SlideShare uma empresa Scribd logo
T.I.C.

Conceitos Básicos
Prof. António Semedo
Agrupamento de Escolas de Tábua - 2013/2014
Conteúdos
1. A Informática e as TIC
2. Componentes fundamentais de um sistema informático
2.1 Hardware e Software

2.2 Tipos de Software: Software de Sistema e Software de aplicação

3. Estrutura geral de um computador
4. Unidade Central de Processamento
5. Memórias ou Dispositivos de armazenamento
5.1 Primárias: RAM, ROM
5.2 Secundárias: suportes de armazenamento

6. Periféricos ou dispositivos de entrada e saída
6.1 Dispositivos de Entrada (Input)
6.2 Dispositivos de Saída (Output)
6.3 Dispositivos de Entrada / Saída (Input/Output)

7. Placa mãe ou motherboard
8. Informação digital: Bits e bytes
1. A informática
e as TIC
Informática

Informação

Automática

A palavra informática foi
criada em 1962 pelo
francês Philippe Dreyfus a
partir da conjugação das
palavras
INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA.

Informática

Significado: Tratamento
ou processamento da
informação utilizando
meios automáticos,
nomeadamente o
computador.
Evolução…
Informática

Tecnologias de Informação

Tecnologias de Informação
e Comunicação
TIC - Tecnologias de Informação
e Comunicação
Conceito:
▪ As TIC consistem em processos de tratamento,

controlo e comunicação da informação,
fundamentalmente através de meios eletrónicos.

▪ Os processos de tratamento da informação estão
essencialmente ligados à Informática utilizando,
portanto, computadores ou sistemas
informáticos.
TIC - Tecnologias de Informação
e Comunicação
Áreas de aplicação das TIC
Computador
Tecnologias da
Informação

Comunicação
Controlo e
Automação

▪ Computador – Informática e Burótica;
▪ Comunicação – Telemática;

▪ Controlo e Automação – Robótica e CAD-CAM.
TIC - Tecnologias de Informação
e Comunicação
Áreas de aplicação das TIC
Computador: Informática

e Burótica

Informática - Aplicação de computadores para
processamento de informação.

Burótica = Bureau + Informática
Aplicação de meios informáticos no tratamento e
circulação da informação em escritórios e em tarefas do
tipo administrativo.

Atualmente também se utiliza com alguma frequência a
expressão escritório eletrónico.
TIC - Tecnologias de Informação
e Comunicação
Áreas de aplicação das TIC
Comunicação: Telemática = Telecomunicação + Informática
Caracteriza-se pela conjugação de meios informáticos (computadores,
modems, etc.) com meios de comunicação à distância (linhas
telefónicas, satélites, etc.)

Controlo e Automação: Robótica, CAD e CAM
Caracterizam-se pela intervenção de meios informáticos no controlo de
mecanismos e processos industriais.
Robótica - Procede ao desenvolvimento dos mais variados tipos de robots,
através da utilização de processos informáticos.

CAD - Desenho assistido por computador (Computer Assisted Design):
Projecto ou desenho realizado com a utilização de computadores e
softwares específicos.

CAM - Fabrico assistido por computador (Computer Aided
Manufactoring): Sistemas de fabrico controlados por computador.
2. Componentes
fundamentais de um
sistema informático
2.1 Hardware e Software
Num sistema informático podem identificar-se dois componentes
fundamentais: Hardware e Software.
Hardware – refere-se aos dispositivos físicos,
equipamento ou peças que constituem um computador.
▪ É a parte física do computador.

Software – é o conjunto de todos os programas que
fazem trabalhar o computador.
▪ É a parte lógica do computador.
Hardware e Software
O Hardware e o Software são dois componentes
inseparáveis de um computador.
Sem hardware os programas não podem ser
executados.
Por outro lado, sem Software, os computadores não
executariam qualquer tarefa, seriam simplesmente
máquinas inertes, sem qualquer interesse prático.
2.2 Tipos de Software
Ao nível do Software podemos distinguir entre:
Software de Sistema – é
fundamentalmente constituído
pelo sistema operativo.

Software de aplicação – engloba
todos os restantes programas de
computador.
3. Estrutura geral
de um computador
Estrutura geral simplificada de um Computador
O Computador é uma máquina ou conjunto de dispositivos mecânicos, eletrónicos e
eletromecânicos, capazes de processar informação.

O computador, no processamento da informação realiza 3 operações fundamentais:
• Entrada ou admissão de dados/informação (input);
• Processamento ou tratamento de dados;
• Emissão ou saída de dados/informação (output).

