SlideShare uma empresa Scribd logo
Monitorização temporária de vibrações
Um caso prático
Sobre a DMC e a D4VIB
equipamentos e serviços de manutenção preditiva
Adaptamo-nos
às suas
necessidades !
Software
Hardware
Formação
Implementação
Medições
Apoio técnico
Relatórios
Quando ocorre um alerta numa máquina - dilema do gestor
técnico – intervir ou não intervir?
Máquina sem
alarme - OK
Máquina com
alarme !
Nesta situação, os gestores técnicos
são confrontados com as seguintes
alternativas:
• Arrancar a máquina e correr o risco
de a destruir;
• Efetuar uma Intervenção de
manutenção na máquina e correr o
risco de não encontrar nada.
A necessidade de dispor mais informação sobre as máquinas,
para poder tomar as melhores decisões….
Vibrações
Termografia
Ultrassons
Análise de
motores
elétricos
Tecnologias preditivas
Emissão
acústica
Medição de
tensão em
veios
Equilibragem
no local
Proteção
de
rolamentos
Tecnologias corretivas
Alinhamento
de veios
Calibração de
cadeias de
monitorização
de vibrações
Monitorização temporária de vibrações – exemplos de situações
em que se torna necessária mais informação
• Exemplo I - Máquinas críticas cujo acompanhamento de condição é efetuado
com base em medições regulares efetuadas com analisadores de vibrações
portáteis:
• Quando um alerta é despoletado imediatamente se colocam duas questões:
• Qual a causa?
• Quanto tempo vai a máquina funcionar, sem ocorrer uma paragem por avaria?
• Exemplo II - Máquinas críticas, vigiadas por sistemas permanentes de
monitorização de vibrações protetivos, que são paradas pelo acionamento de
um relé, pela medição de vibrações excessivas do monitor, mas em que os
gestores técnicos não dispõem de nenhuma informação sobre o que as fez
parar.
Sistema wireless – a solução para a monitorização temporária de
vibrações
• Não existirem cabos de ligação - instalação facilitada
• Alimentação aos sensores a bateria.
• Resultados das medidas acessíveis por browser – fácil acesso à informação;
• Ligação à rede informática fabril ou à Internet , com cartão, 4G.
Aplicação cliente –servidor para os especialistas efetuarem
análise de vibrações
Sistema de monitorização wireless - Esquema geral
Caso prático – a situação
• Um turbo-gerador com algumas dezenas de
Megawatts, com um sistema protetivo
baseado em proximitors, parou algumas vezes
por vibrações excessivas, medidas pelo
monitor permanente.
• Os gestores do activo pretendiam saber:
a) se haveria um problema na máquina, ou;
b) seria o um problema no monitor.
Sistema de monitorização de vibrações temporário - wireless
• Para isso foi montado um sistema de monitorização de
vibrações temporário, com um acelerómetro wireless na
chumaceira onde o monitor de vibrações, ocasionalmente
assinalava vibrações excessivas;
• O sistema foi parametrizado para efetuar as seguintes
medições:
• Aceleração - forma de onda – cada 2 minutos
• Aceleração – valor global – cada 30 segundos
• Velocidade – espetro (2-1000 Hz) e valor global – cada
2 minutos
Monitorização temporária de vibrações entre 23 de agosto e 17
de setembro
Paragens
Detalhe da monitorização temporária de vibrações no dia 28 de
agosto, onde se podem ver três paragens com subidas de níveis
de vibrações claros nas duas últimas.
Subidas do nível de
vibração antes das
paragens
Mapa espetral correspondente à monitorização temporária de
vibrações no dia 28 de agosto.
evidência de surgimento de
componente sub-síncrona
Espetro de frequência recolhido no início de uma paragem,
correspondente à monitorização temporária de vibrações no dia
28 de agosto com evidência de componente sub-síncrona
Esta componente sub-síncrona foi
relacionada com instabilidades da pelicula
de óleo, motivadas por variações de
temperatura do óleo. A altura das
paragens, coincide com um período do
Verão, com temperatura ambiente média
bastante elevada.
Conclusão
• Por este exemplo, pode-se ver a informação adicional
fornecida por um sistema wireless de monitorização
temporária de vibrações e a sua utilidade.
Pode ler mais informações
sobre este caso prático
neste link
PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2020
Para mais
informações ver
www.dmc.pt
OBRIGADO
Esperamos que esta
apresentação tenho
sido interessante

