Resultados 3T09
04 de Novembro de 2009
AGENDA



  DESTAQUES


 RESULTADOS


 PERSPECTIVAS




                2
DESTAQUES
        OPERACIONAIS/ADMINISTRATIVOS
  Retomada dos volumes de vendas aos patamares anteriores a crise iniciada ...
AGENDA



  DESTAQUES


 RESULTADOS


 PERSPECTIVAS




                4
VOLUME DE VENDAS

    24,4


     5,9                                               As   vendas     de     Nãotecidos
    ...
RECEITA LÍQUIDA
          DIVISÃO NÃOTECIDOS

                                          A Receita Líquida de Nãotecidos
  ...
CPV
     DIVISÃO DE NÃOTECIDOS



                                                       R$
,0
      72,9
                ...
EBITDA (R$ milhões)
                  milhões)
       e Margem EBITDA (%)

                                               ...
Lucro Líquido (R$ milhões)
  e Margem Líquida (%)


                                               40,0%

                ...
CAIXA E
             APLICAÇÕES FINANCEIRAS
                                          O Caixa da Companhia aumentou
      ...
DÍVIDA LÍQUIDA

                                          A Dívida Líquida da Companhia recuou
                           ...
ENDIVIDAMENTO/
CAIXA

                  Dívida Líquida Consolidada

R$ (MM)                             30/06/2009     30/...
AGENDA



  DESTAQUES


 RESULTADOS


 PERSPECTIVAS




                13
PERSPECTIVAS


 No decorrer dos últimos meses observamos claramente a retomada dos
volumes de vendas a patamares anteriore...
CEO: Hermínio V. S. de Freitas
  CFO: Eduardo Feldmann Costa
  RI : Gizele Rigoni

  Tel: (41) 3381-8673
  Fax: (41) 3283-...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação 3T09 Português

297 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
95
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 3T09 Português

