Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Os caminhos... Page 1 of 4



                   ...
O Pré-Sal - Portal Luis Nassif                                                                                            ...
O Pré-Sal - Portal Luis Nassif                                                                                            ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 1 of 22



                 ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 2 of 22



                 ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 3 of 22



                 ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 4 of 22



  “# 02/05/2009 -...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 5 of 22



  Enviado por: An...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 6 of 22



  Ponho minha ass...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 7 of 22



  Enviado por: No...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 8 of 22



  02/05/2009 - 12...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 9 of 22



  Fico orgulhoso ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u...                                    ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u...                                    ...
Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u...                                    ...
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Pré-sal
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pré-sal

4.065 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.065
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré-sal

  1. 1. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Os caminhos... Page 1 of 4 Faça sua busca Assine E-mail SAC Canais Luis Nassif 12/05/2009 - 07:00 Os caminhos para a Petrossal Coluna Econômica - 12/05/2009 Uma das discussões fundamentais, para definir o desenho de Brasil nas próximas décadas, é a maneira como será trabalhado o petróleo do pré-sal. E, dentre os sub-temas, como será a empresa que administrará as riquezas em nome do Estado brasileiro. *** LUIS NASSIF Professor do Instituto de Economia da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Edmar de Almeida é Introdutor do jornalismo de favorável a um modelo de repartição, para a exploração da bacia de Santos. serviços e do jornalismo eletrônico no país. Vencedor do Prêmio de Melhor Jornalista de O modelo atual é de concessão. Licitam-se vários blocos e a empresa vencedora explora sozinha. O problema Economia da Imprensa Escrita maior é que, pela conformação da bacia de Santos, é possível que parte das jazidas esteja fora do bloco de do site Comunique-se em 2003, concessões. 2005 e 2008, em eleição direta da categoria. Prêmio iBest de Pelo modelo de repartição, se estimaria o tamanho total da bacia. Depois, o percentual que caberia a cada Melhor Blog de Política, em concessionária. Finalmente, monta-se um consórcio onde cada concessionária terá uma parcela da receita e eleição popular e da Academia um compromisso com investimentos proporcional à sua fatia. iBest. É um caminho já empregado em outros campos, mas nunca em um campo tão gigantesco quanto o da bacia Para enviar emails a Luís Nassif clique aqui. de Santos. O grande desafio será criar novo arcabouço jurídico-institucional que dê soluções para esses problemas. *** Em qualquer modelo, a Petrobrás será a empresa líder e estruturante dos investimentos do pré-sal. O que está em jogo é quem vai falar pelo Estado. Há três caminhos: Petrobras como representante do Estado. Problema é que nem sempre interesses da Petrobras convergentes com interesse do Estado, porque tem interesses empresariais. BUSCA Deixar ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) como responsável de defender interesses do Estado. Ocorre que é a ANP é regulador. Seria como juiz batendo pênalti. buscar Hipótese de ente específico, a novo estatal. *** CRÔNICA É aí que entra o modelo da tal Petrossal. A estatal ficaria com a propriedade do petróleo e é incumbida da gestão de contratos com as empresas que explorarão a área – e pagarão em petróleo ou receita. ECONOMIA Nesse modelo, os primeiros resultados servirão para a empresa recuperar o capital investido na exploração. Com isso, minimiza bastante os riscos de mercado. Zerada a conta, o resultado é repartido entre a estatal e a ÚLTIMOS POSTS operadora. Fora de Pauta Em geral, países que adotaram esse modelo gostam porque, minimizando o risco de investimento das Luz nos porões Painel do dia empresas, há condições de negociar uma participação governamental mais elevada. Ladeira abaixo Nem câmbio nem política industrial *** Serra e a crítica correta Novos tempos Outro ponto relevante serão as formas de capitalização da Petrobrás. Defende-se que o governo capitalize a Por trás da febre suína empresa com parte das reservas não licitadas, em troca de ações. Os caminhos para a Petrossal Trivial do Nilmar O ping pong da 4 Rodas Edmar não vê utilidade nesse movimento. O governo não colocaria dinheiro, mas apenas reservas a partir das Fora de Pauta http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/12/os-caminhos-para-a-petrossal/ 12/5/2009
  2. 2. O Pré-Sal - Portal Luis Nassif Page 1 of 3 Procurar Pesquisar rede social Registre-se Acessar Principal Minha página Membros Temáticos Fórum Grupos Fotos Vídeos Blogs 2010 Dossiês Todas as Discussões Meus tópicos Adicionar uma Discussão O Pré-Sal Publicado por Luis Nassif em 10 maio 2009 às 15:51 em Propostas para 2010 Exibir tópicos O pré-sal: uma discussão que veio para ficar * Postado por Ronaldo Bicalho O governo brasileiro deve definir em breve o novo marco institucional para a exploração do petróleo no país; em particular, na área denominada de pré-sal. O debate promete ser acalorado e envolve decisões cruciais para o futuro do país. Neste blog, nós já colocamos uma série de textos sobre o tema, reunidos em uma postagem do sábado passado - Pré-sal -, e, provavelmente, retornaremos várias vezes a ele. E isto irá ocorrer pelo simples fato de que, querendo-se ou não, as descobertas do pré-sal representaram uma mudança profunda nas perspectivas de evolução da indústria petrolífera brasileira. O horizonte de possibilidades que se abriu para essa indústria é tão amplo e profundo que altera radicalmente as perspectivas de desenvolvimento do próprio país. Nesse sentido, fazer de conta que nada se alterou, e que basta alguns ajustes no marco institucional vigente para acomodar as mudanças representadas pelo pré-sal, não me parece ser uma estratégia politicamente viável. Na verdade, o que aconteceu foi que um elefante entrou na sala e não basta afastar um pouco o sofá para que tudo siga como dantes no quartel de Abranches. O pré-sal é um elefante muito grande para ser tratado como se fosse um simples gatinho angorá, a espreguiçar-se languidamente no tapete da sala. A sua dimensão é muito grande para ser escondida recorrendo-se ao discurso da estabilidade das regras e dos contratos para a garantia do investimento, que perde totalmente a sua validade diante de uma mudança tão radical do contexto, como aquela representada pela descoberta da nova província petrolífera brasileira. Diante disso, todos os agentes envolvidos com esse tema têm perfeita consciência de que as mudanças no marco institucional do petróleo no Brasil irão ocorrer. A questão fundamental, e os agentes o sabem, é definir a natureza e a profundidade dessas mudanças. Portanto, a estratégia essencial para eles é atuar de forma a não ter os seus interesses prejudicados pelo novo marco, tentar preservá-los e, se possível, ampliá-los. Este jogo de interesses vai se desenrolar em várias frentes: no interior do Estado (executivo, legislativo e judiciário) e da sociedade; enfim, do botequim ao Supremo, o pré-sal, em um momento ou no outro, vai virar motivo de discussão. Quem pensa que é possível manter essa discussão restrita a um pequeno grupo de interesses está profundamente equivocado. Quem pensa que é possível fazer um pequeno acordo de cavalheiros, implantá-lo e sustentá-lo no tempo, vai dar com os burros na água. Essa questão vale tanto para aqueles que defendem a manutenção do atual modelo quanto para aqueles que defendem a sua alteração. Se os primeiros se equivocam porque acham que o que existe hoje é sustentável, os segundos se equivocam porque acham que o que passará a existir será sustentável. Não existe nada de óbvio nem na primeira aposta, nem na segunda. O modelo que existe hoje é fruto de uma correlação de forças http://blogln.ning.com/forum/topics/o-presal 12/5/2009
