Aula 2 terminologias

5.894 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.894
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
238
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 terminologias

  1. 1. InstalaçõesHidráulicas/Sanitárias Água Fria
  2. 2. Água Fria Interdependência entre sistemas de água de abastecimento, de esgoto e pluviais com as instalações hidráulicas prediais água de abastecimento águas pluviais edificação esgoto Sistema hidráulico existente externamente ao limite do terreno
  3. 3. Água Fria
  4. 4. Água Fria Várias áreas de utilização de água e geração de esgoto. DORM SALA DORM SALA BANHO A.S. A.S. BANHO COZ COZ DORM DORM HALL DORM DORM COZ COZ BANHO BANHO A.S. A.S. DORM SALA SALA DORM Planta geral de uma edificação e suas diversas áreas de utilização de água.
  5. 5. Objetivos seja contínuo o fornecimento de água aos usuários, e em quantidade suficiente; armazene ao máximo a um custo mais baixo possível; minimize ao máximo os problemas decorrentes da interrupção do funcionamento do sistema público; preserve a qualidade da água; limite as pressões; limite as velocidades a valores adequados para evitar vazamentos ou ruídos indesejáveis.
  6. 6. Conceitos básicos
  7. 7. Etapas de Projeto concepção do projeto;   determinação das vazões; dimensionamento: memorial descritivo e justificativo, cálculos, normas de execução, especificação de materiais e equipamentos utilizados, plantas,esquemas hidráulicos, desenhos isométricos, relação de materiais.
  8. 8. Tipos de Sistemas
  9. 9. Tipos de Sistemas
  10. 10.  Vantagens: água de melhor qualidade; maior pressão disponível; menor custo de instalação. Desvantagens: falta de água no caso de interrupção; grande variação de pressão ao longo do dia; limitação de vazão; maior consumo; etc.
  11. 11.  Vantagens: fornecimento de água contínuo;pequena variação de pressão nos aparelhos; permite a instalação de válvula de descarga; menor consumo de água. Desvantagens: possibilidade de contaminação da água reservada; menores pressões; maior custo de instalação
  12. 12.  Vantagens: fornecimento de água contínuo;pequena variação de pressão nos aparelhos; permite a instalação de válvula de descarga; menor consumo de água. Desvantagens: possibilidade de contaminação da água reservada; menores pressões; maior custo de instalação
  13. 13. Sistema de Distribuição/Hidro- pneumático Pressostato Manômetro Chave Magnética Chave Controlador de Trifásica visor Volume de Ar de vidro Tanque Rede ElétricaDistribuição Vacuômetro Recalque Bomba Dreno Sucção Reservatório
  14. 14. Sistema de Distribuição/Misto Vantagens: água de melhor qualidade; fornecimento contínuo de água; permite a instalação de válvula de descarga . Desvantagens: fica por conta do maior custo de instalação.
  15. 15. Sistema de DistribuiçãoIndireto c/ redução de pressão KPa é uma unidade de pressão, chamada QuiloPascal.1 Kpa = 1000Pascal. Esta é a pressão causada por 10 cm de coluna de água.10KPa = 10000Pascal seria a pressão de 1 metro de coluna de água (1 mca);
  16. 16. Partes Constituintes Reservatório Superior Extravasor ou ladrão Chave Bóia Dreno Barrilete Coluna de Distribuição Tubo de Recalque Ramais de Distribuição Ramais de Distribuição Ramais de Distribuição Alimentador Predial Conjunto Moto-Bomba Tubo de Sucção HidrômetroRamal Predial Reservatório Inferior Cavalete Rede Pública
  17. 17. Partes Constituintes
  18. 18. Terminologia Definições extraídas da NBR 5626/1998 – Instalação predial de água fria  Água fria: água à  Água potável: água que atende temperatura dada pelas ao padrão de portabilidade condições do ambiente; determinado pela Portaria no 36 do Ministério da Saúde
