SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
RESOLUÇÃO-RDC No- 35, DE 16 DE AGOSTO DE 2010
Dispõe sobre o Regulamento Técnico para produtos com ação antimicrobiana
utilizados em artigos críticos e semicríticos.
A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da
atribuição que lhe confere o inciso IV do art. 11 do Regulamento aprovado pelo
Decreto n. 3.029, de 16 de abril de 1999, e tendo em vista o disposto no inciso
II e nos §§ 1º e 3º do art. 54 do Regimento Interno aprovado nos termos do
Anexo I da Portaria n. 354 da Anvisa, de 11 de agosto de 2006, republicada no
DOU de 21 de agosto de 2006, em reunião realizada em 16 de agosto de 2010,
adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente,
determino a sua publicação:
Art. 1º Fica aprovado o Regulamento Técnico para produtos com ação
antimicrobiana utilizados em artigos críticos e semicríticos nos termos do
Anexo desta Resolução.
Art. 2º Este Regulamento incorpora ao ordenamento jurídico nacional a
Resolução GMC MERCOSUL n. 19/2010.
Art. 3º A partir da publicação desta Resolução, o registro de novos produtos, as
petições de alteração ou modificação de registro e a petição de revalidação de
registro de produto, devem atender, na íntegra, ao disposto no Anexo deste
Regulamento.
Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria
SVS/MS n. 15, de 23 de agosto de 1988.
Art. 5º O descumprimento das disposições contidas nesta Resolução e no
regulamento por ela aprovado constitui infração sanitária, nos termos da Lei n.
6.437, de 20 de agosto de 1977, sem prejuízo das responsabilidades civil,
administrativa e penal cabíveis.
Art. 6º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
DIRCEU RAPOSO DE MELLO
Publicado no DOU, de 18/08/2010.
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010
Resolucao rdc-35-de-16-08-2010

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Resolucao rdc-35-de-16-08-2010

Boas práticas
Boas práticasBoas práticas
Boas práticasNanci Reis
 
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutramina
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutraminaN.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutramina
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutraminavisa343302010
 
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogarias
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogariasN.Produto-RDC nº 33 2000_drogarias
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogariasvisa343302010
 
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)José Ripardo
 
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantes
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantesN.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantes
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantesvisa343302010
 
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificial
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificialRdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificial
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificialvisa343302010
 
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos rcd-333
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos   rcd-333Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos   rcd-333
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos rcd-333biossimilar
 
Rdc+41 2012
Rdc+41 2012Rdc+41 2012
Rdc+41 2012kg1981
 
Resolução+41 2012
Resolução+41 2012Resolução+41 2012
Resolução+41 2012kg1981
 
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdf
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdfUSO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdf
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdfEdsonEMaria
 
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...DESENVOLVA CONSULTORIA
 
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especial
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especialN. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especial
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especialvisa343302010
 
RDC 211 classificação cosméticos
RDC 211 classificação cosméticosRDC 211 classificação cosméticos
RDC 211 classificação cosméticosRenata Jorge Tiossi
 
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...DESENVOLVA CONSULTORIA
 

Semelhante a Resolucao rdc-35-de-16-08-2010 (20)

Boas práticas
Boas práticasBoas práticas
Boas práticas
 
portaria_482.pdf
portaria_482.pdfportaria_482.pdf
portaria_482.pdf
 
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutramina
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutraminaN.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutramina
N.Produto- RDC 52 de 6 de 10 de 12 sibutramina
 
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogarias
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogariasN.Produto-RDC nº 33 2000_drogarias
N.Produto-RDC nº 33 2000_drogarias
 
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)
Instrução normativa nº 1 2013 da Anvisa (controle de antimicrobianos)
 
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantes
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantesN.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantes
N.Produto-Rdc n 14 de 28 de fevereiro de 2007 saneantes
 
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificial
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificialRdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificial
Rdc 55 08 registro de produtos pigmentação artificial
 
