SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Uma Questão de Cor
Autora: Ana Saldanha
Editora: Editorial Caminho
Páginas: 102
Coleção: Livros do Dia e da Noite
Ano: 2002
Personagens
   Nina, o Daniel, o Vítor Salema, a Mafalda, a
    Júlia, o Sebastião, o Tio André e a Tia Liz, a
    professora de História, o professor Rodrigo,
    a Avó Olga e o Avô Gerardo, a Dona
    Dolores, Dora (mãe de Nina), Jorge (pai de
    Nina), a senhora de bigode do autocarro e
    os seus passageiros. Fernando Ka e Sir
    Cecil Rhodes
Resumo
   A Nina recebeu um computador no Natal, e está
    sempre nele a jogar, mas a mãe como não gosta,
    está sempre a ralhar.
   No fim-de-semana, o Daniel (o primo da Nina),
    muda-se para casa dela, para ficar mais perto da
    escola, pois ele vai para a mesma escola que a
    Nina.
   Primeiro a Nina achou uma boa ideia, mas
    no Sábado achou o primo esquisito.
   O pai da Nina foi mostrar o quarto ao Daniel,
    e ele disse que naquele quarto não dormia,
    visto que tinha montes de livros e iria ter
    ataques de asma. Assim, a Nina foi obrigada
    a ir para o escritório, e o Daniel foi para o
    quarto dela.
   No dia seguinte, a avó da Nina foi para o
    hospital. Ficaram todos muito preocupados.
   O Daniel é um pouco mulato, e então o Vítor
    (um colega da Nina) fez comentários
    racistas, mas o Daniel respondia-lhe à letra.
 Nesse mesmo dia, à noite, o pai do Daniel
  foi visitá-lo e trouxe uma boa notícia: a avó
  Olga estava melhor, e já estava em casa.
  Ficaram todos contentes.
 A Nina, o Pai e o Daniel foram visitar a avó.
  O telefone tocou, era o Vítor, que queria
  falar com a Nina. O Vítor queria convidar a
  Nina e o Daniel para a sua festa de anos. A
  Nina disse logo que ia, mas que o Daniel
  não.
 No dia seguinte, na festa, o Daniel
  apareceu. O Vítor e ele fizeram as pazes, e
  agora são amigos.
 Depois outro dia a seguir foram todos
  passear, porque Nina finalmente percebido
  que em primeiro eram os amigos, e depois
  o computador
Opinião sobre o Livro
   Este Livro é um bom exemplo para
    refletir sobre o racismo, porque há
    muitas pessoas que se julgam
    superiores só pela cor da pele e não
    entendem que somos todos
    diferentes, mas todos iguais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Os filhos da droga ana coelho
Os filhos da droga   ana coelhoOs filhos da droga   ana coelho
Os filhos da droga ana coelho
 
As diferenças na educação no estado novo para
As diferenças na educação no estado novo paraAs diferenças na educação no estado novo para
As diferenças na educação no estado novo para
 
O Velho E O Mar - Jessica, 6ºC
O Velho E O Mar - Jessica, 6ºCO Velho E O Mar - Jessica, 6ºC
O Velho E O Mar - Jessica, 6ºC
 
Violência no namoro
Violência no namoroViolência no namoro
Violência no namoro
 
Os PIRATAS de Manuel António Pina
Os PIRATAS de  Manuel António PinaOs PIRATAS de  Manuel António Pina
Os PIRATAS de Manuel António Pina
 
"A Lua de Joana"
"A Lua de Joana""A Lua de Joana"
"A Lua de Joana"
 
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joanaApresentação Sobre o Livro A lua de joana
Apresentação Sobre o Livro A lua de joana
 
«Proençaes soem mui bem trobar»
«Proençaes soem mui bem trobar»«Proençaes soem mui bem trobar»
«Proençaes soem mui bem trobar»
 
Unicef
UnicefUnicef
Unicef
 
Ulisses
UlissesUlisses
Ulisses
 
Lua de joana
Lua de joanaLua de joana
Lua de joana
 
Ali Babá e os quarenta ladrões
Ali Babá e os quarenta ladrõesAli Babá e os quarenta ladrões
Ali Babá e os quarenta ladrões
 
Diário de Anne Frank Ana 6ºC
Diário de Anne Frank Ana 6ºCDiário de Anne Frank Ana 6ºC
Diário de Anne Frank Ana 6ºC
 
Leandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaLeandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da Helíria
 
Unicef
UnicefUnicef
Unicef
 
O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
 
Pedro alecrim
Pedro alecrimPedro alecrim
Pedro alecrim
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Peddy paper
Peddy paperPeddy paper
Peddy paper
 

Semelhante a Uma Questão de Cor

Português - Contrato de leitura
Português - Contrato de leituraPortuguês - Contrato de leitura
Português - Contrato de leiturasaragomes544
 
Outro final para uma questão de cor
Outro final para uma questão de corOutro final para uma questão de cor
Outro final para uma questão de corIsabel DA COSTA
 
HistóRias Que A 5ª A Conta VersãO Anterior Power Point
HistóRias Que A 5ª A Conta   VersãO Anterior Power PointHistóRias Que A 5ª A Conta   VersãO Anterior Power Point
HistóRias Que A 5ª A Conta VersãO Anterior Power Pointenir.ester
 
Escrito na parede
Escrito na paredeEscrito na parede
Escrito na paredefantas45
 
Sala de heróis episódio 101
Sala de heróis episódio 101Sala de heróis episódio 101
Sala de heróis episódio 101thais78543
 
