SlideShare uma empresa Scribd logo
Em momentos difíceis, é sempre bom ter
com quem conversar. E com o Viva Voz,
osusuáriosdedrogasnuncaestãosozinhos.
O serviço é gratuito, sigiloso e de extrema
importância para o início do tratamento
e a recuperação dos dependentes.
Oatendimento érealizado porconsultores
capacitados e supervisionados por
profissionais, mestres e doutores da área
de saúde. Informações científicas sobre
as drogas, o local mais próximo para
o tratamento e conselhos para o usuário
e para os seus familiares. O Viva Voz
funciona de segunda a sexta, das 8h
às 24h, e está sempre pronto para acolher
e esclarecer qualquer dúvida.
5 E se o crack for usado junto
com outras drogas? 6 Fumar crack na gravidez
prejudica o bebê? 7 PROGRAMA CRACK,
É POSSÍVEL VENCER.
Algumas pessoas usam o crack junto com
outras drogas, como bebidas alcoólicas,
medicamentos ou maconha. Essas combinações
podem gerar consequências mais graves do que
o uso isolado da droga. Os usuários buscam,
nessa mistura, reduzir o desconforto causado
pela droga.
Sim. A gestante ao fumar crack aumenta
o risco de aborto. Para o bebê, o crack pode
causar má formação, baixo peso ao nascer;
e, na infância, o aumento do risco de morte
súbita, alterações do comportamento e atraso
no desenvolvimento.
Importante: o crack passa pelo leite materno.
Enfrentar o crack é compromisso de todos.
O governo federal lançou o programa Crack,
é Possível Vencer para trabalhar em parceria
com estados, municípios e a sociedade em
três eixos: prevenção, cuidado e segurança. No
total, estão previstos R$ 4 bilhões em recursos
federais até 2014 que serão investidos em ações
de orientação da população, capacitação de
profissionais, aumento da oferta de tratamento
e atenção aos usuários, além do enfrentamento
ao tráfico de drogas.
Quanto mais rápido o usuário for auxiliado,
maior a chance de recuperação. Com
o uso contínuo, mesmo em poucas doses,
o crack já causa dependência e deixa
a saúde bastante debilitada. Por isso,
o tratamento deve começar logo. Ligando no
132 (VivaVoz), você encontra, gratuitamente,
mais informações e onde procurar ajuda na
sua região. Consulte no verso desse folheto
outros meios para conhecer mais sobre
o assunto.
O uso de crack pode diminuir a necessidade
de comer e dormir. Muitas vezes os usuários
saem em “jornadas” em que consomem
a droga durante dias seguidos. Podem
ocorrer redução do apetite, náusea e dor
abdominal. Frequentemente, a alimentação
e o sono ficam prejudicados, levando ao
emagrecimento e esgotamento físico.
Os hábitos básicos de higiene também podem
ficar comprometidos. O crack pode aumentar
o desejo sexual no início; porém, com
o uso continuado da droga, o interesse
e a potência sexual diminuem. A pessoa sob
efeito de crack aumenta o risco de praticar
sexo inseguro, aumentando as chances
de gravidez indesejada e as possibilidades de
contrair doenças sexualmente transmissíveis.
1 O que é o crack? 2 Quais são os efeitos do crack? 4
Como o crack influencia no
apetite,no sono e na vida sexual?3 O que fazer quando alguém
começa a usar crack?
O uso do crack pode gerar inquietação
mental e física, causar insônia, aumento da
temperatura,da pressão arterial, da frequência
respiratória e cardíaca, além de suor excessivo,
tremores, tiques, contrações musculares
involuntárias, dilatação da pupila e inibição do
apetite. Como o usuário muitas vezes deixa
de se alimentar, ele acaba perdendo peso
e as defesas do organismo ficam fragilizadas,
aumentando as chances de surgirem outras
doenças. Além disso, os dependentes podem
sofrer outros sintomas como: euforia, psicose,
agressividade, paranoia, alucinação, mania de
perseguição e depressão profunda.
O crack tem a mesma origem da cocaína,
concentra os mesmos princípios ativos, mas
gera efeitos distintos. É uma droga em forma
de “pedra” branca ou amarelada que provoca
efeitos mais rápidos e intensos do que a cocaína
em pó, porque atinge o sistema nervoso central
em poucos segundos. Fumar crack é a maneira
mais rápida de fazer com que a droga chegue
ao cérebro e provavelmente esta é a razão para
a rápida progressão para a dependência.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Perguntas e-respostas-crack

Drogas
DrogasDrogas
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
Fernando Coutinho Fotografia e Cinema
 
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
fOTÓGRAFO DE cASAMENTO sAMPA
 
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
WONDER PRODUÇÕES
 
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLiaLiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
guest06a00c
 
