Brilhe a vossa luz degustar

217 visualizações

Publicada em

Degustação do livro Brilhe a Vossa Luz

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brilhe a vossa luz degustar

  1. 1. Brilhe a vossa Luz
  2. 2. 1ª edição Agosto de 2006 © Copyright 2006 by editora Jesus no Lar Rua Felício, 84 Rio de Janeiro - RJ - 21381-360 Fone: (0xx21) 3276-5430 www.jesusnolar.com.br jesusnolar@jesusnolar.com.br Projeto Editorial Capa: Marco Aurélio Lopes Sant’Ana Diagramação: editora Jesus no Lar Revisão: Adriana de Fátima Cardoso Rodrigues Carla da Rocha Malafaia A reprodução parcial ou total desta obra, por qualquer meio, somente será permitida com a autorização por escrito da editora. CIP-Brasil. Catalogação na fonte Sant’Ana, André Luiz Lopes Brilhe a vossa Luz / André Luiz Lopes Sant’Ana. - Rio de Janeiro: Jesus no Lar, 2006. 128p.; ISBN: 85-60135-00-6 1. Jesus Cristo - Filosofia de vida I. Título. CDD: 232.901 (Lei n° 6896 de 17/12/1980)
  3. 3. André Luiz Lopes Sant’Ana Brilhe a vossa Luz
  4. 4. “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas pala- vras e as pratica, será comparado a um homem pru- dente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insen- sato, que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína.” Jesus Orientação registrada por Mateus, no cap. 7. vers. 24-29, ao final do Sermão da Montanha.
  5. 5. Apresentação
  6. 6. Àquele que deseja servir na Seara de Jesus o importante não é o quê ele irá fazer, mas como. Que seja sempre com aquele Amor com que Ele nos amou.
  7. 7. Índice Quem é Jesus, o Cristo?..................................................15 Presença de Jesus............................................................17 Sede de Luz.....................................................................19 Psicologia Cristã..............................................................21 Confiança em Jesus..........................................................23 Ouvidos de ouvir...............................................................25 Bem-Aventurados..........................................................27 O valor do sacrifício..........................................................29 Sublime Humildade.........................................................31 A lição da Compaixão.....................................................33 Despertar do Amor........................................................35 Jesus, o Senhor da Vida.................................................37 Despertar a consciência....................................................39 Remédio Celeste...............................................................41 Fermento Espiritual.........................................................43
  8. 8. Testemunhos.....................................................................45 Influência Espiritual........................................................47 Jejum e oração..................................................................49 Chamados e escolhas.........................................................51 O valor do trabalho..........................................................53 Recursos sublimes............................................................55 O Pão da Vida..............................................................57 A verdadeira gratidão.....................................................59 Cultivar o Amor.............................................................61 Jesus! Ontem, hoje e sempre!............................................63 Verbo curador.................................................................65 Cultivar Bênçãos.............................................................67 Ceia de Virtudes..............................................................69 Riqueza e Jesus...............................................................71 Por Amor a Jesus.........................................................73 Convidar Jesus.................................................................75 Conquistar o Amor.........................................................77 Sublime Caridade.............................................................79 Encontro com Jesus..........................................................81
  9. 9. Tempestade e Jesus..........................................................83 Busca da Iluminação......................................................85 Caminho, Verdade e Vida.............................................87 Pastor de Almas............................................................89 Porta estreita...................................................................91 Ave Cristo......................................................................93 Setenta vezes....................................................................95 Herança Celeste..............................................................97 As marcas do Cristo.......................................................99 A Paz do Cristo...........................................................101 Jugo feminino..................................................................103 Amar os inimigos..........................................................105 Ele vive!..........................................................................107 Revolução e Jesus..........................................................109 Conduta Cristã...............................................................111 Humildade e Jesus........................................................113 Sacrifícios.......................................................................115 Mestre incomparável......................................................117 Nasce a Luz..................................................................119
