Camarj notícias novembro 2011

649 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
649
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Camarj notícias novembro 2011

  1. 1. Caixa de Assistência aos Membros da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro I NF O R M ATIV O M E N S AL | N º 1 1 | N O VEMBR O DE 2011 CAMARJ CELEBRA OS 30 ANOS No dia 4 de novembro foi realizada a festa em comemoração aos 30 anos da CAMARJ, no restaurante Cais do Oriente, Centro do Rio. Um coquetel de boas vindas deu início ao evento, e, após o jantar, os convidados celebraram ao som da banda liderada pelo maestro José Lourenço. Em seguida, foi a vez do DJ comandar a pista. Veja algumas fotos e depoimentos:“A festa dos 30 anos da CAMARJ foi magnífica.O importante, entretanto, é realçar a irrepreen-sível administração da presidente e sua equipe,o que redundou em sua reeleição merecida eirrecusável. É importante deixar patenteado oexcelente serviço prestado pela CAMARJ a seusassociados, o que constitui uma garantia paratodos os Defensores Públicos e suas famílias”. Dr. Fabiano de Carvalho Oliveira“Parabéns à CAMARJ pelos seus trinta anos. Foi uma Show empolgante da banda do Dra.Thais Moya, Dr. Manoel de Brito Varelafesta muito bonita, que agradou a todos, mostrando a maestro José Lourenço e Dra. Lina Vilalvaunião dos Defensores do Estado Rio de Janeiro”. Drª. Anik Albino Quintanilha“Parabéns à Dra.Thais Moya pela administração daCAMARJ e pela sua festa de 30 anos. Que o novomandato seja coroado de êxito e de sucesso em be-nefício de todos os Defensores Públicos associados”. Dr. Manoel de Brito Varela“A festa foi de muito bom gosto, o local escolhidofoi ótimo! A música ao vivo estava maravilhosa e Dra. Miriam Guita Salmon, Dr. Francisco Bastos Viana de Dras. Fatima Saraiva, Anik Albino Quintanilha,Vanessao clima era de alegria e confraternização. Para- Souza e Dra. Zady de Andrade Ramos Tavares e Ana Cristina Duartebéns à Dra.Thais pelo evento e pela administra-ção brilhante à frente da CAMARJ.” Dra. Paula Penido Dutt Ross“A CAMARJ comemorou seus 30 anos ofere-cendo a seus associados titulares uma festaque encantou a todos, tanto pelo bom gosto doconjunto musical, quanto pela sofisticação na es-colha das iguarias servidas no cocktail, no jantare na sobremesa. Primorosa organização, a cargode sua competente Diretoria, tendo à frente suapresidente! Quem não foi, perdeu...”. A presidente da CAMARJ entre Dras. Sara Quimas, Miriam Ghita Salmon, Dra. Miriam Ghita Salmon os Drs. Edmo Garcia e Fabiano de Carvalho Oliveira Paula Ross e Fatima Bessa LEIA MAIS Congresso Novas Horários de em Natal deliberações do final de ano conselho diretor
  2. 2. TELEX PARTICIPOUDO X CONGRESSO CONGRESSO EM NATAL (CONADEP)NACIONAL DE Vários Defensores Públicos associados à CA- MARJ estiveram presentes no X CongressoDEFENSORES Nacional de Defensores Públicos (CONA- DEP), que ocorreu de 15 a 18 de novembroPÚBLICOS em Natal (RN), tendo sido a delegação do Es- tado do Rio de Janeiro a 5ª maior do evento. A CAMARJ, pioneira na assistência à saúde dos Defensores Públicos, apoiou oficialmente o evento, tendo fornecido aos associados a assistência-viagem da Assist-Card, disponibili- zando uma ambulância a todos os participan- tes durante todos os dias de Congresso, para cobertura em eventuais casos