidente, Livia Pedreira, “a missão do evento é estar de acordo com o espírito do seu tempo, surpre- endendo e encantando os visitantes. A mostra surpreen- de pelo uso de materiais inovadores e a apresentação de ambientes que sempre tiram o fôlego de quem visita os espaços”.
  16. 16. 16
  17. 17. 17 A BIBLIOTECA CRIADA POR BRUNO GAP É UM ESPAÇO QUE MISTURA O PRAZER DA LEITURA COM A INFORMALIDADE E O BEM ESTAR DO LIVING, PREZANDO PELA CONVIVÊNCIA. O PROJETO POSSUI MÚSICA AMBIENTE, RESSALTANDO A SENSAÇÃO DE TRANQUILIDADE.
  18. 18. 18 NOSSA CASA O AMBIENTE DE DADO CASTELLO BRANCO PRIVILEGIA O USO DE MATERIAIS NATURAIS COMO A PEDRA, A MADEIRA E O VIDRO. TODO O ESPAÇO FOI PENSADO NO CONFORTO E NA CONVIVÊNCIA, FOCANDO NA VISTA PARA A PAISAGEM. A IDEIA É DE UM ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COSMOPOLITA, DESCONTRAÍDO, PARA RECEBER FAMÍLIA E AMIGOS COM VISTA PARA A VEGETAÇÃO.
  19. 19. 19 DO CINZA CLARO AO GRAFITE, INCLUINDO O MARROM ACINZEN- TADO, A INESPERADA COMBINAÇÃO COM O DOURADO, O BRONZE E UM POUQUINHO DE AZUL ARREMATAM A CARTELA DE CORES NA SUÍTE FEITA POR TONINHO NORONHA E RENATO ANDRADE. A MISTURA DE REFERÊNCIAS É O PONTO ALTO DO ESPAÇO, SEM ESQUECER DO TEMA BRASILIDADE. A SUÍTE INCLUI, ALÉM DA ÁREA DO QUARTO, UMA SALA DE BANHO COM CLOSET, E UM PEQUENO ESPAÇO PARA HOME OFFICE.
  20. 20. 20
  21. 21. 21
  22. 22. 22 MEGÈVE EMOÇÃO DURADOURA
  23. 23. 23 Situada no coração de Mont Blanc, Megève dá acesso direto ao centro dos Alpes. Está a uma hora do aeroporto de Lyon Saint- Exupéry, é servida por uma rede de estradas e um terminal rodoviário. A estação de trem SNCF de Sallanches situa-se a 13km. FOTOS:DIVULGAÇÃOMEGÈVETURISMO
  24. 24. 24 VIAGEM A mais autêntica cidade de montanha dos Alpes fran- ceses está a uma hora de Genebra, na Suíça. O esqui em Megève conta com 445 quilômetros de pistas em um ambiente excepcional de frente para o Mont Blanc. Vivencie a experiência do esqui em uma área que con- ta com pistas, floresta, pastagens e terraços para ba- nhos de sol nas várias montanhas. Um campo de esqui adaptável a famílias, que encontrarão declives suaves e reconfortantes para se divertir com as crianças. Os amantes do freestyle não são deixados de lado, com um espaço dedicado a eles, permitindo saltos com seguran- ça em um airbag gigante. Os mais esportivos tem mui- tas opções, entre elas, conhecer o Parque Waidzai, nas pistas de Rochebrune, dar um passeio em raquetes de neve durante o cair da noite, e desfrutar de um jantar em um prado, iniciar-se na condução de cães de trenó, ir a pista de patinação ao ar livre e também dá para sobrevoar a cidade de parapente a partir de Rochebrune.
