SlideShare uma empresa Scribd logo
“Parque Dr. Fernando Costa”
                                              (Parque da Água Branca)




                          "Touro" I. Bonheur - escultura em bronze - Parque da Água Branca

O Parque da Água Branca, como é conhecido, foi criado em 2 de junho de 1929 pelo então
secretário de Agricultura, Fernando Costa , Mas seu processo de formação começou bem
antes. Em meados de 1904, o então prefeito de São Paulo, Antônio da Silva Prado idealizou a
Escola Prática de Pomologia e Horticultura para que as pessoas pudessem se dedicar à
atividade agrícola de forma profissional, ajudando a elevar a qualidade dos produtos,
difundindo o cultivo, aumentando a produção e barateando os preços. A escola funcionou até
1911.




                                                                                      .

Em 25 de abril de 1928, ocorreu a transferência do Posto Zootécnico de São Paulo e Recinto de
Exposições de animais da Moóca para a Água Branca, daí a denominação inicial do Parque, que
em 1950 foi oficialmente batizado de “Parque Dr. Fernando Costa”, homenagem ao seu
idealizador, na década de 70, as grandes exposições foram definitivamente transferidas para o
Recinto de Exposições da Água Funda (atualmente Centro de Exposições Imigrantes)


                                                              Mesmo com tantas mudanças, a vocação
                                                              original do Parque - a preocupação com o
                                                              desenvolvimento        das      pesquisas
                                                              agropecuárias e com o lazer - manteve-se
                                                              por meio dos trabalhos desenvolvidos
                                                              pelas entidades e órgãos nele instalados.

Escritório de Desenvolvimento Rural de São Paulo (EDR)
Escritório de Defesa Agropecuária de São Paulo (EDA) .   Instituto de Pesca (IP)



Novas demandas sociais trouxeram outras atividades, como programas com a terceira idade e
portadores de deficiências, educação para uso sustentável dos recursos naturais, dentre
outros. Em 1996, o Parque foi tombado como bem cultural, histórico, arquitetônico, turístico,
tecnológico e paisagístico pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico,
Artístico e Turístico do Estado (Condephaat). Em 2004 foi tombado também pelo Conselho
Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São
Paulo – CONPRESP.

                                                            O Espaço de Leitura “PraLer” é uma ação da
                                                            Poiesis – Organização Social de Cultura, em
                                                            parceria com o Fundo Social de Solidariedade
                                                            do Estado de São Paulo – FUSSESP.
                                                            Disponibiliza livros para consulta local, nas
                                                            áreas de literatura brasileira, literatura
                                                            estrangeira, literatura infanto-juvenil, poesia,
                                                            artes, revistas e outras publicações. Oficinas
                                                            culturais e educativas aos sábados, e
                                                            apresentações musicais, teatrais e circenses,
                                                            além da contação de histórias e saraus, aos
Espaço Leitura                                              domingos.


Feira de Produtos Orgânicos
A Feira de Produtos Orgânicos é um espaço destinado à venda de produtos sem defensivos ou
adubação química, certificados pela Associação de Agricultura Orgânica (AAO). Também
oferece café da manhã orgânico.

Museu Geológico
Mantido pelo Instituto Geológico da Secretaria do Meio Ambiente do Estado, o “Mugeo”
leva o nome de Waldemar Lafreve, ex-diretor do órgão. As exposições permanentes
apresentam minerais, rochas, fósseis, objetos e documentos antigos, resultados dos trabalhos
da Comissão Geográfica e Geológica do Estado

Aquário
Nele estão expostas as espécies mais significativas das bacias hidrográficas do Estado e de
outras regiões. O projeto dá subsídio para que o visitante conheça a biologia e a importância
comercial das espécies de valor econômico para aquicultura e pesca.

Hoje, o Parque recebe um público composto não apenas por moradores do entorno, como
também de diversas regiões, que ali praticam atividades físicas, participam de cursos e se
deliciam com a paisagem e o caráter rural que inspira a área.
Informações:

Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 455 - Água Branca

Telefone: (55 11) 3865-4130.

Parque: segunda a domingo: das 6h às 22h.

Aquário: segunda: 13h às 17h.
         terça a domingo: 9h às 17h.

