SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
TRABALHO PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE FARMÁCIA
TEMA: ACESSO A FARMÁCIA DE ALTO CUSTO E SUAS DIFICULDADES
A POPULAÇÃO
SÃO PAULO
2021
TRABALHO PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE FARMÁCIA
TEMA: ACESSO A FARMÁCIA DE ALTO CUSTO E SUAS DIFICULDADES
A POPULAÇÃO
Anair Santos RA: 318202647
Bruno Barbosa dos Santos RA: 918201605
João Batista Sobrinho RA: 318200485
Mateus Alcantara de Sousa RA: 318202639
Rayane Ribeiro Virgili RA: 318200489
Talita Mileide da Silva Shirato RA: 318200468
Valéria Caetano Da Silva RA: 318200492
Trabalho para conclusão do curso
superior de graduação em
Farmácia.
Orientador: Profª Alfredo.
SÃO PAULO
2021
AGRADECIMENTOS
Primeiramente gostaríamos de agradecer a Deus por nos dar forças para que
chegássemos até esse momento tão importante em nossas vidas,
agradecemos nossos familiares por nos apoiarem, nos incentivarem e também
pela compreensão nos momentos difíceis, ao grupo de docentes dessa
conceituada instituição por nos passarem seus conhecimentos, aos nossos
colegas de turma que passaram pelas mesmas dificuldades e também
superaram os mesmos desafios.
4
RESUMO
Atualmente em nosso país Brasil existem milhares de doenças crônicas ou
normais, que necessitam de um tratamento especifico uso continuo para o seu
controle ou curas totais, existem programas que fornecem medicamentos
chamado de farmácia popular onde as drogarias particulares são credenciadas
pelo governo para atender a população são dispensados medicamentos para
diabetes, colesterol, hipertensão, nos posto de saúde do sistema único de
saúde abrange a liberações de outros tipos de medicamentos como
antialérgico, antifebril, antiinflamatório, em casos específicos é utilizado a
farmácia de alto custo, somos privilegiados de possuir o direito de
medicamentos gratuitos independente do seu valor agregado, em outros países
não existem esse privilégio, a falta de conhecimento acarreta em dificuldade
para população realizar a coleta e aderir o seu tratamento de forma correta,
para menor desgaste a sua saúde, que deixará o paciente no mínimo estável.
Sem as informações corretas é impossível promover o uso racional de
medicamentos.
Palavra chave: Farmácia de alto custo.
ABSTRACT
Currently in our country Brazil there are thousands of chronic or normal
diseases that require specific treatment, continuous use for their control or total
cures, there are programs that provide medicines called popular pharmacy
where private drugstores are accredited by the government to serve the
population Medicines for diabetes, cholesterol, hypertension are dispensed at
the health centers of the single health system, which covers the release of other
types of medicines such as anti-allergy, anti-febrile, anti-inflammatory, in
specific cases a high-cost pharmacy is used, we are privileged to have the right
to free medicines regardless of their added value, in other countries this
privilege does not exist, the lack of knowledge makes it difficult for the
population to carry out the collection and adhere to their treatment correctly, to
lessen the strain on their health, which will leave the patient at least stable.
5
Without correct information, it is impossible to promote the rational use of
medications.
Key word: High cost pharmacy.
6
SUMÁRIO
1 – INTRODUÇÃO ..............................................................................................7
2 – OBJETIVO ....................................................................................................9
3 – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE ......................................................................9
3.1 - Farmácia Popular .....................................................................................10
3.2 – Medicamentos na UBS ............................................................................11
4 – RENAME ....................................................................................................11
5 – REMUME ....................................................................................................11
6 – FARMÁCIA DE ALTO CUSTO ..................................................................11
7 – RESULTADOS ...........................................................................................12
7.1 – Receita .....................................................................................................12
7.2 – Resumo do Caso da Receita ...................................................................13
7.3 - Documentação necessária para retirada dos medicamentos gratuitos ....13
7.4 – Carta ao Prescrito ....................................................................................19
7.5 – Tabela Exemplificada ...............................................................................20
8 – CONCLUSÃO .............................................................................................20
9 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..........................................................21
7
1 – INTRODUÇÃO
Como profissional da saúde nos temos por obrigação promover o uso de
Medicamentos de forma segura não apenas dispensar os medicamentos e
fazer a pessoa se virar para tomar, mesmo que a pessoa tome o medicamento
a anos devemos informar as vias de administração, as possíveis reações
adversas, interação Medicamentosa.
Não agir como simples vendedores e sim como profissionais qualificados
para Promover saúde aos necessitados, o uso de medicamento vai muito além
do que a simples ingestão de um fármaco na boca ou na veia, é uma atenção e
um cuidado ao nosso próximo que muita das vezes não conhecemos, mais
esse paciente é o amor de alguém devemos cuidar deles como se fossem o
nosso amor, ao pensarmos assim iremos fornecer um atendimento diferenciado
pois quando amamos alguém queremos cuidar e proteger em todos os
aspectos.
Mas devido á crise social econômica afetada pela corona vírus que
atingiu o Brasil em 2019, onde muitos profissionais perderam seus empregos,
houve uma elevação de preços no mercado, postos de gasolina e farmácias-
drogarias, as pessoas devem aderir o seu direito ao medicamento de forma
gratuita independente do valor que custe, através da unidade básica de saúde
é possível realizar a retirada de diversos medicamentos de uma forma simples,
apresentando a receita em duas vias e com o cartão do SUS, porém para
tratamentos que possuem um grau de seriedade elevado é necessário realizar
a coleta nas farmácias de alto custo, encontramos na televisão em outros
locais reclamações para retirada nesse estabelecimento pois a falta de
documentos impede a dispensação do medicamentos, o paciente bem
orientado não possuirá problemas na retirada, você caro leitor já deve ter
ouvido alguém comentar que passou horas em uma fila em buscar de um
medicamento é voltou para casa sem o mesmo, ou casos que o paciente não
realiza ao menos a tentativa de conseguir uma retirada por medo das
dificuldades que enfrentara.
Nesse trabalho para conclusão do curso de Farmácia iremos instruir as
