SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
MÓDULO 6
Dispensação
No registro da dispensação, os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos
usuários, subsidiando na definição de intervenções, no
de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde.
Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário.
Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição.
Dispensação:
um ou mais medicamentos em resposta à
elaborada por um profissional autorizado.
Quando o usuário não for encontra
clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III.
Porque utilizar esta funcionalidade?
, os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos
usuários, subsidiando na definição de intervenções, no planejamento de ações de programas
de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde.
Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário.
Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição.
Bem-vindo(a) ao sexto módulo do curso!
Neste módulo demonstraremos como é realizada a
dispensação de medicamentos por meio do HÓRUS.
Dispensação: ato profissional farmacêutico que consiste em proporcionar
um ou mais medicamentos em resposta à apresentação de uma receita
elaborada por um profissional autorizado.
Quando o usuário não for encontrado, isso indica que ele não está cadastrado no HÓRUS. Portanto,
clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III.
, os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos
planejamento de ações de programas
de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde.
Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário.
Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição.
(a) ao sexto módulo do curso!
Neste módulo demonstraremos como é realizada a
de medicamentos por meio do HÓRUS.
ato profissional farmacêutico que consiste em proporcionar
apresentação de uma receita
do, isso indica que ele não está cadastrado no HÓRUS. Portanto,
clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III.
Selecione a origem da receita e seu respectivo subgrupo de origem de receita.
Ao selecionar a origem da receita e seu respectivo subgrupo, serão habilitados os campos para
informar os dados do prescritor.
Nesse exemplo utilizaremos a origem de receita do setor público. Dessa forma, informe o
prescritor no campo “Profissional do SUS”, digite seu nome, clique no botão pesquisar e
selecione o prescritor.
Indique a data da receita.
Lembre-se de que as origens e os subgrupos de origens da receita para seleção são aqueles
que foram previamente cadastrados, no menu Cadastro, conforme orientações no Módulo III.
Se a origem for do setor público, abre o
campo “Profissional SUS”. Nesse campo
podem ser selecionados os profissionais
autorizados para prescreverem
medicamentos, conforme a competência
de cada categoria profissional. Sendo
elas: médico, odontólogo, nutrucionista e
enfermeiro.
Se a origem for do setor privado, abrem os
campos “Médico” e “Prescritor”. No
primeiro campo podem ser selecionados os
médicos que estão inscritos nos respectivos
Conselhos Regionais de Medicina. No caso
de outros profissionais prescritores utilize o
campo “Prescritor”.
Essa busca é realizada pelo banco de dados do CNES. Caso o profissional não seja encontrado,
digite o nome do prescritor e seu número de conselho de classe, nos respectivos campos.
Clique no botão Produto + para registrar os medicamentos prescritos. Digite o nome do
medicamento, no mínimo 3 caracteres, clique no botão busca e selecione o medicamento.
Clique no botão e veja as informações que o HÓRUS fornece para qualificar seu
atendimento ao usuário.
Vamos prosseguir com a dispensação...
Você poderá preencher os
campos orientativos quanto à
posologia e entregar esse
informativo para o usuário.
Os informativos disponíveis são referentes aos medicamentos constantes na Relação Nacional de
Medicamentos Essenciais 2010.
Para exemplificar, demonstraremos o registro de uma prescrição de Amoxilina 50 mg/mL
suspenção oral, 10 mL de 8 em 8 horas, por 10 dias.
Para isso, é preciso informar: a quantidade do medicamento (Dose), frequência, duração do
tratamento e para quantos dias o medicamento será dispensado.
O campo “unidade de consumo” é padronizado de acordo com a forma farmacêutica do
medicamento. Assim, a unidade de consumo pode ser por comprimido, gota, mililitro, jato,
