O QUE É O BIM?
João Poças Martins, FEUP
2
3
4
BIM?

5
Semelhanças…
Desenhadas
na mesma
aplicação
Ambos são
"modelos
BIM"

Aspecto
idêntico
Ambos
aceitáveis
?

6
Diferenças…

7
Diferenças…

8
Aspectos Críticos…
Modelo é aceitável?

BIM é um modelo
paramétrico, não um
modelo puramente
geométrico

Parâmetros
incorr...
BIM: modelo paramétrico…
Necessidade de alinhar objectivos com características do modelo
Modelos
paramétricos nD

Modelos ...
O BIM é necessário?

11
Jørn Utzon, ARUP
Sydney Opera House, 1973

12
Koolhaas, ARUP
Casa da Música Porto, 2005

13
Barbosa & Guimarães
Ed. Vodafone Porto, 2009

14
Ainda Arquitectura, Lda
Moradia S. P. Estoril, em projecto

15
Que tipo de impactos esperar?

16
Automação

Informação

Transformação

• “Fazer mais depressa”
• Desenhos, Medições,
Especificações…
• Vantagens óbvias e
t...
Conclusões

BIM

• É um modelo paramétrico que combina geometria (3D) e
informação geral (nD)
• D. O. devem ser os primeir...
João Poças Martins
jppm@fe.up.pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sessão Introdução ao BIM: Eng. João Poças Martins

1.472 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
951
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão Introdução ao BIM: Eng. João Poças Martins

  1. 1. O QUE É O BIM? João Poças Martins, FEUP
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. 4
  5. 5. BIM? 5
  6. 6. Semelhanças… Desenhadas na mesma aplicação Ambos são "modelos BIM" Aspecto idêntico Ambos aceitáveis ? 6
  7. 7. Diferenças… 7
  8. 8. Diferenças… 8
  9. 9. Aspectos Críticos… Modelo é aceitável? BIM é um modelo paramétrico, não um modelo puramente geométrico Parâmetros incorrectos / incompletos limitam utilidade de modelo 9
  10. 10. BIM: modelo paramétrico… Necessidade de alinhar objectivos com características do modelo Modelos paramétricos nD Modelos puramente geométricos 10
  11. 11. O BIM é necessário? 11
  12. 12. Jørn Utzon, ARUP Sydney Opera House, 1973 12
  13. 13. Koolhaas, ARUP Casa da Música Porto, 2005 13
  14. 14. Barbosa & Guimarães Ed. Vodafone Porto, 2009 14
  15. 15. Ainda Arquitectura, Lda Moradia S. P. Estoril, em projecto 15
  16. 16. Que tipo de impactos esperar? 16
  17. 17. Automação Informação Transformação • “Fazer mais depressa” • Desenhos, Medições, Especificações… • Vantagens óbvias e tangíveis • “Decisões suportadas por dados acessíveis em tempo real” • Execução, Facility management… • Impacto mais difícil de prever, mas mensurável • “Fazer coisas diferentes” • Geração expedita de alternativas de projecto, CAD/CAM… • Combinação de efeitos da automação e informação permite desenvolver produtos novos. Quanto valem? 17
  18. 18. Conclusões BIM • É um modelo paramétrico que combina geometria (3D) e informação geral (nD) • D. O. devem ser os primeiros a reconhecer importância de definir objectivos em contrato (evitar “open-ended BIM”) BIM não é necessário • Mas começa a ser exigido, até em projectos correntes: vantagens mas também riscos Futuro • Curto Prazo: Automatização de processos actuais • Médio/Longo Prazo: Industrialização ≠ Prefabricação (ciclo curto projecto-produção) 18
  19. 19. João Poças Martins jppm@fe.up.pt

×