SPA - THE OPTIMUM HAUL SYSTEM
Contracts
SPA has been an industry leader and innovator since its inception in 1984.
Having ...
Global Road Technology Brasil é uma
empresa de representação, distribuição
e aplicação dos produtos GRT, de
propriedade Au...
Pesquisa e desenvolvimento (P & D ) é um dos
pilares estratégicos do núcleo de tecnologia
GRT. Nosso objetivo é dominar o ...
Horas necessárias de
uma equipe treinada
para construir 1 km
de estrada
Número de segundos
antes que outra
pessoa seja mor...
Acesso à mina e transporte do mineral
representam ​​desafios logísticos e ambientais
consideráveis. Em operações de grande...
Estradas de serviço e vias de acesso em locais
de mineração suportam a maior parte da
atividade de mineração e transporte....
Operadores de minas sabem o quanto é
essencial construir uma base de estrada
estável, de modo a manter as rotas
intactas, ...
Normas ambientais cada vez mais
rigorosas, preocupações com a saúde e
perda de lucro potencial associado com o
armazenamen...
A solução em polímero GRT pode ser aplicado diretamente a matérias-primas,
utilizando caminhões-pipa já existentes, sistem...
Estudos e testes
para a mineração
Durante o ano orçamentário de 2004, um de nossos clientes de operação de
caminhões gasta...
As causas
Contracts
4milhões não
gastos no ano
fiscal de 2004
foram:
Causado por:
Planejamento
Curto Prazo
Causado por:
Es...
Caso para a mudança
AMEAÇAS OPORTUNIDADES
CurtoPrazo
 Acidentes
 Danos Pessoais
 Perda da Produção
 Desgate de Pneus
...
Caso para a mudança
OS RISCOS E AMEAÇAS DE NÃO FAZER NADA
Longoprazo
 Acidentes / Lesões
pessoais
 Mina mais perto
 Aum...
Método seis sigma
o Passo 1 – Estudo de Caso e proposição de cenário futuro
o Passo 2 – Projeto da Equipe e Lideranças
o P...
Estudo do problema pelo
método seis sigma
Método seis sigma
Contracts
Mapeamento do Processo
Planejamento
da estrada de
serviço
Operação
da estrada
Construção da
es...
Método seis sigma
Fornecedor
do
processo
Input para
o processo
Processo
atual
Output do
processo
Cliente
Operação Operador...
Método seis sigma
Estas. . . Afetam estas
Medidas de
entrada
Medidas
de
processo
Medidas
de saída
Pontualidadeda entrada
P...
Método seis sigma
QUEM SÃO OS CLIENTES QUAIS SÃO OSREQUISITOS DO CLIENTE
Prestrip Operations Consistent grade on ramps
Cam...
Importance
Safety
"X"MBCM
<"xx"SecondsCycle
Times
SurfaceConditions
DesignedRoads
BuilttoDesign
CornerDesigns
SuperElevati...
Método seis sigma
Concerns Interest Wins Action Plan
Key Stakeholder C I W Details Strategy What Who When
Site Reps W
GRT ...
Método seis sigma
HAULROADS
NOTGOOD
ENOUGH
Systems Methods
Environment MeasuresOperating
Conditions
People
Rain
Mud
Heat
S...
Método seis sigma
HAUL
ROAD NOT
GOOD
ENOUGH
Systems Methods
Environment MeasuresOperating
Conditions
People
Spillage
Shift...
Método seis sigma
Project: Haul Road Optimisation 1
2
Date: 05/04/2005 3
Risk
1 2 3 4 5 6
DesignofHaul
Road
ShortTerm
Plan...
Método seis sigma
Items Potential Solutions Actions Required to Implement Solutions Person Responsible
1
Behaviour/Safety
...
FATORES MAIS RELEVANTES EM PROJETO DE ESTRADAS DE TRANSPORTE NÃO
ESTABILIZADAS
 As quatro camadas distintas de
transporte...
 Os critérios abaixos representam as necessidades a
serem consideradas em projetos de estradas mineiras:
• Dimensões do e...
Geometria da estrada
 Geometria da estrada de serviço deve prever a operação suave e eficiente em termos
de custo de uma ...
Resistência ao rolamento
Para os caminhões fora de estrada com estrutura radiais de pneus, assumir um mínimo RR
de :
 Est...
Resistência ao rolamento
UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZ OS RISCOS E MAXIMIZA PRODUTIVIDADE E LUCRO
Resistência ao rolamento
Análise seis sigma
O grupo GRT completou extensiva Análise Seis Sigma em vários locais e avaliou:
 Os Efeitos na Seguranç...
Análise seis sigma
O cenário futuro previsto é que as economias irão ocorrer como resultado de:
It is anticipated that fin...
Análise seis sigma
Impactos ambientais são esperados na forma de:
 Consumo de água reduzido
 Consumo de combustível redu...
Análise seis sigma
A extensão de economias previstas dependem de:
o A proporção de tempo que os caminhões passam atravessa...
Análise seis sigma
Benefícios e Impactos:
o Estradas de transporte mais seguras e
aumento da visibilidade
o Fadiga do oper...
Análise seis sigma
Benefícios e Impactos:
2. Performance Operacional e Financeira
o Redução dos custos de manutenção de es...
Análise seis sigma
Benefícios e Impactos
 Níveis menores de poeira tiveram um efeito favorável na vida útil dos component...
Análise seis sigma
Benefícios e Impactos:
Economia de Frenagem
 Testes de frenagem supervisionados pelos engenheiros de c...
Análise seis sigma
Date Site Avg. (ug/m3) Zone NEPM Standard Comments
Feb 2004 Waterlog HR 1075 150
Extreme winds througho...
Análise seis sigma
Contracts
0
5000000
10000000
15000000
20000000
25000000
30000000
1 3 5 7 9 11 13 15 17
Litres
Days
Uso ...
Análise seis sigma
Produtividade
Caminhão# Date
Payload
(Net)
Carry
Back
Total
Cycle
Time
LT Fuel
Burns
E-Haul
Distance
L-...
Análise seis sigma
UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZA OS RISCOS À SEGURANÇA E
MAXIMIZE A PRODUTIVIDADE E O LUCRO
Mistura
Co...
