SlideShare uma empresa Scribd logo
América – aspectos naturais
• Relevo
• Hidrografia
América – relevo
• A América do Norte e a
América do sul
apresentam semelhanças
quando a disposição das
suas formas de relevo.
No sentido oeste-leste,
três grandes unidades de
relevo: as grandes
cadeias de montanha, as
planícies centrais e os
planaltos.
O relevo da porção oeste do
continente
• Destacam-se:
Cadeias Montanhosas, Planícies
estreitas e Planaltos de altitudes
elevadas
O relevo da porção oeste do
continente: Cadeias
Montanhosas
• As grandes cadeias montanhosas do
oeste estendem-se do Alasca (América do
Norte) ao sul do Chile (América do Sul).
• América do Norte: Montanhas Rochosas
• México: Serra Madre
• América do Sul: Cordilheira dos Andes
Montanhas Rochosas
• Nos EUA e no
Canadá, o conjunto
de cadeias
montanhosas do
oeste recebe a
denominação geral
de Montanhas
Rochosas
Montanhas Rochosas
Moraine Lake (Canadá) - o nível da
água ainda estava baixo devido ao
final do inverno, mas com a
chegada da primavera o nível sobe
com o degelo.
http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=327110
Note a influência da altitude sobre a
distribuição da vegetação e ocupação
espacial: nas menores altitudes
observa-se rodovia e ferrovia, seguido
pela Floresta Boreal e nas maiores
altitudes rochas expostas cobertas por
neve (Canadá).
Montanhas Rochosas
Montanhas Rochosas
A foto mostra o pico mais
alto das Montanhas
Teton, o Grand Teton,
com 4197m de altitude.
Localiza-se no Parque
Nacional de Grand
Teton, um parque
nacional dos Estados
Unidos, situado no oeste
do estado de Wyoming, a
sul do Parque Nacional
de Yellowstone.
Cordilheira dos Andes
• Na América do Sul o
conjunto de cadeias
montanhosas do oeste
recebe a denominação
geral de Cordilheiras
dos Andes.
• É a maior cadeia de
montanhas do mundo
(em comprimento), e
em seus trechos mais
largos chega a 160 km
do extremo leste ao
oeste.
América Andina
• A Cordilheira dos
Andes se estende por
toda a América do Sul
e caracteriza a
paisagem de 6 países
que são conhecidos
como países andinos.
Cordilheira dos Andes
• A capital chilena, Santiago, em primeiro plano e
ao fundo a Cordilheira dos Andes.
Cordilheira dos Andes
• Monte Everest (entre China e Nepal, Ásia) - 8.844m
• Monte Aconcágua (Argentina, América do Sul) - 6.962m
• Monte McKinley (Alasca, América do Norte) - 6.194m
• Kilimanjaro(Tanzânia, África) - 5.892m
• Monte Elbrus (Rússia,Europa) - 5.642m
• Vinson (Antártica) - 4.892m
• Pirâmide Carstensz (Indonésia, Oceania) - 4.884m
Avalanche
Pico mais alto do Brasil
Pico da Neblina (Serra do
Imeri, Amazonas) –
3014,10m
Serra Madre
• No México o prolongamento das montanhas
Rochosas forma a serra Madre Oriental e a
serra Madre Ocidental.
O relevo da porção oeste do
continente: planícies estreitas
• Nos Estados Unidos as planícies litorâneas são
estreitas;
• Desenvolveram-se grandes cidades como: Los
Angeles, San Diego e São Francisco nos
Estados Unidos e Vancouver no Canadá
Los Angeles
O relevo da porção oeste do continente:
planaltos de altitudes elevadas
Rio Colorado no Grand Canyon,
Parque Nacional Grand Canyon,
Arizona - EUA
Machu Picchu, "velha montanha", também
chamada "cidade perdida dos Incas",
localizada a 2400 m de altitude, Peru.
Relevo da porção central do
continente: planícies
Relevo da porção central do
continente: planícies
Destacam-se:
• as planícies centrais
Relevo da porção central do
continente Planície do Mississipi
• Trata-se de uma área
bastante ocupada
pela agricultura
canadense e
estadunidense, como
trigo, milho e algodão.
Rio Mississipi em St. Louis.
Relevo da porção central do
