Trato respiratório

4.785 visualizações

Publicada em

histologia respiratória

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.785
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trato respiratório

  1. 1.  Pulmões e vias aéreas; Vias aéreas: 1) porção condutora; 2) porção respiratória; A principal função do sistema respiratório, é a troca gasosa nos pulmões (O2 e CO2); Irrigação dos pulmões; Constituição histológica de cada componente do sistema respiratório;
  2. 2.  Reveste toda a porção condutora; É do tipo pseudoestratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes. Possui 4 tipos celulares: Células colunares ciliadas: batimentos ciliares. Célula caliciforme: secretora de muco. Células neurosensoriais: possuem microvilos e terminações nervosas (receptores sensoriais). Célula basal: atividade mitótica; (célula-tronco).
  3. 3.  A porção mais anterior e dilatada das fossas nasais, chama-se vestíbulo; sua mucosa é formada por um epitélio plano estratificado não-queratinizado e por uma lâmina própria de tecido conjuntivo denso, neste local existem pelos e glândulas cutâneas; Área respiratória é a maior parte das fossas nasais, sua mucosa é constituída por um epitélio pseudo- estratificado colunar ciliado, com muitas células caliciformes, esta área repousa sobre um lâmina basal, depois dela vem uma lâmina própria fibrosa rica em glândulas do tipo misto, cuja secreção ajuda a manter úmidas as paredes das cavidades nasais;
  4. 4.  A área olfatória, está localizada na região superior das fossas nasais e é responsável pela sensibilidade olfativa. O epitélio que compõe essa região é o epitélio respiratório formado por três tipos distintos de células: Células de sustentação; Células basais; Células olfatórias;
  5. 5.  células de sustentação: prismáticas, largas no seu ápice e mais estreitas na base, com microvilos na sua superfície que se projetam para dentro da camada de muco que cobre o epitélio, além disso essas células possuem um pigmento acastanhado que é responsável pela cor marrom da mucosa olfatória; células basais: pequenas, arredondadas ou cônicas, formam um a camada única na região basal do epitélio, entre as células olfatórias e as de sustentação; células olfatórias: são neurônios bipolares que se distribuem entre as células de sustentação. São dilatadas nas extremidades de onde partem cílios longos, sem movimento e com a função de receptores.
  6. 6.  Cavidades nos ossos da face e crânio: Ossos pneumáticos; Frontal, maxilar, etmóide e esfenóide; Revestido por epitélio respiratório; Menor altura; Menos células caliciformes; Comunicam-se com as fossas nasais por pequenos orifícios;
  7. 7.  Sua função é servir de passagem para o ar e alimentos, além de servir como uma câmara de ressonância para a fala. Esse órgão divide-se em três porções: nasofaringe, orofaringe e laringofaringe. Porções da faringe sujeitas ao desgaste pelos alimentos; Porções da faringe não sujeitas ao desgaste pelos alimentos; Tecido conjuntivo; tecido muscular estriado dos músculos faríngeos; mais tecido conjuntivo. Glândulas mucosas;
  8. 8.  Tubo irregular que une a faringe à traquéia; Tireóide, cricóide (tipo hialina); aritenóide, epiglote (tipo elástico); 1º par: Falsas cordas vocais ou pregas vestibulares; 2º par: Cordas vocais verdadeiras; Na face ventral e parte da face dorsal da epiglote e nas cordas vocais: estratificado plano não- queratinizado; Nas demais regiões: epitélio de revestimento é do tipo respiratório.
  9. 9.  É um órgão que se continua com a laringe e termina ramificando-se nos dois brônquios extrapulmonares. Mucosa: Epitélio respiratório; Células caliciformes; Lâmina própria: Tecido conjuntivo frouxo (rico em fibras elásticas); Glândulas seromucosas (glândulas epiteliais); Revestimento: Externamente: tecido conjuntivo frouxo, formando a camada adventícia e ligando o órgão aos tecidos vizinhos. Barreira linfocitária;
  10. 10.  Os brônquios são ramificações da traquéia; Nos seus ramos maiores, a mucosa que reveste os brônquios é idêntica à da traquéia; já nos ramos menores o epitélio pode ser cilíndrico simples ciliado. Circunda os brônquios: camada muscular lisa; Glândulas do tipo mucoso ou misto: cujos ductos se abrem na luz brônquica.
  11. 11.  Os bronquíolos são originados de divisões repetidas dos brônquios. Não apresentam cartilagem, glândulas e nem nódulos linfáticos; A musculatura da parede dos bronquíolos é relativamente mais espessa que a musculatura da parede dos brônquios;
  12. 12.  Cada bronquíolo penetra num lóbulo pulmonar; O bronquíolo terminal origina um ou mais bronquíolos respiratórios (um tubo curto, às vezes ramificado, revestido por epitélio simples); A parede desses bronquíolos contém alvéolos (são expansões saculiformes revestidos por um epitélio capaz de realizar trocas gasosas).
  13. 13.  Iniciam efetivamente a porção respiratória; Formados por ramificação dos bronquíolos respiratórios e apresentam- se como condutos longos e tortuosos; Apresentar inúmeros alvéolos e sacos alveolares em suas paredes; Na abertura de dois alvéolos; Feixes musculares; Sistemas de sustentação; Revestimento dos ductos alveolares.
  14. 14.  Os alvéolos são pequenas evaginações em forma de saco, encontradas nos sacos alveolares, ductos alveolares e bronquíolos respiratórios; Parede ou septo interalveolar - apresenta três tipos celulares distintos:3. Células endoteliais dos capilares;4. Pneumócitos tipo I;5. Pneumócitos tipo II.
  15. 15.  4 membranas separam o ar alveolar do sangue capilar, são elas: o citoplasma da célula epitelial; a lâmina basal dessa célula; a lâmina basal do capilar e o citoplasma da célula endotelial; Oxigênio do ar alveolar; Parede alveolar; Função da camada lipoprotéica.
  16. 16.  Camada serosa que envolve o pulmão; É formada por dois folhetos: o parietal e o visceral; Cavidade pleural; Acúmulo de líquido pleural.
  17. 17.  http://www.pharmecum.com.br/atual_jornal.cfm?jor_id=1556 http://disciplinas.uniararas.br/histologia/conteudos-especificos/fisioterapia http://www.daysedesign.com.br/histologiaembriologia/?p=7

×