pessoas para a partir de então ela possua completo conhecimento para retirar
8
o seu medicamento, um bom aprendizado irá expandir para as demais pessoas
assim como as noticias ruins são expandidas as boas também serão.
Atualmente existem listas de medicamentos conhecidos como RENAME
(Relação Nacional de medicamentos essenciais), REMUME (Relação Municipal
de medicamentos essenciais), com essas duas listas podemos contar se o
medicamentos que precisamos está disponível na região em que moramos, no
caso de falta podemos consulta na lista nacional.
De acordo com o artigo apesar do longo histórico de iniciativas para a
elaboração de uma lista nacional, a RENAME passa efetivamente a contar com
um processo sistemático de atualização baseado em evidências científicas
somente em 2005, quando o Ministério da Saúde instituiu a Comissão Técnica
Multidisciplinar de Atualização da Relação Nacional de Medicamentos
Essenciais (COMARE).
Quando falamos de retirada gratuita não existe um perfil econômico que
diga essa pessoa poderá pegar o remédio, essa outra pessoa não irá ter
acesso, o beneficio é para todas as classes baixas, médias e altas, conforme o
artigo que diz Com o objetivo de descrever o perfil demográfico e
epidemiológico dos pacientes atendidos pelo programa, realizou-se um
relacionamento probabilístico-determinístico de dados provenientes de
registros do Datasus: Autorizações de Procedimentos de Alta
Complexidade/Alto Custo (Apac/SIA) e Sistema de Informação sobre
Mortalidade (SIM). A coorte formada pelo pareamento das bases de dados
identificou 611.419 indivíduos que iniciaram o tratamento no período de 2000-
2004. (Rev. bras. estud. popul. 26 (2) • Dez 2009).
De acordo com esse artigo Cerca de metade dos adultos e idosos que
tiveram acesso total ao tratamento de doenças crônicas no Brasil obtiveram
todos os medicamentos que necessitavam gratuitamente (47,5%; IC95% 45,1–
50,0). As prevalências de acesso gratuito foram maiores entre os homens
(51,4%; IC95% 48,1–54,8), na faixa etária de 40-59 anos (51,1%; IC95% 48,1–
54,2) e nas classes sociais mais pobres (53,9%; IC95% 50,2–57,7). Grande
parte dos medicamentos que atuam no sistema cardiovascular, como os
diuréticos (C03) (78,0%; IC95% 75,2–80,5), betabloqueadores (C07) (62,7%;
IC95% 59,4–65,8) e os agentes que atuam no sistema renina-angiotensina
(C09) (73,4%; IC95% 70,8–75,8) foram obtidos de forma gratuita. Os
9
medicamentos que atuam no sistema respiratório como os agentes contra
doenças obstrutivas das vias aéreas (R03) (60,0%; IC95% 52,7–66,9) foram na
sua maioria pagos do próprio bolso. (Rev. Saúde Pública 50 (suppl 2), a nossa
meta e aumentar os números de acesso de medicamentos gratuitos para a
população do nosso Brasil.
2 - OBJETIVO
O objetivo desse trabalho de conclusão de curso é instruir as pessoas a
possuir facilidade ao acesso a medicamentos na farmácia de alto custo.
3 – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
O sistema único de saúde é um ambiente criado pelo conselho federal
do território brasileiro, esse sistema permite a população em geral o acesso a
cuidados hospitalares e a realização de qual quer tipo de tratamento desde um
câncer a uma cirurgia plástica, porém para isso necessitamos seguir os níveis
hierárquicos para possuir liberação, esse sistema não existe nos outros países
somente no Brasil, em outros países esses sistema é privado ou seja as
pessoas necessitam pagar para obter o serviço, com isso nos possuímos
acesso a saúde de modo geral, sem restrição de classe social e econômica.
Para isso devemos entender os acessos e possuir sempre a orientação
correta para retirada dos medicamentos.
De acordo com (SAUDE PUBLICA 2017);51 Supl 2:18s Os
medicamentos têm assumido um papel importante na redução do sofrimento
humano. Produzem curas, prolongando a vida e retardando o surgimento de
complicações associadas às doenças, facilitando o convívio entre o indivíduo e
sua enfermidade. Ademais, os medicamentos são considerados tecnologias
altamente custo-efetivas e seu uso apropriado pode influenciar o processo de
cuidado em saúde20. A utilização de medicamentos é influenciada pela
estrutura demográfica, fatores socioeconômicos, comportamentais e culturais,
perfil de morbidade, características do mercado farmacêutico e pelas políticas
governamentais dirigidas ao setor16. A grande oferta de produtos, o marketing
da indústria farmacêutica e o número de medicamentos prescritos são fatores
10
que podem comprometer a qualidade do uso de medicamentos18. O aumento
da prevalência de doenças crônicas no país, especialmente a hipertensão
arterial, diabetes, artrite/artrose e depressão é resultado do rápido e crescente
processo de envelhecimento da população brasileira nos últimos anos.
Paralelamente a esse processo, há o crescimento da utilização de
medicamentos, necessários para o controle e prevenção de problemas
relacionados à saúde dos indivíduos.
3.1 - Farmácia Popular
A farmácia popular é um programa em parceria com as drogarias
privadas a qual disponibiliza medicamento gratuito para algumas doenças,
esses medicamentos são:
 Sinvastatina 10mg;
 Sinvastatina 20mg;
 Sinvastatina 40mg;
 Alendronato de sódio 70mg;
 Captopril 25mg;
 Meleato de Enalapril 10mg;
 Cloridrato de Propranolol 40mg;
 Atenolol 25mg;
 Hidroclorotiazida 25mg;
 Losartana Potássica 50mg;
 Estradiol 5mg;
 Etinilestradiol + Levonorgestrel.
Para realizar a retirada desses medicamentos é necessário levar o
comprovante de endereço, documento com foto, e a receita.
3.2 – Medicamentos na UBS
11
Para realizar a retirada de medicamentos na unidade básica de saúde é
necessário levar em mãos a receita do medicamento e uma copia, cartão do
SUS e documento.
De acordo com (SAUDE PUBLICA 2017);51 Supl 2:18s, a maioria dos
usuários de medicamentos possuía baixa escolaridade e comorbidades os
medicamentos mais utilizados foram os anti-hipertensivos. A automedicação foi
maior entre os jovens. A maioria dos usuários relatou utilização de
medicamentos genéricos. O número médio de medicamentos e a prevalência
de uso aumentaram com a idade. Devido às características observadas e as
dificuldades no uso de medicamentos, os idosos estão em situação de maior
vulnerabilidade.
4 – RENAME
O RENAME (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais) é uma
plataforma desenvolvida para temos uma referência dos medicamentos que
estão disponíveis no sistema único de saúde de uma forma geral.
Sua última atualização ocorreu no ano de 2020, essas alterações são
realizadas pelo governo.
5 – REMUME
O REMUME (Relação Municipal de Medicamentos Essenciais) é uma
plataforma desenvolvida para temos referência dos medicamentos que estão
disponíveis no sistema único de saúde porém de acordo com cada município.
6 – FARMÁCIA DE ALTO CUSTO
A farmácia de alto culto é um local que disponibiliza também
medicamentos para a população, esses medicamentos são aqueles que
possuem maior valor agregado e necessitam de maior controle por parte da
ANVISA por possuir riscos a saúde, lembrando que todos os medicamentos
disponíveis para a população devem conter acompanhamento médico.
12