entre outros.
A freqüência, neste exemplo, é de 3 x ao dia, ou seja, de 8 em 8 horas.
O tratamento dura 10 dias e serão dispensados medicamentos para este mesmo prazo.
Clique em salvar e o sistema irá calcular quantos frascos são necessários para os 10 dias de
tratamento.
Quantidade do medicamento : é
a dose, ou seja, a quantidade do
medicamento por administração.
Frequência: número de
administrações por dia.
Duração do tratamento: por quanto
tempo este medicamento foi
prescrito, em dias.
Observe que foi gerado
um número da
dispensação.
Até o momento, foram
registradas as
informações da
prescrição.
Para dar baixa dos
medicamentos do
estoque clique em
“Atender/Agendar”.
Quando a prescrição contiver medicamentos sujeitos a controle especial (constantes da Portaria 344/98)
que necessitem da notificação de receita, além do receituário, aparecerá um campo para informar o
número da notificação.
Nessa tela são visualizados o número da dispensação, o nome do usuário, o medicamento, a data e a
quantidade de frascos a ser dispensada, de acordo com a apresentação do medicamento.
Caso a pessoa que esteja recebendo o medicamento não seja o próprio usuário, digite o nome
dessa pessoa no campo “Responsável”.
Clique no botão “Baixar” para finalizar a dispensação e retirar do estoque os medicamentos.
A retirada do estoque pode ser: automática ou manual. No nosso exemplo, faremos baixa
manual.
Os medicamentos vinculados a mais de um programa de saúde devem ser retirados do
estoque por meio da opção de baixa manual, possibilitando a seleção do lote de acordo com o
programa.
Manual : é possível selecionar o
lote a ser dispensado.
Automática: serão retirados do estoque os
medicamentos mais próximos do vencimento.
Verifique que podem
ser visualizados o
número do lote, a
localização do
medicamento, o
programa de saúde
vinculado, a data de
validade e o saldo
disponível no estoque.
Para prosseguir, digite a quantidade agendada no lote desejado e clique em salvar.
Observe que aparece a mensagem “Baixa realizada com sucesso” confirmando a operação.
Para finalizar, clique em voltar.
O estabelecimento em que foi realizada a dispensação fica registrado.
Nesse momento, caso necessário, ao clicar em estornar o medicamento retorna ao estoque do
estabelecimento.
Se desejar, o boleto pode ser impresso e entregue ao usuário juntamente com o
medicamento.
Neste boleto constam o local e o n
dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a
hora da dispensação e o custo dos medicamentos dispensados.
Pronto, a dispensação foi finalizada com sucesso!!!
Neste boleto constam o local e o número da dispensação; o nome do usuário; o medicamento
dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a
hora da dispensação e o custo dos medicamentos dispensados.
Pronto, a dispensação foi finalizada com sucesso!!!
Agora veremos um exemplo de dispensação de medicamentos para
tratamento de doença crônica.
Em alguns municípios, de acordo com avaliação de risco do usuário,
o tratamento é definido por um período prolongado (meses). No
entanto, a dispensação dos medicamentos é realizada para um
período menor (dias) e o usuário pode retornar ao serviço para
receber o medicamento novamente até a conclusão do tratamento
prescrito.
Nesses casos, o HÓRUS permite que a dispensação de
medicamentos seja realizada gradualmente, realizando o
agendamento das próximas dispensações.
úmero da dispensação; o nome do usuário; o medicamento
dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a
Agora veremos um exemplo de dispensação de medicamentos para
Em alguns municípios, de acordo com avaliação de risco do usuário,
o tratamento é definido por um período prolongado (meses). No
medicamentos é realizada para um
período menor (dias) e o usuário pode retornar ao serviço para
receber o medicamento novamente até a conclusão do tratamento
Nesses casos, o HÓRUS permite que a dispensação de
ente, realizando o
agendamento das próximas dispensações.
Vejamos um exemplo...
A Prescrição é : Captopril 25 mg, 1 comprimido a cada 8 horas, durante 3 meses.
Repare neste caso que o tratamento tem a duração de 90 dias. Porém, o sistema irá calcular
quantos comprimidos são necessários para 30 dias de tratamento e agendará as próximas
dispensações.
Após inserir os dados, clique em salvar.
