Jornal novos horizontes fev 2013

602 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
602
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
141
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal novos horizontes fev 2013

  1. 1. Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XL Nº 491 Fevereiro de 2013 Campanha da Chegada do Tempo Comunidades CrônicaFraternidade 2013 Padre Frank Paroquial em Ação do Mês Página 2 Página 4 Página 5 Página 7 Página 8
  2. 2. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 02 NOVOS HORIZONTES Campanha da Fraternidade 2013 Editorial A vida é uma Jornada, Avante Jovem!!! Pe. Ruaro, mSC Campanha da Fraternidade Todo ano é escolhido um tema, a partir de uma realidade, de uma situação que a Igreja percebe que precisa ser transformada, enfrentada, trabalhada e refletida. O elevado número de jovens vítimas de 2013 e Quaresma crimes, o desejo de evangelização dessas pessoas e a realização da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, fez com que a Campanha da Fraternidade deste ano, mobilizasse toda a sociedade sobre a juventude de forma geral e abrangente. Com o tema “Fraternidade e Juventude” e o lema “Eis-me aqui, envia- me!” (Is 6,8), a CNBB identificou metas para que sejam focadas por toda a Igreja Católica neste período: Meus amigos, a Igreja nos convida a Desta vez, o Tema é Juventude e Fraternidade acolher os jovens no contexto de mudança de época, com a finalidade de propiciar caminhos para seuentrar em um novo tempo de preparação para a e o Lema: “Eis-me aqui, envia-me”!(Is 6,8). protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção da vida, da justiça e da paz.Páscoa. Quaresma, quarenta dias que antecedem É um prato cheio para uma Igreja que quer ser A Campanha tem ainda três objetivos específicos: Propiciar aos jovens um encontro pessoal coma grande celebração pascal. É o tempo favorável Toda ela Missionária. Por isso, devemos nos Jesus Cristo, a fim de contribuir para sua vocação de discípulo missionário e para a elaboração de seu projetopara uma bela e profunda preparação. Na articular para atingir o objetivo de envolver todas pessoal de vida; Possibilitar aos jovens uma participação ativa na comunidade eclesial, para que esta seja seu apoio e sustento em sua caminhada, afim de que possa contribuir com seus dons e talentos; Sensibilizá-losverdade, a principal razão para sermos cristãos, as Pastorais e Movimentos neste esforço conjunto, para serem agentes transformadores da sociedade, protagonistas da civilização do amor e do bem comum.discípulos-missionários de Jesus, é exatamente, para atingir o grande objetivo de reacender um Após 21 anos da primeira Campanha da Fraternidade, que abordou, também,porque Jesus ressuscitou. Deste modo, uma novo ardor Missionário em nossas Comunidades. o tema da juventude, em 1992, o sentido este ano é acolher, valorizar e respeitar ospreparação longa e profunda é fundamental para Dessa maneira, é importante incentivar as jovens, sabendo que sem eles não há mudanças, sem mudanças não há progresso.reencontrarmos o sentido de nossa vida de fé. atividades com a juventude formando grupos A vida é uma Jornada, Avante Jovem!!! Neste ano da Fé, todas as nossas de encontros nas casas, nas praças, nas escolas. Ayrton Costacelebrações tem um sentido especial, e para nós Buscar envolver pessoas através da dança,que estamos no Rio de Janeiro, vivendo o clima teatros e jograis. Ajudar as pessoas acolherem Lema: Eis-me aqui, envia-me! (Is 6,8)da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, com simplicidade a mensagem do Evangelho.fazemos de nossas celebrações momentos fortes Assim, meus amigos, a Quaresma Fraternidade e Juventude – Eis-me aqui, envia-me! Com este tema, a campanha da fraternidade é um tempo fecundo de reflexão, estudo e 2013, acreditando na força da juventude, contribui para acender a chama missionária dentro de seus jovens. É umde manifestação de nosso compromisso cristão. desfio grande, visto que os jovens vivem em uma sociedade em que as mudanças ocorrem rapidamente e estasEste clima de Jornada, vai entrando em todos os evangelização. Com sobriedade e equilíbrio influenciam diretamente a Igreja