Servlets e JSP

461 visualizações

Publicada em

Aula de apresentação breve sobre Servlets e a JSP. Java para WEB.

Saiba mais em www.DanielBrandao.com.br

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Servlets e JSP

  1. 1. Professor Daniel Brandão 1 ENTENDENDO SERVLETS E JSP
  2. 2. 1. Introdução aos Servlets 2. Requisições em Servlets 3. Ciclo de vida 4. JSP – JavaServer Pages 5. Scriptlet 6. Resumo e Revisão 2 DO QUE TRATAREMOS:
  3. 3. 3 1. INTRODUÇÃO AOS SERVLETS
  4. 4. Páginas dinâmicas:  Quando a Web surgiu, seu objetivo era a troca de conteúdos através de páginas HTML estáticas.  Imagens, animações e outros conteúdos também eram disponibilizados.  Era pouco para o potencial da web. Era preciso páginas HTML geradas dinamicamente baseadas nas requisições dos usuários. 4 1. INTRODUÇÃO AOS SERVLETS
  5. 5.  Criou-se a ideia de “geradores dinâmicos”. Servidores web consultando outros arquivos com conteúdos (CGI).  Em Java, surgiu então Servlet em 1997. Pequeno servidor com objetivo de receber chamadas HTTP, processar e devolver uma resposta.  Seguindo o conceito POO, servlets são objetos Java que recebem requisições (request) e produzem algo (response), como uma página HTML por ex. 5 1. INTRODUÇÃO AOS SERVLETS
  6. 6. 6 2. REQUISIÇÕES EM SERVLETS
  7. 7.  Para escrevermos uma servlet, criamos uma classe Java que estenda HttpServlet e sobrescreva um método chamado service. Esse método será o responsável por atender requisições e gerar as respostas adequadas. 7 2. REQUISIÇÕES EM SERVLETS
  8. 8.  Para escrevermos uma servlet, criamos uma classe Java que estenda HttpServlet e sobrescreva um método chamado service. Esse método será o responsável por atender requisições e gerar as respostas adequadas.  EX: protected void service (HttpServletRequest request, HttpServletResponse response) throws ServletException, IOException { ... } 8 2. REQUISIÇÕES EM SERVLETS
  9. 9.  Ao desenvolver uma aplicação Web, sempre precisamos realizar operações no lado do servidor, com dados informados pelo usuário, seja através de formulários ou seja através da URL.  Como exemplo, podemos ter uma página HTML com um formulário de contato a ser salvo em um banco de dados. 9 2.1 PARÂMETROS NAS REQUISIÇÕES
  10. 10.  EX: Formulário Adiciona Contato 10 2.1 PARÂMETROS NAS REQUISIÇÕES
  11. 11.  EX: Servlet 11 2.1 PARÂMETROS NAS REQUISIÇÕES
  12. 12. 12 2.1 PARÂMETROS NAS REQUISIÇÕES
  13. 13. 13 3. CICLO DE VIDA SERVLETS
  14. 14. 14 3. CICLO DE VIDA SERVLETS
  15. 15. 15 4. JSP – JAVA SERVER PAGES
  16. 16.  JSP é uma tecnologia padrão, baseada em templates para servlets. O mecanismo que a traduz é embutido no servidor 16 4. JSP – JAVA SERVER PAGES
  17. 17.  JSP é uma tecnologia padrão, baseada em templates para servlets. O mecanismo que a traduz é embutido no servidor  Em um servidor que suporta JSP, o processamento passa por uma camada adicional onde a página é transformada (compilada) em um servlet 17 4. JSP – JAVA SERVER PAGES
  18. 18.  JSP é uma tecnologia padrão, baseada em templates para servlets. O mecanismo que a traduz é embutido no servidor  Em um servidor que suporta JSP, o processamento passa por uma camada adicional onde a página é transformada (compilada) em um servlet  Trata-se, portanto, de um arquivo baseado em HTML mas salvo em formato .JSP 18 4. JSP – JAVA SERVER PAGES
  19. 19. 19 4. JSP – FUNCIONAMENTO
  20. 20.  EX: Trecho de código contendo tags HTML e bloco de códigos (scriptlets) e expressões 20 4. JSP – JAVASERVER PAGES
  21. 21. 21 5. SCRIPTLET
  22. 22.  Scriptlet é o código escrito entre <% e %>. São Blocos de código executados sempre que uma página JSP é processada. 22 4. SCRIPTLET
  23. 23.  Scriptlet é o código escrito entre <% e %>. São Blocos de código executados sempre que uma página JSP é processada.  Esse nome é composto da palavra script (pedaço de código em linguagem de programação) com o sufixo let, que indica algo pequeno. 23 4. SCRIPTLET
  24. 24.  Scriptlet é o código escrito entre <% e %>. São Blocos de código executados sempre que uma página JSP é processada.  Esse nome é composto da palavra script (pedaço de código em linguagem de programação) com o sufixo let, que indica algo pequeno.  O sufixo “let” é bastamte utilizado na linguagem Java, tanto em scriptlets como em servlets, portlets, applets etc... 24 4. SCRIPTLET
  25. 25.  Sintaxe dos elementos interpretados no servidor:  Diretivas: <%@ ... %>  Declarações: <%! ... %>  Expressões: <%= ... %>  Scriptlets: <% ... %>  Comentários: <%-- ... --%>  Ações: <jsp:ação... />  Custom tags: <prefixo:elemento... /> 25 4. SCRIPTLET
  26. 26. 26 6. REVISÃO
  27. 27.  Servlet x JSP Servlets:  Melhor em termos de Eng. Software  Mais flexível  Praticamente não permite independência entre o designer e o programador 27 6. REVISÃO
  28. 28.  Servlet x JSP JSP:  Mais fácil de aprender  Um nível maior de abstração para o Servlets  O Web Designer pode trabalhar independente do Web Developer e vice-versa 28 6. REVISÃO
  29. 29. Os JSPs são transformados em uma Servlet, por um compilador JSP. Esse compilador pode gerar um código Java que é então compilado para gerar bytecode diretamente para a servlet 29 6. REVISÃO
  30. 30.  Ciclo de vida 30 6. REVISÃO
  31. 31.  Comentários em JSP 31 6. REVISÃO
  32. 32.  Segurança. Na prática são usados quatro métodos:  1. Nas páginas que só devam ser acessadas após o Login do usuário, informação na sessão  2. Verificar de onde o usuário veio e só permitir o acesso a partir de elementos do próprio site  3. Verificar código malicioso nos campos onde o usuário insere informações  4. Verificar variáveis que compõe instrução SQL antes de enviá-la ao SGBD 32 6. REVISÃO
  33. 33. 33 Dúvidas? Obrigado pela atenção! + em www.DanielBrandao.com.br

×