Instituto Jesus Maria JoséDe Portugalpara o Brasil (Igarapava-sp)<br />
Jesus Maria José recompensaram de um modo admirável a confiança de Madre Rita que conseguiu, em pouco tempo, colocação par...
O Envio Ad Gentes em Terras Longínquas<br />Tratou logo de prevenir e preparar as primeiras que vieram para o Brasil. O se...
Partida do Primeiro Grupo de Irmãs para o BRASIL<br />Na tarde do dia 31 de Outubro de 1912, seguiram para o cais, onde as...
A Escassez de Alimentos<br />Receberam de um sacerdote (Pe.Colai) 20 latas de sardinha para a viagem.<br />Economizaram ao...
Sob a Proteção de Maria<br />Logo que entraram no navio, em Lisboa, começaram a cantar a Divina Pastora:<br />Ó Senhora, s...
Em Alto-Mar<br />Os alimentos eram quase todos cozidos e, com a humidade do mar, quase todas se haviam inutilizado. Mas De...
Em Terras Brasileiras<br />E, assim, entre enjoos, ânsias... chegaram a Pernambuco.<br />
Na Bahia de Todos os Santos<br />Chegando à Bahia, encantaram-se com a cidade de Salvador.<br />
Na Cidade Maravilhosa<br />Mais um pouco de travessia e já estavam no Rio de Janeiro, onde desembarcaram 500 passageiros. ...
Em Santos – A Identidade<br />Estando perto de Santos, trataram de vestir o santo hábito. Quantos, admirados  as contempla...
A Gratuidade<br />“As Irmãs não pagam a viagem, dirijam-se para aquela sala”. <br />Para lá se dirigiu a Madre Superiora c...
Em Ribeirão Preto  A Hospitalidade Fraterna<br />Em Ribeirão Preto, foram recebidas pelas Religiosas de Nossa Senhora Auxi...
A Acolhida do PastorD. Alberto José Gonçalves<br />Depressa chegaram ao Palácio Episcopal, onde as esperavam o Sr. Bispo D...
O Recomeço na Humildade<br />A entrevista foi curta por se aproximar a hora do trem, mas quantas lições salutares! Uma del...
Do Porto de Lisboa para oPorto das Canoas (Igarapava)<br />Chegaram, enfim, a Igarapava. Esperavam-nas os Religiosos Domin...
Primeiro Grupo (1912)<br />-Madre Maria da Anunciação Costa<br />-Irmã Rosalina da Silva<br />-Irmã Bárbara Fortes Mateus<...
Extraído de: Autobiografia e Testamento Espiritual de Rita Amada de Jesus<br />PRODUÇÃO<br />FAMÍLIA JESUS MARIA JOSÉ <br ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso sobre Madre Rita. De portugal para o brasil - Slide

1.068 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.068
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
324
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso sobre Madre Rita. De portugal para o brasil - Slide