e a sociedade. Sendo ainda, nossos jovens, agentes diretos dessas tais mudanças.ambientes de nossa Igreja e influenciando todas as levar a mensagem fraterna, justa e amorosa A Igreja com esse tema se propõe a refletir e rezar junto com seus jovens, buscandoPastorais e Movimentos. O importante é que nos do Evangelho de Cristo. Espero que cada apresentar o evangelho “projeto de Jesus Cristo como modelo de projeto de vida para os jovens.sintamos animados em nossa fé e reencontremos Comunidade de nossa Paróquia aproveite Seu jeito de viver orienta como viver! Jesus viveu para amar. Valorizou a vida, perdoou, acolheu,a nossa vocação Missionária. Nossa Arquidiocese, bem esse tempo e tenha muitos motivos testemunhou, anunciou o amor do Pai e denunciou tudo aquilo que dizimava a vida. Não viveucom o 11º Plano de Pastoral, fez a opção de estar de cantar o Aleluia na noite da Páscoa do para si mesmo, mas para os seus” como sentido da vida ressaltando a importância do jovem comoem estado permanente de Missão. Assim, nossas Senhor. Um grande abraço para todos. protagonista na missão de anunciar e proclamar Jesus Cristo como caminho, verdade e vida. (Jo 14,6).atividades durante a Quaresma devem buscar Pe. Ruaro “Acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos pararesponder a esse apelo, não se limitando a agir seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção da vida, daapenas dentro do Templo, mas, buscar, de modo Nota: Pe. Valentim esteve em viagem pela justiça e da paz.”. Este é o principal objetivo da campanha, que vai ao encontro do JMJ, Jornada América Central visitando as missões Mundial da Juventude, grande evento jovem que acontecerá, ainda este ano, no Rio de Janeiro.muito especial, aqueles que estão fora e envolvê- Que com esta campanha da fraternidade, possamos fortalecer nossa igrejalos com a nossa alegria de sermos cristãos. realizadas pelos mSC. Por este motivo, mantendo-a jovem, não apenas em idade, mais na força jovem de amar e vivenciar o próprio Neste ano, a Igreja lança mais uma vez a ainda neste mês de Fevereiro, padre Ruaro Deus em sua plenitude. Que como Maria, digamos: ”faça-se em mim segundo a tua palavra”.Campanha da Fraternidade.Toda Campanha exige nos contemplou com o envio de sua matéria. E que nossos jovens se animem e se empolguem com o projeto e com a Pessoa de Jesus Cristo.um esforço conjunto para atingir um objetivo. Guilherme Aleixo EXPEDIENTE PAROQUIAL Orientador: Pe. Valentim Menezes, mSC Site: http://paroquianssc.wordpress.com E-mail:paroquianssc@gmail.com Missas: Redatores: Aurenei Walterfang, Bruno Tortorella, Anúncio:Secretaria Paroquial Domingos: às 7h, 9h, 18h15 e 20h. Carlos Silveira, Carolina Belisário, Cerqueira Administração: Rua Barão, 807 Praça Seca expediente Segunda-feira: Celebração da Esperança, às 19h15 Lima, Diácono Caseira, Diácono Jatobá, Diácono Jacarepaguá - Rio de Janeiro / RJ Quarta-feira: Missa às 19h15 e após, Terço dos Homens João Walterfang, Ir. Gislene fdz, Sergio de Quinta e sexta-feira na Matriz, às 19h15 Queiroz, Virgínia Lopes e Luiz Antônio. Tel.: (21) 2452-5188 e 2464-1947 Todos os sábados, às18h, Missa no Repouso Santa Maria, Rua Japurá, 555. Revisão: Maria Clara Fonseca Impressão Gráfica:ZM Notícias - R. Prof. Secretaria Paroquial:Atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h00 às 20h. Editoração: Bruno Tortorella Heleno Claudio Fragoso, 529 - Nova Sábados, das 8h00 às 12h. Diagramação: Graça Villarin Iguaçu - RJ - Tel: (21) 2669-1515
  3. 3. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 03 NOVOS HORIZONTES Ser Cristão Católico Hoje! O Evangelho de Marcos “Começo da Boa Como ser cristão no carnaval Notícia de Jesus, O Messias, o Filho O Carnaval se aproxima e com ele a possibilidade de vivenciarmos esses dias de festa, de várias de Deus”maneiras. Muitos aproveitam o feriado prolongado para cair na folia, viajar, descansar ou para louvar a Deus. Esta festa se originou na Grécia, em meados dos anos 600 a 520 a.C., quando o povo realizava cultosem agradecimento aos deuses pela fertilidade da terra e pela sua produção. Em 590 d.C., a Igreja Católica passa aadotar esta comemoração através de seus cultos oficiais. Aproximadamente