Para dar baixa dos medicamentos do estoque, clique em “Atender/Agendar”.
Veja que, a partir dos dados informados anteriormente, o sistema calcula a quantidade do
medicamento a ser dispensada para o período de tratamento informado.
Repare: O paciente usará 1 comprimido 3 vezes ao dia, ou seja, 3 comprimido
por dia, para 30 dias de tratamento são necessários 90 comprimidos.
Para prosseguir, clique no botão “Baixar” para retirar os medicamentos do estoque.
Neste exemplo, clicando no
botão “Automática”, serão
retirados do estoque os
medicamentos mais
próximos do vencimento.
Se desejar,
imprima o
Boleto do Dia.
Este boleto pode ser
entregue ao usuário para
conferência dos
medicamentos
recebidos, bem como
dos agendados.
Pronto, a dispensação para o primeiro mês de tratamento foi finalizada.
No entanto, lembre-se de que nesse exemplo foram agendados medicamentos para os
próximos dois meses.
Mas e agora? Como dispensar o medicamento nos próximos dois meses?
Após selecionar “Dispensação”, faça a consulta da dispensação registrada para acessar o
agendamento.
Realize a pesquisa da dispensação, digitando uma das informações no filtro desejado. Para
tornar o procedimento mais ágil, faça a pesquisa da dispensação agendada pelo seu número e
clique em “Pesquisar”.
Lembre-se de que ao
salvar uma
dispensação é gerado
um número. Então,
recomendamos que
esse número seja
anotado na receita
para facilitar na
pesquisa da
dispensação.
Clique em editar para visualizar a
dispensação.
Para prosseguir, clique em
“Atender/Agendar”.
Clique em baixar para retirar do estoque o produto que será dispensado. Imprima o boleto, se
desejar.
Supondo que o usuário retornou no terceiro mês para receber o medicamento agendado
Algumas particularidades...
Caso 1 – estoque insuficiente.
Caso a farmácia não disponha de quantidade suficiente para atender todo o
quantitativo agendado, é possível fracionar o agendamento.
Para tanto, altere a
quantidade agendada
para a quantidade que
será atendida e clique em
“Agendar Dispensação”.
Realize a baixa do medicamento, conforme orientações anteriores. Imprima o boleto, se
desejar.
Informe a data e a
quantidade restante no
novo agendamento e
clique em salvar.
Caso 2 – medicamento não padronizado ou falta de estoque
A demanda não atendida pode ser registrada na tela de dispensação, selecionando o motivo
correspondente: falta de estoque ou medicamento não padronizado.
Ao selecionar Cancelar, a dispensação não será realizada. Para dispensar, clique em OK.
Caso 3 – Alerta de dispensações recentes
A demanda não atendida pode ser registrada na tela de dispensação, selecionando o motivo
correspondente: falta de estoque ou medicamento não padronizado.
Caso 4 – Visualização das dispensações anteriores
O histórico das dispensações de um determinado medicamento pode ser visualizado, clicando
em “Histórico”.
Este alerta é importante para
evitar a dispensação em
duplicidade do mesmo
medicamento.
Nesse Histórico aparecem todas as dispensações nas quais o usuário recebeu o medicamento,
nesse caso captopril 25 mg comprimido, em qualquer estabelecimento que utilize o HÓRUS.
Para melhor fixação, vamos ver outro exemplo...
A Prescrição agora é: Paracetamol 200mg/mL, 20 gotas, a cada 6 horas, por 4 dias.
Selecione o medicamento.
Preencha a quantidade (dose)=20 Lembre-se sempre de que o preenchimento da quantidade
(dose) será de acordo com a unidade de consumo, a qual pode ser observada no campo ao
lado.
Informe a frequência. Neste caso, 4.
Digite a duração do tratamento em dias (4) e o número de dias a dispensar (4).
Clique em “atender/agendar”.
Verifique que o sistema calcula a quantidade de frascos a serem dispensados, a partir do
registro da quantidade, da frequência e da duração do tratamento.
Clique em “Baixar” para retirar o medicamento do estoque.Clique em “Baixar” para retirar o medicamento do estoque.
Assim encerramos o módulo VI do
nosso curso !
Neste módulo você observou como
acontecem alguns dos tipos de
dispensação, compreendendo as
especificidades de cada uma.
Assim encerramos o módulo VI do
Neste módulo você observou como
acontecem alguns dos tipos de
dispensação, compreendendo as
especificidades de cada uma.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Humaniza sus prof. Carlos
Humaniza sus   prof. CarlosHumaniza sus   prof. Carlos
Humaniza sus prof. CarlosAprova Saúde
 
