AUGUSTO MENDONÇA    Presidente
Quem somosABENAV - Associação Brasileira das Empresas     de Construção Naval e Offshore. Criada por uma iniciativa do SIN...
Associados•   Aliança                      •   Estaleiro NAVSHIP        •   TRIUNFO•   Altus                        •   PR...
Cenário Atual           Estaleiros no Brasil (mais representativos)   26           Processamento de Aço                   ...
Missão1. Acompanhar a implantação e exploração do Pré-sal em todas as etapas:   Regulamentação, Novas tecnologias, implant...
Geração de Empregos no Setor                                                                                              ...
A importância doPRÉ-SAL
Importância do Pré-sal                    300                    280                    260                    240        ...
Importância do Pré-sal                    305                                                   34                        ...
A Importância do Pré-sal                                                 Estimativa deEstimativa de Descobertas        Cam...
O Pré-sal é aoportunidade de crescimento edesenvolvimento  da indústria   Brasileira!
Investimentos da Petrobras 2011-2015                           3,1                        3,8 4,1 2,4                   13...
Investimentos da Petrobrás 2011-2015                     Investimentos em                                Exploração       ...
Nova Demanda para a Indústria                    Naval e Offshore                                                      Sit...
A importância da Industria Naval eOffshore nos próximos anos                    US$ 20 bilhões                       por a...
Aumento da capacidade para atender a                    demanda                    Necessidade de Novos Estaleiros:       ...
Novos Estaleiros no Brasil           Estaleiro                   Cidade              Estado       Tipo de Projeto Alusa-Ga...
O Brasil  O Brasil tem a oportunidade de transformar e  fortalecer a sua indústria com o objetivo de:     • Criação de nov...
Desafios para a Industria no                   Contexto AtualFonte: Petrobras
Quem deve ser competitivo?• Estaleiros• Fornecedores de Equipamentos• Fornecedores de Materiais TODA A CADEIA DE PRODUÇÃO!
CompetitividadeÉ preciso ser competitivo para sobreviver  • Preço  • Prazo  • Qualidade  • Condições de Financiamento
Grandes competidores     China     IndiaProdutos – Existe CompetitividadeQualidade de Vida – Não Existe Competitividade
O Conteúdo Local
Conteúdo LocalO conteúdo local não é apenas uma política dogoverno, é uma obrigação contratual impostas pelaANP.Para todos...
Casos de Sucesso da Indústria Brasileira
P-51 e P-52         Um marco para a Indústria NacionalA construção das plataformas P-51 e P-52 em território Brasileiro,pr...
P-52
P-52 – Deck Mating
P-52 – Deck Mating – Etapas Seguintes
Estaleiro Atlântico SulChamado inicialmente de “Estaleiro Virtual”, foi construído paraatender as encomendas do PROMEF em ...
Estaleiro Atlântico Sul
Principais pontos da Política Industrial   para o setor• PROMINP - Ação em 58 projetos em 7 anos• Tecnologia e inovação - ...
Política Industrial em outros países          Países PesquisadosReino Unido (UK)               NoruegaCoréia              ...
Política Industrial em outros países OSO – Reino Unido (UK)•Desenvolvimento da indústria para exploração e produção doMar ...
Política Industrial em outros paísesNORUEGA• Forte Política Industrial• Ações de Governo• Resultados – Lider mundial na fa...
O Brasil vive um Momento Mágico1.   Existe mercado (oportunidades)2.   Governo está incentivando                          ...
Oportunidades para o Estado deSão Paulo
Oportunidades para o Estado de São PauloGargalos para a competitividade da        Industria Paulista                      ...
Quem pode se associar?Todos os Participantes Nacionais do Setor de Óleo & Gás!• Estaleiros• Fornecedores de bens e serviço...