em 1723, o carnaval chega ao Brasil,sob influência europeia, por meio de desfiles de pessoas fantasiadas e mascaradas. Mas, somente no século XIX, Esse é o título que será desenvolvido pelosurgem os blocos carnavalescos, com carros decorados e pessoas fantasiadas de forma semelhante às de hoje. evangelho de Marcos, já se apresenta como um desafio A festa é uma dimensão fundamental da fé. Quem ama, louva, e quem louva, festeja. Ela cria para a gente do seu tempo, e também, para nós, hoje.um envolvimento afetuoso e revela cada um dependente de todos, na construção de um corpo comum. Por Todo livro de Marcos é caracterizado porisso, a verdadeira festa, mesmo que não tenha nada de explicitamente religioso, é profundamente espiritual. um simples começo. O roteiro de Jesus pela Pal- O Carnaval é um momento festivo e marcante, onde nós católicos podemos perceber a força desses dias estina, que saiu de Nazaré da Galiléia (1,9) parade festa e do samba, não somente como momento sócio-cultural, mas também para promovermos um encontro ser batizado por João, e após a prisão deste, retor-com Deus. Desta forma, a Igreja Católica vem criando atividades específicas neste período. Retiros, festas, nou a Galiléia (1,14), onde iniciou sua atividade.celebrações, missas especiais, até mesmo blocos de carnaval, como o “Folia com Cristo”. Seja onde for, o importante Fomos convidados a ler o Evangelho de Mar- cos, cientes de que tal leitura ficaria vazia se não es-para nós católicos é efetivar nosso compromisso e vivenciar com alegria e responsabilidade esses dias de festa. tivéssemos dispostos a entrar no seguimento de Jesus Diácono Jatobá aqui e agora, dando continuidade ao que ele fez, pois sua atividade foi um começo que deve prosseguir na Saúde com Educação história, através dos que querem ser seus discípu- Mais uma vez, enfatizamos à necessidade da educação para o homem sobreviver. As últimas notícias sobre los, até que o Reino de Deus venha em sua plenitude. Marcos é o único evangelista a dizer quealimentação do planeta indicam que os povos ricos não sabem comer, e os pobres não tem o que comer. Números recentes seu escrito é Boa Notícia (= Evangelho). Portanto,indicam que países com altos índices de renda terão que mudar seus hábitos alimentares, porque além de obesos, sua é com ele que vamos saber em primeira mão o queexpectativa de vida é menor do que outros de renda inferior. Somados a isso, o desperdício de alimentos no mundo chega significa Evangelho, isto é, qual é essa Boa Notícia.a 50% da produção, e tudo deverá se ajustar as novas necessidades quanto à questão ambiental, que caminha a passos lentos. Marcos fala, frequentemente, que Jesus en- sinava, mas não diz o que ele ensinava. Ao invés deOs problemas ambientais aumentarão daqui para frente. narrar o que Jesus diz, ele conta um milagre ou uma Infelizmente, estamos vivendo uma época em que o certo passou ser errado e vice versa, vide o crime ocorrido ação que Jesus realiza. Com isso, ficamos sabendo quecom um cidadão que defendia o desperdício de alimentos em seu restaurante, orientando os fregueses a colocarem no prato o grande ensinamento de Jesus é sua “Prática” e queapenas o que iriam consumir. sua palavra é nova, porque é sempre acompanhada por sua ação. Assim, Evangelho é o projeto de Deus identificado na atividade de Jesus e seus discípulos. Mais do que transmitir verdades para serem ouvidas, a evangelização se realiza quando as pessoas vêem o que está acontecendo através da prática daqueles que confessam Jesus Ressuscitado presente na história. Marli Jordão VENDO ÓTIMO APARTAMENTO 2 quartos, sala com 2 ambientes, cozinha com área de serviço,garagem coberta, espaço para festas, brinquedo para crianças e churrasqueira. Como aconteceu nesse episódio, todos devemos mudar nossos hábitos, mas com cuidado, porque, às vezes,contrariamos muitos interesses, apontando erros no comportamento das pessoas, amigos, vizinhos e até de familiares, Próximo a condução e ao comércio da Praça Seca.criando situações de mal estar. Assim, necessitamos dos vários instrumentos que estão a nossa disposição. As escolas, as Aceito financiamento.igrejas e a própria mídia que ajudarão na transformação gradativa da sociedade. Tels.: 2425-3137 / 7317-6433 Carlos Silveira e Virginia Lopes