  3. 3. O Pré-Sal - Portal Luis Nassif Page 2 of 3 políticas que havia antes, o que virá será fruto da correlação que existe hoje. Aquela hegemonia que havia na década de noventa se expirou, e não há nada que garanta que não vai ocorrer a mesma coisa com a que existe hoje. O que é importante chamar a atenção é que o mundo gira e a lusitana roda. Uma hora roda para uns e outra hora roda para outros. O horizonte do pré-sal ultrapassa gerações e é essa dimensão intertemporal e, acima de tudo, intergeracional que deve ser levada em conta na discussão. Isto significa que a discussão do pré-sal veio para ficar na agenda brasileira. Provavelmente estará sempre nas pautas eleitorais, nos embates ideológicos, nas grandes discussões econômicas, no dia a dia das nossas angústias e esperanças, dos nossos fracassos e sucessos. Portanto, não tem sentido tratar esse assunto como um tema menor, no qual mediante um golpe de mão possa-se alcançar uma vantagem, que sempre terá um caráter temporário, nascido do uso indevido de uma esperteza juvenil. O pré-sal é coisa para gente grande. Nesse sentido, a discussão do pré-sal exige a construção de consensos que sejam sustentáveis no tempo, de arcabouços institucionais que sejam capazes de se adaptar às mudanças que fatalmente irão surgir ao longo do tempo. O pré-sal não é um evento, o pré-sal é um processo. Isto significa que a discussão sobre o pré-sal não se dará uma única vez e pronto. Ao contrário, a discussão do pré-sal será um processo que irá continuar durante toda a sua existência. Um processo que vai atravessar gerações. Eu não me preocupo com os grandes desafios tecnológicos, gerenciais e financeiros do pré-sal porque sei que nós temos a capacidade para superá- los. O que me preocupa são os grandes desafios institucionais do pré-sal. O que me preocupa é se nós seremos capazes de construir instituições que perdurem no tempo, de tal forma que haja uma continuidade de visão sobre o pré-sal que atravesse gerações. Que o nosso pré-sal seja o mesmo pré- sal dos nossos filhos e netos. Que os nossos sonhos se traduzam efetivamente em um futuro melhor para eles. Para que isso aconteça é preciso que a gente acredite nas instituições e, portanto, que seja necessário construí-las. Construí-las, contudo, não é um processo que se faz de uma hora para outra; é preciso tempo, capacidade de negociação, clareza em relação ao futuro. Em suma, é preciso apostar no futuro e, mais do que isto, apostar na nossa capacidade de construir esse futuro. Compartilhar ► Responder esta Respostas a este tópico Permalink Responder até Fernanda Carvalho 1 dia atrás LN e amigos, Tema de crucial importancia, não consigo vislumbrar um debate real e verdadeiro a esse respeito. Por mais que se empenhem aqueles que verdadeiramente poderiam contribuir para uma discussão ampla a democrática, os protogonistas atuais não tem qualquer capacidade de faze- lo sem isenção de animos. Há por trás uma imensa gama de interesses privados sobre o intesse público e ainda não dispomos dos meios necessários e suficinetes para uma participação efetiva, e mais, fiscalização eficaz. Receio que, mais uma vez, perderemos o embarque no bonde história por causa de interesses outros que não os da sociedade. No quadro que se nos apresenta, novamente vão privatizar os lucros e socializar os custos. Não consigo vislumbrar ninguém com estatura suficiente para capitanear a discussão e a adoção de medidas reguladoras. Os poderes da república, como se acham, não tem qualquer capacidade de produzir um resultado que beneficie o conjunto da sociedade. Não é mera questão de incredulidade, mas é simplesmente a constatação daquilo que estamos assistindo. ► Responder esta Permalink Responder até Luis Nassif 20 horas atrás Entrevista com o professor Edmar Almeida, do Grupo de Energia do Instituto de Economia da UFRJ http://api.ning.com/files/eMWzCmBZNNbiTxUwzN7csJhYv7ae1ak9IYWON3vKQ...*xBKQ4aEvy0gAaYBVkByEk35/EdmarAlmeida.mp3 ► Responder esta Permalink Responder até Luis Nassif 20 horas atrás Entrevista com o professor Edmar Almeida, do Grupo de Energia do Instituto de Economia da UFRJ ► Responder esta RSS Bem-vindo a Portal Luis Nassif Registre-se ou acesse Canais Temáticos http://blogln.ning.com/forum/topics/o-presal 12/5/2009
  4. 4. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 1 of 22 Faça sua busca Assine E-mail SAC Canais Luis Nassif 02/05/2009 - 08:54 Pré-sal: um dia histórico Em termos simbólicos, o dia 1o de maio de 2009 entrará para a história do Brasil. Foi a primeira extração de petróleo do pré-sal, as descobertas de petróleo que poderão resolver grande parte dos problemas nacionais – ou, se não forem trabalhadas, tornarão o país mais uma vítima da maldição das matérias primas. Isso ocorre quando a abundância trazida pelas epxortações fáceis do produtos apreciam o câmbio e matam qualquer possibilidade de desenvolvimento industrial. Como anota nosso especialista em energia – Ronaldo Bicalho, do Instituto de Economia da UFRJ –, após ouvir LUIS NASSIF o discurso do Lula: Introdutor do jornalismo de serviços e do jornalismo • O presidente disse que a regulamentação vai mudar e que isto ocorreu em todos os países que eletrônico no país. Vencedor do descobriram grande reservas de petróleo. Prêmio de Melhor Jornalista de Economia da Imprensa Escrita • Os contratos já estabelecidos serão respeitados. do site Comunique-se em 2003, 2005 e 2008, em eleição direta da categoria. Prêmio iBest de • As mudanças não virão de uma hora para outra, será um processo. Melhor Blog de Política, em eleição popular e da Academia • Os recursos devem ser usados para construir o futuro das novas gerações. iBest. • E para terminar, a frase de efeito: Petrobras, vocês são os caras. Para enviar emails a Luís Nassif clique aqui. Da Folha SAMANTHA LIMA DA SUCURSAL DO RIO No dia da extração do primeiro óleo da camada pré-sal na bacia de Santos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou urgência da equipe de ministros responsáveis por rever o marco regulatório do petróleo. A cobrança foi feita durante a cerimônia comemorativa do início da produção de Tupi. Dois dos ministros -Edison Lobão, de Minas e Energia, e Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil- estavam BUSCA presentes. buscar “Lobão, Dilma e [o ministro da Fazenda, Guido] Mantega têm a responsabilidade, e não têm muito tempo mais, de me apresentar um novo marco regulatório para o país, e isso é urgente”, diz. “Não tem um país no mundo CRÔNICA que tenha encontrado muito petróleo e não tenha mudado a regulamentação.” ECONOMIA Segundo o presidente, a produção do petróleo do pré-sal significará “a segunda independência do Brasil”. “Que a partir de hoje se conte uma nova e melhor história para esse país. O brasileiro tem que se gostar. Ao longo dos anos, sempre jogamos para baixo, achando que o que é de fora é melhor”, disse. ÚLTIMOS POSTS Luz nos porões Lula destacou que, ao mesmo tempo em que o país tem “grandeza para respeitar contratos”, tem também Painel do dia “grandeza para mudar, pensando nas garantias para nossos filhos e netos”. Ladeira abaixo Nem câmbio nem política industrial Serra e a crítica correta Frustração Fora de Pauta Novos tempos (…) Lula ordenou que a Petrobras fizesse “uma centena de barrizinhos”. “A cada viagem que eu fizer ou a Por trás da febre suína cada pessoa que eu receber, vou dar como regalo.” Segundo Lula, a dimensão das reservas do pré-sal Os caminhos para a Petrossal alcará o país a um novo patamar nas discussões com outros países. “Isso é de uma transcendência Trivial do Nilmar incomensurável. O ping pong da 4 Rodas Fora de Pauta http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  5. 5. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 2 of 22 Uma entrevista sobre o Pré-Sal Vocês gostaram dessa expressão?”, perguntou, fazendo a plateia rir. “Para quem começou o mandato A discussão sobre o voto em lista falando “menas”, estou chique.” A não matéria sobre o TCU Lula descartou interesse em levar o país à Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo). “A Opep não manda nem nos preços do petróleo.” Minutos antes, Lobão havia comentado que, devido ao pré- CALENDÁRIO sal, o Brasil passou a ser convidado para as reuniões do grupo. Maio 2009 S T Q Q S S D A cerimônia começou às 18h, com duas horas de atraso, porque Lula decidiu voltar ao hotel para descansar 1 2 3 depois do almoço com o governador do Rio, Sérgio Cabral. Um pequeno recipiente transparente, em forma 4 5 6 7 8 9 10 de barril, continha o óleo que veio da plataforma. Foi passando de mão em mão por cerca de dez pessoas, 11 12 13 14 15 16 17 entre elas o cantor e compositor Martinho da Vila, o tetracampeão Raí e a atriz e diretora de cinema Carla 18 19 20 21 22 23 24 Camurati. 