OBRIGADO!      Augusto Mendonça              Presidenteaugustomendonca@abenav.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Augusto Mendonça – Presidente da Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore - ABENAV

2.112 visualizações

Publicada em

12º Encontro Internacional de Energia -
Painel 2 - Política Industrial para o Setor de Petróleo e Gás e a Demanda de Bens e Serviços do Pré-Sal

Publicada em: Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.112
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Augusto Mendonça – Presidente da Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore - ABENAV

  1. 1. AUGUSTO MENDONÇA Presidente
  2. 2. Quem somosABENAV - Associação Brasileira das Empresas de Construção Naval e Offshore. Criada por uma iniciativa do SINAVAL e osprincipais estaleiros nacionais com o objetivo de agregar todos os participantes do setor Naval e Offshore com interesse na exploração e produção do Pré-sal.
  3. 3. Associados• Aliança • Estaleiro NAVSHIP • TRIUNFO• Altus • PROMAR • TWB• Brasfels • Estaleiro RIO MAGUARI • UTC• Camargo Côrrea • IESA • VELLROY• ODEBRECHT • MAC LAREN OIL • Grupo Voges• Queiroz Galvão • São Miguel • WILSONS, SONS• Detroit • NITSHORE• Dockshore • OSX Tipos de Mercados• EBR – Estaleiros do Brasil • R.G. Estaleiros S.A Offshore• EISA – Alagoas S.A. • RIO NAVE Navios• EISA – Estaleiro Ilha S.A. • SERMETAL Barcos de Apoio• RENAVE • SETAL• Estaleiro Atlântico Sul • SRD Total de Estaleiros:• Estaleiro BIBI. • STX Brazil Electro S.A• Estaleiro ITAJAÍ • STX OSV Niterói S.A 26• Estaleiro MAUÁ • Superpesa
  4. 4. Cenário Atual Estaleiros no Brasil (mais representativos) 26 Processamento de Aço 570.000 t/ano Área Total 4,7 milhões de m² Diques secos e flutuantes 19 Carreiras 22 Cais de acabamento 43Fonte: Sinaval
  5. 5. Missão1. Acompanhar a implantação e exploração do Pré-sal em todas as etapas: Regulamentação, Novas tecnologias, implantação, operação e etc…2. Garantir a competitividade e presença da indústria brasileira em todas as fases de exploração e produção da mais nova fonte de riqueza: o petróleo do Pré-sal.3. Auxiliar as empresas brasileiras a estarem preparadas para competir com companhias estrangeiras com base em qualidade, preço e prazo.4. Defender junto aos governos estaduais, municipais e federal incentivos fiscais e tributárias, novas condições de apoio para as empresas do setor, semelhantes aos existentes em outros países.5. Criar uma indústria nacional sólida, usando como exemplo os incentivos adotados pela Noruega, Grã Bretanha, Coréia e Cingapura.
  6. 6. Geração de Empregos no Setor 100.000 95.000 Geração de Emprego Direto na Indústria Naval e Offshore 85.000 (Não inclui indústria de lazer) 75.000 70.000 65.000 56.000 41.000 39.000 40.277 19.600 14.442 12.651 6.493 7.465 3.976 1.9102000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Fonte: ABENAV/SINAVAL
  7. 7. A importância doPRÉ-SAL
  8. 8. Importância do Pré-sal 300 280 260 240 220Bilhões de Barris 200 180 160 140 120 100 80 60 40 20 0 8
  9. 9. Importância do Pré-sal 305 34 32 30 255 28 Milhões de barris por dia 26 24 205Bilhões de Barris 22 20 155 18 16 14 105 12 10 8 55 6 4 2 5 -45 9
  10. 10. A Importância do Pré-sal Estimativa deEstimativa de Descobertas Campo Reservas (bilhões na área do Pré-sal de barris) Lula (Tupi) 6,5 Azulão 4 Carioca 5,5 Caxaréu 1 Cermanbi 1,5 Franco 4 Guará 2 Iara 4 Jubarte 1,5 Jupiter 1,8 Libra 8 Peroba 2 Estimativa Total 41,8
  11. 11. O Pré-sal é aoportunidade de crescimento edesenvolvimento da indústria Brasileira!
