Aquecimento global duda

749 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
749
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aquecimento global duda

  1. 1. Aquecimento Global <ul><li>Nomes; </li></ul><ul><li>Eduarda rodrigues & </li></ul><ul><li>Elen dorneles </li></ul><ul><li>C33 </li></ul>
  2. 2. O que é? <ul><li>Aquecimento global  é o aumento da temperatura média dos  oceanos  e do ar perto da superfície da Terra que ocorre desde meados do século XX e que deverá continuar no século XXI. Segundo o Quarto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas  (2007), a temperatura na superfície terrestre aumentou 0,74 ± 0,18 ° C  durante o século XX. [1] </li></ul><ul><li>A maior parte do aumento de temperatura observado desde meados do século XX foi causada por concentrações crescentes de  gases do efeito estufa , como resultado de atividades humanas como a queima de  combustíveis fósseis  e a  desflorestação . [2] [3]  O  escurecimento global , uma consequência do aumento das concentrações de  aerossois  atmosféricos que bloqueiam parte da radiação solar antes que esta atinja a superfície da Terra, mascarou parcialmente os efeitos do aquecimento induzido pelos gases de efeito de estufa. </li></ul><ul><li>Modelos climáticos referenciados pelo IPCC projetam que as temperaturas globais de superfície provavelmente aumentarão no intervalo entre 1,1 e 6,4 °C entre 1990 e 2100. [3]  A variação dos valores reflete o uso de diferentes cenários de futura emissão de gases estufa e resultados de modelos com diferenças na sensibilidade climática. Apesar de a maioria dos estudos ter seu foco no período até o ano 2100, espera-se que o aquecimento e o aumento no nível do mar continuem por mais de um milênio, mesmo que as concentrações de gases estufa se estabilizem. [3] </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Um aumento nas temperaturas globais pode, em contrapartida, causar outras alterações, incluindo aumento no nível do mar, mudanças em padrões de  precipitação  resultando em  enchentes  e secas . [4]  Espera-se que o aquecimento seja mais intenso no Ártico, e estaria associado ao  recuo das geleiras ,  permafrost  e  gelo marinho . Outros efeitos prováveis incluem alterações na frequência e intensidade de eventos meteorológicos extremos, extinção de espécies e variações na produção agrícola. O aquecimento e as suas consequências variarão de região para região, apesar da natureza destas variações regionais ser incerta. [5]  Outra ocorrência global concomitante [6] [7]  com o aquecimento global que já se verifica e que se prevê continuar no futuro, é a  acidificação oceânica , que é também resultado do aumento contemporâneo da concentração de dióxido de carbono atmosférico. </li></ul><ul><li>O consenso científico é que o aquecimento global  antropogênico  está a acontecer. [8] [9] [10]  Porém, o debate público e político sobre o aquecimento global continua. O  Protocolo de Quioto  visa a estabilização da concentração de gases de efeito estufa para evitar uma &quot;interferência antropogénica perigosa. [11]  Em Novembro de 2009 eram 187 os estados que assinaram e ratificaram o protocolo. [12] </li></ul>
  4. 4. Quais são as concequencias <ul><li>Devido aos efeitos potenciais sobre a saúde humana, economia e meio ambiente o aquecimento global tem sido fonte de grande preocupação. Importantes mudanças ambientais têm sido observadas e foram ligadas ao aquecimento global. Os exemplos de evidências secundárias citadas abaixo (diminuição da cobertura de gelo, aumento do nível do mar, mudanças dos padrões climáticos) são exemplos das consequências do aquecimento global que podem influenciar não somente as atividades humanas mas também os ecossistemas. Aumento da temperatura global permite que um ecossistema mude; algumas espécies podem ser forçadas a sair dos seus  habitats (possibilidade de extinção) devido a mudanças nas condições enquanto outras podem espalhar-se, invadindo outros ecossistemas. </li></ul><ul><li>Entretanto, o aquecimento global também pode ter efeitos positivos, uma vez que aumentos de temperaturas e aumento de concentrações de CO2 podem aprimorar a produtividade do ecossistema. Observações de satélites mostram que a