  25. 25. 25 A capital alpina da arte de viver bem também tem muito lazer para curiosos e para quem gosta da montanha! A ele- gância é parte integrante da identidade de Megève. Suas ruas de paralelepípedos, suas carruagens, sua arquitetura preservada, lojas, serviços de alta classe e spas com de- corações inspiradas fazem desta cidade francesa o paraíso do pós-esqui. Os adeptos das compras terão 200 lojas à disposição pe- las ruas da cidade, cujos encantos são revelados para todos os gostos: a pé, de bicicleta ou, para o prazer das crianças e dos românticos, em um passeio nas famosas carruagens puxadas por cavalos cujos cascos batem so- bre os paralelepípedos, independentemente do tempo ou da temporada. Dá para conhecer a cidade de trenó, sobrevoar o Mont Blanc e suas geleiras a partir do Altiport de Megève, vi- sitar as Capelas do Calvário ou ainda seguir os passos do arquiteto Jacques-Henri Le Même, criador do chalé dos esquiadores. FOTO:SIMONGARNER
  26. 26. 26 ARTE
  27. 27. 27
  28. 28. 28 A cidade também é um dos melho- res destinos culinários da região. Os amantes da culinária se deliciarão com três restaurantes premiados, poderão visitar e lanchar na fazenda, degustar uma especialidade típica à base de queijo em um dos 70 res- taurantes da cidade ou ainda expe- rimentar o glaçon de Megève, um doce de chocolate. VIAGEM FOTO:MCELLARDFOTO:MCELLARD
  29. 29. 29 Megève é também o local ideal para desfrutar de uma extraordinária va- riedade de atividades ao ar livre. Durante toda a temporada de verão, caminhadas continuam a ser, sem dú- vida, uma das melhores formas de se desfrutar da montanha. O Planalto do Mont d’Arbois oferece vistas deslum- brantes sobre o maciço de Aravis, as Aiguilles de Varan e a cadeia do Mont Joly. A partir do cume deste último, a vista em 360º mergulha sobre as mais belas montanhas: Mont Blanc, Aravis, Beaufortin, Bauges, Vanoise.
  30. 30. 30 É neste cenário magistral que os amantes de ciclismo em montanha podem subir e atingir as encostas em rotas marcadas; os amantes do golfe podem praticá-lo tanto de verão como no inverno; e os amantes de equitação tiram partido do seu hobby favorito durante o Jumping Interna- tional ou com o pólo na neve. INFORMAÇÃO TURÍSTICA pt.megeve.com Informações: +33 04 50 21 27 28 Reservas : +33 04 50 21 29 52 VIAGEM E tem mais! A montanha se revela também sob outras facetas. Do céu, de parapente ou balão de ar quente ou graças à possibilidade de voo oferecido pela presença de um altiport, perto da Cote 2000. Definitivamente, Megève tem muitas experiências a serem vivenciadas!
  31. 31. 32
  32. 32. 33 FOTOS: PEDRO SETUBAL SHOWROOM VERDEDescubra uma exposição de materiais sustentáveis e o ousado projeto de Bornholm, na Dinamarca FOTOS:ANNESOFIEVONDERPAHLEN
  33. 33. 34 SUSTENTABILIDADE O Green Showroom Bornholm é a primeira exposição de materiais da Dinamarca com o compromisso de demonstrar soluções verdes para construções designadas a proprietá- rios particulares e a profissionais do setor da construção. O projeto pionei- ro foi lançado na ilha dinamarquesa de Bornholm, que com o plano mas- ter Bright Green Island - Ilha Verde Iluminada - está estabelecendo novos padrões e se empenhando para se tornar uma sociedade 100% verde e sustentável. O objetivo é inspirar proprietários particulares para que os mesmos se engajem ativamente na construção ecosustentável e na renovação de projetos focados em materiais de alta qualidade e com pre- ocupação ambiental. Em uma parceria multidisciplinar en- tre a Companhia de Energia Dinamar- quesa, Business Center Bornholm, Danish Growth Forum, Campus Bor- nholm, Associação de Construção Dinamarquesa, Governo Regional de Bornholm, Østkraft Energy, Bornhol- ms Utility Company, a consultora de inovação Co-Creative e uma ampla gama de empresas de construção, o projeto é apoiado pela União Eu- ropeia e visa levar conhecimento de materiais e construções verdes para proprietários a um novo nível.
  34. 34. 35 DA ENERGIA VERDE A CONSCIENTI- ZAÇÃO SOBRE MATERIAIS Expandindo o foco tradicional em con- truções verdes em energia eficiente, o projeto visa elevar o conhecimento e chamar a atenção para materiais eco-friendly. A exposição mostra um seleto grupo de materiais verdes e ousados e tecnologias, além de forne- cer informações e um debate sobre clima interno, impactos ambientais, pegada ecológica, análise de ciclo de vida, métodos de construção, econo- mia de construção, tatilidade, quali- dades estéticas e arquitetônicas. O objetivo chave da exibição é estabe- lecer contruções verdes não apenas como unidades de preservação mas também como espaços de vivência sadios, que melhoram o bem estar e a produtividade quando equipados com materiais verdes. A mostra foca em materiais e so- luções para as seguintes partes da construção: telhados, fachadas e pa- redes, janelas e portas, isolamento, pisos, carpetes e azulejos, pintura e acabamento, soluções técnicas (aquecimento, ventilação, tecnologia de construção inteligente).