de emergência.A TELEX Soluções Auditivas, que mantém par-ceria com a CAMARJ, também participou do IMUNIZAÇÃOX Congresso Nacional de Defensores Públicoscom um stand, onde ofereceu esclarecimentos VOCÊ CONTRAgerais sobre a saúde auditiva através de profis-sionais da área de fonoaudiologia, com distri-buição de panfletos explicativos. SABIA? MENINGITE ETambém foi disponibilizado um audiômetro detriagem para teste de audição no local, com a HEPATITEapresentação do que há de mais moderno emaparelhos auditivos e dispositivos de conecti- A Diretoria informa que a terceira e últimavidade, que ficaram expostos no local para o dose da imunização contra as hepatites A e Bmanuseio de todos os congressistas. Foram será aplicada de 28/11 a 09/12, de acordo comsorteadas 4 mochilas e 1 mala de viagem Telex Os associados da CAMARJ têm direito o calendário de vacinação da CAMARJ. Podeme todos os visitantes do stand foram presente- a reembolso no tratamento de esclero- ser vacinados os associados que receberam aados com brindes. terapia. A técnica consiste na eliminação primeira e a segunda dose. das varizes, por meio de injeções ou la- ser, sem a necessidade de cirurgia.. No mesmo período, haverá nova etapa de va- cinação contra a meningite (tipos A, C, W135 COMBATE À Mais um benefício exclusivo CAMARJ! e Y), para os associados que não puderam DENGUE Você conhece algum Defensor Público comparecer à etapa anterior, realizada no iní- cio de novembro. A vacina é para pessoas a Instituído pelo Se- que não seja associado da CAMARJ? partir de onze anos de idade. As grávidas de- nado Federal em Mostre-lhe nossos benefícios exclusivos! vem, necessariamente, consultar um médico 2003, o Dia Nacio- para receber orientações. nal de Combate à Dengue ocorre a cada último sábado do mês de novem- NOVAS DELIBERAÇÕES bro. Em 2011, a data foi celebrada no dia 23. O tema merece a atenção de todos. DO CONSELHO DIRETOR Em recente declaração à imprensa, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, O Conselho Diretor aprovou novas delibera- afirmou que uma epidemia deve ocorrer ções na reunião do mês de novembro, confe- na cidade no próximo verão. Segundo rindo novos benefícios aos associados. ele, o combate à doença depende tam- A partir de agora, os associados terão direito bém da população. a reembolso do valor de até R$ 100,00 refe- “A prevenção é uma tarefa compartilhada rente ao uso por indicação médica de “bota entre a prefeitura e a população. Dois ter- robocop” e tipoia americana, em casos de ne- ços dos casos da doença são contraídos na cessidade de imobilização de membros. própria casa”, alertou durante entrevista a Também serão reembolsáveis, a partir de agora, uma emissora de rádio. Paes incentivou a terapias por ondas de choque eletro-magnético participação de todos na campanha Dez (PST) e terapias por ondas de choque (ESWT), minutos contra a dengue. Basta dedicar no valor de até R$ 489,00 por sessão, com limi- dez minutos por semana à localização e tação de 9 sessões para a primeira das terapias eliminação de possíveis focos do mosqui- e de 3 sessões para a segunda. Caso venha a to. Faça a sua parte! Mais informações em fazer uso das terapias, consulte previamente a www.riocontraadengue.com.br. íntegra da deliberação junto à CAMARJ, para verificação das regras para o reembolso.