Por possuir maior controle o acesso a população é um pouco dificultoso
quando não possuímos as informações completas quanto a documentação
necessária, a seguir veremos a forma correta de como acessar esses
medicamentos sem dificuldades.
7 – RESULTADOS
A seguir iremos instruir a forma de acesso ao medicamento de acordo
com os medicamentos inclusos no receituário fictício que desenvolvemos em
conjunto com o nosso grupo.
Através dessas instruções que são meramente ilustrativas esperamos
instruir as pessoas a fácil acesso aos medicamentos.
7.1 – Receita
13
7.2 – Resumo do Caso da Receita
De acordo com os medicamentos prescrito na receita citada a cima, seis
das prescrições podem ser retiradas pelo SUS sendo eles: caverdilol 12,5mg,
ácido acetilsalicílico 100mg, cloridrato de ranitidina 150mg, glimepirida 2mg,
hidroclorotiazida 50mg, levotiroxina 25mg, o medicamento hemifumarato de
quetiapina 100mg deve ser retirado na farmácia especializada em alto custo, e
o medicamento metformina xr 500mg na farmácia popular disponíveis nas
redes credenciadas de farmácia privada, para o acesso gratuito enviaremos
duas cartas de comunicado ao prescritor para solicitar que seja alterado o
nome comercial do medicamentos euthirox para o principio ativo levotiroxina, e
outra para verificar a possibilidade do aumento da quantidade de comprimidos
prescrito passando o uso de 1 comprimido para 2 comprimidos.
7.3 - Documentação necessária para retirada dos medicamentos gratuitos
 SUS
Cartão do SUS
Carteira de identidade *RG*
14
Duas vias da receita
 Farmácia Popular
Carteira de identidade *RG* que possua número de CPF
Receita original
15
Procuração caso o paciente não possua condições de
locomoção Nesse caso é necessário o RG do procurador
também
 Farmácia de alto custo para o Hemifumarato de quetiapina 100mg
Carteira de identidade *RG*
Cartão do SUS
16
Comprovante de endereço com CEP
Formulário preenchido pelo médico LME
Duas vias da receita, original e cópia
17
Exames laboratoriais que tenham colesterol total,
HDL, LDL, glicemia de jejum
Formulário psiquiátrica de esquizofrenia
18
Termo de esclarecimento e responsabilidade.
19
7.4 – Carta ao Prescrito
20
7.5 – Tabela Exemplificada
8 - CONCLUSÃO
Concluímos que no país a qual moramos, possui programas e locais que
disponibilizam medicamentos gratuitos a população independente de sua
classe, cor e religião, com a criação do SUS – Sistema Único de Saúde
pessoas realizam os seus tratamentos desde doenças crônicas até as cirurgias
estéticas conhecidas como plástica.
Para obtenção aos medicamentos devemos nos informas sobre os
documentos necessários para não perdermos tempo e voltar sem conseguir
acessar o medicamento, para usar os benefícios aos médicos gratuitos e a aos
medicamentos o cidadão em território brasileiro deverá possuir um cartão do
SUS.
21
Através do RENAME- Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, e
do REMUME Relação Municipal de Medicamentos, podemos localizar e
verificar se a medicação que precisamos é liberada por qual especializada,
podendo ser entregue nas farmácias de alto custo, nas UBS – Unidade Básica
de saúde, nas farmácias de rede privada que possuam a placa de farmácia
popular.
A intenção é garantir a saúde a toda população e devemos promover o
uso racional de medicamentos de forma segura e fornecer as informações
corretamente para facilitar o uso racional por parte do nosso paciente.
9 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
1.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 44 de 11
de agosto de 2009. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle
sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos
e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras
providências. Disponível em:.Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
2.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 26 de 13
de maio de 2014. Dispõe sobre o registro de medicamentos fitoterápicos e o
registro e a notificação de produtos tradicionais fitoterápicos. Disponível em: .
Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
3.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 98 de 1º
de agosto de 2016. Dispõe sobre os critérios e procedimentos para o
enquadramento de medicamentos como isentos de prescrição e o
reenquadramento como medicamentos sob prescrição, e dá outras
providências. Disponível em: 24 de Setembro de 2021.
4. BRASIL. Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011. Regulamenta a Lei no
8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do
Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à
saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências. Diário Oficial da
União, Brasília, DF, 29 jun., 2011. Seção 1, p. 1-3.
22
5. BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Comissão Intergestores
Tripartite. Resolução nº 1, de 17 de Janeiro de 2012. Estabelece as diretrizes
nacionais da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) no
âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União, Brasília, DF,
18 jan., 2012. Seção 1, p. 27.
6.CLARISSE, Disponível em:
https://www.scielo.br/j/rsp/a/ys9RsdMv6JS5BXpLvxCPwCQ/?lang=pt&format=p
df. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
7. Epidemiol. Serv. Saúde vol.27 no.1 Brasília mar. 2018 Epub 09-Mar-2018.
8. JAIRNILSON, Sistema Único de Saúde (SUS) aos 30 anos. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/csc/a/Qg7SJFjWPjvdQjvnRzxS6Mg/?lang=pt&format=pdf
. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
9. JUNIOR, Avanços e perspectivas da RENAME após novos marcos legais: o
desafio de
contribuir para um SUS único e integral. Disponível em:
http://www.rebrats.saude.gov.br/images/noticias/ArtigoRename.pdf. Acesso em:
24 de Setembro de 2021.
10. MARIANGELA, Perfil demográfico e epidemiológico dos usuários de
medicamentos de alto custo no Sistema Único de Saúde. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/rbepop/a/zDNWnTBNfhTW7GSZB3nMcfs/?lang=pt.
Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
11. MONICA, Medicamentos de alto custo para doenças raras no Brasil: o
exemplo das doenças lisossômicas. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/csc/a/r6Tsb5nQ6fW3HtQCLnHY7Kx/?lang=pt. Acesso
em: 24 de Setembro de 2021.
23
12. NOEMIA, Acesso gratuito a medicamentos para tratamento de doenças
crônicas no Brasil. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/rsp/a/QN7VgBmHNktgf864Dhpqpvz/?lang=pt. Acesso
em: 24 de Setembro de 2021.
13. NELSON, SUS 30 anos: o início, a caminhada e o rumo. Disponível em:
https://www.scielosp.org/article/csc/2018.v23n6/1729-1736/ Acesso em: 24 de
Setembro de 2021.
14. OSWALDO, Direito a Saúde e Integridade. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/icse/a/WC7GKD4py6Cq7cLdRvDZx3H/?lang=pt&format=
pdf. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
15. TATIANE, Programa Farmácia Popular do Brasil: uma análise política de
sua origem, seus desdobramentos e inflexões. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/sdeb/a/RYQMqZvKkbWFhcVVLPzLrMF/?format=pdf&lan
g=pt. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Acesso gratuito à Farmácia de Alto Custo

