TAIGA
É CONHECIDA COMO
Floresta Boreal Floresta conífera
LOCALIZAÇÃO E EXTENSÃO:
• Estende por 4.800 km
• Presente nas regiões norte da Ásia, Europa e América
do Norte. Abrange pa...
CLIMA
• Clima é subártico, com ventos fortes e gelados durante
o ano todo.
• As temperaturas oscilam entre 54ºC e 21ºC.
• ...
INVERNO
• Frio é muito rigoroso
• Os dias são bem mais curtos
• A precipitação caindo sob a forma de neve
• Comum a presen...
VERÃO
• Há muito pouca luz solar
• Só chove durante o verão e este é muito curto e úmido
• Dias são longos
• Temperaturas ...
VEGETAÇÃO
• O nome floresta de coníferas se dá pelo fato de esse bioma
ser constituído por árvores do grupo das gimnosperm...
• As copas têm forma cônica, favorecendo o deslizamento d a
neve para o solo e evitando grandes acumulações sobre os
ramos...
LARICÍO
ABETOS
SOLO
• O solo é fino
• Pobre em nutrientes e cobre-se de folhas e agulhas caídas
das árvores
• As plantas que conseguem so...
FAUNA TERRESTRE
• Destaque para: alces, renas, veados, ursos, lobos,
raposas, linces, arminhos, martas, esquilos, morcegos...
ALCE / MORCEGO
TIGRE BRANCO /RAPOSA
ESQUILO/ LEBRE
RENA
MARTA /LINCE
PARA SE PROTEGER DO FRIO OS ANIMAIS PODEM
HIBERNAR
URSO PARDO
MUITOS ANIMAIS, SOBRETUDO AVES, MIGRAM
PARA CLIMAS MAIS QUENTES ASSIM QUE A
TEMPERATURA COMEÇA A BAIXAR. FALCÃO
ALGUNS ANIMAIS QUE FICAM, ENCONTRAM-SE
ADAPTADOS, POR VEZES ADAPTAM-SE À
MUDANÇA DE ESTAÇÃO ATRAVÉS DA MUDANÇA
DE COR DAS ...
A PELE DO ARMINHO, POR EXEMPLO, MUDA DE
CASTANHO ESCURO PARA BRANCO, NO INVERNO,
CONTRIBUINDO PARA AJUDAR O ANIMAL A CAMUF...
FAUNA AQUÁTICA
PEIXE TÍPICO É O SALMÃO
FENÔMENOS NATURAIS
-VENTO, QUE VEM DO SOL E QUE É CARREGADO DE
PARTÍCULAS DE ELEMENTOS QUÍMICOS CARREGADOS DE
ENERGIA
-ENT...
AURORA BOREAL
PRINCIPAL IMPACTO AMBIENTAL A EXPLORAÇÃO
DE MADEIRAS DE ESPÉCIES COMO O PÍNUS E A
PÍCEA SÃO MUITO UTILIZADAS NA INDÚSTRIA ...
CONCLUSÃO
REFERÊNCIAS
• http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos4/biogi
mnospermas.php
• http://pt.slideshare.net/dudapujoni/sl...
FIM
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)

594 visualizações

Publicada em

Bioma Taiga

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
594
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Taiga (Ecossistemas Aquáticos terrestres e Interfaces)

