Dinamica dos bloquinhos com atrito resumo

502 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
502
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dinamica dos bloquinhos com atrito resumo

  1. 1. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 1 DINÂMICA DOS BLOQUINHOS COM ATRITO amFR . amFF SEGURAPUXA . .NFat  gmP . Plano horizontal: PN  Plano inclinado: senPPtg . Projeção do Peso que fica paralela ao plano com sentido para baixo. cos.PPN N  Projeção do Peso que fica perpendicular ao plano com sentido para baixo.  = ângulo do plano inclinado.  = coeficiente de atrito FR = Força resultante (N) m = Massa (kg) a = Aceleração (m/s2 ) g = Aceleração da gravidade Terra: g  10 m/s2 ; Lua: g  1,6 m/s2 FPUXA = Força no sentido do movimento (N) FSEGURA = Força no sentido contrário ao do movimento (N) Fat = Força de atrito (N) (sempre contrária ao deslocamento) P = Força peso (N) (força com que os planetas atraem os corpos; ela é sempre vertical e com sentido para baixo, ou seja, para o centro do planeta) N = Força normal (N) (força perpendicular às superfícies de apoio, gerada por chão, paredes, trilhos, etc) Obs.: A força Normal NÃO é a reação da força peso. EXEMPLOS: 1) Força FAB de contato entre os blocos A e B .AAat NF  gmPN AAA . .BBat NF  gmPN BBB . amFF SEGURAPUXA .      amFF amFFF B A BBatAB AAatAB . . 2) Bloco C descendo e o plano horizontal com atrito. .AAat NF  gmPN AAA . .BBat NF  gmPN BBB . gmP CC . amFF SEGURAPUXA .         amTP amFTT amFT C B A CBCC BBatABBC AAatAB . . .
  2. 2. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 2 3) Bloco A descendo: gmP AA . gmP BB . gmP CC . amFF SEGURAPUXA .         amPT amTPT amTP C B A CCBC BBCBBA AABA . . . 4) Polia Móvel que divide a tração por dois e o bloco B apoiado no chão: gmP AA . gmP BB . amFF SEGURAPUXA .       amPN T amTP B A BBB AA . 2 . Neste exemplo, como o sistema está em repouso a aceleração a = 0. Exemplos com plano inclinado: tg N P=m.g P =P.sen P =P.cos  5) Bloco A descendo: PA > Ptg B gmP AA . gmP BB . senPP BBtg . amFF SEGURAPUXA . cos.BBNB PPN       amFPT amTP BBatBtg AA . . .BBat NF  6) Bloco A subindo: PA < Ptg B gmP AA . gmP BB . senPP BBtg . amFF SEGURAPUXA . cos.BBNB PPN       amFTP amPT BBatBtg AA . . .BBat NF 
  3. 3. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 3 Elevadores: Quando o elevador sobe acelerado ou desce retardado: amPT .  a Quando o elevador sobe retardado ou desce acelerado: amTP .  a Quando o elevador sobe ou desce com velocidade constante: PT  a = 0 1) Força de tração (T) no cabo do elevador. Mude a letra T das fórmulas acima pela letra que está entre os parênteses em cada exemplo. O raciocínio é o mesmo. 2) Força Normal (N) sobre a pessoa dentro do elevador. 3) Leitura do Peso Aparente (Pap) no dinamômetro. 4) Peso aparente (Pap) na balança. 5) Força elástica (Fel) na mola.

×