A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85
A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85
PROBLEMAS ECONÓMICOS
Durante a segunda metade do século XIV, viveram-se
em Portugal tempos muito d...
A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85
EFEITOS
- Diminuição da população;
- Falta de mão-de-obra;
- Abandono dos campos;
- Diminuição dos...
A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85
Os problemas de sucessão ao trono provocaram
uma grande divisão da sociedade portuguesa
NOBREZA E ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Causas da crise económica e política em portugal

272 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Causas da crise económica e política em portugal

  1. 1. A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85
  2. 2. A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85 PROBLEMAS ECONÓMICOS Durante a segunda metade do século XIV, viveram-se em Portugal tempos muito difíceis. CAUSAS D. FERNANDO - Condições climatéricas desfavoráveis à agricultura; - Maus anos agrícolas; - Fomes; - Doenças (principalmente a PESTE NEGRA); - Deficientes condições de higiene
  3. 3. A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85 EFEITOS - Diminuição da população; - Falta de mão-de-obra; - Abandono dos campos; - Diminuição dos rendimentos do clero e da nobreza D. BEATRIZ CRISE POLÍTICA D. LEONOR TELES Para agravar a situação, D. Fernando envolveu-se em guerra com Castela. Derrotado, foi obrigado a assinar o Tratado de Salvaterra de Magos. Por ele, D. Beatriz casou-se com D. João, rei de Castela. Tal situação punha em causa a independência de Portugal. Para evitar esta situação, determinou-se que à morte de D. Fernando, quem governaria seria D. Leonor Teles, viúva de D. Fernando até lhe suceder filho de D. Beatriz.
  4. 4. A REVOLUÇÃO DE 1383/ 85 Os problemas de sucessão ao trono provocaram uma grande divisão da sociedade portuguesa NOBREZA E CLERO POVO E BURGUESIA APOIAVAM D. BEATRIZ APOIAVAM D. JOÃO, MESTRE DE AVIS - Consideravam D. Beatriz como legítima sucessora do pai - A Burguesia desejava obter poder político - Pretendiam manter e reforçar os seus privilégios - O Povo desejava melhorar as suas condições de vida

×