Livro pdf gestão pública em saúde-2.3
Livro pdf gestão pública em saúde-2.3Livro pdf gestão pública em saúde-2.3
Livro pdf gestão pública em saúde-2.3Eloi Menezes
 
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2oncaponca12
 
Servicos farm arcabouco_cff_2016
Servicos farm arcabouco_cff_2016Servicos farm arcabouco_cff_2016
Servicos farm arcabouco_cff_2016LAFARCLIN UFPB
 
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufpr
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufprGestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufpr
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufprNádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
Relatório Hiperdia
Relatório HiperdiaRelatório Hiperdia
Relatório HiperdiaJayne Moura
 
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesDa teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesGiovanni Oliveira
 
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesDa teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesTCC_FARMACIA_FEF
 
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...Mario Coutinho
 
Política nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasPolítica nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasmulticentrica
 
Política nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasPolítica nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasmulticentrica
 
Cartilhasusvolume2
Cartilhasusvolume2Cartilhasusvolume2
Cartilhasusvolume2Laura Gomes
 
A importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosA importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosTCC_FARMACIA_FEF
 
A importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosA importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosTCC_FARMACIA_FEF
 
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1Eloi Menezes
 

Semelhante a Acesso gratuito à Farmácia de Alto Custo (20)

Protocolo tea sp_2014
Protocolo tea sp_2014Protocolo tea sp_2014
Protocolo tea sp_2014
 