continente: planícies
Planície Amazônica Planície de Pantanal
Porção leste do continente:
Destacam-se:
• os planaltos.
Porção leste do continente:
Montes Apalaches
• Os Apalaches são montanhas antigas
formadas no Paleozóico com relevo
suavizado pela prolongada ação erosiva.
Terras altas de sudeste do Brasil
Serra Geral
Serra do Mar
Serra da Mantiqueira
América – hidrografia
Quatro vertentes:
• do Ártico,
• do Atlântico,
• do Golfo do México,
• do Pacífico.
Vertente
• “É uma forma tridimensional que foi modelada pelos
processos [erosivos], atuantes no presente ou no
passado, e representando a conexão dinâmica entre o
interflúvio e o fundo do vale.” Jan Dylik (1968) in
CHRISTOFOLETTI, 1981.
Vertente
Todas as vertentes possuem uma forma, que irá definir como será o
fluxo de águas superficiais:
• vertentes côncavas onde acontece uma grande concentração de
fluxo, podendo contribuir para que processos erosivos aconteçam,
portanto estas possuem uma fragilidade ambiental maior.
• vertentes convexas, que dispersam as águas,
• vertentes retilíneas, a água escoa por igual ao longo da vertente.
Vertente
• Movimento de massa
em uma vertente:
note como a
declividade
(inclinação) da
vertente favorece o
deslizamento de solo,
rochas, árvores e
qualquer outro
material existente na
vertente.
Vertente do Ártico
• É o maior rio do Canadá e é o principal rio da Vertente
do Ártico;
• Durante um longo período do ano suas águas ficam
congeladas;
• Na primavera, durante o degelo, é feito o transporte de
madeira extraída das florestas.
Vertente do Pacífico
• Rios de pequena
extensão devido à
proximidade entre as
cadeias montanhosas
(onde nascem) e o
litoral.
• Exceções: Rio
Colorado e Rio
Colúmbia
Vertente do Golfo do México
• Destaque: Rio Mississipi
e seus afluentes;
• Importante via de
navegação,
possibilidando o
povoamento do interior
dos Estados Unidos;
• Atualmente é usado para
o escoamaneto da
produção agrícola até o
porto de New Orleans
(estado da Lousiana)
Vertente do Atlântico: América do
Norte
• Rio São Lourenço: fronteira entre
Estados Unidos e Canada, é uma
via de acesso ao interior dos dois
países.
• Destaca-se o corredor marítimo
fluvio-lacustre formado pelo Rio
São Lourenço e Grandes Lagos.
• Transporte de carregamentos de
minérios, produtos agrícolas,
máquinas.
• Surgimento de importantes
cidades:
- Canadá: Toronto, Ottawa,
Quebec e Montreal;
- Estados Unidos: Buffalo,
Detroit,Chicago e outras.
Grandes Lagos
• Os Grandes Lagos são um conjunto de cinco lagos situados na
América do Norte, entre o Canadá e os Estados Unidos da
América: Lago Superior, Lago Michigan, Lago Huron, Lago Erie e
Lago Ontário.
• Os Grandes Lagos são o maior grupo de lagos de água doce do
mundo, e a bacia hidrográfica dos Grandes Lagos e do Rio São
Lourenço é o maior reservatório de água doce do mundo.
Imagem de satélite – Grandes Lagos
Vertente do Atlântico: América do Sul
Rio Orinoco, Venezuela. Rio São Francisco.
Rio Parnaíba.Bacia do Prata.
Vertente do Atlântico: América do Sul
Vários usos:
• Pesca comercial e
artesanal;
• Navegação,
• Irrigação de terras
agrícolas;
• Abastecimento de
água;
• Produção de energia
elétrica.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
moajr2
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Relevo
RelevoRelevo
Regionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeuRegionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeu
Abner de Paula
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
Geografia da América do Sul
Geografia da América do SulGeografia da América do Sul
Geografia da América do Sul
Patrícia Éderson Dias
 