  3. 3. Dia da HomeopatiaEspecialista defende a eficácia do métodoA homeopatia foi idealizada na antiguidadepelo grego Hipócrates, e desenvolvida no finaldo século XVIII pelo médico alemão SamuelHahnemann. Consiste em fornecer ao pacientedoses diluídas das substâncias tidas como ascausas dos sintomas que pretendem curar. É ochamado “princípio da semelhança”, diferenteda alopatia, que se baseia no princípio decontrários, e usa, por exemplo, antibióticos eantiinflamatórios.No Brasil comemora-se o Dia da Homeopatiaem 21 de novembro, em alusão à data dachegada do homeopata francês Benoit JulesMure ao país, em 1840. Atualmente a técnica éreconhecida como especialidade médica peloConselho Federal de Medicina, e utilizada notratamento de diversas doenças. Para falarsobre o tema, o CAMARJ Notícias entrevistou omédico credenciado Dr. Luiz São Thiago.Dr. Luiz São Thiago, muitas pessoas são Quais são as enfermidades contra as quais Mas mesmo nessas doenças a homeopatiacéticas quanto à eficácia da homeopatia. a homeopatia se mostra mais eficaz? pode ajudar como terapia complementar.O que o senhor diria a essas pessoas? No campo da alergia respiratória, as rinites eQue vejam os resultados desse tratamento na rinossinusites alérgicas, a asma. No campo da Que exemplos mais contundentes demedicina, na veterinária, na botânica, etc. Que dermatologia, a dermatite atópica, eczemas, im- cura o senhor poderia relatar?reflitam sobre o fato de a homeopatia ter petigo, as micoses, etc. Na otorrinolaringologia,sido reconhecida como especialidade médica as otites serosas, as otites agudas e crônicas, as As curas que fazemos são momentos depelo Conselho Federal de Medicina e ter uma adenoidites e amigdalites de repetição por bai- grande satisfação. Uma das que mais me ale- xa imunidade ou de caráter alérgico, por exem- graram foi a de um paciente portador de co-Câmara Técnica nos Conselhos Regionais de plo. Nas doenças pulmonares, as tosses agudas lite nervosa, que desenvolveu neurose pelaMedicina, junto com Odontologia e Farmácia. e crônicas, as pneumonias recorrentes por ingestão alimentar. Ele vivia à base de bata-Que procurem ler sobre o tema em fontes baixa imunidade, bem como as bronquites e as ta cozida amassada, banana cozida e suco deconfiáveis, para entender porque os profis- pneumopatias agudas. Na gastroenterologia, as maçã. Achava que tudo o que ingerisse lhesionais da saúde ficam apaixonados por essa dispepsias (má digestão), as gastrites, a doença daria diarréia. Tinha 1,84m e pesava 40 quilos.especialidade após um contato teórico e prá- do refluxo gastroesofágico, a prisão de ventre Fez vários tratamentos antes da homeopatia,tico com ela. Eu trato minha família e meus crônica e as hepatites virais, sendo que na he- alguns com psiquiatras e psicólogos. Com aclientes há 32 anos com a homeopatia, com patite C, a homeopatia mostra-se um excelente homeopatia, teve a diarréia controlada e sebons resultados. sentiu seguro para experimentar novos ali- tratamento complementar ao tratamento espe- cializado. Podemos incluir ainda problemas gine- mentos. Hoje, depois de um ano, está com 72Uma das questões dos céticos é referen- cológicos, urológicos, ortopédicos, os estados quilos e com alimentação bastante variada. Ote ao grau de diluição dos princípios ati- segundo caso é de um menino que trato há gripais, as viroses comuns da infância, a dengue,vos. Como um produto com uma quan- além de outras enfermidades. cinco anos e que sofre de síndrome nefrótica,tidade tão pequena dessas substâncias que ataca os rins e faz com que o pacientepode fazer efeito? perca muita proteína pela urina, deixando oRecentemente o ganhador do Prêmio Nobel E que doenças não devem ser tratadas corpo inchado. O tratamento básico destade Fisiologia e Medicina de 2008, Luc Montag- por meio da técnica? enfermidade é com corticoide em doses ele-nier, anunciou ter feito um experimento