O Problema e as Consequências do Desmatamento Escola Estadual Dona Consuelo Muller Nomes:Roberto e Alef Nº:43 e 01 Turma:2...
História do desmatamento no Brasil    <ul><li>O desmatamento, também chamado de desflorestamento, nas florestas brasileira...
Desmatamento na Amazônia e na Mata Atlântica   <ul><li>Desde então, o desmatamento em nosso país foi uma constante. Depois...
Urbanização e desmatamento    <ul><li>O crescimento das cidades também tem provocado a diminuição das áreas verdes. O cres...
Queimadas e incêndios    <ul><li>Outro problema sério, que provoca a destruição do verde, são as queimadas e incêndios flo...
As ações contra o desmatamento    <ul><li>Embora todos estes problemas ambientais estejam ainda ocorrendo, verifica-se uma...
Consequências do Desmatamento <ul><li>Perda de biodiversidade :  Os seres vivos que hoje estão nas vegetações nativas fora...
<ul><li>Redução do regime de chuvas :  Pode não parecer, mas a maior parte da água das chuvas continentais vem das própria...
<ul><li>Desertificação :  A retirada de matas associada a manejos inadequados do solo, tem causado a desertificação dos am...
Conclusão <ul><li>Ao ler esse texto pude aprender mais sobre o desmatamento, que ele teve inicio ainda na época do Brasil ...
Referencias Bibliográficas <ul><li>http://www.suapesquisa.com </li></ul><ul><li>http://www.cultivando.com.br </li></ul><ul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O problema e as consequências do desmatamento roberto silva

11.758 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O problema e as consequências do desmatamento roberto silva

