SlideShare uma empresa Scribd logo
GABRIEL
       E
INGREDI
     4º C
As características dos vertebrados
O esqueleto dos vertebrados é interno e o único formado por peças de

tecidos vivos: as cartilagens*, mais flexíveis; e os ossos, mais rígidos. Em
todos os outros animais, o esqueleto é formado apenas por peças de várias
substâncias, por exemplo o calcário, nas conchas dos moluscos e nos
ouriços-do-mar; ou placas de quitina*, nos insetos e crustáceos.
Além da coluna vertebral, os vertebrados têm um crânio, uma "caixa" de

cartilagem ou osso, que protege o encéfalo. Este órgão é responsável pela
coordenação das principais funções do organismo.
O TUBARÃO
O tubarão-branco (Carcharodon carcharias) é uma
    espécie de tubarão lamniforme, sendo o peixe
    predador de maiores dimensões existente na
 atualidade. Um tubarão-branco pode atingir 8 metros
   de comprimento e pesar até 2,5 toneladas. Esta
espécie vive nas águas costeiras de todos os oceanos,
   desde que haja populações adequadas das suas
presas, em particular pinípedes. Esta espécie é a única
que sobrevive, na atualidade, do gênero carcharodon.
HABITAT
Onde os tubarões vivem. Os tubarões são um dos
 mais antigos habitantes do mar cerca 400 milhões de
 anos, mas eles encontraram uma outra espécie ainda
 mais predadora e que não habita os oceanos para
 caça-los, em apenas duas décadas, os homens
 reduziram as populações em 75%.
ALIMENTAÇÃO
Entre estes dois
 extremos, sabe-se que os
 tubarões podem comer de
 tudo, desde pequenos
 crustáceos, como
 caranguejos e lagostas, a
 lulas, cardumes de peixes,
 moluscos do fundo do
 mar; e até pássaros
 marinhos.
A DIFERENÇA ENTRE O MACHO E A FÊMEA
O tubarão-baleia gigante é uma espécie difícil de
 estudar, especialmente quando se trata de
 acasalamento e reprodução. Mas uma nova análise de
 raros embriões de tubarão-baleia sugere que as
 fêmeas podem estocar espermatozóides após o
 acasalamento.
O estudo, uma análise genética de 29 embriões que
 foram retirados de um tubarão-baleia fêmea
 capturado perto de Taiwan, em 1995, constatou que
 apesar de estarem em diferentes estágios de
 desenvolvimento, todos os embriões tinham o
 mesmo pai.
IMAGENS
CONCLUSÃO
Entendemos que o tubarão nasce da barriga da mãe
 e nasce com um metro e 47 de centímetros.
 Entendemos também que ele é um animal
 vertebrado e mamífero.
FONTE
http://br.bing.com/images/search?q=tubar
 %c3%a3o&FORM=BIFD#x0y17265

http://www.google.com.br/imgres?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tubarões zood com mapas
Tubarões zood com mapasTubarões zood com mapas
Tubarões zood com mapas
biologia-conectado
 
Seres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
Seres vivos em vias de extinção: OrnitorrincoSeres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
Seres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
Joka Bp
 
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
Pedro
 
Tartaruga marinha
Tartaruga marinhaTartaruga marinha
Tartaruga marinha
Eurico Silva
 
O tubarão
O tubarãoO tubarão
O tubarão
genarui
 
Tubarão branco /
Tubarão branco / Tubarão branco /
Tubarão branco /
Sandra Nascimento
 
Animais do oceano
Animais do oceanoAnimais do oceano
Animais do oceano
rosana.gontijo
 
O tubarão - Trabalho de Projecto
O tubarão -  Trabalho de ProjectoO tubarão -  Trabalho de Projecto
O tubarão - Trabalho de Projecto
Patrícia Pimpão
 
Os peixes
Os peixesOs peixes
Os peixes
belinha1975
 
Tartarugas das Galápagos
Tartarugas das GalápagosTartarugas das Galápagos
Tartarugas das Galápagos
Rui Couto
 
Tubarão branco
Tubarão brancoTubarão branco
Tubarão branco
edi
 
Os animais aquáticos
Os animais aquáticosOs animais aquáticos
Os animais aquáticos
luiseisabel
 
Gilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºcGilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Tartarugas Marinhas CóPia
Tartarugas Marinhas   CóPiaTartarugas Marinhas   CóPia
Tartarugas Marinhas CóPia
rukka
 
Tubarão Branco
Tubarão BrancoTubarão Branco
Tubarão Branco
Jerusa Lehnen
 
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãOAnimais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
lisetemouta
 