Entrada
de dados

Processamento de
dados

Saída de
dados

Dispositivo
de entrada

Processador ou Unidade
Central de
Processamento (CPU)

Dispositivo
de saída
Estrutura geral de um Computador
A estrutura básica de um sistema informático só fica completa se considerarmos a
intervenção de dispositivos de memória ou armazenamento.

Unidade
Central de
Processamento
(CPU)
Dispositivos
de entrada
(input)

Dispositivos
de saída
(output)
Memória
Primária

Dispositivos de
Armazenamento
secundário
4. Unidade Central
de Processamento
Unidade Central de Processamento
▪ A CPU (Central Processing Unit), ou
Unidade Central de Processamento, é o
«cérebro» do computador.

▪ É o processador que controla todas as
outras partes do sistema.

▪ Determina as operações a efetuar em cada
instante.

▪ Processa todas as instruções e dados
recebidos, através de operações
aritméticas e lógicas.
Unidade Central de Processamento
A CPU divide-se basicamente nas seguintes unidades:

Unidade de
controlo (UC)

CPU

Controla ou determina as operações a efetuar a cada instante, enviando
sinais apropriados aos outros componentes.

Unidade
Aritmética e
Lógica (ALU)

Esta é a secção do processador responsável pelas operações
fundamentais de processamento, ou seja, efetua todas as operações
aritméticas e lógicas.

Registos
internos
(memória
central)

São memórias utilizadas para guardar resultados temporários e dados
com que a ALU vai efectuar as operações que lhe são indicadas.
Processador ou Unidade Central de
Processamento (CPU)

Porquê o nome Unidade Central de Processamento?

Unidade Central de Processamento
É apenas uma
Componente (chip)

É a unidade
fundamental de
todo o sistema

É nesta que se
realiza
o processamento
5. Memórias ou
Dispositivos de
armazenamento
Memórias ou dispositivos de armazenamento
Memória Primária, principal ou central – memória que se
encontra em contacto direto com o processador,
fornecendo-lhe as instruções e os dados com que o
processador vai trabalhar em cada sessão;
Memória Secundária, auxiliar ou externa – caracteriza-se
por ter grande capacidade de armazenamento e tem como
objetivo guardar informação para além do tempo em que
temos o computador ligado.
5.1 Memórias Primárias
Memórias primárias: RAM, ROM
As memórias primárias podem ser de dois tipos:
▪ RAM (Random Access Memory);
▪ ROM (Read Only Memory)

Memória ROM (Read-Only Memory)
▪ Memória Só de Leitura que armazena as instruções

responsáveis pelo funcionamento básico de um S.I. (operações
de arranque ou de interação com os dispositivos de E/S);

Memória RAM (Random Access Memory)
▪ Memória de Acesso Aleatório onde são armazenados

temporariamente os dados e as instruções com que o
processador opera e onde o processador armazena o resultado
das operações.
Memórias Primárias
Memória RAM

Memória ROM
5.2 Memórias Secundárias
▪ Servem de complemento à memória
primária.

▪ Guardam programas e informação de forma
permanente.

▪ Dispositivos mais utilizados:
▪
▪
▪
▪
▪

Discos rígidos (“hard disks”)
Discos óticos: CD’s / DVD’s
Discos sólidos: Pen-drives
Cartões de memória
Bandas magnéticas
Discos rígidos
▪ São os mais utilizados para
leitura e escrita de
informação.

▪ Têm uma estrutura rígida e
fixa, permitem armazenar
informação na ordem dos
Gigabytes ou Terabytes.
Discos óticos
A leitura e escrita de informação está baseada na
tecnologia ótica.
▪ CD (Compact Disk) – CD-R e CD-RW
▪ DVD (Digital Versatile Disk) – DVD-R, DVD-RW e DVD DL

Vantagens da utilização:
▪ Armazenam grandes quantidades de informação
▪ CD – 650Mb-800Mb
▪ DVD – 4Gb-9Gb
▪ Facilidade de usar e transportar
▪ Duram muito tempo
▪ São fiáveis
Discos sólidos
▪ São muito rápidos e pequenos
▪ Ligam-se através de uma porta USB

▪ Desde 256 Mb até alguns Gigabytes
▪ São compostos por circuitos
integrados
Memórias ou dispositivos de
armazenamento – Tabela Resumo
Memória Primária, principal
ou central

Memória Secundária,
auxiliar ou externa

• Memória ROM (Read-Only Memory)

 Servem de complemento à
memória primária.
 Guardam programas e informação
de forma permanente.