25 26 27 28 29 30 31 « Abr Por fim, o recipiente chegou às mãos de Gabrielli, que chorou. Ele foi cercado por Lula, Lobão e Dilma. “Petrobras, vocês são os caras!”, exaltou Lula ao fim da cerimônia. q Segundo Gabrielli, o teste de extração vai durar 15 meses. A produção será metade dos 30 mil barris diários prevista inicialmente. A redução se deve à dificuldade em queimar na plataforma o gás que vem associado ao óleo extraído. Clique aqui para ler os textos antigos de Luis Nassif. Comentário Há uma longa discussão pela frente, sobre como explorar o pré-sal. Direito de Um dos pontos de dúvida é sobre o papel da Petrobrás. Tempos atrás lançamos, aqui, a proposta de que o Resposta governo capitalizasse a Petrobrás com a parte que lhe toca na bacia de Santos. O sistema seria o de juntar todas as concessões, considerá-las como em uma bacia única. Depois, medir as reservas totais e considerar Se foi atacado pela mídia e não teve direito de resposta, clique aqui para como do Estado a parcela que não foi concedida. Haveria uma capitalização da Petrobrás com esses recursos colocar a sua versão. e os dividendos reverteriam para o Estado - ou para prioridades claramente definidas pelo governo, após amplo debate com a sociedade. Ontem, o Ministro Edison Lobão, das Minas e Energia, descartou essa possibilidade. Falou especificamente em nome próprio. Mencionou-se a possibilidade de uma nova estatal para cuidar das reservas. Seria uma empresas enxuta que ARQUIVOS trabalharia apenas na administração das reservas e na confecção dos contratos com as empresas que maio 2009 ganhassem o direito de explorar a área. A rigor, uma proposta não conflita com a outra. A única diferença é abril 2009 que esta essa nova estatal teria reservas e teria ações das empresas capitalizadas com as reservas. março 2009 fevereiro 2009 janeiro 2009 Não teria lógica essa estatal administrar contratos e parcerias, dispondo a Petrobrás de todo esse know-how. dezembro 2008 A lógica seria que administrasse os recursos advindo da exploração, mas deixando o trabalho de prospectar agosto 2007 parcerias ou de explorar à própria Petrobrás. julho 2007 junho 2007 Clique aqui para ler a cobertura do evento. maio 2007 abril 2007 Enviado por: luisnassif - Categoria(s): Sem categoria março 2007 fevereiro 2007 Tags relacionadas: Lula, Petrobras, pré-sal janeiro 2007 Comentar Permalink Compartilhe dezembro 2006 novembro 2006 outubro 2006 setembro 2006 158 comentários para quot;Pré-sal: um dia históricoquot; agosto 2006 julho 2006 junho 2006 maio 2006 02/05/2009 - 09:10 Enviado por: Marco Vitis setembro 2005 0 A Nação Brasileira conseguiu mais uma importante vitória. Há poucos anos atrás, tentaram mudar o nome para PETROBRAX e privatizá-la completamente. Temos mesmo que ficar muito orgulhosos por mais essa vitória. CATEGORIAS CULTURA Arquitetura 02/05/2009 - 09:27 Artes Gráficas Enviado por: Paulo Kautscher-São Gonçalo-RJ Cinema Costumes Dia do Trabalho: iniciativa privada terá que esperar [ PRÉ-SAL ] Crônica Fotografia Poesia RIO - Mesmo que o governo defina o novo marco regulatório do pré-sal daqui a dois meses, nada garante que os campos sejam Regional concedidos à iniciativa privada nos próximos anos. Pelo menos é o que afirmou sexta-feira o ministro de Minas e Energia, Edison Televisão Lobão, antes da cerimônia do Dia do Trabalho, no Rio, que marcou o início da produção do campo de Tupi, na Bacia de Santos. Lobão justificou que, por estarem com excesso de áreas já concedidas para exploração, as petroleiras que operam no Brasil vão ter que provar capacidade financeira de desenvolvimento nas áreas do pré-sal. DIPLOMACIA Com relação aos principais pontos ainda em aberto do novo marco regulatório, Lobão fez questão de afirmar que o grupo interministerial que discute o anteprojeto de lei ainda não bateu o martelo em favor da adoção de contratos de partilha ou da criação da nova estatal pensada para administrar os contratos dos campos do pré-sal. O contrato de partilha prevê a contratação ECONOMIA de petroleiras para desenvolvimento dos campos na condição de prestadoras de serviço, com a remuneração em petróleo. Hoje, Agricultura a legislação brasileira prevê só contratos de concessão. Cabeção Coluna Econômica Crise http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/05/01/e010525350.asp Energia Logística http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  6. 6. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 3 of 22 Negócios Novo Modelo 02/05/2009 - 09:32 Enviado por: Romanelli ESPORTES …e já começou as operações em dia de FERIADO NACIONAL, pagando hora extra ? Xadrez Não tinha um dia melhor não ? FORA DE PAUTA 02/05/2009 - 09:37 Enviado por: amelia GESTÃO Cidades Corrupção é um absurdo criar mais um cabide de empregos as custas do povo! GESTÃO PÚBLICA 02/05/2009 - 09:42 Licitação Enviado por: França A festa é deles, mas quem pagou os impostos p isto fomos nos, e garanto o q vai nos sobrar é mais impostos, p delirio das elites HISTÓRIA de esquerda e de direita, alias quanto tempo mais p esta atual elite, nos transforme em uma Venezuela. Brasileira JUSTIÇA 02/05/2009 - 09:44 Enviado por: cearenseinvocado A geração atual, vide resultado do ENEM, não tem nada , mas não por falta de dinheiro. Isso nunca faltou, posto é até possível MEIO AMBIENTE entrar em bando público, sair de lá com milhões e deixar só uma das meias como garantias. MÍDIA Blogs 02/05/2009 - 09:46 Enviado por: Ricardo Razuk MÚSICA Bem ! Acho que chegou a hora de nós Brasileiros. Agora com o negocio bem administrado, “É só lavar a égua e ensaboar o Choro pôtro” Erudita Brasileira Erudita Internacional Jazz MPB 02/05/2009 - 09:49 Pop Enviado por: zanuja Rádios virtuais Violão Falou Lula também: ” E pensar q queriam privatizar, e vcs não deixaram, e até o mudar o nome …” Foi uma bofetada no psdb. POLÍTICA 02/05/2009 - 09:51 Eleições Enviado por: Jimes Internacional Movimentos Sociais Novo Mundo E a Folha vem com um artigo do tipo “deixa tudo como está”, de manter os leilões, entregar os bilhetes premiados e produzir tudo logo, ignorando qualquer outro aspecto… O especialista em questão pode até estar certo nas contas, mas o foco da notícia está distorcido. POLÍTICAS SOCIAIS Educação 02/05/2009 - 08h58 Fome País deixa de arrecadar US$ 10 bilhões ao ano com indefinição do pré-sal, diz especialista Previdência Publicidade Saneamento da Folha de S.Paulo, no Rio Saúde Segurança Ficou parecendo aquela notícia que o BB perdeu 3 bi da noite para o dia por conta da mudança de comando. Terceiro Setor RELIGIÃO 02/05/2009 - 09:52 Enviado por: zanuja SEM CATEGORIA Por favor gente, ontem foi o DIA DO TRABALHADOR. Dia do trabalho é td dia. TECNOLOGIA 02/05/2009 - 09:55 C&T Enviado por: Marcos Doniseti Ciência Defesa Internet Temos que garantir que os recursos do pré-sal permaneçam no país e que os lucros gerados sejam investidos na melhoria das Software condições de vida da população. Para isso, será necessário um novo marco regulatório que garanta tais avanços. Universidade Se for necessário criar uma nova estatal para isso, então que seja feito. Mas, se o governo recomprasse as ações da Petrobras em mãos de investidores privados os lucros do pré-sal ficariam com o governo, que aumentaria a sua participação no capital acionário da empresa. Não é possível que a Petrobras continue sendo, majoritariamente, apenaqs 37% de capital nacional. O sr. FHC vendeu grande TAGS parte das ações da empresa para investidores privados, principalmente estrangeiros, a preços ridiculamente baixos e, por isso, hoje são esses investidores que ficam com a maior parte dos lucros da empresa. Banco Central Bolsa Família Copom crise Daniel Dantas De Sanctis Folha Não se deve permitir que, novamente, e tal como aconteceu ao longo de séculos, as riquezas nacionais tragam lucros e Gaza Gilmar Gilmar Mendes benefícios para pessoas que sequer vivem e trabalham no Brasil e que desejam saquear as nossas riquezas. Israel Lula Mídia guerra internet Obama Protógenes Lula deveria lançar uma campanha popular, mobilizando os movimentos sociais e a população para garantir que a mudança do Satiagraha STF Veja marco regulatório do petróleo garanta a permanência dos lucros oriundos do pré-sal no Brasil e que os mesmos sejam investidos em projetos de educação, saúde pública, saneamento básico, transportes coletivos, em ciência e tecnologia, habitação, melhorando as condições do povo brasileiro, que é quem, verdadeiramente constrói as riquezas do país. Chega de saque! Chega de pilhagem! Chega de ser colônia!! 