  4. 4. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 04 NOVOS HORIZONTES AGORA É COM OS JOVENS! BEM VINDO, NOVAMENTE, PADRE FRANK O VOLTA ÀS AULAS Fevereiro, mês do volta às aulas. Aí, muitos pensam: “Oh, como as férias pas- saram rápido!”, “Como assim? Já acabou?”. O desânimo, muitas vezes, nos domina, pois é o iní- Após 25 anos, o agora padre Frank, cio de mais um longo ano de estudos. Mas, tem um lado bom nisso: encontrar os amigos, contar so- bre como foram às férias e o final de ano, comprar material novo, conhecer pessoas e professores novos... retorna a nossa comunidade paroquial. Jovens, se vocês estão animados ou não, vamos fazer um trato! Vamos fazer de 2013 um E m 2 de fevereiro de 1970, chegava à Praça Seca, o Irmão Frank. Naquelaépoca, era responsável pela Ação Social. Delegado a esta função, Frank havia percebido ano melhor do que 2012, para que ele, realmente, valha a pena. Vamos nos comprometer com os es- tudos e nos tornarmos alunos mais dedicados. Não precisa ser o nota 10 da turma, ou ficar chatea- do, porque o colega de classe tirou uma nota melhor do que você.Vamos imaginar um jogo de futebol,que os assistidos da comunidade poderiam, eles mesmos, realizarem a sua história. E e o seu único adversário é você mesmo. Então, evolua sempre se baseando nas suas jogadas passadas.foi a partir desta ideia, que nasceram nove Comunidades Eclesiais de Base, as chamadas Vamos reforçar nossos laços de amizade e construir novos também. Vamos expandir nossos horizontes,CEB’s: S. José Operário, Nossa Sra. Das Graças, S. Sebastião, Pe. Anchieta, Divino vamos crescer! Vamos lutar para realizar nossos sonhos, pois o caminho pode parecer impossível, mas se tiver-Espírito Santo, Sta. Rosa, Sto. Antônio, S. Jorge e S. Francisco de Assis. Ao conquistar mos perseverança e acreditarmos em nosso potencial acima de qualquer coisa, nosso suor vai ser recompensado.esta vitória para as comunidades mais carentes da paróquia, Irmão Frank aproximou-see caminhou junto a este povo sofrido e abandonado. Em troca, eles o fizeram sacerdote, em Que 2013 possa ser das nossas realizações pessoais e revigorar da nossa alma. Vamos2 de julho de 1982, com a presença do nosso atual pároco, Pe. Valentim, em nossa Matriz. amar o nosso próximo, pois amando-o, vamos estar amando também o nosso Deus. Como diz nos- Nascido em 1945, na Holanda, Frank Willemsen, ficou marcado na memória dos so Padre Valentim,“A bíblia é palavra morta, mas torna-se viva quando está em nossos corações”.paroquianos por ser uma pessoa do povo, que ia ao encontro dos mais pobres e necessitados. E espero que o volta às aulas seja maravilhoso para todos vocês, com o astral lá em cima, com motivação deFoi um dos fundadores da Pastoral das Favelas, no Vicariato Suburbano. Fundou, também, sobra para aprender e ensinar algo bom também. Nós colhemos o que plantamos, e em dezembro, vocês colheram bonsassociações de moradores a fim de reivindicar água, esgoto e luz em cada morro. Outrossim, frutos e verão que valeu a pena todo o esforço. E nada melhor do que aquele gostinho de vitória rodeando sobre nós...passou a lutar, junto aos moradores, contra várias sentenças de reintegração de posse por parte de Acredite em vocês, esse é o ingrediente secreto para 2013! “Não tenhais medo”. – disse Jesus.exploradores de pedras de granito. Frank viveu no meio deste povo e, em todas as comunidades, Carolina Belisáriocelebrava, frequentemente, apoiado por uma turma de violeiros, cantores e animadores. Pe. Frank estava na Cidade de Deus desde o início de 2012 e, agora,nomeado para retornar à Praça Seca- onde esteve em sua primeira passagem até 1988.Acompanhe, a seguir, a mensagem deixada por nosso novo vigário a toda a comunidade:“Como missionário, quero estar sempre disponível para onde a minha Congregação me mandar. Será DECISÕES DO CONSELHO PASTORALum ano de muita expectativa, pois trabalhei nesta Paróquia durante 18 anos. Foi aqui que trabalheimuito como secretário e sacristão, tocava órgão criamos um grupo musical com instrumentistas. •O chamado “Espaço Livre”, localizado abaixo do Salão