Ásia
ÁsiaÁsia
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
profacacio
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
Luciano Pessanha
 
áSia Quadro Natural
áSia   Quadro NaturaláSia   Quadro Natural
áSia Quadro Natural
Luciano Pessanha
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
João José Ferreira Tojal
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Professor
 
Oceania
OceaniaOceania
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
André Luiz Marques
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
Euna Machado
 
Cap. 5 o continente americano
Cap. 5   o continente americanoCap. 5   o continente americano
Cap. 5 o continente americano
profacacio
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
Conceição Fontolan
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
Professor
 

Mais procurados (20)

Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Regionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeuRegionalização do continente europeu
Regionalização do continente europeu
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
Geografia da América do Sul
Geografia da América do SulGeografia da América do Sul
Geografia da América do Sul
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
áSia Quadro Natural
áSia   Quadro NaturaláSia   Quadro Natural
áSia Quadro Natural
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 
Geografia continente africano
Geografia   continente africanoGeografia   continente africano
Geografia continente africano
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Cap. 5 o continente americano
Cap. 5   o continente americanoCap. 5   o continente americano
Cap. 5 o continente americano
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 

Semelhante a Aspectos naturais da América

ESTADOS UNIDOS- 2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
ESTADOS UNIDOS-  2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULAESTADOS UNIDOS-  2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
ESTADOS UNIDOS- 2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
CarladeOliveira25
 
Relevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptxRelevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptx
JulianaCabral56
 
Relevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptxRelevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptx
JulianaCabral56
 
Seminário em slides sobre américa anglo saxônica
Seminário em slides sobre américa anglo saxônicaSeminário em slides sobre américa anglo saxônica
Seminário em slides sobre américa anglo saxônica
GabrielQuick
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
Meio natural - Relevo
Meio natural  - RelevoMeio natural  - Relevo
Meio natural - Relevo
Ministério da Educação
 
Continente Americano: aspectos naturais e ação humana
Continente Americano: aspectos naturais e ação humanaContinente Americano: aspectos naturais e ação humana
Continente Americano: aspectos naturais e ação humana
André Luiz Marques
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
Professor
 
Aula geografia física_américas_04-jun-2014
Aula geografia física_américas_04-jun-2014Aula geografia física_américas_04-jun-2014
Aula geografia física_américas_04-jun-2014
Antonio Pessoa
 
Aspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America CentralAspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America Central
Patrícia Éderson Dias
 
América do norte 8º ano
América do norte 8º anoAmérica do norte 8º ano
América do norte 8º ano
Débora Sales
 
O continente americano
O continente americanoO continente americano
O continente americano
Alexandre Quadrado
 
América do Norte 8º Ano
América do Norte 8º AnoAmérica do Norte 8º Ano
América do Norte 8º Ano
Francis Torres
 
AméRica Do Norte
AméRica Do NorteAméRica Do Norte
AméRica Do Norte
ecsette
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
ProfessoresColeguium
 
Cap. 6 - As condições naturais da américa
Cap. 6 - As condições naturais da américaCap. 6 - As condições naturais da américa
Cap. 6 - As condições naturais da américa
profacacio
 
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografiaAula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
Antonio Pessoa
 
América
América América
América
LucienneLizaldo
 
Hidrografia Mundial
Hidrografia MundialHidrografia Mundial
Hidrografia Mundial
Adriana Gomes Messias
 

Semelhante a Aspectos naturais da América (20)

ESTADOS UNIDOS- 2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
ESTADOS UNIDOS-  2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULAESTADOS UNIDOS-  2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
ESTADOS UNIDOS- 2 ANO GEOGRAFIA.pptxAULA
 
Relevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptxRelevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptx
 
Relevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptxRelevo e Hidrografia da América.pptx
Relevo e Hidrografia da América.pptx
 
Seminário em slides sobre américa anglo saxônica
Seminário em slides sobre américa anglo saxônicaSeminário em slides sobre américa anglo saxônica
Seminário em slides sobre américa anglo saxônica
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
Meio natural - Relevo
Meio natural  - RelevoMeio natural  - Relevo
Meio natural - Relevo
 
Continente Americano: aspectos naturais e ação humana
Continente Americano: aspectos naturais e ação humanaContinente Americano: aspectos naturais e ação humana
Continente Americano: aspectos naturais e ação humana
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
Aula geografia física_américas_04-jun-2014
Aula geografia física_américas_04-jun-2014Aula geografia física_américas_04-jun-2014
Aula geografia física_américas_04-jun-2014
 
Aspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America CentralAspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America Central
 
