Auerilena na estiva

313 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
313
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auerilena na estiva

  1. 1. Campus de Vitória daConquistaProjeto: Letras de Vida: escritas de si
  2. 2. Aureliana Luzia de Carvalho Brasileirinha apurada na escrita de siPovoado da Estiva, Cândido Sales, Bahia, Brasil 14 de setembro de 2004
  3. 3. Aureliana Luzia deCarvalho - D. Lera.Poetisa, memorialista eautora do livro de poemasBrasileiro Apurado:Lembranças de Estiva.
  4. 4. “Meu nome é Aureliana Luzia de Carvalho e nasciem 13 de dezembro de 1922 no povoado da Estiva,município de Cândido Sales.Meus pais Ludovico Pereira de Carvalho e MariaAurélia de Jesus trabalhavam na roça e eram muitoreligiosos.” (ALC)
  5. 5. O caminho para Estiva - povoado de Cândido Sales, Bahia, Brasil“Nesta estrada tão compridaTanto tempo pra louvarEste Deus maravilhosoQue tem tudo pra nos dar”(ACL)
  6. 6. O mataburro
  7. 7. A porteira, a bicicleta e o leite nas garrafas
  8. 8. “Pelo o nosso entendimento: Obrigada, Senhor! Pelas as aves do céu Obrigada, Senhor! Pelas árvores do campo: Obrigada, Senhor! Pelas as flores do campo Obrigada, Senhor! Pela nossa inteligência Obrigada, Senhor!” (ACL)A Barriguda sustenta os ninhos do Garrincha
  9. 9. Os Vizinhos“Voando a chuva cai na terraO mundo se alegrouAs árvores enverdeceramE os pássaros alegrescantaram.” (ALC)
  10. 10. Flores nativas
  11. 11. Campânulas amarelas
  12. 12. Campânulas brancas
  13. 13. Cercas floridasOlhando os campos, foi Deus quem criou.A chuva que caiue tudo vegetou, folhas, flores,tudo enfeitou
  14. 14. Campos de Estiva
  15. 15. “Eu, com sete anos, já ajudava meu pai na roça com umtoco de enxada, e minha mãe já me ensinava a fazer rendanas horas de folga.Meu pai era professor mas, nós não estudávamos, porquenaqueles tempos mulher não estudava, o estudo era só paraos homens.” (ACL)
  16. 16. O oratórioSanta Luzia, SantaCatarina, SagradoCoração de Jesus,Sagrada Família, SãoJoão e o Menino Jesus,N. Sra. Aparecida, JesusCrucificado.Oratório construído peloProf. Ludovico, pai deD. Lera.
  17. 17. “Eles nos ensinavam a rezar e trabalhar em todos osserviços:fazer farinha, ralar mandioca na roda de mão, limpartanque, tirar lama na gamela, ajudar minha mãe a fazer cinza,tirando d’coada para fazer sabão, fazer azeite de mamona paraas lamparinas a noite, limpar café no coco para torrar, limpararroz, fazer renda e fiar algodão para fazer coberta.” (ACL)
  18. 18. Casa de D. Lera. À direita a árvore Pau-Ferro(caesalpina férrea l).
  19. 19. Terreiro “Gente amiga, dona de casaDeixa logo o travesseiroE acorda com alegriaQue os irmãos estão no terreiro”(ACL)
  20. 20. No pote a água para o café
  21. 21. Lera e as filhas Luiza e Edvirges
  22. 22. Filhas e genros ladeiam D. Lera
  23. 23. Os amigos
  24. 24. Aureliana Luzia de Carvalho Exibição do vídeoBrasileirinha apurada na escrita de sina Igreja de Nossa Senhora Aparecida Povoado da Estiva, Cândido Sales, Bahia, Brasil 2005
  25. 25. A Igreja
  26. 26. O livro de presenças
  27. 27. Na tela
  28. 28. O público
  29. 29. As crianças
  30. 30. Casa cheia
  31. 31. As irmãs
  32. 32. Comemoração
  33. 33. Despedidas
  34. 34. Aureliana Luzia de Carvalho Lançamento do livro Brasileiro apurado: lembranças de EstivaPovoado da Estiva, Cândido Sales, Bahia, Brasil 2006
  35. 35. O Povoado de Estiva em 2006
  36. 36. D. Lera, amigas indo para a igreja
  37. 37. Igreja de N. Sra Aparecida
  38. 38. Igreja arrumada para o lançamento do livro
  39. 39. Chegada do ônibus da UESB
  40. 40. Coral do Cantoterapia
  41. 41. Convidados
  42. 42. Convidados e amigos indo para a Igreja
  43. 43. Familiares
  44. 44. e amigos
  45. 45. Coral cantando Brasileiro Apurado
  46. 46. D. Lera e sua irmã
  47. 47. Hora dos autógrafos
  48. 48. D. Lera aescritora
  49. 49. Despedidas - Até outro dia!
  50. 50. Coordenação, direção e elaboração Heleusa Figueira CâmaraFotografias: Verônica Câmara Nascimento Mônica Figueira Câmara Trilha Sonora Matheus Câmara Orrico Participação: Projeto Cantoterapia: Virgínia Coronagro Projeto Repensando Nossa Juventude Acumulada: Irlândia Rocha
  51. 51. Apoio:Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Pró- Reitoria de ExtensãoDepartamento de Ciências Sociais Aplicadas

×