Monografia medicamento genérico
Monografia   medicamento genéricoMonografia   medicamento genérico
Monografia medicamento genéricoTCC_FARMACIA_FEF
 
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeRelatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeAlinebrauna Brauna
 
Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Dudu Oliveira
 
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEM
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEMFicha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEM
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEMMatheus Almeida
 
Plano de negócios domínio
Plano de negócios domínioPlano de negócios domínio
Plano de negócios domínioMarcelo Silva
 
Manual de procedimentos em enfermagem
Manual de procedimentos em enfermagemManual de procedimentos em enfermagem
Manual de procedimentos em enfermagemdrielly-rocha
 
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDELATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDELATEC - UFF
 
Resumo lei 12 550 ebserh
Resumo lei 12 550 ebserhResumo lei 12 550 ebserh
Resumo lei 12 550 ebserhTereza Cristina
 
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicas
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicasAula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicas
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicasGhiordanno Bruno
 
Manual PráTico De TéCnicas De Enfermagem
Manual PráTico De TéCnicas De EnfermagemManual PráTico De TéCnicas De Enfermagem
Manual PráTico De TéCnicas De EnfermagemEduardo Gomes da Silva
 

Mais procurados (20)

Desafios para o fortalecimento da AB no SUS
Desafios para o fortalecimento da AB no SUSDesafios para o fortalecimento da AB no SUS
Desafios para o fortalecimento da AB no SUS
 
Humaniza sus prof. Carlos
Humaniza sus   prof. CarlosHumaniza sus   prof. Carlos
Humaniza sus prof. Carlos
 
Monografia medicamento genérico
Monografia   medicamento genéricoMonografia   medicamento genérico
Monografia medicamento genérico
 
Sp4 hupe-psf
Sp4 hupe-psfSp4 hupe-psf
Sp4 hupe-psf
 
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeRelatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
 
Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12
 
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEM
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEMFicha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEM
Ficha - Coleta de dados de enfermagem TIME DA ENFERMAGEM
 
Redes de atenção à saúde
Redes de atenção à saúdeRedes de atenção à saúde
Redes de atenção à saúde
 
Plano de negócios domínio
Plano de negócios domínioPlano de negócios domínio
Plano de negócios domínio
 
Manual de procedimentos em enfermagem
Manual de procedimentos em enfermagemManual de procedimentos em enfermagem
Manual de procedimentos em enfermagem
 
T student
T studentT student
T student
 
Gastão Wagner – O futuro do Sistema Único de Saúde (SUS)
Gastão Wagner – O futuro do Sistema Único de Saúde (SUS)Gastão Wagner – O futuro do Sistema Único de Saúde (SUS)
Gastão Wagner – O futuro do Sistema Único de Saúde (SUS)
 
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDELATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
LATEC - UFF. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
 
Resumo lei 12 550 ebserh
Resumo lei 12 550 ebserhResumo lei 12 550 ebserh
Resumo lei 12 550 ebserh
 
Cuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronicaCuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronica
 
Homero_Educacao_popular
Homero_Educacao_popularHomero_Educacao_popular
Homero_Educacao_popular
 
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicas
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicasAula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicas
Aula 2 - A construção do SUS no contexo das políticas públicas
 
Financiamento do SUS 2010
Financiamento do SUS 2010Financiamento do SUS 2010
Financiamento do SUS 2010
 
Manual PráTico De TéCnicas De Enfermagem
Manual PráTico De TéCnicas De EnfermagemManual PráTico De TéCnicas De Enfermagem
Manual PráTico De TéCnicas De Enfermagem
 
Planificação da Atenção à Saúde em Caxias/MA
Planificação da Atenção à Saúde em Caxias/MAPlanificação da Atenção à Saúde em Caxias/MA
Planificação da Atenção à Saúde em Caxias/MA
 

Semelhante a Dispensação de medicamentos no HÓRUS

Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014Fernando Amaral de Calais
 
Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.JosuBarbosaJr
 
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_paciente
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_pacienteManual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_paciente
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_pacienteLAFARCLIN UFPB
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfNaidilene Aguilar
 
Enfermagem ADM e Drogas
Enfermagem ADM e DrogasEnfermagem ADM e Drogas
Enfermagem ADM e DrogasViviane Campos
 
Manual 7 -_cessacao_tabagica
Manual 7 -_cessacao_tabagicaManual 7 -_cessacao_tabagica
Manual 7 -_cessacao_tabagicaLAFARCLIN UFPB
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...farmaefarma
 
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricaoNemésio Carlos Silva
 
Manual 6 -_autocuidado
Manual 6 -_autocuidadoManual 6 -_autocuidado
Manual 6 -_autocuidadoLAFARCLIN UFPB
 
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascular
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascularManual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascular
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascularLAFARCLIN UFPB
 
Manual 3 -_diabetes_mellitus
Manual 3 -_diabetes_mellitusManual 3 -_diabetes_mellitus
Manual 3 -_diabetes_mellitusLAFARCLIN UFPB
 
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018Oncoguia
 
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...LuanMiguelCosta
 
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinas
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinasManual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinas
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinasLAFARCLIN UFPB
 
Módulo farmácia dispensação de medicamentos
Módulo farmácia   dispensação de medicamentosMódulo farmácia   dispensação de medicamentos
Módulo farmácia dispensação de medicamentosLeonardo Alves
 

Semelhante a Dispensação de medicamentos no HÓRUS (20)

Engenharia de software web
Engenharia de software webEngenharia de software web
Engenharia de software web
 
Medic time
Medic timeMedic time
Medic time
 
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
Declaração de Serviços Farmacêuticos modelo fernando calais 2014
 
Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.
 