América do norte 8º ano
América do norte 8º anoAmérica do norte 8º ano
América do norte 8º ano
 
O continente americano
O continente americanoO continente americano
O continente americano
 
América do Norte 8º Ano
América do Norte 8º AnoAmérica do Norte 8º Ano
América do Norte 8º Ano
 
AméRica Do Norte
AméRica Do NorteAméRica Do Norte
AméRica Do Norte
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
 
Cap. 6 - As condições naturais da américa
Cap. 6 - As condições naturais da américaCap. 6 - As condições naturais da américa
Cap. 6 - As condições naturais da américa
 
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografiaAula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
Aula geografia física_américas_14-09-2012_hidrografia
 
América
América América
América
 
Hidrografia Mundial
Hidrografia MundialHidrografia Mundial
Hidrografia Mundial
 

Último

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 

Último (20)

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 

Aspectos naturais da América

  • 1. América – aspectos naturais • Relevo • Hidrografia
  • 2. América – relevo • A América do Norte e a América do sul apresentam semelhanças quando a disposição das suas formas de relevo. No sentido oeste-leste, três grandes unidades de relevo: as grandes cadeias de montanha, as planícies centrais e os planaltos.
  • 3. O relevo da porção oeste do continente • Destacam-se: Cadeias Montanhosas, Planícies estreitas e Planaltos de altitudes elevadas
  • 4. O relevo da porção oeste do continente: Cadeias Montanhosas • As grandes cadeias montanhosas do oeste estendem-se do Alasca (América do Norte) ao sul do Chile (América do Sul). • América do Norte: Montanhas Rochosas • México: Serra Madre • América do Sul: Cordilheira dos Andes
  • 5. Montanhas Rochosas • Nos EUA e no Canadá, o conjunto de cadeias montanhosas do oeste recebe a denominação geral de Montanhas Rochosas
  • 6. Montanhas Rochosas Moraine Lake (Canadá) - o nível da água ainda estava baixo devido ao final do inverno, mas com a chegada da primavera o nível sobe com o degelo. http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=327110 Note a influência da altitude sobre a distribuição da vegetação e ocupação espacial: nas menores altitudes observa-se rodovia e ferrovia, seguido pela Floresta Boreal e nas maiores altitudes rochas expostas cobertas por neve (Canadá).
  • 8. Montanhas Rochosas A foto mostra o pico mais alto das Montanhas Teton, o Grand Teton, com 4197m de altitude. Localiza-se no Parque Nacional de Grand Teton, um parque nacional dos Estados Unidos, situado no oeste do estado de Wyoming, a sul do Parque Nacional de Yellowstone.
  • 9. Cordilheira dos Andes • Na América do Sul o conjunto de cadeias montanhosas do oeste recebe a denominação geral de Cordilheiras dos Andes. • É a maior cadeia de montanhas do mundo (em comprimento), e em seus trechos mais largos chega a 160 km do extremo leste ao oeste.
  • 10. América Andina • A Cordilheira dos Andes se estende por toda a América do Sul e caracteriza a paisagem de 6 países que são conhecidos como países andinos.
  • 11. Cordilheira dos Andes • A capital chilena, Santiago, em primeiro plano e ao fundo a Cordilheira dos Andes.
  • 12. Cordilheira dos Andes • Monte Everest (entre China e Nepal, Ásia) - 8.844m • Monte Aconcágua (Argentina, América do Sul) - 6.962m • Monte McKinley (Alasca, América do Norte) - 6.194m • Kilimanjaro(Tanzânia, África) - 5.892m • Monte Elbrus (Rússia,Europa) - 5.642m • Vinson (Antártica) - 4.892m • Pirâmide Carstensz (Indonésia, Oceania) - 4.884m Avalanche Pico mais alto do Brasil Pico da Neblina (Serra do Imeri, Amazonas) – 3014,10m
  • 13. Serra Madre • No México o prolongamento das montanhas Rochosas forma a serra Madre Oriental e a serra Madre Ocidental.
  • 14. O relevo da porção oeste do continente: planícies estreitas • Nos Estados Unidos as planícies litorâneas são estreitas; • Desenvolveram-se grandes cidades como: Los Angeles, San Diego e São Francisco nos Estados Unidos e Vancouver no Canadá Los Angeles