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Acelerometros ATEX
Acelerometros ATEXAcelerometros ATEX
III Analise de vibrações em rolamentos - Exemplos de análise do envelope
III Analise de vibrações em rolamentos   - Exemplos de análise do envelopeIII Analise de vibrações em rolamentos   - Exemplos de análise do envelope
III Analise de vibrações em rolamentos - Exemplos de análise do envelope
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações 7 - Funções de dois canais no domínio da frequência
Analisador de vibrações 7   - Funções de dois canais no domínio da frequênciaAnalisador de vibrações 7   - Funções de dois canais no domínio da frequência
Analisador de vibrações 7 - Funções de dois canais no domínio da frequência
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
MCM exemplo prático de aplicação - Base solta
MCM exemplo prático de aplicação - Base soltaMCM exemplo prático de aplicação - Base solta
MCM exemplo prático de aplicação - Base solta
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionadaMCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VIAnalisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações X o Cepstro
Analisador de vibrações X  o CepstroAnalisador de vibrações X  o Cepstro
Analisador de vibrações X o Cepstro
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursosRecursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticasCurso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
Matheus Silva
 
Analisadores de vibrações
Analisadores de vibraçõesAnalisadores de vibrações
Analisadores de vibrações
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações VIII Função de dois canais no domínio do tempo - or...
Analisador de vibrações VIII   Função de dois canais no domínio do tempo - or...Analisador de vibrações VIII   Função de dois canais no domínio do tempo - or...
Analisador de vibrações VIII Função de dois canais no domínio do tempo - or...
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditivaA mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
Alfacomp Automação Industrial Ltda.
 
Analisador de vibraçôes IX Funções de um canal no tempo
Analisador de vibraçôes IX   Funções de um canal no tempoAnalisador de vibraçôes IX   Funções de um canal no tempo
Analisador de vibraçôes IX Funções de um canal no tempo
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Análise de vibracao
Análise de vibracaoAnálise de vibracao
Análise de vibracao
Marco Antonio Costa
 
Introdução ao Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
Introdução ao  Curso de Análise de Vibrações em EngrenagensIntrodução ao  Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
Introdução ao Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentosI Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Axf
AxfAxf
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos Controlo de Condição - uma perspetiva
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos  Controlo de Condição  - uma perspetiva01 Diagnóstico de Motores Eléctricos  Controlo de Condição  - uma perspetiva
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos Controlo de Condição - uma perspetiva
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
II Análise de vibrações em rolamentos - análise do envelope
II Análise de vibrações em rolamentos  - análise do envelopeII Análise de vibrações em rolamentos  - análise do envelope
II Análise de vibrações em rolamentos - análise do envelope
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 

Mais procurados (20)

Acelerometros ATEX
Acelerometros ATEXAcelerometros ATEX
Acelerometros ATEX
 
III Analise de vibrações em rolamentos - Exemplos de análise do envelope
III Analise de vibrações em rolamentos   - Exemplos de análise do envelopeIII Analise de vibrações em rolamentos   - Exemplos de análise do envelope
III Analise de vibrações em rolamentos - Exemplos de análise do envelope
 
Analisador de vibrações 7 - Funções de dois canais no domínio da frequência
Analisador de vibrações 7   - Funções de dois canais no domínio da frequênciaAnalisador de vibrações 7   - Funções de dois canais no domínio da frequência
Analisador de vibrações 7 - Funções de dois canais no domínio da frequência
 
MCM exemplo prático de aplicação - Base solta
MCM exemplo prático de aplicação - Base soltaMCM exemplo prático de aplicação - Base solta
MCM exemplo prático de aplicação - Base solta
 
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionadaMCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
MCM exemplo prático de aplicação - Cavitação em bomba accionada
 
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
14 Diagnóstico de motores elétricos - conceitos de MCM
 
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VIAnalisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VI
 
Analisador de vibrações X o Cepstro
Analisador de vibrações X  o CepstroAnalisador de vibrações X  o Cepstro
Analisador de vibrações X o Cepstro
 
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursosRecursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
Recursos de conhecimento de manutenção preditiva – cursos
 
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticasCurso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
Curso análise de vibração em máquinas rotativas críticas
 
Analisadores de vibrações
Analisadores de vibraçõesAnalisadores de vibrações
Analisadores de vibrações
 
Analisador de vibrações VIII Função de dois canais no domínio do tempo - or...
Analisador de vibrações VIII   Função de dois canais no domínio do tempo - or...Analisador de vibrações VIII   Função de dois canais no domínio do tempo - or...
Analisador de vibrações VIII Função de dois canais no domínio do tempo - or...
 