Livro pdf gestão pública em saúde-2.3
Livro pdf gestão pública em saúde-2.3Livro pdf gestão pública em saúde-2.3
Livro pdf gestão pública em saúde-2.3
 
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2
Curso consultas pediatricas na farmacia.mod2
 
Servicos farm arcabouco_cff_2016
Servicos farm arcabouco_cff_2016Servicos farm arcabouco_cff_2016
Servicos farm arcabouco_cff_2016
 
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufpr
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufprGestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufpr
Gestao clinica de medicamentos na atenção primária a saude cassyano correr ufpr
 
Relatório Hiperdia
Relatório HiperdiaRelatório Hiperdia
Relatório Hiperdia
 
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesDa teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
 
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoesDa teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
Da teoria à realidade uma analise do conhecimento das legislaçoes
 
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...
Estratégias para otimizar o uso de medicamentos entre os idosos do HIPERDIA e...
 
Escassez de Medicamentos
Escassez de MedicamentosEscassez de Medicamentos
Escassez de Medicamentos
 
Pns alcool drogas
Pns alcool drogasPns alcool drogas
Pns alcool drogas
 
Política nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasPolítica nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogas
 
Política nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogasPolítica nacional de álcool e outras drogas
Política nacional de álcool e outras drogas
 
Cartilhasusvolume2
Cartilhasusvolume2Cartilhasusvolume2
Cartilhasusvolume2
 
U3 caderneta
U3 cadernetaU3 caderneta
U3 caderneta
 
A importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosA importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricos
 
A importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricosA importância dos medicamentos genéricos
A importância dos medicamentos genéricos
 
Revista brasileira saude_familia_32
Revista brasileira saude_familia_32Revista brasileira saude_familia_32
Revista brasileira saude_familia_32
 
Livro 1
Livro 1Livro 1
Livro 1
 
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1
Livro pdf (1)gestão pública em saúde curso 1
 

Último

PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOvilcielepazebem
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxEnfaVivianeCampos
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfMarceloMonteiro213738
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfThiagoAlmeida458596
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfEduardoSilva185439
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdfHELLEN CRISTINA
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obrasosnikobus1
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAndersonMoreira538200
 

Último (12)

PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdf
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
 