02/05/2009 - 09:55 Enviado por: Jimes http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  7. 7. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 4 of 22 “# 02/05/2009 - 09:32 Enviado por: Romanelli …e já começou as operações em dia de FERIADO NACIONAL, pagando hora extra ? Não tinha um dia melhor não ?” Sr Romanelli, por acaso você acha que a produção é por bateladas? Que o pessoal de área industrial trabalha em horário administrativo, 5×8? 02/05/2009 - 09:58 Enviado por: Jimes “é um absurdo criar mais um cabide de empregos as custas do povo!” LINKS RELACIONADOS É impressionante a lesão que essa mídia porca causa na mente das pessoas. A Comunidade do Blog Blog do Mello 02/05/2009 - 10:02 Comunidade de Gestão Enviado por: sonia Comunidade Verso e Prosa Leandro Fortes Sempre votei no PT e no LULA,agora vou votar na DILMA.Complexo de vira-lata adeus. Luiz Carlos Azenha O Biscoito Fino e a Massa O Caso de Veja 02/05/2009 - 10:08 Enviado por: Arnóbio Paz LUIS NASSIF INDICA O pré-sal ,deve ser mais uma reserva estratégica , é um garoto propaganda deste governo ,porque na realidade esta na contra mão em termos de energia limpa ,todos os caminhos inteligente ,para o bem do planeta ,foge do petroleo ,e todo mundo esta A Comunidade do Blog empenhado em pesquisar novas fontes de energia .Petróleo não mais. Blog do Mello Comunidade de Gestão Comunidade Verso e Prosa 02/05/2009 - 10:15 Leandro Fortes Enviado por: Wagner sá Luiz Carlos Azenha O Biscoito Fino e a Massa Enquanto a Petrobras segue dando exemplo de competência, a Vale doada pela oposição aos gringos anda de marcha ré ! O Caso de Veja 02/05/2009 - 10:17 Enviado por: Arnóbio Paz Enquanto se festeja o pré-sal ,é bom dar uma olhadinha nos gastos do Ministério da Justiça ,com o caratão corporativa,no primeiro trimestre ampliou seus gastos em1.397% , e não é só;A presidencia da República aumentou em 242%,não seria hora de uma CPI ? 02/05/2009 - 10:20 Enviado por: evandro condé Romanelli foi ácido, mas, segundo informação antiga, o pessoal da administração também ganha periculosidade ou insalubridade. É informação falsa? Alguém poderia desmentir? Seria um favor até. Quanto a regulamentação, temos o exemplo do pessoal do mar do norte que pelo menos não é dado a tanta generosidade. 02/05/2009 - 10:22 Enviado por: jackson figueiredo É motivo de orgulho para este Brasil. É realmente uma grande conquista. Imperioso tão somente que estes fatos brilhanrtes surgindo a cada dia, despertem em quem tem responsabilidade pelos destinos da Nação, sentimentos de um orgulho puro, saudável, cristalino, tudo de olho no futuro desta grande reserva econômica mundial, Brasil, que haverá de sustentar as necessidades de sobrevivência da humanidade.Que o comando do país identifique de olhos arregalados, os gaviões que nos rodeiam e faça com coragem uma desinfecção, uma limpeza, colocando em posições importantes, pessoas com perfil ilibado, que vejam a Pátria acima de tudo. Tenho certeza que o país haverá de ser outro. Ora, não temos visto isto na linha de frente do comando da Nação. Que sejamos vitoriosos! saudações. Jackson Figueiredo 02/05/2009 - 10:27 Enviado por: expatriado Romanelli, Que crítica foi essa? Ao invés de reconhecer o dia histórico, você resolve atacar o fato de que se trabalhou no dia 1o de maio. Você está acostumado a descansar nos feriados, natal, ano-novo, carnaval, não está? Mas quem trabalha em plataforma de qualquer empresa de petróleo descansa quando a escala permite (não nos dias santos ou feriados nacionais). É assim na costa do Brasil, é assim no Mar do Norte, é assim no Golfo do México. E não é só a Petrobrás. Indústrias químicas, papeleiras, siderúrgicas, de utilidade pública não param. Supermercados, postos de gasolina, motoristas, taxistas, jornalistas… Os porteiros do seu prédio. Muita gente trabalha em dia de Feriado Nacional. A extração de petróleo do pré-sal pela Petrobrás é um marco para o Brasil. Parabéns a Petrobrás e aos seus funcionários. 02/05/2009 - 10:29 http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  8. 8. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 5 of 22 Enviado por: André Oliveira O maior perigo de uma nova estatal será ela se tornar um grande cabidão de empregos. Se a Petrobrás tem a experiência, o know how, mão de obra qualificada e recursos por que criar uma nova empresa? Não faz sentido. E o Lobão não é confiável. Deve-se deixar com Petrobrás. 02/05/2009 - 10:30 Enviado por: Jimes En passant, diga-se aliás que é deprimente o nível da discussão sobre este assunto nos fóruns de comentários dos sites da mídia hegemônica, por exemplo no da Folha e no de O Globo. Um show de bravatas escoradas em disparates já publicados pela mídia. Pseudo-intelectuais agressivos regurgitando em profusão a gororoba venenosa que nem sabem digerir. Um verdadeiro campeonato de quem grita mais alto, debate construtivo quase zero. Tenho pena daquelas pessoas. Ainda bem que temos espaços melhores. 02/05/2009 - 10:32 Enviado por: Lacyr A cada comentário do tipo “cabide de emprego” que vejo o refluxo retorna… Prezados blogueiros preocupados com os servidores públicos, taxando-os, todos, de inertes. Gostaria de vê-los atirando suas pedras, também, nos servidores públicos mais abastados que gastaram milhões com passagens aéreas, com aluguéis de aeronaves, com tratamento VIP, e por aí vai. O que entristece é que os desavisados caem no conto de indivíduos que provocaram privataria com empresas que empregavam, bem ou mal, cidadãos brasileiros. Hoje, ah hoje emprega menos que 1/3 do número de funcionários e parte deles nem brasileiros são. A tarifa de telefonia, ora aumentou só um pouquinho. Espero que os prezados blogueiros fiquem mais atentos às palavras de indivíduos mal intencionados, popularmente conhecidos como políticos mal intencionados. Assim, supondo que um político desses fosse nosso médico, ao detectar vermes parasitas em nosso intestino, não indicasse extirpar o órgão. Basta erradicar os vermes. Mas talvez o remédio erradique alguns deles também, não é? 02/05/2009 - 10:33 Enviado por: Adolfo Gomes Que toda esta encenacao, nao seja mais uma forma de antecipar o processo sucessorio que se aproxima. Tomara que mais uma vez nos o povo brasileiro nao sejamos usados, para atingir interesses de perpetuacao no poder. Vamos mais uma vez sonhar, que nossas riquezas naturais, finalmente sejam usadas para oferecer ao sofrido povo brasileiro, a oportunidade de ter boas escolas, uma saude decente, seguranca publica de qualidade, que afinal ja nos garante no papel a utopica Constituicao de 1988. Vamos acreditar, afinal somos brasileiros e nao desistimos nunca, como apregoa a propaganda oficial. 02/05/2009 - 10:35 Enviado por: Roberto São Paulo;SP AGÊNCIA PETROBRAS DE NOTÍCIAS, 27/4/2009 15:20:08 http://www.agenciapetrobrasdenoticias.com.br/materia.asp?id_editoria=8&id_noticia=6473 Presidente da Petrobras participa do seminário Gás na Economia ………………Gabrielli destacou que serão investidos US$ 29 bilhões no desenvolvimento da produção do pré-sal até 2013. Desse total, US$18,6 bi serão destinados à Bacia de Santos. O Teste de Longa Duração de Tupi e o lançamento do primeiro edital, em maio, de 28 sondas a serem construídas no Brasil foram citados como exemplos da infraestrutura prevista pelo pré-sal. Com esses esforços “a previsão é que em 2013 os primeiros blocos do pré-sal estejam produzindo, em média, 219 mil barris de óleo por dia. Um volume que deverá subir para 1 milhão 336 mil bpd em 2017; e para 1 milhão 815 mil em 2020, só de óleo proveniente desses reservatórios. Números que dobram a atual produção diária da companhia no Brasil”, informou o presidente…………………………. 02/05/2009 - 10:39 Enviado por: Plinio de Souza Tenho uma duvida, é verdade que o Brasil vende gasolina por um preço lá em baixo para a Argentina ou o Uruguia? 02/05/2009 - 10:39 Enviado por: Antonio Jorge Bacha Parabens para a PETROBRÁS e para as GERAÇÕES DOS ANOS 50,60,70 QUE PAGARAM AS CONTAS. Pagaram as contas falta de escola, falta de política social e investimento em desenvolvimento. PARABENS AO POVO BRASILEIRO QUE AGORA TEM UM INSS INVERTIDO, ou seja ganha igual despesas com o instituto. Isso só acontecerá se não sangrarem as contas da PETROBRAS COMO FIZERAM COM O INSS. DESVIARAM VERBAS, LEGALMENTE, macomunados os poderes LEGISLATIVOS e EXECUTIVOS. Vamos festejar o acontecimento e ficar de olho nas aplicações dos recursos advindo dela. PARABENS POVO BRASILEIRO e não a PETROBRÁS. 