  35. 35. 36 SUSTENTABILIDADE Outro tema central é a abordagem de ciclo de vida focada em materiais apropriados para reutilização e reci- clagem. As construções devem estar preparadas para melhorias e à reuti- lização de materiais no final do clico de vida como uma preocupação cres- cente, que faz com que tanto o senso econômico e o ambiental sejam aper- feiçoados na hora de projetar casas já existentes. A exposição é grátis e aberta ao públi- co, e é gerenciada por uma iniciativa independente não-lucrativa dedicada a fornecer informação e aconselha- mento independentes de alta quali- dade. Os parceiros e conselheiros do projeto do Serviço Dinamarquês de Energia ofererem conselhos informa- tivos e neutros para proprietários par- ticulares, independente de interesses comerciais. Desta forma, a exibição almeja entregar um alto nível de au- tenticidade e orientação confiável a construtores e proprietários.
  36. 36. 37 PÁGINAS ANTERIORES - VISÃO GERAL DO SHOWROOM GREEN BORNHOLM E EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS ECO-SUSTENTÁVEIS.
  37. 37. 38 SUSTENTABILIDADE 1, COLA FEITA COM OSSOS DE ANIMAIS 2. CÂNHAMO GRANULADO 3. TELAS TRANSLÚCIDAS FEITAS COM SOBRAS DESCARTADAS DA PLANTAÇÃO DE MILHO, 100% NEUTRAS EM CO2 E COMPOSTÁVEIS 1
  38. 38. 39 SENSIBILIZAR PESSOAS COM MATERIAIS SUSTENTÁVEIS A fim de fazer com que as escolhas dos materiais seja uma experiência concreta e não fique apenas na te- oria, a mostra é baseada em uma filosofia funcional em que os proprie- tários podem tocar, cheirar e sentir os diferentes materiais sustentáveis. Segundo a gerente do projeto, Søren Femmer Jensen, “queremos fazer com que a seleção de materiais seja um exercício interessante e inspi- rador. Prédios com partes verdes, inovadoras e eco-friendly devem se destacar como uma escolha de esti- lo de vida atraente para pessoas que queiram uma casa econômica, am- biental e sadia.” Para criar um showroom dinâmico, uma série de eventos foi organizada para impulsioná-lo. Eles também servi- ram para que produtores de materiais e companhias de contrução mostras- sem partes especiais de contruções e técnicas verdes de contrução. Segundo a arquiteta Anne Sofie von der Pahlen, que fez uma grande pes- quisa para encontrar materiais de construção sustentáveis e construir um network internacional de arqui- tetos, produtores e artesões, “a resposta recebida na exposição está sendo impressionante em termos de feedbacks positivos para o setor da construção, o que significa que tanto produtores de materiais verdes quan- to arquitetos enviaram amostras, ma- teriais de informação e exemplos para a exibição. Vamos fazer com que o network cresça mais, visando montar um festival de construção sustentável no próximo ano.” 2 3
  39. 39. 40 SUSTENTABILIDADE UM PROJETO NA ILHA VERDE ILUMINADA DE BORNHOLM A ilha de Bornholm possui o recorde dinamarquês de nú- mero de construtores verdes autorizados e tornou-se um laboratório de testes para projetos de construções sus- tentáveis ambiciosos, como o inspirado centro de confe- rências cradle-to-cradle Green Solution House. De acordo com o site da EPEA Brasil, o cradle to cradle - ou “do berço ao berço” - é uma estrutura de inovação de pro- dutos e processos produtivos inspirada em um modelo de produção que inspira a inovação para criar um sistema FOTO:PAULOHOFFMEISTER produtivo circular, em que não existe o conceito de lixo, tudo é nutriente para um novo ciclo e resíduos são de fato nutrientes que circulam em ciclos contínuos. O projeto Bright Green Island visiona se transformar em uma comunidade 100% sustentável e livre de carbono perto de 2025. Uma comunidade que cria soluções locais, sustentáveis e eco-friendly, crescimento e novos negó- cios. Saiba mais em brightgreenisland.com. A ILHA DE BORNHOLM, NA DINAMARCA
  40. 40. 41