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditivaA mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
A mediçao de vibração e a evolução da manutenção preditiva
 
Analisador de vibraçôes IX Funções de um canal no tempo
Analisador de vibraçôes IX   Funções de um canal no tempoAnalisador de vibraçôes IX   Funções de um canal no tempo
Analisador de vibraçôes IX Funções de um canal no tempo
 
Análise de vibracao
Análise de vibracaoAnálise de vibracao
Análise de vibracao
 
Introdução ao Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
Introdução ao  Curso de Análise de Vibrações em EngrenagensIntrodução ao  Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
Introdução ao Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens
 
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentosI Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
I Conceitos de análise de vibrações em rolamentos
 
Axf
AxfAxf
Axf
 
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos Controlo de Condição - uma perspetiva
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos  Controlo de Condição  - uma perspetiva01 Diagnóstico de Motores Eléctricos  Controlo de Condição  - uma perspetiva
01 Diagnóstico de Motores Eléctricos Controlo de Condição - uma perspetiva
 
II Análise de vibrações em rolamentos - análise do envelope
II Análise de vibrações em rolamentos  - análise do envelopeII Análise de vibrações em rolamentos  - análise do envelope
II Análise de vibrações em rolamentos - análise do envelope
 

Semelhante a Monitorização temporária de vibrações

Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdfAnalise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
LemuelVasconcelos1
 
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).pptAula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
FernandoAlvesGaia
 
Análise de vibrações em engrenagens 3 - Técnicas de diagnóstico
Análise de vibrações em engrenagens 3  - Técnicas de diagnósticoAnálise de vibrações em engrenagens 3  - Técnicas de diagnóstico
Análise de vibrações em engrenagens 3 - Técnicas de diagnóstico
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
1 análise de vibração - definições técnicas
1  análise de vibração - definições técnicas1  análise de vibração - definições técnicas
1 análise de vibração - definições técnicas
Evaldo Agnoletto
 
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.pptAula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
FabianoAlves999042
 
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.pptAula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
PauloSilva156065
 
Sistemas de diagnóstico de vibrações
Sistemas de diagnóstico de vibraçõesSistemas de diagnóstico de vibrações
Sistemas de diagnóstico de vibrações
Robson Rodrigues
 
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdfDo diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
ifm electronic gmbh
 
Manutenção em motores elétricos
Manutenção em motores elétricosManutenção em motores elétricos
Manutenção em motores elétricos
Roní Gonçalves
 
Nbr 9441 alarme_de_incedio
Nbr 9441 alarme_de_incedioNbr 9441 alarme_de_incedio
Nbr 9441 alarme_de_incedio
Pâmela Mena
 
Benefícios da telemetria para o saneamento
Benefícios da telemetria para o saneamentoBenefícios da telemetria para o saneamento
Benefícios da telemetria para o saneamento
Alfacomp Automação Industrial Ltda.
 
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptxSLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
Iguero
 
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
TI Safe
 
01_br_Manutenção.ppt
01_br_Manutenção.ppt01_br_Manutenção.ppt
01_br_Manutenção.ppt
JefersonMatiasMartin
 
Medição remota de vibração
Medição remota de vibraçãoMedição remota de vibração
Medição remota de vibração
Alfacomp Automação Industrial Ltda.
 
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTOAULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
JairGaldino4
 
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM CASO...
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM  CASO...Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM  CASO...
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM CASO...
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
TI Safe
 
Pop manutenção elétrica
Pop manutenção elétricaPop manutenção elétrica
Pop manutenção elétrica
FcoAfonso
 
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas ResiduaisSistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
ISA - Intelligent Sensing Anywhere
 

Semelhante a Monitorização temporária de vibrações (20)

Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdfAnalise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
Analise_de_vibracao_passo_a_passo inicio.pdf
 
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).pptAula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
Aula 03 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 3 (1).ppt
 
Análise de vibrações em engrenagens 3 - Técnicas de diagnóstico
Análise de vibrações em engrenagens 3  - Técnicas de diagnósticoAnálise de vibrações em engrenagens 3  - Técnicas de diagnóstico
Análise de vibrações em engrenagens 3 - Técnicas de diagnóstico
 
1 análise de vibração - definições técnicas
1  análise de vibração - definições técnicas1  análise de vibração - definições técnicas
1 análise de vibração - definições técnicas
 