  1. 1. O Problema e as Consequências do Desmatamento Escola Estadual Dona Consuelo Muller Nomes:Roberto e Alef Nº:43 e 01 Turma:2ºG Turno:Noturno Matéria:Geografia
  2. 2. História do desmatamento no Brasil  <ul><li>O desmatamento, também chamado de desflorestamento, nas florestas brasileiras começou no instante da chegada dos portugueses ao nosso país, no ano de 1500. Interessados no lucro com a venda do pau-brasil na Europa, os portugueses iniciaram a exploração da Mata Atlântica. As caravelas portuguesas partiam do litoral brasileiro carregadas de toras de pau-brasil para serem vendidas no mercado europeu. Enquanto a madeira era utilizada para a confecção de móveis e instrumentos musicais, a seiva avermelhada do pau-brasil era usada para tingir tecidos. </li></ul>
  3. 3. Desmatamento na Amazônia e na Mata Atlântica <ul><li>Desde então, o desmatamento em nosso país foi uma constante. Depois da Mata Atlântica, foi a vez da Floresta Amazônica sofrer as conseqüências da derrubada ilegal de árvores. Em busca de madeiras de lei como o mogno, por exemplo, empresas madeireiras instalaram-se na região amazônica para fazer a exploração ilegal. Um relatório divulgado pela WWF ( ONG dedicada ao meio ambiente ) no ano de 2000, apontou que o desmatamento na Amazônia já atinge 13% da cobertura original. O caso da Mata Atlântica é ainda mais trágico, pois apenas 9% da mata sobrevive a cobertura original de 1500. </li></ul><ul><li>Embora os casos da Floresta Amazônica e da Mata Atlântica sejam os mais problemáticos, o desmatamento ocorre nos quatro cantos do país. Além da derrubada predatória para fins econômicos, outras formas de atuação do ser humano tem provocado o desmatamento. A derrubada de matas tem ocorrido também nas chamada frentes agrícolas. Para aumentar a quantidade de áreas para a agricultura, muitos fazendeiros derrubam quilômetros de árvores para o plantio. </li></ul>
  4. 4. Urbanização e desmatamento  <ul><li>O crescimento das cidades também tem provocado a diminuição das áreas verdes. O crescimento populacional e o desenvolvimento das indústrias demandam áreas amplas nas cidades e arredores. Áreas enormes de matas são derrubadas para a construção de condomínios residenciais e pólos industriais. Rodovias também seguem neste sentido. Cruzando os quatro cantos do país, estes projetos rodoviários provocam a derrubada de grandes faixas de florestas.  </li></ul>
  5. 5. Queimadas e incêndios  <ul><li>Outro problema sério, que provoca a destruição do verde, são as queimadas e incêndios florestais. Muitos deles ocorrem por motivos econômicos. Proibidos de queimar matas protegidas por lei, muitos fazendeiros provocam estes incêndios para ampliar as áreas para a criação de gado ou para o cultivo. Também ocorrem incêndios por pura irresponsabilidade de motoristas. Bombeiros afirmam que muitos incêndios tem como causa inicial as pontas de cigarros jogadas nas beiradas das rodovias. </li></ul>
  6. 6. As ações contra o desmatamento  <ul><li>Embora todos estes problemas ambientais estejam ainda ocorrendo, verifica-se uma diminuição significativa em comparação ao passado. A consciência ambiental das pessoas está alertando para a necessidade de uma preservação ambiental. Governos de diversos países e ONGs de meio ambiente tem atuado no sentido de criar legislações mais rígidas e uma fiscalização mais atuante para combater o crime ecológico. As matas e florestas são de extrema importância para o equilíbrio ecológico do planeta Terra e para o bom funcionamento climático. Espera-se que, no início deste novo século, o homem tome consciência destes problemas e comece a perceber que antes do dinheiro está a vida de nosso planeta e o futuro das gerações futuras. Nossos filhos têm o direito de viverem num mundo melhor. </li></ul>
  7. 7. Consequências do Desmatamento <ul><li>Perda de biodiversidade :  Os seres vivos que hoje estão nas vegetações nativas foram originados por um lento processo evolutivo, que levou bilhares de anos. A perda da diversidade de seres, além da perda de variedade genética, é um processo irreversível . </li></ul><ul><li>Degradação dos mananciais :  A retirada da mata que protege as nascentes causa sérios problemas ao bem que está cada vez mais escasso em todo o mundo: a água. Isso ocorre principalmente devido à impermeabilização do solo em torno da água. </li></ul><ul><li>Aterramento de rios e lagos :  Com o solo sem cobertura vegetal abundante, a erosão ocorre em intensidade e freqüência espantosas, sendo o solo levado diretamente aos rios e lagos. Lembrando que a erosão é a perda de solo causada por água e vento. Esse processo faz com que o volume dos lagos seja limitado, e a vazão dos rios seja comprometida. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Redução do regime de chuvas :  Pode não parecer, mas a maior parte da água das chuvas continentais vem das próprias áreas continentais, e não do mar. A derrubada de grandes áreas com matas altera o clima das regiões, causando normalmente períodos estendidos de estiagem. </li></ul><ul><li>Redução da umidade relativa do ar :  A evapotranspiração das folhas é um dos principais reguladores da umidade do ar, além de promover a regulação da temperatura nos ambientes em que estão. A derrubada de matas deixa o ar mais seco e a temperatura mais elevada e instável. </li></ul><ul><li>Aumento do efeito-estufa :  As florestas são grandes reservas de carbono, que guardam o carbono em sua estrutura orgânica. Ao queimarmos essas florestas, quase todo o carbono absorvido pelas plantas volta à atmosfera, causando considerável aumento no efeito-estufa, tornando o planeta ainda mais quente. </li></ul><ul><li>Comprometimento da qualidade da água :  A maior erosão e lixiviação causada pelo desmatamento fazem com que a qualidade da água seja comprometida, tornando-a sempre turva e muitas vezes imprópria para ao consumo. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Desertificação :  A retirada de matas associada a manejos inadequados do solo, tem causado a desertificação dos ambientes, onde a ausência de vida predomina. </li></ul>
  10. 10. Conclusão <ul><li>Ao ler esse texto pude aprender mais sobre o desmatamento, que ele teve inicio ainda na época do Brasil colônia e até os dias de hoje infelizmente existem casos de desmatamentos, muitos casos. </li></ul>
  11. 11. Referencias Bibliográficas <ul><li>http://www.suapesquisa.com </li></ul><ul><li>http://www.cultivando.com.br </li></ul><ul><li>pt.wikipedia.org </li></ul>

×