Cartilha Sobre Drogas
Cartilha Sobre DrogasCartilha Sobre Drogas
Cartilha Sobre Drogas
Marina-Rosado
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
Alinebrauna Brauna
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
Mario Mariorui
 
Caderneta de saúde do adolescente
Caderneta de saúde do adolescenteCaderneta de saúde do adolescente
Caderneta de saúde do adolescente
Letícia Spina Tapia
 
Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!
seminario4cederj
 
Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!
seminario4cederjuerj
 
Toxico
ToxicoToxico
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdfAula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
Universidade Estadual de Maringá - UEM
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
Mario Mariorui
 
Drogas palestras
Drogas palestrasDrogas palestras
Drogas palestras
lindavick876
 
Jogos educação física
Jogos educação físicaJogos educação física
Jogos educação física
marciomacario
 
Jogos educação física
Jogos educação físicaJogos educação física
Jogos educação física
marciomacario
 
Drogas
DrogasDrogas
Relatório estudo de caso drogas na gravidez
Relatório estudo de caso drogas na gravidezRelatório estudo de caso drogas na gravidez
Relatório estudo de caso drogas na gravidez
jeane xavier da costa
 
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Semelhante a Perguntas e-respostas-crack (20)

Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
 
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
 
Tratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crackTratamento para usuários de crack
Tratamento para usuários de crack
 
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLiaLiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
LiçãO 08 SaúDe Na FamíLia
 
Cartilha Sobre Drogas
Cartilha Sobre DrogasCartilha Sobre Drogas
Cartilha Sobre Drogas
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
 
Caderneta de saúde do adolescente
Caderneta de saúde do adolescenteCaderneta de saúde do adolescente
Caderneta de saúde do adolescente
 
Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!
 
Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!Crack – saia fora dessa!
Crack – saia fora dessa!
 
Toxico
ToxicoToxico
Toxico
 
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdfAula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
Aula - Prevenção ao uso de drogas.pdf
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
 
Drogas palestras
Drogas palestrasDrogas palestras
Drogas palestras
 
Jogos educação física
Jogos educação físicaJogos educação física
Jogos educação física
 
Jogos educação física
Jogos educação físicaJogos educação física
Jogos educação física
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Relatório estudo de caso drogas na gravidez
Relatório estudo de caso drogas na gravidezRelatório estudo de caso drogas na gravidez
Relatório estudo de caso drogas na gravidez
 
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
CADERNETA de SAÚDE do ADOLESCENTE - Ministério da Saúde
 

Mais de Alinebrauna Brauna

Pnab
PnabPnab
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricosOrientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Alinebrauna Brauna
 
Livro completo senad5
Livro completo senad5Livro completo senad5
Livro completo senad5
Alinebrauna Brauna
 
Radis 131 web
Radis 131 webRadis 131 web
Radis 131 web
Alinebrauna Brauna
 
Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013
Alinebrauna Brauna
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
Alinebrauna Brauna
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
PmaqPmaq
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
Todo sentimento
Todo sentimentoTodo sentimento
Todo sentimento
Alinebrauna Brauna
 
Suas os desafios da assistencia social
Suas   os desafios da assistencia socialSuas   os desafios da assistencia social
Suas os desafios da assistencia social
Alinebrauna Brauna
 
Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
Alinebrauna Brauna
 
Saúde mental
Saúde mentalSaúde mental
Saúde mental
Alinebrauna Brauna
 
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociaisO papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
Alinebrauna Brauna
 
Mpcda
MpcdaMpcda
Histórico sobre o eca
Histórico sobre o ecaHistórico sobre o eca
Histórico sobre o eca
Alinebrauna Brauna
 
Politica de ad
Politica de adPolitica de ad
Politica de ad
Alinebrauna Brauna
 
Palestra álcool
Palestra álcoolPalestra álcool
Palestra álcool
Alinebrauna Brauna
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mentalManual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Alinebrauna Brauna
 

Mais de Alinebrauna Brauna (20)

Pnab
PnabPnab
Pnab
 
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricosOrientacoes coleta analise_dados_antropometricos
Orientacoes coleta analise_dados_antropometricos
 
Livro completo senad5
Livro completo senad5Livro completo senad5
Livro completo senad5
 
Radis 131 web
Radis 131 webRadis 131 web
Radis 131 web
 
Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013Copia de radis_129_23maio2013
Copia de radis_129_23maio2013
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
 
Pmaq
PmaqPmaq
Pmaq
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Todo sentimento
Todo sentimentoTodo sentimento
Todo sentimento
 
Suas os desafios da assistencia social
Suas   os desafios da assistencia socialSuas   os desafios da assistencia social
Suas os desafios da assistencia social
 
Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
 
Saúde mental
Saúde mentalSaúde mental
Saúde mental
 
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociaisO papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
O papel do cuidador e seus aspectos psicossociais
 
