SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Geografia PRIVATIZAÇÕES
SURGIRAM COM A NECESSIDADE DE INFRAESTRUTURA INVESTIMENTO ESTATAL PARA ENFRENTAR LIMITAÇÕES ESTRATÉGICAS EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DURANTE A DITADURA MILITAR AS EMPRESAS ESTATAIS
LIBERAR O ESTADO PARA INVESTIMENTOS SOCIAIS DOTAR AS EMPRESAS DE CAPACIDADE PARA CONCORRÊNCIA “GLOBAL” RAZÕES PARA PRIVATIZAR
OFERECER MELHORES SERVIÇOS AOS CONSUMIDORES RAZÕES PARA PRIVATIZAR
Fonte: Datafolha – 20/8/99 Telefonia após privatização
DIMINUIR TARIFAS PELA INTRODUÇÃO DA CONCORRÊNCIA NO FORNECIMENTO DE SERVIÇOS RAZÕES PARA PRIVATIZAR
E as tarifas? Fonte: Datafolha – 20/8/99
AS ESTATAIS CUSTARAM O “ESFORÇO” DO POVO BRASILEIRO RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
Protestos no RJ contra a privatização da  Vale do Rio Doce
SETORES ESTRATÉGICOS PARA O DESENVOLVIMENTO DEVEM SER PRESERVADOS NAS MÃOS DO ESTADO RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
OS PREÇOS DAS EMPRESAS FORAM DESVALORIZADOS DESNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
O DINHEIRO APURADO NA VENDA DAS ESTATAIS NÃO VAI PARA O SETOR SOCIAL UTILIZAÇÃO DE MOEDAS PODRES RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
EMPRESAS TELEFÔNICAS: INVESTIMENTO DE R$ 21 BILHÕES R$ 8,8 BILHÕES, SENDO METADE FINANCIADA PELO GOVERNO O PREÇO DAS ESTATAIS
GOVERNO RJ PEGOU UM EMPRÉSTIMO DE R$ 3,3 BILHÕES PARA PAGTO. DIREITOS TRABALHISTAS BANERJ R$ 330 MILHÕES O PREÇO DAS ESTATAIS
COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL R$ 1,05 BILHÃO, SENDO QUE R$ 1,01 BILHÃO EM MOEDAS PODRES O PREÇO DAS ESTATAIS
POR QUE AS EMPRESAS PRIVATIZADAS LUCRAM TANTO? AUMENTO DE TARIFAS  DEMISSÕES DÍVIDAS “ENGOLIDAS” DÍVIDAS TRANSFERIDAS FUNDOS DE PENSÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

01 geopolítica
01 geopolítica01 geopolítica
01 geopolíticaedsonluz
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)Nefer19
 
Constituição de 1988 - Prof. Altair Aguilar
Constituição de 1988 - Prof. Altair AguilarConstituição de 1988 - Prof. Altair Aguilar
Constituição de 1988 - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisProfMario De Mori
 
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo Rodrigo Pavesi
 
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoImperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoItalo Colares
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesaedna2
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicosArtur Lara
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoMinistério da Educação
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileiraAbner de Paula
 
Demetrio brasil privatizações
Demetrio brasil privatizaçõesDemetrio brasil privatizações
Demetrio brasil privatizaçõesDeto - Geografia
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteNome Sobrenome
 

Mais procurados (20)

01 geopolítica
01 geopolítica01 geopolítica
01 geopolítica
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Constituição de 1988 - Prof. Altair Aguilar
Constituição de 1988 - Prof. Altair AguilarConstituição de 1988 - Prof. Altair Aguilar
Constituição de 1988 - Prof. Altair Aguilar
 
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
 
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoImperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
 
Obj geo - socialismo e capitalismo
Obj   geo - socialismo e capitalismoObj   geo - socialismo e capitalismo
Obj geo - socialismo e capitalismo
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
 
PAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTESPAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTES
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
Atividade - A História Das Coisas
Atividade  - A História Das CoisasAtividade  - A História Das Coisas
Atividade - A História Das Coisas
 
GEOGRAFIA: IDH
GEOGRAFIA: IDHGEOGRAFIA: IDH
GEOGRAFIA: IDH
 
Idh
IdhIdh
Idh
 
Demetrio brasil privatizações
Demetrio brasil privatizaçõesDemetrio brasil privatizações
Demetrio brasil privatizações
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambiente
 
Globalização e Neoliberalismo
Globalização e NeoliberalismoGlobalização e Neoliberalismo
Globalização e Neoliberalismo
 

Mais de Antonio Carlos da Silva (20)

Cartografia - revisao - material UNOi
Cartografia - revisao - material UNOiCartografia - revisao - material UNOi
Cartografia - revisao - material UNOi
 