  41. 41. 42 ACHAMOS Inspirada na memorabilia, a Fahrer lança a mesa de centro Zenith, ins- pirada nas rádiovitrolas das décadas de 1950 e 1960. Os designers Sergio Fahrer e Jack Fahrer são referência mundial em mobiliário em madeira curvada. www.fahrer.com.br A luminária Facetta é feita com Polipropileno e PC e tem grande resistência a impactos, ao tempo e boa estabilidade térmica. A peça é facetada - a forma geométrica irregular cria um efeito de ilumina- ção que amplia a refração da luz. www.labluz.com.br
  42. 42. 43 A coleção de papéis de parede Su- montana, da Naru, apresenta deta- lhes artesanais que reinventam o estilo clássico. O catálogo traz 85 opções de revestimentos vinílicos que podem ser encontrados nas principais lojas. A evolução do design da clássica poltrona Paulistano, projetada em 1957 por Paulo Mendes da Rocha, ori- ginou a versão Paulistano Office Giratória, também assinada pelo arquiteto e urbanista. Possui estrutura desmontável em aço polido ou aço fosfatizado, que protege contra a corrosão do material - e pistão central. www.futon-company.com.br
  43. 43. 44 ACHAMOS A superfície de quartzo 4003 Sleek Concrete foi inspirada no aspecto rús- tico do concreto queimado. Ela pode ser aplicada em pisos, paredes, pai- néis verticais, bancadas de cozinhas, banheiros e ainda, pode ser utilizada para construção de móveis, como bancos, mesas e pias esculpidas. www.caesarstone.com.br
  44. 44. 45 A coleção Hard da Decortiles apos- ta no aspecto bruto do concreto de demolição misturado aos efeitos desgastados causados pelo tempo. Indicado para paredes e pisos de áreas internas. Já a linha Carrara recria o aspecto do mármore branco, ganhando no- vas proporções e se aproximando à cerâmica do natural. Se destaca na decoração de interiores, design de objetos, além de criar belas compo- sições com materiais contemporâne- os. Os revestimentos estão disponí- veis nos tamanhos 120 X 120cm ou 120 X 240cm. Formada por ripas de madeira com aspecto natural, a linha Alba da Elia- ne Revestimentos propõe trazer o calor do campo para dentro dos am- bientes. Disponível no formato 20 x 120cm, a superfície acetinada é indicada para áreas comerciais sem acesso à rua, garagens e varandas, e ambientes residenciais internos.
  45. 45. 46 ADSEL informa Questão muito controvertida e que gera reiteradas discus- sões entre os proprietários de unidades condominiais diz respeito à forma de divisão das despesas condominiais. Na maioria das vezes, os condomínios adotam como forma de rateio das despesas a regra geral, mais preci- samente, aquela prevista no inciso I, do artigo 1.336 do Código Civil e no § 1º, do artigo 12 da Lei nº 4.591/64, que determina que as despesas do Condomínio sejam ratea- das de acordo com a fração ideal de cada unidade, salvo disposição em contrário na Convenção. O cerne da discussão está no fato de que os proprietários de unidades com maior área, ou seja, que possuem fra- ções ideais maiores, pagam valores superiores as demais unidades, independentemente de utilizarem a estrutura e os serviços do Condomínio na mesma proporção ou, até mesmo, em grau menor do que os proprietários de unida- des menores. Recentemente circulou em alguns sites jurídicos uma maté- ria acerca do assunto, onde restou afirmado pelo seu autor que o Superior Tribunal de Justiça - STJ havia “derrubado o rateio da taxa de condomínio pela fração ideal”. Segundo a notícia, o STJ determinou que o rateio das despesas condo- miniais deveria se dar em partes iguais para todas as unida- des independentemente do seu tamanho. Como era de se esperar, a notícia alimentou a discussão, pois uma decisão neste sentido emanada do STJ serviria de fun- damento jurisprudencial para inúmeros casos e certamente acarretaria no ajuizamento de centenas de ações visando dis- cutir e revisar a forma de rateio das despesas condominiais. Todavia, após uma análise criteriosa da notícia, descobriu- se que na verdade não houve manifestação de mérito quanto