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.pptAula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
 
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.pptAula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
Aula 01 - Metodos de Diagnosticos de Maquinas - Parte 1.ppt
 
Sistemas de diagnóstico de vibrações
Sistemas de diagnóstico de vibraçõesSistemas de diagnóstico de vibrações
Sistemas de diagnóstico de vibrações
 
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdfDo diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
Do diagnóstico de vibrações até ao monitoramento de processos 2013.pdf
 
Manutenção em motores elétricos
Manutenção em motores elétricosManutenção em motores elétricos
Manutenção em motores elétricos
 
Nbr 9441 alarme_de_incedio
Nbr 9441 alarme_de_incedioNbr 9441 alarme_de_incedio
Nbr 9441 alarme_de_incedio
 
Benefícios da telemetria para o saneamento
Benefícios da telemetria para o saneamentoBenefícios da telemetria para o saneamento
Benefícios da telemetria para o saneamento
 
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptxSLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
SLIDE ANALISE DE VIBRAÇÃO.pptx
 
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Marcelo Branquinho e Jan Seidl
 
01_br_Manutenção.ppt
01_br_Manutenção.ppt01_br_Manutenção.ppt
01_br_Manutenção.ppt
 
Medição remota de vibração
Medição remota de vibraçãoMedição remota de vibração
Medição remota de vibração
 
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTOAULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
AULA DE MANUTENÇÃO MECÂNICA PREVENTIVA DE AUTO
 
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM CASO...
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM  CASO...Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM  CASO...
Deteção de avarias no estator de um motor eléctrico pela técnica de MCM CASO...
 
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
[CLASS 2014] Palestra Técnica - Leonardo Cardoso
 
Pop manutenção elétrica
Pop manutenção elétricaPop manutenção elétrica
Pop manutenção elétrica
 
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas ResiduaisSistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
Sistema de Telegestão para Redes de Abastecimento e Drenagem de Águas Residuais
 

Mais de DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda

Caso práctico ventilador
Caso práctico ventiladorCaso práctico ventilador
Caso práctico ventilador
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Caso practico bomba
Caso practico bombaCaso practico bomba
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações XII - unidades dos eixos do espetro de frequência
Analisador de vibrações XII -   unidades dos eixos do espetro de frequênciaAnalisador de vibrações XII -   unidades dos eixos do espetro de frequência
Analisador de vibrações XII - unidades dos eixos do espetro de frequência
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
MCM exemplos práticos - avaria no rotor
MCM exemplos práticos  - avaria no rotorMCM exemplos práticos  - avaria no rotor
MCM exemplos práticos - avaria no rotor
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos PráticosCurso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avariasAnálise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento V
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VAnalisador de vibrações - Modo de funcionamento V
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento V
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagensAnalise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IV
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IVAnalisador de vibrações - modo de funcionamento IV
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IV
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento III
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IIIAnalisador de vibrações - modo de funcionamento III
Analisador de vibrações - modo de funcionamento III
DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda
 

Mais de DMC Engenharia e Sistemas Ibéricos Lda (12)

Caso práctico ventilador
Caso práctico ventiladorCaso práctico ventilador
Caso práctico ventilador
 
Caso practico bomba
Caso practico bombaCaso practico bomba
Caso practico bomba
 
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
Identificação de avarias em rolamentos, a rodar a muito baixa velocidade de r...
 
Analisador de vibrações XII - unidades dos eixos do espetro de frequência
Analisador de vibrações XII -   unidades dos eixos do espetro de frequênciaAnalisador de vibrações XII -   unidades dos eixos do espetro de frequência
Analisador de vibrações XII - unidades dos eixos do espetro de frequência
 
MCM exemplos práticos - avaria no rotor
MCM exemplos práticos  - avaria no rotorMCM exemplos práticos  - avaria no rotor
MCM exemplos práticos - avaria no rotor
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
Analisador de vibrações - modo de funcionamento - 0
 
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos PráticosCurso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
Curso de Análise de Vibrações em Engrenagens V Casos Práticos
 
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avariasAnálise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
Análise de vibrações em engrenagens IV Deteção de defeitos e avarias
 
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento V
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento VAnalisador de vibrações - Modo de funcionamento V
Analisador de vibrações - Modo de funcionamento V
 
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagensAnalise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
Analise de vibrações em engrenagens 2 - vibrações em engrenagens
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IV
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IVAnalisador de vibrações - modo de funcionamento IV
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IV
 