Gabarito cap.19
Gabarito cap.19Gabarito cap.19
Gabarito cap.19
 
Relevo i
Relevo iRelevo i
Relevo i
 
Desconcentração espacial da indústria
Desconcentração espacial da indústriaDesconcentração espacial da indústria
Desconcentração espacial da indústria
 
O espaço industrial ii
O espaço industrial iiO espaço industrial ii
O espaço industrial ii
 
O espaço industrial
O espaço industrialO espaço industrial
O espaço industrial
 
Correcao 3ª
Correcao 3ªCorrecao 3ª
Correcao 3ª
 
14 3
14 314 3
14 3
 
14 2
14 214 2
14 2
 
14 1
14 114 1
14 1
 
O espaço industrial
O espaço industrialO espaço industrial
O espaço industrial
 
Formigueiros humanos
Formigueiros humanosFormigueiros humanos
Formigueiros humanos
 
Desgualdade e exclusão
Desgualdade e exclusãoDesgualdade e exclusão
Desgualdade e exclusão
 
Aval parc 2ª_2ºtri
Aval parc 2ª_2ºtriAval parc 2ª_2ºtri
Aval parc 2ª_2ºtri
 
Aval parc 1ª_2ºtri
 Aval parc 1ª_2ºtri Aval parc 1ª_2ºtri
Aval parc 1ª_2ºtri
 
Políticas territoriais
Políticas territoriaisPolíticas territoriais
Políticas territoriais
 
União européia
União européiaUnião européia
União européia
 
Formação territorial e povoamento
Formação territorial e povoamentoFormação territorial e povoamento
Formação territorial e povoamento
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Capítulo 15 repostas exercícios
Capítulo 15   repostas exercíciosCapítulo 15   repostas exercícios
Capítulo 15 repostas exercícios
 

Privatizações no Brasil: razões a favor e contra

  • 2. SURGIRAM COM A NECESSIDADE DE INFRAESTRUTURA INVESTIMENTO ESTATAL PARA ENFRENTAR LIMITAÇÕES ESTRATÉGICAS EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DURANTE A DITADURA MILITAR AS EMPRESAS ESTATAIS
  • 3. LIBERAR O ESTADO PARA INVESTIMENTOS SOCIAIS DOTAR AS EMPRESAS DE CAPACIDADE PARA CONCORRÊNCIA “GLOBAL” RAZÕES PARA PRIVATIZAR
  • 4. OFERECER MELHORES SERVIÇOS AOS CONSUMIDORES RAZÕES PARA PRIVATIZAR
  • 5. Fonte: Datafolha – 20/8/99 Telefonia após privatização
  • 6. DIMINUIR TARIFAS PELA INTRODUÇÃO DA CONCORRÊNCIA NO FORNECIMENTO DE SERVIÇOS RAZÕES PARA PRIVATIZAR
  • 7. E as tarifas? Fonte: Datafolha – 20/8/99
  • 8. AS ESTATAIS CUSTARAM O “ESFORÇO” DO POVO BRASILEIRO RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
  • 9. Protestos no RJ contra a privatização da Vale do Rio Doce
  • 10. SETORES ESTRATÉGICOS PARA O DESENVOLVIMENTO DEVEM SER PRESERVADOS NAS MÃOS DO ESTADO RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
  • 11. OS PREÇOS DAS EMPRESAS FORAM DESVALORIZADOS DESNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
  • 12. O DINHEIRO APURADO NA VENDA DAS ESTATAIS NÃO VAI PARA O SETOR SOCIAL UTILIZAÇÃO DE MOEDAS PODRES RAZÕES PARA NÃO PRIVATIZAR
  • 13. EMPRESAS TELEFÔNICAS: INVESTIMENTO DE R$ 21 BILHÕES R$ 8,8 BILHÕES, SENDO METADE FINANCIADA PELO GOVERNO O PREÇO DAS ESTATAIS
  • 14. GOVERNO RJ PEGOU UM EMPRÉSTIMO DE R$ 3,3 BILHÕES PARA PAGTO. DIREITOS TRABALHISTAS BANERJ R$ 330 MILHÕES O PREÇO DAS ESTATAIS
  • 15. COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL R$ 1,05 BILHÃO, SENDO QUE R$ 1,01 BILHÃO EM MOEDAS PODRES O PREÇO DAS ESTATAIS
  • 16. POR QUE AS EMPRESAS PRIVATIZADAS LUCRAM TANTO? AUMENTO DE TARIFAS DEMISSÕES DÍVIDAS “ENGOLIDAS” DÍVIDAS TRANSFERIDAS FUNDOS DE PENSÃO