à forma de rateio das despesas condominiais pelo STJ. Na realidade, a decisão do STJ, proferida nos autos do Recurso Especial nº 1.104.352-MG, apenas negou se- guimento ao recurso interposto pelo Condomínio, por au- sência dos requisitos formais de admissibilidade, sem, no entanto, analisar a matéria fática. Cabe esclarecer que o Recurso Especial interposto pelo Condomínio visava atacar decisão proferida pelo Tribu- nal de Justiça de Minas Gerais que, ao decidir sobre um caso específico, onde houve inclusive a produção de pro- va pericial, determinou o rateio igualitário das despesas condominiais, independentemente da fração ideal. Essa decisão não é vinculante e aplica-se exclusivamente ao caso tratado. Portanto, em que pese se tratar de questão controvertida, inclusive no Judiciário, não há, até o presente momento, decisão que indique uma tendência jurisprudencial por parte do STJ sobre o tema, o que significa dizer que o ra- teio das despesas do condomínio de acordo com a fração ideal de cada unidade se monstra legítima e válida. Para finalizar, é importante ressaltar que a legislação que trata da matéria permite que a Convenção do Condomínio fixe outra forma de rateio das despesas condominiais, ou seja, a legislação dá aos condôminos autonomia para de- cidirem pela forma de rateio que entenderem mais justa a cada Condomínio. RATEIO DAS DESPESAS DE CONDOMÍNIO Cleo Regis Souza da Silva
  46. 46. 47 NAS COMPRAS A PARTIR DE R$ 8 MIL EM MÓVEIS, VOCÊ LEVA PARA CASA UM PRODUTO BARTZEN ATLÂNTIDA Av. Paraguassú, 4106 Atlântida, Xangri-lá - RS (51) 3416-2520 | 3416-2560
  47. 47. 48 EDITORIAL CP IMÓVEIS O Litoral Norte do Rio Grande do Sul apresenta vasta ri- queza em vegetação e uma paisagem elevada e comple- xa, derivada de um conjunto único de fatores ecológicos, segregados ao longo do tempo, que se estendem desde a formação da Planície Costeira até a borda da Serra Geral. Através de deposições sedimentares acumuladas em mi- lhares de anos, formou-se uma cadeia de morros, onde cercados por depressões deram origem a um sistema la- gunar único no mundo, contando com 22 lagoas que vão de encontro à planície costeira e ao oceano, constituindo este relevo diferenciado ao litoral gaúcho. Assim como Porto Alegre fica de costas para o Guaíba, as praias do nosso Litoral Norte também ficam de costas para a Lagoa dos Quadros, situada em Capão da Canoa, que cha- ma mais a atenção para suas belezas ao entardecer. Contemplar o cenário formado pela lagoa e sua vasta cadeia de morros ao por do sol é simplesmente deslum- brante. Suas águas calmas e rasas refletidas a luz solar formam uma composição paisagística indescritível e única em termos de beleza natural intocada e poder desfrutar desta energia, que somente a natureza nos proporciona, a beira desta lagoa, é maravilhoso e revigorante! Outra atração que a lagoa proporciona a seus frequenta- dores, além de sua beleza inquestionável, é ser um local propício para esportes aquáticos, como a prática de stand up, kitesurf e velejo, além do uso lanchas e barcos, que permitem longos passeios que podem ser percorridos de Osório a Torres, ou jet skis para trajetos mais curtos. Nesta perspectiva, investidores de todo Estado apostam na valorização desta região como mais uma opção de tu- rismo e lazer para quem já está acostumado e cansado das opções de somente praia ou serra, pois tamanha bele- za natural próxima a nossa Capital, torna-se gradualmente mais um local de refúgio a quem deseja descansar, relaxar e fugir do estresse do dia a dia! LAGOA DOS QUADROS
  48. 48. 49 A LAGOA DOS QUADROS, VISTA DO CONDOMÍNIO CAPÃO ILHAS RESORT