02/05/2009 - 10:44 Enviado por: França Não entendo certos caras, a Petrobras só consegui o dinheiro p investir no pré sal, graças a capitalização feita por FHC, já se sabia q existia petroleo lá a 20 anos, não se tinha dinheiro e tecnica p fazêlo, agora aparece um monte de pai da criança. 02/05/2009 - 10:46 Enviado por: Odorico Carvalho Jimes, http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  9. 9. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 6 of 22 Ponho minha assinatura nas suas observações. Tem muita gente com o cérebro destruído pelas loucuras do Chapeleiro e sua trupe. 02/05/2009 - 10:47 Enviado por: Eduardo Casares …puro marketing, alias,como tudo nesse governo… 02/05/2009 - 10:51 Enviado por: França Conf dito pelo NASSIF q FHC devia ter trocado a dívida por REAIS, agora podemos trocar a dívida por PETROLEO, ou este gov não tem a famosa capacidade p isto, os únicos dois programas anteriores, fome zero e biodiesel, nãoderam certos, p Lula e PT, só acerta turbinar com este montão de impostos, programas já existentes. 02/05/2009 - 10:56 Enviado por: Ronaldo Sanches Ao Sr Romanelli: As plataformas e refinarias da Petrobrás operam 24 horas por dia, todos os dias do ano. 02/05/2009 - 11:01 Enviado por: Brasil de Abreu É gratificante saber que no litoral brasileiro foi descoberto e agora extraído tamanha quantidade de petróleo, claro que a notícia movimenta não só a curiosidade do mundo, mas, também o interesse comercial com o Brasil. Entretanto, o presidente está certo de se precaver tendo tal ”tesouro”, estudando detalhadamente o que fazer com essa riqueza, não mostrando tanta sede e friamente calculando o mais corretamente possível para preservar as nossas futuras gerações. Tem mesmo de ver e rever por diversas vezes É como o comentarista Marco Vitis acima disse: Quizeram até privatizar a Petrobras, mudando seu nome para PETROBRAX. Pura palhaçada, é como se trocasse o nome do Brasil para BRASIX. Isso antes da extração ora noticiada, imaginem se fosse agora! Há aqueles que digam que trata-se de apenas uma pirotecnia de 1º de maio, talvez estivesse contente se festejássemos com as ”batalhas” e protestos ocorridos nos países tidos como desenvolvidos. Essa notícia da 1a. extração de petróleo no pre-sal, foi a mais gratificante na história deste país, digna de aplausos de todos nós brasileiros. Mas, há sempre aqueles derrotistas, que ao noticiarmos para o mundo sobre esse marcante fato, preferem mostrar todas as mazelas, tentando encobrir as coisas boas que aqui ocorrem, passando ”titicas” sobre o seu próprio berço. Claro que temos muita coisa ruim para noticiar, mas pelo AMOR DE DEUS, devemos prestigiar pelo menos UMA VITÓRIA DESTE NOSSO QUERIDO BRASIL. E VIVA O NOSSO PAÍS, ESTAMOS DIANTE DE UM FUTURO PROMISSOR, PARA BRASILEIROS E TODO O PLANETA VER! A QUANTO TEMPO NÃO VEMOS NOS NOTICIÁRIOS TÃO BOAS NOTÍCIAS DO NOSSO BRASIL! Eu sou brasileiro, com muito orgulho e muito amor, e, só com este sentimento é que faremos deste País uma certeza promissora para um futuro não muito distante, já iniciamos. 02/05/2009 - 11:01 Enviado por: Graca A Petrobras e nossa apesar de todas as tentativas de doa-la ao capital privado. Um VIVA ao povo brasileiro, ao nosso presidente Lula, as trabalhadores da Petrobras. 02/05/2009 - 11:04 Enviado por: Rubens De que adianta, tanta descoberta de petroleo, se preço é o mais caro do mundo….a gazolina tem 25% de Álcool e mesmo asim, esta chegando as 3 reais…..o proprio Álcool, esta a quase 2 reais…..não sei se essa descoberta é para comemorar .. Pois para nos brasileiros não adianta muito…..um litro de gazolina na venezuela é 0,10 centavos…… 02/05/2009 - 11:12 Enviado por: Wagner sá A falta de informação é um sério problema ! Na área operacional da Petrobras não existe feriado, Natal, Ano Novo e etc todo dia tem trabalho ! O trabalho é insalubre, perigoso e exige mão de obra qualificada ! A grande maioria das pessoas nem imaginam o que acontece em uma plataforma, caso contrário não ficariam falando bobagem ! Enfim, Deus perdoa que não sabe o diz ! 02/05/2009 - 11:13 Enviado por: Wagner sá A falta de informação é um sério problema ! Na área operacional da Petrobras não existe feriado, Natal, Ano Novo e etc todo dia tem trabalho ! O trabalho é insalubre, perigoso e exige mão de obra qualificada ! A grande maioria das pessoas nem imaginam o que acontece em uma plataforma, caso contrário não ficariam falando bobagem ! Enfim, Deus perdoa quem não sabe o que diz ! 02/05/2009 - 11:15 Enviado por: Olavo Perondi Dia histórico. A imprensa deveria ter dado muito mais destaque. Lembram do Roberto Campos, aquele maluco que chamava de Petrosauro… pois é, o tempo corrige e coloca as coisas no lugar . E o psdb que quis privatizá-la… como fez com a Vale. Viva o Brasil e parabéns Lula pelo ousadia e coragem em investir em pesquisa. Nada acontece por acaso. Estou orgulhoso do Brasil e do Lula. Olavo 02/05/2009 - 11:15 http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  10. 10. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 7 of 22 Enviado por: NoMo O governo continua trabalhando, e sempre em prol do país, sobretudo dos menos favorecidos pois a elite sanguessuga já está mais do que gorda nesses 500anos de boa vida. A elite, cujo representante maior é o rei fernandinho, o DOADOR-MOR da república, só sabe é falar, criticar, agourar. NESSES TEMPOS DE CRISE, torcem pelo pior, se alegram com os números ruins da economia, mas saber fazer só superLula. Estivéssemos num governo tucano, prostrados de joelhos no FMI estaríamos… VIVA superDilma! 02/05/2009 - 11:36 Enviado por: rique Precisa explicar o que vem a ser a nova empresa,gestora dos recursos do pré-sal. Há sério risco de bacharelandos de terceiro grau,não alcançarem os esclarecimentos metalúrgicos. 02/05/2009 - 11:44 Enviado por: José Simões Brasileiros; Independente de ideologias políticas, acredito sinceramente que este é um marco histórico para nosso Brasil. E aos que querem tirar o brilho da luta da Petrobrás por esta vitória, e aos que querem nos dividir, um conselho: Estamos todos no mesmo barco, e aos náufragos não haverá salvação! Assim sendo, peço maior equilibrio e sensatez, pois ao longo destes 500 anos sempre andamos de cabeça baixa. Acho que chegou a hora de levantarmos nossa auto-estima, mesmo com os vários problemas sociais e educacionais que ainda temos, e seguir em frente. Ficar culpando e remoendo os erros do passado, ou o que é pior, tentando menosprezar nosso País, por culpa de des(governos), não nos levará a nada. Nossa Pátria é muito maior! Por isto peço-lhes, amem o Brasil, independentemente de siglas partidarias´, rancores, ódios e sizanias. Nosso País merece! E vale sempre lembrar palavras ditas, não muito tempo atrás, por alguém a quem muito admiro: ” Não pergunte o que este País pode fazer por vocês, mas o que vocês podem fazer por este País”. Amo este País chamado B R A S I L, minha, sua, nossa P Á T R I A ! J. Simões 02/05/2009 - 11:46 Enviado por: Ivan Moraes “O presidente disse que a regulamentação vai mudar e que isto ocorreu em todos os países que descobriram grande reservas de petróleo” Quantos deles nao terminaram enfiados em guerras ate o pescoco, decada apos decada? Quantos deles nao terminaram com um aumento da miseria? Essa eh a “nova empresa” do Brasil, a Petrobrax. 02/05/2009 - 11:48 Enviado por: Ivan Moraes “Temos que garantir que os recursos do pré-sal permaneçam no país e que os lucros gerados sejam investidos na melhoria das condições de vida da população”: Donisete, nao vai acontecer. O pre-sal eh o novo “minerio de Minas”. Alguem notou que a gasolina brasileira esta entre as mais caras do mundo? 02/05/2009 - 11:56 Enviado por: Robson Rocha fico muito feliz em saber que o Brasil tem um grande potencial de se tornar um pais independente no segmento petróleo, mas fico muito triste por saber que temos a gasolina mais cara do mindo, será que agora teremos a compreensão de nossos governantes que diz que regula os preços, mas o que vejo é uma verdadeira robalheira desde o mais elevado posto ao menor posto do governo todo dia tem um escandalo novo que no fim acaba em CPI da PIZZA. E quem paga a conta somos nós, abram os olhos Brasileiros é bem capaz de nós ficar-mos só na saudade deste novo PRE SAL, e os preços da gasolina só aumenta. para os que dizem que governa que legislam que executam esta uma maravilha, pois não pagam nada usam e abusam das mordomias que nos pagamos apara eles. o que mais dizer, a não serabram os olhos Brasileiros. 