SlideShare uma empresa Scribd logo
EM 975: Gestão do Uso de Energia
Eficiência Energética de
equipamentos: geladeiras
Prof. Conrado
27/02/2014
Eficiência energética (EE) e o uso
racional de energia
 Uso racional da energia:
Utilização de energia considerando eliminação/redução
dos desperdícios, a eficiência técnica e econômica –
Exemplos: uso de equipamentos eficientes e
aprimoramento de processos produtivos
 Eficiência energética:
Utilização de menores quantidades de energia em
equipamentos ou processos produtivos para entregar a
mesma quantidade de serviço ou produtos
Vantagens da eficiência energética
Econômicas
– O custo da economia de energia é inferior ao da expansão
da geração
– Redução da necessidade de investimentos em
infraestrutura energética
– Há ganhos micro e macro econômicos associados a um
aumento de produtividade e de competitividade industrial
– Reduz a demanda doméstica viabilizando aumento das
exportações ou redução de importação
– Reduz os gastos com energia
Vantagens da eficiência energética
Segurança energética
– Aumenta-se a segurança no fornecimento energético
– Minimiza a dependência externa de energia
– Aumenta a confiabilidade dos sistemas energéticos
– Permite maior controle sobre o crescimento da demanda
de energia
– Aumenta-se a disponibilidade de acesso a serviços de
energia
Vantagens da eficiência energética
Meio ambiente
– Reduz a degradação ambiental (poluição atmosférica,
emissão de gases poluentes e de efeito estufa,
necessidade de áreas alagadas, etc..)
– Reduz a necessidade de utilização de combustíveis de
origem fóssil minimizando a possibilidade de desastres
ambientais como vazamentos de petróleo
– Preservação de recursos ambientais e energéticos não
renováveis
Potenciais de eficiência energética
 Potencial teórico - Limitação dos ganhos de eficiência –
possibilidades adicionais de ganhos com substituição de insumos,
reutilização de materiais e calor, eliminação de atrito e redução de
perdas em geral
 Potencial técnico - Tecnologias e serviços mais eficientes
disponíveis
 Potencial econômico - Tecnologias com custos competitivos
(benefícios compensam os custos)
 Potencial de mercado – O potencial que é capturado nas condições
de mercado (ausência de informação, obstáculos e imperfeições,
etc..)
Instrumentos de políticas públicas para EE
Impactos de Políticas de EE - OECD
Intensidade energética - Brasil e Alemanha
Eficiência energética de refrigeradores
Eficiência energética de refrigeradores
Eficiência energética de refrigeradores
Eficiência energética de refrigeradores
Eficiência energética de refrigeradores
O refrigerador elétrico
A geladeira funciona em ciclos, utilizando um
fluído (gás freon/refrigerante) em um circuito
fechado
O trabalho externo do compressor é que faz com
que o calor seja retirado do interior da geladeira
A quantidade de calor cedida para o ambiente
(condensador) é igual a quantidade de calor
retirada do interior da geladeira mais o trabalho
realizado pelo compressor
rcondensadocongelador QTQ 
O refrigerador elétrico
Refrigeradores – opções de EE
Políticas de EE para refrigeradores: etiquetas
Políticas de EE para refrigeradores: selos
Padrões de EE
 Padrões de EE são “procedimentos e regulações que
prescrevem o desempenho energético de produtos fabricados,
às vezes proibindo a venda de produtos que são menos
eficientes que o nível mínimo.” Estes procedimentos e
regulações são baseados em protocolos bem definidos e
procedimentos de testes laboratoriais com estimativas
suficientemente precisas do desempenho energético dos
produtos fabricados.
Padrões de EE: tipos
Tabelas de EE - INMETRO
Efeitos de MEPS e etiquetas/selos
Impactos na Austrália

Mais conteúdo relacionado

Destaque

reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
André Bellin Mariano
 
Máquinas Térmicas - ciclos
Máquinas Térmicas - ciclosMáquinas Térmicas - ciclos
Máquinas Térmicas - ciclos
adalberto miran
 
Energia RenováVel
Energia RenováVelEnergia RenováVel
Energia RenováVel
Guihl
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
Beatriz Dantas
 
Caldeira tratamento-químico
Caldeira tratamento-químicoCaldeira tratamento-químico
Caldeira tratamento-químico
ROBINSON CARLOS CRISTOVAM SILVA
 
56984941 apostila-caldeiras
56984941 apostila-caldeiras56984941 apostila-caldeiras
56984941 apostila-caldeiras
Rhana Amanda
 
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
Edimilson de Jesus Lana
 
G2 energia termica(1)(1)
G2   energia termica(1)(1)G2   energia termica(1)(1)
G2 energia termica(1)(1)
cristbarb
 
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de FluxoBombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
Akemy Viana
 
Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmica
Luís Filipe Marinho
 
Energia termica
Energia termicaEnergia termica
Energia termica
albi_27
 
Apresentação máquinas térmicas
Apresentação máquinas térmicasApresentação máquinas térmicas
Apresentação máquinas térmicas
Beatriz Nonato
 
maquinas-termicas
 maquinas-termicas maquinas-termicas
maquinas-termicas
Renata Dourado
 
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
Rodrigo Penna
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Drica Salles
 

Destaque (15)

reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
reaproveitamento de calor residual em planta de produção de biocombustível po...
 