Memória Só de Leitura que armazena as
instruções responsáveis pelo
funcionamento básico de um S.I.
(operações de arranque ou de interação
com os dispositivos de E/S);

Exemplos:
• Discos rígidos (“hard disks”)
• Discos óticos: CD’s / DVD’s
Memória de Acesso Aleatório onde são
armazenados temporariamente os dados
• Discos sólidos: Pen-drives
e as instruções com que o processador
• Cartões de memória
opera e onde o processador armazena o
• Bandas magnéticas
resultado das operações.

• Memória RAM (Random Access
Memory)
6. Periféricos ou dispositivos
de entrada e saída
Periféricos ou dispositivos
de entrada e saída (E/S )

Para que um computador possa «comunicar» com o
exterior necessita de dispositivos de Entrada de dados
(input) e de Saída de dados e informações (output).
Chamam-se Periféricos aos equipamentos utilizados para
esse efeito.
6.1 Dispositivos de Entrada (Input)
Convertem a informação introduzida pelo utilizador em sequências
próprias de Bits, capazes de serem interpretados pelo
processadores.
Ex: teclado, rato, scanner, câmara digital, etc,…
6.2 Dispositivos Saída ( Output )
Transmitem os dados processados para o exterior.

Ex: monitor, impressora, projetor de vídeo, colunas de som, …
6.3 Dispositivos Entrada / Saída (Input/Output)
Permitem efetuar a entrada como a saída de dados.
São dispositivos capazes de canalizar informação do exterior
para o interior do computador e vice-versa.
Ex: drives (de discos, de Cd’s, etc.), modem, placas de rede, placa de
som, monitor tátil, …
Resumo dos Dispositivos
Dispositivos de
input

Dispositivos de
output

Dispositivos
input/output

Teclados
Ratos
Scanners
Câmaras digitais
joystick

Monitores
Impressoras
Projetor de vídeo

Drives de discos
Placas de som
Modem
Placa da rede
Placa de vídeo
Écran Tátil
7. Placa mãe
ou motherboard
Placa mãe ou motherboard
▪ A motherboard ou
placa-mãe, é a
componente central do
computador.

▪ Para que os outros

MEMÓRIA ROM
MEMÓRIA RAM

componentes e
periféricos funcionem, é
necessário que estejam
integrados neste
circuito, razão pela qual
o seu nome significa
"placa-mãe".

▪ Permite que o
processador comunique
com todos os
periféricos.

MOTHERBOARD
ou PLACA-MÃE

PROCESSADOR
Placa mãe ou motherboard
8. Informação digital:
Bits e bytes
Informação Digital
10101010101010101010101
01010101010101010101010

A informação digital é guardada na
memória do computador sob a forma de
bits, bytes...

10101010101010101010101
01010101010101010101010
10101010101010101010101
01010101010101010101010
10101010101010101010101

10101010101010101010101

O que é o Bit?
▪ O bit é a menor unidade de informação
guardada num computador.
▪ Resulta da contração das palavras
inglesas “binary” e “digit”.

10101010101010101010101

Um bit é representado por que dígitos?

▪ 0e1
Informação digital
O que é um Byte?
▪ É um conjunto de 8 bits.
Quais são os múltiplos do byte?
▪ KB - Kilobyte
▪ MB - Megabyte
▪ GB - Gigabyte
▪ TB – Terabyte
1 byte= 8 bits
1 KB (Kilobyte)= 1024 bytes
1 MB (Megabyte)= 1024 KB
1 GB (Gigabyte)= 1024 MB
1 TB (Terabyte)= 1024 GB
Informação digital
Unidades de memória

Capacidade

Disquete 31/2

1,44 MB

USB (pen drive)

256 MB, 1GB, ...

CD

650 Mb...875 MB

DVD

4,7 GB ou 8,5 GB

Disco duro

40 GB,...160 GB,… 1TB,…etc
Informação digital
Os números, carateres e palavras com que
os sistemas informáticos operam, ao nível
do hardware, têm de se encontrar sempre
convertidos para o sistema de numeração
binário.
Como se converte um número decimal
para binário?
▪ Um processo prático para fazer a conversão de
um número decimal para binário consiste em
efetuar divisões sucessivas por 2 até se obter
um quociente igual a 1, em seguida, forma-se
o número com esse 1 seguido de todos os
restos encontrados, pela ordem inversa.
Informação digital
Conversão de um número decimal para binário:
10

2

0

5

2

1

2

2

0

1

2

1

0

10(10) = 1010 (2)

Conversão de um número binário para decimal:
1010(2) = 1  23 + 0  22 + 1  2 1 + 0  20 = 10(10)
1, número binário; 3, Ordem dos dígitos
Informação digital

Correspondência entre os dígitos decimais e os respetivos nºs. em binário:
Decimal
Decimal

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

Binário

1

1

10

11

100

101

110

111

1000

1001
Tabela ASCII
▪ A representação de caracteres num sistema
informático passa, também, por uma codificação
em binário.

▪ A principal tabela que codifica os caracteres
usados nos computadores é a tabela ASCII
(“American Standard Code for International
Interchange”).