  49. 49. 50 Para caramelizar a cebola, descasque dez cebolas graú- das, fatiando-as em rodelas e deixando-as de molho por 2 horas. Ferva a cebola até ficar al dente e reserve. Coloque em uma panela açúcar, 2 colheres de cunharíeis e 300ml de água, e deixe até ficar no ponto de caramelo. Acrescente a cebola e mexa até caramelizar! RECEITA DE FILÉ AO MOLHO DE GORGONZOLA COM CEBOLA CARAMELADA Para fazer o molho, bata 360 ml de molho branco e 80 gramas de queijo gorgonzola até ficar no ponto. Grelhe o filé ao seu gosto. Coloque em um prato, acres- cente o mollho e a cebola caramelada. Bom apetite! EDITORIAL FORNELLONE
  50. 50. 51 A Iver Daneo possui uma forma única de trabalhar com madeira, que somada ao uso de matéria diferenciada, tor- na o trabalho extremamente especial. O resultado são pe- ças exclusivas feitas artesanalmente - móveis sob medida em madeira maciça e MDF, esquadrias especias, pérgo- las, revestimentos e acabamentos em madeiras nobres, evidenciando o reaproveitamento de madeiras nobres e ecológicas. Além da madeira de demolição, a marcenaria artesanal utiliza em suas criações a madeira recolhida da orla marí- tima após as ressacas de vento sul. Não se sabe ao certo quanto tempo a madeira pode ter flutuado nas correntes do oceano,e por isso cada peça conta uma história. Conheça a coleção de móveis coloniais italianos chamada Coleção da Toscana, lançada recentemente pela marca, com exclusividade. A empresa tem lojas na Av. Paraguassú, em Atlântida, e na Av. 4 de Maio, em Glorinha. IVER DANEO EDITORIAL IVER DANEO
  51. 51. 52 EDITORIAL IDÉLLI Um projeto de arquitetura de interiores é mais do que formas, cores e padronagens. É a alma de quem habita a casa – as suas histórias, o seu tempo, o seu jeito de ser. Conceito, inspiração e criatividade são ingredientes básicos do mix de estética contemporânea da Idélli Am- bientes. A Idélli está no mercado para oferecer ao seu consumidor produtos com alta qualidade e acabamento diferenciado. Além da precisão na fabricação dos produ- tos, a fábrica garante também velocidade para a produção de móveis neste segmento. Cada produto Idélli é resultado de uma grande pesquisa de tendências e estilos aliados à qualidade e solidez da marca que faz parte do Grupo K1, maior grupo moveleiro da América Latina, com destaque no mercado brasileiro e internacional por sua tecnologia na produção e inovações em design de seus produtos, com a matriz localizada na cidade de Tupandi, RS. As mais de 70 lojas espalhadas pelo Brasil, que operam pelo sistema de franquias, repre- sentam a marca Idélli nos principais centros comerciais do país, levando para seus clientes uma ampla linha de opções em acabamentos e acessórios garantindo a reali- zação de projetos que atendam aos mais variados estilos. Desde dezembro de 2012, a Idélli apresenta sua marca ao Litoral Norte. Com um showroom de aproximadamente 347 m² e 11 ambientes, a loja fica localizada na Av. Para- guassú, 1426 em Xangri-Lá, oferecendo aos seus clientes muito mais do que ambientes planejados, mas sim, so- nhos realizados. ‘’São móveis inspirados em cada cliente, e pensados de acordo com as tendências do mobiliário mundial’’, destaca a proprietária e arquiteta Jaqueline Fis- cher Zapelini. Recentemente a Idélli projetou uma casa de 315 m², carac- terizada pela predominância de cores vivas e marcantes. Quando o jovem casal de empresários decidiu mudar-se com seus dois filhos para uma nova residência em Porto Alegre, e entregou a Idélli a missão de traduzir nos móveis e decoração toda a personalidade alegre e jovial da família. A proposta conceitual exigia explorar ao máximo o melhor da cor, luz e design dos projetos de mobiliário. Um dos pontos altos, pensado com muito cuidado, foi o espaço IDÉLLI AMBIEN- TES XANGRI-LÁ dos filhos, a brinquedoteca. Para estimular a curiosidade e despertar a criatividade das crianças o espaço foi pen- sado de forma lúdica e divertida. Foi desenhado um ges- so curvo e nele surge um céu de fibra ótica. Do desenho “Apenas um show” veio à inspiração para os adesivos de parede. Com os móveis criou-se um ambiente funcional, aliando cor e luz para a composição de um mundo mágico.