Peixes ósseos
Peixes ósseosPeixes ósseos
Peixes ósseos
Geovana Silvestre
 
Animais marinhos
Animais marinhosAnimais marinhos
Animais marinhos
proflorena
 
A Tartaruga
A TartarugaA Tartaruga
A Tartaruga
guest837892
 
Peixes
PeixesPeixes

Mais procurados (20)

Tubarões zood com mapas
Tubarões zood com mapasTubarões zood com mapas
Tubarões zood com mapas
 
Seres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
Seres vivos em vias de extinção: OrnitorrincoSeres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
Seres vivos em vias de extinção: Ornitorrinco
 
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
Animais Marinhos 8ºB Grupo 5
 
Tartaruga marinha
Tartaruga marinhaTartaruga marinha
Tartaruga marinha
 
O tubarão
O tubarãoO tubarão
O tubarão
 
Tubarão branco /
Tubarão branco / Tubarão branco /
Tubarão branco /
 
Animais do oceano
Animais do oceanoAnimais do oceano
Animais do oceano
 
O tubarão - Trabalho de Projecto
O tubarão -  Trabalho de ProjectoO tubarão -  Trabalho de Projecto
O tubarão - Trabalho de Projecto
 
Os peixes
Os peixesOs peixes
Os peixes
 
Tartarugas das Galápagos
Tartarugas das GalápagosTartarugas das Galápagos
Tartarugas das Galápagos
 
Tubarão branco
Tubarão brancoTubarão branco
Tubarão branco
 
Os animais aquáticos
Os animais aquáticosOs animais aquáticos
Os animais aquáticos
 
Gilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºcGilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºc
 
Tartarugas Marinhas CóPia
Tartarugas Marinhas   CóPiaTartarugas Marinhas   CóPia
Tartarugas Marinhas CóPia
 
Tubarão Branco
Tubarão BrancoTubarão Branco
Tubarão Branco
 
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãOAnimais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
 
Peixes ósseos
Peixes ósseosPeixes ósseos
Peixes ósseos
 
Animais marinhos
Animais marinhosAnimais marinhos
Animais marinhos
 
A Tartaruga
A TartarugaA Tartaruga
A Tartaruga
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 

Semelhante a Gabriel e Ingredi 4ºc

Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - BiologiaEvolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
Leila Santana
 
Tubarões
TubarõesTubarões
Tubarões
Sanclé Porchéra
 
Répteis
RépteisRépteis
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscos
ISJ
 
Animais marinhos
Animais marinhosAnimais marinhos
Animais marinhos
Piaget1623
 
Os moluscos
Os moluscosOs moluscos
Os moluscos
Anderson Lima
 
Peixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteisPeixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteis
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Animais.
Animais.Animais.
Animais.
Cheila Daneluz
 
Filo mollusca texto
Filo mollusca textoFilo mollusca texto
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
Ana Maciel
 
Monstros abissais -3º B
Monstros abissais -3º BMonstros abissais -3º B
Monstros abissais -3º B
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Tubarões
TubarõesTubarões
Tubarões
Sandra Moreira
 
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
Maria Costa
 
Animais i
Animais   iAnimais   i
Repteis
RepteisRepteis
Répteis
RépteisRépteis
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROSDIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
Linique Logan
 
Tartarugas Marinhas CóPia
Tartarugas Marinhas   CóPiaTartarugas Marinhas   CóPia
Tartarugas Marinhas CóPia
rukka
 
1651
16511651
1651
Pelo Siro
 
Baleias 3º A
Baleias 3º ABaleias 3º A

Semelhante a Gabriel e Ingredi 4ºc (20)

Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - BiologiaEvolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
Evolução dos vertebrados - Conquista do ambiente terrestre - Biologia
 
Tubarões
TubarõesTubarões
Tubarões
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscos
 
Animais marinhos
Animais marinhosAnimais marinhos
Animais marinhos
 
Os moluscos
Os moluscosOs moluscos
Os moluscos
 
Peixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteisPeixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteis
 
Animais.
Animais.Animais.
Animais.
 