▪ As versões atuais desta tabela utilizam
agrupamentos de 8 bits para a codificação dos
caracteres; portanto é possível codificar 256
caracteres diferentes.
Tabela ASCII
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação do computador
Apresentação do computadorApresentação do computador
Apresentação do computador
Iuri Matos
 
1ª aula introdução a informática
1ª aula introdução a informática1ª aula introdução a informática
1ª aula introdução a informática
socrahn
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Ministério Público da Paraíba
 
Aulas iniciais de informática 1
Aulas iniciais de informática 1Aulas iniciais de informática 1
Aulas iniciais de informática 1
diasferraciolli
 
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos ComputadoresApresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
henriquecorreiosapo
 
Aula 03 - Hardware e Software
Aula 03 - Hardware e SoftwareAula 03 - Hardware e Software
Aula 03 - Hardware e Software
Suzana Viana Mota
 
Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1
Guilherme Nonino Rosa
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
vini_campos
 
Informática básica-supera-cursos
Informática básica-supera-cursosInformática básica-supera-cursos
Informática básica-supera-cursos
Carlos Rodrigo de Araujo
 
Apresentação partes do computador
Apresentação partes do computadorApresentação partes do computador
Apresentação partes do computador
professorajulianafigueirdocamara
 
Internet
InternetInternet
Internet
guest46b930
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Daniela Oura
 
Introdução à Informática (Módulo 1)
Introdução à Informática (Módulo 1)Introdução à Informática (Módulo 1)
Introdução à Informática (Módulo 1)
marconesilfer
 
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de ComputadoresAula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
Gilvan Latreille
 
periféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistosperiféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistos
Raquel Guimaraes
 
Introdução ao Word
Introdução ao WordIntrodução ao Word
Introdução ao Word
Artur Coelho
 
Tecnologias da Informacao E Comunicacao
Tecnologias da Informacao E ComunicacaoTecnologias da Informacao E Comunicacao
Tecnologias da Informacao E Comunicacao
M Fernanda Santos
 
Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador
Mónica Martins
 
Resumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informáticaResumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informática
Daiana de Ávila
 
Manual TIC
Manual TICManual TIC
Manual TIC
Paula Lopes
 

Mais procurados (20)

Apresentação do computador
Apresentação do computadorApresentação do computador
Apresentação do computador
 
1ª aula introdução a informática
1ª aula introdução a informática1ª aula introdução a informática
1ª aula introdução a informática
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
 
Aulas iniciais de informática 1
Aulas iniciais de informática 1Aulas iniciais de informática 1
Aulas iniciais de informática 1
 
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos ComputadoresApresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
 
Aula 03 - Hardware e Software
Aula 03 - Hardware e SoftwareAula 03 - Hardware e Software
Aula 03 - Hardware e Software
 
Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
 
Informática básica-supera-cursos
Informática básica-supera-cursosInformática básica-supera-cursos
Informática básica-supera-cursos
 
Apresentação partes do computador
Apresentação partes do computadorApresentação partes do computador
Apresentação partes do computador
 
Internet
InternetInternet
Internet
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Introdução à Informática (Módulo 1)
Introdução à Informática (Módulo 1)Introdução à Informática (Módulo 1)
Introdução à Informática (Módulo 1)
 
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de ComputadoresAula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
Aula Introdução a Arquitetura e Organização de Computadores
 
periféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistosperiféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistos
 
Introdução ao Word
Introdução ao WordIntrodução ao Word
Introdução ao Word
 
Tecnologias da Informacao E Comunicacao
Tecnologias da Informacao E ComunicacaoTecnologias da Informacao E Comunicacao
Tecnologias da Informacao E Comunicacao
 
Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador
 
Resumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informáticaResumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informática
 