02/05/2009 - 12:01 Enviado por: Carlos Que dia histórico. O que está debaixo do subsolo ninguém tira é do povo brasileiro. Sou a favor da criação de uma nova estatal, caso contrário toda essa riqueza vai embora do País, pois irá beneficiar apenas uma minoria, no caso os acionistas da Petrobrás. 02/05/2009 - 12:06 Enviado por: Marco Antonio Pois é. Se tivesse sido privatizada pelos tais 6 bilhões ( no meio do ano passado, as ações alcançaram o valor de 287 bilhões) e fosse encontrado petróleo nesses campos, hoje estaríamos vendo o Bom Dia Brasil e a Veja anunciarem mais uma vez a competência gerencial da iniciativa privada sobre a estatal. Como ocorreu o contrário, tanto com a excelência da Petrobrás quanto com a crise econômica provocada exatamente pela adoção dos conceitos econômicos neoliberais, o que resta a fazer é criar manchetes que disfarcem ou impeçam a constatação de que o país desembarcou a tempo do navio afundado. 02/05/2009 - 12:11 Enviado por: Evaristo Almeida Eu acho que uma parte substancial dos recursos do pré-sal devem ser integralmente investidos em educação. Dará para montar um sistema educacional nos moldes do da Filândia, o melhor do mundo. Nesse sistema totalmente público, gratuito e laico, as aulas devem ser em período integral, os professores ganharem salários decentes, as instalações de primeira e os alunos terem aulas de conhecimento geral, música, teatro e cidadania. Assim vamos construir uma nação justa para todos. http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  11. 11. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 8 of 22 02/05/2009 - 12:16 Enviado por: Ubiratan Existe uma Petrobras e entorno outras Petrobras,mas,num todo e objetivos existe uma so Petrobras dando oportunidades para o crescimeno industrial brasileiro coisas que no passado seria impossivel causado pelo X-MANFHC e sua trupe 02/05/2009 - 12:29 Enviado por: Roberto Leal Prezado Nassif, Compartilhar a alegria do presidente Lula por esta conquista admirável da Petrobrás, tanto no aspecto tecnológico quanto na projeção do significado extraordinário para a economia nacional. Antes que ufanismo barato é a alforria de séculos de exploração e subserviência aos interesses estrangeiros. O complexo de terceiromundismo decorrente daquelas épocas deve ser relegado às cinzas do milênio passado, pelo menos a partir de 2003, com a ascenção ao poder de uma espécie de sapo barbudo originário do sertão de Pernambuco, lapidado por poeira de pau-de-arara, limalha de metalúrgicas, traquejo sindical e preparo para governar aliado à paciência e extrema identificação popular ao longo de 4 disputas à presidência. Unicamente por conta das ações sabotadoras das elites retrógradas aliadas ao que de pior existe na mídia, a população ainda permanece sob um certo torpor como se houvesse uma cortina embaçando o porvir radiante que torna-se realidade. A partir de agora, ao contrário do que já se posiciona o PIG, há que se redefinir o direcionamento destes novos recursos para o encurtamento das diferenças sociais e obtenção de um salto de qualidade na infra estrutura de todas as cidades, estradas, meio ambiente, educação, saúde, etc. Lamentável é a mesquinhez e a indigência das vozes oposicionistas cujos amargos e despeitados argumentos são densos como isopor e consistentes como suspiros. 02/05/2009 - 12:34 Enviado por: Roberto Fonseca Se é uma coisa que eu detesto é o bajulismo(ou bajulação?). Eu quero que a Petrobrás deixe de ser uma empresa que protege só os seus íntimos e preste atenção e dê emprego para o povaréu, o qual, tem em seu meio pessoas dignas e capacitadas para ocupar bons cargos nela. Acabem com esse negócio de engrandecer as empresas e humilhar o povo. Ela é verdadeira Gulliver entre os Liliputianos, que recebem os seus salários minguados nas empresas terceirizadas, chamadas de “gatas” pelos que nela labutam A Petrobrás é de uma 1/2 dúzia ou pertence aos brasileiros, em geral? Fica essa pergunta no ar. RF 02/05/2009 - 12:36 Enviado por: Jaide Nassif, Com a suprema corte, a grande imprensa e grandes partidos políticos “arumando” tudo para uma retomada do poder a qualquer custo, compartilho cada vez mais do sentimento expresso há tempos por um leitor deste blog: “pré-sal: tomei conhecimento da descoberta mas nem penso em alternativas de uso de seus rendimentos em prol do Brasil, pois o mais provável é quel tal riqueza, como outras, sejam subtraídas de nosso país em “tenebrosas transações”. Infelizmente. 02/05/2009 - 12:38 Enviado por: Lacyr Francamente, torcer contra o próprio país em detrimento de políticos e políticas que se vão em, no máximo, 8 anos é realmente… (completem vcs mesmos). Eu, particularmente vou torcer para que os que venham sejam melhores que os anteriores. FHC!?! Vá de retro! Gostaria de observações do Nassif a respeito da capitalização do Brasil da era FHC. Por favor. 02/05/2009 - 12:41 Enviado por: Gilberto José Muniz O maior presente já recebido pelos trabalhadores foi o inicio da exploração do Poço Tupi. A estimativa realista é de produção recorde e dinheiro a rodo. A má noticia é o silêncio absurdo que a midia ofereceu ao país. A notícia mais importânte foi relegada a praticamente “um nada”, “boca de siri”, e as poucas, como a do Jornal Folha de São Paulo, no lugar de notícia - (jornais existem para informar), publicou texto ideológico “BRASIL PERDE 10 BILHÕES POR ANO POR NÃO INICIAR AS OPERAÇÕES DOS POÇOS DE PÉTRÓLEO DESCOBERTOS”. o QUE O JORNAL NÃO DIZ É QUE MENOS DA METADE DA PETROBRÁS É DE BRASILEIROS, O QUE INFERE UM BANQUETE AOS CARRAPATOS DO BRASIL E UM LANCHINHO PARA A MASSA DE SEUS CIDADÕES. O PSDB doou a estrangeiros o direito de propriedade dos poços que fossem encontrados. Pois bem> Mesmo sendo descobertos pela Petrobrás, máfia das midias - as empresas Globo, tentam fazer incidir sobre as propriedades da Petrobrás, os mesmos benefícios para os estrangeiros e iniciativa privada, como se fossem eles os proprietários. É um absurdo. O PSDB tentou trocar o nome da estatal para 02/05/2009 - 12:49 Enviado por: Wagner sá Realmente a iniciativa privada tem mostrado muita competência no Brasil ! Telefonia a mais cara do mundo, qualidade meia boca ! Pedágios os mais caros do mundo, estradas meia boca ! Metro (RJ) os mais caros do mundo, vive entulhado ! Ferrovia (RJ) aumentou a tarifa em 450%, um lixo ! Barcas (RJ) um lixo ! Internet banda larga (RJ) um lixo ! etc.. etc.. etc.. Tá difícil ! 02/05/2009 - 12:49 Enviado por: Marcos R S Gomes Topo http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  12. 12. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: um ... Page 9 of 22 Fico orgulhoso em ver que nosso país está muito bem administrado e no caminho certo! Com atual crise mundial o NEO- LIBERALISMO do Sr. FHC e sua turma ruiu……… Vemos as estatais bem administradas e gerando receitas….PETROBRAS, BB e Caixa, entre outras, são um excelente exemplo! Lula vc pode não ter diploma de Graduação, mas considere-se Doutor em Administração Pública,…… 02/05/2009 - 12:55 Enviado por: glaucia hellena Cavalcante A PETROBRAS É UM ORGULHO PARA O BRASIL! É um patrimônio que devemos proteger da política neoliberalista do PSDB. Não podemos esquecer que a VALE foi privatizada à preço de banana pelo FHC. O SERRA é um neoliberal convícto, portanto,cuidado com “os entreguistas do patrimônio do Brasil, o PSDB”. 02/05/2009 - 13:01 Enviado por: wilson yoshio Da Série Perguntar Não Pré Sal-va: Qual seria o nome da Petrobrás privatizada pela privataria ? DADABRAX , STEINBRAX OU EIKEBRAX ? (a unção daquele que não deve ser nominado ainda não rendia juros,ztz! frutos! então GEMEBRAX era plano prospectável pro futuro ) 02/05/2009 - 13:01 Enviado por: Luis José Ariosto Pereira Silva Parabens ao presidente Lula, mais um presente que ele dá ao povo brasileiro, ok, soh mesmo no governo popular para o Brasil voltar a ser grande como deveria ser, ao contrario do que era no governo do FHC, o mesmo quebrou o país 3 vezes, vendeu o patrimonio, emfim fez o pior governo da história do Brasil, e o presidente Lula teve que consertar tudo, com Dilma tudo vai melhorar ainda mais, viva o Brasil!!!!!!!!!!!!! 02/05/2009 - 13:07 Enviado por: Ronaldo Sanches Aos leitores deste blog: No blog Brasil,Brasil tem um texto interessante “pré-sal é nosso, será? de Flavia Benfica. 02/05/2009 - 13:08 Enviado por: Valtonio Pacheco A pergunta que não quer calar : Se o PSDB / DEM esttivessem no poder haveria Pré-Sal ? Quem cuida melhor do Brasil e do nosso povo merece gratidão: Lula com seus Ministros (principalmente Dilma) e apoiadores são motivos de orgulho para todos nós . O Brasil está melhorando em todos os sentidos;a propósito, lembo-me que Lula prometera na campanha 2002 que geraria 10 milhões de empregos no seu madato, pois bem, JÁ PASSOU DISSO. VIVA NOSSO GOVERNO! VIVA LULA ! VIVA DILMA! 