SlideShare uma empresa Scribd logo
Relações Ecológicas
Entendendo as Relações
 Pessoal, hoje aprenderemos alguns tipos de relações
  entre seres vivos, mas antes, é bom sabermos de
  algumas coisas que serão ditas aqui.
 Uma relação intraespecífica é quando essa relação
  ocorre entre seres da mesma espécie, como ocorre
  em uma colônia de abelhas. Já uma relação
  interespecífica é quando essa relação ocorre entres
  seres de espécies diferentes, como no mutualismo.
 Quando dizemos que uma relação é harmônica, isso
  significa que ela traz benefício para todos os
  indivíduos envolvidos ou traz benefício para um
  enquanto não afeta o outro, já quando dizemos que é
  desarmônica isso significa que enquanto há
  benefício para um, há prejuízo para outro.
Índice
Sociedade       Competição

Colônias        Canibalismo

Mutualismo      Predatismo

Protocooperaç   Herbivorismo
ão
Comensalismo    Parasitismo
Sociedade
 Uma sociedade é um
  agrupamento de seres da
  mesma espécie que
  oferece benefícios para
  todos. No caso das
  abelhas por exemplo,
  uma colmeia ajuda na
  sobrevivência de seus
  membros.
    Nesse tipo de relação,
  sempre observamos uma
  hierarquia, já que cada
  um desempenha seu           • Como é uma relação entre
  papel de acordo com         membros da mesma espécie
  suas capacidades. No        e oferece benefícios para
  caso da colmeia, as
  abelhas operárias são as    todos, chamamos essa
  menores e fracas, por       relação de intraespecífica
  isso, seu principal papel   harmônica.
Colônia
  É um agrupamento de vários
  indivíduos da mesma espécie
  que formam apenas uma
  unidade estrutural e funcional.
  É uma relação
  intraespecífica harmônica.
    Quando falamos em
  colônias podem haver 2 tipos:
    Nas colônias isomorfas os
  seres apresentam a mesma
  forma e não ocorre divisão de
  trabalho, um exemplo são as
  colônias de corais.
    Nas colônias
  heteromorfas, os seres tem
  formas e funções distintas,
  logo ocorre a divisão de
  trabalhos, um exemplo é a
Mutualismo
 Alguns animais como
  abelhas e borboletas
  se alimentam do
  néctar de flores,
  algumas vezes,
  quando colhe o néctar,
  grãos de pólen se
  depositam no seu
  corpo. Pousando em
  outra flor, ele deixa cair
  o pólen que alcança o
  “gineceu” sendo
  responsável pela
  reprodução. Logo,
  concluímos que ao
  mesmo tempo que um           • Vimos que o animal precisa da planta
  obtém alimento, outro        para se alimentar e a planta precisa do
  se reproduz, logo            animal para se reproduzir, mas na
  chamamos essa                próxima relação conheceremos
  relação de
  interespecífica              espécies que se beneficiam mas não
  harmônica.                   dependem uma das outras.
Protocooperação
 Um dos mais conhecidos exemplos de protocooperação é
 a anêmona-do-mar e o paguro. O paguro tem o corpo
 mole e ocupa o interior de conchas abandonadas
 de gastrópodes. Sobre a concha, instala-se uma ou mais
 anêmonas-do-mar. Dessa união, surge o benefício mútuo:
 a anêmona afugenta os predadores do paguro, e este, ao
 se deslocar, contribui para que a anêmona encontre
 alimento. É uma relação interespecífica harmônica.
Comensalismo
  Essa é uma relação
  interespecífica harmônica
  onde alguns animais
  conseguem restos de
  comida de outros animais
  sem os beneficiar ou
  prejudicar, esse animais
  são chamados de
  comensais.
    Um caso comum quando
  se fala de comensalismo é
  o tubarão e a rêmora. A
  rêmora é um peixe que
  possui uma ventosa na
  cabeça o que a anexa no
  corpo do tubarão, comendo
  os restos.
    Quando um ser se
  beneficia sem que o outro
  ganhe ou perca, essa
  relação pode ser chamada
Competição
 É uma relação de
  disputa entre seres
  vivos por alimento ou
  outros recursos como
  território.
    A luta entre dois
  machos por território ou
  para decidir quem
  cruza com a fêmea é
  uma forma de
  competição
 Por poder ser entre a
  mesma espécies ou
  não e e trazendo
  prejuízo para um
  membro, pode ser
  intraespecífica ou
Predatismo
 Por apresentar benefício
  para um mas causando
  prejuízo para outro e
  sendo entre espécies
  diferentes, chamamos
  essa relação de
  interespecífica
  desarmônica.
    Quando um animal se
  alimenta de outro animal
  de outra espécie, essa      • Ao contrário do que muitos
  relação é chamada de        pensam, o predatismo é
  predatismo. Sendo que, o    necessário para o controle
  que mata é chamado de       biológico. Imaginem se
  predador enquanto o que é   eliminássemos todos os
  morto é chamado de          predadores de insetos, por
  presa.                      exemplo. O número de insetos
    Existem MUITOS           ganharia uma grande proporção
  exemplos de predatismo,     enquanto o número de plantas
Canibalismo
 No canibalismo,
 acontece QUASE o
 mesmo que
 acontece no
 predatismo, um
 animal consegue
 alimento se
 alimentando de
 outro, a diferença é
 que no caso do
 canibalismo um ser
 se alimenta de outro
 da mesma espécie.
Herbivorismo
 Acontece quase o mesmo que no predatismo e
  no canibalismo, a diferença é que no predatismo
  e no canibalismo tanto o predador quanto a presa
  são animais, enquanto no herbivorismo um
  animal se alimenta de uma planta.
    Ocorre sempre em espécies diferentes e uma
  (planta) sempre sofre prejuízo, logo, chamamos
  essa relação de interespecífica desarmônica.
Parasitismo
 Quando uma ser
  (parasita) se instala no
  corpo de outro ser
  (hospedeiro) para ter
  benefício próprio
  causando malefícios
  para outro, chamamos
  essa relação de
  parasitismo.
    Um exemplo de
  parasitismo são as
  lombrigas (parasita) e
  os humanos
  (hospedeiros).
    Essa relação é
  interespecífica
Fim
 Bom pessoal, o slide acaba por aqui, como
  puderam ver, o slide possui o mesmo conteúdo
  do texto. Ele foi feito pois essa ferramenta pode
  ser melhor para transportar do que o texto
  completo.
 Se você encontrou algum erro ou algo não ficou
  claro, comente. Lembrando: caso queira
  participar do Pró Escola, entre em contato por
  proescola10@gmail.com. Tchau pessoal!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
Patrícia Silva
 