Análise seis sigma
UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZA OS RISCOS À SEGURANÇA E
MAXIMIZE A PRODUTIVIDADE E O LUCRO
Produtos GRT
para Mineração
Produtos GRT para
serviços ambientais
Avaliações Independentes e
Certificações
Análise Custo Benefício
O Caso de Mariana
ANTES DEPOIS
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE FUNDÃO
Condições Existentes
LOCAL DE ROMPIMENTO DA BARRAGEM
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREM
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES DA BARRAGEM DE SANTARÉM
Condições Existentes
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES DAS BACIA HIDRÁULICA EM SANTARÉM
Condições Existentes
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREM
CONDIÇÕES IMEDIATAMENTE A JUSANTE DO
ROMPIMENTO DA BARRAGEM
Condições Geomor...
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES EM BENTO RODRIGUES
Condições Geomorfológicas
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES EM BENTO RODRIGUES
Condições Geomorfológicas
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREMDEPOSIÇÃO DO REJEITO (FERRO) NOS BANCOS DE
AREIA EM TRECHO DE MEANDRO
Condiçõ...
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREM
EROSÃO DA VEGETAÇÃO AO LONGO DO VALE EM
TRECHO COLUVIAL
Condições Geomorfoló...
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREM
SIGNIFICANTE DEPOSIÇÃO DE REJEITO NOS TRECHOS
MAIS PLANOS AO LONGO DO VALE
C...
Condições Existentes
RESERVATÓRIO DE SANTAREM
SIGNIFICANTE DEPOSIÇÃO DE REJEITO NA PLANÍCIE
DE INUNDAÇÃO
Condições Geomorf...
Soluções GRT
Contracts
• Controle de Erosão de Margens
• Revegetação
• Tratamento de Água
• Estabilização de Solo e Talude...
Plano de Ataque
Contracts
1 – Concepção e detalhamento da solução estrutural – 30 dias;
2 – Construção do comboio de servi...
Concepção da solução GRT
para Mariana
Contracts
Concepção da solução GRT
para Mariana
Contracts
TALVEGUE PRINCIPAL
MARGENS EXPOSTAS
VEGETAÇÃO NATIVA
REJEITO DEPOSITADO NA...
Concepção da solução GRT
para Mariana
Contracts
VISTA EM PLANTA
SEÇÃO
TRANSVERSAL
GEOTUBO/BARRAGEM
PNEUMÁTICA
A A`
Concepção da solução GRT
para Mariana
SISTEMA COMPACTO DE
BOMBEAMENTO, MISTURA E
HIDROSSEMEADURA
FERRO
LODO+GRT
GRT
GRT NA...
Concepção da solução GRT
para Mariana
D
1
2
3
SEQUÊNCIA DE
RECUPERAÇÃO DE
MONTANTE PARA JUSANTE
VISTA EM PLANTA
Concepção da solução GRT
para Mariana
Contracts
Comboio de serviços
1. Draga de sucção adaptada com adição de:
• Sistema d...
Concepção da Solução GRT
para Mariana
Contracts
DRAGA DE SUCÇÃO
BOMBA DE SUCÇÃO MISTURADOR E AERADOR
TUBULAÇÃO DE RECALQUE...
Concepção da Solução GRT
para Mariana
Contracts
Esquema do Misturador e Aerador
Concepção da Solução GRT
para Mariana
Contracts
Hidrossemeadura por terra
Caminhão com canhão aspersor
Concepção da Solução GRT
para Mariana
Contracts
Barragem Pneumática Geotubos
Produtos
Contracts
Estabilização de Talude e
Contole de Erosão
Descrição:
GRT: Enviro Binder é um produto unicamente compr...
Contracts
Não tóxico e ambientalmente amigável GRT: Enviro Binder pode ser aplicado nas
áreas mais ambientalmente sensívei...
Contracts
APLICAÇÃO:
Diluído (10%) e, em seguida, com água pulverizada sobre a superfície
destinada a ser tratada por cami...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
Tipos de Stabilização
Primeiro Estágio - Modificação
o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aument...
CLIENTES
CLIENTES
Onde Estamos
INFORMAÇÕES PARA CONTATO:
Global Road Technology Brasil Ltda,
Setor Comercial Sul, Quadra 09, Bloco C, Sala 1001,
Parte E-...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

GRT Brasil - Apresentação_Complexo_Mariana

157 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

GRT Brasil - Apresentação_Complexo_Mariana

  1. 1. SPA - THE OPTIMUM HAUL SYSTEM Contracts SPA has been an industry leader and innovator since its inception in 1984. Having vast expertise in:  Road and pavement construction  All weather haul roads, sealing & water proof dams, Hard stand and maintenance areas.  Road Rehabilitation & maintenance for Mining, State & local Government
  2. 2. Global Road Technology Brasil é uma empresa de representação, distribuição e aplicação dos produtos GRT, de propriedade Australiana, operando em diversos países principalmente no setor de mineração, óleo e gás, rodoviário e ambiental, com grande expertise em soluções de estabilização de solo e taludes, controle de erosão e poeira, recuperação de estradas, revegetação e melhoria da qualidade da água. Apresentação
  3. 3. Pesquisa e desenvolvimento (P & D ) é um dos pilares estratégicos do núcleo de tecnologia GRT. Nosso objetivo é dominar o mercado por meio da excelência técnica. Para isso, todas as unidades de negócio e processos tidos em conta na equipe de P & D, permitem a GRT ter objetivos de P & D como uma missão crítica contínua. Nossa equipe de pesquisa é composta por técnicos experientes e pesquisadores nas áreas de engenharia química, engenharia geotécnica , engenharia de software, bem como a engenharia civil. Eles trabalham em estreita colaboração com as equipes de vendas e de marketing que têm contato regular com os nossos clientes. O nosso objetivo é fornecer soluções para melhor satisfazer as necessidades dos clientes. Tecnologia de ponta
  4. 4. Horas necessárias de uma equipe treinada para construir 1 km de estrada Número de segundos antes que outra pessoa seja morta ou seriamente acidentada nas estradas do mundo Toneladas de produtos GRT para estabilização de solo e controle de poeira são produzidos diariamente Percentual de economia demonstrado que os produtos GRT podem atingir Milhas de estradas sob o gerenciamento da GRT Número de formulações específicas atualmente produzidas pela GRT Aumento da performance da resistência ao rolamento Aumento da performance do atrito na capa de rolamento Economia combustível Aumento da vida útil do pneu Melhoria da qualidade do ar
  5. 5. Acesso à mina e transporte do mineral representam ​​desafios logísticos e ambientais consideráveis. Em operações de grande escala , a GRT é especializada na concepção, desenvolvimento e manutenção de estradas de transporte, estradas de acesso e pátios de estocagem. Com a estabilização do solo e soluções GRT em polímeros para controle de poeira de todos os tipos de solo cria infraestrutura barata e confiável para atender a todas as condições e efeitos, como uma solução de restauração ou concebido para novos projetos. Mineração
