Astecas

1.586 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Astecas

  1. 1. Quando Cristóvão Colombo chegou a América, havia mais de 50 milhões de pessoas vivendo no continente. Os europeus chamaram os povos da América de índios, mas não eram iguais entre si. Em alguns casos, os nativos reuniam-se em comunidades pequenas e isoladas. Em outros, formavam grandes sociedades organizadas, com instituições politicas sólidas, domínio de técnicas agrícolas sofisticadas e capazes de construir grandes monumentos. Podemos destacar os Maias, os Astecas e os Incas.
  2. 2. * Até o século XII, os astecas eram apenas uma tribo seminômade e guerreira. Nesse período fixaram-se na região pantanosa do lago Texcoco. Passaram a disputar reservas de água potável e terras de cultivo com os povos vizinhos. * Em 1325, construíram a capital Tenochtitlán. O local onde hoje fica a atual Cidade do México era considerado uma das mais belas cidades do mundo.
  3. 3. •Os astecas dominaram vários povos vizinhos. As populações subjugadas tinham que pagar tributos que sustentavam os sistema . •Ao redor de 1440, o império compreendia 500 cidades com 15 milhões de habitantes.
  4. 4. Religião. • Politeístas, os deuses eram inspirados nos fenômenos naturais. • A divindade maior era Huitzilopochtli, deus da guerra e do sol.
  5. 5. • Em homenagem ao deus do sol construíram a pirâmide principal da capital do império. • No Templo mayor realizavam sacrifícios humanos com prisioneiros. • Acreditavam que sem as oferendas de sangue o sol perderia o seu poder e o mundo chegaria ao fim.
  6. 6. • Para satisfazer o deus sol, os sacrificados – em geral prisioneiros de guerra – eram colocados sobre uma pedra e seus peitos abertos para que o coração fosse retirado. • O ponto mais alto da celebração consistia na elevação do coração pulsante em direção ao sol, quando a energia cósmica se unia a oferenda, reforçando a fertilidade e vitalidade do povo.
  7. 7. Arquitetura. • No centro das cidades ficava a área nobre: as residências dos principais senhores, templos e comércio. • As ruas eram estreitas, o transporte era feito a pé ou por canais. • O planejamento da capital era minucioso, com direito a palácios, praças e até um zoológico.
  8. 8. •Capital asteca era ligada ao resto do vale através de pontes e represas. •Como a água dos lagos não era potável, construíram aquedutos que traziam o precioso líquido de montanhas vizinhas ou mananciais. •Para evitar enchentes construíram diques.
  9. 9. • Os templos tinham bases quadrangulares que , superpostas davam forma de pirâmide escalonada, no ponto mais alto ficava a pedra do sacrifício. • Os astecas acreditavam que era preciso construir um novo templo a cada ciclo de 52 anos para agradecer aos deuses pelo mundo não ter acabado. • Não derrubavam o templo antigo, mas construíam sobre ele uma nova construção, cada vez maior que a anterior.
  10. 10. Sociedade. • No topo da organização social estava o rei, chefe supremo que governava com autoridade divina. A escolha era por via hereditária. • Em seguida vinham os sacerdotes e guerreiros: poderosos, tinham voz muito ativa na sociedade. Os sacerdotes eram intermediários entre os deuses e os homens, acumulavam riqueza através de doações, não pagavam impostos. • Pequenos comerciantes e artesãos: respeitados por suas habilidades. O direito de exercer estas atividades era considerado uma herança familiar. • A maior parte da população era formada por agricultores: trabalhavam na construção das obras públicas, prestavam serviço militar e pagavam impostos. Em contrapartida recebiam do soberano vestimentas e gêneros alimentícios e seus filhos tinham educação gratuita e garantida.
  11. 11. Educação. • Nos primeiros anos o menino, sob a tutela do pai ajudava nos trabalhos agrícolas, comércio e pesca. Já as meninas, sob a guarda da mãe, aprendiam a cozinhar, fiar e tecer. • Entre os seis e nove anos iam para as escola públicas, onde os mestres cuidavam para que os alunos fossem preparados para a vida.
  12. 12. Escrito nas estrelas. • Os astecas utilizavam um sistema de medição do tempo baseado em dois calendários: o solar e o ritual. • O calendário solar era usado para demarcar as mudanças de estação, o ano agrícola e o civil. Tem 18 períodos de 20 dias, aos quais se somam 5 dias para completar 365. esses 5 dias eram considerados vazios e nada importante deveria ser feito.
  13. 13. * Os astecas criaram também um calendário ritual, de uso religioso. Tinha 260 dias divididos em períodos de 13 dias.
  14. 14. • A cada 52 anos, o começo dos calendários solar e ritual coincidiam, dando início a um novo ciclo. Temiam que, nesse momento, o sol não mais se levantasse. • Acreditavam numa sucessão de eras, marcadas ou não por cataclismas. • Acreditavam que quatro mundos haviam precedido o atual. • Primeiro sol: planeta habitado por gigantes que foram devorados por jaguares. • Segundo sol: habitado por seres humanos. O fim foi causado por ventos, para serem salvos os humanos foram transformados em macacos, para que subissem nas árvores e não fossem carregados por furacões. • Terceiro sol: chegou ao fim através de uma chuva de lava. Os seres humanos foram transformados em aves. • Quarto sol: tempestades e chuvas inundaram a terra, os seres humanos foram transformados em peixes. • Quinto sol: o período atual, está destinado a desaparecer num grande terremoto, após o qual monstros surgirão para matar os seres humanos.
  15. 15. A escrita. * Misturava ideografia com escrita fonética, na qual alguns caracteres representavam ideias e objetos e outros, sons.
  16. 16. Os manuscritos eram anotados em códices – espécie de livros – finos como o papel, confeccionados com casca de figueira batida e revestidos por um tipo de verniz. Os colégios nobres e os palácios possuíam volumosas bibliotecas.
  17. 17. O chocolate. • Os astecas acreditavam que as sementes de cacau foram um presente dos deuses para os seres humanos, a mistura era tida como sagrada e consumida apenas pela nobreza. • Sabe-se que as árvores de cacau existem a mais de 4 mil anos, espalhadas por aves e macacos. • Cristóvão Colombo foi o primeiro europeu a experimentar o cacau.
  18. 18. •O conquistador Hernán Cortés experimentou o cacau em um banquete oferecido por Montezuma ( imperador asteca). Após a refeição foi servida em xícaras de ouro uma mistura de chocolate frio, misturado com mel, especiarias e baunilha. •Em 1528, Cortés voltou para a Espanha com o navio carregado de amêndoas de cacau. Levou técnicas de cultivo, fermentação do cacau e utensílios para preparar a mistura. •Na Europa o chocolate passou a ser preparado pelos monges. •No início era moldado em pequenas rodelas para serem dissolvidas e apreciadas nos salões aristocráticos.
  19. 19. • Em 1828, um químico holandês inventou uma prensa que separava a manteiga do cacau em pó. • A bebida passou a ser fabricada somente com o pó. A porção que sobrava passou a ser misturada com gordura vegetal e um pouco de açúcar, pelos ingleses. • Em 1847 a empresa Fry e sons introduziu o chocolate comestível. • Em 1875, dois suíços, Daniel Peter e Henri Nestlé, adicionaram leite ao chocolate e criaram a primeira barrinha de chocolate ao leite.
  20. 20. No comércio astecas as mercadorias eram comercializadas por sementes de cacau. O produto era tão valioso que havia especialistas em falsificá-lo – usavam farinha para esta finalidade.

×