Ingresso: R$ 2,00 (somente para o aquário)

Como Chegar: Estação Metro Palmeiras – Barra Funda / Term. Barra Funda Lado Sul Plat. B
            Ônibus Linha: 938V-10 Jd. Vista Alegre (5 min, 5 paradas)

Site: www.parqueaguabranca.sp.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Destaque (7)

Aula 02
Aula 02Aula 02
Aula 02
 
Resultados GIRA SOY VIDA VERDE 2010
Resultados GIRA SOY VIDA VERDE 2010Resultados GIRA SOY VIDA VERDE 2010
Resultados GIRA SOY VIDA VERDE 2010
 
Jornal ..14
Jornal   ..14Jornal   ..14
Jornal ..14
 
Jornal ..16
Jornal   ..16Jornal   ..16
Jornal ..16
 
Curricular 2010
Curricular 2010Curricular 2010
Curricular 2010
 
Quem Comprou Gostou - São Paulo / Rio de Janeiro
Quem Comprou Gostou - São Paulo / Rio de JaneiroQuem Comprou Gostou - São Paulo / Rio de Janeiro
Quem Comprou Gostou - São Paulo / Rio de Janeiro
 
50-2016
50-201650-2016
50-2016
 

Semelhante a Parque água branca-1

Projetos especiais 7_ano
Projetos especiais 7_anoProjetos especiais 7_ano
Projetos especiais 7_ano
maritese
 

Semelhante a Parque água branca-1 (20)

Imersão na prática ed. patrimonial
Imersão na prática   ed. patrimonialImersão na prática   ed. patrimonial
Imersão na prática ed. patrimonial
 
Livro Museus de Maceió.pdf
Livro Museus de Maceió.pdfLivro Museus de Maceió.pdf
Livro Museus de Maceió.pdf
 
Centros e museus de ciência do brasil 2015
Centros e museus de ciência do brasil 2015Centros e museus de ciência do brasil 2015
Centros e museus de ciência do brasil 2015
 
Guia Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015
Guia Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015Guia Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015
Guia Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015
 
Pontos turísticos de Guarapuava.
Pontos  turísticos de Guarapuava.Pontos  turísticos de Guarapuava.
Pontos turísticos de Guarapuava.
 
Pontos turísticos de Guarapuava.
Pontos  turísticos de Guarapuava.Pontos  turísticos de Guarapuava.
Pontos turísticos de Guarapuava.
 
Projeto Trilha Urbana em Libras no Parque da Aclimação.
Projeto Trilha Urbana em Libras no Parque da Aclimação.Projeto Trilha Urbana em Libras no Parque da Aclimação.
Projeto Trilha Urbana em Libras no Parque da Aclimação.
 
Patrimônio histórico
Patrimônio históricoPatrimônio histórico
Patrimônio histórico
 
Trabalho de Campo: Uma Modalidade Pedagógica e Inclusiva
Trabalho de Campo: Uma Modalidade Pedagógica e InclusivaTrabalho de Campo: Uma Modalidade Pedagógica e Inclusiva
Trabalho de Campo: Uma Modalidade Pedagógica e Inclusiva
 
Programação XI Semana do Patrimônio Fundarpe
Programação XI Semana do Patrimônio FundarpeProgramação XI Semana do Patrimônio Fundarpe
Programação XI Semana do Patrimônio Fundarpe
 
Jornal do lazer e da cultura em saúde
Jornal do lazer e da cultura em saúdeJornal do lazer e da cultura em saúde
Jornal do lazer e da cultura em saúde
 
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, ParatyO Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
 
Museus e centros de ciencias
Museus e centros de cienciasMuseus e centros de ciencias
Museus e centros de ciencias
 
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
CULTURARTEEN 180 - edição extra - 10 de outubro de 2017
 
Projeto IV - Proj arq..pdf
Projeto IV - Proj arq..pdfProjeto IV - Proj arq..pdf
Projeto IV - Proj arq..pdf
 
Relatório 2012
Relatório 2012Relatório 2012
Relatório 2012
 
Projetos especiais 7_ano
Projetos especiais 7_anoProjetos especiais 7_ano
Projetos especiais 7_ano
 
Amo São Paulo: um Grito de Alerta
Amo São Paulo: um Grito de AlertaAmo São Paulo: um Grito de Alerta
Amo São Paulo: um Grito de Alerta
 
9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus
 
Santa maria da feira
Santa maria da feiraSanta maria da feira
Santa maria da feira
 

Mais de Rodrigo Modena da Silva (20)

Consulados
ConsuladosConsulados
Consulados
 
Mapas sp2
Mapas sp2Mapas sp2
Mapas sp2
 
Distâncias km
Distâncias kmDistâncias km
Distâncias km
 
Telefones úteis
Telefones úteisTelefones úteis
Telefones úteis
 
Cinemas
CinemasCinemas
Cinemas
 
Shopping
ShoppingShopping
Shopping
 
Bares e casas noturnas centro
Bares e casas noturnas centroBares e casas noturnas centro
Bares e casas noturnas centro
 
Bares e casas noturnas zl
Bares e casas noturnas zlBares e casas noturnas zl
Bares e casas noturnas zl
 
Bares e casas noturnas zn.docx
Bares e casas noturnas zn.docxBares e casas noturnas zn.docx
Bares e casas noturnas zn.docx
 
Consulados
ConsuladosConsulados
Consulados
 
Hotéis centro e paulista
Hotéis centro e paulistaHotéis centro e paulista
Hotéis centro e paulista
 
