TUDO AO CONTRÁRIO<br />Poemas da Mentira e da Verdade<br />Escrito por: Luísa Ducla Soares<br />
O menino do contraqueria tudo ao contrário:deitava os fatos na camae dormia no armário.<br />
Das cascas dos ovosfazia uma omeleta;para tomar banhousava a retrete.<br />
Andava, corriade pernas para o ar;se estava contente,punha-se a chorar.<br />
Molhava-se ao sol,secava na chuvae em cada péusava uma luva.<br />
Escrevia no lápiscom um papel;achava salgadoo sabor do mel.<br />
No dia dos anosteve dois presentes:um pente com velase um bolo com dentes<br />
Trabalho Realizado por:    Vera  Costa<br />CEF 2 Nº14 <br />4 de Janeiro de 2010<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poema vera

752 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
752
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poema vera

  1. 1. TUDO AO CONTRÁRIO<br />Poemas da Mentira e da Verdade<br />Escrito por: Luísa Ducla Soares<br />
  2. 2. O menino do contraqueria tudo ao contrário:deitava os fatos na camae dormia no armário.<br />
  3. 3. Das cascas dos ovosfazia uma omeleta;para tomar banhousava a retrete.<br />
  4. 4. Andava, corriade pernas para o ar;se estava contente,punha-se a chorar.<br />
  5. 5. Molhava-se ao sol,secava na chuvae em cada péusava uma luva.<br />
  6. 6. Escrevia no lápiscom um papel;achava salgadoo sabor do mel.<br />
  7. 7. No dia dos anosteve dois presentes:um pente com velase um bolo com dentes<br />
  8. 8. Trabalho Realizado por: Vera Costa<br />CEF 2 Nº14 <br />4 de Janeiro de 2010<br />

×