Ieslape2011

308 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada no primeiro Encontro de Software Livre do Nordeste - I ESLAPE .

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ieslape2011

  1. 1. Natural de Varginha-MGHenrique Braga Foresti henrique@robolivre.org
  2. 2. AgendaApresentaçãoPlataforma Robótica livreProgramas de Inclusão TecnológicaInovação http://www.robolivre.org
  3. 3. MNerim 0.1 MNerim 0.2
  4. 4. Projeto Físico
  5. 5. MNerim 2.0 MNerim 2.2
  6. 6. MNerim 2.1
  7. 7. S2F2
  8. 8. S2F2
  9. 9. roboticalivre.org
  10. 10. Abordagem Horizontal Todo o assunto é experimentado em cada módulo, alterando apenas oaprofundamento e detalhamento prático e teórico que se dá às tecnologias. Permite ao participante a percepção de todo o conteúdo, mesmo com a participação em um único módulo, e ainda o desenvolvimento mais aprofundado quando experimenta novos módulos.Os participantes das oficinas lidam com a robótica desde o primeiro contato com a plataforma, o nível no qual se deseja fazer interações pode ser aprofundado com a experimentação de novos módulos. Planificação da Relação Facilitador-AlunoO Facilitador cumpre apenas o papel de apontar o assunto que será debatidoe experimentado. Conceitos e práticas surgem ao longo das seções de forma espontânea e multilateral.Uma vez que todo o conteúdo da plataforma está disponível para verificação e experimentação, a qualquer momento, no site (www.robolivre.com), os participantes são encorajados a criarem novas maneiras de interação e a conduzir o assunto dos módulos.
  11. 11. Sistema Nacional de InovaçãoÁreas Desenvolvidas Fluxos bidirecionais e mutuamente reforçadores entre essas instituições dos sistemas de inovação. Infra-estrutura Cientifica Conhecimento Dimensão Tecnológica Universidades e C.P. Questões EmpresasÁreas Menos Desenvolvidas Dimensão Tecnológica Infra-estrutura Cientifica Empresas Universidades e C.P. Adaptações
  12. 12. Sistema Nacional de InovaçãoÁreas Desenvolvidas Fluxos bidirecionais e mutuamente reforçadores entre essas instituições dos sistemas de inovação. Infra-estrutura Cientifica Conhecimento Dimensão Tecnológica Universidades e C.P. Questões EmpresasÁreas Menos Desenvolvidas Conhecimento Dimensão Tecnológica Infra-estrutura Cientifica Empresas Universidades e C.P. Questões CAPACITAÇÃO Adaptações
  13. 13. Falta Pessoas Qualificadas Estudantes não tem Empresas Interesse por Importam tecnologia Tecnologia EstagnaçãoEstudante Tecnologia não tem Cara acesso à (Royalties)tecnologia Academia Pouco não interage investimento com nas empresas academias
  14. 14. Se nada for feito –rápido- no ensino público,esta será mais uma daquelas desigualdadesa resolver lá na frente, pois as escolasprivadas estão ligadas desde sempre naimportância dos robôs e gambiarrasrobóticas no processo de aprendizado eparticipam, há tempos, de campeonatosinternacionais.
  15. 15. Obrigado!henrique@robolivre.orghttp://www.robolivre.org

×