V.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologiaV.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologia
Rebeca Vale
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
Nelson Costa
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Leonardo Kaplan
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Nelson Costa
 
Ecossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileirosEcossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileiros
Edna Uliana
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
emanuel
 
Biologia Relações Ecologicas
Biologia Relações EcologicasBiologia Relações Ecologicas
Biologia Relações Ecologicas
Eduardo Da Silva Sousa
 
Os Vertebrados
Os VertebradosOs Vertebrados
Os Vertebrados
empaul_harris
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes
 
2 relações ecológicas
2   relações ecológicas2   relações ecológicas
2 relações ecológicas
Nataliana Cabral
 
Seleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptaçãoSeleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptação
Kamila Joyce
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Antonio Fernandes
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
Reinan Santos
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
Rebeca Vale
 

Mais procurados (20)

Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Ecossistemas
EcossistemasEcossistemas
Ecossistemas
 
V.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologiaV.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologia
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Ecossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileirosEcossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileiros
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Biologia Relações Ecologicas
Biologia Relações EcologicasBiologia Relações Ecologicas
Biologia Relações Ecologicas
 
Os Vertebrados
Os VertebradosOs Vertebrados
Os Vertebrados
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
2 relações ecológicas
2   relações ecológicas2   relações ecológicas
2 relações ecológicas
 
Seleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptaçãoSeleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptação
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
 

Destaque

Slides relações ecológicas
Slides relações ecológicasSlides relações ecológicas
Slides relações ecológicas
familiaestagio
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Aline Silva
 
RelaçõEs EcolóGicas
RelaçõEs EcolóGicasRelaçõEs EcolóGicas
RelaçõEs EcolóGicas
guest67130e
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
Gisele A. Barbosa
 