  1. 1. TAIGA
  2. 2. É CONHECIDA COMO Floresta Boreal Floresta conífera
  3. 3. LOCALIZAÇÃO E EXTENSÃO: • Estende por 4.800 km • Presente nas regiões norte da Ásia, Europa e América do Norte. Abrange países como: Canadá, Suécia, Finlândia, Sibéria, Rússia, Noruega e Japão.
  4. 4. CLIMA • Clima é subártico, com ventos fortes e gelados durante o ano todo. • As temperaturas oscilam entre 54ºC e 21ºC. • As precipitações médias anuais ficam em torno de 40 a 200 cm
  5. 5. INVERNO • Frio é muito rigoroso • Os dias são bem mais curtos • A precipitação caindo sob a forma de neve • Comum a presença de neve em pelo menos metade do ano • Com a temperatura mínima podendo chegar a -52°C.
  6. 6. VERÃO • Há muito pouca luz solar • Só chove durante o verão e este é muito curto e úmido • Dias são longos • Temperaturas que raramente chegam a 21ºC • Calor derrete a neve e forma lamaçais em algumas regiões
  7. 7. VEGETAÇÃO • O nome floresta de coníferas se dá pelo fato de esse bioma ser constituído por árvores do grupo das gimnospermas. • A vegetação é pouco diversificada devido às baixas temperaturas registradas , sendo constituída sobretudo por coníferas – abetos, pinheiros e larícios • A folhagem das árvores da taiga é muito densa, o que reduz consideravelmente a penetração da luz solar , de tal maneira que outras espécies dificilmente se desenvolvem
  8. 8. • As copas têm forma cônica, favorecendo o deslizamento d a neve para o solo e evitando grandes acumulações sobre os ramos que viria m a provocar a sua quebra. • As folhas são muito escuras. • As folhas em forma de agulha dificultam a perda de umidade por evapotranspiração. • Conservam, quando a temperatura baixa, a energia necessária à produção de novas folhas e assim que a luz solar aumenta, podem começar de imediato a realizar
  9. 9. LARICÍO
  10. 10. ABETOS
  11. 11. SOLO • O solo é fino • Pobre em nutrientes e cobre-se de folhas e agulhas caídas das árvores • As plantas que conseguem sobreviver são de pequeno porte: • No inverno os solos são permanentemente úmidos • o solo descongela por completo no verão permitindo a formação de florestas aciculifoliadas
  12. 12. FAUNA TERRESTRE • Destaque para: alces, renas, veados, ursos, lobos, raposas, linces, arminhos, martas, esquilos, morcegos, coelhos, lebres, tigres (taiga russa), além de aves como pica-paus e falcões.
  13. 13. ALCE / MORCEGO
  14. 14. TIGRE BRANCO /RAPOSA
  15. 15. ESQUILO/ LEBRE
  16. 16. RENA
  17. 17. MARTA /LINCE
  18. 18. PARA SE PROTEGER DO FRIO OS ANIMAIS PODEM HIBERNAR URSO PARDO
  19. 19. MUITOS ANIMAIS, SOBRETUDO AVES, MIGRAM PARA CLIMAS MAIS QUENTES ASSIM QUE A TEMPERATURA COMEÇA A BAIXAR. FALCÃO
  20. 20. ALGUNS ANIMAIS QUE FICAM, ENCONTRAM-SE ADAPTADOS, POR VEZES ADAPTAM-SE À MUDANÇA DE ESTAÇÃO ATRAVÉS DA MUDANÇA DE COR DAS SUAS PENAS OU PELOS.
  21. 21. A PELE DO ARMINHO, POR EXEMPLO, MUDA DE CASTANHO ESCURO PARA BRANCO, NO INVERNO, CONTRIBUINDO PARA AJUDAR O ANIMAL A CAMUFLAR- SE E A PROTEGER-SE DE SEUS PREDADORES.
  22. 22. FAUNA AQUÁTICA PEIXE TÍPICO É O SALMÃO
  23. 23. FENÔMENOS NATURAIS -VENTO, QUE VEM DO SOL E QUE É CARREGADO DE PARTÍCULAS DE ELEMENTOS QUÍMICOS CARREGADOS DE ENERGIA -ENTRAM NA ATMOSFERA, EM CONTATO COM OS GASES E PROVOCAM A FORMAÇÃO DE LUZES
  24. 24. AURORA BOREAL
  25. 25. PRINCIPAL IMPACTO AMBIENTAL A EXPLORAÇÃO DE MADEIRAS DE ESPÉCIES COMO O PÍNUS E A PÍCEA SÃO MUITO UTILIZADAS NA INDÚSTRIA DE CELULOSE E PAPEL.
  26. 26. CONCLUSÃO
  27. 27. REFERÊNCIAS • http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos4/biogi mnospermas.php • http://pt.slideshare.net/dudapujoni/slide-taiga • http://www.brasilescola.com/geografia/taiga.htm • http://www.minerva.uevora.pt/eschola2002/taiga.htm • http://auroraboreal.pbworks.com/w/page/10371125/CO MO%20FUNCIONA%20A%20AURORA%20BOREAL
  28. 28. FIM

×