  6. 6. Estradas de serviço e vias de acesso em locais de mineração suportam a maior parte da atividade de mineração e transporte. Máquinas pesadas, volume de tráfego alto e condições climáticas adversas significam que estas estradas deve ser robustas, resistentes e flexíveis. Os produtos e processos revolucionários da GRT impedem a suspensão de poeira ao mesmo tempo que reparam e evitam a deterioração do solo e da superfície. Nossos produtos são eficazes em todos os tipos de solo, mantendo as estradas abertas 24 horas, melhorando as condições de transporte e eliminando as ameaças potenciais para a saúde provocado por poeiras em suspensão. Estabilização de solo e Controle de poeira
  7. 7. Operadores de minas sabem o quanto é essencial construir uma base de estrada estável, de modo a manter as rotas intactas, manter a segurança e evitar o aumento dos custos de manutenção. A GRT oferece soluções de estabilização de solo e controle de poeira para estrada de acesso de qualidade e para manter essas vias vitais permanentemente operacionais. Estabilização de solo e Controle de poeira
  8. 8. Normas ambientais cada vez mais rigorosas, preocupações com a saúde e perda de lucro potencial associado com o armazenamento mineral e transporte colocam desafios consideráveis ​​às empresas de mineração. Mistura à base de polímero GRT fornece uma solução de revestimento líquido excepcional para estoques de matéria-prima, suprimindo- se até 95% de partículas de pó. Revestimento líquido ANTES DEPOIS
  9. 9. A solução em polímero GRT pode ser aplicado diretamente a matérias-primas, utilizando caminhões-pipa já existentes, sistemas de barras de pulverização sob medida e pórticos. Projetado para as condições difíceis do setor, o produto não altera as propriedades de queima de carvão. Revestimento líquido
  10. 10. Estudos e testes para a mineração Durante o ano orçamentário de 2004, um de nossos clientes de operação de caminhões gastaram 10.2 milhões o que resultou em uma redução de 4 milhões no orçamento previsto de 14.2 milhões.
  11. 11. As causas Contracts 4milhões não gastos no ano fiscal de 2004 foram: Causado por: Planejamento Curto Prazo Causado por: Estradas de Transporte Causado por: Eficiência do Operador Causado por: Espera dos caminhões Causado por: Tempo do ciclo Causado por: Cobrimento do grade Causado por: Produção de material para espalhamento Causado por: Troca de caminhão Causado por: Equipamento inativo Isto representa $23 milhões de impacto na receita operacional anual
  12. 12. Caso para a mudança AMEAÇAS OPORTUNIDADES CurtoPrazo  Acidentes  Danos Pessoais  Perda da Produção  Desgate de Pneus  Consumo de Combustível  Componentes de Manutenção  Manutenção de estradas de transporte  Tempo do ciclo de manutenção  Estadas de serviço mais seguras  Redução de danos pessoais  Fadiga reduzida  Melhorar o tempo do ciclo de manutenção  Aumento da produção/produtividade  Custos reduzidos no uso de pneus  Custos de manutenção de estradas reduzido  Consumo de combustível reduzido  Manutenção de caminhão reduzida O RISCO OU AMEAÇA DE NÃO FAZER NADA
  13. 13. Caso para a mudança OS RISCOS E AMEAÇAS DE NÃO FAZER NADA Longoprazo  Acidentes / Lesões pessoais  Mina mais perto  Aumento do custo de capital  Pneus  Consumo de combustível  Confiança do caminhão  Vida útil do caminhão  Custos de manutenção  Aumentos dos custos de capital  Perda de Produção/Produtividade  Estradas de transporte mais seguras  Redução de danos pessoais  Redução das emissões de poeira e dióxido de carbono  Fadiga reduzida  Redução dos custos em relação aos benefícios  Custo de capital reduzidos  Melhoria do tempo de ciclo  Aumento da Produtividade  Redução de custos de pneu  Custos de manutenção reduzidos  Consumo de combustível reduzido  Redução dos custos com manutenção de caminhões
  14. 14. Método seis sigma o Passo 1 – Estudo de Caso e proposição de cenário futuro o Passo 2 – Projeto da Equipe e Lideranças o Passo 3 – Aprendendo com serviços anteriores o Passo 4 – Mobilização de Equipe o Passo 5 – SIPOC o Passo 6 – Estabelecer os requisitos dos Clientes o Passo 7 – Determinar métricas primárias e secundárias o Passo 8 – Alinhar os problemas do projetos e as metas o Passo 9 – Estudo de Caso e confirmação do cenário proposto Fase do Processo de Análise Seis Sigma
  15. 15. Estudo do problema pelo método seis sigma
  16. 16. Método seis sigma Contracts Mapeamento do Processo Planejamento da estrada de serviço Operação da estrada Construção da estrada Projeto da Estrada Monitoramento da performance Manutenção da estrada
  17. 17. Método seis sigma Fornecedor do processo Input para o processo Processo atual Output do processo Cliente Operação Operador Planejamento da estradas Adequação para estrada proposta Operação da Mina
  18. 18. Método seis sigma Estas. . . Afetam estas Medidas de entrada Medidas de processo Medidas de saída Pontualidadeda entrada Plenitude Tipo de entrada Planejamento Projeto Construção Monitoramento da performance Manutenção da estrada Tempo Quantidade de retrabalho Equipe Nível de treinamento Orçamento total Planejamento Treinamento Práticas Operacionais  Manuais de Projeto Equipamento de manutenção Planejamento acordado Projeto acordado Adequação para a construção Condiçoes assessadas indicam áreas de melhorias Adequação atende as necessidades da estrada X's Y
  19. 19. Método seis sigma QUEM SÃO OS CLIENTES QUAIS SÃO OSREQUISITOS DO CLIENTE Prestrip Operations Consistent grade on ramps Cambered corners to agreed standard Most efficient route from face to dump Consistent grade on ramps Operações de mina Cambered corners to agreed standard Manutenção Most efficient route from face to dump Vims utilisation Roads are built to design OEM training (grader techniques etc) Mining Operations Correct use of Dozer 2000 Contractors Better utilisation of FMS Road users (LV etc) Action FMS recommendations Use most suitable material available Prestrip Operations Weekly supply of FMS information Maintenance Useful analysis and application of data Mining Operations Operators are aware of expected haul road standard Contractors Road users (LV etc) Prestrip Operations Keep haulroad within design limits/constraints Maintenance Good watering of roads Mining Operations Attend to problem areas quickly Contractors Training in haulroad maintenance Road users (LV etc) Consistent use of FMS Maintain good running surface Requisitos do Cliente Pergunta: O que os clientes esperam desse projeto ???