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos rcd-333
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos   rcd-333Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos   rcd-333
Regulamento técnico sobre rotulagem de medicamentos rcd-333
 
Rdc 44 26 10 2010 antibioticos
Rdc 44 26 10 2010 antibioticosRdc 44 26 10 2010 antibioticos
Rdc 44 26 10 2010 antibioticos
 
Rdc+41 2012
Rdc+41 2012Rdc+41 2012
Rdc+41 2012
 
Resolução+41 2012
Resolução+41 2012Resolução+41 2012
Resolução+41 2012
 
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdf
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdfUSO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdf
USO MEDICAMENTOS GRAAVIDEZ AMAMENTACAO.pdf
 
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...
Rdc 19 2011 - dispõe sobre a inclusão, retificação e exclusão de denominações...
 
Rdc 16 07
Rdc 16 07Rdc 16 07
Rdc 16 07
 
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especial
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especialN. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especial
N. Produto-portaria n.º 344-medicamento sujeito a controle especial
 
RDC 211 classificação cosméticos
RDC 211 classificação cosméticosRDC 211 classificação cosméticos
RDC 211 classificação cosméticos
 
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...
Rdc 20 2011 - dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias c...
 
Portaria 344 98
Portaria 344 98Portaria 344 98
Portaria 344 98
 
Rdc 16 2013 dou
Rdc 16   2013 douRdc 16   2013 dou
Rdc 16 2013 dou
 
Rdc 033 de 2000
Rdc 033 de 2000Rdc 033 de 2000
Rdc 033 de 2000
 

Mais de JlioAlmeida21

2017 tese cristiana da costa luciano
2017   tese cristiana da costa luciano2017   tese cristiana da costa luciano
2017 tese cristiana da costa lucianoJlioAlmeida21
 
2016 tese maíra marques
2016   tese maíra marques2016   tese maíra marques
2016 tese maíra marquesJlioAlmeida21
 
2015 infeccao endoscopia
2015   infeccao endoscopia2015   infeccao endoscopia
2015 infeccao endoscopiaJlioAlmeida21
 
2012 artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios
2012   artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios2012   artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios
2012 artigo remoção de biofilme em canais de endoscópiosJlioAlmeida21
 
Normas de qualidade em endoscopia digestiva
Normas de qualidade em endoscopia digestivaNormas de qualidade em endoscopia digestiva
Normas de qualidade em endoscopia digestivaJlioAlmeida21
 
Indicadores de calidad en endoscopia digestiva
Indicadores de calidad en endoscopia digestivaIndicadores de calidad en endoscopia digestiva
Indicadores de calidad en endoscopia digestivaJlioAlmeida21
 
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinal
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinalEventos adversos em endoscopia gastrointestinal
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinalJlioAlmeida21
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...JlioAlmeida21
 
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópico
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópicoImplantação da consulta de enfermagem num centro endoscópico
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópicoJlioAlmeida21
 
Manual cirurgias seguras salvam vidas
Manual cirurgias seguras salvam vidasManual cirurgias seguras salvam vidas
Manual cirurgias seguras salvam vidasJlioAlmeida21
 
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy units
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy unitsQuality indicators for gastrointestinal endoscopy units
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy unitsJlioAlmeida21
 
Quality in endoscopy set
Quality in endoscopy setQuality in endoscopy set
Quality in endoscopy setJlioAlmeida21
 
Resolução 543.2017 cofen
Resolução 543.2017 cofenResolução 543.2017 cofen
Resolução 543.2017 cofenJlioAlmeida21
 
Parecer normativo n° 002.2020 cofen
Parecer normativo n° 002.2020 cofenParecer normativo n° 002.2020 cofen
Parecer normativo n° 002.2020 cofenJlioAlmeida21
 
Sugestão de Cronograma
Sugestão de CronogramaSugestão de Cronograma
Sugestão de CronogramaJlioAlmeida21
 

Mais de JlioAlmeida21 (17)