Sagrado Coração de Jesus, contém, a partir deste ano, novasDirigi durante muitos anos a Ação Social da Paróquia, fundamos nove Comunidades Eclesiais e regras para seu uso. O local, agora, poderá ser utilizado apenas para festejos de grupos e movimentos paroquiais, não sendoconstruímos Centros Comunitários e Igrejas onde eu celebrava com o povo. Fundamos em cada favela assim, usado para atividades individuais de membros da paróquia. O horário máximo permitido será até às 23h. Banheiros euma e Associação de Moradores e uma Creche Comunitários. Foi um trabalho intenso, em troca os cadeiras poderão ser aproveitados com a ressalva de, ao final do evento, estes estarem limpos e guardados, respectivamente.moradores me fizeram um sacerdote. Será muito bom agora rever todo o mundo e poder celebrar aquia JMJ Rio 2013, servindo à Igreja até início de 2014. Fico feliz em poder dar companhia e ajudar o •Com o objetivo de vivenciar, fielmente, o ANO DA FÉ, todas as pessoas de nossa paróquia são convidadasPe. Valentim na sua Missão de Pároco nesta querida Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração” a adquirirem o livro de Catecismo ÁGUA VIVA, a fim de estudarmos e conhecermos melhor a fé que professamos. Existirão três datas, posteriormente divulgadas, ao longo do ano, em que nos reuniremos para aprofundar o catecismo. O livro já está à venda na livraria da Igreja, pelo preço de R$ 10,00. Participemos todos! Bruno Tortorella
  5. 5. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 05 NOVOS HORIZONTES TEMPO PAROQUIAL O que aconteceu? O que acontecerá? - SÃO SEBASTIÃO - QUARTA-FEIRA DE CINZAS Dia 13 de Fevereiro. Serão celebradas duas missas, nos horários de 9hrs e 19:15h. Participemos todos a fim de recebermos a imposição das cinzas. - DOMINGO DE CARNAVAL Dia 10 de Fevereiro. NÃO HAVERÁ MISSA ÀS 20HRS. Diante de uma Igreja lotada e com a presença de Pe. Atila, São Sebastião foi celebrado - ROMARIA À JUIZ DE FORA com muito fervor, na Matriz. Faça sua Inscrição e adquira seu carnê na secre- Celebramos, no último dia 20, a festa do padroeiro de nossa cidade. So- taria Paroquial. Valor: R$ 78,00 ou Parcele em 3 vezes de mado aos festejos do santo, que contou com procissão saída da Comunidade do Di- R$ 26,00. Traga sua cópia do RG. vino em direção a Matriz, Pe. Ruaro presidiu a Santa Missa- concelebrada por nosso - INSCRIÇÕES ECC ex-pároco, Pe. Atila. Na Homilia, Ruaro ressaltou que o martírio, vivido por Sebastião, começa quando assumimos o nosso batismo e renunciamos a nós mesmos. No final A partir do dia 17 deste mês, em todas as missas da celebração, o padre afirmou que não está se despedindo e sim dando um até breve. dominicais, estarão abertas as inscrições para o 28º Encon- tro de Casais Com Cristo de nossa paróquia. Convide casais - CONVERSÃO DE SÃO PAULO APÓSTOLO conhecidos, amigos e familiares, para realizar esta desco- berta do Deus Vivo em suas vidas. O ECC convida, também, para a feijoada dia 14 de abril. Os convites já estão à venda. - INSCRIÇÕES ESCOLA DA FÉ A partir deste domingo, 3, em todos os horári- os de missa dominical. Venha aprofundar sua fé e conhecer a religião que você segue. Faça sua inscrição! - ACAMPAMENTO DE VOLUNTÁRIOS JMJ RIO 2013 Em meio a festa, uma triste despedida. São Paulo foi comemorado na última missa Acontecerá entre os dias 15 e 17 de fevereiro celebrada por Pe. Ruaro em nossa paróquia. na Canção Nova, em Cachoeira Paulista- SP. Será um A comunidade de São Paulo Apóstolo comemorou seu padroeiro em uma bonita cel- momento maravilhoso de oração, formação e frater-ebração. Também nesta data, Pe. Ruaro despediu-se, de toda a paróquia, após quase 6 anos nidade. O valor está em R$ 190, 00, com passagem,como nosso vigário. A capela ficou pequena para o grande número de pessoas que foram hospedagem e café da manhã. Procure mais infor-prestigiar São Paulo e Pe. Ruaro. Com a certeza de missão cumprida, nosso padre foi ova-cionado ao final da celebração, demonstrando que deixará saudades, especialmente nas co- mações com Cristina Machado, coordenadora Ger-munidades em que assistiu. Os presentes puderam, ainda, saborear bolos e salgadinhos. al da JMJ na Paróquia. Corra, pois ainda há tempo!