  20. 20. Importance Safety "X"MBCM <"xx"SecondsCycle Times SurfaceConditions DesignedRoads BuilttoDesign CornerDesigns SuperElevations Spillages Customer Requirements Consistent grade on ramps 5 Cambered corners to agreed standard 5 Most efficient route from face to dump 4 Vims utilisation 3 Roads are built to design 5 OEM training (grader techniques etc) 4 Correct use of Dozer 2000 4 Better utilisation of ASA & FPO 3 Action ASA/FPO recommendations 3 Use most suitable material available 3 Weekly supply of FPO information 3 Useful analysis and application of data 3 Operators are aware of expected haul road standard 3 Keep haulroad within design limits/constraints 4 Good watering of roads 4 Attend to problem areas quickly 4 Training in haulroad maintenance 3 Consistent use of FPO 3 Maintain good running surface 4 Key Use 1- 5 Scale S tro n g Re la tio n s h ip 5 = extremely important or critical to customer 1 = not very important to customer •Basic: 4-5 or not rated & assumed to be achieved or product/service will not be launched •Performance: 3-5 •Excitment: 1-3 Voice of Customer Establish & Verify Customer Requirements Método seis sigma
  21. 21. Método seis sigma Concerns Interest Wins Action Plan Key Stakeholder C I W Details Strategy What Who When Site Reps W GRT W Site Engineers W Operations C Started wrong time. Communication to respective crews. Benefits, Use of FMS Comms Nathan ? SSE Manager W Mining Manager W Maintenance Manager W Supervisors W Operator W W W Sites C Dealing with cost reduction/value add items Demo benefits, reports of FMS before and after. Operations Team to give a talk. ? Demo on Vulcan I Roads. Utilisation of Equipment ESTRATÉGIA DE ENGAJAMENTO Engajamento dos atores chave Como engajar os atores chave no projeto
  22. 22. Método seis sigma HAULROADS NOTGOOD ENOUGH Systems Methods Environment MeasuresOperating Conditions People Rain Mud Heat Shift Work Topography Dump Locations Pressure Temperature Distance MeanSpeed Time FPO Slopes Curvature Radius Fit for Purpose Machines TKPH DumpingDirection Acceleration / Brakingregime TyreInflatation Materials Suspension Loading Techniques Training Drainage Dozer2000 Surveying Supervision Behaviour SkillsSet Gages Training Dust Design Experience Preventiverepairs Moisture Sheeting DumpAreaCleanness Spillages RoadWidth BusinessNeeds LoadAreaWidth Bendsandcorners RoadSurface Soft Spots RoadMoisture Safety Understand Planning Watering Availability Machines Grading Análise de falha de modo efetivo
  23. 23. Método seis sigma HAUL ROAD NOT GOOD ENOUGH Systems Methods Environment MeasuresOperating Conditions People Spillage Shift Work Time FPO Availability TKPH TrainingTechniques Dozer 2000 Supervision Safety Attitude &Behaviour Design Machine Preventive repairs Business Needs Planning & Scheduling Grading
  24. 24. Método seis sigma Project: Haul Road Optimisation 1 2 Date: 05/04/2005 3 Risk 1 2 3 4 5 6 DesignofHaul Road ShortTerm Planning& Interactions FinalSpoilProfile Constructionof Road SupportEquipment toBuildRoads Skills&Training Significance Rating 7 5 2 6 4 7 Potential Solutions for Improvement Impact Rating Impact Rating Impact Rating Impact Rating Impact Rating Impact Rating Behaviour/Safety 7 7 0 7 0 6 196 3 Eliminate Shift Points on Ramps 7 6 1 5 7 5 174 3 Width of Haul Road to be 30m 7 4 0 7 5 0 139 3 Grade 8% optimal 7 6 7 7 6 6 205 2 Super evelvation 7 6 0 7 6 7 198 2 Mininise cycle time 7 7 5 7 6 4 192 2 Length of Haul Roads Mininised 7 7 7 0 0 0 126 3 Water Delivery 0 2 0 6 5 6 116 3 Training (Internal) Awareness 0 0 0 6 0 7 113 3 Supervision to follow plans 0 0 0 7 5 5 105 3 FPO Utilisation 0 0 0 4 2 4 80 3 Dozer 2000 0 0 0 7 7 7 119 2 External Training on Graders 0 0 0 6 0 7 113 2 Blast Design 0 5 0 0 0 3 74 3 Give plans in advance 7 6 0 0 0 0 107 3 Measurement System (TKPH) 5 2 0 0 0 4 101 3 Comms difficult under current rost 0 0 0 6 0 0 64 3 Mutili skilling 0 0 0 3 0 7 95 2 Body Capacity 0 0 0 4 0 3 73 2 Drill & Blast to have Water Cart 0 0 0 4 6 4 80 1 Rubber Tyre Dozer 0 0 0 0 6 6 70 1 Not enough manning 0 0 0 5 5 0 58 1 Review Road Design Manual 28 Long Term Profile 28 Long Term Strategy 3 0 7 5 0 0 93 IMPROVEMENT MATRIX Verified Significant Xs (inputs) OVERALL IMPACT RATING COST RATING
  25. 25. Método seis sigma Items Potential Solutions Actions Required to Implement Solutions Person Responsible 1 Behaviour/Safety Having continuouse discussions and communication amongst supv/supts. Identifying safety issues and risk. 2 Eliminate Shift Points on Ramps 3 Width of Haul Road to be 30m Truck/Shovel engineers to design for this width lengths, and Prestrip crews to construct to roads with >30m widths. 4 Grade 8% optimal Truck/Shovel engineers to design for this grade, and Prestrip crews to construct to roads to 8% the most. 5 Super evelvation Truck/Shovel engineers to design for this grade, and Prestrip crews to construct to roads to 8% the most. 6 Mininise cycle time 7 Length of Haul Roads Mininised Options should be looked at to designing short term "short distance" dumps to minimise travel distances. This can be looked at through the Long Term Profile 8 Water Delivery Currently modifications are being done to optimise the current setup on the water carts, new water carts will have the redesigned spray nozzles. 