Filo mollusca texto
Filo mollusca textoFilo mollusca texto
Filo mollusca texto
 
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
 
Monstros abissais -3º B
Monstros abissais -3º BMonstros abissais -3º B
Monstros abissais -3º B
 
Tubarões
TubarõesTubarões
Tubarões
 
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
Animais marinhos em vias de extinção 6ºe prof fátima alves blog
 
Animais i
Animais   iAnimais   i
Animais i
 
Repteis
RepteisRepteis
Repteis
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROSDIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
DIVERSIDADE E CLASSIFICAÇÃO DE MAMÍFEROS
 
Tartarugas Marinhas CóPia
Tartarugas Marinhas   CóPiaTartarugas Marinhas   CóPia
Tartarugas Marinhas CóPia
 
1651
16511651
1651
 
Baleias 3º A
Baleias 3º ABaleias 3º A
Baleias 3º A
 

Mais de 4canisioprofessoracleide

Allane mariana 4ºc
Allane mariana 4ºcAllane mariana 4ºc
Allane mariana 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Compostagem bruna e danilo 4 c
Compostagem bruna e danilo 4 cCompostagem bruna e danilo 4 c
Compostagem bruna e danilo 4 c
4canisioprofessoracleide
 
Compostagem carlos e anderson 4 ºc
Compostagem carlos e anderson 4 ºcCompostagem carlos e anderson 4 ºc
Compostagem carlos e anderson 4 ºc
4canisioprofessoracleide
 
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºc
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºcCompostagem gustavo s e guilherme 4ºc
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Compostagem keren e raquel 4ºc
Compostagem keren e raquel 4ºcCompostagem keren e raquel 4ºc
Compostagem keren e raquel 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Compostagem tainá e andressa 4ºc
Compostagem tainá e andressa 4ºcCompostagem tainá e andressa 4ºc
Compostagem tainá e andressa 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Débora e ruth 4ºc horta
Débora e ruth 4ºc   hortaDébora e ruth 4ºc   horta
Débora e ruth 4ºc horta
4canisioprofessoracleide
 
Gilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºcGilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Gustavo s e guilherme 4 c
Gustavo s e guilherme 4 cGustavo s e guilherme 4 c
Gustavo s e guilherme 4 c
4canisioprofessoracleide
 
Horta suspensa bruna e danilo 4ºc
Horta  suspensa bruna e danilo 4ºcHorta  suspensa bruna e danilo 4ºc
Horta suspensa bruna e danilo 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Horta suspensa carlos e anderson 4 c
Horta  suspensa carlos e anderson 4 cHorta  suspensa carlos e anderson 4 c
Horta suspensa carlos e anderson 4 c
4canisioprofessoracleide
 
Horta suspensa gabriel e ingredi 4 c
Horta  suspensa gabriel e ingredi 4 cHorta  suspensa gabriel e ingredi 4 c
Horta suspensa gabriel e ingredi 4 c
4canisioprofessoracleide
 
Horta suspensa keren e raquel 4 c
Horta suspensa keren e raquel 4 cHorta suspensa keren e raquel 4 c
Horta suspensa keren e raquel 4 c
4canisioprofessoracleide
 
Joao e victoria 4ºc
Joao e victoria 4ºcJoao e victoria 4ºc
Joao e victoria 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Julia e gustavo 4c
Julia  e gustavo  4cJulia  e gustavo  4c
Julia e gustavo 4c
4canisioprofessoracleide
 
Robson e izayne 4ºc
Robson e izayne 4ºcRobson e izayne 4ºc
Robson e izayne 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Samuel 4ºc
Samuel  4ºcSamuel  4ºc
Taina e Andressa 4ºc
Taina e Andressa 4ºcTaina e Andressa 4ºc
Taina e Andressa 4ºc
4canisioprofessoracleide
 
Ruth e Debora 4º C
Ruth e Debora  4º CRuth e Debora  4º C
Ruth e Debora 4º C
4canisioprofessoracleide
 
Robson e rogerio 4ºc
Robson e rogerio 4ºcRobson e rogerio 4ºc
Robson e rogerio 4ºc
4canisioprofessoracleide
 

Mais de 4canisioprofessoracleide (20)

Allane mariana 4ºc
Allane mariana 4ºcAllane mariana 4ºc
Allane mariana 4ºc
 
Compostagem bruna e danilo 4 c
Compostagem bruna e danilo 4 cCompostagem bruna e danilo 4 c
Compostagem bruna e danilo 4 c
 
Compostagem carlos e anderson 4 ºc
Compostagem carlos e anderson 4 ºcCompostagem carlos e anderson 4 ºc
Compostagem carlos e anderson 4 ºc
 
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºc
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºcCompostagem gustavo s e guilherme 4ºc
Compostagem gustavo s e guilherme 4ºc
 
Compostagem keren e raquel 4ºc
Compostagem keren e raquel 4ºcCompostagem keren e raquel 4ºc
Compostagem keren e raquel 4ºc
 
Compostagem tainá e andressa 4ºc
Compostagem tainá e andressa 4ºcCompostagem tainá e andressa 4ºc
Compostagem tainá e andressa 4ºc
 
Débora e ruth 4ºc horta
Débora e ruth 4ºc   hortaDébora e ruth 4ºc   horta
Débora e ruth 4ºc horta
 
Gilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºcGilberto e lucas 4ºc
Gilberto e lucas 4ºc
 
Gustavo s e guilherme 4 c
Gustavo s e guilherme 4 cGustavo s e guilherme 4 c
Gustavo s e guilherme 4 c
 
Horta suspensa bruna e danilo 4ºc
Horta  suspensa bruna e danilo 4ºcHorta  suspensa bruna e danilo 4ºc
Horta suspensa bruna e danilo 4ºc
 
Horta suspensa carlos e anderson 4 c
Horta  suspensa carlos e anderson 4 cHorta  suspensa carlos e anderson 4 c
Horta suspensa carlos e anderson 4 c
 
Horta suspensa gabriel e ingredi 4 c
Horta  suspensa gabriel e ingredi 4 cHorta  suspensa gabriel e ingredi 4 c
Horta suspensa gabriel e ingredi 4 c
 
Horta suspensa keren e raquel 4 c
Horta suspensa keren e raquel 4 cHorta suspensa keren e raquel 4 c
Horta suspensa keren e raquel 4 c
 
Joao e victoria 4ºc
Joao e victoria 4ºcJoao e victoria 4ºc
Joao e victoria 4ºc
 
Julia e gustavo 4c
Julia  e gustavo  4cJulia  e gustavo  4c
Julia e gustavo 4c
 
Robson e izayne 4ºc
Robson e izayne 4ºcRobson e izayne 4ºc
Robson e izayne 4ºc
 
Samuel 4ºc
Samuel  4ºcSamuel  4ºc
Samuel 4ºc
 
Taina e Andressa 4ºc
Taina e Andressa 4ºcTaina e Andressa 4ºc
Taina e Andressa 4ºc
 
Ruth e Debora 4º C
Ruth e Debora  4º CRuth e Debora  4º C
Ruth e Debora 4º C
 
Robson e rogerio 4ºc
Robson e rogerio 4ºcRobson e rogerio 4ºc
Robson e rogerio 4ºc
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 

Gabriel e Ingredi 4ºc

  • 1. GABRIEL E INGREDI 4º C
  • 2. As características dos vertebrados O esqueleto dos vertebrados é interno e o único formado por peças de tecidos vivos: as cartilagens*, mais flexíveis; e os ossos, mais rígidos. Em todos os outros animais, o esqueleto é formado apenas por peças de várias substâncias, por exemplo o calcário, nas conchas dos moluscos e nos ouriços-do-mar; ou placas de quitina*, nos insetos e crustáceos. Além da coluna vertebral, os vertebrados têm um crânio, uma "caixa" de cartilagem ou osso, que protege o encéfalo. Este órgão é responsável pela coordenação das principais funções do organismo.
  • 3. O TUBARÃO O tubarão-branco (Carcharodon carcharias) é uma espécie de tubarão lamniforme, sendo o peixe predador de maiores dimensões existente na atualidade. Um tubarão-branco pode atingir 8 metros de comprimento e pesar até 2,5 toneladas. Esta espécie vive nas águas costeiras de todos os oceanos, desde que haja populações adequadas das suas presas, em particular pinípedes. Esta espécie é a única que sobrevive, na atualidade, do gênero carcharodon.
  • 4. HABITAT Onde os tubarões vivem. Os tubarões são um dos mais antigos habitantes do mar cerca 400 milhões de anos, mas eles encontraram uma outra espécie ainda mais predadora e que não habita os oceanos para caça-los, em apenas duas décadas, os homens reduziram as populações em 75%.
  • 5. ALIMENTAÇÃO Entre estes dois extremos, sabe-se que os tubarões podem comer de tudo, desde pequenos crustáceos, como caranguejos e lagostas, a lulas, cardumes de peixes, moluscos do fundo do mar; e até pássaros marinhos.
  • 6. A DIFERENÇA ENTRE O MACHO E A FÊMEA O tubarão-baleia gigante é uma espécie difícil de estudar, especialmente quando se trata de acasalamento e reprodução. Mas uma nova análise de raros embriões de tubarão-baleia sugere que as fêmeas podem estocar espermatozóides após o acasalamento. O estudo, uma análise genética de 29 embriões que foram retirados de um tubarão-baleia fêmea capturado perto de Taiwan, em 1995, constatou que apesar de estarem em diferentes estágios de desenvolvimento, todos os embriões tinham o mesmo pai.
  • 8. CONCLUSÃO Entendemos que o tubarão nasce da barriga da mãe e nasce com um metro e 47 de centímetros.  Entendemos também que ele é um animal vertebrado e mamífero.