Cip 20 fev2013_braga

176 visualizações

Publicada em

workshop de divulgação dos programas e areas tematicas do 7.º Programa Quadro, da FCT (GPPQ), com Tice.Pt e Ideia Atlantico

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
176
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cip 20 fev2013_braga

  1. 1. Programa-Quadro para a Competitividade e Inovação Programa de Apoio às Políticas das Tecnologias da Informação e da Comunicação (CIP ICT PSP) Elisabete Pires FCT- Fundação para a Ciência e Tecnologia Ministério da Educação e da Ciência 1Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  2. 2. Programa-Quadro para a Competitividade e Inovação (CIP) , 2007-2013 Inovação e Emprendedorismo Tecnologias da Informação e Energia Inteligente na (EIP) Comunicação (ICT PSP) Europa (IEE) • Fostering energy efficiency &the • Better access to finance for rational use of energy SMEs through venture capital sources investment & loan guarantee • Promoting new & renewable instruments • Europe Enterprise Network ~730 M€ energy sources & energy diversification • Support for eco-innovation • Promoting EE & new energy •… sources in transport ~2.170 M€ ~730 M€ ~730 M€ > 80% em acções <10% em acções de ~10 % em medidas piloto e melhores rede de contactos de apoio práticas Estudos, inquéritos, conferências… 2 Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  3. 3. Objetivos gerais do Programa ICT PSP Acelerar o desenvolvimento de uma Sociedade da Informação competitiva, inovadora e inclusiva (CIP, capítulo I, Art.2) Apoiar as prioridades das políticas para a Sociedade da Informação e das TIC da União Europeia (CIP, Capítulo II, Art.26-29) O financiamento destina-se em particular a: - Estimular maior implantação no mercado e melhor utilização de soluções inovadoras baseadas em TIC - Facilitar a coordenação e realização de acções para o desenvolvimento da Sociedade da Informação envolvendo participantes dos Estados- Membros Fonte: Comissão Europeia 3Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  4. 4. Principais Objetivos do pilar TIC: Instrumento -chave de apoio à iniciativa Agenda Digital para a Europa Impulsionar a inovação através da adopção abragente e melhor utilização das TIC pelos cidadãos, empresas e governos • Complementa as TIC no 7ºPQ, que visa reforçar o papel da Europa na liderança no desenvolvimento das TIC • O CIP ICT PSP não apoia atividades de investivação. Pode abranger, quando necessário, uma adaptação técnica e integração de esforços no sentido de alcançar os objectivos propostos Fonte: Comissão Europeia 4Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  5. 5. Prioridades: que temas? Apoiar objetivos de políticas da UE relativas a TIC- Objetivos da Agenda Digital para a Europa 2010-2020, que requerem melhorutilização e o desenvolvimento de um leque mais amplo de aplicações de TIC paracidadãos, empresas e governos Apoiar objetivos de políticas de inovação- Facilitar a inserção de serviços e produtos inovadores, baseados em TIC, nomercado europeu Áreas que necessitam de intervenção financeira a nível da UE- Que tenham efeito de alavanca e benefícios multiplicadores Mobilizar os diferentes stakeholders para apostarem em recursos financeirose humanos em ações da UE próximas do mercado, com objetivo de promoverparcerias público -privadas 5Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  6. 6. Que tipos de apoio? Apoio direccionado essencialmente para: Ações piloto – para teste, em larga escala, de serviços inovadores com uma dimensão pan-europeia; Redes temáticas – para coordenação de políticas e construção de consensos em torno de acções futuras em determinadas áreas, que poderão vir a ser financiadas e/ou inseridas no mercado; Estudos e eventos que incluem análise de políticas, benchmarking e promoção de actividades mobilizadoras da Sociedade da Informação na UE; Áreas de interesse público: Onde as soluções baseadas em TIC podem melhorar substancialmente a qualidade e a eficiência de serviços. 6Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  7. 7. Instrumentos de financiamento: Pilotos de tipo A – Interoperabilidade de serviços entre países participantes no consórcio em áreas de interesse público. Para entidades da administração pública. Consórcios com um mínimo de 6 entidades, de 6 países Piloto de tipo B – Utilização inovadora de TIC no sector público ou privado (sob condições). Consórcios com um mínimo de 4 pessoas singulares ou colectivas legalmente estabelecidas em 4 países Rede Temática – Partilha/coordenação entre vários actores e decisores de políticas. Novas formas e planeamento conjunto para implementação de soluções com base em TIC. Consórcios com um mínimo de 7 entidades, oriundas de 7 países 7Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  8. 