Acesso gratuito à Farmácia de Alto Custo

  • 1. TRABALHO PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE FARMÁCIA TEMA: ACESSO A FARMÁCIA DE ALTO CUSTO E SUAS DIFICULDADES A POPULAÇÃO SÃO PAULO 2021
  • 2. TRABALHO PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE FARMÁCIA TEMA: ACESSO A FARMÁCIA DE ALTO CUSTO E SUAS DIFICULDADES A POPULAÇÃO Anair Santos RA: 318202647 Bruno Barbosa dos Santos RA: 918201605 João Batista Sobrinho RA: 318200485 Mateus Alcantara de Sousa RA: 318202639 Rayane Ribeiro Virgili RA: 318200489 Talita Mileide da Silva Shirato RA: 318200468 Valéria Caetano Da Silva RA: 318200492 Trabalho para conclusão do curso superior de graduação em Farmácia. Orientador: Profª Alfredo. SÃO PAULO 2021
  • 3. AGRADECIMENTOS Primeiramente gostaríamos de agradecer a Deus por nos dar forças para que chegássemos até esse momento tão importante em nossas vidas, agradecemos nossos familiares por nos apoiarem, nos incentivarem e também pela compreensão nos momentos difíceis, ao grupo de docentes dessa conceituada instituição por nos passarem seus conhecimentos, aos nossos colegas de turma que passaram pelas mesmas dificuldades e também superaram os mesmos desafios.
  • 4. 4 RESUMO Atualmente em nosso país Brasil existem milhares de doenças crônicas ou normais, que necessitam de um tratamento especifico uso continuo para o seu controle ou curas totais, existem programas que fornecem medicamentos chamado de farmácia popular onde as drogarias particulares são credenciadas pelo governo para atender a população são dispensados medicamentos para diabetes, colesterol, hipertensão, nos posto de saúde do sistema único de saúde abrange a liberações de outros tipos de medicamentos como antialérgico, antifebril, antiinflamatório, em casos específicos é utilizado a farmácia de alto custo, somos privilegiados de possuir o direito de medicamentos gratuitos independente do seu valor agregado, em outros países não existem esse privilégio, a falta de conhecimento acarreta em dificuldade para população realizar a coleta e aderir o seu tratamento de forma correta, para menor desgaste a sua saúde, que deixará o paciente no mínimo estável. Sem as informações corretas é impossível promover o uso racional de medicamentos. Palavra chave: Farmácia de alto custo. ABSTRACT Currently in our country Brazil there are thousands of chronic or normal diseases that require specific treatment, continuous use for their control or total cures, there are programs that provide medicines called popular pharmacy where private drugstores are accredited by the government to serve the population Medicines for diabetes, cholesterol, hypertension are dispensed at the health centers of the single health system, which covers the release of other types of medicines such as anti-allergy, anti-febrile, anti-inflammatory, in specific cases a high-cost pharmacy is used, we are privileged to have the right to free medicines regardless of their added value, in other countries this privilege does not exist, the lack of knowledge makes it difficult for the population to carry out the collection and adhere to their treatment correctly, to lessen the strain on their health, which will leave the patient at least stable.
  • 5. 5 Without correct information, it is impossible to promote the rational use of medications. Key word: High cost pharmacy.
  • 6. 6 SUMÁRIO 1 – INTRODUÇÃO ..............................................................................................7 2 – OBJETIVO ....................................................................................................9 3 – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE ......................................................................9 3.1 - Farmácia Popular .....................................................................................10 3.2 – Medicamentos na UBS ............................................................................11 4 – RENAME ....................................................................................................11 5 – REMUME ....................................................................................................11 6 – FARMÁCIA DE ALTO CUSTO ..................................................................11 7 – RESULTADOS ...........................................................................................12 7.1 – Receita .....................................................................................................12 7.2 – Resumo do Caso da Receita ...................................................................13 7.3 - Documentação necessária para retirada dos medicamentos gratuitos ....13 7.4 – Carta ao Prescrito ....................................................................................19 7.5 – Tabela Exemplificada ...............................................................................20 8 – CONCLUSÃO .............................................................................................20 9 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..........................................................21
  • 7. 7 1 – INTRODUÇÃO Como profissional da saúde nos temos por obrigação promover o uso de Medicamentos de forma segura não apenas dispensar os medicamentos e fazer a pessoa se virar para tomar, mesmo que a pessoa tome o medicamento a anos devemos informar as vias de administração, as possíveis reações adversas, interação Medicamentosa. Não agir como simples vendedores e sim como profissionais qualificados para Promover saúde aos necessitados, o uso de medicamento vai muito além do que a simples ingestão de um fármaco na boca ou na veia, é uma atenção e um cuidado ao nosso próximo que muita das vezes não conhecemos, mais esse paciente é o amor de alguém devemos cuidar deles como se fossem o nosso amor, ao pensarmos assim iremos fornecer um atendimento diferenciado pois quando amamos alguém queremos cuidar e proteger em todos os aspectos. Mas devido á crise social econômica afetada pela corona vírus que atingiu o Brasil em 2019, onde muitos profissionais perderam seus empregos, houve uma elevação de preços no mercado, postos de gasolina e farmácias- drogarias, as pessoas devem aderir o seu direito ao medicamento de forma gratuita independente do valor que custe, através da unidade básica de saúde é possível realizar a retirada de diversos medicamentos de uma forma simples, apresentando a receita em duas vias e com o cartão do SUS, porém para tratamentos que possuem um grau de seriedade elevado é necessário realizar a coleta nas farmácias de alto custo, encontramos na televisão em outros locais reclamações para retirada nesse estabelecimento pois a falta de documentos impede a dispensação do medicamentos, o paciente bem orientado não possuirá problemas na retirada, você caro leitor já deve ter ouvido alguém comentar que passou horas em uma fila em buscar de um medicamento é voltou para casa sem o mesmo, ou casos que o paciente não realiza ao menos a tentativa de conseguir uma retirada por medo das dificuldades que enfrentara. Nesse trabalho para conclusão do curso de Farmácia iremos instruir as pessoas para a partir de então ela possua completo conhecimento para retirar