  19. 19. Terminologia Ramal predial: tubulação compreendida entre a rede pública de abastecimento de água e a extremidade a montante do alimentador predial ou de rede predial de distribuição. O ponto onde termina o ramal predial deve ser definido pela concessionária; Alimentador predial: tubulação que liga a fonte de abastecimento a um reservatório de água de uso doméstico;
  20. 20. Terminologia Hidrômetro: aparelho de medição de consumo de água. Rede predial de distribuição: conjunto de tubulações constituído de barriletes, colunas de distribuição, ramais e sub- ramais, ou de alguns destes elementos, destinado a levar água aos pontos de utilização; Reservatório inferior: Reservatório entre o alimentador predial e a instalação elevatória. Reservatório superior: Reservatório ligado ao barrilete, destinado a alimentar a rede predial.
  21. 21. Terminologia Instalação elevatória: sistema destinado a elevar a pressão da água em uma instalação predial de água fria, quando a pressão disponível na fonte de abastecimento for insuficiente, para abastecimento do tipo direto, ou para suprimento do reservatório elevado no caso de abastecimento do tipo indireto; Recalque: tubulação compreendida entre a bomba e o reservatório superior Sucção: tubulação compreendida entre o ponto de entrada de água e a bomba.
  22. 22. Terminologia Barrilete: Direto: pode ser considerado como a tubulação diretamente ligada ao ramal predial ou diretamente ligada à fonte de abastecimento particular. Indireto:tubulação que se origina no reservatório e da qual derivam as colunas de distribuição.
  23. 23. TerminologiaBarrilete:
  24. 24. TerminologiaColuna de distribuição: tubulação derivada do barrilete e destinada a alimentar ramais; Coluna de distribuição: Barrilete
  25. 25. Terminologia Diâmetro nominal (DN): número que serve para designar o diâmetro de uma tubulação e que corresponde aos diâmetros definidos nas normas específicas de cada produto;
  26. 26. Terminologia Ramal: tubulação derivada da coluna de distribuição e destinada a alimentar os sub-ramais; Sub-ramal: tubulação que liga o ramal ao ponto de utilização; Tubulação de extravasão: tubulação destinada a escoar o eventual excesso de água de reservatórios onde foi superado o nível de transbordamento; Tubulação de limpeza: tubulação destinada ao esvaziamento do reservatório para permitir sua limpeza e manutenção. Trecho: comprimento de tubulação entre duas derivações ou a derivação e a coluna de distribuição.
  27. 27. Terminologia
  28. 28. Terminologia Aparelho sanitário: componente destinado ao uso da água ou ao recebimento de dejetos líquidos e sólidos. Incluem-se nessa definição aparelhos como bacias sanitárias, lavatórios, pias, lavadoras de roupa, lavadoras de prato, banheiras etc;
  29. 29. Terminologia Reservatório inferior: comum em prédios com mais de 2 pavimentos. Usado para aliviar sobrecarga nas extruturas.
  30. 30. Terminologia Reservatório inferior:
  31. 31. Terminologia Sistema de recalque: Transportar água através de bomba, do RI para o RS.
  32. 32.  Reservatório superior: deverão ser divididos em duas células para efeito de limpeza e não interromper o consumo, isto segundo a norma para RI acima de 4.000 litros.
  33. 33.  Reservatório superior:
  34. 34. Terminologia Barrilete Ramificado: Mais utilizado por razões econômicas e por facilidade de manutenção.
  35. 35. Considerações Gerais Material e Pressão:  NBR-5626 os tubos e conexões aço galvanizado, cobre, ferro fundido(fofo), PVC, ou de outro material de tal modo que satisfaça a condição:  pressão estática mínima: <40m.c.a (400kPa)  pressão mínima de serviço: >0,5m.c.a (5kPa) OBS: A Válvula de Descarga é quem provoca a maior sobrepressão numa instalação de água fria, e a NORMA recomenda a não utilização desta. Caso necessária, recomenda que se dimensione uma coluna exclusiva para atende -las.

×