O papel das mães na Terra
Sexta feira – 09 de maio de 2015
R. C.
“Se a criança é o futuro, no coração das
mães repousa a s...
“Reencarnamos para aprender
a amar.”
“A mãe é a primeira prova de
amor com que nos
deparamos em cada
novo mergulho na
maté...
Em nosso planeta mudamos do plano astral para
o plano físico por intermédio de um ser que já está
no plano físico.
Somos p...
E quando inauguramos o nosso diminuto novo
invólucro de carne, é com a mãe que contamos
para nos nutrir, agasalhar, velar,...
É quem nos passa as primeiras informações de
como as coisas funcionam por aqui.
E se for uma mãe como se espera que seja, vai
nos lembrar valores que estão adormecidos
dentro de nós e que precisam ser r...
Leva tão a sério o seu papel de recepcionista e
instrutora do ser que brotou dentro dela,
que custa a perceber e aceitar q...
A literatura espírita é cheia de exemplos de
mães que zelam durante séculos por seus
filhos, no astral.
A obra de André Lu...
Parabéns
à todas
as mães
do LIZ.
A Terra evoluirá, - ponderou o Senhor -
Ninguém alterará minha obra de amor.
E para que h...
http://www.reflexoesespiritas.org/mensa
gens-espiritas/1938-em-louvor-das-maes
http://www.reflexoesespiritas.org/mensagens...
09 de maio 2015   o papel das mães na terra
09 de maio 2015   o papel das mães na terra
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

09 de maio 2015 o papel das mães na terra

153 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
153
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

09 de maio 2015 o papel das mães na terra

  1. 1. O papel das mães na Terra Sexta feira – 09 de maio de 2015 R. C. “Se a criança é o futuro, no coração das mães repousa a sementeira de todos os bens e de todos os males do porvir.” “Compreender a gloriosa missão da alma feminina, no soerguimento na Terra, é apostolado fundamental do Cristianismo renascente em nossa Doutrina Consoladora. “ (Emmanuel)
  2. 2. “Reencarnamos para aprender a amar.” “A mãe é a primeira prova de amor com que nos deparamos em cada novo mergulho na matéria.”
  3. 3. Em nosso planeta mudamos do plano astral para o plano físico por intermédio de um ser que já está no plano físico. Somos plantados dentro desse ser e germinamos dentro do seu ventre. E no seu ventre crescemos, damos forma ao nosso novo corpo físico, utilizando todos os recursos materiais que chegam até nós através da MÃE, este ser que nos dá forma, nos ampara e nos protege.
  4. 4. E quando inauguramos o nosso diminuto novo invólucro de carne, é com a mãe que contamos para nos nutrir, agasalhar, velar, proteger. Contamos muito mais com seu amor do que com o simples instinto ou senso de responsabilidade. A mãe é quem nos recepciona nesse plano do qual não nos recordamos quando aqui chegamos.
  5. 5. É quem nos passa as primeiras informações de como as coisas funcionam por aqui.
  6. 6. E se for uma mãe como se espera que seja, vai nos lembrar valores que estão adormecidos dentro de nós e que precisam ser reativados para que possamos utilizá-los.
  7. 7. Leva tão a sério o seu papel de recepcionista e instrutora do ser que brotou dentro dela, que custa a perceber e aceitar que este ser já existia há muito tempo, que não pertence a ela, que é um ser único, individual, um ser de ninguém.
  8. 8. A literatura espírita é cheia de exemplos de mães que zelam durante séculos por seus filhos, no astral. A obra de André Luiz traz exemplos muito interessantes de mães bastante evoluídas espiritualmente que deixaram de desfrutar dos planos a que teriam direito para não se afastarem daqueles a quem permanecem amando como filhos do seu coração.
  9. 9. Parabéns à todas as mães do LIZ. A Terra evoluirá, - ponderou o Senhor - Ninguém alterará minha obra de amor. E para que haja amor exterminando o orgulho, Sem pancada, sem grito, sem barulho, Enviarei alguém, Que ame os filhos meus, com o meu amor ao bem, Na exaltação da paz, sem desprezo a ninguém. Alguém que saiba amar, a servir e a sofrer, Cultivando o perdão como simples dever. Dizem que foi assim Que a Terra começou a fazer-se jardim. E conforme o Senhor mandou e prometeu, O Coração de Mãe apareceu. (poema de Maria Dolores, por Chico Xavier)
  10. 10. http://www.reflexoesespiritas.org/mensa gens-espiritas/1938-em-louvor-das-maes http://www.reflexoesespiritas.org/mensagens-espiritas/1937-coracao-de-mae http://pt.slideshare.net/carloscorreacesar/o-espiritismo-e-o-dia-das-mes http://www.reflexoesespiritas.org/mensagens-espiritas/cat/mae

×