2017 tese cristiana da costa luciano
2017   tese cristiana da costa luciano2017   tese cristiana da costa luciano
2017 tese cristiana da costa luciano
 
2016 tese maíra marques
2016   tese maíra marques2016   tese maíra marques
2016 tese maíra marques
 
2015 infeccao endoscopia
2015   infeccao endoscopia2015   infeccao endoscopia
2015 infeccao endoscopia
 
2012 artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios
2012   artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios2012   artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios
2012 artigo remoção de biofilme em canais de endoscópios
 
Normas de qualidade em endoscopia digestiva
Normas de qualidade em endoscopia digestivaNormas de qualidade em endoscopia digestiva
Normas de qualidade em endoscopia digestiva
 
Indicadores de calidad en endoscopia digestiva
Indicadores de calidad en endoscopia digestivaIndicadores de calidad en endoscopia digestiva
Indicadores de calidad en endoscopia digestiva
 
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinal
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinalEventos adversos em endoscopia gastrointestinal
Eventos adversos em endoscopia gastrointestinal
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
 
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópico
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópicoImplantação da consulta de enfermagem num centro endoscópico
Implantação da consulta de enfermagem num centro endoscópico
 
Manual cirurgias seguras salvam vidas
Manual cirurgias seguras salvam vidasManual cirurgias seguras salvam vidas
Manual cirurgias seguras salvam vidas
 
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy units
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy unitsQuality indicators for gastrointestinal endoscopy units
Quality indicators for gastrointestinal endoscopy units
 
Manual cofen
Manual cofenManual cofen
Manual cofen
 
Quality in endoscopy set
Quality in endoscopy setQuality in endoscopy set
Quality in endoscopy set
 
Resolução 543.2017 cofen
Resolução 543.2017 cofenResolução 543.2017 cofen
Resolução 543.2017 cofen
 
Parecer normativo n° 002.2020 cofen
Parecer normativo n° 002.2020 cofenParecer normativo n° 002.2020 cofen
Parecer normativo n° 002.2020 cofen
 
Rdc 50 de 2002
Rdc 50 de 2002Rdc 50 de 2002
Rdc 50 de 2002
 
Sugestão de Cronograma
Sugestão de CronogramaSugestão de Cronograma
Sugestão de Cronograma
 

Último

As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 

Último (20)

As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 

Resolucao rdc-35-de-16-08-2010

  • 1. RESOLUÇÃO-RDC No- 35, DE 16 DE AGOSTO DE 2010 Dispõe sobre o Regulamento Técnico para produtos com ação antimicrobiana utilizados em artigos críticos e semicríticos. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe confere o inciso IV do art. 11 do Regulamento aprovado pelo Decreto n. 3.029, de 16 de abril de 1999, e tendo em vista o disposto no inciso II e nos §§ 1º e 3º do art. 54 do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Portaria n. 354 da Anvisa, de 11 de agosto de 2006, republicada no DOU de 21 de agosto de 2006, em reunião realizada em 16 de agosto de 2010, adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação: Art. 1º Fica aprovado o Regulamento Técnico para produtos com ação antimicrobiana utilizados em artigos críticos e semicríticos nos termos do Anexo desta Resolução. Art. 2º Este Regulamento incorpora ao ordenamento jurídico nacional a Resolução GMC MERCOSUL n. 19/2010. Art. 3º A partir da publicação desta Resolução, o registro de novos produtos, as petições de alteração ou modificação de registro e a petição de revalidação de registro de produto, devem atender, na íntegra, ao disposto no Anexo deste Regulamento. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria SVS/MS n. 15, de 23 de agosto de 1988. Art. 5º O descumprimento das disposições contidas nesta Resolução e no regulamento por ela aprovado constitui infração sanitária, nos termos da Lei n. 6.437, de 20 de agosto de 1977, sem prejuízo das responsabilidades civil, administrativa e penal cabíveis. Art. 6º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. DIRCEU RAPOSO DE MELLO Publicado no DOU, de 18/08/2010.