9 Do awareness now, on having better roads. All crews must be able to talk to each other during cribs, safety talks, shift hand overs about having a healthy road and work environment 10 Training (Internal) Awareness Refreshers to be conducted within crews. 11 Supervisors to follow plans Following agreed plans by the supervisors 12 FPO Utilisation Run weekly FPOs and also include photos on areas of concern on the conditions of the haul roads, which requires maintenance. 13 Dozer 2000 Better utilisation of this system. 14 External Training on Graders Caterpillare/HD to assist PDM with external traineers to come on site and train our operations on various grading techniques. 15 Blast Design The size of rocks or boulders after the blast is an indication of the type of blasting practise we have established. 16 Give plans in advance The Truck/Shovel engineers give the mine plans in advance say a week or two to the crews for them to review and comment back to the engineers. A process needs to be drawn up on this. 17 Measurement System (TKPH) All Prestrip trucks to have this fitted if possible. Trucks to run at designed TKPH on the haul roads. Tech Service Engineers will write on the Mine plans the avg TKPH for the trucks. 18 Comms difficult under current rost Draw up a process where communication can be improved between the crews. 19 Mutili skilling Work with Kim Frost and multi skill the operators within the Prestrip Operations. 20 Body Capacity The new trucks coming will have modified dump bodies. HD/Cat can investigate further on this and get back to us. 21 Drill & Blast to have Water Cart Raise this with S.Hammer. 22 Rubber Tyre Dozer Data on availability and utilisation on the current 854G was analysed and it was found that it's available 90% off the time and utilised 64%. So where does this put us to justifying for an additional wheel dozer. The prepared documents need to be run pass 23 Not enough manning Wait and see the fy06 budget. 24 Review Road Design Manual Do a survey within BMA/BHPB if this is worth the effort to review. HAUL ROAD OPTIMISATION PROJECT
  26. 26. FATORES MAIS RELEVANTES EM PROJETO DE ESTRADAS DE TRANSPORTE NÃO ESTABILIZADAS  As quatro camadas distintas de transporte rodoviário. Sub -Grade , Sub - Base , Base e Capa( IP , resistência à compressão simples e CBR) Muitos fatores precisam ser considerados na concepção e manutenção de estradas eficientes (Temporárias, Semi-Permanente ou Permanente) Infelizmente não existe uma regra simples e única a seguir, no entanto, esse método permite destacar áreas de foco e possíveis soluções. Caminhão Estrada PESO Projeto da pista de rolamento Performance Resistência ao Rolamento Performance Retardada Geometria da Estrada Técnica do Operador Estrutura do Material Aplicação de Severidade Drenagem Manutenção Método seis sigma
  27. 27.  Os critérios abaixos representam as necessidades a serem consideradas em projetos de estradas mineiras: • Dimensões do equipamento e capacidade de performance • Segurança • Topografia • Vida útil da mina • Resistência de rolamento • Planejamento Futuro Geometria da estrada
  28. 28. Geometria da estrada  Geometria da estrada de serviço deve prever a operação suave e eficiente em termos de custo de uma frota de caminhões de transporte com a velocidade operacional projetado e carga útil. A construção de estrada deve ser tal que os critérios acima são mantidos durante condições normais mineração.
  29. 29. Resistência ao rolamento Para os caminhões fora de estrada com estrutura radiais de pneus, assumir um mínimo RR de :  Estrada bem conservada ………. 1.5%  Estrada mantida com o flex ……… 3%  25 mm/1” penetração do pneu………… 4%  50 mm/2” penetração do pneu………... 5%  100 mm/4” penetração do pneu………. 8%  200 mm/8” penetração do pneu……….. 14% Na prática , um aumento de 5 % na resistência de rolamento pode resultar em até 10 % de diminuição da produção e de 35% nos custos de produção . Inflexão na estrada de serviço provoca uma elevada inércia e ponto de troca de marcha desnecessária
  30. 30. Resistência ao rolamento UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZ OS RISCOS E MAXIMIZA PRODUTIVIDADE E LUCRO
  31. 31. Resistência ao rolamento
  32. 32. Análise seis sigma O grupo GRT completou extensiva Análise Seis Sigma em vários locais e avaliou:  Os Efeitos na Segurança  Meio Ambiente  Produtividade Operacional A aplicação do polímero GRT no sistema de estradas minerárias oferece melhorias financeiras e ambientais para justificar a implementação em larga escala nas jazidas.
  33. 33. Análise seis sigma O cenário futuro previsto é que as economias irão ocorrer como resultado de: It is anticipated that financial savings will occur as a result of:  Redução de danos pessoais  Aumento da produtividade  Redução no consumo de combustível  Redução do desgaste dos pneus  Aumento da vida útil dos componentes do caminhão (filtros, óleo, motores das rodas, freios)  Redução da necessdade de caminhões pipa e motoniveladoras
  34. 34. Análise seis sigma Impactos ambientais são esperados na forma de:  Consumo de água reduzido  Consumo de combustível reduzido  Diminuição das emissões de carbono e de poeira e com este último também oferece melhorias significativas para a segurança do motorista .