Analisador de vibrações - modo de funcionamento III
Analisador de vibrações - modo de funcionamento IIIAnalisador de vibrações - modo de funcionamento III
Analisador de vibrações - modo de funcionamento III
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 

Último (7)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 

Monitorização temporária de vibrações

  • 1. Monitorização temporária de vibrações Um caso prático
  • 2. Sobre a DMC e a D4VIB equipamentos e serviços de manutenção preditiva Adaptamo-nos às suas necessidades ! Software Hardware Formação Implementação Medições Apoio técnico Relatórios
  • 3. Quando ocorre um alerta numa máquina - dilema do gestor técnico – intervir ou não intervir? Máquina sem alarme - OK Máquina com alarme ! Nesta situação, os gestores técnicos são confrontados com as seguintes alternativas: • Arrancar a máquina e correr o risco de a destruir; • Efetuar uma Intervenção de manutenção na máquina e correr o risco de não encontrar nada.
  • 4. A necessidade de dispor mais informação sobre as máquinas, para poder tomar as melhores decisões….
  • 6. Equilibragem no local Proteção de rolamentos Tecnologias corretivas Alinhamento de veios Calibração de cadeias de monitorização de vibrações
  • 7. Monitorização temporária de vibrações – exemplos de situações em que se torna necessária mais informação • Exemplo I - Máquinas críticas cujo acompanhamento de condição é efetuado com base em medições regulares efetuadas com analisadores de vibrações portáteis: • Quando um alerta é despoletado imediatamente se colocam duas questões: • Qual a causa? • Quanto tempo vai a máquina funcionar, sem ocorrer uma paragem por avaria? • Exemplo II - Máquinas críticas, vigiadas por sistemas permanentes de monitorização de vibrações protetivos, que são paradas pelo acionamento de um relé, pela medição de vibrações excessivas do monitor, mas em que os gestores técnicos não dispõem de nenhuma informação sobre o que as fez parar.
  • 8. Sistema wireless – a solução para a monitorização temporária de vibrações • Não existirem cabos de ligação - instalação facilitada • Alimentação aos sensores a bateria. • Resultados das medidas acessíveis por browser – fácil acesso à informação; • Ligação à rede informática fabril ou à Internet , com cartão, 4G.
  • 9. Aplicação cliente –servidor para os especialistas efetuarem análise de vibrações
  • 10. Sistema de monitorização wireless - Esquema geral
  • 11. Caso prático – a situação • Um turbo-gerador com algumas dezenas de Megawatts, com um sistema protetivo baseado em proximitors, parou algumas vezes por vibrações excessivas, medidas pelo monitor permanente. • Os gestores do activo pretendiam saber: a) se haveria um problema na máquina, ou; b) seria o um problema no monitor.
  • 12. Sistema de monitorização de vibrações temporário - wireless • Para isso foi montado um sistema de monitorização de vibrações temporário, com um acelerómetro wireless na chumaceira onde o monitor de vibrações, ocasionalmente assinalava vibrações excessivas; • O sistema foi parametrizado para efetuar as seguintes medições: • Aceleração - forma de onda – cada 2 minutos • Aceleração – valor global – cada 30 segundos • Velocidade – espetro (2-1000 Hz) e valor global – cada 2 minutos
  • 13. Monitorização temporária de vibrações entre 23 de agosto e 17 de setembro Paragens
  • 14. Detalhe da monitorização temporária de vibrações no dia 28 de agosto, onde se podem ver três paragens com subidas de níveis de vibrações claros nas duas últimas. Subidas do nível de vibração antes das paragens
  • 15. Mapa espetral correspondente à monitorização temporária de vibrações no dia 28 de agosto. evidência de surgimento de componente sub-síncrona
  • 16. Espetro de frequência recolhido no início de uma paragem, correspondente à monitorização temporária de vibrações no dia 28 de agosto com evidência de componente sub-síncrona Esta componente sub-síncrona foi relacionada com instabilidades da pelicula de óleo, motivadas por variações de temperatura do óleo. A altura das paragens, coincide com um período do Verão, com temperatura ambiente média bastante elevada.
  • 17. Conclusão • Por este exemplo, pode-se ver a informação adicional fornecida por um sistema wireless de monitorização temporária de vibrações e a sua utilidade. Pode ler mais informações sobre este caso prático neste link
  • 18. PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2020 Para mais informações ver www.dmc.pt