  52. 52. 53 EDITORIAL PESSI Para a Pessi, o futuro é hoje. E para realizá-lo com exce- lência e atenção aos detalhes que fazem a diferença, ela se inventa e reinventa todos os dias, buscando novas tec- nologias, antecipando tendências, entregando ao cliente além do que é esperado. Seus empreendimentos vem transformando o concreto em ícones arquitetônicos, traçando linhas que surpreen- dem pela beleza dos projetos e detalhes de acabamento. Proporcionando produtos de valor agregado superior, o Grupo Pessi atende aos anseios de um público de ele- vada expectativa, que valoriza a qualidade de vida e uma oportunidade de investimento segura e rentável. SURPREENDENDO E ENCANTANDO OS CLIENTES INVESTIMENTO SEGURO SURPREENDENDO E ENCANTANDO OS CLIENTES Para a Pessi, o futuro é hoje. E para realizá-lo com excelência e atenção aos detalhes que fazem a diferença, ela se inventa e reinventa todos os dias, buscando novas tecnologias, antecipando tendências, entregando ao cliente além do que é esperado. Seus empreendimentos vem transformando o concreto em ícones arquitetônicos, traçando linhas que surpreendem pela beleza dos projetos e detalhes de acabamento. Proporcionando produtos de valor agregado superior, o Grupo Pessi atende aos anseios de um público de elevada expectativa, que valoriza a qualidade de vida e uma oportunidade de investimento segura e rentável. MERODE Rua Guaraci, 2665 Capão da Canoa LADY DI Rua Guaraci, 2463 Capão da Canoa BEACH PALACE Av. Ubirajara, 103 Capão da Canoa PUNTA SERENA Rua Guaraci, 3108 Capão da Canoa ATLÂNTIDA PRIME Rua Ubatuba, 369 Capão da Canoa OCEANO Rua Moema, 3089 Capão da Canoa dez/2015 ENTREG UE ENTREG UE ENTREG UE ENTREG UE ENTREG A DEZ/2015 PRÉ-LANÇAM ENTO
  53. 53. 54 EDITORIAL THEOSUL Na atualidade, o mercado das consultorias ambientais está em franco crescimento, sendo este um ramo de atividade cada vez mais procurado por instituições e empresas que se preocupam com sustentabilidade e buscam um equi- líbrio entre o desenvolvimento econômico, o bem estar social e a preservação do meio ambiente. A cada dia, mais empresas se comprometem com a res- ponsabilidade ambiental, com o uso consciente de maté- rias primas e recursos naturais, usam fontes de energias renováveis, investem em novas tecnologias que prejudi- quem o mínimo possível a natureza e adotam medidas e práticas sustentáveis. Neste contexto, as consultorias ambientais são cada vez mais procuradas por empresas que despertam esta visão sustentável, e atuam de manei- ra a avaliar e indicar possíveis danos e impactos ambien- tais que a empresa/indústria ou atividade possa causar ao meio ambiente, traçando estratégias e maneiras de mini- mizar esses impactos causados à natureza, à sociedade e ao planeta como um todo. No momento em que uma consultoria ambiental é con- tratada por uma empresa, a mesma assume a atribuição de diagnosticar a implantação ou o funcionamento da em- presa ou dos empreendimentos projetados por ela, bem como avaliar projetos e ações rotineiras exercidas em seu cotidiano. De posse destas informações, a consulto- EXPANSÃO DO MERCADO DAS CONSULTORIAS AMBIENTAIS ria passa a elaborar projetos e estudos de acordo com as normas técnicas e legislações vigentes para área de atua- ção desta empresa, a fim de garantir que todas as ações previstas e que venham a ser executadas por ela, estejam sendo geridas de maneira que causem o mínimo possível de danos ambientais ou até mesmo nenhum dano. Portanto, contratando uma consultoria, as empresas estarão firmando um compromisso ambiental e social, reduzindo im- pactos que poderiam ser causados à sociedade, à fauna, à flora e aos recursos naturais, e também passarão a possuir uma garantia de que todas as suas ações estarão de acordo com as legislações pertinentes, ficando isentas de multas impostas por órgãos de fiscalização e controle ambiental. Sendo assim, não há sombra de dúvida de que as con- sultorias ambientais continuarão no ranking dos serviços mais procurados no futuro, pois já na atualidade, uma em- presa que se compromete com a preservação ambiental é muito mais aceita pela sociedade e agrega um valor dife- renciado de mercado a sua marca ou produto. A Theosul Ambiental possui este compromisso com a na- tureza e com a sociedade da qual fazemos parte, e nos colocamos à disposição para ajudar a sua empresa/em- preendimento a também firmar este compromisso com o meio ambiente, de maneira a deixar um planeta melhor para as futuras gerações. Francieli Ribeiro, Bióloga 10 ANOS CRIANDO NEGÓCIOS DE SUCESSO Consultoria Ambiental Licenciamento Ambiental Projetos Ambientais Av. Paraguassu, 2143, sala 601 | Ed. Perini Work Center | Centro | Capão da Canoa/ RS | www.theosul.com.br 51 3502 3818 51 8209 4403 comercial@theosul.com.br