  35. 35. Análise seis sigma A extensão de economias previstas dependem de: o A proporção de tempo que os caminhões passam atravessando em estradas com sistema GRT o O projeto das estradas de minas (inclinação, subida/descida) o As condições das estradas (rugosidade superficial , ondulações , número de rochas) em todas as estradas o As condições meteorológicas (chuva , direção do vento , temperatura ambiente) o Operação de Caminhão (velocidade, aceleração) o Caminhão/ peso da carga e a carga por eixo o Componente de pneu e projeto o Variações de custos o Limitações/restrições contratuais As medições que apresentaram reduções significativas na resistência ao rolamento, emissão de poeira, emissão de carbono, consumo de combustível , o uso dos pneus, manutenção de estradas e custo de manutenção em equipamentos de carga e transporte
  36. 36. Análise seis sigma Benefícios e Impactos: o Estradas de transporte mais seguras e aumento da visibilidade o Fadiga do operador reduzida o Redução dos níveis de poeira. o Um ambiente de trabalho mais amigável. o Reduz o risco de derrapagem dos veículos. o Redução no consumo de água para a supressão de poeira conservando os aquíferos circundantes. o Redução de poeira no ambiente micro e macro circundante. o Redução nos contratos de pneus e manutenção (questões relativas à movimentação de pneu ) devido ao aumento da vida útil do pneu .
  37. 37. Análise seis sigma Benefícios e Impactos: 2. Performance Operacional e Financeira o Redução dos custos de manutenção de estradas de transporte – até 42% o Melhoria da vida útil dos pneus – até 14% o Redução no consumo de combustível – até 8% o Redução de horas de motoniveladora – até 58% o Redução de horas de caminhão pipa – até 49% o Redução no cosumo de água- até 87% o Redução dos níveis de poeira – até 95% o Redução dos custos de manutenção de equipamentos – até 29%
  38. 38. Análise seis sigma Benefícios e Impactos  Níveis menores de poeira tiveram um efeito favorável na vida útil dos componentes.  bloqueios de filtro de ar  desgaste de componentes elétricos  bloqueio dos sistemas de ar condicionado  Maior capacidade de parar devido a superfície estabilizada  Trabalho de estabilização e manutenção da estrada durante o processo de transporte de carga  Acesso mais rápido ao sistema de estradas de transporte após uma chuva/período molhado  O transbordamento de material pode ser removido da estrada de transporte ao invés de ser movido para o lado e depois reaplicado levando a futuros acidentes com rochas soltas  Potencial para uma taxa de desgaste padronizado (executando principalmente na superfície padrão)  Redução na geração de aquecimento nos pneus, alterando os cálculos de TKPH (isto devido a redução na resistência e flexão do pneu.
  39. 39. Análise seis sigma Benefícios e Impactos: Economia de Frenagem  Testes de frenagem supervisionados pelos engenheiros de campo mostraram uma melhora significante com o a estrada tratada com GRT (tabela 1)  Estes resultados são indicativos de melhor tração entre o veículo e o solo para a superfície com GRT. • Tabela 1 : Testes de frenagem em caminhões tipo 730E com componentes Michelin C4.  Condição seca (40km/h velocidade inicial) • Puxado para cima @ 16 m  Condição molhada (30km/h velociade inicial)  Puxado para cima @ 14 m
  40. 40. Análise seis sigma Date Site Avg. (ug/m3) Zone NEPM Standard Comments Feb 2004 Waterlog HR 1075 150 Extreme winds throughout the day and traffic generated dust Monitoramento da Qualidade do Ar 24 horas de PM10 concentração, hora média diária e dia de pico Pre GRT Date Site Avg. (ug/m3) Zone NEPM Standard Comments June 2004 Waterlog HR 94 150 Strong wind and traffic generated dust Pós GRT
  41. 41. Análise seis sigma Contracts 0 5000000 10000000 15000000 20000000 25000000 30000000 1 3 5 7 9 11 13 15 17 Litres Days Uso Comparativo da Água Untreated water use Treated water use 0 200000 400000 600000 800000 1000000 1200000 1400000 1600000 1 3 5 7 9 11 13 15 Litres Redução doconsumo Treated water usage untreated wateruseage ESTRADAS DE SERVIÇO REDUZEM O CONSUMO DE ÁGUA APÓS TRATAMENTO COM GRT Gráficos com base no percentual de redução de consumo de 1.500.000 litros por dia usados no sistema convencional
  42. 42. Análise seis sigma Produtividade Caminhão# Date Payload (Net) Carry Back Total Cycle Time LT Fuel Burns E-Haul Distance L-Max Speed Penetration RR Sprung Max Sprung LF TKPH RF TKPH R TKPH Pre GRT HT1830 1/02/2004 231.8 0.2 0:24:11 23.7 1.8 24.9 231.4 15.40% 420.4 893 904 599 Após GRT HT1830 1/06/2004 231.2 1 0:19:37 20.1 1.9 26.5 18.8 3.60% 381.1 552 632 386
  43. 43. Análise seis sigma UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZA OS RISCOS À SEGURANÇA E MAXIMIZE A PRODUTIVIDADE E O LUCRO Mistura Compactação Nivelamento Sistema GRT Solo mole SISTEMA GRT
  44. 44. Análise seis sigma UMA ESTRADA DE SERVIÇO QUE REDUZA OS RISCOS À SEGURANÇA E MAXIMIZE A PRODUTIVIDADE E O LUCRO
  45. 45. Produtos GRT para Mineração
  46. 46. Produtos GRT para serviços ambientais
  47. 47. Avaliações Independentes e Certificações
  48. 48. Análise Custo Benefício
  49. 49. O Caso de Mariana ANTES DEPOIS
  50. 50. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE FUNDÃO
  51. 51. Condições Existentes LOCAL DE ROMPIMENTO DA BARRAGEM
  52. 52. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREM
  53. 53. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES DA BARRAGEM DE SANTARÉM Condições Existentes
  54. 54. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES DAS BACIA HIDRÁULICA EM SANTARÉM Condições Existentes
  55. 55. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREM CONDIÇÕES IMEDIATAMENTE A JUSANTE DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM Condições Geomorfológicas
  56. 56. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES EM BENTO RODRIGUES Condições Geomorfológicas
  57. 57. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREMCONDIÇÕES EM BENTO RODRIGUES Condições Geomorfológicas
  58. 58. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREMDEPOSIÇÃO DO REJEITO (FERRO) NOS BANCOS DE AREIA EM TRECHO DE MEANDRO Condições Geomorfológicas
  59. 59. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREM EROSÃO DA VEGETAÇÃO AO LONGO DO VALE EM TRECHO COLUVIAL Condições Geomorfológicas
  60. 60. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREM SIGNIFICANTE DEPOSIÇÃO DE REJEITO NOS TRECHOS MAIS PLANOS AO LONGO DO VALE Condições Geomorfológicas
  61. 61. Condições Existentes RESERVATÓRIO DE SANTAREM SIGNIFICANTE DEPOSIÇÃO DE REJEITO NA PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO Condições Geomorfológicas
  62. 62. Soluções GRT Contracts • Controle de Erosão de Margens • Revegetação • Tratamento de Água • Estabilização de Solo e Talude • Reconstrução de Estradas
  63. 63. Plano de Ataque Contracts 1 – Concepção e detalhamento da solução estrutural – 30 dias; 2 – Construção do comboio de serviços – 120 dias; 3 - Construção de barragens temporárias e criação do reservatório temporário de tratamento da água – 270 dias; 4 - Aplicação de polímero floculante (GRT – Tratamento de Água Zero) – 270 dias; 5 - Dragagem de lodo sedimentado no reservatório de tratamento da água, mistura de aditivo polimérico (GRT: Enviro Binder) ao lodo de fundo e projeção sobre as áreas degradadas – 180 dias 6 - Hidrossemeadura com polímero condicionador de solo NPKS e catalisadores orgânicos (GRT: Nature Plus), nas áreas tratadas com o lodo projetado – 180 dias.