Mpcda
MpcdaMpcda
Mpcda
 
Histórico sobre o eca
Histórico sobre o ecaHistórico sobre o eca
Histórico sobre o eca
 
Politica de ad
Politica de adPolitica de ad
Politica de ad
 
Palestra álcool
Palestra álcoolPalestra álcool
Palestra álcool
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
Manual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mentalManual prevencao suicidio_saude_mental
Manual prevencao suicidio_saude_mental
 

Perguntas e-respostas-crack

  • 1. Em momentos difíceis, é sempre bom ter com quem conversar. E com o Viva Voz, osusuáriosdedrogasnuncaestãosozinhos. O serviço é gratuito, sigiloso e de extrema importância para o início do tratamento e a recuperação dos dependentes. Oatendimento érealizado porconsultores capacitados e supervisionados por profissionais, mestres e doutores da área de saúde. Informações científicas sobre as drogas, o local mais próximo para o tratamento e conselhos para o usuário e para os seus familiares. O Viva Voz funciona de segunda a sexta, das 8h às 24h, e está sempre pronto para acolher e esclarecer qualquer dúvida. 5 E se o crack for usado junto com outras drogas? 6 Fumar crack na gravidez prejudica o bebê? 7 PROGRAMA CRACK, É POSSÍVEL VENCER. Algumas pessoas usam o crack junto com outras drogas, como bebidas alcoólicas, medicamentos ou maconha. Essas combinações podem gerar consequências mais graves do que o uso isolado da droga. Os usuários buscam, nessa mistura, reduzir o desconforto causado pela droga. Sim. A gestante ao fumar crack aumenta o risco de aborto. Para o bebê, o crack pode causar má formação, baixo peso ao nascer; e, na infância, o aumento do risco de morte súbita, alterações do comportamento e atraso no desenvolvimento. Importante: o crack passa pelo leite materno. Enfrentar o crack é compromisso de todos. O governo federal lançou o programa Crack, é Possível Vencer para trabalhar em parceria com estados, municípios e a sociedade em três eixos: prevenção, cuidado e segurança. No total, estão previstos R$ 4 bilhões em recursos federais até 2014 que serão investidos em ações de orientação da população, capacitação de profissionais, aumento da oferta de tratamento e atenção aos usuários, além do enfrentamento ao tráfico de drogas.
  • 2. Quanto mais rápido o usuário for auxiliado, maior a chance de recuperação. Com o uso contínuo, mesmo em poucas doses, o crack já causa dependência e deixa a saúde bastante debilitada. Por isso, o tratamento deve começar logo. Ligando no 132 (VivaVoz), você encontra, gratuitamente, mais informações e onde procurar ajuda na sua região. Consulte no verso desse folheto outros meios para conhecer mais sobre o assunto. O uso de crack pode diminuir a necessidade de comer e dormir. Muitas vezes os usuários saem em “jornadas” em que consomem a droga durante dias seguidos. Podem ocorrer redução do apetite, náusea e dor abdominal. Frequentemente, a alimentação e o sono ficam prejudicados, levando ao emagrecimento e esgotamento físico. Os hábitos básicos de higiene também podem ficar comprometidos. O crack pode aumentar o desejo sexual no início; porém, com o uso continuado da droga, o interesse e a potência sexual diminuem. A pessoa sob efeito de crack aumenta o risco de praticar sexo inseguro, aumentando as chances de gravidez indesejada e as possibilidades de contrair doenças sexualmente transmissíveis. 1 O que é o crack? 2 Quais são os efeitos do crack? 4 Como o crack influencia no apetite,no sono e na vida sexual?3 O que fazer quando alguém começa a usar crack? O uso do crack pode gerar inquietação mental e física, causar insônia, aumento da temperatura,da pressão arterial, da frequência respiratória e cardíaca, além de suor excessivo, tremores, tiques, contrações musculares involuntárias, dilatação da pupila e inibição do apetite. Como o usuário muitas vezes deixa de se alimentar, ele acaba perdendo peso e as defesas do organismo ficam fragilizadas, aumentando as chances de surgirem outras doenças. Além disso, os dependentes podem sofrer outros sintomas como: euforia, psicose, agressividade, paranoia, alucinação, mania de perseguição e depressão profunda. O crack tem a mesma origem da cocaína, concentra os mesmos princípios ativos, mas gera efeitos distintos. É uma droga em forma de “pedra” branca ou amarelada que provoca efeitos mais rápidos e intensos do que a cocaína em pó, porque atinge o sistema nervoso central em poucos segundos. Fumar crack é a maneira mais rápida de fazer com que a droga chegue ao cérebro e provavelmente esta é a razão para a rápida progressão para a dependência.