02/05/2009 - 13:19 Enviado por: José Antonio Meira da Rocha Eu QUERO um barrilzinho daqueles! A Petrobrás deveria vender nos postos de combustíveis. 02/05/2009 - 13:20 Enviado por: José Antonio Meira da Rocha Wagner Sá, você esqueceu da energia elétrica, quatro ou cinco vezes mais cara que no exterior… onde a gente paga pela energia que economiza. 02/05/2009 - 13:56 Enviado por: MIFO A verdade é que o Governo Lula CORUSCA demais. Isso irrita nossos inimiguinhos. 02/05/2009 - 14:04 Enviado por: andré de moura Nassif, é uma pena “nossa” imprensa não dar o devido valor de algo tão marcante e de tanta relevância para uma nação… Mas, felizmente, ainda temos profissionais responsáveis e independentes, como você e poucos outros. 02/05/2009 - 14:08 Enviado por: Sérgio Leandro Apenas espero que processemos o óleo cru retirado do oceano, e que não sejamos apenas um mero extrator de matéria-prima. Espero também que PSDB fique muito tempo longe do governo, pois se isso ocorre, adeus Petrobrás. 02/05/2009 - 14:10 http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  13. 13. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u... Page 10 of 22 Enviado por: emerson Olá Nassif, Me parece que esta discussão sobre a nova estatal esta bem desfocada. Pelo que entendi, não se fala de uma nova Petrobras mas de uma empresa dedicada apenas á administração dos recursos. Quando leio as críticas, me parece que a idéia geral é criar uma nova empresa de extração, enquanto que a proposta original seria de uma empresa de administração. Acho que temos aí um tema bastante fértil para discutir: quais seriam as propostas tucanas para energia e para o petróleo? e as petistas? quais seriam as mais interessantes para nosso projeto de sociedade? qual alternativa? Me assusta lembrar que FHC quase inviabilizou o etanol como combustível, atuou para privatizar a petrobrax, e levou o setor elétrico ao caos culminando com o apagão. Seria Serra diferente? O que ele proporia? Qual foi a posição de Serra no passado sobre estes temas? O que o gov. de SP tem feito? Quem são os formuladores de política energética que Serra ouve? 02/05/2009 - 14:24 Enviado por: Eduardo Vieira Depois da Folha de São Paulo ter divulgado uma suposta ficha falsa do DOPS acusando a Dilma de ter tentando seqüestrar Delfin Neto, nos tempos da ditadura, A revista Veja se adiantando um ano e meio para as eleições de 2010, começou a guerra de difamação contra a possível candidata petista. A Capa da Veja dessa semana, faz acusações levianas, contra ela. Acusando-a de usar o câncer, uma questão íntima e delicada, como propaganda de campanha eleitoral. Nos últimos dias venho acompanhando o noticiário na net e na TV. Dilma e nem o Lula nunca usaram essa questão como arma de propaganda. Quem veio pela primeira vez com essa História foi a FOLHA, ao dizer que a ministra estava com câncer, como pessoa pública, a mesma informou a sociedade, tentando inclusive demonstrar que nada mudava em sua vida. A Estória do uso político surgiu com o blogueiro da Veja, Reinaldo Azevedo, que fez inúmeros artigos atacando a ministra e o Lula, de uma forma raivosa e irracional, coisa típica do mesmo. Quando essa estória estava apenas sendo explorada pelo blogueiro ultraconservador, estava tudo bem. Reinaldo Azevedo já era conhecido por sua militância anti-Lula, e desmoralizado como estava, por defesas polêmicas em favor do ministro do supremo Gilmar Mendes, a Dona da DASLU etc. Isso não gerava nenhum desconforto. O problema foi a Veja, revista de repercussão nacional, participar abertamente dessa campanha difamatória, leviana e de muito mau gosto. A acusação da mesma, dizendo que a Dilma está usando o Câncer para fins políticos, é uma jogada arriscada, pois pode simplesmente desmoralizar a revista, pois transforma um drama humano em jogo político. A impressão que tive foi que a Veja tentou abafar de uma forma grosseira e deselegante a invenção da Folha da tão falada Ficha do DOPS, tentando tirar a atenção do público, para uma questão de cunho pessoal. A estratégia adotada pelos setores conservadores da Mídia, de antecipar os ataques faltando um ano e meio para as eleições, além de mostrar para sociedade a guerra suja que a direita prepara para o período eleitoral. Pode ser muito arriscada, pois pode criar nojo na sociedade e se voltar contra a própria mídia e capitanear simpatia dos eleitores para Dilma Roussef. Espero que a mídia conservadora retorne ao seu equilíbrio, trazendo para o palanque político as grandes questões nacionais, como a reforma política, dos impostos etc. contribuindo para o debate e para a consolidação de projetos que devem ser debatidos pela sociedade. Seria melhor forma da mesma contribuir para democracia:) 02/05/2009 - 14:32 Enviado por: casagrande Nassif Este post deve ter mexido na ferida. Metade dos comentários vieram da campanha do Serra. Leitor de blog também sofre, não só o blogueiro. 02/05/2009 - 14:45 Enviado por: Emanuel Augusto Até o Raí esteve presente? rs 02/05/2009 - 14:47 Enviado por: Maria Angélica Marco histórico sim, e positivo! Distante dos momentos de incerteza e desmandos que passamos na era FHC e seus cúmplices no desmonte das empresas estatais. Quem viveu e sobreviveu, sim porque muitos se suicidaram ou adoeceram gravemente, o tempo das priatizações, da reengenharia que significou o incentivo à aposentadoria e às demissões voluntárias, quem assistiu e sofreu com as mudanças da política de pessoal de incentivo à terceirização desqualificando e sucateando um quadro de ténicos altamente capacitados, tem razões suficientes para se regozijar com as notícias. Verificar que a mídia sonega tão importante fato à maioria da população brasileira, ajuda a explicar a perpetuação do complexo de vira-lata que nos coloca a auto-estima no porão. No mundo do imediatismo e do consumo de enlatados e “fast food” fica patente o péssimo hábito, (de)formado ao longo dos anos de bombardeio diário de notícias fabricadas sob a encomenda dos interesses do poder econômico de quem dá mais, não se chegar nem a reflexão do significado de tal feito por um pelotão de desinformados ou criminosamente direcionado, caso da mídia tradicional. Utilizando da crítica fácil e da partidarização de tudo que venha do governo que “aí está”, incorre-se em erros grosseiros de avaliação, em análises superficiais e tentá-se passar a idéia de preocupação com o país e com os mais pobres. Para quem conhece o segmento petróleo sabe que é um grande feito sim, um grande feito de uma empresa brasileira, hoje não tão brasileira assim graças aos sanguessugas e vampiros, empresa que tem o melhor centro de pesquisa da América Latina, cujos técnicos desenvolveram a tecnologia de prospecção de petróleo em alguns profundas. Empresa cujos trabalhadores labutam em regime de confinamento em plataformas marítimas, sob qualquer condição de clima, em longas jornadas. Pelo menos por um dia devíamos deixar de lado a crítica pela crítica, o destilamento do fel do derrotismo e saudassemos o passo que ora se dá para a conquista, pelo menos, de condições de sobrevivência digna para o povo deste país com emprego, renda, inclusão social dos marginalizados e dos famintos, da possibilidade de encararmos o mundo sem o status de mendigos da boa vontade e do dinheiro do chamado primeiro mundo. Seja qual for o modelo que se escolha para explorar este filão que não seja o destino que se preconizou, sob o (des)governo do boca de sovaco, da privatização como foi o destino da Vale. Um novo mundo ainda é possível. 02/05/2009 - 14:49 Enviado por: Carlos R. Silveira Aos inimigos da privataria: - Se vc for pobre , ou acabou de abrir uma empresa sem capital só com sua força de vontade , vai até um banco público tipo BB, CEF ou Caixa Econômica Estadual de São Paulo agora BB , o único lugar que te aceita, mesmo te enfiando a faca vai ser um Bradesco um Itau …. http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  14. 14. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u... Page 11 of 22 - Acho que vocês também vão ao correio com frequência, é uma beleza de atendimento… - Há no abastecimento do carro também, o preço do nosso combustível é outra beleza que só vendo, Obs.: Esqueçam que nestes três casos as melhores remunerações do mercado são das “nossas” empresas (as empresas do “povo”), BB, CEF , Correio, Petrobras …….. 