que Há um grande número de doenças que vadas. Ele está há mais de dois anos sem asugere que uma molécula de DNA pode trans- são da alçada dos especialistas, e como tal necessidade desse medicamento, o que deixamitir as informações que contém por meio de devem ser tratadas pela alopatia, como a seu nefrologista intrigado. Temos várias curascampos eletromagnéticos para células distan- diabetes mellitus e as doenças da tireóide, a relatar, mas acredito que esses casos dãotes e até mesmo para a água. Isso vem forta- as doenças neurológicas degenerativas, as uma ideia da eficácia da homeopatia.lecer a hipótese do imunologista francês Jac- doenças oftalmológicas (com exceção dasques Benveniste, com seu trabalho intitulado conjuntivites agudas virais e alérgicas, ble- Dr. Luiz São Thiago é médico homeopata, clínico geral, alergistaMemória da Água, que explica a ação das altas farites alérgicas, terçol e calásios, que a ho- e professor do curso de pós-graduação médica do Institutopotências dos remédios homeopáticos. meopatia pode tratar) e o câncer em geral. Hahnemanniano do Brasil. Mantenha-se atualizado. Acesse o portal da CAMARJ: www.camarj.com.br
  4. 4. ALERTA E COMBATE AO DIABETESEstimativas apontam crescimento, até 2025, de 50% nos casos de diabetes tipo 2O Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, Não existe cura para o diabetes, mas uma ali- mulher e sua entrada no mercado de trabalhofoi instituído há vinte anos pela Federação In- mentação saudável e a prática de exercícios faz com que as mães tenham dificuldade emternacional do Diabetes (IDF, na sigla em inglês), físicos podem ajudar no controle dos níveis de acompanhar mais de perto as crianças e seusem parceria com a Organização Mundial da Saú- glicose no sangue. A endocrinologista Deborah hábitos”, diz a Dra. Débora. “Os pais devem in-de. A data faz alusão ao nascimento do cientista Beranger, da Clínica Graça Maia, credenciada centivar a prática de exercícios e ficar atentoscanadense Frederick Bantin, um dos responsá- pela CAMARJ, faz um alerta: à alimentação dos filhos”.veis pela descoberta da insulina, em 1921, e desua aplicação no tratamento da doença. “O aumento nos casos de diabetes tem re- lação direta com o estilo de vida urbanoNo Brasil, a Sociedade Brasileira de Diabetes contemporâneo. As pessoas estão cada vez(SBD) é uma das entidades à frente das cam- mais sedentárias e obesas, além de ansiosas epanhas de conscientização sobre o tema. Em expostas ao estresse. Esses fatores potencia-2011, a fim de dar mais visibilidade à causa, lizam o surgimento do diabetes tipo 2”, com-instituiu a Semana de Alerta e Combate ao pleta a médica, que acrescenta que a práticaDiabetes, de 7 a 14 de novembro, com a rea- de exercícios físicos faz com que o cérebrolização de palestras em universidades, distri- libere endorfina, hormônio que ajuda a dimi-buição de material informativo e a iluminação nuir as taxas de glicose. Já o estresse é res-em azul de monumentos e prédios públicos ponsável pela liberação do cortisol, hormônionas capitais brasileiras. que favorece a hiperglicemia.Os números impressionam. Estima-se que em Acredita-se que metade dos portadores de1985 havia no mundo cerca de 30 milhões de diabetes desconheça ter o distúrbio. Os sin-pessoas com diabetes tipo 2. Em 1995, o nú- tomas nem sempre são perceptíveis, porémmero já ultrapassava 150 milhões. Atualmente os mais comuns são sede excessiva e aumen- Alguns dados sobresão 250 milhões os portadores da doença, de to da frequência da necessidade urinar. Pode o diabetes no mundo:acordo com as estatísticas da IDF. A entidade ocorrer também cansaço constante, difi-estima que, se nenhuma atitude eficiente de culdades visuais que podem ser confundidas • O diabetes é a quarta maiorprevenção for feita, em 2025 haverá 380 mi- com as da idade, sensação de dormência ou causa de morte por doença.lhões de diabéticos no