  64. 64. Concepção da solução GRT para Mariana Contracts
  65. 65. Concepção da solução GRT para Mariana Contracts TALVEGUE PRINCIPAL MARGENS EXPOSTAS VEGETAÇÃO NATIVA REJEITO DEPOSITADO NA PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO VISTA EM PLANTA
  66. 66. Concepção da solução GRT para Mariana Contracts VISTA EM PLANTA SEÇÃO TRANSVERSAL GEOTUBO/BARRAGEM PNEUMÁTICA A A`
  67. 67. Concepção da solução GRT para Mariana SISTEMA COMPACTO DE BOMBEAMENTO, MISTURA E HIDROSSEMEADURA FERRO LODO+GRT GRT GRT NATURE PLUS – NPKS + 13-19-0-0 + CATALISADORES ORGÂNICOS LODO+GRT – ENVIRO BINDER LAMA FLOCULADA COM POLÍMERO GRT WATER E SEDIMENTADA VISTA EM PLANTA SEÇÃO TRANSVERSAL B B`
  68. 68. Concepção da solução GRT para Mariana D 1 2 3 SEQUÊNCIA DE RECUPERAÇÃO DE MONTANTE PARA JUSANTE VISTA EM PLANTA
  69. 69. Concepção da solução GRT para Mariana Contracts Comboio de serviços 1. Draga de sucção adaptada com adição de: • Sistema de mistura e aeração; • Sistema de bombeamento submerso de água; • Suporte elevado para o container com polímero; • Tubulação de recalque com canhão aspersor; 2. Escavadeira hidráulica e caminhão pipa com canhão aspersor.
  70. 70. Concepção da Solução GRT para Mariana Contracts DRAGA DE SUCÇÃO BOMBA DE SUCÇÃO MISTURADOR E AERADOR TUBULAÇÃO DE RECALQUE E PROJEÇÃO DO LODO + GRT 1.500.000 Esquema draga adaptada
  71. 71. Concepção da Solução GRT para Mariana Contracts Esquema do Misturador e Aerador
  72. 72. Concepção da Solução GRT para Mariana Contracts Hidrossemeadura por terra Caminhão com canhão aspersor
  73. 73. Concepção da Solução GRT para Mariana Contracts Barragem Pneumática Geotubos
  74. 74. Produtos Contracts Estabilização de Talude e Contole de Erosão Descrição: GRT: Enviro Binder é um produto unicamente comprovado para superar em qualquer aplicação e fornecer resultados imediatos. Com base em um polímero solúvel em água, GRT: Enviro penetra no solo e forma uma estrutura interligada complexa com partículas granulares soltas. Depois de o polímero secar uma superfície durável é formada que não iniba o crescimento vegetativo para uso em áreas abertas de alto risco, encostas, taludes de corte laterais e de áreas degradadas.
