Fogo impõe silêncio, meditação e muita determinaçãoIncêndio na escola e no dormitório ativa espírito de grupo em toda Ecov...
Reinava a tranquilidade na tarde ensolarada de domingo em Piracanga quando foi avistada fogo saindo da cozinha dochalé Sir...
Por volta das 15h00 de ontem, ocorreu um                                                   pequeno incidente na cozinha do...
Apareceram baldes e panelas de todos os lados, mas a água não estava perto e por isso chegava lentamente. As pessoasenchia...
E o grande propósito não ficou por aí. Já no fim das operações e diante da escuridão que permitia enxergar somente algunsf...
Durante o almoço desta segunda-feira, a conversa sobre a reconstrução junto com o Francisco, o empreiteiro de Piracanga,al...
Piracanga (brasil)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Piracanga (brasil)

1.123 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.123
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Piracanga (brasil)

  1. 1. Fogo impõe silêncio, meditação e muita determinaçãoIncêndio na escola e no dormitório ativa espírito de grupo em toda Ecovila Piracanga
  2. 2. Reinava a tranquilidade na tarde ensolarada de domingo em Piracanga quando foi avistada fogo saindo da cozinha dochalé Siri , no complexo Beija-Flor, onde fica o dormitório.Três horas depois, o fogo já havia consumido toda esta edificação e três das cinco edificações da escola Inkiri. Mas poderiater sido muito piior o desfecho se não fosse o enorme esforço de todas as pessoas da comunidade Piracanga para evitar queo fogo se alastrasse mais. Pelo início da noite, já com o incêndio totalmente contido nestas quatro construções, a chuva deuseu sinal e amenizou a preocupação de que novas fagulhas incandescentes pudessem voar com o vento e atingir aindaoutros telhados de piaçava que ficam próximos.
  3. 3. Por volta das 15h00 de ontem, ocorreu um pequeno incidente na cozinha do chalé Siri. Uma panela que fervia por um bom tempo em banho-maria foi esquecida por uma hospede, ocasionando secamento da água usada para aquecer uma cera de depilação. Este fato poderia ter gerado uma fagulha e esta poderia ter atingido o teto de piaçava, causando um incêndio instantâneo. Porém, demoraram aproximadamente trinta minutos entre este fato e o momento em que o fogo foi visto. Desta forma, provavelmente o calor acumulado pelo evento acima associado ao calor do sol intenso do domingo deve ter gerado uma combustão na palha seca da piaçava que estava logo acima do fogão. De toda forma, uma chama se formou aproximadamente às 15h30 e espalhou-se por todo o telhado, ardento muito rapidamente por toda a construção. Por providência divina, no momento do fogo não havia mais ninguém dentro dos ambientes. Porém, o vento que soprava na direção norte carregou pequenas partículas de piaçava em chamas que atingiram o teto de uma das casas da escola. Em muito pouco tempo, outras duas construções da escola que estavam na mesma direção do vento foram também atingidas e sucumbiram às chamas. Felizmente, por ter ocorrido num Domingo, não havia ninguém na escola.Logo as crianças foram orientadas a sair pela ecovila solicitando ajuda a todos e em pouco tempohavia dezenas de pessoas tentando se organizar para conter o fogo, salvar o que pudessem dasconstruções que não tinham sido ainda queimadas e evitar que outras fossem atingidas.
  4. 4. Apareceram baldes e panelas de todos os lados, mas a água não estava perto e por isso chegava lentamente. As pessoasenchiam os baldes com areia para abafar o fogo. Foi trazido um gerador para que a água pudesse ser bombeada a partir deum poço novo da construção que está sendo erguida bem próxima da escola. Mangueiras longas iam chegando e aospoucos o fornecimento de água ficou mais próximo, aumentando desta forma muito o poder de contenção das chamas.Solidariamente cada pessoa um assumia uma função, entre encher os baldes, transportar a água e lança-las sobre aschamas que restavam ou que ofereciam maior perigo em gerar fagulhas voadoras. Muitas vezes até se colocaram em certorisco ao tomarem a ponta mais perigosa da ação. A forte fumaça dificultava as ações, mas não tiravam a determinação emconter o incêndio, da mesma forma que o peso dos baldes cheios não impediam que muitas mulheres os carregassemcorrendo-os por grandes distâncias. Por horas, foi um árduo trabalho de um grupo unido por um grande propósito.
  5. 5. E o grande propósito não ficou por aí. Já no fim das operações e diante da escuridão que permitia enxergar somente algunsfocos de brasas entre os escombros, começou-se a quebrar o silêncio com chamadas para a manhã seguinte, com o intuitode se formar um mutirão para recomeçar a reconstrução. A noite toda passou abençoada por uma leve chuva que prosseguiu pela manhã. Com a luz do dia, da mesma forma que ela não impediu alguns pequenos focos de fumaça e fogo, a chuva também não inibia esforços de todos os voluntários em limpar escombros, recolher madeira queimada e entulho que se fazia por toda parte. E logo o cenário ia se transformando, tomando ares de esperança novamente.
  6. 6. Durante o almoço desta segunda-feira, a conversa sobre a reconstrução junto com o Francisco, o empreiteiro de Piracanga,aliados com a contaminação do belo trabalho coletivo que está ocorrendo, já geravam ingredientes para um astral bemelevado no restaurante.

×