produtividade do hemisfério Norte aumentou desde 1982. Por outro lado é fato de que o total da quantidade de biomassa produzida não é necessariamente muito boa, uma vez que a biodiversidade pode no silêncio diminuir apesar de um pequeno número de espécies estar florescendo. </li></ul><ul><li>O aquecimento da superfície favorecerá um aumento da evaporação nos oceanos o que fará com que haja na atmosfera mais vapor de água (o gás de estufa mais importante, sobretudo porque existe em grande quantidade na nossa atmosfera). Isso poderá fazer com que aumente cada vez mais o efeito de estufa e com que o aquecimento da superfície seja reforçado. Podemos, nesse caso, esperar um aquecimento médio de 4 a 6 °C na superfície. Mas mais umidade (vapor de água) no ar pode também significar uma presença de mais nuvens na atmosfera o que se pensa que, em média, poderá causar um efeito de arrefecimento </li></ul>
  5. 5. Quais são as causas <ul><li>O sistema climático terrestre muda em resposta a variações em fatores externos incluindo variações na sua  órbita  em torno do  Sol [1] [2] [3] ,  erupções vulcânicas [4] , e concentrações atmosféricas de  gases do efeito estufa . As causas detalhadas do aquecimento recente continuam sendo uma área ativa de pesquisa, mas o consenso científico [5] [6]  identifica os níveis aumentados de gases estufa devido à atividade humana como a principal causa do aquecimento observado desde o início da  era industrial . Essa atribuição é mais clara nos últimos 50 anos, para os quais estão disponíveis os dados mais detalhados. Contrastando com o consenso científico, outras  hipóteses  foram avançadas para explicar a maior parte do aumento observado na  temperatura  global. Uma dessas hipóteses é que o aquecimento é resultado principalmente da variação na atividade solar. [7] [8] [9]   [10]   [11] </li></ul><ul><li>Nenhum dos efeitos produzidos pelos fatores condicionantes é instantâneo. Devido à  inércia térmica  dos  oceanos  terrestres e à lenta resposta de outros efeitos indiretos, o clima atual da Terra não está em equilíbrio com o condicionamento que lhe é imposto. Estudos de compromisso climático indicam que ainda que os gases estufa se estabilizassem nos níveis do ano 2000, um aquecimento adicional de aproximadamente 0,5 °C ainda ocorreria. [12] </li></ul>
  6. 6. Como podemos evitar <ul><li>Há muita coisas que podemos fazer para tentar deter o aquecimento global. Basicamente, todas sugerem a redução na emissão de gases estufa. Podemos ajudar  gastando menos energia . </li></ul><ul><li>Estas são algumas formas de diminuir emissões de gases estufa: </li></ul><ul><li>certifique-se de que seu carro está com o motor regulado – isto permitirá que ele funcione com maior eficiência e gere menos gases nocivos; </li></ul><ul><li>caminhe ou ande de bicicleta quando puder – dirigir o carro gera mais gases estufa do que praticamente qualquer outra coisa que se faça; </li></ul><ul><li>recicle – o lixo que não é reciclado acaba em um  aterro , gerando metano; além disso, produtos reciclados requerem menos energia para ser produzidos do que produtos feitos do zero; </li></ul><ul><li>plante árvores e outras plantas onde puder – as plantas tiram o CO2 do ar e liberam oxigênio; </li></ul><ul><li>não queime o lixo – isto lança CO2 e hidrocarbonetos para a atmosfera. </li></ul><ul><li>Os carros queimam combustível fóssil, mas os carros com combustível mais eficiente emitem menos CO2, especialmente os  carros híbridos . Caminhe ou use sua bicicleta se possível ou dê caronas a caminho do trabalho. </li></ul><ul><li>Para deter a emissão dos gases estufa é necessário que se desenvolvam fontes de energia combustível não-fóssil .  Energia hidrelétrica ,  energia solar , motores de hidrogênio ,  biodiesel  e  células de combustível  poderiam criar grandes cortes nos gases estufa se fossem mais comuns. </li></ul><ul><li>O  Protocolo de Kyoto   foi criado para reduzir a emissão de CO2 e de outros gases estufa em todo o mundo. Trinta e cinco nações industrializadas se comprometeram a reduzir a emissão destes gases em graus variados. Infelizmente, os Estados Unidos, principais produtores mundiais de gases estufa, não assinaram o protocolo. </li></ul>
  7. 7. Anexo

×