  6. 6. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 06 NOVOS HORIZONTES RECICLAR, REUTILIZAR, TRANSFORMAR Pode a juventude falar? Certamente, os significados destas palavras foram a base estrutural do projeto de Jesus e de seu amor ao Ser Humano, a máquina recicladora pela A Igreja no Brasil encontra-se em tempos fecundos de qual passaram e passam homens, reflexão e ação acerca da realidade juvenil. Neste ano de 2013, mulheres, sentimentos e culturas por Ele os jovens são chamados para o centro da roda, pois são eles restaurados. Aos homens e mulheres, que motivam o pensar dessa Instituição que por missão opta por aqueles que não têm voz em meio ao sistema capitalista. por ali passados, chamamos cristãos. Possivelmente, muitos dos jovens desta nação perambulam Na criação, também encontramos seu amor pelas ruas de sua pátria sem “eira nem beira”, desapropriados de seus transformador. Na árvore que recolhe gás carbônico e devolve oxigênio, morte vira vida. direitos, desprovidos do necessário para uma vida digna, e conforme Fazendo seguimento a este amor transformador, muitos cristãos de nossa paróquia, já disse o Nazareno, uma vida abundante, em alegrias e realizações! Certamente, os novos meios de comunicação consistem incentivados pelo grupo Pau Brasil, estão unindo forças e ajudando a transformar uma num preocupante tema referente às juventudes de nosso chão, cultura de fabricação de lixo em cultura de produção de matéria prima: Caixinha de mas vale lembrar que ainda hoje, cerca de 59% da população leite tetrapak, aqui na Igreja, deixou de ser lixo, para se tornar matéria prima de caneta, não é considerada usuária de um computador, e o principal telha, papel, etc. Óleo de cozinha usado deixou de ser poluição, para virar ingrediente de fator é o econômico. Neste contexto de desigualdades, detergente, biodiesel etc. Tudo isso, provendo receita para a evangelização. Sustentabilidade boa parcela da população jovem ainda sofre com posturas é o nome que se dá a este agir consciente, gerar sustento sem criar esgotamento. sociais que estão introjetadas na consciência coletiva. Não podemos, enquanto Igreja, ignorar aquelas juventudes Se você, ainda, não passou por esta máquina recicladora, descubra-a, lance-se nela que por questões raciais, questões de gênero, e ainda de classes e venha reciclar, reutilizar, transformar nosso mundo. Junte-se a nós. Traga caixa de sociais, são violentados em seus direitos, e calados, muitas vezes, leite lavada, óleo de cozinha usado para Igreja. Plante uma muda de árvore, fabrique à custa da própria vida. O extermínio de nossos jovens ultrapassa oxigênio; viaje em nossos passeios ecológicos, conheça a natureza e descubra o que nossas pastorais, nossos conhecimentos, nosso envolvimento. podemos fazer para juntos gerarmos vida no planeta, ficar um pouco mais parecidos Ainda não nos demos conta de que, em pleno “ano da juventude”, podemos estar votando em favor da redução da maioridade penal, com o nosso Mestre Jesus. ELE resolveu precisar de nós, não o desapontemos. como se fosse isso a resolver os problemas de criminalidade do Procure-nos! país... e fazer memória é cristão. Então, não nos esqueçamos Grupo Ecológico Pau Brasil que gira em torno de 10% a criminalidade dos menores que Jorge Barcellos comentem atos infratores em nosso país, se é que roubar para matar a fome se constitui em crime em um país onde alguns (ou muitos) de seus governantes roubam para saciar o próprio ego! RETIRO Enfim, neste ano da juventude, queremos chamar atenção As inscrições para o 5º re- para as diversas realidades das mais variadas juventudes. São elas tiro paroquial para casais já que clamam por vida, são elas que querem viver, e nos desafiam estão abertas a partir deste a atitudes cristãs, audaciosas ao ponto de não só trazer para o domingo dia 3 de fevereiro, centro a juventude, mas de empoderar e dar voz as juventudes que nas missas dominicais das dão rosto a nossa pátria, e que podem ser o rosto de nossa Igreja! 18:15 e 20h ou com a pas- toral familiar. Ir. Gislene Danielski - FDZ ALFABETIZAÇÃO TERÇO DOS HOMENS Aulas a partir do dia 5 de Março. Homem que reza, família Local: Prédio Paroquial, salas L e M. que se liberta. Toda Quarta- Feira às 20h. Horário: de 14 às 17h Participe. Dias: Terças e Quintas