Manual TIC
Manual TICManual TIC
Manual TIC
 

Semelhante a TIC - Conceitos Básicos

Unidade 1.3. estrutura e funcionamento de um computador
Unidade 1.3.   estrutura e funcionamento de um computadorUnidade 1.3.   estrutura e funcionamento de um computador
Unidade 1.3. estrutura e funcionamento de um computador
henriquecorreiosapo
 
Hardware2
Hardware2Hardware2
Hardware2
Mauricio Santos
 
Hardware2
Hardware2Hardware2
Hardware2
Mauricio Santos
 
Hardware parte1
Hardware parte1Hardware parte1
Hardware parte1
tati2020exp
 
Hardware parte1
Hardware parte1Hardware parte1
Hardware parte1
Tatiana Paiva
 
Tic -conceitos_básicos_2
Tic  -conceitos_básicos_2Tic  -conceitos_básicos_2
Tic -conceitos_básicos_2
chinitapt
 
pwp2-conceitos
pwp2-conceitospwp2-conceitos
pwp2-conceitos
pedrojpfrancisco
 
Introducao aos computadores
Introducao aos computadoresIntroducao aos computadores
Introducao aos computadores
navegananet
 
conceitos_basicos_de_informatica.pdf
conceitos_basicos_de_informatica.pdfconceitos_basicos_de_informatica.pdf
conceitos_basicos_de_informatica.pdf
LuanaBatista74
 
Revisão para a prova de Introdução a Informática - ifro - Vilhena - Turma: T...
Revisão para a prova de Introdução a Informática -  ifro - Vilhena - Turma: T...Revisão para a prova de Introdução a Informática -  ifro - Vilhena - Turma: T...
Revisão para a prova de Introdução a Informática - ifro - Vilhena - Turma: T...
Lohraine Ifro Oliveira
 
Estrutura
EstruturaEstrutura
Estrutura
Filipe
 
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
EduardoHernandes9
 
Ádria e Francinaldo.pptx
Ádria e Francinaldo.pptxÁdria e Francinaldo.pptx
Ádria e Francinaldo.pptx
YanSidnio
 
Sistema Operativo
Sistema OperativoSistema Operativo
Sistema Operativo
sandrinaccorreia
 
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
Mariana Pereira
 
T.i.c.9.º
T.i.c.9.ºT.i.c.9.º
T.i.c.9.º
Lídia Martins
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
Daniel Moura
 
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
John Aguiar
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
Daniel Moura
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
Daniel Moura
 

Semelhante a TIC - Conceitos Básicos (20)

Unidade 1.3. estrutura e funcionamento de um computador
Unidade 1.3.   estrutura e funcionamento de um computadorUnidade 1.3.   estrutura e funcionamento de um computador
Unidade 1.3. estrutura e funcionamento de um computador
 
Hardware2
Hardware2Hardware2
Hardware2
 
Hardware2
Hardware2Hardware2
Hardware2
 
Hardware parte1
Hardware parte1Hardware parte1
Hardware parte1
 
Hardware parte1
Hardware parte1Hardware parte1
Hardware parte1
 
Tic -conceitos_básicos_2
Tic  -conceitos_básicos_2Tic  -conceitos_básicos_2
Tic -conceitos_básicos_2
 
pwp2-conceitos
pwp2-conceitospwp2-conceitos
pwp2-conceitos
 
Introducao aos computadores
Introducao aos computadoresIntroducao aos computadores
Introducao aos computadores
 
conceitos_basicos_de_informatica.pdf
conceitos_basicos_de_informatica.pdfconceitos_basicos_de_informatica.pdf
conceitos_basicos_de_informatica.pdf
 
Revisão para a prova de Introdução a Informática - ifro - Vilhena - Turma: T...
Revisão para a prova de Introdução a Informática -  ifro - Vilhena - Turma: T...Revisão para a prova de Introdução a Informática -  ifro - Vilhena - Turma: T...
Revisão para a prova de Introdução a Informática - ifro - Vilhena - Turma: T...
 
Estrutura
EstruturaEstrutura
Estrutura
 
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
03 FTI Hardware e Software-atualizado.pdf
 
Ádria e Francinaldo.pptx
Ádria e Francinaldo.pptxÁdria e Francinaldo.pptx
Ádria e Francinaldo.pptx
 
Sistema Operativo
Sistema OperativoSistema Operativo
Sistema Operativo
 
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
8 d 20_mariana pereira_19_marco morais_tic (2)
 
T.i.c.9.º
T.i.c.9.ºT.i.c.9.º
T.i.c.9.º
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
 
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
Aula04 arquiteturadecomputadores-110514073820-phpapp02
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 