  12. 12. Investimentos da Petrobras 2011-2015 3,1 3,8 4,1 2,4 13,2 1% 1% US$ 224,7 6% 2% 2% Bilhões em 70,6 57% 5 anos 31% Internacional 127,5 95% E&P RTC Gás, Energia & Gás Química Petroquímica Brasil Exterior Distribuição Biocombustível CorporativoFonte: Petrobras 12
  13. 13. Investimentos da Petrobrás 2011-2015 Investimentos em Exploração Exploração & Produção US$ 117,7 Bilhões 68% 26% 6% Pré-sal Pós-sal Pré-sal US$ 53,4 Bilhões US$ 64,3 Bilhões Cessão onerosa Outras Áreas 17% 18% Infraestrutura Exploração Desenvolvimento da (U$ 20 bilhões) (U$ 21,2 bilhões) Produção 37% 48% Desenvolvimento da Produção 15% 65% Pré-sal U$76,6 bilhões Cessão onerosa Desenvolvimento da Outras Áreas ProduçãoFonte: Petrobras 13
  14. 14. Nova Demanda para a Indústria Naval e Offshore Situação Total a Valor Total Equipamentos Atual contratar até (US$ bilhões) (Dez /10) 2020 Plataformas de Produção e Sondas de Perfuração 137 +105 126,0 Barcos de apoio e especiais 287 +542 39,0 PROMEF e EBN - Petroleiros - +139 15,0Fonte: ABENAV/SINAVAL
  15. 15. A importância da Industria Naval eOffshore nos próximos anos US$ 20 bilhões por ano até 2020 U$ 7,5 bilhões Aeronaves Industria Naval e Offshore
  16. 16. Aumento da capacidade para atender a demanda Necessidade de Novos Estaleiros: 3 a 4 estaleiros de grande porte. Será necessário dobrar a capacidade de produção para 5 a 6 estaleiros de 1.200.000 t/ano. médio porte.Source: ABENAV/SINAVAL
  17. 17. Novos Estaleiros no Brasil Estaleiro Cidade Estado Tipo de Projeto Alusa-Galvão Barra do Furado Rio de Janeiro New industrial plant ElSA - Alagoas New industrial plant Hermasa Corema Manaus - Amazonas Bahia New industrial plant New industrial plant 11 Estaleiros do Brasil - EBR São José do Norte Rio Grande do Sul New industrial plant Novas Odebrecht – UTC -OAS Paraguaçu Bahia New industrial plant Unidades Promar - Pernambuco New industrial plant Aliança Niterói Rio de Janeiro Expansion Mac Laren Niterói Rio de Janeiro Expansion Mauá Niterói Rio de Janeiro Expansion Renave STX Niterói Quissamã Rio de Janeiro Rio de Janeiro Expansion New industrial plant 7 São Miguel São Gonçalo Rio de Janeiro New industrial plant Projetos de Estaleiro Rio Grande Rio Grande Rio Grande do Sul Expansion Expanção da Wilson, Sons Rio Grande Rio Grande do Sul New industrial plant Planta Atual TWB Itajaí Santa Catarina Expansion Wilson, Sons Guarujá São Paulo Expansion OSX Porto de Açu Rio de Janeiro New industrial plantFonte: Sinaval/Abenav
  18. 18. O Brasil O Brasil tem a oportunidade de transformar e fortalecer a sua indústria com o objetivo de: • Criação de novos empregos • Geração de renda Essa transformação deverá ser principalmente com Competitividade e participação da base industrial. • Novos produtos • Novas Tecnologias • Associação com empresas estrangeiras
  19. 19. Desafios para a Industria no Contexto AtualFonte: Petrobras
  20. 20. Quem deve ser competitivo?• Estaleiros• Fornecedores de Equipamentos• Fornecedores de Materiais TODA A CADEIA DE PRODUÇÃO!
