Coletiva – Fundos de Investimento
11 de Julho de 2013
VISÃO GERAL
Indústria bate recorde de captação com R$ 101,7 bilhões; Patrimônio Líquido
cresce 5,9% e chega a R$ 2,4 trilh...
VISÃO GERAL
Alta volatilidade nos mercados foi o grande desafio da indústria no semestre

-2,67%
-22,14%

+8,42%
-7,81%

2
CAPTAÇÃO LÍQUIDA
Poder Público, Fundos de Pensão e EAPC mantêm liderança na captação por
segmento com R$ 60,1 bilhões

Evo...
CAPTAÇÃO LÍQUIDA
Categoria Ações foi o destaque com R$ 9,8 bilhões; resultado dos fundos
estruturados está concentrado na ...
CAPTAÇÃO LÍQUIDA
Previdência capta R$ 14,6 bilhões. Apesar de ligeira queda, volume é o
segundo maior da série histórica. ...
RENTABILIDADE
No médio e longo prazo, desempenho do Renda Fixa supera IMA-S

* Renda Fixa Índices foi estimado para períod...
RENTABILIDADE
No longo prazo, fundos Multimercado Macro superam o IMA-Geral

7
RENTABILIDADE
Gestão diferenciada faz fundos de Ações superarem o Ibovespa em cinco
anos; Ações Livre acumula 29,89%

R$ 5...
COLETIVA COM JORNALISTAS
ANBIMA
Av. das Nações Unidas, 8501 - 21º andar - CEP 05425-070
São Paulo – SP
(11) 3471-4246 | gi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Coletiva - Fundos de Investimento - 11.07.2013

292 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • IBOVESPA Empresas com maior capitalização de mercado influenciaram rentabilidade negativa
    IMA-GERAL e IMA-B refletiram reversão da trajetória de juros
    Cenário externo Fim dos estímulos monetários nos EUA e Japão, além do crescimento menor da China trouxeram volatilidade no final de junho
    O IMA-B, índice com maior peso no IMA-GERAL, indica as expectativas do mercado quanto aos papéis de inflação e podem apresentar rentabilidades negativas de acordo com a oscilação das taxas de juros, principalmente, quando sobem.
    Os investidores que resgatam nas primeiras oscilações dos papéis costumam perder o movimento de volta, comum para estes tipos de papel. O API (Análise de Perfil do Investidor) é instrumento que possibilita adequar o investidor ao seu correto horizonte de investimento.
  • Fundos de Pensão captam cerca de R$ 17 bilhões com a entrada de uma única fundação.
    EAPC continua com fluxo de captação crescente em relação a períodos anteriores.
    Corporate se mantém positivo, captando R$ 14,5 bi através de um FIDC.
    No segmento de pessoa física o Private e Varejo captam de forma pulverizada.
    Comum para o inicio de ano, o Poder Público tem a maior captação da indústria, com o melhor início de ano da série. Cerca de R$ 19,0 bi concentrado em um fundo.
    Estrangeiros concentra cerca de R$ 2,4 bi em um fundo de investimento em participações.
  • Fundos Estruturados captam concentrados na categoria FIDC.
    Curto prazo concentra captação no poder público e Renda Fixa tem cerca de R$ 17 bi advindo do aporte de uma grande fundação.
    Mesmo diante de um cenário adverso a captação líquida da categoria Ações esta positiva.
  • Captação da Previdência no 1ºsem/13 é semelhante ao observado no 1ºsem/12 (maior da série).
    Novas regras de adequação de prazo das carteiras de previdência irão ocasionar maior volatilidade destes produtos podem afetar comportamento do investidor.
  • Coletiva - Fundos de Investimento - 11.07.2013

    1. 1. Coletiva – Fundos de Investimento 11 de Julho de 2013
    2. 2. VISÃO GERAL Indústria bate recorde de captação com R$ 101,7 bilhões; Patrimônio Líquido cresce 5,9% e chega a R$ 2,4 trilhões 1
    3. 3. VISÃO GERAL Alta volatilidade nos mercados foi o grande desafio da indústria no semestre -2,67% -22,14% +8,42% -7,81% 2
    4. 4. CAPTAÇÃO LÍQUIDA Poder Público, Fundos de Pensão e EAPC mantêm liderança na captação por segmento com R$ 60,1 bilhões Evolução da distribuição 3
    5. 5. CAPTAÇÃO LÍQUIDA Categoria Ações foi o destaque com R$ 9,8 bilhões; resultado dos fundos estruturados está concentrado na categoria FIDC * FIP e FIDC ** Cambial, Dívida Externa, e Exclusivos Fechados 4
    6. 6. CAPTAÇÃO LÍQUIDA Previdência capta R$ 14,6 bilhões. Apesar de ligeira queda, volume é o segundo maior da série histórica. Segunda quinzena de junho registra volume maior de resgates Evolução dos Fundos de Previdência Aberta (R$ milhões) 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2012 1ºSem 2013 Patrimonio Líquido 92,6 111,4 149,0 184,1 230,9 291,8 258,1 310,2 Captação Líquida 8,4 10,0 18,9 19,2 25,4 35,0 15,3 14,6 5
    7. 7. RENTABILIDADE No médio e longo prazo, desempenho do Renda Fixa supera IMA-S * Renda Fixa Índices foi estimado para períodos anteriores à 01/12/2010. 6
    8. 8. RENTABILIDADE No longo prazo, fundos Multimercado Macro superam o IMA-Geral 7
    9. 9. RENTABILIDADE Gestão diferenciada faz fundos de Ações superarem o Ibovespa em cinco anos; Ações Livre acumula 29,89% R$ 58,3 bilhões 8
    10. 10. COLETIVA COM JORNALISTAS ANBIMA Av. das Nações Unidas, 8501 - 21º andar - CEP 05425-070 São Paulo – SP (11) 3471-4246 | giselli.souza@anbima.com.br (11) 3471-5276 | marcelo.billi@anbima.com.br www.anbima.com.br

    ×