Apostila MÓDULO 8 - Orientações gerais
Apostila MÓDULO 8 - Orientações geraisApostila MÓDULO 8 - Orientações gerais
Apostila MÓDULO 8 - Orientações gerais
 
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_paciente
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_pacienteManual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_paciente
Manual 4 -_revisao_da_farmacoterapia_e_acompanhamento_do_paciente
 
Farmacêutico para quê
Farmacêutico para quêFarmacêutico para quê
Farmacêutico para quê
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
 
Enfermagem ADM e Drogas
Enfermagem ADM e DrogasEnfermagem ADM e Drogas
Enfermagem ADM e Drogas
 
Manual 7 -_cessacao_tabagica
Manual 7 -_cessacao_tabagicaManual 7 -_cessacao_tabagica
Manual 7 -_cessacao_tabagica
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Denise Funchal - Registro da P...
 
Clínica SGBD
Clínica SGBDClínica SGBD
Clínica SGBD
 
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao
681 --avaliacao-dos-indicadores-de-prescricao
 
Manual 6 -_autocuidado
Manual 6 -_autocuidadoManual 6 -_autocuidado
Manual 6 -_autocuidado
 
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascular
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascularManual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascular
Manual 2 -_dislipidemias_e_risco_cardiovascular
 
Manual 3 -_diabetes_mellitus
Manual 3 -_diabetes_mellitusManual 3 -_diabetes_mellitus
Manual 3 -_diabetes_mellitus
 
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018
Tutorial Consulta Pública ANS - Rol 2018
 
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...
boas-praticas-recomendadas-para-o-cuidado-seguro-na-administracao-de-medicame...
 
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinas
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinasManual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinas
Manual 5 -_imunizacao_e_administracao_de_vacinas
 
Módulo farmácia dispensação de medicamentos
Módulo farmácia   dispensação de medicamentosMódulo farmácia   dispensação de medicamentos
Módulo farmácia dispensação de medicamentos
 

Mais de Winer Augusto da Fonseca

Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentávelRiscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentávelWiner Augusto da Fonseca
 
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...Winer Augusto da Fonseca
 
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTALCOMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTALWiner Augusto da Fonseca
 
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e Éticos
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e ÉticosShisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e Éticos
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e ÉticosWiner Augusto da Fonseca
 

Mais de Winer Augusto da Fonseca (20)

DINHEIRO AUTOMÁTICO NA INTERNET
DINHEIRO AUTOMÁTICO NA INTERNETDINHEIRO AUTOMÁTICO NA INTERNET
DINHEIRO AUTOMÁTICO NA INTERNET
 
Apostila MÓDULO 7 - Relatórios
Apostila MÓDULO 7 - RelatóriosApostila MÓDULO 7 - Relatórios
Apostila MÓDULO 7 - Relatórios
 
90 Dicas de Vídeo Marketing
90 Dicas de Vídeo Marketing90 Dicas de Vídeo Marketing
90 Dicas de Vídeo Marketing
 
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentávelRiscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
 
Mapa de Risco
Mapa de RiscoMapa de Risco
Mapa de Risco
 
Mapa de Risco Higiene do Trabalho
Mapa de Risco Higiene do TrabalhoMapa de Risco Higiene do Trabalho
Mapa de Risco Higiene do Trabalho
 
Mapa de Risco 1
Mapa de Risco 1Mapa de Risco 1
Mapa de Risco 1
 
Gestão ambiental e saneamento
Gestão ambiental e saneamentoGestão ambiental e saneamento
Gestão ambiental e saneamento
 
CONFERÊNCIAS
CONFERÊNCIASCONFERÊNCIAS
CONFERÊNCIAS
 
Ciclo Biogeoquimico
Ciclo BiogeoquimicoCiclo Biogeoquimico
Ciclo Biogeoquimico
 
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...
Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de Produtos ...
 