  7. 7. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 07 NOVOS HORIZONTES COM A PALAVRA A COMUNIDADE CENTRO DA AÇÃO SOCIAL PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO Edson Pereira, paroquiano e amigo de longa data do nosso novo vigário, nos traz, nesta edição, relatos PRAÇA SECA sobre a convivência e o trabalho desenvolvido, ao longo de 18 anos, com Pe. Frank, concedendo dignidade No dia 16 de dezembro de 2012, real- izamos a 11ª CRUZADA CONTRA A FOME. e direitos básicos aos moradores das comunidades em torno da Praça Seca. Está imperdível. Acompanhe! Agradecemos, imensamente, a todos que NH: Como foi que você conheceu Pe. Frank? contribuíram doando alimentos, roupas e brinquedos. Com isso, favorecemos os nossos Edinho (Comunidade São José): O conheci no início de 1969. Participava irmãos necessitados a terem um Natal mais de um grupo de capoeira existente na praça, e ele, recém-chegado da digno. Mais uma vez, os nossos paroquia- Holanda, foi lá ver e gostou. Além da capoeira, eu já era participante na nos compareceram demonstrando o espírito de caridade que nos envolve, especialmente, Igreja, através do JUPA e, daí, nos conhecemos. Ele servia a paróquia, como àqueles que atuaram nas ruas, sob intenso sacristão e ajudava no ministério do canto, quando foi chamado a assumir calor. Vencidos pelo calor de cada um na . a coordenação da Ação Social. Lá, ele iniciou seu trabalho em prol dos vontade de fazer acontecer. Agradecimen- pequeninos do Reino. Adquiriu cestas básicas e as levava às comunidades tos especiais as autoridades que liberaram a NH: Como foi a criação das comunidades? realização do evento e aos amigos Carlos e Rita, Joca, Douglas, Léo, Bruno, Irmã Gislene Edinho: Padre Frank chamou alguns casais para ajudá-lo nesta missão. A verba vinha, parte – fdz, Márcio , os voluntários do Centro da dela, de seus familiares, na Holanda. Ele enviava fotos das comunidades em construção e pedia Ação Social, os jovens (esse ano comparece- auxílio. Frank incentivava que os moradores fizessem mutirões para erguer as comunidades. ram em massa), dona Rosa e dona Maria (comandaram a cozinha na preparação do al- NH: De que modo as comunidades se consolidaram? E o trabalho realizado pelo irmão Frank após moço) e tantos outros, porque a lista é grande. o nascimento das CEB’s? Arrecadamos 2111 Kg de alimen- tos, 316 unidades de conservas e 148 pa- Edinho: Era um trabalho integrado entre as comunidades. Todas possuíam lideranças que ajudavam netones, que foram doados pela popu- lação, Supermercados Intercontinental, no serviço. Frank foi morar no morro São José. Ele queria ficar perto do povo, se fez um deles. Supermarket, Supermercados Mundial, Conseguiu várias conquistas, como associação de moradores, luz, água e esgoto para o povo. Supermercados Premium e Multimarket. Desenvolveu a parte religiosa e educacional. Um aspecto notório foi a valorização que ele dava Computamos, também, 1509 peças de roup- as origens das pessoas e a fé popular de cada um. Como haviam muitos nordestinos, a comida nas as, 315 pares de calçados e 772 brinquedos. festas da comunidade, por exemplo, eram todas locais. Pe. Frank fundou a Pastoral das Favelas e Dos 148 panetones recebidos, 100 foram ajudou, também, a criar o Setor Social da Arquidiocese. doados pelos grupos das novenas de Natal. Foram distribuídas 126 cestas bási- cas, entregues na matriz de Nossa Senhora COMUNIDADES EM AÇÃO do Sagrado Coração e nas comunidades. O número de pessoas beneficiadas na 11ª CRU- “Com o Apóstolo Paulo, Mensageiros da Alegria” ZADA CONTRA A FOME estima-se em 989. Diácono João Ananias No último dia 25, a Igreja celebrou a memória da Conversão de São Paulo Apóstolo. Paulo é o modelo mais perfeito de convertido, e, por isso, é modelo de todo o cristão. Apesar de todo o sofrimento e perseguição, ele foi feliz e conclamou a alegria plena em Cristo. Disso, faz eco em suas cartas. São o anúncio da alegria e a exortação para que, quem recebe o Evangelho de Cristo, se alegre. Em nossa Paróquia, nós temos uma Comunidade dedicada a São Paulo, e que a exemplo do seu Padroeiro, dá testemunho de uma alegria que se reparte e duplica pela solidariedade e oração. Inserida em meio a uma realidade desafiante, a comunidade vive a caridade concreta que se revela na Ação social ampla, que se mantém através da Pastoral da Criança e dos Vicentinos. Não esquecendo a catequese, que nos sábados, à tarde, enche de vida e festa aquela pequena Igreja. Por isso, pedimos que a mesma luz da fé que iluminou São Paulo nos invada e nos leve a anunciar aos povos o amor e a glória de Deus. Luiz Antônio
