Regulamento

320 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
320
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
112
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento

  1. 1. REGULAMENTO CAPÍTULO I Art.1° - O Regulamento de Futsal promovido pela Coordenação de Esportes e Organização do Campeonato de Futsal Masculino, tem por objetivo principalmente o congraçamento dos praticantes de Futsal, a formação do caráter, do espírito de equipe e do respeito as normas , estando divulgação e propagação como fatores decisivos no seu permanente desenvolvimento e serão disputados de acordo com este Regulamento ,Leis e Regras da FIFA e CBFS, CBJD,Códigos , Normas e Resoluções da Comissão seguindo regras da F.B.F.S. Parágrafo Único - As equipes disputantes do Campeonato de Futsal Masculino promovido pela Coordenação de Esportes aderem, incondicionalmente, no ato da inscrição, a este Regulamento, bem como as atualizações e ajustamento das regras do jogo como prévia e imperiosa condição pra inscrição e participação no evento de Futsal a inscrição no valor de 200,00 reais. CAPÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO E COORDENADOR DE ESPORTES Art.2°- A Organização e o Coordenador de Esportes cumprirão e farão cumprir todos os dispositivos deste Regulamento e as Leis Desportivas. Art.3°- A Organização e o Coordenador poderá designar um Delegado Para acompanhar uma partida, sendo que sua presidência julgar necessário. Parágrafo Único – O Delegado terá competência de resolver problemas extra quadra, devendo apresentar seu relatório circunstanciado no prazo legal. Art.4° - A Organização e o Coordenador de Esportes competem:
  2. 2. a) Interpretar este Regulamento e zelar por sua execução; b) Elaborar, cumprir e fazer cumprir a tabela dos jogos; c) Designar as datas, os horários dos jogos; d) Designar Árbitros, Anotadores, Cronometrista se delegados, não sendo admitido qualquer veto aos indicados. e) Aprovar ou não, após exame, as súmulas e relatório respectivos; f) Elaborar, com base nos resultados dos jogos aprovados, a classificação do respectivo; g) Expedir a Identificação de atleta, técnico ou treinador, preparador físico, massagista ou assistente técnico. Art.5°- Compete a organização e a divulgação das tabelas dos jogos, as quais deverão ser publicadas com antecedência mínima de 03 (três) dias do início da competição e apos ter sido aprovada pelo Coordenador de Esportes. Art.5°- Nas dependências do Ginásio, a comercialização de Bebidas só poderá ser feita em copos plásticos. A fiscalização será de reponsabilidade do Coordenador de Esportes. CAPÍTULO III Art.6°- O Time que não tiver pagado a inscrição não poderá jogar no Campeonato. 1°- O horário de início dos jogos constará na tabela fornecida pela organização e coordenador de esportes, sendo que para qualquer verificação valerá o horário fornecido pela equipe de arbitragem. Art.7°- O tempo de duração dos jogos será o seguinte: a) Dois períodos de 20 (vinte) minutos. b) O tempo de intervalo para descanso será de 10 minutos. Art.8°- Nenhuma partida poderá ser iniciada ou continuar, com menos de 03 (três) Atletas, em qualquer das equipes disputantes, conforme estabelecido nas regras do futsal.
  3. 3. 1°- O que caracteriza o comparecimento do Time é a presença física dos Atletas na súmula, com a assinatura do capitão da equipe. 2°- Se o fato previsto neste artigo ocorrer com uma ou ambas as equipes, Serão declaradas perdedoras pelo escore de 1 x 0 ( um a zero ) ,para o efeito estatísticos deste Regulamento. 3°- Não será permitida a participação, da mesma, do mesmo atleta, em jogos diferentes, sendo que o simples relacionamento na súmula já impedi a participação em outro time assim inscrito e ter jogado o pelo time inscrito não poderá jogar por outra equipe. 4°- O atleta ou qualquer membro da comissão técnica, apenado, não poderá ser relacionado na súmula do jogo. 5°- O anotador reterá as carteiras de identidade e membros da comissão técnica até o encerramento da rodada. 6°- Os atletas , titulares e substitutos , e membros da comissão técnica deverão ser relacionados na súmula antes do início do jogo. 7°- A equipe que não completar os 15 (quinze) atletas a que tem direito a inscrever na súmula ,não poderá fazê-lo após o início da partida ,sendo igual critério adotado para os membros da comissão técnica. 8°- O prazo para a entrega das carteiras de identidade dos atletas e da comissão técnica 20 minutos antes do inicio do jogo, sendo entregue para os árbitros do jogo. 9°- E vedado a um membro da comissão técnica acumular funções ou transferir de função durante o jogo. 10°- A equipe que, através de seus atletas e ou membros de comissão técnica , desistir da disputa de uma partida ou impedir que ela continue , fazendo com que o jogo seja encerrado antes do seu tempo regulamentar, ou abandonar a disputa de qualquer Campeonato que a Coordenação de Esportes estiver fazendo parte os atletas inscritos e a comissão técnica estarão em suspensão de 1 ano de competições no ginásio de esportes. CAPÍTULO IV DA INSCRICÃO