Máquinas Térmicas - ciclos
Máquinas Térmicas - ciclosMáquinas Térmicas - ciclos
Máquinas Térmicas - ciclos
 
Energia RenováVel
Energia RenováVelEnergia RenováVel
Energia RenováVel
 
Estudo dos gases
Estudo dos gasesEstudo dos gases
Estudo dos gases
 
Caldeira tratamento-químico
Caldeira tratamento-químicoCaldeira tratamento-químico
Caldeira tratamento-químico
 
56984941 apostila-caldeiras
56984941 apostila-caldeiras56984941 apostila-caldeiras
56984941 apostila-caldeiras
 
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
Apostila de Maquinas termicas e_de_fluxo
 
G2 energia termica(1)(1)
G2   energia termica(1)(1)G2   energia termica(1)(1)
G2 energia termica(1)(1)
 
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de FluxoBombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
Bombas e Instalações de Bombeamento - PPT - Máquinas de Fluxo
 
Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmica
 
Energia termica
Energia termicaEnergia termica
Energia termica
 
Apresentação máquinas térmicas
Apresentação máquinas térmicasApresentação máquinas térmicas
Apresentação máquinas térmicas
 
maquinas-termicas
 maquinas-termicas maquinas-termicas
maquinas-termicas
 
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
 

Semelhante a Gestão do Uso de Energia: Eficiência energética de equipamentos: geladeiras

Geração Distribuída
Geração DistribuídaGeração Distribuída
Geração Distribuída
Jim Naturesa
 
Cogeracao de energia
Cogeracao de energiaCogeracao de energia
Cogeracao de energia
Ricardo Lanzarin
 
Concepção de um projeto para o segmento em tela
Concepção de um projeto para o segmento em telaConcepção de um projeto para o segmento em tela
Concepção de um projeto para o segmento em tela
Sulgás
 
Economia de energia
Economia de energia   Economia de energia
Economia de energia
isabelafer
 
3a
3a3a
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
inventionjournals
 
ALEXANDRE HERINGER - SUSTENTAR_ALEXANDRE
ALEXANDRE HERINGER  - SUSTENTAR_ALEXANDREALEXANDRE HERINGER  - SUSTENTAR_ALEXANDRE
ALEXANDRE HERINGER - SUSTENTAR_ALEXANDRE
Instituto Sustentar de Responsabilidade Socioambiental
 
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
Marcos
 
Eco-Eficiência no DataCenter
Eco-Eficiência no DataCenterEco-Eficiência no DataCenter
Eco-Eficiência no DataCenter
elliando dias
 
Arquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial SustentavelArquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial Sustentavel
Miguel Fabregues
 
Fisica eficiencia energetica
Fisica eficiencia energeticaFisica eficiencia energetica
Fisica eficiencia energetica
Paulo Eduardo Extensaosp
 
PG_COELE_2016_2_06.pdf
PG_COELE_2016_2_06.pdfPG_COELE_2016_2_06.pdf
PG_COELE_2016_2_06.pdf
UTAStdRonaldoLopes
 
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-final
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-finalAtc eficiência energética em laminadores 3 5-final
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-final
ezanghi
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Lester Izaac
 
Apa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
Apa Workshop Nov 08 Claudio MonteiroApa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
Apa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
Livia Tirone
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
colectores solares
colectores solarescolectores solares
colectores solares
Celina Silva
 
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphdEsi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
Ricardo Santos
 
A12_gestaoenergia.pdf
A12_gestaoenergia.pdfA12_gestaoenergia.pdf
A12_gestaoenergia.pdf
zetec10
 
Apresentacao Preserv -Enig
Apresentacao Preserv -EnigApresentacao Preserv -Enig
Apresentacao Preserv -Enig
Marcello Lasalvia
 

Semelhante a Gestão do Uso de Energia: Eficiência energética de equipamentos: geladeiras (20)

Geração Distribuída
Geração DistribuídaGeração Distribuída
Geração Distribuída
 
Cogeracao de energia
Cogeracao de energiaCogeracao de energia
Cogeracao de energia
 
Concepção de um projeto para o segmento em tela
Concepção de um projeto para o segmento em telaConcepção de um projeto para o segmento em tela
Concepção de um projeto para o segmento em tela
 
Economia de energia
Economia de energia   Economia de energia
Economia de energia
 
3a
3a3a
3a
 
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
Analysis of energy efficiency of air conditioning systems for Industrial Proc...
 
ALEXANDRE HERINGER - SUSTENTAR_ALEXANDRE
ALEXANDRE HERINGER  - SUSTENTAR_ALEXANDREALEXANDRE HERINGER  - SUSTENTAR_ALEXANDRE
ALEXANDRE HERINGER - SUSTENTAR_ALEXANDRE
 
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
Discussão do artigo "GROHNHEIT, P. E. Annual Models for Electricity Capacity ...
 