  • 8. 8 o seu medicamento, um bom aprendizado irá expandir para as demais pessoas assim como as noticias ruins são expandidas as boas também serão. Atualmente existem listas de medicamentos conhecidos como RENAME (Relação Nacional de medicamentos essenciais), REMUME (Relação Municipal de medicamentos essenciais), com essas duas listas podemos contar se o medicamentos que precisamos está disponível na região em que moramos, no caso de falta podemos consulta na lista nacional. De acordo com o artigo apesar do longo histórico de iniciativas para a elaboração de uma lista nacional, a RENAME passa efetivamente a contar com um processo sistemático de atualização baseado em evidências científicas somente em 2005, quando o Ministério da Saúde instituiu a Comissão Técnica Multidisciplinar de Atualização da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (COMARE). Quando falamos de retirada gratuita não existe um perfil econômico que diga essa pessoa poderá pegar o remédio, essa outra pessoa não irá ter acesso, o beneficio é para todas as classes baixas, médias e altas, conforme o artigo que diz Com o objetivo de descrever o perfil demográfico e epidemiológico dos pacientes atendidos pelo programa, realizou-se um relacionamento probabilístico-determinístico de dados provenientes de registros do Datasus: Autorizações de Procedimentos de Alta Complexidade/Alto Custo (Apac/SIA) e Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM). A coorte formada pelo pareamento das bases de dados identificou 611.419 indivíduos que iniciaram o tratamento no período de 2000- 2004. (Rev. bras. estud. popul. 26 (2) • Dez 2009). De acordo com esse artigo Cerca de metade dos adultos e idosos que tiveram acesso total ao tratamento de doenças crônicas no Brasil obtiveram todos os medicamentos que necessitavam gratuitamente (47,5%; IC95% 45,1– 50,0). As prevalências de acesso gratuito foram maiores entre os homens (51,4%; IC95% 48,1–54,8), na faixa etária de 40-59 anos (51,1%; IC95% 48,1– 54,2) e nas classes sociais mais pobres (53,9%; IC95% 50,2–57,7). Grande parte dos medicamentos que atuam no sistema cardiovascular, como os diuréticos (C03) (78,0%; IC95% 75,2–80,5), betabloqueadores (C07) (62,7%; IC95% 59,4–65,8) e os agentes que atuam no sistema renina-angiotensina (C09) (73,4%; IC95% 70,8–75,8) foram obtidos de forma gratuita. Os
  • 9. 9 medicamentos que atuam no sistema respiratório como os agentes contra doenças obstrutivas das vias aéreas (R03) (60,0%; IC95% 52,7–66,9) foram na sua maioria pagos do próprio bolso. (Rev. Saúde Pública 50 (suppl 2), a nossa meta e aumentar os números de acesso de medicamentos gratuitos para a população do nosso Brasil. 2 - OBJETIVO O objetivo desse trabalho de conclusão de curso é instruir as pessoas a possuir facilidade ao acesso a medicamentos na farmácia de alto custo. 3 – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE O sistema único de saúde é um ambiente criado pelo conselho federal do território brasileiro, esse sistema permite a população em geral o acesso a cuidados hospitalares e a realização de qual quer tipo de tratamento desde um câncer a uma cirurgia plástica, porém para isso necessitamos seguir os níveis hierárquicos para possuir liberação, esse sistema não existe nos outros países somente no Brasil, em outros países esses sistema é privado ou seja as pessoas necessitam pagar para obter o serviço, com isso nos possuímos acesso a saúde de modo geral, sem restrição de classe social e econômica. Para isso devemos entender os acessos e possuir sempre a orientação correta para retirada dos medicamentos. De acordo com (SAUDE PUBLICA 2017);51 Supl 2:18s Os medicamentos têm assumido um papel importante na redução do sofrimento humano. Produzem curas, prolongando a vida e retardando o surgimento de complicações associadas às doenças, facilitando o convívio entre o indivíduo e sua enfermidade. Ademais, os medicamentos são considerados tecnologias altamente custo-efetivas e seu uso apropriado pode influenciar o processo de cuidado em saúde20. A utilização de medicamentos é influenciada pela estrutura demográfica, fatores socioeconômicos, comportamentais e culturais, perfil de morbidade, características do mercado farmacêutico e pelas políticas governamentais dirigidas ao setor16. A grande oferta de produtos, o marketing da indústria farmacêutica e o número de medicamentos prescritos são fatores
  • 10. 10 que podem comprometer a qualidade do uso de medicamentos18. O aumento da prevalência de doenças crônicas no país, especialmente a hipertensão arterial, diabetes, artrite/artrose e depressão é resultado do rápido e crescente processo de envelhecimento da população brasileira nos últimos anos. Paralelamente a esse processo, há o crescimento da utilização de medicamentos, necessários para o controle e prevenção de problemas relacionados à saúde dos indivíduos. 3.1 - Farmácia Popular A farmácia popular é um programa em parceria com as drogarias privadas a qual disponibiliza medicamento gratuito para algumas doenças, esses medicamentos são:  Sinvastatina 10mg;  Sinvastatina 20mg;  Sinvastatina 40mg;  Alendronato de sódio 70mg;  Captopril 25mg;  Meleato de Enalapril 10mg;  Cloridrato de Propranolol 40mg;  Atenolol 25mg;  Hidroclorotiazida 25mg;  Losartana Potássica 50mg;  Estradiol 5mg;  Etinilestradiol + Levonorgestrel. Para realizar a retirada desses medicamentos é necessário levar o comprovante de endereço, documento com foto, e a receita. 3.2 – Medicamentos na UBS
  • 11. 11 Para realizar a retirada de medicamentos na unidade básica de saúde é necessário levar em mãos a receita do medicamento e uma copia, cartão do SUS e documento. De acordo com (SAUDE PUBLICA 2017);51 Supl 2:18s, a maioria dos usuários de medicamentos possuía baixa escolaridade e comorbidades os medicamentos mais utilizados foram os anti-hipertensivos. A automedicação foi maior entre os jovens. A maioria dos usuários relatou utilização de medicamentos genéricos. O número médio de medicamentos e a prevalência de uso aumentaram com a idade. Devido às características observadas e as dificuldades no uso de medicamentos, os idosos estão em situação de maior vulnerabilidade. 4 – RENAME O RENAME (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais) é uma plataforma desenvolvida para temos uma referência dos medicamentos que estão disponíveis no sistema único de saúde de uma forma geral. Sua última atualização ocorreu no ano de 2020, essas alterações são realizadas pelo governo. 5 – REMUME O REMUME (Relação Municipal de Medicamentos Essenciais) é uma plataforma desenvolvida para temos referência dos medicamentos que estão disponíveis no sistema único de saúde porém de acordo com cada município. 6 – FARMÁCIA DE ALTO CUSTO A farmácia de alto culto é um local que disponibiliza também medicamentos para a população, esses medicamentos são aqueles que possuem maior valor agregado e necessitam de maior controle por parte da ANVISA por possuir riscos a saúde, lembrando que todos os medicamentos disponíveis para a população devem conter acompanhamento médico.