Branca de neve
Branca de neveBranca de neve
Branca de nevebluiza
 
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)Claudia Valério
 
Livrinho 4ª J
Livrinho 4ª JLivrinho 4ª J
Livrinho 4ª JEMEBJuca2
 
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"Guilherme Leão
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º Aprofigor
 
Cinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuaisCinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuaisjosirene fischer
 
A Lenda do Conde Drácula pdf
A Lenda do Conde Drácula pdfA Lenda do Conde Drácula pdf
A Lenda do Conde Drácula pdfRita Vilela
 
A magia do natal sofia
A magia do natal sofiaA magia do natal sofia
A magia do natal sofiabloggerfph
 

Semelhante a Uma Questão de Cor (20)

Português - Contrato de leitura
Português - Contrato de leituraPortuguês - Contrato de leitura
Português - Contrato de leitura
 
Ana Saldanha
Ana SaldanhaAna Saldanha
Ana Saldanha
 
Outro final para uma questão de cor
Outro final para uma questão de corOutro final para uma questão de cor
Outro final para uma questão de cor
 
HistóRias Que A 5ª A Conta VersãO Anterior Power Point
HistóRias Que A 5ª A Conta   VersãO Anterior Power PointHistóRias Que A 5ª A Conta   VersãO Anterior Power Point
HistóRias Que A 5ª A Conta VersãO Anterior Power Point
 
Escrito na parede
Escrito na paredeEscrito na parede
Escrito na parede
 
Sala de heróis episódio 101
Sala de heróis episódio 101Sala de heróis episódio 101
Sala de heróis episódio 101
 
Historia de Natal
Historia de NatalHistoria de Natal
Historia de Natal
 
Branca de neve
Branca de neveBranca de neve
Branca de neve
 
Concurso literario natal em tempo de pandemia be dll
Concurso literario natal em tempo de pandemia be dllConcurso literario natal em tempo de pandemia be dll
Concurso literario natal em tempo de pandemia be dll
 
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)
Mortes sobrenaturais (aluna monitora stefanny b tolesano)
 
Livrinho 4ª J
Livrinho 4ª JLivrinho 4ª J
Livrinho 4ª J
 
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
 
Contos assombracao
Contos assombracaoContos assombracao
Contos assombracao
 
Resumo da historia
Resumo da historiaResumo da historia
Resumo da historia
 
Texto livre
Texto livreTexto livre
Texto livre
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º A
 
Cinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuaisCinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuais
 
Cinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuaisCinderela nos tempos atuais
Cinderela nos tempos atuais
 
A Lenda do Conde Drácula pdf
A Lenda do Conde Drácula pdfA Lenda do Conde Drácula pdf
A Lenda do Conde Drácula pdf
 
A magia do natal sofia
A magia do natal sofiaA magia do natal sofia
A magia do natal sofia
 

Último

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 

Uma Questão de Cor

  • 1. Uma Questão de Cor Autora: Ana Saldanha Editora: Editorial Caminho Páginas: 102 Coleção: Livros do Dia e da Noite Ano: 2002
  • 2. Personagens  Nina, o Daniel, o Vítor Salema, a Mafalda, a Júlia, o Sebastião, o Tio André e a Tia Liz, a professora de História, o professor Rodrigo, a Avó Olga e o Avô Gerardo, a Dona Dolores, Dora (mãe de Nina), Jorge (pai de Nina), a senhora de bigode do autocarro e os seus passageiros. Fernando Ka e Sir Cecil Rhodes
  • 3. Resumo  A Nina recebeu um computador no Natal, e está sempre nele a jogar, mas a mãe como não gosta, está sempre a ralhar.  No fim-de-semana, o Daniel (o primo da Nina), muda-se para casa dela, para ficar mais perto da escola, pois ele vai para a mesma escola que a Nina.
  • 4. Primeiro a Nina achou uma boa ideia, mas no Sábado achou o primo esquisito.  O pai da Nina foi mostrar o quarto ao Daniel, e ele disse que naquele quarto não dormia, visto que tinha montes de livros e iria ter ataques de asma. Assim, a Nina foi obrigada a ir para o escritório, e o Daniel foi para o quarto dela.  No dia seguinte, a avó da Nina foi para o hospital. Ficaram todos muito preocupados.  O Daniel é um pouco mulato, e então o Vítor (um colega da Nina) fez comentários racistas, mas o Daniel respondia-lhe à letra.
  • 5.  Nesse mesmo dia, à noite, o pai do Daniel foi visitá-lo e trouxe uma boa notícia: a avó Olga estava melhor, e já estava em casa. Ficaram todos contentes.  A Nina, o Pai e o Daniel foram visitar a avó. O telefone tocou, era o Vítor, que queria falar com a Nina. O Vítor queria convidar a Nina e o Daniel para a sua festa de anos. A Nina disse logo que ia, mas que o Daniel não.  No dia seguinte, na festa, o Daniel apareceu. O Vítor e ele fizeram as pazes, e agora são amigos.  Depois outro dia a seguir foram todos passear, porque Nina finalmente percebido que em primeiro eram os amigos, e depois o computador
  • 6. Opinião sobre o Livro  Este Livro é um bom exemplo para refletir sobre o racismo, porque há muitas pessoas que se julgam superiores só pela cor da pele e não entendem que somos todos diferentes, mas todos iguais.