TIC - Conceitos Básicos

  • 1. T.I.C. Conceitos Básicos Prof. António Semedo Agrupamento de Escolas de Tábua - 2013/2014
  • 2. Conteúdos 1. A Informática e as TIC 2. Componentes fundamentais de um sistema informático 2.1 Hardware e Software 2.2 Tipos de Software: Software de Sistema e Software de aplicação 3. Estrutura geral de um computador 4. Unidade Central de Processamento 5. Memórias ou Dispositivos de armazenamento 5.1 Primárias: RAM, ROM 5.2 Secundárias: suportes de armazenamento 6. Periféricos ou dispositivos de entrada e saída 6.1 Dispositivos de Entrada (Input) 6.2 Dispositivos de Saída (Output) 6.3 Dispositivos de Entrada / Saída (Input/Output) 7. Placa mãe ou motherboard 8. Informação digital: Bits e bytes
  • 4. Informática Informação Automática A palavra informática foi criada em 1962 pelo francês Philippe Dreyfus a partir da conjugação das palavras INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA. Informática Significado: Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.
  • 6. TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação Conceito: ▪ As TIC consistem em processos de tratamento, controlo e comunicação da informação, fundamentalmente através de meios eletrónicos. ▪ Os processos de tratamento da informação estão essencialmente ligados à Informática utilizando, portanto, computadores ou sistemas informáticos.
  • 7. TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação Áreas de aplicação das TIC Computador Tecnologias da Informação Comunicação Controlo e Automação ▪ Computador – Informática e Burótica; ▪ Comunicação – Telemática; ▪ Controlo e Automação – Robótica e CAD-CAM.
  • 8. TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação Áreas de aplicação das TIC Computador: Informática e Burótica Informática - Aplicação de computadores para processamento de informação. Burótica = Bureau + Informática Aplicação de meios informáticos no tratamento e circulação da informação em escritórios e em tarefas do tipo administrativo. Atualmente também se utiliza com alguma frequência a expressão escritório eletrónico.
  • 9. TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação Áreas de aplicação das TIC Comunicação: Telemática = Telecomunicação + Informática Caracteriza-se pela conjugação de meios informáticos (computadores, modems, etc.) com meios de comunicação à distância (linhas telefónicas, satélites, etc.) Controlo e Automação: Robótica, CAD e CAM Caracterizam-se pela intervenção de meios informáticos no controlo de mecanismos e processos industriais. Robótica - Procede ao desenvolvimento dos mais variados tipos de robots, através da utilização de processos informáticos. CAD - Desenho assistido por computador (Computer Assisted Design): Projecto ou desenho realizado com a utilização de computadores e softwares específicos. CAM - Fabrico assistido por computador (Computer Aided Manufactoring): Sistemas de fabrico controlados por computador.
  • 10. 2. Componentes fundamentais de um sistema informático
  • 11. 2.1 Hardware e Software Num sistema informático podem identificar-se dois componentes fundamentais: Hardware e Software. Hardware – refere-se aos dispositivos físicos, equipamento ou peças que constituem um computador. ▪ É a parte física do computador. Software – é o conjunto de todos os programas que fazem trabalhar o computador. ▪ É a parte lógica do computador.
  • 12. Hardware e Software O Hardware e o Software são dois componentes inseparáveis de um computador. Sem hardware os programas não podem ser executados. Por outro lado, sem Software, os computadores não executariam qualquer tarefa, seriam simplesmente máquinas inertes, sem qualquer interesse prático.
  • 13. 2.2 Tipos de Software Ao nível do Software podemos distinguir entre: Software de Sistema – é fundamentalmente constituído pelo sistema operativo. Software de aplicação – engloba todos os restantes programas de computador.
  • 14. 3. Estrutura geral de um computador
  • 15. Estrutura geral simplificada de um Computador O Computador é uma máquina ou conjunto de dispositivos mecânicos, eletrónicos e eletromecânicos, capazes de processar informação. O computador, no processamento da informação realiza 3 operações fundamentais: • Entrada ou admissão de dados/informação (input); • Processamento ou tratamento de dados; • Emissão ou saída de dados/informação (output). Entrada de dados Processamento de dados Saída de dados Dispositivo de entrada Processador ou Unidade Central de Processamento (CPU) Dispositivo de saída