  • 12. 12 Por possuir maior controle o acesso a população é um pouco dificultoso quando não possuímos as informações completas quanto a documentação necessária, a seguir veremos a forma correta de como acessar esses medicamentos sem dificuldades. 7 – RESULTADOS A seguir iremos instruir a forma de acesso ao medicamento de acordo com os medicamentos inclusos no receituário fictício que desenvolvemos em conjunto com o nosso grupo. Através dessas instruções que são meramente ilustrativas esperamos instruir as pessoas a fácil acesso aos medicamentos. 7.1 – Receita
  • 13. 13 7.2 – Resumo do Caso da Receita De acordo com os medicamentos prescrito na receita citada a cima, seis das prescrições podem ser retiradas pelo SUS sendo eles: caverdilol 12,5mg, ácido acetilsalicílico 100mg, cloridrato de ranitidina 150mg, glimepirida 2mg, hidroclorotiazida 50mg, levotiroxina 25mg, o medicamento hemifumarato de quetiapina 100mg deve ser retirado na farmácia especializada em alto custo, e o medicamento metformina xr 500mg na farmácia popular disponíveis nas redes credenciadas de farmácia privada, para o acesso gratuito enviaremos duas cartas de comunicado ao prescritor para solicitar que seja alterado o nome comercial do medicamentos euthirox para o principio ativo levotiroxina, e outra para verificar a possibilidade do aumento da quantidade de comprimidos prescrito passando o uso de 1 comprimido para 2 comprimidos. 7.3 - Documentação necessária para retirada dos medicamentos gratuitos  SUS Cartão do SUS Carteira de identidade *RG*
  • 14. 14 Duas vias da receita  Farmácia Popular Carteira de identidade *RG* que possua número de CPF Receita original
  • 15. 15 Procuração caso o paciente não possua condições de locomoção Nesse caso é necessário o RG do procurador também  Farmácia de alto custo para o Hemifumarato de quetiapina 100mg Carteira de identidade *RG* Cartão do SUS
  • 16. 16 Comprovante de endereço com CEP Formulário preenchido pelo médico LME Duas vias da receita, original e cópia
  • 17. 17 Exames laboratoriais que tenham colesterol total, HDL, LDL, glicemia de jejum Formulário psiquiátrica de esquizofrenia
  • 18. 18 Termo de esclarecimento e responsabilidade.
  • 19. 19 7.4 – Carta ao Prescrito
  • 20. 20 7.5 – Tabela Exemplificada 8 - CONCLUSÃO Concluímos que no país a qual moramos, possui programas e locais que disponibilizam medicamentos gratuitos a população independente de sua classe, cor e religião, com a criação do SUS – Sistema Único de Saúde pessoas realizam os seus tratamentos desde doenças crônicas até as cirurgias estéticas conhecidas como plástica. Para obtenção aos medicamentos devemos nos informas sobre os documentos necessários para não perdermos tempo e voltar sem conseguir acessar o medicamento, para usar os benefícios aos médicos gratuitos e a aos medicamentos o cidadão em território brasileiro deverá possuir um cartão do SUS.
  • 21. 21 Através do RENAME- Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, e do REMUME Relação Municipal de Medicamentos, podemos localizar e verificar se a medicação que precisamos é liberada por qual especializada, podendo ser entregue nas farmácias de alto custo, nas UBS – Unidade Básica de saúde, nas farmácias de rede privada que possuam a placa de farmácia popular. A intenção é garantir a saúde a toda população e devemos promover o uso racional de medicamentos de forma segura e fornecer as informações corretamente para facilitar o uso racional por parte do nosso paciente. 9 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 44 de 11 de agosto de 2009. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências. Disponível em:.Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 2.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 26 de 13 de maio de 2014. Dispõe sobre o registro de medicamentos fitoterápicos e o registro e a notificação de produtos tradicionais fitoterápicos. Disponível em: . Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 3.BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução da Diretoria Colegiada nº 98 de 1º de agosto de 2016. Dispõe sobre os critérios e procedimentos para o enquadramento de medicamentos como isentos de prescrição e o reenquadramento como medicamentos sob prescrição, e dá outras providências. Disponível em: 24 de Setembro de 2021. 4. BRASIL. Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011. Regulamenta a Lei no 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 29 jun., 2011. Seção 1, p. 1-3.
  • 22. 22 5. BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Comissão Intergestores Tripartite. Resolução nº 1, de 17 de Janeiro de 2012. Estabelece as diretrizes nacionais da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 jan., 2012. Seção 1, p. 27. 6.CLARISSE, Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/ys9RsdMv6JS5BXpLvxCPwCQ/?lang=pt&format=p df. Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 7. Epidemiol. Serv. Saúde vol.27 no.1 Brasília mar. 2018 Epub 09-Mar-2018. 8. JAIRNILSON, Sistema Único de Saúde (SUS) aos 30 anos. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/Qg7SJFjWPjvdQjvnRzxS6Mg/?lang=pt&format=pdf . Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 9. JUNIOR, Avanços e perspectivas da RENAME após novos marcos legais: o desafio de contribuir para um SUS único e integral. Disponível em: http://www.rebrats.saude.gov.br/images/noticias/ArtigoRename.pdf. Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 10. MARIANGELA, Perfil demográfico e epidemiológico dos usuários de medicamentos de alto custo no Sistema Único de Saúde. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbepop/a/zDNWnTBNfhTW7GSZB3nMcfs/?lang=pt. Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 11. MONICA, Medicamentos de alto custo para doenças raras no Brasil: o exemplo das doenças lisossômicas. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/r6Tsb5nQ6fW3HtQCLnHY7Kx/?lang=pt. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.
  • 23. 23 12. NOEMIA, Acesso gratuito a medicamentos para tratamento de doenças crônicas no Brasil. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/QN7VgBmHNktgf864Dhpqpvz/?lang=pt. Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 13. NELSON, SUS 30 anos: o início, a caminhada e o rumo. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2018.v23n6/1729-1736/ Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 14. OSWALDO, Direito a Saúde e Integridade. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/WC7GKD4py6Cq7cLdRvDZx3H/?lang=pt&format= pdf. Acesso em: 24 de Setembro de 2021. 15. TATIANE, Programa Farmácia Popular do Brasil: uma análise política de sua origem, seus desdobramentos e inflexões. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/RYQMqZvKkbWFhcVVLPzLrMF/?format=pdf&lan g=pt. Acesso em: 24 de Setembro de 2021.