  1. 1. Resultados 3T09 04 de Novembro de 2009
  2. 2. AGENDA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS 2
  3. 3. DESTAQUES OPERACIONAIS/ADMINISTRATIVOS Retomada dos volumes de vendas aos patamares anteriores a crise iniciada ao final de 2008, o que representa a empresa estar operando próxima a sua capacidade plena de produção.; O caixa gerado pelas atividades operacionais no ano de 2009 foi de R$ 90,3 milhões, superior em 40,7% ao mesmo período do ano passado. Destacamos ainda a entrada de R$ 4,2 milhões em créditos fiscais federais gerados em exercícios anteriores; Ajuste da depreciação acumulada até setembro/09, contabilizado no 3T09 por revisão da vida útil dos bens do ativo imobilizado, de acordo com o CPC 13 – Adoção Inicial das Mudanças da Lei 11.638/07. Esta mudança representa uma justa alteração nos resultados da Cia. Providência, já que nossos equipamentos possuem vida útil muito superior as taxas de depreciação que eram praticadas (10 anos). 3
  4. 4. AGENDA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS 4
  5. 5. VOLUME DE VENDAS 24,4 5,9 As vendas de Nãotecidos 19,1 1,4 cresceram, 15,1% no 3T09 em 0,8 16,4 1,0 relação as registradas no 2T09, com recuperação de volumes ao longo do ano; 17,7 17,7 15,4 Comparativamente ao 3T08, o aumento foi de 0,1%, onde observamos a volta dos volumes 3T08 2T09 3T09 ao período pré-crise. Nãotecidos Outros Tubos e Conexões Em milhares de toneladas 5
  6. 6. RECEITA LÍQUIDA DIVISÃO NÃOTECIDOS A Receita Líquida de Nãotecidos apresentou um aumento de 8,4% em relação ao registrado no 2T09, devido ao maior volume de vendas neste trimestre; 104,9 100,7 92,9 Comparativamente ao 3T08, a redução foi de 4,0%, em função do mix 3T08 2T09 3T09 de produtos vendidos e variação cambial. Em milhões de Reais 6
  7. 7. CPV DIVISÃO DE NÃOTECIDOS R$ ,0 72,9 R$ R$ Os custos com produtos vendidos (CPV), R$ R$ R$ ,0 60,7 R$ R$ quando comparado 3T09 vs 3T08, tem como R$ ,0 56,0 R$ R$ R$ 3,95 R$ R$ principais fatores a depreciação, a redução R$ ,0 R$ R$ 3,71 R$ R$ R$ R$ do preço da matéria-prima e dos custos ,0 R$ R$ ,0 R$ 2,93 R$ R$ R$ logísticos; R$ R$ ,0 R$ R$ R$ R$ ,0 R$ R$ R$ R$ A redução do 3T09 vs 2T09 se deve R$ - R$ preponderantemente a depreciação. 3T08 2T09 3T09 CPV (R$ mil) CPV unitário (R$) 7
  8. 8. EBITDA (R$ milhões) milhões) e Margem EBITDA (%) O Ebitda da Divisão de Nãotecidos 35,0 45,0% no 3T09 foi superior ao 3T08 30,0 principalmente em função da 27,1 26,1 24,0 redução de custos de matéria-prima 25,0 35,0% e logística, gerando 3,0 p.p. de 20,0 29,2% aumento de margem; 15,0 25,9% 22,9% 25,0% 10,0 Em relação ao 2T09 a redução de 5,0 R$ 1 milhão se deve a recuperação 15,0% 3T08 2T09 3T09 dos volumes, que voltaram aos Ebitda Margem Ebitda (%) níveis pré-crise. 8
  9. 9. Lucro Líquido (R$ milhões) e Margem Líquida (%) 40,0% 18,0 30,0% O lucro líquido no 3T09 11,1 17,4% atingiu R$ 18,0 milhões 20,0% 11,8% (margem de 17,4%), contra 10,0% prejuízo de R$ 2,4 milhões no -1,8% 0,0% 3T08 e de um lucro líquido de 3T08 2T09 3T09 R$ 11,1 milhões no 2T09. -2,4 -10,0% Lucro Líquido Margem Líquida (%) 9
  10. 10. CAIXA E APLICAÇÕES FINANCEIRAS O Caixa da Companhia aumentou R$101,4 milhões, equivalente a 59,5%, na comparação com o 3T08, principalmente em função da melhoria de margens operacionais, aprimoramento na gestão 268,3 272,0 tributária e um melhor gerenciamento nas 170,6 contas de capital de giro (estoques, clientes e fornecedores). 3T08 2T09 3T09 Quando comparado com o 2T09 observa-se crescimento, mesmo com o Em milhões de Reais pagamento de juros semestrais e principal de dívidas. 10
  11. 11. DÍVIDA LÍQUIDA A Dívida Líquida da Companhia recuou fortemente comparado ao 3T08, tendo como destaques a geração de caixa operacional, recebimento dos recursos pela venda da divisão de tubos e 289,0 conexões e queda da taxa do Dólar; 181,8 161,2 A redução do 2T09 para o 3T09, deve-se 3T08 2T09 3T09 a maior geração de caixa operacional, diminuição da Dívida Total em R$ 16,9 milhões, devido ao pagamento de juros Em milhões de Reais semestrais e principal, e um dólar ao final 11 do período menor em 8,9%.
  12. 12. ENDIVIDAMENTO/ CAIXA Dívida Líquida Consolidada R$ (MM) 30/06/2009 30/09/2009 Dívida Total Financiamento Curto Prazo 56,9 60,8 Financiamento Longo Prazo 393,1 372,5 Total 450,0 433,2 Caixa 268,3 272,0 Dívida Líquida 181,7 161,2 Dívida Líquida / Ebitda Ajustado 1,5 1,4 Patrimônio Líquido 489,6 508,0 12
  13. 13. AGENDA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS 13
  14. 14. PERSPECTIVAS No decorrer dos últimos meses observamos claramente a retomada dos volumes de vendas a patamares anteriores a crise iniciada no final de 2008 e acreditamos que o último trimestre deste ano consolidará este movimento com a Cia. Providência operando a plena capacidade operacional; Para o ano de 2010 temos a expectativa de realizarmos um volume de vendas, com plena ocupação da capacidade operacional, tendo em vista o nãotecido ser matéria-prima para bens de consumo não-duráveis, cuja comercialização está diretamente relacionada à renda mensal das famílias que vem mostrando crescimento em sua totalidade. 14
  15. 15. CEO: Hermínio V. S. de Freitas CFO: Eduardo Feldmann Costa RI : Gizele Rigoni Tel: (41) 3381-8673 Fax: (41) 3283-5909 São José dos Pinhais – PR www.providencia.com.br/ri As palavras “acredita”, “antecipa”, “espera”, “estima”, “irá”, “planeja”, “pode”, “poderá”, “pretende”, “prevê”, “projeta”, entre outras palavras com significado semelhante, têm por objetivo identificar estimativas e projeções. Estimativas e projeções futuras envolvem incertezas, riscos e projeções. premissas, pois incluem informações relativas aos nossos resultados operacionais futuros possíveis ou presumidos, estratégia de negócios, planos de financiamento, posição competitiva no mercado, ambiente setorial, oportunidades de crescimento potenciais, efeitos de regulamentação futura e efeitos da competição. Devido aos riscos e incertezas descritos acima, os eventos estimados e futuros discutidos nesta apresentação competição. podem não ocorrer e não são garantia de acontecimento futuro. A Providência não se obriga a atualizar essa apresentação mediante novas futuro. informações e/ou acontecimentos futuros. futuros.

×