02/05/2009 - 14:58 Enviado por: Athos Rache Acho que o Nassif tem razao em seu comentario. O governo parece saber o que fazer mas nao parece querer compartilhar com mais ninguem. Considerando que o governo eh PT e a oposicao eh PSDB e demo, eu diria que o debate, neste caso, eh perigoso. Afinal de contas, vamos debater o que com quem queria vender a Petrobras. Na epoca dos primeiros leiloes ja se falava dos campos do Pre-Sal. Ja se sabia… 02/05/2009 - 15:06 Enviado por: everaldo VIVA LULA, mais que nosso presidente , nosso amuleto, nosso pé de coelho, trevinho de quatro folhas. Aos arautos das privatizações, os imbecis econobestas, que acreditam que tudo que é privado é melhor, os nossos compatriotas da Petrobrás lhes calam a boca. Acham estes rola-bostas, melhor pagar lucros aos cartéis, que manter empregados nossos trabalhadores. Mesmo que o nosso presidente queira diminuir o preço dos combustíveis, isto não é possível pois temos que manter o lucro de acionistas. Para estes merdas, que veem toda empresa pública como um cabide de emprego, é melhor paagar dividendos a aplicadores ociosos, que mantermos nosso mão de obra no trabalho. Tornaram nossas empresas públicas, maquiavelicamente deficitárias para justificarem as suas privatizações. A Petrobrás os descaram. Bando de vagabundos. Que entregaram a Vale a preços de abóboras. 02/05/2009 - 15:18 Enviado por: Carlos Magno Barbosa Convêm reler um passado às vésperas das eleições em 2006 para reflexão presente e futura, imaginando p/ exemplo: Agenda de Alckmin prevê retomada da ALCA e privatizações. Após a palestra realizada pelo presidente George W. Bush, durante sua visita a Brasília, no início de novembro, o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM) elogiou a fala do líder norte-americano, destacando a questão da Alca. Na avaliação do senador tucano, essa aliança comercial é de interesse do Brasil e “deve ser buscada e perseguida e não suportada ou adiada”. Para Virgílio, a Alca surgirá com ou sem o Brasil. “Sem o Brasil, fará a alegria do México”, comentou, defendendo que a prioridade da política externa brasileira deveria fazer um pacto político com os EUA, incluindo aí a queda de barreiras alfandegárias. Devia desconhecer as premissas do “Consenso de Washington”. Se estivéssemos na famigerada ALCA nesse momento de crise aguda nos EUA? Pois o México entrou nessa, entregando-lhes todo o seu petróleo e é o país com a menor taxa de crescimento na América Latina; a única ‘ajuda’ com que os americanos retribuiram é a construção daquele muro para impedir a passagem dos chicanos para o seu país. Se o governo ainda estivesse nas mãos desses entreguistas neoliberais, agora que a Petrobrás descobriu mega poços de petróleo e está em vias de se tornar a 3ª mais importante no mundo? Dilma para presidente !!! 02/05/2009 - 15:19 Enviado por: Rosan Amaral Romanelli, você que é um “habitué” deste blog tá devendo uma tréplica aqui neste post. rsrsrs. 02/05/2009 - 15:21 Enviado por: André Oliveira França, Ninguém nunca sabe com certeza se há petróleo em determinada região até se perfurar o poço e o óleo sair. O que se pode saber, e mesmo assim depois de muito estudo, é se há condições geológicas para o acúmulo de óleo. A escolha de uma área para prospectar se faz justamente em cima dessas condições. É por isso que chamam o contrato feito com as empresas de prospecção de contrato de risco. Todos vão mais ou menos tateando no escuro. Quem fizer a melhor análise geológica tem mais chances de se dar bem. 02/05/2009 - 15:27 Enviado por: Oziio Cloves Santos A primeira extração de petróleo da cmada Pré-Sal se deu no Espírito Santo pela plataforma FPSO P-34. 02/05/2009 - 15:31 Enviado por: junior Pelamordedeus, façam oposição ao Lula e não ao Brasil. 02/05/2009 - 15:38 Enviado por: Maria Angélica “Privatizações” “Águas profundas” http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009
  15. 15. Luis Nassif - Sobre economia, política e notícias do Brasil e do Mundo » Pré-sal: u... Page 12 of 22 02/05/2009 - 15:50 Enviado por: Valmir de Costa Interessante! Pela importância Nacional que tem o início da produção de Petróleo de Tupi, a Folha não fez nenhuma chama na porimeira página. Por quê? Será porque tudo deu certo? 02/05/2009 - 15:52 Enviado por: Fernando Moreno O BRASIL virando super-potência. Os nossos filhos e netos viverão em um País maravilhoso. Parabéns ao Governo LULA. 02/05/2009 - 16:00 Enviado por: Roberto Ilia Fernandes Nassif, Quando se fala em pre-sal, ha muita especulacao e pouca certeza. O pessoal da AEPET (engenheiros da Petrobras) tem uma teoria, de que em toda plataforma brasileira haveria algo em torno de meio trilhao de barris de boe (500.000.000.000)! A ver. Nao e a toa que altos funcionarios do Pentagono tem procurado o governo brasileiro, se colocando como compradores preferenciais desse mar de oleo! 02/05/2009 - 16:05 Enviado por: Edson Impressionante como existem imbecilizados! FHC declarou recentemente que não sabia da existência do pré-sal e que por isto privatizou parte considerável da Petrobras. Se não sabia sobre este caso sabia sobre nosso potencial em reservas minerais ao entregar de bandeja a Vale do Rio Doce. Irresponsavelmente desmantelaram e doaram o sistema TELEBRÁS abusando de tudo quanto é tipo de mecanismo para justificar o injustificável. Dominam a mídia venal e o capital utilizando-se de estratégia nazi- fascista para enganar nosso povo. Estes parasitas deveriam ir para o paredão por cometerem descaradamente crime de lesa pátria! Estes pilantras, mesmo desmascarados pelos fatos, continuam sustentando teorias jurássicas como se nada tivesse acontecido no mundo. A pergunta que fica é a seguinte: se o estado não tem capital para investir, como explicar os trilhões de dólares liberados para socorrer ladrões e parasitas nos EUA? A alternativa possível contra estes capetas é fazer mobilização, julga-los em praça pública e envia-los de volta ao inferno. 02/05/2009 - 16:11 Enviado por: n.zwiebel O que mais me preocupa é o edison lobão como ministro. Êste senador e agora ministro, que não entende nada de energia, está metido com a familia sarney até o pescoço em casos de corrupção. Estava até presente na festa da roseana sarney, qdo. a justiça do Maranhão comandada por uma sarney, cassou o gov. Jackson Lago. 02/05/2009 - 16:25 Enviado por: oswaldo j. baldo Quantos comentários ” impatrióticos ” gente que torce contra, cegas aos acontecimentos e verdades que se mostram a todo momento. Este país é muito mais e maior do que querem que acreditemos alguns maus intencionados, argumentos falsos, manipuladores da verdade que não querem por não querem ver, CEGOS, SURDOS, só fofoqueiros de plantão. Claro não estão contidos os argumentos efetuados com seriedade e a procura de verdadeiramente encontrarmos uma melhor massa critica a respeito. Viva o Brasil a Petrobras e a administração vitoriosa do Presidente Lula. 02/05/2009 - 16:27 Enviado por: Maria Isabel De lá pra cá com um poquinho mais: Pré- Sal: para alguns, como o Lula, nossa segunda independência para outros pode ser o ínicio do nosso pesadelo. O fato é que se o Petróleo resolvesse os problemas de uma nação não teríamos tantas sentadas no ouro negro com tantas desigualdades sociais. Um caso a se pensar é se iremos repetir um novo ciclo do petróelo nos moldes históricos de exploração ( Como o Wagner ressalta: operação de alto risco para o meio ambiente e de trabalho) e de repartição do recurso como vem se arrastando secularmente ou se a partir dele e de sua riqueza poderemos nos tornar verdadeiramente independentes do próprio na busca de uma nova matriz energética. Ontem no discuros do Lula, segundo o OGlobo on line, houve uma puxada na orelha dos petroleiros: “Eu quero dizer para vocês, companheiros da direção da Petrobrás, o meu orgulho de ter vocês como parceiros. Eu poderia falar “orgulho de ter vocês como subordinados”, mas (dirigindo-se a platéia) eles não obedecem. A gente define as coisas com eles e ai passam três meses e acontece? Não. A máquina é poderosa, mas aos poucos a gente vai compartilhando o enquadramento e fazendo com que a Petrobrás perceba que ela é que é do Brasil, e não o Brasil que é dela. Ela vai percebendo aos poucos que o brasil é maior do que ela, é mais importante e que ela só existe porque antes dela existia o Brasil”. Falou O Cara pros Caras. 02/05/2009 - 16:43 Enviado por: ZANELLA pode não ser uma fatalidade, mas também não é uma benção 02/05/2009 - 16:45 Enviado por: José Pedro Caros amigos, Este é realmente um momento histórico para o Brasil. Todo cidadão brasileiro consciente, com certeza, está hoje orgulhoso do seu país. http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/05/02/pre-sal-um-dia-historico/ 12/5/2009

×