Hotéis centro e paulista
Hotéis centro e paulistaHotéis centro e paulista
Hotéis centro e paulista
 
Hoteis zo
Hoteis zoHoteis zo
Hoteis zo
 
Hotéis zl
Hotéis zlHotéis zl
Hotéis zl
 
Hoteis zn 1
Hoteis zn 1Hoteis zn 1
Hoteis zn 1
 
Cozinhas regionais
Cozinhas regionaisCozinhas regionais
Cozinhas regionais
 
Cozinha árabe
Cozinha árabeCozinha árabe
Cozinha árabe
 
Cozinha portuguesa
Cozinha portuguesaCozinha portuguesa
Cozinha portuguesa
 
Cozinha japonesa
Cozinha japonesaCozinha japonesa
Cozinha japonesa
 
Cozinha italiana
Cozinha italianaCozinha italiana
Cozinha italiana
 

Parque água branca-1

  • 1. “Parque Dr. Fernando Costa” (Parque da Água Branca) "Touro" I. Bonheur - escultura em bronze - Parque da Água Branca O Parque da Água Branca, como é conhecido, foi criado em 2 de junho de 1929 pelo então secretário de Agricultura, Fernando Costa , Mas seu processo de formação começou bem antes. Em meados de 1904, o então prefeito de São Paulo, Antônio da Silva Prado idealizou a Escola Prática de Pomologia e Horticultura para que as pessoas pudessem se dedicar à atividade agrícola de forma profissional, ajudando a elevar a qualidade dos produtos, difundindo o cultivo, aumentando a produção e barateando os preços. A escola funcionou até 1911. . Em 25 de abril de 1928, ocorreu a transferência do Posto Zootécnico de São Paulo e Recinto de Exposições de animais da Moóca para a Água Branca, daí a denominação inicial do Parque, que em 1950 foi oficialmente batizado de “Parque Dr. Fernando Costa”, homenagem ao seu idealizador, na década de 70, as grandes exposições foram definitivamente transferidas para o Recinto de Exposições da Água Funda (atualmente Centro de Exposições Imigrantes) Mesmo com tantas mudanças, a vocação original do Parque - a preocupação com o desenvolvimento das pesquisas agropecuárias e com o lazer - manteve-se por meio dos trabalhos desenvolvidos pelas entidades e órgãos nele instalados. Escritório de Desenvolvimento Rural de São Paulo (EDR)
  • 2. Escritório de Defesa Agropecuária de São Paulo (EDA) . Instituto de Pesca (IP) Novas demandas sociais trouxeram outras atividades, como programas com a terceira idade e portadores de deficiências, educação para uso sustentável dos recursos naturais, dentre outros. Em 1996, o Parque foi tombado como bem cultural, histórico, arquitetônico, turístico, tecnológico e paisagístico pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat). Em 2004 foi tombado também pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo – CONPRESP. O Espaço de Leitura “PraLer” é uma ação da Poiesis – Organização Social de Cultura, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo – FUSSESP. Disponibiliza livros para consulta local, nas áreas de literatura brasileira, literatura estrangeira, literatura infanto-juvenil, poesia, artes, revistas e outras publicações. Oficinas culturais e educativas aos sábados, e apresentações musicais, teatrais e circenses, além da contação de histórias e saraus, aos Espaço Leitura domingos. Feira de Produtos Orgânicos A Feira de Produtos Orgânicos é um espaço destinado à venda de produtos sem defensivos ou adubação química, certificados pela Associação de Agricultura Orgânica (AAO). Também oferece café da manhã orgânico. Museu Geológico Mantido pelo Instituto Geológico da Secretaria do Meio Ambiente do Estado, o “Mugeo” leva o nome de Waldemar Lafreve, ex-diretor do órgão. As exposições permanentes apresentam minerais, rochas, fósseis, objetos e documentos antigos, resultados dos trabalhos da Comissão Geográfica e Geológica do Estado Aquário Nele estão expostas as espécies mais significativas das bacias hidrográficas do Estado e de outras regiões. O projeto dá subsídio para que o visitante conheça a biologia e a importância comercial das espécies de valor econômico para aquicultura e pesca. Hoje, o Parque recebe um público composto não apenas por moradores do entorno, como também de diversas regiões, que ali praticam atividades físicas, participam de cursos e se deliciam com a paisagem e o caráter rural que inspira a área.
  • 3. Informações: Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 455 - Água Branca Telefone: (55 11) 3865-4130. Parque: segunda a domingo: das 6h às 22h. Aquário: segunda: 13h às 17h. terça a domingo: 9h às 17h. Ingresso: R$ 2,00 (somente para o aquário) Como Chegar: Estação Metro Palmeiras – Barra Funda / Term. Barra Funda Lado Sul Plat. B Ônibus Linha: 938V-10 Jd. Vista Alegre (5 min, 5 paradas) Site: www.parqueaguabranca.sp.gov.br