8. Quem pode participar? Entidades Públicas -Ministérios, autoridades locais e regionais -Organizações públicas i.e. hospitais, escolas, bibliotecas o São atores-líder nos Pilotos A, utilizadores-chave nos Pilotos B e redes temáticas Empresas privadas incluindo PME - Como fornecedores de produtos e serviços inovadores o São os intervenientes principais, principalmente nos Pilotos B e Redes Temáticas Universidades e institutos de I&D - Como peritos e possíveis fornecedores de produtos e serviços inovadores 8Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  9. 9. Custos elegíveis para financiamento: Pilotos de tipo A e tipo B 50% de financiamento de: • Custos diretos (conforme comprovativos e contas – pessoal, subcontratação, viagens e subsistência, e outros) • Custos indiretos (flat rate de 30% relativamente ao custo de pessoal) Rede Temática • Uso de lump sums, ou • Custos especificados no programa de trabalhos do concurso 9Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  10. 10. Ponto de situação do programa ICT 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Total PSP M€ 57.4 ~52 ~105 ~112 ~125 ~135 ~149 ~730 10Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  11. 11. Ponto de situação do programa: Concurso 2013 Abertura: início 21 de Dezembro de 2012 Encerramento: 14 de Maio de 2013 Orçamento: 125.7 MEUR Último Concurso: 2013 11Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 What’s Next workshop de divulgação dos programas – áreas temáticasde 2012 Lisboa e 20 de Março do FP7
  12. 12. 7º Convite à apresentação de Propostas ( Dez – Maio 2013): Temas Orçamento 1 - Cloud of public services and “smart cities” 32.5 M€ 2 - Digital Content, open data and creativity 36 M€ 3 - ICT for health, ageing well and inclusion 39 M€ Orçamento 4 – Trusted eServices 7 M€ indicativo 5 – Open objective for innovation and 12.2 M€ other actions Sub-total (call para propostas em consórcio) 125,7 M€ Calls for tender and project bonds (estudos, eventos e 30.8M€ medidas de suporte) Total 156.5 M€ 12Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  13. 13. Entidades de PT financiadas no CIP ICT PSP: call 2012 Entidades Nº participações FCCN- Fundação para a Computação Científica Nacional 1(coord) Associação Fraunhofer Portugal 1 Núcleo Interactivo de Astronomia 1 PT Comunicações 2( 1coord.) Alfamicro - Sistemas de Computadores, Lda 1 (coord.) Indra Sistemas Portugal S.A 1 dri - consultoria informática LDA 1 SPI- Sociedade Portuguesa de Inovação 1 IGP – Instituto Geográfico Português 1 AMA - Agência para a Modernização Administrativa, IP 1 Fundação Museu Nacional Ferroviário Armando Ginestal Machado 1 Câmara Municipal da Amadora 1 Câmara Municipal de Lisboa 1 Instituto de Desenvolvimento Social 1 13Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  14. 14. Propostas financiadas com participação PT face ao total de propostas financiadas na call, por tema: call 2012 14Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  15. 15. Desempenho de Portugal no CIP-ICT PSP até ao presente: 2007 2008 2009 2010 2011 2012 TOTAL Nº projectos com participação PT 8 6 14 12 13 12 65 % participação PT na call (nº projectos) 36,4% 28,6% 31,8% 29,3% 29,5% 24,8% 30,1% Nº participações de entidades PT 8 13 21 18 34 15 109 Nº de coordenações PT 1 1 1 2 2 2 9 Financiamento total PT (k€) 1.285 1.926 3.308 3.161 3.510 3.223 16.413 % financiamento PT na call 2,38% 4,82% 3,31% 2,95% 3,04% 2,54% 3,11% 15Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  16. 16. Registo no Portal do participante – Identificação ECAS: http://ec.europa.eu/research/participants/portal/page/call_CIP?callIdentifier=CIP-ICT-PSP- 20137&specificProgram=ICT-PSP 16Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  17. 17. Website do CIP-ICT PSP : https://ec.europa.eu/digital-agenda/en/ict-policy-support-programme-participate 17Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  18. 18. Ponto de Contacto Nacional do CIP ICT PSP: A FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia, está disponível para: Prestar esclarecimentos adicionais sobre os programas e os concursos Ajudar na procura de parceiros internacionais para consórcios Informar sobre formalidades a cumprir para a apresentação de propostas, (requisitos essenciais para a garantia da sua elegibilidade) Recolher contribuições da comunidade PT para a ação do delegado nacional no Comité dos Programa 18Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7
  19. 19. Delegada Nacional do CIP ICT PSP: • Ana Cristina Neves, ana.neves@fct.pt Ponto de Contacto Nacional do CIP ICT PSP: • Elisabete Pires, elisabete.pires@fct.pt Apoio: • Pedro Matos, pedro.matos@fct.pt Informação adicional sobre o CIP ICT PSP: http://ec.europa.eu/information_society/activities/ict_psp/index_en.htm 19Ideia Atlântico, Braga, 20 de Fevereiro de 2013 workshop de divulgação dos programas e áreas temáticas do FP7

×