  1. 1. Instituto Jesus Maria JoséDe Portugalpara o Brasil (Igarapava-sp)<br />
  2. 2. Jesus Maria José recompensaram de um modo admirável a confiança de Madre Rita que conseguiu, em pouco tempo, colocação para as suas religiosas no Brasil.<br />Madre Rita recorreu ao Cônego Manuel Damasceno (depois Bispo de Angra). Este, depressa, se encarregou de escrever a um seu colega que residia no Brasil.<br />A Confiança na Sagrada Família<br />
  3. 3. O Envio Ad Gentes em Terras Longínquas<br />Tratou logo de prevenir e preparar as primeiras que vieram para o Brasil. O seu coração maternal não deixou de sentir, e muito, a despedida e separação de suas filhas que viriam para as longínquas terras brasileiras.<br />“Agora, Senhor, Já podeis levar-me quando fordes servido”.<br />
  4. 4. Partida do Primeiro Grupo de Irmãs para o BRASIL<br />Na tarde do dia 31 de Outubro de 1912, seguiram para o cais, onde as esperava o vapor.<br />“Com que prazer nos aproximamos dele!...”<br />
  5. 5. A Escassez de Alimentos<br />Receberam de um sacerdote (Pe.Colai) 20 latas de sardinha para a viagem.<br />Economizaram ao máximo, de modo que algumas delas chegaram a Igarapava, ponto final da viagem.<br />
  6. 6. Sob a Proteção de Maria<br />Logo que entraram no navio, em Lisboa, começaram a cantar a Divina Pastora:<br />Ó Senhora, sê Pastora,<br /> Dum rebanho que todo é teu...<br />
  7. 7. Em Alto-Mar<br />Os alimentos eram quase todos cozidos e, com a humidade do mar, quase todas se haviam inutilizado. Mas Deus não as desamparou. As que precisavam, tomavam leite condensando. Contavam com uma família que vendo a falta de recursos, repartia com as irmãs o que levava.<br />
  8. 8. Em Terras Brasileiras<br />E, assim, entre enjoos, ânsias... chegaram a Pernambuco.<br />
  9. 9. Na Bahia de Todos os Santos<br />Chegando à Bahia, encantaram-se com a cidade de Salvador.<br />
  10. 10. Na Cidade Maravilhosa<br />Mais um pouco de travessia e já estavam no Rio de Janeiro, onde desembarcaram 500 passageiros. “Ficamos encantadas com as belezas da Baía da Guanabara. O movimento dos passageiros, o encanto da cidade, os muitíssimos predicados de que Deus a enriqueceu, tudo para nós era atraente”.<br />
  11. 11. Em Santos – A Identidade<br />Estando perto de Santos, trataram de vestir o santo hábito. Quantos, admirados as contemplavam e respeitavam! Ao que disse uma argentina: “Bem me parecia que as senhoras eram Religiosas, porque vinham juntinhas”<br />
  12. 12. A Gratuidade<br />“As Irmãs não pagam a viagem, dirijam-se para aquela sala”. <br />Para lá se dirigiu a Madre Superiora com algumas irmãs, sendo-lhe imediatamente concedido o passe para as seis irmãs até Jundiaí.<br />SINAIS DA <br />DIVINA <br />PROVIDÊNCIA<br />
  13. 13. Em Ribeirão Preto A Hospitalidade Fraterna<br />Em Ribeirão Preto, foram recebidas pelas Religiosas de Nossa Senhora Auxiliadora com a maior fraternidade;<br />pois, também, já estavam recomendadas pelo vigário de Igarapava.<br />
  14. 14. A Acolhida do PastorD. Alberto José Gonçalves<br />Depressa chegaram ao Palácio Episcopal, onde as esperavam o Sr. Bispo D. Alberto José Gonçalves, que com carinho paternal lhes disse: “Sede bem-vindas, minhas filhas!...”<br />
  15. 15. O Recomeço na Humildade<br />A entrevista foi curta por se aproximar a hora do trem, mas quantas lições salutares! Uma delas foi: “Ide, minhas filhas, Deus vos ajudará, mas lembrai-vos sempre, que a Igreja teve o seu princípio num presépio.”<br />
  16. 16. Do Porto de Lisboa para oPorto das Canoas (Igarapava)<br />Chegaram, enfim, a Igarapava. Esperavam-nas os Religiosos Dominicanos, algumas famílias e autoridades da cidade.<br />
  17. 17. Primeiro Grupo (1912)<br />-Madre Maria da Anunciação Costa<br />-Irmã Rosalina da Silva<br />-Irmã Bárbara Fortes Mateus<br />-Irmã Ana Rodrigues<br />-Irmã Ana das Neves Vaz<br />-Irmã Maria José das Neves<br />
  18. 18. Extraído de: Autobiografia e Testamento Espiritual de Rita Amada de Jesus<br />PRODUÇÃO<br />FAMÍLIA JESUS MARIA JOSÉ <br />DE FRANCA-SP<br />(Celsio Elias Carrocini)<br />

×