Novas Tecnologias

856 visualizações

Publicada em

Palestra do "Seminário Regional de Relações Públicas" promovido pelo Conrerp 3 Região no dia 28 de novembro na cidade de Belo Horizonte. Palestrante: MSc. Frederico Fonseca Soares

Publicada em: Negócios, Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
856
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novas Tecnologias

  1. 1. Novas tecnologias & Relações Públicas<br />Seminário Regional de Relações Públicas<br />Palestrante: MSc. Frederico Fonseca Soares<br />28 de novembro de 2009<br />
  2. 2. Novas Tecnologias?<br />- Quais são?<br />- Quais são as mais relevantes à atividade de Relações Públicas?<br />- O que mudará na vida do profissional de Relações Públicas?<br />
  3. 3. Revolução tecnológica ouSociedade do consumo?<br />
  4. 4. Mundo físico e mundo virtual,- O que é a Hiper-realidade, Ciberespaço, Espaço digital, espaço virtual,...?<br />
  5. 5. Porque tudo é tão sedutor e causa tanta imersão do indivíduo enquanto ser social?<br />Facilitador e ampliador da comunicação.<br />Divulgador individual.<br />Criador de novas amizades ou namoros.<br />Construção de uma imagem (real ou não), mas desejável.<br />Ampliador do individuo enquanto pensador e formador de opinião.<br />
  6. 6. Porque tudo é tão sedutor e causa tanta imersão do individuo enquanto consumidor?<br />Facilitador de compras.<br />Amplificador de escolhas.<br />Comparador de preços.<br />Absorção de comentários sobre o produto ou serviço a ser adquirido.<br />Não deslocamento.<br />
  7. 7. Porque causa tanta imersão do indivíduo enquanto profissional?<br />Diminui distancias e rompe barreiras comerciais<br />Facilita vendas e aumenta mercados.<br />Aumentas as possibilidades de relacionamento com os clientes.<br />Amplifica-o como produtor intelectual.<br />
  8. 8. Porque causa tanta imersão do ser crítico e pesquisador?<br />Possibilidades ilimitadas de acesso ao conhecimento: Pesquisas, teorias, projetos, estudos, novas correntes de pensamento, etc....<br />
  9. 9. E Porque causa tanta imersão virtual para a fuga do real?<br />Simulacro!<br />Simulação e dissimulação.<br />Rebelião, revolta e violência virtual<br />Contracultura.<br />Vingança.<br />Perversão.<br />Liberação sexual.<br />
  10. 10. I hate you Julia<br />Rose Leonel<br />Violência e vingança na Web<br />
  11. 11. A massa e o público na web <br />O real e o virtual não compõem uma oposição pacífica...(Pierre Levy) <br />
  12. 12. O indivíduo e o poder democrático da Web<br />X<br />Vincent Ferrari<br />
  13. 13. O “Jesus shot”<br />
  14. 14.
  15. 15. A resposta da AE<br />
  16. 16.
  17. 17. Resultado<br />O vídeo da AE foi 4 vezes mais visualizado que o do consumidor que divulgou a falha do jogo<br />
  18. 18. Como se destruir em 1 minuto!<br />
  19. 19.
  20. 20. Cajuru<br />Esse vídeo teve mais de um milhão de visualizações no Youtube e mais de 1.500 comentários! Apenas na busca “reputação”, em “cajuru” aparecem mais outras dezenas<br />
  21. 21. Empresas 2.0 e empresas tradicionais<br />
  22. 22. Wikipédia, a enciclopédia<br />Um estudo recente aponta a Wikipédia como uma das mais credíveis fonte do conhecimento<br />
  23. 23. Blogs<br />O maior disseminador de reclamações e idéias dos indivíduos mundializados<br />
  24. 24. Vídeos institucionais, spots, jingles, propagandas....<br />
  25. 25. divulgador de imagens<br />
  26. 26. Feeds (RSS)<br />Newsletters <br />
  27. 27. Panfletagem digital<br />
  28. 28. BUZZWORD<br />O Orkut representa sozinho 50% do boca-boca virtual<br />
  29. 29. A Janela de tudo<br />
  30. 30. A imagem e a reputação na web<br />Não agir como o Sr. Cajuru!!!!<br />Participar densamente da web e todos seus rizomas.<br />Monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar, monitorar.....<br />
  31. 31.
  32. 32. CmarqxRony Conde Marquesimobiliária, São Paulo, SP<br />
  33. 33. Nova função de RP<br />Panóptico/panoptismo: Busca o controle total e imediatos dos corpos humanos e sua circulação espacial. (vigilância e controle)<br />Jeremy Bentam (1748 – 1832) filosofo e jurista inglês<br />
  34. 34. Função panóptico digital<br />Pirre Levy <br />Filosofo Frances<br />Um possível controle exercido pelos novos meios de informação sobre seus usuários através da vigilância<br />
  35. 35. Como monitorar?<br />Instituição 2.0 de monitoramento do volume do BUZZ<br />
  36. 36. Monitoramento<br />Orkut, Twitter e Blogs são visualizáveis através de sistemas de busca como o Google pois são públicos, mas para uma busca “pente fino”:<br />
  37. 37. Mas também o RP 2.0 deverá:<br />Criar seu próprio site;<br />Fazer Blog;<br />Participar de redes sociais;<br />Criar uma rede social (Ning.com);<br />
  38. 38. Blogs<br />Os blogs podem ser acompanhados pelo “Technorati”<br />
  39. 39. Twitter<br />O Twitter pode ser monitorado pelo “Search Twitter”<br />
  40. 40. Orkut e Facebook<br />O Orkut, Facebook e Myspace têm sistemas próprios de busca que permitem identificar temas:<br />
  41. 41. Moral de história!<br />Quando se consegue alterar percepções dos usuários através da função panóptico digital, você criará uma boa imagem das instituições, através de esclarecimentos e paralelamente criará a impressão de que todos estão sendo vigiados!<br />
  42. 42. Conclusões<br />O RP não pode deixar de participar intensamente da web e aprender mais sobre o monitoramento na web 2.0<br />
  43. 43. MSc.Frederico Fonseca Soaresfrederico@fredericofonseca.com.brwww.comunicacaoinstitucional.com.br<br />

×