Conceito Risco x Perigo
Conceito Risco x PerigoConceito Risco x Perigo
Conceito Risco x Perigo
 
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTALCOMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL
COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL
 
Engenharia de Segurança
Engenharia de SegurançaEngenharia de Segurança
Engenharia de Segurança
 
Modelo de PPRA Estombo Engenharia
Modelo de PPRA Estombo EngenhariaModelo de PPRA Estombo Engenharia
Modelo de PPRA Estombo Engenharia
 
Cartilha Ergonômica do Soldador
Cartilha Ergonômica do SoldadorCartilha Ergonômica do Soldador
Cartilha Ergonômica do Soldador
 
Dermatoses Ocupacionais
Dermatoses OcupacionaisDermatoses Ocupacionais
Dermatoses Ocupacionais
 
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e Éticos
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e ÉticosShisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e Éticos
Shisei Rinri – Senso dos Princípios Morais e Éticos
 
Release Produtos Cacau Show
Release Produtos Cacau ShowRelease Produtos Cacau Show
Release Produtos Cacau Show
 
CEARA RADICAL - DOWNHILL QUITERIANOPOLIS
CEARA RADICAL - DOWNHILL QUITERIANOPOLISCEARA RADICAL - DOWNHILL QUITERIANOPOLIS
CEARA RADICAL - DOWNHILL QUITERIANOPOLIS
 