  8. 8. FEVEREIRO DE 2013 PÁGINA 08 NOVOS HORIZONTES Crônica do Mês: O ESPAÇO Ser bom nos faz melhor Deus quando criou o mundo, disse que tudo era ESPAÇO CULTURAL PROFESSORA DYLA SYLVIA DE bom. Poderia até ter feito de uma só vez,, mas foi fazen- SÁ do tudo parte por parte e se deliciando com o que fazia. E (continuação nº anterior) a cada passo da criação, achava que tudo era bom, quan- do poderia ter dito que tudo era maravilhoso, fenomenal, Oficializando-se a criação do Espaço, que ex- deslumbrante, mas na sua simplicidade disse que era bom. istia apenas na palavra, partimos para a con- Nós, que somos simples criaturas e parte dessa cretização de nossos sonhos. Buscamos a sub- criação, em determinados momentos, apreciando o céu, Prefeitura que no momento nada pôde fazer. o mar ou as montanhas, o nascer ou pôr do sol, ficamos Conversamos, então, com o vereador Ivanir de Meloque que apresentou um Projeto de Lei dando muitas vezes encantados com tamanha beleza, mas Deus o nome de “Profª Dyla Sylvia de Sá” ao Espaço Cultural, como reconhecimento pelo muito que que criou, só achou que era bom. E todo esse universo, é tão abnegada professora fez pelo nosso bairro, com destaque para educação e cultura, criando bom lembrar, foi construído só para nós. Mediante a essa e mantendo a Biblioteca de Jacarepaguá, com seus parcos vencimentos de professora primária da Rede Pública Municipal. O Projeto foi aprovado e sancionado pelo Prefeito César Maia, incrível inspiração, só nos resta cuidar e preservar o nosso em 08/06/94, transformando-se na LEI N. 2163, sendo em 27 de agosto de 1997 regulamen- mundo, e também, uns aos outros fraternalmente. Portan- tada pelo Decreto N n. 16027 editado pelo prefeito Dr. Luiz Paulo Conde, onde está definido: to, se você acha que é maravilhoso, fenomenal, deslum- Art.I. – FICA CRIADO O ESPAÇO CULTURAL PROFESSORA DYLA SYL- brante naquilo que faz, você não é nada! É um arrogante, VIA DE SÁ, SITUADO A RUA BARÃO, 1180 – PRAÇA SECA – JACAREPAGUÁ um prepotente. Mas, se você é bom no trato com as pessoas Em 17 de dezembro de 1998, às 11 horas, com a presença de funcionárias da Secretaria de Cul- está no caminho certo e, sem dúvidas, agradando a Deus. tura do Município do Rio de Janeiro e convidados: Dr. Dulcídio Barbosa Leite, professora In- A Campanha da Fraternidade, neste ano de esita Diretora da 7ª CRE. A Casa do Poeta do Rio de Janeiro fez-se representar pela professora 2013, nos faz lembrar dos nossos jovens e nos diz o Alayde Júlia Bernardo, Dulcídio Barbosa Leite, Romildes de Meirelles, Antônio Gonzaga de quanto devemos ser irmãos dos nossos adolescentes. Cerqueira Lima e profª Amélia Maria Ladeira Martins, Diretora da Bblioteca de Jacarepaguá Ser bom não faz mal. Ser bom nos faz melhor. “ Cecilia Meirelles.” A srª Secretária de Cultura do Município do Rio de Janeiro, profª Helena Maria Porto Severo da Costa descerrou a placa identificadora, inaugurando, sob aplausos, o Es- Sérgio de Queiroz paço Cultural Profª Dyla Sylvia de Sá e, ato contínuo, apresentou a professora Silvia Fontoura Aderne, como Diretora do Espaço. Em seguida, foi servido um coquetel. Sob o pé de jambo, os poetas fizeram o que sabem: Poesia com a presença da mais nova associada –Silvia Aderne. Antonio Cerqueira CANTINHO DA JORNADA A Jornada Mundial da Juventude é um encontro que reúne milhares de jovens e dá testemunho de uma igreja viva em constante renovação. O Rio de Janeiro irá sediar esse grande encontro de fé e esperança, do dia 23 ao dia 28 de julho de 2013. Os jovens, protagonistas do encontro, são convidados para participarem das catequeses, dos eventos culturais e dos atos centrais: cerimônia de abertura, acolhida do Papa, Via-Sacra, Vigília dos jovens com o Papa e missa de encerramento. Estão sendo esperados 1,5 milhão de peregrinos na Jornada que ficarão hospedados na casa de “famílias acolhedoras”. Para acolher um peregrino, é necessário ter um espaço onde ele possa dormir em um colchonete e um banheiro para sua higiene pessoal. Não é necessário disponibilizar cama nem alimentação, pois todas as refeições serão oferecidas pela organização da jornada. Há, também, a necessidade de um grande número de voluntários para trabalharem em todos os eventos da jornada. Esses voluntários terão formação espiritual, cultural e treinamento específico. “Se alguém tem o dom do serviço o exerça como dom dado por Deus” (1Pd 4, 11b) Participe da JMJ Rio 2013! Procure os coordenadores paroquiais no estande de nossa paróquia para mais informações. Cristina Machado

×