  • 16. Estrutura geral de um Computador A estrutura básica de um sistema informático só fica completa se considerarmos a intervenção de dispositivos de memória ou armazenamento. Unidade Central de Processamento (CPU) Dispositivos de entrada (input) Dispositivos de saída (output) Memória Primária Dispositivos de Armazenamento secundário
  • 17. 4. Unidade Central de Processamento
  • 18. Unidade Central de Processamento ▪ A CPU (Central Processing Unit), ou Unidade Central de Processamento, é o «cérebro» do computador. ▪ É o processador que controla todas as outras partes do sistema. ▪ Determina as operações a efetuar em cada instante. ▪ Processa todas as instruções e dados recebidos, através de operações aritméticas e lógicas.
  • 19. Unidade Central de Processamento A CPU divide-se basicamente nas seguintes unidades: Unidade de controlo (UC) CPU Controla ou determina as operações a efetuar a cada instante, enviando sinais apropriados aos outros componentes. Unidade Aritmética e Lógica (ALU) Esta é a secção do processador responsável pelas operações fundamentais de processamento, ou seja, efetua todas as operações aritméticas e lógicas. Registos internos (memória central) São memórias utilizadas para guardar resultados temporários e dados com que a ALU vai efectuar as operações que lhe são indicadas.
  • 20. Processador ou Unidade Central de Processamento (CPU) Porquê o nome Unidade Central de Processamento? Unidade Central de Processamento É apenas uma Componente (chip) É a unidade fundamental de todo o sistema É nesta que se realiza o processamento
  • 21. 5. Memórias ou Dispositivos de armazenamento
  • 22. Memórias ou dispositivos de armazenamento Memória Primária, principal ou central – memória que se encontra em contacto direto com o processador, fornecendo-lhe as instruções e os dados com que o processador vai trabalhar em cada sessão; Memória Secundária, auxiliar ou externa – caracteriza-se por ter grande capacidade de armazenamento e tem como objetivo guardar informação para além do tempo em que temos o computador ligado.
  • 23. 5.1 Memórias Primárias Memórias primárias: RAM, ROM As memórias primárias podem ser de dois tipos: ▪ RAM (Random Access Memory); ▪ ROM (Read Only Memory) Memória ROM (Read-Only Memory) ▪ Memória Só de Leitura que armazena as instruções responsáveis pelo funcionamento básico de um S.I. (operações de arranque ou de interação com os dispositivos de E/S); Memória RAM (Random Access Memory) ▪ Memória de Acesso Aleatório onde são armazenados temporariamente os dados e as instruções com que o processador opera e onde o processador armazena o resultado das operações.
  • 25. 5.2 Memórias Secundárias ▪ Servem de complemento à memória primária. ▪ Guardam programas e informação de forma permanente. ▪ Dispositivos mais utilizados: ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Discos rígidos (“hard disks”) Discos óticos: CD’s / DVD’s Discos sólidos: Pen-drives Cartões de memória Bandas magnéticas
  • 26. Discos rígidos ▪ São os mais utilizados para leitura e escrita de informação. ▪ Têm uma estrutura rígida e fixa, permitem armazenar informação na ordem dos Gigabytes ou Terabytes.
  • 27. Discos óticos A leitura e escrita de informação está baseada na tecnologia ótica. ▪ CD (Compact Disk) – CD-R e CD-RW ▪ DVD (Digital Versatile Disk) – DVD-R, DVD-RW e DVD DL Vantagens da utilização: ▪ Armazenam grandes quantidades de informação ▪ CD – 650Mb-800Mb ▪ DVD – 4Gb-9Gb ▪ Facilidade de usar e transportar ▪ Duram muito tempo ▪ São fiáveis
  • 28. Discos sólidos ▪ São muito rápidos e pequenos ▪ Ligam-se através de uma porta USB ▪ Desde 256 Mb até alguns Gigabytes ▪ São compostos por circuitos integrados
  • 29. Memórias ou dispositivos de armazenamento – Tabela Resumo Memória Primária, principal ou central Memória Secundária, auxiliar ou externa • Memória ROM (Read-Only Memory)  Servem de complemento à memória primária.  Guardam programas e informação de forma permanente. Memória Só de Leitura que armazena as instruções responsáveis pelo funcionamento básico de um S.I. (operações de arranque ou de interação com os dispositivos de E/S); Exemplos: • Discos rígidos (“hard disks”) • Discos óticos: CD’s / DVD’s Memória de Acesso Aleatório onde são armazenados temporariamente os dados • Discos sólidos: Pen-drives e as instruções com que o processador • Cartões de memória opera e onde o processador armazena o • Bandas magnéticas resultado das operações. • Memória RAM (Random Access Memory)