Dispensação de medicamentos no HÓRUS

  • 2. No registro da dispensação, os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos usuários, subsidiando na definição de intervenções, no de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde. Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário. Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição. Dispensação: um ou mais medicamentos em resposta à elaborada por um profissional autorizado. Quando o usuário não for encontra clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III. Porque utilizar esta funcionalidade? , os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos usuários, subsidiando na definição de intervenções, no planejamento de ações de programas de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde. Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário. Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição. Bem-vindo(a) ao sexto módulo do curso! Neste módulo demonstraremos como é realizada a dispensação de medicamentos por meio do HÓRUS. Dispensação: ato profissional farmacêutico que consiste em proporcionar um ou mais medicamentos em resposta à apresentação de uma receita elaborada por um profissional autorizado. Quando o usuário não for encontrado, isso indica que ele não está cadastrado no HÓRUS. Portanto, clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III. , os dados da prescrição podem auxiliar no acompanhamento dos planejamento de ações de programas de saúde e, ainda, serem indicadores de qualidade dos serviços e resultados em saúde. Na tela de “Dispensação”, digite o nome do usuário SUS, realize a busca e selecione o usuário. Se desejar, no campo observação, acrescente informações sobre o usuário ou a prescrição. (a) ao sexto módulo do curso! Neste módulo demonstraremos como é realizada a de medicamentos por meio do HÓRUS. ato profissional farmacêutico que consiste em proporcionar apresentação de uma receita do, isso indica que ele não está cadastrado no HÓRUS. Portanto, clique em “Cadastro de Usuário” e realize os procedimentos demonstrados no Módulo III.
  • 3. Selecione a origem da receita e seu respectivo subgrupo de origem de receita. Ao selecionar a origem da receita e seu respectivo subgrupo, serão habilitados os campos para informar os dados do prescritor. Nesse exemplo utilizaremos a origem de receita do setor público. Dessa forma, informe o prescritor no campo “Profissional do SUS”, digite seu nome, clique no botão pesquisar e selecione o prescritor. Indique a data da receita. Lembre-se de que as origens e os subgrupos de origens da receita para seleção são aqueles que foram previamente cadastrados, no menu Cadastro, conforme orientações no Módulo III. Se a origem for do setor público, abre o campo “Profissional SUS”. Nesse campo podem ser selecionados os profissionais autorizados para prescreverem medicamentos, conforme a competência de cada categoria profissional. Sendo elas: médico, odontólogo, nutrucionista e enfermeiro. Se a origem for do setor privado, abrem os campos “Médico” e “Prescritor”. No primeiro campo podem ser selecionados os médicos que estão inscritos nos respectivos Conselhos Regionais de Medicina. No caso de outros profissionais prescritores utilize o campo “Prescritor”. Essa busca é realizada pelo banco de dados do CNES. Caso o profissional não seja encontrado, digite o nome do prescritor e seu número de conselho de classe, nos respectivos campos. Clique no botão Produto + para registrar os medicamentos prescritos. Digite o nome do medicamento, no mínimo 3 caracteres, clique no botão busca e selecione o medicamento.
  • 4. Clique no botão e veja as informações que o HÓRUS fornece para qualificar seu atendimento ao usuário. Vamos prosseguir com a dispensação... Você poderá preencher os campos orientativos quanto à posologia e entregar esse informativo para o usuário. Os informativos disponíveis são referentes aos medicamentos constantes na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais 2010.
  • 5. Para exemplificar, demonstraremos o registro de uma prescrição de Amoxilina 50 mg/mL suspenção oral, 10 mL de 8 em 8 horas, por 10 dias. Para isso, é preciso informar: a quantidade do medicamento (Dose), frequência, duração do tratamento e para quantos dias o medicamento será dispensado. O campo “unidade de consumo” é padronizado de acordo com a forma farmacêutica do medicamento. Assim, a unidade de consumo pode ser por comprimido, gota, mililitro, jato, entre outros. A freqüência, neste exemplo, é de 3 x ao dia, ou seja, de 8 em 8 horas. O tratamento dura 10 dias e serão dispensados medicamentos para este mesmo prazo. Clique em salvar e o sistema irá calcular quantos frascos são necessários para os 10 dias de tratamento. Quantidade do medicamento : é a dose, ou seja, a quantidade do medicamento por administração. Frequência: número de administrações por dia. Duração do tratamento: por quanto tempo este medicamento foi prescrito, em dias.
  • 6. Observe que foi gerado um número da dispensação. Até o momento, foram registradas as informações da prescrição. Para dar baixa dos medicamentos do estoque clique em “Atender/Agendar”. Quando a prescrição contiver medicamentos sujeitos a controle especial (constantes da Portaria 344/98) que necessitem da notificação de receita, além do receituário, aparecerá um campo para informar o número da notificação. Nessa tela são visualizados o número da dispensação, o nome do usuário, o medicamento, a data e a quantidade de frascos a ser dispensada, de acordo com a apresentação do medicamento.
  • 7. Caso a pessoa que esteja recebendo o medicamento não seja o próprio usuário, digite o nome dessa pessoa no campo “Responsável”. Clique no botão “Baixar” para finalizar a dispensação e retirar do estoque os medicamentos. A retirada do estoque pode ser: automática ou manual. No nosso exemplo, faremos baixa manual. Os medicamentos vinculados a mais de um programa de saúde devem ser retirados do estoque por meio da opção de baixa manual, possibilitando a seleção do lote de acordo com o programa. Manual : é possível selecionar o lote a ser dispensado. Automática: serão retirados do estoque os medicamentos mais próximos do vencimento. Verifique que podem ser visualizados o número do lote, a localização do medicamento, o programa de saúde vinculado, a data de validade e o saldo disponível no estoque. Para prosseguir, digite a quantidade agendada no lote desejado e clique em salvar.