planeta. formigamento nos pés e mãos, infecções de repetição, como por exemplo furúnculos ou • A cada dez segundos umaAs duas formas mais comuns da doença são o infecção urinária, ressecamento da pele e di- pessoa morre de causasdiabetes mellitus tipo 1 e 2. Ambas se carac- minuição da potência sexual. relacionadas ao diabetes.terizam pela diminuição ou perda da capaci- • A cada ano 3,8 milhões dedade do organismo de metabolizar a glicose O controle de peso, as atividades físicas regula-(açúcar), por uma deficiência na produção de mortes são atribuídas ao diabetes. res e o uso de medicamentos podem contribuirinsulina, hormônio gerado pelo pâncreas. O para a qualidade de vida dos portadores da do- • Sete milhões de pessoasprimeiro tem causas genéticas ainda estudadas ença. No entanto, a normalização dos níveis de desenvolvem a doença a cada ano.pela ciência, e não há prevenção conhecida. glicose no sangue não significa cura, mas sinal de • Pessoas com diabetes tipo 2Geralmente leva a uma deficiência completa que o tratamento está fazendo efeito. têm o dobro de chances de sofrerde insulina. As causas do diabetes tipo 2 tam-bém não são completamente elucidadas, mas é “A conscientização e a educação são as me- ataque cardíacofreqüente a associação com obesidade e idade lhores formas de prevenção do diabetes tipoavançada. Seus portadores apresentam graus 2. Tenho visto muitos casos de crianças obesas Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes.variados de resistência ao hormônio. que desenvolvem diabetes. A emancipação da HORÁRIOS DE A sede e a auditoria médica da CAMARJ não funcionarão no dia 16 de dezembro, em razão da confraternização de final de ano dos funcionários e colaboradores. FINAL DE ANO Nos dias 23 e 30 de dezembro o horário de expediente será encerrado às 13h. NA CAMARJ A sede campestre da CAMARJ ficará fechada entre os dias 23 de dezembro e 6 de janeiro, voltando ao funcionamento normal no dia 7 de janeiro de 2012. Exp e d i e nt e Conselho Diretor Suplentes Drª Thais Moya (Presidente), Dr. Marcílio André da Silva Dr. Nelson Ribeiro Cassús, Dr. Francisco Messsias Vieira (Diretor Vice-Presidente), Drª Edna Miudin Guerreiro Neto, Dr. Helvécio Ribeiro Guimarães, Drª Juliana (1º. Diretor Tesoureiro), Drª Maria Inês Câmara de Araújo Bastos Lintz, Dr. Dirceu Ramos Neves CAMARJ | Caixa de Assistência aos Membros da (2º. Diretor Tesoureiro), Dr. Leandro Santiago Moretti (1º. Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro Diretor Secretário), Dr. Cristian Pinheiro Barcelos (2º. Diretor Conselho Fiscal Secretário), Drª Adriana Araújo João (1º. Diretor de Benefícios), Dr. Francisco Bastos Viana de Souza (Presidente), Drª Laís Drª. Luciana Telles da Cunha (2º. Diretor de Benefícios) Tomaz Magalhães Tracy, Drª Carmen Lúcia do Passo Sede Rua do Carmo n° 7 - 2° Andar - Centro Conselho Consultivo Suplentes Rio de Janeiro - RJ - Tel: 2533-5995 - CEP 20011.020 Drª Zady de Andrade Ramos (Presidente), Drª Jane Rezende Drª Carolina de Souza Crespo Anastácio, Drª Renata Medina (Vice-Presidente), Drª Maria Leonor Fragoso de Gonçalves dos Santos Bifano, Dr. Marcos Coelho Aires Coordenadoria Médica Queiroz Carreira, Dr. Fabiano de Carvalho Oliveira, Dr. José Av.Almirante Barroso n° 63 - Grupo 503 - Centro Fontenelle Teixeira da Silva, Drª Silvia Maria Nascimento Jornalista Responsável (Market Med Consultoria) Rio de Janeiro - RJ - Tel: 2533-4334 Teixeira, Drª Lina Vilalva, Drª Bernardett de Lourdes Cruz Cláudia Versiani – Registro: MTb16865 Rodrigues Espírito Santo, Drª Paula Penido Dutt Ross, Projeto Gráfico e Diagramação Sede Campestre Dr. Dacio da Costa Guerra, Drª Elaine Maria de Farias Cyan Design Estratégico – www.cyan.com.br Rua Jordão n° 476 - Taquara Fernandez, Drª Gabriela Varsano Cherém, Dr. Oswaldo Rio de Janeiro - RJ - Tel: 2423-2921 / 2443-4107 Deleuze Raymundo, Drª Mariza Celente Pires Cassús Tiragem 2.000 exemplares

×