  • 30. 6. Periféricos ou dispositivos de entrada e saída
  • 31. Periféricos ou dispositivos de entrada e saída (E/S ) Para que um computador possa «comunicar» com o exterior necessita de dispositivos de Entrada de dados (input) e de Saída de dados e informações (output). Chamam-se Periféricos aos equipamentos utilizados para esse efeito.
  • 32. 6.1 Dispositivos de Entrada (Input) Convertem a informação introduzida pelo utilizador em sequências próprias de Bits, capazes de serem interpretados pelo processadores. Ex: teclado, rato, scanner, câmara digital, etc,…
  • 33. 6.2 Dispositivos Saída ( Output ) Transmitem os dados processados para o exterior. Ex: monitor, impressora, projetor de vídeo, colunas de som, …
  • 34. 6.3 Dispositivos Entrada / Saída (Input/Output) Permitem efetuar a entrada como a saída de dados. São dispositivos capazes de canalizar informação do exterior para o interior do computador e vice-versa. Ex: drives (de discos, de Cd’s, etc.), modem, placas de rede, placa de som, monitor tátil, …
  • 35. Resumo dos Dispositivos Dispositivos de input Dispositivos de output Dispositivos input/output Teclados Ratos Scanners Câmaras digitais joystick Monitores Impressoras Projetor de vídeo Drives de discos Placas de som Modem Placa da rede Placa de vídeo Écran Tátil
  • 36. 7. Placa mãe ou motherboard
  • 37. Placa mãe ou motherboard ▪ A motherboard ou placa-mãe, é a componente central do computador. ▪ Para que os outros MEMÓRIA ROM MEMÓRIA RAM componentes e periféricos funcionem, é necessário que estejam integrados neste circuito, razão pela qual o seu nome significa "placa-mãe". ▪ Permite que o processador comunique com todos os periféricos. MOTHERBOARD ou PLACA-MÃE PROCESSADOR
  • 38. Placa mãe ou motherboard
  • 40. Informação Digital 10101010101010101010101 01010101010101010101010 A informação digital é guardada na memória do computador sob a forma de bits, bytes... 10101010101010101010101 01010101010101010101010 10101010101010101010101 01010101010101010101010 10101010101010101010101 10101010101010101010101 O que é o Bit? ▪ O bit é a menor unidade de informação guardada num computador. ▪ Resulta da contração das palavras inglesas “binary” e “digit”. 10101010101010101010101 Um bit é representado por que dígitos? ▪ 0e1
  • 41. Informação digital O que é um Byte? ▪ É um conjunto de 8 bits. Quais são os múltiplos do byte? ▪ KB - Kilobyte ▪ MB - Megabyte ▪ GB - Gigabyte ▪ TB – Terabyte 1 byte= 8 bits 1 KB (Kilobyte)= 1024 bytes 1 MB (Megabyte)= 1024 KB 1 GB (Gigabyte)= 1024 MB 1 TB (Terabyte)= 1024 GB
  • 42. Informação digital Unidades de memória Capacidade Disquete 31/2 1,44 MB USB (pen drive) 256 MB, 1GB, ... CD 650 Mb...875 MB DVD 4,7 GB ou 8,5 GB Disco duro 40 GB,...160 GB,… 1TB,…etc
  • 43. Informação digital Os números, carateres e palavras com que os sistemas informáticos operam, ao nível do hardware, têm de se encontrar sempre convertidos para o sistema de numeração binário. Como se converte um número decimal para binário? ▪ Um processo prático para fazer a conversão de um número decimal para binário consiste em efetuar divisões sucessivas por 2 até se obter um quociente igual a 1, em seguida, forma-se o número com esse 1 seguido de todos os restos encontrados, pela ordem inversa.
  • 44. Informação digital Conversão de um número decimal para binário: 10 2 0 5 2 1 2 2 0 1 2 1 0 10(10) = 1010 (2) Conversão de um número binário para decimal: 1010(2) = 1  23 + 0  22 + 1  2 1 + 0  20 = 10(10) 1, número binário; 3, Ordem dos dígitos
  • 45. Informação digital Correspondência entre os dígitos decimais e os respetivos nºs. em binário: Decimal Decimal 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Binário 1 1 10 11 100 101 110 111 1000 1001
  • 46. Tabela ASCII ▪ A representação de caracteres num sistema informático passa, também, por uma codificação em binário. ▪ A principal tabela que codifica os caracteres usados nos computadores é a tabela ASCII (“American Standard Code for International Interchange”). ▪ As versões atuais desta tabela utilizam agrupamentos de 8 bits para a codificação dos caracteres; portanto é possível codificar 256 caracteres diferentes.
  • 48. Fim