  54. 54. 55
  55. 55. 56 Os ingredientes para uma boa alquimia gastronômica pre- cisam estar sempre à mão. Para isso, que tal criar um jar- dim dos sentidos na bancada da cozinha, na janela ou até mesmo, naquele cantinho que está “sobrando” na pia? O primeiro passo é escolher as ervas que mais são usadas em suas receitas. Manjericão, salsa, cebolinha, hortelã, sálvia e alecrim são as mais comuns. O passo seguinte é escolher uma área que receba ao menos três horas de sol por dia e, escolher vasos proporcionais ao tamanho de cada uma delas. Para essa seleção de temperinhos, os recipientes de tamanho médio são ideais. Se você comprou apenas a mudinha, prepare vasos e jardi- neiras. Coloque pedrinhas, cacos de telhados, tijolos ou bri- tas no fundo para ajudar na drenagem. Caso haja espaço na varanda para um jardim vertical, não é necessário o uso de pedra. O plantio pode ser feito diretamente na fibra de coco. Procure plantar espécies similares, que tenham a mesma necessidade: legumes com legumes e condimentos com condimentos. O mais importante é regar todos os dias. Para fugir dos tradicionais vasos e jardineiras, use latinhas vazias, xícaras antigas, baldes pequenos de alumínio co- lorido e até mesmo garrafas pets são ótimas alternativas, que também contribuem para a decoração. CADA PLANTA NO SEU LUGAR Manjericão: se adapta melhor a temperaturas amenas, mas não se esqueça de verificar a temperatura indicada para cada tipo. Alecrim: é bem resistente vai muito bem com altas tem- peraturas e clima seco. Sobrevive até três dias sem água. Hortelã: plante-a sozinha, já que suas raízes são mais pro- fundas que as das demais ervas, o que pode prejudicar o desenvolvimento de outras plantas. Sálvia: perfeita para baixas temperaturas, além de ser re- sistente a pouca água (suporta até dois dias). Cebolinha: por se tratar de uma erva versátil, a cebolinha pode ser cultivada em qualquer clima. Salsa verde: embora seu cultivo seja indicado em tempera- tura amenas, a salsinha pode ser cultivada em qualquer cli- ma. As altas temperaturas podem acelerar o seu florescer. DICAS PARA UM JARDIM DOS SENTIDOS Lucia Manzano, arquiteta e paisagista OPINIÃO
  56. 56. 57 REFORMA ESTRUTURAL / CONSTRUÇÃO PROJETO E ARQUITETURA/CONSTRUÇÃO Manutenção, venda e instalação de ar condicionado SERVIÇOS Arquiteto e Eng. De Segurança do Trabalho Edmilson Germano pereira Neto Arquiteta e urbanista Bianca Germano Pereira Neto Av: Paraguassu n° 4432 - loja 02 - Atlântida - Xangri-lá/RS - Fone: 051 3502 6888 - Cel: 051 8153 2672 17 Anos FAÇA PARTE DO GUIA DE SERVIÇOS CONTATE-NOS PARA SABER INFORMAÇÕES DE CUSTOS E FORMATOS Grupo Theosul (51) 3502.3818 André Bathu (51) 8209.4403 Lisiane Lopes (51) 9127.0868
  57. 57. 58
  58. 58. 59
  59. 59. 60 Mansão suspensa a 15 metros da beira-mar de Capão da Canoa, quase divisa com Atlântida Informações: 51-9602-9495 RUA TUPANCIRETÃ ESQUINA GUARACI, 3108 6 suítes • 10º andar 277,96m² área útil • 3 vagas com depósito CREA/RS 111772 INFRAESTRUTURA E LAZER • Salão de festas com churrasqueira e terraço • Piscina adulto com raia e piscina infantil, cobertas e aquecidas • Sala de Fitness • Playground com grama sintética • Chimarródromo O EDIFÍCIO • Fachadas totalmente revestidas em pastilhas • Port-cochère • Espelho d´água c/ chafarizes • Grandioso hall de entrada tipo hotel • Segurança planejada OS APARTAMENTOS • Aptos com piso revestido em porcelanato polido 60 x 60cm • Todas as sacadas entregues fechadas • Espera para Split em todas as peças • Manta acústica nos andares • Tubulação acústica na descarga dos banheiros ECOLOGIA E ECONOMIA • Aproveitamento da água da chuva • Medidor individual de água • Piscinas com aquecimento Apto Decorado MOBILIADO E DECORADO INVESTIMENTO SEGURO

×