Resultados 2T11         12 de Agosto de 2011
AGENDA                Providência USA  DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
DESTAQUES 2T 2011  O Volume de Vendas somou 22 mil toneladas no trimestre, um crescimento de 10,1%em relação ao mesmo perí...
AGENDA                Providência USA  DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
VOLUME DE VENDAS          (em milhares de toneladas)                          toneladas)                                  ...
RECEITA LÍQUIDA              NÃOTECIDOS (em milhões de Reais)  A receita líquida alcançou R$ 126,8 milhões no 2T11, aprese...
CPV (Custo dos Produtos Vendidos)                       (em milhões de Reais)                                             ...
EBITDA (em milhões de Reais)               e MARGEM EBITDA (%)                                                       100,0...
LUCRO LÍQUIDO (em milhões de Reais)            E MARGEM LÍQUIDA (%)     11,0                             3,9%             ...
CAIXA E APLICAÇÕES FINANCEIRAS            (em milhões de Reais)  A Companhia registrou redução do saldo decaixa de 3,1% ou...
DÍVIDA LÍQUIDA           (em milhões de Reais)  A dívida líquida aumentou 34,2% em relação ao 2T10, devido a captação de  ...
ENDIVIDAMENTO/CAIXA (em milhões de Reais)                      Dívida Líquida Consolidada                                 ...
AGENDA                Providência USA  DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
PERSPECTIVAS  A expectativa é de recomposição das margens, em direção às margens históricas daCompanhia, com realinhamento...
CEO: Hermínio V. S. de Freitas            CFO: Eduardo Feldmann Costa            RI : Gabriela Las Casas                 B...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação de Resultados 2T11_Português

764 visualizações

Publicada em

Apresentação de resultados do 2º trimestre de 2011 da Companhia Providência

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
764
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
269
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de Resultados 2T11_Português