  10. 10. 14 “e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura porque não havia lugar para eles na hospedaria.” Lucas 2. 1-7
  11. 11. Quem é Jesus, o Cristo? Há séculos a Humanidade busca compreender o Homem de 15 Nazaré. Livros e mais livros foram escritos nesta busca em explicar quem Ele era... Religiões, Doutrinas e Filosofias incontáveis se fundaram baseadas e inspiradas nos Seus ensinamentos... Mas até hoje muito pouco se apreendeu do que Ele nos trou- xe porquanto basta olharmos à nossa volta para constatarmos que o Seu Reino ainda não se estabeleceu na Terra. O que ainda nos falta? Talvez conhecê-lO... não como as escolas religiosas o mos- tram, mas de forma profunda, buscando a Sua essência... Talvez vivenciá-lO... não como as pessoas atualmente acredi- tam que deva ser, mas conforme os seus Apóstolos e os seus discípulos o fizeram... Talvez amá-lO... não como hoje se entende esse sentimento, mas como Ele nos Amou e nos ensinou a Amar através do Seu exemplo em demonstrações inesquecíveis... Conhecer e compreender verdadeiramente Jesus é o primeiro passo para conseguirmos segui-lO em todos os instantes da nossa vida, alcançando a vivência daquele Amor que Ele tanto nos exemplificou, seja servindo-nos dos Seus ensinamentos, das Suas palavras ou das Suas atitudes.
  12. 12. 16 “então se lhes abriram os olhos, e o reconheceram; mas ele desapareceu da presença deles.” Lucas 24.13-35
  13. 13. Presença de Jesus Difícil para nós imaginarmos que alguém possa estar ao lado 17 dEle e não percebê-lO... Narra o evangelista, que Cleófas e o amigo partiram de Jeru- salém após a crucificação de Jesus e durante o percurso um ho- mem se aproximou e os acompanhou. Mais tarde eles consegui- ram perceber que tratava-se do Divino Rabi graças ao Seu ato de partir o pão na hora da ceia, e a reflexão que ambos fizeram sobre as Suas sublimes ponderações, feitas enquanto caminhavam jun- tos. Assim somos nós... achamo-nos desprotegidos, desampara- dos, esquecidos pelo mais Alto... mas em verdade nós é que não conseguimos percebê-lO ao nosso lado, porquanto em todos os momentos de nossa vida, principalmente naqueles mais angusti- antes, nas horas mais difíceis, Ele ali se encontra. Não mais na forma física, mas espiritualmente, nos enviando os Seus representantes que aprendemos a chamar de Benfeito- res, Protetores, Mentores, Anjos, Espírito Santo e similares, para nos amparar, inspirar, fortalecer, orientar e, principalmente, nos ensinar a crescer espiritualmente, aplicando os Seus ensinamentos nos desafios e nas dificuldades do nosso cotidia- no. Aprender a perceber essa presença espiritual de Jesus é um exercício de Fé no mais Alto que se transformará num elo de fortalecimento com Ele, nos sustentando permanentemente pe- rante as adversidades da vida... eis, sem dúvida, a bússola viva, a nos direcionar para o Caminho que Ele nos mostrou.
  14. 14. 18 “aquele, porém, que beber da água que eu lhe der, nunca mais terá sede, para sempre; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.” João 4. 1-42
  15. 15. Sede de Luz Narra o evangelista que ao passar pela região da Samaria, onde viviam os Samaritanos, detestados pelos Judeus, Jesus pediu água a uma mulher... O Mestre tinha sede, e aproveitou este fato para elucidar a Samaritana sobre a outra sede que todos nós possuímos... de Fe- licidade. Orientou-a que se bebesse da água que Ele ofertava ela jamais teria essa sede... Ainda hoje, Jesus nos sacia a fome de Iluminação e a sede de Felicidade através de seu inesgotável Amor que nos chega de incontáveis formas. Entretanto, a nossa resistência para com Ele ainda é obstinada, voraz, e muitas vezes insana... preferimos, em detrimento dEle, as fatuidades da vida, as transitoriedades de um momento, os prazeres de instantes... Ela era equivocada, permissiva às ilusões da época, mas de- pois que saciou a sede do seu espírito imortal naquela manhã inesquecível, transformou a sua vida e a de muitos outros, fruindo sempre daquele Amor, ou daquela água, que plenifica a alma. Permitir-se beber dessa água que Ele nos oferta, tal qual a 19 Samaritana, é a chave para conquistarmos a nossa Iluminação.
  16. 16. 20 “Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.” João 8. 1-11
  17. 17. Psicologia Cristã Toda a Sua vida é um canto de Amor e de Luz. Iluminando as existências de ontem, de hoje e de sempre, Jesus a todo instante nos convida para fruir o Reino dos Céus... bastava, e basta, para isto tão somente a nossa vontade... Naquele dia, ela equivocou-se, havia adulterado, e os homens da época conduziram-na para Jesus dar o Seu veredicto. Na ver- dade, desejavam colocar o Mestre em uma situação adversa, cons- trangedora... Ele, imperturbável perante as nossas tolices, aproveitou o momento para nos ensinar: jamais devemos julgar o nosso pró- ximo, ao contrário, temos de nos compadecer da fraqueza alheia buscando sempre erguer o caído; e se formos nós que nos equi- vocarmos, modificarmos a conduta para não nos desequilibrar- mos novamente, buscando extrair da experiência amarga e infeliz um aprendizado. É desta forma, nos conhecendo e nos conscientizando sobre o que nos faz Bem e o que nos faz mal, que evitaremos as quedas e nos reformaremos intimamente. E aplicando esta Sua psicologia em nós, durante toda a nossa 21 vida, alcançaremos um dia o Seu Reino de Amor.

×