  4. 4. Art.9°- Somente poderão tomar parte em jogos da competição os atletas e membros da comissão técnica inscrita por sua equipe que apresentem, antes do início do jogo, a carteira de identidade (ou documento com Foto) e o titulo de eleitor, ou sendo mediante autorização do Coordenador de Esportes por escrito e assinado por o coordenador. Parágrafo Único – Não será aceito qualquer outro tipo de identificação pra atletas e membros da comissão técnica, em hipótese alguma. 1°- O prazo de inscrição para os atletas participarem do Campeonato, encerra-se á de acordo com o que constar no sistema de disputa de cada competição. 2°-A condição de jogo para o atleta e membro da comissão técnica será 05(cinco) dias úteis, a contar do 1 jogo que o time participar. 3°- O atleta que já tenha completado ou completará 35 (trinta e cinco) anos de idade durante a competição, terá que apresentar um atestado médico que tenha condições da pratica do esporte. 4°-Os atletas menores de 18 (dezoito) anos de idade ,quando estiver escrito no campeonato , deverá ter a autorização dos pais com firma reconhecida, sendo assim o atleta não poderá participar do campeonato. 5°- Em hipótese alguma será aceito Xerox de documento, mesmo autenticado ou que tenha rasura, para menores de 20 anos de idade, sem apresentação do original. CAPÍTULO V DO SISTEMA DE DISPUTA PARÁGRAFO ÚNICO- A forma de disputa do Campeonato será aquela definida na respectiva reunião do Conselho Técnico e divulgada pela Coordenação de Esportes a qual será considerada parte integrante deste regulamento. CAPÍTULOVI
  5. 5. DA PONTUAÇÃO E DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE Art.10- Em todas as competições dirigidas pela Coordenação de Esportes e Organização do Evento: a) Vitória 03 ( três) pontos ganhos; b) Empate 01 (um)ponto ganho; c) Derrota 0 (zero)ponto; Parágrafo Único – Na hipótese de uma equipe vencer por “WO”, além dos 03 (três) pontos ganhos terá a seu favor o resultado de 1 x 0 ( um a zero). Art.11-Os critérios de desempate a serem aplicados, sucessivamente, são os seguintes: a) Confronto direto; b) Maior número de vitórias; c) Maior saldos de tentos; d) “Gol average”; e) Maior número de tentos feitos; f) Cartões Vermelhos g) Cartões Amarelos h) Sorteio na sala da Coordenação de Esportes no Ginásio de esportes. i) 1°-O critério de desempate por confronto direto somente será utilizado se apenas duas equipes terminarem empatadas em número de pontos ganhos; 2°-Em caso de desempate por “gol average” dividir-se á o número de tentos positivos pelos negativos, considerando-se classificada a Equipe que obter o maior coeficiente e quando uma equipe não sofrer tento, ela será a classificada, pois zero é infinito, o que impossibilita a divisão, assegurando á equipe sem tentos sofridos a classificação pelo sistema “average”. CAPÍTULO VII DO MANDO DE JOGO Art.12°- Havendo semelhança de uniformes entre as equipes preliantes, identificadas pelo árbitro principal, salvo acordo entre as equipes disputantes, mudará o uniforme, dentro de cinco minutos, aquela que figurar ao lado esquerdo de quem olha a tabela dos jogos.
  6. 6. 1°- As datas e horários dos jogos ser antecipados ou prorrogados em relação à tabela original ,quando houver comum acordo entre as equipes preliantes , por escrito, através de um ofício protocolado comum acordo entre as equipes sendo 10 (dias) antes da data marcada avisando assim a Coordenação de Esportes e a Organização do Evento. 2°- Não se aplicam os termos deste artigo quando os jogos estiverem incluídos na última rodada do campeonato. 3°-Nas partidas serão usadas à bola que o Campeonato impor promovido pelo Coordenador de Esportes 4°-A falta de policiamento não desobrigará a observância, pelas equipes, dos horários estabelecidos pra as mesmas comparecerem a quadra de jogo. Entretanto, a falta de policiamento necessário no local do jogo, implicará na decisão do árbitro principal se realizará ou não a partida. CAPÍTULO VIII DO ADIAMENTO E DA SUSPENSÃO DA PARTIDA Art.13°- Quando as equipes estiverem sem técnicos ou treinador, por motivo de expulsão ou não inscrição do mesmo na súmula do jogo, nos momentos de pedido de tempo, não será permitida a presença dele, no ato da instrução, de acordo com as Regras do Futsal, só o capitão do jogo poderá substituir o técnico e assistente.

×