Eco-Eficiência no DataCenter
Eco-Eficiência no DataCenterEco-Eficiência no DataCenter
Eco-Eficiência no DataCenter
 
Arquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial SustentavelArquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial Sustentavel
 
Fisica eficiencia energetica
Fisica eficiencia energeticaFisica eficiencia energetica
Fisica eficiencia energetica
 
PG_COELE_2016_2_06.pdf
PG_COELE_2016_2_06.pdfPG_COELE_2016_2_06.pdf
PG_COELE_2016_2_06.pdf
 
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-final
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-finalAtc eficiência energética em laminadores 3 5-final
Atc eficiência energética em laminadores 3 5-final
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
 
Apa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
Apa Workshop Nov 08 Claudio MonteiroApa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
Apa Workshop Nov 08 Claudio Monteiro
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
 
colectores solares
colectores solarescolectores solares
colectores solares
 
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphdEsi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
Esi final report ricardo_santos_n79805_mit_portugal_sesphd
 
A12_gestaoenergia.pdf
A12_gestaoenergia.pdfA12_gestaoenergia.pdf
A12_gestaoenergia.pdf
 
Apresentacao Preserv -Enig
Apresentacao Preserv -EnigApresentacao Preserv -Enig
Apresentacao Preserv -Enig
 

Gestão do Uso de Energia: Eficiência energética de equipamentos: geladeiras

  • 1. EM 975: Gestão do Uso de Energia Eficiência Energética de equipamentos: geladeiras Prof. Conrado 27/02/2014
  • 2. Eficiência energética (EE) e o uso racional de energia  Uso racional da energia: Utilização de energia considerando eliminação/redução dos desperdícios, a eficiência técnica e econômica – Exemplos: uso de equipamentos eficientes e aprimoramento de processos produtivos  Eficiência energética: Utilização de menores quantidades de energia em equipamentos ou processos produtivos para entregar a mesma quantidade de serviço ou produtos
  • 3.
  • 4.
  • 5. Vantagens da eficiência energética Econômicas – O custo da economia de energia é inferior ao da expansão da geração – Redução da necessidade de investimentos em infraestrutura energética – Há ganhos micro e macro econômicos associados a um aumento de produtividade e de competitividade industrial – Reduz a demanda doméstica viabilizando aumento das exportações ou redução de importação – Reduz os gastos com energia
  • 6. Vantagens da eficiência energética Segurança energética – Aumenta-se a segurança no fornecimento energético – Minimiza a dependência externa de energia – Aumenta a confiabilidade dos sistemas energéticos – Permite maior controle sobre o crescimento da demanda de energia – Aumenta-se a disponibilidade de acesso a serviços de energia
  • 7. Vantagens da eficiência energética Meio ambiente – Reduz a degradação ambiental (poluição atmosférica, emissão de gases poluentes e de efeito estufa, necessidade de áreas alagadas, etc..) – Reduz a necessidade de utilização de combustíveis de origem fóssil minimizando a possibilidade de desastres ambientais como vazamentos de petróleo – Preservação de recursos ambientais e energéticos não renováveis
  • 8.
  • 9. Potenciais de eficiência energética  Potencial teórico - Limitação dos ganhos de eficiência – possibilidades adicionais de ganhos com substituição de insumos, reutilização de materiais e calor, eliminação de atrito e redução de perdas em geral  Potencial técnico - Tecnologias e serviços mais eficientes disponíveis  Potencial econômico - Tecnologias com custos competitivos (benefícios compensam os custos)  Potencial de mercado – O potencial que é capturado nas condições de mercado (ausência de informação, obstáculos e imperfeições, etc..)
  • 10. Instrumentos de políticas públicas para EE
  • 11. Impactos de Políticas de EE - OECD
  • 12. Intensidade energética - Brasil e Alemanha
  • 13. Eficiência energética de refrigeradores
  • 14. Eficiência energética de refrigeradores
  • 15. Eficiência energética de refrigeradores
  • 16. Eficiência energética de refrigeradores
  • 17. Eficiência energética de refrigeradores
  • 18. O refrigerador elétrico A geladeira funciona em ciclos, utilizando um fluído (gás freon/refrigerante) em um circuito fechado O trabalho externo do compressor é que faz com que o calor seja retirado do interior da geladeira A quantidade de calor cedida para o ambiente (condensador) é igual a quantidade de calor retirada do interior da geladeira mais o trabalho realizado pelo compressor rcondensadocongelador QTQ 
  • 21. Políticas de EE para refrigeradores: etiquetas
  • 22. Políticas de EE para refrigeradores: selos
  • 23. Padrões de EE  Padrões de EE são “procedimentos e regulações que prescrevem o desempenho energético de produtos fabricados, às vezes proibindo a venda de produtos que são menos eficientes que o nível mínimo.” Estes procedimentos e regulações são baseados em protocolos bem definidos e procedimentos de testes laboratoriais com estimativas suficientemente precisas do desempenho energético dos produtos fabricados.
  • 25. Tabelas de EE - INMETRO
  • 26. Efeitos de MEPS e etiquetas/selos