Aula 3 slide relação entre seres vivos
Aula 3 slide   relação entre seres vivosAula 3 slide   relação entre seres vivos
Aula 3 slide relação entre seres vivos
Halysson Bento
 
V. 2 Relações entre seres vivos
V. 2  Relações entre seres vivosV. 2  Relações entre seres vivos
V. 2 Relações entre seres vivos
Rebeca Vale
 

Destaque (6)

Slides relações ecológicas
Slides relações ecológicasSlides relações ecológicas
Slides relações ecológicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
RelaçõEs EcolóGicas
RelaçõEs EcolóGicasRelaçõEs EcolóGicas
RelaçõEs EcolóGicas
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Aula 3 slide relação entre seres vivos
Aula 3 slide   relação entre seres vivosAula 3 slide   relação entre seres vivos
Aula 3 slide relação entre seres vivos
 
V. 2 Relações entre seres vivos
V. 2  Relações entre seres vivosV. 2  Relações entre seres vivos
V. 2 Relações entre seres vivos
 

Semelhante a Relações ecológicas

Interações ecológicas
Interações ecológicasInterações ecológicas
Interações ecológicas
Ana Quijada
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
Higor Souza
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
Raquel Alves
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
guest2d00a0
 
Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
wenea
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
Neila
 
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Eduardo Henrique
 
Relacoes entre os_seres_vivos
Relacoes entre os_seres_vivosRelacoes entre os_seres_vivos
Relacoes entre os_seres_vivos
Altair Hoepers
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
Vanessa Anzolin
 
Interacções entre seres vivos
Interacções entre seres vivosInteracções entre seres vivos
Interacções entre seres vivos
Raquel Fabíola Fernandes
 
Didática 2
Didática 2Didática 2
Didática 2
Victor_DCAG
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
guest43f37cf
 
5º série
5º série5º série
5º série
Karen Machado
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Ana Paula Garcia
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
EwerthonGomes1
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
Victor_DCAG
 

Semelhante a Relações ecológicas (20)

Interações ecológicas
Interações ecológicasInterações ecológicas
Interações ecológicas
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
Relacoes entre-seres-vivos-pdf2
 
Relacoes entre os_seres_vivos
Relacoes entre os_seres_vivosRelacoes entre os_seres_vivos
Relacoes entre os_seres_vivos
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
 
Interacções entre seres vivos
Interacções entre seres vivosInteracções entre seres vivos
Interacções entre seres vivos
 
Didática 2
Didática 2Didática 2
Didática 2
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
 
5º série
5º série5º série
5º série
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 