  1. 1. Resultados 2T11 12 de Agosto de 2011
  2. 2. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  3. 3. DESTAQUES 2T 2011 O Volume de Vendas somou 22 mil toneladas no trimestre, um crescimento de 10,1%em relação ao mesmo período do ano anterior e também em relação ao 1T11; Início das obras para receber a nova planta que entrará em operação em 2012 emPouso Alegre, Minas Gerais, com capacidade de 20 mil toneladas/ano de nãotecidos; Evolução da produção da primeira planta da Companhia nos Estados Unidos, comcapacidade instalada de 20 mil toneladas/ano de nãotecidos. Neste semestre atingimosum volume de vendas de 2.563 toneladas nessa planta, em linha com a rampa deaumento de volume, que chega a pleno ao longo do 3T11; Pagamento, em maio, de adicionais R$ 21,8 milhões em dividendos, aprovados naAGO/E de 27/4/2011, totalizando 100% da base de cálculo dos dividendos ajustada em2010. 3
  4. 4. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  5. 5. VOLUME DE VENDAS (em milhares de toneladas) toneladas) 42,0 No 2T11 a Companhia apresentou um 38,7 3,5 2,2aumento no volume total de vendas de 10,1% 10,na comparação com o 2T10 e também com o1T11; 38,5 36,5 22,0 20,0 20,0 2,1 1,3 1,4 18,7 18,6 19,9 1S10 1S11 2T10 1T11 2T11 Nossa 1ª linha de produção nos EUA atingiu EUA, 2.563 toneladas vendidas no 1S11, em linha 11, com a rampa de produção projetada. 5
  6. 6. RECEITA LÍQUIDA NÃOTECIDOS (em milhões de Reais) A receita líquida alcançou R$ 126,8 milhões no 2T11, apresentando um acréscimo de 126,10,1% quando comparado com o 1T11. Comparando o 1S11 com o mesmo período de 2010,houve um aumento de 9,6%, atingindo R$ 241,9 milhões ; 241, 260,0 240,0 220,0 200,0 180,0 160,0 140,0 120,0 241,9 220,8 100,0 80,0 126,8 116,3 115,1 60,0 40,0 20,0 - 2T10 1T11 2T11 1S10 1S11 Tal crescimento se deve tanto ao repasse de preços quanto à entrada em produção damáquina nos EUA. 6
  7. 7. CPV (Custo dos Produtos Vendidos) (em milhões de Reais) 200,0 R$ 10,00 R$ 3,90 R$ 4,13 180,0200,0 O CPV totalizou um acréscimo de 17,8% 17, R$ 10,00 R$ - 160,0 R$ 9,00 -R$ 10,00180,0 em relação ao 2T10 e 19,5% quando 19, 140,0 R$ 8,00 -R$ 20,00160,0 comparado com o 1T11; 120,0 R$ 7,00 -R$ 30,00140,0 100,0 R$ 6,00 -R$ 40,00120,0 173,6 R$ 5,00 80,0 R$ 4,29 151,1 R$ 4,01 R$ 3,90 -R$ 50,00100,0 R$ 4,00 60,0 -R$ 60,00 R$ 3,00 40,0 80,0 R$ 2,00 20,0 -R$ 70,00 60,0 R$ 1,00 94,5 - -R$ 80,00 40,0 80,2 79,1 1S10 1S11 R$ - O aumento está ligado, principalmente: 20,0 -R$ 1,00 - • Ao maior volume de vendas no 2T11; -R$ 2,00 2T10 1T11 2T11 • Ao aumento significativo nos preços do polipropileno. 7
  8. 8. EBITDA (em milhões de Reais) e MARGEM EBITDA (%) 100,0%60,0 O Ebitda Ajustado neste trimestre 50,0% atingiu R$ 18,1 milhões, uma redução de 18,40,0 21,4% 19,2% 14,3% 18,3% quando comparado com o 1T11. Em relação ao 2T10 houve decréscimo de 27,2%; 0,0%20,0 Essas reduções -50,0% estão diretamente 24,9 relacionadas com: 22,2 18,1 • o forte aumento nos preços de nossa principal matéria prima, o polipropileno. -100,0% 2T10 1T11 2T11 De acordo com o Chemical Data Index – Ebitda Margem Ebitda (%) CDI o aumento foi 38% no semestre; • o início da operação e ajustes de máquina na planta dos EUA. 8
  9. 9. LUCRO LÍQUIDO (em milhões de Reais) E MARGEM LÍQUIDA (%) 11,0 3,9% 4,0% 3,0% 10,0 9,0 2,0% O lucro líquido do trimestre totalizou R$ 2,3 8,0 0,0% milhões, milhões e R$ 9,5 milhões no semestre, o que 7,0 representa um aumento de 45,1% em relação 45, 6,0 -2,0% 5,0 ao mesmo período do ano anterior. 9,5 -4,0% 14,0 4,0 13,0 6,5 3,0 -6,0% 12,0 2,0 11,0 -8,0% 10,0 1,0 9,0 - -10,0% 8,0 1S10 1S11 14,6 7,0 6,0 11,1 5,0 A base para o cálculo de dividendos atingiu R$ 14,6 14, 4,0milhões,milhões pois se acrescenta a realização do custo 5,3% 3,0atribuído no trimestre, líquida dos tributos; 2,0 1,0 - Esse valor é 31,5% superior ao dividendo distribuído 1S10 1S11referente ao 1S10, que somou R$ 11,1 milhões. 9
  10. 10. CAIXA E APLICAÇÕES FINANCEIRAS (em milhões de Reais) A Companhia registrou redução do saldo decaixa de 3,1% ou R$ 6,9 milhões ao compararcom o mesmo período do ano passado; 250,0 200,0 Essa redução se deve ao início dos 150,0pagamentos das duas linhas de produção que 270,6 225,8 218,8entrarão em operação em 2012; com a100,0entrada dos recursos dos financiamentos já 50,0captados boa parte os valores nos serão -reembolsados; 2T10 1T11 2T11 No 2T11 tivemos ainda o pagamento de R$21,8 milhões em dividendos. 10
  11. 11. DÍVIDA LÍQUIDA (em milhões de Reais) A dívida líquida aumentou 34,2% em relação ao 2T10, devido a captação de 34,financiamentos para a planta nos Estados Unidos; 250,0 200,0 150,0 258,3 224,3 100,0 192,5 50,0 - 2T10 1T11 2T11 61% do endividamento é baseado em moeda local e 39% em moeda estrangeira. 11
  12. 12. ENDIVIDAMENTO/CAIXA (em milhões de Reais) Dívida Líquida Consolidada Var 2T11 /R$ (MM) 30/6/2010 30/6/2011 2T10 Dívida Total Financiamento Curto Prazo 126,7 260,0 105,2% Financiamento Longo Prazo 291,6 217,1 -25,5% Total 418,4 477,2 14,1% Caixa 225,8 218,8 -3,1% Dívida Líquida 192,5 258,3 34,2% Dívida Líquida / Ebitda Ajustado 2,19 3,04 38,8% Patrimônio Líquido 690,6 685,1 -0,8% 12
  13. 13. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  14. 14. PERSPECTIVAS A expectativa é de recomposição das margens, em direção às margens históricas daCompanhia, com realinhamento dos preços de venda após forte pressão de custos sofridano 1S11; No 2º semestre de 2011 devemos ter aumento no volume de vendas, com plena vendasocupação da linha de produção dos EUA ao longo do 3T11, uma vez que estão sendoconcluídos os ajustes de máquina e a carteira de pedidos já está repleta; As duas linhas de produção que entrarão em operação em 2012 – uma em PousoAlegre/MG, no 1º semestre, e outra em Statesville, NC, no 2º semestre, principais projetos Statesville,de investimento da Companhia totalizando US$ 123 milhões, estão dentro do cronogramaprevisto e adicionarão 40 mil toneladas à nossa atual capacidade instalada, ou seja, 40% deaumento; No início de agosto/2011 tivemos a primeira entrada de recursos do HSBC/Hermes,referente ao down payment dos investimentos citados acima. A partir de então ofinanciamento estará alinhado aos desembolsos dos investimentos. 14
  15. 15. CEO: Hermínio V. S. de Freitas CFO: Eduardo Feldmann Costa RI : Gabriela Las Casas Beatriz Tokarski Tel: +55 (41) 3381-8673 Fax: +55 (41) 3283-5909 São José dos Pinhais – PR www.providencia.com.br/ri www.twitter.com/providencia_riAs palavras “acredita”, “antecipa”, “espera”, “estima”, “irá”, “planeja”, “pode”, “poderá”, “pretende”, “prevê”, “projeta”, entre outras palavras com significado semelhante,têm por objetivo identificar estimativas e projeções. Estimativas e projeções futuras envolvem incertezas, riscos e premissas, pois incluem informações relativas aos nossosresultados operacionais futuros possíveis ou presumidos, estratégia de negócios, planos de financiamento, posição competitiva no mercado, ambiente setorial,oportunidades de crescimento potenciais, efeitos de regulamentação futura e efeitos da competição. Devido aos riscos e incertezas descritos acima, os eventos estimados efuturos discutidos nesta apresentação podem não ocorrer e não são garantia de acontecimento futuro. A Providência não se obriga a atualizar essa apresentação mediantenovas informações e/ou acontecimentos futuros. 15

×