  • 8. Observe que aparece a mensagem “Baixa realizada com sucesso” confirmando a operação. Para finalizar, clique em voltar. O estabelecimento em que foi realizada a dispensação fica registrado. Nesse momento, caso necessário, ao clicar em estornar o medicamento retorna ao estoque do estabelecimento. Se desejar, o boleto pode ser impresso e entregue ao usuário juntamente com o medicamento.
  • 9. Neste boleto constam o local e o n dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a hora da dispensação e o custo dos medicamentos dispensados. Pronto, a dispensação foi finalizada com sucesso!!! Neste boleto constam o local e o número da dispensação; o nome do usuário; o medicamento dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a hora da dispensação e o custo dos medicamentos dispensados. Pronto, a dispensação foi finalizada com sucesso!!! Agora veremos um exemplo de dispensação de medicamentos para tratamento de doença crônica. Em alguns municípios, de acordo com avaliação de risco do usuário, o tratamento é definido por um período prolongado (meses). No entanto, a dispensação dos medicamentos é realizada para um período menor (dias) e o usuário pode retornar ao serviço para receber o medicamento novamente até a conclusão do tratamento prescrito. Nesses casos, o HÓRUS permite que a dispensação de medicamentos seja realizada gradualmente, realizando o agendamento das próximas dispensações. úmero da dispensação; o nome do usuário; o medicamento dispensado, com a respectiva validade, lote e quantidade; o nome do operador; a data e a Agora veremos um exemplo de dispensação de medicamentos para Em alguns municípios, de acordo com avaliação de risco do usuário, o tratamento é definido por um período prolongado (meses). No medicamentos é realizada para um período menor (dias) e o usuário pode retornar ao serviço para receber o medicamento novamente até a conclusão do tratamento Nesses casos, o HÓRUS permite que a dispensação de ente, realizando o agendamento das próximas dispensações.
  • 10. Vejamos um exemplo... A Prescrição é : Captopril 25 mg, 1 comprimido a cada 8 horas, durante 3 meses. Repare neste caso que o tratamento tem a duração de 90 dias. Porém, o sistema irá calcular quantos comprimidos são necessários para 30 dias de tratamento e agendará as próximas dispensações. Após inserir os dados, clique em salvar. Para dar baixa dos medicamentos do estoque, clique em “Atender/Agendar”. Veja que, a partir dos dados informados anteriormente, o sistema calcula a quantidade do medicamento a ser dispensada para o período de tratamento informado. Repare: O paciente usará 1 comprimido 3 vezes ao dia, ou seja, 3 comprimido por dia, para 30 dias de tratamento são necessários 90 comprimidos.
  • 11. Para prosseguir, clique no botão “Baixar” para retirar os medicamentos do estoque. Neste exemplo, clicando no botão “Automática”, serão retirados do estoque os medicamentos mais próximos do vencimento. Se desejar, imprima o Boleto do Dia. Este boleto pode ser entregue ao usuário para conferência dos medicamentos recebidos, bem como dos agendados.
  • 12. Pronto, a dispensação para o primeiro mês de tratamento foi finalizada. No entanto, lembre-se de que nesse exemplo foram agendados medicamentos para os próximos dois meses. Mas e agora? Como dispensar o medicamento nos próximos dois meses? Após selecionar “Dispensação”, faça a consulta da dispensação registrada para acessar o agendamento. Realize a pesquisa da dispensação, digitando uma das informações no filtro desejado. Para tornar o procedimento mais ágil, faça a pesquisa da dispensação agendada pelo seu número e clique em “Pesquisar”.
  • 13. Lembre-se de que ao salvar uma dispensação é gerado um número. Então, recomendamos que esse número seja anotado na receita para facilitar na pesquisa da dispensação. Clique em editar para visualizar a dispensação. Para prosseguir, clique em “Atender/Agendar”.
  • 14. Clique em baixar para retirar do estoque o produto que será dispensado. Imprima o boleto, se desejar. Supondo que o usuário retornou no terceiro mês para receber o medicamento agendado Algumas particularidades... Caso 1 – estoque insuficiente. Caso a farmácia não disponha de quantidade suficiente para atender todo o quantitativo agendado, é possível fracionar o agendamento. Para tanto, altere a quantidade agendada para a quantidade que será atendida e clique em “Agendar Dispensação”.
  • 15. Realize a baixa do medicamento, conforme orientações anteriores. Imprima o boleto, se desejar. Informe a data e a quantidade restante no novo agendamento e clique em salvar. Caso 2 – medicamento não padronizado ou falta de estoque A demanda não atendida pode ser registrada na tela de dispensação, selecionando o motivo correspondente: falta de estoque ou medicamento não padronizado.
  • 16. Ao selecionar Cancelar, a dispensação não será realizada. Para dispensar, clique em OK. Caso 3 – Alerta de dispensações recentes A demanda não atendida pode ser registrada na tela de dispensação, selecionando o motivo correspondente: falta de estoque ou medicamento não padronizado. Caso 4 – Visualização das dispensações anteriores O histórico das dispensações de um determinado medicamento pode ser visualizado, clicando em “Histórico”. Este alerta é importante para evitar a dispensação em duplicidade do mesmo medicamento.
  • 17. Nesse Histórico aparecem todas as dispensações nas quais o usuário recebeu o medicamento, nesse caso captopril 25 mg comprimido, em qualquer estabelecimento que utilize o HÓRUS. Para melhor fixação, vamos ver outro exemplo... A Prescrição agora é: Paracetamol 200mg/mL, 20 gotas, a cada 6 horas, por 4 dias. Selecione o medicamento. Preencha a quantidade (dose)=20 Lembre-se sempre de que o preenchimento da quantidade (dose) será de acordo com a unidade de consumo, a qual pode ser observada no campo ao lado. Informe a frequência. Neste caso, 4. Digite a duração do tratamento em dias (4) e o número de dias a dispensar (4). Clique em “atender/agendar”. Verifique que o sistema calcula a quantidade de frascos a serem dispensados, a partir do registro da quantidade, da frequência e da duração do tratamento.
  • 18. Clique em “Baixar” para retirar o medicamento do estoque.Clique em “Baixar” para retirar o medicamento do estoque. Assim encerramos o módulo VI do nosso curso ! Neste módulo você observou como acontecem alguns dos tipos de dispensação, compreendendo as especificidades de cada uma. Assim encerramos o módulo VI do Neste módulo você observou como acontecem alguns dos tipos de dispensação, compreendendo as especificidades de cada uma.