  21. 21. CompetitividadeÉ preciso ser competitivo para sobreviver • Preço • Prazo • Qualidade • Condições de Financiamento
  22. 22. Grandes competidores China IndiaProdutos – Existe CompetitividadeQualidade de Vida – Não Existe Competitividade
  23. 23. O Conteúdo Local
  24. 24. Conteúdo LocalO conteúdo local não é apenas uma política dogoverno, é uma obrigação contratual impostas pelaANP.Para todos os casos de exploração do pré-sal em"regime de Partilha de Produção", esta obrigação serádefinida por lei e sujeita a grandes multas.Objetivos: • Desenvolvimento da Industria Nacional • Geração de Empregos • Crescimento da Economia
  25. 25. Casos de Sucesso da Indústria Brasileira
  26. 26. P-51 e P-52 Um marco para a Indústria NacionalA construção das plataformas P-51 e P-52 em território Brasileiro,provou que a indústria nacional tem tecnologia, mão-de-obra ecapacidade para atender a demanda. • Mais de 70% de conteúdo formado por bens e serviços pela indústria nacional. • Geração de mais de 10 mil empregos diretos e 40 mil indiretos • Tecnologia pioneira em sistema construtivo (Desenvolvido no Brasil)
  27. 27. P-52
  28. 28. P-52 – Deck Mating
  29. 29. P-52 – Deck Mating – Etapas Seguintes
  30. 30. Estaleiro Atlântico SulChamado inicialmente de “Estaleiro Virtual”, foi construído paraatender as encomendas do PROMEF em uma época ondeespecialistas estrangeiros diziam que era praticamente impossívelconstruir um navio de grande porte no Brasil.Fatos Relevantes: • Terreno com mais de 1.600.000 m2 • R$ 2 bilhão em investimentos durante a construção • Lançamento do navio Suezmax, primeira embarcação de grande porte construído integralmente no Brasil. • Mais de 10 mil empregos diretos e 40 mil indiretos
  31. 31. Estaleiro Atlântico Sul
  32. 32. Principais pontos da Política Industrial para o setor• PROMINP - Ação em 58 projetos em 7 anos• Tecnologia e inovação - Desenvolvimento de tecnologia para a construçãonaval da UFRJ e USP através de programas do Ministério de Ciência eTecnologia.• Desoneração fiscal - IPI (Decreto nº. 6.704, de 19/12/2008), PIS/PASEP eCOFINS (Lei nº. 11.774, de 17/09/2008) e ICMS em alguns estados.• Fundo Garantidor da Construção Naval - Destinação de R$ 5 bilhões paraformação do patrimônio do Fundo.• Financiamentos para Investimentos pelo FMM (Fundo da MarinhaMercante) e BNDES a custos diferenciados.• Capital de Giro para até o 3º/4º elo da cadeia produtora a custos inferiores domercado financeiro.• Treinamento de mão-de-obra especializada nos diversos níveis necessários.
  33. 33. Política Industrial em outros países Países PesquisadosReino Unido (UK) NoruegaCoréia Cingapura
  34. 34. Política Industrial em outros países OSO – Reino Unido (UK)•Desenvolvimento da indústria para exploração e produção doMar do Norte – Década de 70• Ações de Governo• Resultados – É a 2a indústria do mundo no setor de Óleo e Gásem novas tecnologias KDIC e KOTRA - Coréia• Forte Política Industrial• Ações de Governo• Resultados – A maior indústria naval do mundo. Forte indústriaoffshore.
  35. 35. Política Industrial em outros paísesNORUEGA• Forte Política Industrial• Ações de Governo• Resultados – Lider mundial na fabricação de barcos de apoio CINGAPURA• Forte apoio Governamental• Resultados – Lider mundial na indústria Offshore.
  36. 36. O Brasil vive um Momento Mágico1. Existe mercado (oportunidades)2. Governo está incentivando $ $3. Petrobras está apoiando $ $ $ $ $4. O Sistema financeiro está participando5. Políticos estão se envolvendo6. A indústria está estruturalmente preparada7. A indústria internacional quer vir (diversas formas)
  37. 37. Oportunidades para o Estado deSão Paulo
  38. 38. Oportunidades para o Estado de São PauloGargalos para a competitividade da Industria Paulista Estaleiros em Outros Estados Venda de produtos Alto custo com ICMS Necessidade de Representação do Setor no Conselho de Petróleo e Gás do Estado
  39. 39. Quem pode se associar?Todos os Participantes Nacionais do Setor de Óleo & Gás!• Estaleiros• Fornecedores de bens e serviços• AgentesAssocie-se através do e-mail faleconosco@abenav.com.br ou, visite onosso site: www.abenav.com.br
  40. 40. OBRIGADO! Augusto Mendonça Presidenteaugustomendonca@abenav.com.br

×