  • 15. O relevo da porção oeste do continente: planaltos de altitudes elevadas Rio Colorado no Grand Canyon, Parque Nacional Grand Canyon, Arizona - EUA Machu Picchu, "velha montanha", também chamada "cidade perdida dos Incas", localizada a 2400 m de altitude, Peru.
  • 16. Relevo da porção central do continente: planícies
  • 17. Relevo da porção central do continente: planícies Destacam-se: • as planícies centrais
  • 18. Relevo da porção central do continente Planície do Mississipi • Trata-se de uma área bastante ocupada pela agricultura canadense e estadunidense, como trigo, milho e algodão. Rio Mississipi em St. Louis.
  • 19. Relevo da porção central do continente: planícies Planície Amazônica Planície de Pantanal
  • 20. Porção leste do continente: Destacam-se: • os planaltos.
  • 21. Porção leste do continente: Montes Apalaches • Os Apalaches são montanhas antigas formadas no Paleozóico com relevo suavizado pela prolongada ação erosiva.
  • 22. Terras altas de sudeste do Brasil Serra Geral Serra do Mar Serra da Mantiqueira
  • 23. América – hidrografia Quatro vertentes: • do Ártico, • do Atlântico, • do Golfo do México, • do Pacífico.
  • 24. Vertente • “É uma forma tridimensional que foi modelada pelos processos [erosivos], atuantes no presente ou no passado, e representando a conexão dinâmica entre o interflúvio e o fundo do vale.” Jan Dylik (1968) in CHRISTOFOLETTI, 1981.
  • 25. Vertente Todas as vertentes possuem uma forma, que irá definir como será o fluxo de águas superficiais: • vertentes côncavas onde acontece uma grande concentração de fluxo, podendo contribuir para que processos erosivos aconteçam, portanto estas possuem uma fragilidade ambiental maior. • vertentes convexas, que dispersam as águas, • vertentes retilíneas, a água escoa por igual ao longo da vertente.
  • 26. Vertente • Movimento de massa em uma vertente: note como a declividade (inclinação) da vertente favorece o deslizamento de solo, rochas, árvores e qualquer outro material existente na vertente.
  • 27. Vertente do Ártico • É o maior rio do Canadá e é o principal rio da Vertente do Ártico; • Durante um longo período do ano suas águas ficam congeladas; • Na primavera, durante o degelo, é feito o transporte de madeira extraída das florestas.
  • 28. Vertente do Pacífico • Rios de pequena extensão devido à proximidade entre as cadeias montanhosas (onde nascem) e o litoral. • Exceções: Rio Colorado e Rio Colúmbia
  • 29. Vertente do Golfo do México • Destaque: Rio Mississipi e seus afluentes; • Importante via de navegação, possibilidando o povoamento do interior dos Estados Unidos; • Atualmente é usado para o escoamaneto da produção agrícola até o porto de New Orleans (estado da Lousiana)
  • 30. Vertente do Atlântico: América do Norte • Rio São Lourenço: fronteira entre Estados Unidos e Canada, é uma via de acesso ao interior dos dois países. • Destaca-se o corredor marítimo fluvio-lacustre formado pelo Rio São Lourenço e Grandes Lagos. • Transporte de carregamentos de minérios, produtos agrícolas, máquinas. • Surgimento de importantes cidades: - Canadá: Toronto, Ottawa, Quebec e Montreal; - Estados Unidos: Buffalo, Detroit,Chicago e outras.
  • 31. Grandes Lagos • Os Grandes Lagos são um conjunto de cinco lagos situados na América do Norte, entre o Canadá e os Estados Unidos da América: Lago Superior, Lago Michigan, Lago Huron, Lago Erie e Lago Ontário. • Os Grandes Lagos são o maior grupo de lagos de água doce do mundo, e a bacia hidrográfica dos Grandes Lagos e do Rio São Lourenço é o maior reservatório de água doce do mundo. Imagem de satélite – Grandes Lagos
  • 32. Vertente do Atlântico: América do Sul Rio Orinoco, Venezuela. Rio São Francisco. Rio Parnaíba.Bacia do Prata.
  • 33. Vertente do Atlântico: América do Sul Vários usos: • Pesca comercial e artesanal; • Navegação, • Irrigação de terras agrícolas; • Abastecimento de água; • Produção de energia elétrica.