Relações ecológicas

  • 2. Entendendo as Relações  Pessoal, hoje aprenderemos alguns tipos de relações entre seres vivos, mas antes, é bom sabermos de algumas coisas que serão ditas aqui.  Uma relação intraespecífica é quando essa relação ocorre entre seres da mesma espécie, como ocorre em uma colônia de abelhas. Já uma relação interespecífica é quando essa relação ocorre entres seres de espécies diferentes, como no mutualismo.  Quando dizemos que uma relação é harmônica, isso significa que ela traz benefício para todos os indivíduos envolvidos ou traz benefício para um enquanto não afeta o outro, já quando dizemos que é desarmônica isso significa que enquanto há benefício para um, há prejuízo para outro.
  • 3. Índice Sociedade Competição Colônias Canibalismo Mutualismo Predatismo Protocooperaç Herbivorismo ão Comensalismo Parasitismo
  • 4. Sociedade  Uma sociedade é um agrupamento de seres da mesma espécie que oferece benefícios para todos. No caso das abelhas por exemplo, uma colmeia ajuda na sobrevivência de seus membros.  Nesse tipo de relação, sempre observamos uma hierarquia, já que cada um desempenha seu • Como é uma relação entre papel de acordo com membros da mesma espécie suas capacidades. No e oferece benefícios para caso da colmeia, as abelhas operárias são as todos, chamamos essa menores e fracas, por relação de intraespecífica isso, seu principal papel harmônica.
  • 5. Colônia  É um agrupamento de vários indivíduos da mesma espécie que formam apenas uma unidade estrutural e funcional. É uma relação intraespecífica harmônica.  Quando falamos em colônias podem haver 2 tipos:  Nas colônias isomorfas os seres apresentam a mesma forma e não ocorre divisão de trabalho, um exemplo são as colônias de corais.  Nas colônias heteromorfas, os seres tem formas e funções distintas, logo ocorre a divisão de trabalhos, um exemplo é a
  • 6. Mutualismo  Alguns animais como abelhas e borboletas se alimentam do néctar de flores, algumas vezes, quando colhe o néctar, grãos de pólen se depositam no seu corpo. Pousando em outra flor, ele deixa cair o pólen que alcança o “gineceu” sendo responsável pela reprodução. Logo, concluímos que ao mesmo tempo que um • Vimos que o animal precisa da planta obtém alimento, outro para se alimentar e a planta precisa do se reproduz, logo animal para se reproduzir, mas na chamamos essa próxima relação conheceremos relação de interespecífica espécies que se beneficiam mas não harmônica. dependem uma das outras.
  • 7. Protocooperação  Um dos mais conhecidos exemplos de protocooperação é a anêmona-do-mar e o paguro. O paguro tem o corpo mole e ocupa o interior de conchas abandonadas de gastrópodes. Sobre a concha, instala-se uma ou mais anêmonas-do-mar. Dessa união, surge o benefício mútuo: a anêmona afugenta os predadores do paguro, e este, ao se deslocar, contribui para que a anêmona encontre alimento. É uma relação interespecífica harmônica.
  • 8. Comensalismo  Essa é uma relação interespecífica harmônica onde alguns animais conseguem restos de comida de outros animais sem os beneficiar ou prejudicar, esse animais são chamados de comensais.  Um caso comum quando se fala de comensalismo é o tubarão e a rêmora. A rêmora é um peixe que possui uma ventosa na cabeça o que a anexa no corpo do tubarão, comendo os restos.  Quando um ser se beneficia sem que o outro ganhe ou perca, essa relação pode ser chamada
  • 9. Competição  É uma relação de disputa entre seres vivos por alimento ou outros recursos como território.  A luta entre dois machos por território ou para decidir quem cruza com a fêmea é uma forma de competição  Por poder ser entre a mesma espécies ou não e e trazendo prejuízo para um membro, pode ser intraespecífica ou
  • 10. Predatismo  Por apresentar benefício para um mas causando prejuízo para outro e sendo entre espécies diferentes, chamamos essa relação de interespecífica desarmônica.  Quando um animal se alimenta de outro animal de outra espécie, essa • Ao contrário do que muitos relação é chamada de pensam, o predatismo é predatismo. Sendo que, o necessário para o controle que mata é chamado de biológico. Imaginem se predador enquanto o que é eliminássemos todos os morto é chamado de predadores de insetos, por presa. exemplo. O número de insetos  Existem MUITOS ganharia uma grande proporção exemplos de predatismo, enquanto o número de plantas
  • 11. Canibalismo  No canibalismo, acontece QUASE o mesmo que acontece no predatismo, um animal consegue alimento se alimentando de outro, a diferença é que no caso do canibalismo um ser se alimenta de outro da mesma espécie.
  • 12. Herbivorismo  Acontece quase o mesmo que no predatismo e no canibalismo, a diferença é que no predatismo e no canibalismo tanto o predador quanto a presa são animais, enquanto no herbivorismo um animal se alimenta de uma planta.  Ocorre sempre em espécies diferentes e uma (planta) sempre sofre prejuízo, logo, chamamos essa relação de interespecífica desarmônica.
  • 13. Parasitismo  Quando uma ser (parasita) se instala no corpo de outro ser (hospedeiro) para ter benefício próprio causando malefícios para outro, chamamos essa relação de parasitismo.  Um exemplo de parasitismo são as lombrigas (parasita) e os humanos (hospedeiros).  Essa relação é interespecífica
  • 14. Fim  Bom pessoal, o slide acaba por aqui, como puderam ver, o slide possui o mesmo conteúdo do texto. Ele foi feito pois essa ferramenta pode ser melhor para transportar do que o texto completo.  Se você encontrou algum erro ou algo não ficou claro, comente. Lembrando: caso queira participar do Pró Escola, entre em contato por proescola10@gmail.com. Tchau pessoal!