  75. 75. Contracts Não tóxico e ambientalmente amigável GRT: Enviro Binder pode ser aplicado nas áreas mais ambientalmente sensíveis, com impacto zero, garantindo os valores ambientais. GRT: Enviro Binder foi testado em vários ambientes com uma taxa de sucesso de 99% para a erosão e controle de sedimentos. Produtos
  76. 76. Contracts APLICAÇÃO: Diluído (10%) e, em seguida, com água pulverizada sobre a superfície destinada a ser tratada por caminhão ou bombeamento. Nossa recomendação de 10% de diluição é o melhor uso para GRT: Enviro Binder e, com isso permite que o trabalho e práticas ambientais sejam mais seguras,com maior economia de tempo e, finalmente, com a redução de custos é uma das ferramentas do arsenal de mitigação. Produtos
  77. 77. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. Revegetação Descrição: GRT: Nature Plus é um polímero líquido especialmente formulado e combinado com uma fonte muito eficaz de fósforo e nitrogênio para aumentar o poder germinativo e a quebra de dormênicia. GRT: Nature Plus é uma solução chave para todas as necessidades de revegetação. Projetado para uso em locais de construção e reabilitação de minas, mesmo que esses terrenos estejam expostos à erosão da água e do vento, ou tenham composição química pobre para produção de vegetal. NPKS + 13-19-0-0 + CATALISADORES ORGÂNICOS Produtos
  78. 78. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. O spray de polímero irá fornecer os seguintes elementos essenciais para qualquer local de construção: • Permite inicialmente a estabilização do solo para evitar a erosão causada pelo impacto da precipitação e perda de sedimentos por erosão laminar de água / escoamento superficial • Reduz a perda de solo superficial imediatamente ajudando a proporcionar uma taxa de crescimento mais elevada para a germinação de sementes de espécies iniciais e espécies de sementes secundárias mais longo prazo • Protege taludes e áreas expostas iniciais contra a erosão de impacto, erosão superficial e perda de sedimentos nos ambientes sensíveis circundantes fornecendo maiores resultados ambientais • Proporciona maior resultados ambientais e economia de custos para qualquer projeto NPKS + 13-19-0-0 + CATALISADORES ORGÂNICOS Produtos
  79. 79. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. APLICAÇÕES: Aplicada sobre áreas e taludes expostos, GRT: Nature Plus irá fixar a semente no lugar e criar condições ideais de crescimento ao manter os níveis de umidade no solo e fornecer os nutrientes necessários para a germinação. Uma forma única de fósforo é adicionado para fortalecer a germinação e o desenvolvimento radicular mais rápido, enquanto o nitrogênio permite o crescimento vigoroso. O nitrogênio na forma de amônio ideal, permite um ambiente mais estável, resultando em reduzida lixiviação. A combinação é melhorada com catalisadores orgânicos para proporcionar uma distribuição uniforme em toda a área absorção do solo e da planta. NPKS + 13-19-0-0 + CATALISADORES ORGÂNICOS Produtos
  80. 80. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. Estabilização de Estradas e Controle de Poeira Estradas naturalmente sustentáveis Um polímero líquido especialmente formulado, o GRT7000 é incolor ao secar e é ambientalmente amigável. Projetado para uso na construção civil, ele pode agir como um selante de polímero incolor, bem como um agente de estabilização de solo de alto desempenho. Produtos
  81. 81. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. GRT: 7000 (S) POLÍMERO SELANTE: O Polímero GRT7000 de selagem funciona de forma diferente. A cada aplicação, um número de partículas de poeira siltosas vão se unindo acumulativamente, impedindo-os de se deslocar para o ar. Devido à natureza cumulativa residual do produto, ao longo do tempo a taxa de aplicação de GRT7000 reduz, tornando mais económica a cada ano. Após trabalhos iniciais, aplicações de manutenção são necessários apenas uma vez a cada 12 a 16 semanas, dependendo da carga do tráfego. Produtos
  82. 82. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. Simplesmente pulverizado a partir de um caminhão de água, GRT7000 : • Elimina a poeira e seus impactos (visibilidade, saúde, áreas circundantes) • Cria uma superfície estável, impermeável que impede ondulação e buracos • Melhora a resistência à derrapagem e diminui a resistência ao rolamento • Redução dos custos operacionais de 30-40% (verificadas de forma independente pela Deloitte) As economias de custos são alcançados com a remoção de rega diária e classificação, menos desgaste nos veículos, a melhoria dos tempos de transporte e eliminação de tempo de inatividade causada pelo clima. Produtos
  83. 83. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. GRT: 7000 (E) DE ESTABILIZAÇÃO DO SOLO: Um selante polimérico incolor, ambientalmente seguro e esteticamente agradável, GRT7000 é também um agente altamente eficaz na estabilização do solo. Sozinho ou em conjunto com agentes tradicionais de estabilização do solo, consegue resultados extremamente altos de resistência a compressão e com taxas de dosagem relativamente baixos. Testando com tão pouco como 0,7% em massa obteve-se um resultados de de mais + 6MPa. GRT7000 funciona física e quimicamente unindo as partículas do solo ou pavimento. Isso leva a melhores resistência à compressão, resistência à tração e alta impermeabilidade à água. Produtos
  84. 84. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. APLICAÇÕES: As principais áreas de utilização de GRT7000 como um polímero selante e / ou agente de estabilização incluem: • Nova construção - subleito, sub base e melhorador de base • Reciclagem do pavimento -- reciclagem in situ • Selagem ou estabilização - faixas de acesso temporários e estradas de transporte, pistas de pouso, pátios / áreas carga/descarga e áreas de desembarque temporários. Produtos
  85. 85. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. Tratamento de água e efluentes GRT - Serviços de água lançou o Tratamento de Água Zero, uma solução à base de polímeros que limitam eficazmente a formação de gases e catalizam processos de tratamento como a floculação e decantação. Ao aumentar os níveis de pH dos materiais tratados, Tratamento de Água Zero reduz odores e riscos para os trabalhadores no local, limitando a corrosão para sistemas de esgotos. GRT Serviços Água oferece custo-benefício, soluções turn-key, oferecendo instalações de dosagem para operadores locais e sistemas de esgoto industrial seja por tratamento aeróbio ou anaeróbio. Produtos
  86. 86. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. GRT Serviços de Água trabalha com os clientes para projetar, instalar e gerir instalações para proporcionar a correta dosagem do produto Tratamento de Água Zero. Os produtos GRT são fabricados segundo as normas ISO 9001 e foram revistos pelas principais instituições de testes independentes e grandes empresas em todo o mundo. Em estações de bombeamento selecionadas e na estação de tratamento de esgotos, estações de dosagem medir o pH níveis e a concentração de sulfureto de hidrogénio , antes de injetar concentrações precisas da produto Tratamento de Água Zero. Produtos
  87. 87. Tipos de Stabilização Primeiro Estágio - Modificação o Promove a floculação das partículas de argila, imediatamente aumentando as propriedades de nivelamento e manuseio o Mudança da base – íons de cálcio deslocam os cations de sódio e hidrogênio o Alguns efeitos reversíveis ao longo do tempo. Segundo Estágio – Ganho de Resistência o Dissolução da argila, particularmente nas bordas das placas de argila. Formação de silicato de cálcio e aluminatos de cálcio hidratados. Tratamento de Água Zero conta com a experiência reconhecida internacionalmente da GRT em tecnologia avançadas em polímeros, garantindo a máxima eficácia de cada solução. Produtos
  88. 88. CLIENTES
  89. 89. CLIENTES
  90. 90. Onde Estamos
  91. 91. INFORMAÇÕES PARA CONTATO: Global Road Technology Brasil Ltda, Setor Comercial Sul, Quadra 09, Bloco C, Sala 1001, Parte E-1, Asa Sul Brasília - DF CEP: 70.308-200 Edifício Parque Cidade - Torre C, sala 1021 Telefone: 61 9806-0097 Email: rafaelgrtbrasil@gmail.com Web: www.globalroadtechnology.com/www.grtbrazil.com

×